Exercicios De Interpretação Livro Pequeno Principe artigos e trabalhos de pesquisa

  • A história da infância até a modernidade, com uma análise do Pequeno Príncipe

    Universidade de Fortaleza Uma análise de ‘O Pequeno Princepe’ na luz da história da infância Curso de Psicologia - CCS João Pedro Magalhães e Joema Rocha 9/11/2013 Introdução Com o passar dos séculos, a forma como a infância e as crianças são vistas pela sociedade foi sendo alterada, passando por diversas formas antes de chegar ao que conhecemos atualmente. Durante a idade média, a criança era tida como um ser frágil, mas facilmente substituível, não alcançando lugar de grandes...

    1988  Palavras | 8  Páginas

  • Interpretação de Texto

    APRENDIZAGEM ATIVIDADES DE LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS ATIVIDADE 1 Leia a tira de Ziraldo: Ziraldo Alves Pinto nasceu no dia 24 de outubro de l932 em Caratinga, Minas Gerais. Começou sua carreira nos anos 50 em jornais e revistas de expressão, como Jornal do Brasil, O Cruzeiro, etc. Além de pintor é cartazista, jornalista, teatrólogo, chargista, caricaturista e escritor. Em l969 publicou seu primeiro livro infantil Flicts e em 1980 publicou um dos livros infantis mais vendidos no Brasil ...

    16209  Palavras | 65  Páginas

  • A constituição do discurso em O Pequeno Príncipe

    KARINA DO CARMO CINTRA MAYARA LUCIO FARCHE A CONSTITUIÇÃO DO DISCURSO EM O PEQUENO PRÍNCIPE FRANCA - SP 2010 KARINA DO CARMO CINTRA MAYARA LUCIO FARCHE A CONSTITUIÇÃO DO DISCURSO EM O PEQUENO PRÍNCIPE Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao curso Uni-FACEF Centro Universitário de Franca para obtenção do título de licenciatura em Letras Português/Literatura. Orientação: Profa. Dndª. Maria Madalena Borges Gutierre. ...

    13636  Palavras | 55  Páginas

  • Relatorio sobre o pequeno principe

    OLAVO LUIZ SOARES SÁ ALUNO: ANTONIO EDSON ALVES DA SILVA A INTERPRETAÇÃO DA LINGUAGUEM DO LIVRO: “O PEQUENO PRÍNCIPE” CRATEÚS/CEARÁ 2012 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ – UECE FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE CRATEÚS – FAEC CURSO: PEDAGOGIA DISCIPLINA: LEITURA E PRODUÇÃO TEXTUAL 1º SEMESTRE ORIENTADOR: PROF. ESP. PRÍNCIPE” Relatório das atividades de pesquisa e exposição em aula, exigido...

    2388  Palavras | 10  Páginas

  • Fenomenologia e o Pequeno Príncipe

    Camargo Cazelli Código: 791265 Psicologia 7ª etapa Livro “O pequeno príncipe” Resolvi falar sobre o Pequeno príncipe porque acho um livro muito interessante e que pode ser relacionado com a fenomenologia. Quando li a primeira vez tinha 12 anos, e depois li novamente quando já tinha 19. Quando tinha 12 anos, não tive a mesma interpretação que tive aos19 anos. O interessante é que as interpretações foram muito diferentes. A parte do livro a qual eu relaciono com a fenomenologia é do Capítulo...

    682  Palavras | 3  Páginas

  • Projeto O pequeno Princípe

    ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL BARÃO DO RIO BRANCO PROJETO do 1º ANO A Professora: Ângela Astil Dallepiane Schneider EIXO TEMÁTICO: LIVRO O PEQUENO PRÍNCIPE TEMA GERAL: VIVENCIANDO DESCOBERTAS COM O PEQUENO PRÍNCIPE SUBTEMAS: 1º trimestre – Conhecendo a própria história e identificando visões de mundo 2º trimestre – Aprendendo com novos valores e mudando as atitudes 3º trimestre – Desenvolvendo conhecimentos e habilidades formando leitores JUSTIFICATIVA: A leitura...

