Exercicios Resolvidos Atividades Preconceito Linguistico Trabalhos Escolares e Acadêmicos Prontos

  • Atividades complementares

    que sugerissem diversas formas de resolve-los e ficou satisfeita com o resultado, uma de suas alunas resolveu o problema brilhantemente. Tema: Preconceito contra a educação O texto relata a reação provocada depois que o livro “Por uma vida melhor” foi distribuído a varias escolas públicas pelo Ministério...

      1069 Palavras | 5 Páginas  

  • Variaveis Linguisticas

    mostrar a relevância da variação linguística existente entre elas. Proporcionando dessa forma a valorização da diversidade, desconstruindo o preconceito linguístico que enaltece o dialeto culto e desvaloriza os outros. Segue abaixo alguns exemplos dessa Variação Sociolinguística: - Fatores extralingüísticos –...

      3070 Palavras | 13 Páginas  

  • Resenha do livro Porque não ensinar gramática na escola

    autor apresenta argumentos para se defender e convencer os outros a reformular suas ideias sobre o ensino da Língua Portuguesa, visando eliminar preconceitos e mostrar a importância de se ensinar o uso real da língua sem ficar apegado as teorias gramaticais. O livro divide-se em duas partes e traz...

      4075 Palavras | 17 Páginas  

  • Sociolinguística

    sociolinguística 24 CAPÍTULO I I – PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS 1.1 – Linguagem e participação social 27 1.2. Linguagem, atividade discursiva e textualidade 1.2 – Aprender e ensinar língua portuguesa na escola 29 1.3 – Que fala cabe à escola ensinar 29 ...

      8800 Palavras | 36 Páginas  

  • O desafio de ensinar libras em turmas comuns

    mundo, a inclusão é recente, no brasil ela é mais ainda. O que fez com que esta inclusão demorasse tanto tempo para ocorrer, foi o preconceito. Entretanto, o preconceito para com os deficientes não surgiu em nossa sociedade, ele é tão antigo como a própria existência humana. Existem registros históricos...

      4393 Palavras | 18 Páginas  

  • Resumo do livro "Por que (não) ensinar Gramática na Escola", de Sírio Possenti

    de experiências, ou seja, os alunos perderiam tempo de vida se as experiências dessem errado. Relata também que no ensino do português nada será resolvido se não mudar a concepção de língua e de ensino de língua na escola. PRIMEIRA TESE: O PAPEL DA ESCOLA É ENSINAR LÍNGUA PADRÃO O autor adota, sem...

      2354 Palavras | 10 Páginas  

  • A GRAMÁTICA E SEUS VÁRIOS SENTIDOS: UMA REFLEXÃO SOBRE O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA

    das nossas escolas abarca este ensino sob bases do conserto da língua do aluno, considerando aí um deficiente linguístico, além do ensino acrítico da nomenclatura gramatical e os exercícios mecânicos de aplicação dela. Em síntese, centra-se o ensino da língua no estudo da gramática como se a mesma representasse...

      4306 Palavras | 18 Páginas  

  • Apostila Leitura e Produção de Textos

    em vista a diversidade de gêneros que circulam em diferentes tipos de ambientes. Para que nossas aulas sejam produtivas, é necessário que todas as atividades propostas sejam executadas efetivamente, com muita atenção, observando cada elemento que auxilia no processamento textual. Proposta de trabalho...

      17828 Palavras | 72 Páginas  

  • ATPS LIBRAS

    e cultural, abrangendo a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e a Cultura Surda. A partir desta reflexão e embasamento teórico, podemos elaborar atividades pedagógicas que contemple a realidade de atuação dos alunos surdos e/ou com deficiência auditiva, partindo da situação, na qual sendo professor de...

      4743 Palavras | 19 Páginas  

  • Libras

    de reabilitá-lo. Estas crianças passam por anos de treino auditivo e fonoaudiológico a fim de tentar reproduzir a fala dos ouvintes. São infinitos exercícios de preparação do órgão fonador. Ações como estas são propostas por médicos e plenamente aceita pelas famílias, já que a promessa é que seu filho...

