• Fórum-prática de ensino-vi
    vidas, como aconteceu no Egito recentemente, fazem a sua história e de seu país e transformações individuais e coletivas são decisivas para esta sociedade e tudo que ela influencia. As relações capitalistas de produção e consumo são cruéis para o exercício da cidadania, pois nesta circunstância a...
    5689 Palavras 23 Páginas
  • Ciencias sociais
    produção: primitivo; o regime asiático; escravatura; servidão (feudal) e a capitalista. 5- Luta de classes De acordo com Maria Lúcia de Arruda Aranha e M. Helena Pires Martins, em Introdução à Filosofia (São Paulo, Ed. Moderna, Filosofando, 1993), a luta de classes é o confronto entre duas classes...
    1118 Palavras 5 Páginas
  • FATO SOCIAL
    . SOCIEDADE CAPITALISTA MODERNA Os burgueses (empresários) proprietários dos meios de produção, que buscam maior lucro. Os proletários (trabalhadores) proprietários da força de trabalho, que buscam maior salário. EXPLICAÇŌES RACIONAIS Esta nova sociedade que se consolidava requeria novas formas...
    2242 Palavras 9 Páginas
  • o Taylorismo e o Fordismo
    indústria automobilística, que transformou esses homens em vendedores de força de trabalho, em uma extensão das maquinas introduzidas no processo produtivo moderno. Marx e Engels denunciam no Manifesto do Partido Comunista: “A sociedade moderna burguesa, surgida das ruínas da sociedade feudal, não aboliu...
    2216 Palavras 9 Páginas
  • A EDUCAÇÃO NA PERSPECTIVA SOCIOLÓGICA
    toda a sociedade, desprovida para isso de todos os entraves, representados pela divisão do trabalho, das classes, do dinheiro, do Estado etc. *Marx e Engels admitem como fato indiscutível que a classe operária é portadora da cultura do futuro. *Engels, por sua vez, enaltece os conhecimentos da...
    1995 Palavras 8 Páginas
  • Slide
    Exercício de Fixação 1. De acordo com Faleiros o que significa instituição? Segundo Faleiros, instituições são organizações especificas de política social, ocupam um espaço político nos meandros das relações entre o Estado e a sociedade civil. Tem o papel fundamental no processo de...
    507 Palavras 3 Páginas
  • Fichamento Corporeidade
    homem passou a considerar a razão como o único instrumento válido de conhecimento, e passou a ver seu corpo como um objeto que deve ser disciplinado. Nas sociedades pré-capitalistas o trabalho estava ligado à necessidades concretas e vitais. Com o modo de produção capitalista, o homem deixou de...
    1739 Palavras 7 Páginas
  • Ciencias Sociais
    explicação dos fenômenos sociais sempre foi uma preocupação do ser humano. Mas a explicação com base científica, é fruto da sociedade moderna, industrial e capitalista. A Sociologia como ciência, surgiu no século XIX e significou que o pensamento sobre o social se desvinculou das tradições morais e...
    9996 Palavras 40 Páginas
  • sociologia
    crise-crise que esta revolução gerou em toda sociedade européia. No século XVIII acontece a Revolução Francesa que, juntamente com a Revolução Industrial, cria uma série de problemas sociais que antes não existiam. Essa nova sociedade, determinada de sociedade moderna ou capitalista, traz mudanças...
    1733 Palavras 7 Páginas
  • O homem que não vendeu sua alma
    . Mesmo nos países desenvolvidos têm faltado empregos para a população. EXERCÍCIOS 01 - No início da Revolução Industrial o trabalho infantil foi utilizado com grande intensidade pelos capitalistas por quê: A  - Apelava para o ideal de homem ativo e poupador B  - Apelava para o dever do...
    20652 Palavras 83 Páginas
  • Sociologia
    (trabalho assalariado)? Se fosse pela evolução da consciência os negros teriam sido inseridos na sociedade e não marginalizados. Aula – Página 01 Aula Exercícios Sugestões Site Matéria: Sociologia Cód. Aula: SOC01 Professor: Delton Campanhã de Moraes Aula n°: 01 Aula: Sociedade...
    1750 Palavras 7 Páginas
  • Imaginação Sociológica
    capitalista moderna. A prof.ª Kelli Mota (2005) realizou a seguinte proposta :”a proposta é a produção escrita, pelos alunos, da sua história de vida a partir de eixos temáticos, tais como: local de origem, família, orientação religiosa, profissão, trabalho, lazer, grupos de amigos, expectativas em...
    6918 Palavras 28 Páginas
  • Sobre lazer, tempo e trabalho na sociedade de consumo
    , conseqüências e possibilidades desta temática na sociedade de consumo. Para tanto, optamos pela abordagem dos conceitos de tempo e trabalho na sociedade moderna bem como a relação desta trilogia com o direito de participação das minorias. Estes conceitos são fundamentais para o entendimento dos...
    4720 Palavras 19 Páginas
  • Teorias administração
    mantém esse processo de alienação é primeiramente o fato de o capitalista possuir os meios de produção, e também o trabalhador não possui seus próprios meios de produção, ele precisa vender a única propriedade que lhe pertence, a força de trabalho. Na sociedade moderna, o trabalho se submete a...
    2221 Palavras 9 Páginas
  • resumo
    crise que perpassa as sociedades. A intervenção estatal estaria afetando o equilíbrio da ordem,tanto no plano econômico como no plano econômico como no plano social e moral na medida em que tende a desrespeitar os princípios da liberdade e da individualidade,valores básicos do capitalista. Em relação...
    1822 Palavras 8 Páginas
  • Resenha: braverman, h. trabalho e capital monopolista
    capitalista não é de modo algum idêntica ao fenômeno da distribuição de tarefas, ofícios ou especialidades da produção através da sociedade, porquanto, embora todas as sociedades conhecidas tenham dividido seu trabalho em especialidades produtivas, nenhuma sociedade antes do capitalismo subdividiu...
    1206 Palavras 5 Páginas
  • As práticas de saúde no mundo moderno
    , acelerava o crescimento e a urbanização da sociedade ocidental. Aglomerado nas fabricas e sob um forte esquema de supervisão, esse proletariado, cada vez mais distante iria adaptar-se ao sistema disciplinar imposto pela nova ordem. É inegável que a revolução científica-tecnológica da Idade Moderna foi...
    1636 Palavras 7 Páginas
  • Principais tendencias pedagogicas
    , ou seja, a tradicional, a renovada e a tecnicista, por se declararem neutras, nunca assumiram compromisso com as transformações da sociedade, embora, na prática, procurassem legitimar a ordem econômica e social do sistema capitalista. No ensino da língua, predominaram os métodos de base ora empirista...
    4057 Palavras 17 Páginas
  • politica e seguridade social
    sociedade que garante a participação das pessoas no governo; garante a participação na distribuição das riqueza coletiva; incluem o direito à saúde, a um salário justo, ao trabalho, à aposentadoria, enfim, um mínimo bem-estar para todos. c) Diz respeito aos direitos essenciais à vida, ao direito de...
    4040 Palavras 17 Páginas
  • Aps unip
      A preocupação em conhecer e explicar os fenômenos sociais sempre foi uma preocupação da humanidade. Porém a explicação com base científica,é fruto da sociedade moderna, industrial e capitalista. A formação da Sociologia no século XIX significou que o pensamento sobre o social se desvinculou...
    6828 Palavras 28 Páginas