    2165  Palavras | 9  Páginas

  • Projeto: O Pequeno Princípe

    A OBRA “O PEQUENO PRÍNCIPE” E A VALORIZAÇÃO DO SER HUMANO APRESENTAÇÃO Ter sonhos significa estar vivo. Imaginar é uma habilidade que deve ser alimentada na infância e principalmente na adolescência, pois na passagem da primeira para a segunda infância, o aluno, muitas vezes, deixa de fantasiar, de sonhar. A falta de imaginação pode representar uma dificuldade para ele enfrentar sua realidade, conduzindo-o a um mau caminho, como o das drogas. É necessário criar oportunidades para a continuidade...

    1469  Palavras | 6  Páginas

  • O pequeno príncipe

    TRABALHO DE FILOSOFIA Por: Simone Vieira Oliveira de Azevedo Santo Antônio de Pádua, RJ - Brasil Junho de 2011 ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY O PEQUENO PRÍNCIPE Trabalho apresentado como requisito parcial para obtenção da nota na disciplina de Pesquisa e Prática da Educação Graduação em Pedagogia, do Instituto Superior de Educação de Santo Antônio de Pádua do Estado do Rio de Janeiro. Por: Simone Vieira Oliveira de Azevedo Orientador: Profº...

    1729  Palavras | 7  Páginas

  • Exercícios Espirituais Pe. Manuel Bernardes

     Exercícios Espirituais III (1686) de Manuel Bernardes, – Da consideração da morte, primeiro Novíssimo do homem versus Sermão da primeira dominga do Advento (1650) Padre Antônio Vieira. “Nós falamos sabedoria entre os maduros, mas sabedoria não desta era, nem dos governantes desta era que estão sendo reduzidos a nada. Mas, nós falamos da sabedoria enquanto mistério de Deus, que esteve...

    5338  Palavras | 22  Páginas

  • DO LIVRO AO CINEMA: TRADUÇÃO INTERSEMIÓTICA DAS ILUSTRAÇÕES DE O PEQUENO PRÍNCIPE

    DO LIVRO AO CINEMA: TRADUÇÃO INTERSEMIÓTICA DAS ILUSTRAÇÕES DE O PEQUENO PRÍNCIPE Anna Carolina Batista Bayer Mestranda da linha de Imagem e Cultura do PPGAV/EBA/UFRJ Resumo O presente trabalho visa analisar o processo de passagem de uma forma de linguagem a outra. Neste caso, da imagem estática das ilustrações de Saint-Exupéry no livro O Pequeno Príncipe, de 1943, para a imagem em movimento presente no cinema, no filme de mesmo nome, de Stanley Donen, em 1974. O intuito do trabalho...

    2919  Palavras | 12  Páginas

  • A POÉTICA DA FLOR: O PEQUENO PRÍNCIPE EM UM ENSAIO DE INTERPRETAÇÃO DO SIMBÓLICO 1

    Graduação Curso de Letras Trabalho de Conclusão de Curso Eliane de Godoi Menezes A POÉTICA DA FLOR: O PEQUENO PRÍNCIPE EM UM ENSAIO DE INTERPRETAÇÃO DO SIMBÓLICO 1 Eliane de Godoi Menezes RESUMO: O presente artigo contém uma proposta de interpretação da flor como elemento simbólico nas obras literárias. Símbolo este que sugere e suscita possibilidades de interpretação. A escolha desse elemento em meio a outros tantos que cerceiam nossa cultura, deve-se, sobretudo, ao caráter poético...

    746  Palavras | 3  Páginas

  • Príncipe

    Projeto Literário:O Pequeno Príncipe. Categoria: Competência Leitora e Escritora. Foco Principal do Projeto: Alunos do 6 º ano.(Projeto Interdisciplinar) Justificativas. Cientes da importância da competência leitora e escritora no ambiente escolar e sabendo que através dessas competências desenvolvidas o aluno terá facilidade em compreender,interpretar e posicionar-se criticamente frente ao que se lê, propusemos esse projeto para trabalhar a leitura de uma forma interdisciplinar. Esse projeto...

    683  Palavras | 3  Páginas

  • O Pequeno Príncipe

     1.   O livro “O Pequeno Príncipe”, é um livro escrito pelo autor e jornalista, Antoine de Saint-Exupéry, de acordo com as informações referidas ao autor é correto dizer que a nacionalidade dele era: a-     Italiano b-     Brasileiro c-      Japonês d-     Francês 2-  Antoine de Saint-Exupéry, além de escritor e jornalista era :         a-     cozinheiro b-     piloto de avião c-      marinheiro d-     ambientalista   3-  Certa vez, quando...