      1726 Palavras | 7 Páginas  

  • RESUMO PCN L NGUA PORTUGUESA

    social. O projeto educativo deve estar comprometido com a democratização social e cultural atribui a seus alunos o acesso a saberes lingüísticos necessários para o exercício da cidadania. A escola precisa responder a novas exigências da sociedade, há uma forte demanda por um ensino eficaz.  Considerando...

      6686 Palavras | 27 Páginas  

  • linguistica

    base cognitiva, que rege as relações entre o homem e o mundo biossocial e, conseqüentemente, a simbolização ou representação desse mundo em termos lingüísticos Associado a essa base neurobiológica está o que poderíamos chamar, para usar uma expressão simplificada, de funcionamento mental, ou seja, os...

      6868 Palavras | 28 Páginas  

  • Variação linguística e ensino de gramática

    implicações diretas no ensino da língua2. Discutimos os seguintes tópicos: a língua como atividade social e as variedades linguísticas; a questão da norma, do valor social das formas variantes e do preconceito linguístico; e esboçamos algumas sugestões metodológicas para o ensino de gramática, considerando...

      9471 Palavras | 38 Páginas  

  • Rdbm

    adiante, determine a presença de intérpretes da Libras em todas as instâncias públicas, boa parte dos serviços prestados ao cidadão poderiam ser bem resolvidos se os servidores públicos tivessem conhecimento básico da Língua Brasileira de Sinais (Libras), especialmente se relacionarmos tais conhecimentos...

      3605 Palavras | 15 Páginas  

  • Hermenu00EAutica Estudo Para Prova

    direito, pela mediação da interpretação. 2. A interpretação ao referir o sentido normativo da fonte ás concretas exigências do problema jurídico a ser resolvido, sempre traduzirá numa “concretização” normativa, pra que possa ser dele um critério adequado de solução. A interpretação jurídica deixa de ser...

      1832 Palavras | 8 Páginas  

  • Africa e brasil africano

    que os rios são os meios de comunicação mais importantes do continente e que a criação de gado na área das savanas atualmente ainda é a principal atividade econômica. Ela enfatiza que pessoas ainda vivem dependendo das condições naturais, ou seja, pastoreando e plantando mesmo depois de mais de cem anos...

      1969 Palavras | 8 Páginas  

  • Manual da linguistica

    base cognitiva, que rege as relações entre o homem e o mundo biossocial e, conseqüentemente, a simbolização ou representação desse mundo em termos lingüísticos Associado a essa base neurobiológica está o que poderíamos chamar, para usar uma expressão simplificada, de funcionamento mental, ou seja, os...

      7546 Palavras | 31 Páginas  

  • porque Não ensinar gramatica na escola

    que tipo de discussão estávamos metidos, afinal, no caso do ensino de gramática. Queria saber como os linguistas viam essa história do padrão linguístico e da gramática, inclusive porque, a seu ver, percebia-se a falta de um conhecimento mínimo de tais questões nos trabalhos que os alunos escreviam...

      25324 Palavras | 102 Páginas  

  • O momento atual do cenário comercial mundial com a participação da china

    DESENVOLVIMENTO 2.1 – O Curso de Prática de Ensino O curso de Prática de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura no 1º e 2º graus (EDU 685 e 686) é uma atividade obrigatória da grade curricular do curso de Letras da UFRN, sendo oferecido aos alunos regulares do curso no último semestre. A carga horária total...

      3532 Palavras | 15 Páginas  

  • lingua oral e escrita

    Caderno de Atividades Fundamentos e Metodologia de Língua Portuguesa Semestre 5 Pedagogia CLIQUEAQUIPARA VIRARAPÁGINA Caderno de Atividades Pedagogia Disciplina Fundamentos e Metodologia de Língua Portuguesa Coordenação do Curso Lindolfo Anderson Martelli Autor Mario L. N. Alves ...

      30316 Palavras | 122 Páginas  

tracking img