    1931  Palavras | 8  Páginas

  • trabalho o pequeno principe

    SILVA Nº 53 ANÁLISE CRITICA DO LIVRO: O PEQUENO PRÍNCIPE 19/03/2014 ITU PATRICIA GONÇALVES DA SILVA Nº 53 ANÁLISE CRITICA DO LIVRO: O PEQUENO PRÍNCIPE APROVAÇÃO PROF° MS PATRÍCIA HELENA RESENHA DO LIVRO PEQUENO PRÍNCIPE (ANTONIE DE SAINT-EXUPÉRY) O livro pequeno príncipe nos relata de um menino que vive no meio de adultos, que ao fazer seus desenhos que representava o que ele via,as pessoas não Cooprendiam sua interpretação. Para uma criança de seis anos quando...

    908  Palavras | 4  Páginas

  • RESENHA :O PEQUENO PRINCIPE

    FACULDADE ANHANGUERA PEDAGOGIA 1ª FASE RESENHA: O PEQUENO PRÍNCIPE (Cativando um amigo) SANDRA TELES DE JESUS SILVA RA: PROFESSORA: ANDRESSA SCHELLER Leitura e Interpretação de Texto Joinville Maio INTRODUÇÃO O autor do livro "O Pequeno Príncipe", Antonoine de Saint-Exupéry dedicou sua obra ao seu melhor amigo Léon Werth, que teve fome e frio,precisava de consolo,tinha capacidade para...

    796  Palavras | 4  Páginas

  • pequeno prícipe

    ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUES II PROFESSORA: PROJETO “VIAJANDO PELO MUNDO DAS PALAVRAS COM O PEQUENO PRÍNCIPE ALINE ANTUNES DILMA ELOISE DOMINIQUE SANDY SARAH SARAIVA THAYSE PINHEIRO NATAL/RN 2014 ALINE ANTUNES DILMA ELOISE DOMINIQUE SANDY SARAH SARAIVA THAYSE PINHEIRO PROJETO “VIAJANDO PELO MUNDO DAS PALAVRAS COM O PEQUENO PRÍNCIPE” Projeto de ensino apresentado à disciplina de Ensino de Língua Portuguesa II, no curso...

    4768  Palavras | 20  Páginas

  • Exercicio 3

    Japão. O termo refere-se ao trabalhador temporário, geralmente estrangeiro – com visto de trabalho – em regime de trabalho de 6 horas diárias (máximo permitido por lei para imigrantes no Japão). E você, conhece algum exemplo de má segmentação? Exercícios 1 – Aponte as segmentações alternativas nas seguintes letras de forró: a) Eu sou budista. Adoro Buda. Tô precisando de Buda. b) Você já sabe que eu adoro nabo, Dinha; nabo, Dinha; nabo, Dinha. c) Seu Cuca é eu. Seu Cuca é eu Sol, capim, canela...

    16412  Palavras | 66  Páginas

  • O Pequeno Princeipe Resenha

    Andressa Scheller Leitura e Interpretação de texto Joinville 05/2014 Introdução Esta história baseia-se nos conflitos e dúvidas vividas pelo personagem. Suas frustrações e as influências em suas decisões. Tornando-o reprimido até encontrar outro personagem com as mesmas dificuldades, porém com muita curiosidade. Assim então abrindo seus horizontes e ampliando sua visão sobre tudo o que vivera até então. LEMBRANÇAS DE UM AMIGO VIAJANTE O Pequeno Príncipe no Brasil é uma obra do escritor...

    1415  Palavras | 6  Páginas

  • O PRÍNCIPE

    do livro “O Príncipe” De Nicolau Maquiavel Resumo de livro para o curso de Direito-Anhanguera Educacional; Polo Rondonópolis– MT. Professor(a): Célio Paião RONDONÓPOLIS-MT 2014 19050-66675FACULDADE ANHANGUERA DE RONDONÓPOLIS Av. Ary Coelho, nº 829 – Cidade Salmen – Rondonópolis MT CEP 78705-050 – (66) 3411-7600 ........................................................ RA ........................... Resumo do livro “O Príncipe” De Nicolau Maquiavel RONDONÓPOLIS-MT 2014 O PRINCIPE NICOLAU...

    10017  Palavras | 41  Páginas

  • O Príncipe - Maquiável - Resumo Livre

    Resumo de o Príncipe O príncipe é um livro escrito na fase final da vida do grande filosofo e político florentino, Nicolau Maquiavel. Sendo um livro quase contemporâneo à Divina Comédia, com toda certeza teve influencia e ajudou a formar a Língua Italiana atual. Maquiavel escreveu O Príncipe, como um presente para conquistador de Florença na época Lourenço II de Médici. Dizem que ele apenas folheou o livro, se interessando mais pelos cães dados logo em seguida. O Príncipe tem sua beleza...

    1054  Palavras | 5  Páginas

  • O principe

    O Príncipe (em italiano, Il Principe) é um livro escrito por Nicolau Maquiavel em 1513, cuja primeira edição foi publicada postumamente, em 1532. Trata-se de um dos tratados políticos mais fundamentais elaborados pelo pensamento humano, e que tem papel crucial na construção do conceito de Estado como modernamente conhecemos. No mesmo estilo do Institutio Principis Christiani de Erasmo de Roterdã: descreve as maneiras de conduzir-se nos negócios públicos internos e externos, e fundamentalmente, como...

    1044  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo o principe

    Resumo: O Príncipe O Príncipe (em italiano, Il Principe) é um livro escrito por Nicolau Maquiavel em 1513, cuja primeira edição foi publicada postumamente, em 1532. Trata-se de um dos tratados políticos mais fundamentais elaborados pelo pensamento humano, e que tem papel crucial na construção do conceito de Estado como modernamente conhecemos. No mesmo estilo do Institutio Principis Christiani de Erasmo de Roterdã: descreve as maneiras de conduzir-se nos negócios públicos internos e externos,...

    974  Palavras | 4  Páginas

  • Resumo da obra “O Príncipe” de Nicolau Maquiavel

    Resumo da obra “O Príncipe” de Nicolau Maquiavel Maquiavel inicia seu livro dizendo que todos os estados que existem ouexistiram são ou foram republicas ou principados e é sobre os principados que elediscorre em sua obra, ele começa explicando a classificação usada para a divisão dostipos de principado feita a partir do conceito de principados hereditários (aquelespassados de pai para filho), ou novos (aqueles que foram conquistados através da força).A partir dessa divisão Maquiavel tenta traçar...

    1066  Palavras | 5  Páginas

  • O príncipe - maquiavel

    econômica precária. Sábia e praticava latim e possuía sólidos conhecimentos históricos, aproveito para citar algumas obras escritas por Maquiavel: Arte della Guerra, Istorie fiorentine, Ritracto di cose di Francia, entre tantas obras, sendo o “O Príncipe” sua mais famosa obra. Iniciou na vida pública em 1498, assumindo como secretário e segundo chanceler da República Fiorentina, no governo de Soderini, Florença tinha destaque por ser um dos grandes reinos, junto com Roma, Nápoles e do ducado de...

    1017  Palavras | 5  Páginas

  • maquiavel: o principe

    INTRODUÇÃO Este trabalho irá fazer um breve relatório sobre a obra de Nicolau Maquiavel, O Príncipe. O mesmo tem como objetivo ser claro e objetivo, principalmente porque o assunto é extenso e os temas relacionados são de certo modo complexos. MAQUIAVEL: O PRÍNCIPE Nicolau Maquiavel Nicolau Maquiavel foi um importante historiador, diplomata, filósofo, estadista e político italiano da época do Renascimento. Nasceu na cidade italiana de Florença em 3 de...

    999  Palavras | 4  Páginas

  • o príncipe maquiavel

    para citarmos apenas os primeiros. Nesta interpretação sustenta-seenfaticamente que Maquiavel discorreu sobre a liberdade, ao oferecer preciososconselhos para a sua conquista ou salvaguarda. Rousseau, por exemplo, opondo-se aos intérpretes "superficiais ou corrompidos" do autor florentino, que oqualificaram como mestre da tirania e da perversidade, afirma: "Maquiavel,fingindo dar lições aos Príncipes, deu grandes lições ao povo" (Do contrato social,livro 3, cap. IV). Ora apresentado como mestre da...

    13255  Palavras | 54  Páginas

  • O PRÍNCIPE

    ..........................................04 O Príncipe Livros I, II, III..............................................................................................................05 Livros VI, VII..............................................................................................................05 Livros IX, XI...............................................................................................................06 Livros....................................................

    1523  Palavras | 7  Páginas

  • O PRINCIPE

    FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FILOSOFIA As armas como instrumento de ação política em Maquiavel: uma análise de O príncipe São Paulo 2009 As armas como instrumento de ação política em Maquiavel: uma análise de O príncipe Dissertação apresentada ao programa de Pós-Graduação em Filosofia do Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, para...

    30788  Palavras | 124  Páginas

  • Resenha "o Principe"

    O Príncipe de Nicolau Maquiavel A obra O Príncipe de Maquiavel, que, nasceu em , 3 de maio de 1469 em Florença,e morreu em 21 de junho de 1527, foi um historiador, poeta, diplomata e músico italiano do Renascimento. a obra de Maquiavel relaciona-se diretamente com o tempo no qual foi produzida. O método utilizado por ele rompe com a tradição medieval ao fundamentar-se no empirismo e na análise dos fatos recorrendo a experiência histórica da Roma Antiga ganha por ele em seus estudos. Além disso...

    830  Palavras | 4  Páginas

  • O príncipe de maquiavel

    autoridade. Em 1850 a Itália ainda continuava dividida politicamente em diversos pequenos Estados soberanos (Reino das duas Sicílias, Estados Pontifícios, ducados de Toscana, etc.) a conclusão desse processo só se dá realmente em 1870 com a conquista de Roma. É nesse cenário que o pensamento do Maquiavel vai despontar. Sua obra é o retrato de sua experiência política e das causas de Estado as quais se envolveu em sua época. Seu livro é muito mais fruto da experiência do que da inteligência, uma forma de orientação...

    1642  Palavras | 7  Páginas

  • O principe

    "O Príncipe" de Nicolau Maquiavel Caído em desgraça em 1512, aos 43 anos de idade, depois de ter prestado por quinze anos seus serviços ao Conselho dos Dez, órgão da Senhoria da República de Florença, encarregado da Guerra e das Relações Exteriores, preso e torturado, Nicolau Maquiavel (1469-1527) foi forçado a retirar-se para a herdade da sua família, a Villa Macchiavelli, num lugar chamado de San Casciano Val di Pesa. O escritório dele então tornou-se uma usina de textos sobre idéias políticas...

    1540  Palavras | 7  Páginas

  • O Príncipe - Maquiavel

    1.0 PARTES PRINCIPAIS DO LIVRO “O PRÍNCIPE – MAQUIAVEL” “Na verdade, o príncipe natural tem menores razões e menos necessidade de ofender: donde se conclui dever ser mais amado e, se não se faz odiar por desbragados vícios, é lógico e natural seja benquisto de todos. E na antiguidade e continuação do exercício do poder, apagam-se as lembranças e as causas das inovações, porque uma mudança sempre deixa lançada a base para a ereção de outra.” (p. 5). “É que os homens, com satisfação, mudam...

    2142  Palavras | 9  Páginas

  • Resumo dos 08 Primeiros Capítulos do Livro DOS DELITOS E DAS PENAS, de Cesare Besaria

    sociedade, que deveria ser: todo o bem estar possível para a maioria. Cesare escreve para uma Europa onde, à época as leis não passavam de um calhamaço, contendo fragmentos de leis provenientes de povos conquistadores, as quais foram compiladas por um príncipe, cujo reinado havia sido em Constantinopla, há 12 séculos antes, combinados com os costumes dos Lombardos, um povo germânico detentor de grande poderio militar. Embora vivendo numa Europa bem mais avançada, Cesare acreditava que as penas ainda...

    2857  Palavras | 12  Páginas

  • Resenha O PRÍNCIPE Maquiavel

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA CURSO DE DIREITO, I SEMESTRE O Príncipe é um livro que ao longo dos tempos vem causando amores e desafetos. Por ser um livro que ensina como um estadista deve governar, nem sempre agradou a todos, principalmente, por possuir uma ideologia que prega tirania, seja ela autêntica ou velada, por isso, seus críticos o consideram imoral enquanto seus admiradores descrevem a obra como realista e corajosa por delinear o mundo político como ele realmente é...

    931  Palavras | 4  Páginas

  • PPS LIVRO 03 ELLEN

    OBJETIVOS: Cumprira PPS – proposta do livro 03 Homem, pensamento e cultura: abordagem filosófica e antropológica. Reconhecer diferentes tipos de trabalhos dentro da escola. Identificar as funções de cada um no espaço escolar e entender o trabalho intelectual e manual. Divulgar as atribuições de cada um dentro do espaço escolar. PUBLICO ALVO: Alunos do Programa Profuncionário e Professores, alunos e funcionários do Centro Municipal de Educação Infantil Pequeno Príncipe. JUSTIFICATIVA O trabalho é essencial...

    1185  Palavras | 5  Páginas

  • principe maquiavel

    “O Príncipe” de Maquiavel O príncipe de Maquiavel, é um guia que trata de como chegar ao poder e se manter nele. Isso é real. O texto procura dialogar com estas informações e como a obra descrita por Maquiavel é atual, pois é considerado o fundador da ciência política, contrariando com esta demonstração que para interpretar a referida obra inaugura uma nova visão sobre a moral na política. A ciência política de Maquiavel orienta a prática de algumas ações e aponta duas formas de governo e...

    1827  Palavras | 8  Páginas

  • Ressenha livro "O Principe"

    Resenha sobre o livro “O Príncipe” de Maquiavel No livro O Príncipe de Maquiavel é muito claro que a politica e a reflexão que sobre ela se faz constituem aspectos indissociáveis. Através dos séculos foi tido como um “manual” para um governante se tornar um príncipe virtuoso em qualquer tempo ou lugar. O livro tem um sentido prático e imediato, evidentemente declarado no último capítulo. Nele lê-se um estimulo em favor da “unificação da Itália” e da expulsão do estrangeiros. É essa mensagem...

    2534  Palavras | 11  Páginas

  • Em contato A conquista da presença através de exercícios do treinamento proposto por Jerzy Grotowski entre 1959 e 1962.

    0 Centro Universitário da Cidade - UniverCidade LUÍSA PINHEIRO EM CONTATO: A conquista da presença através d exercícios do treinamento proposto por de o Jerzy Grotowski entre 1959 e 1962. RIO DE JANEIRO 2012 1 LUÍSA PINHEIRO EM CONTATO: A conquista da presença através de exercícios do treinamento proposto por Jerzy Grotowski entre 1959 e 1962. Trabalho de Conclusão de Curso orientado pelo prof. Dr. JOSÉ LUIZ RINALDI MARQUES DA SILVA apresentado à banca examinadora...

    16283  Palavras | 66  Páginas

  • Fichamento Bibliográfico - O Príncipe, MAQUIAVEL, Nicolau

    Lucas Ferri O Príncipe Coronel Vivida 11/ 2012 Lucas Ferri O Príncipe Trabalho desenvolvido durante a disciplina de Ciência Política como parte da avaliação referente ao 2º Semestre. Professor (a): Prof.ª Bárbara Dayana Brasil Coronel Vivida 11/2012 “O Príncipe” MAQUIAVEL, Nicolau Na obra “O Príncipe”, escrita em 1513, Maquiavel...

    1528  Palavras | 7  Páginas

  • Resumo do Livro “Do contrato social”

    Resumo do Livro “Do contrato social” O Contrato Social começa com a ideia de que a mais antiga de todas as sociedades e a única natural é família. Rousseau faz a seguinte analogia entre família e Estado dizendo que “É a família, portanto, o primeiro modelo das sociedades políticas; o chefe é a imagem do pai, o povo a imagem dos filhos, e havendo nascido todos livres e iguais, não alienam a liberdade a não ser em troca da sua utilidade. Toda a diferença consiste em que, na família, o amor do pai...

    743  Palavras | 3  Páginas

  • contrato social livro iii

    Seminário – Do Contrato Social - Rousseau Capítulos IV e V do livro III: da democracia e da aristocracia Em Do Contrato Social, no Livro III, Rousseau explica seu conceito de governo e discorre acerca de suas várias formas. Para Rousseau, toda ação do corpo político pressupõe o concurso de duas forças: a vontade, consubstanciada no poder legislativo, e a ação, pertencente ao poder executivo. Essa afirmação poderia levar-nos a pensar que o filósofo compartilha de uma...

    2397  Palavras | 10  Páginas

  • Fichamento do capítulo 2 do livro Curso de Ciência Política

    política em tempos de renascimento.” “O pequeno “Nicolò” começou seus estudos aos sete anos e aos doze já transitava pela literatura latina, com auxílio de um professor de latim, padre e também membro da guilda dos advogados.” “Os autores que se faziam presentes na casa dos Machiavelli, ao que se sabe, as próprias referências do pai, Bernardo, começavam por Aristóteles, e passavam por Cícero, Ptlomeu, Boécio, bem como o Código e o Digesto justinianos.” “Os livros eram como parte da família e foram muito...

    3674  Palavras | 15  Páginas

  • O Príncipe

    piedade e se é melhor ser amado que temido ou melhor ser temido do que amado) Maquiavel discorre sobre o fato de que ser temido levará o Príncipe às maiores conquistas e maior poder sobre o povo. Um Príncipe não deve preocupar-se em ser temido ou ser cruel, pois assim sendo, terá o maior respeito e evitará revolta e ações contra o seu poder. Caso o Príncipe optasse por ser amado, teria o povo ao seu lado apenas em momentos fora de perigo. Quando fosse solicitada alguma atitude eles virariam as...

    3326  Palavras | 14  Páginas

  • Crescendo no mundo dos livros

    CRESCENDO COM O MUNDO IMAGINÁRIO DOS LIVROS A leitura é o caminho mais importante para se chegar ao conhecimento. Portanto, a necessidade da familiarização das crianças com os livros desde o primeiro ano de vida é primordial. É preciso aprender a gostar da leitura, principalmente em meio a tanta tecnologia e brinquedos eletrônicos atraentes aos olhos das crianças. O hábito de ler historia ajuda a colocar os filhos em contato com o mundo da leitura. É preciso escolher uma obra que tenha linguagem...

    833  Palavras | 4  Páginas

  • fichamento livro Vilson Demo

     UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA CLÁUDIO HELEODORO DE SOUZA FICHAMENTO DO LIVRO: MANUAL DE HISTÓRIA DO DIREITO VILSON DEMO Tubarão, 2011 Capítulo I – Direitos da Antiguidade 1.1 Direitos Cuneiformes Entende-se por estes, ordenamentos acontecidos próximos da Antiguidade do povo Ocidental, realizados em um tablete de argila com o uso de diversas ferramentas. Ou seja, foram os princípios de direito, na região que na época era conhecida como Mesopotâmia. Um grande avanço...

    4419  Palavras | 18  Páginas

  • O Príncipe - comentado por Napoleão

    O Príncipe Conforme Novo Acordo Ortográfico O Príncipe.indd 1 11/3/2009 17:08:03 O Príncipe.indd 2 11/3/2009 17:08:03 Nicolau Maquiavel O Príncipe Tradução e Notas: Afonso Teixeira Filho O Príncipe.indd 3 11/3/2009 17:08:03 Publicado originalmente em italiano sob o título Il Principe. Direitos de tradução para todos os países de língua portuguesa. © 2009, Madras Editora Ltda. Editor: Wagner Veneziani Costa Produção e Capa: Equipe Técnica Madras Tradução e Notas: ...

    64818  Palavras | 260  Páginas

  • Resenha do livro dos delitos e das penas de cerase becaria

    ao menos uma gota do que ela me proporcionou.” — Nélson Jahr Garcia (1947-2002) ÍNDICE Apresentação Biografia do autor Prefácio do autor I – Introdução II – Origem das penas e direito punir III – Conseqüências desses princípios IV – Da interpretação das leis V – Da obscuridade das leis VI – Da prisão VII – Dos indícios do delito e da forma dos julgamentos VIII – Das testemunhas IX – Das acusações secretas X – Dos interrogatórios sugestivos XI – Dos juramentos XII – Da questão ou tortura XIII...

    40386  Palavras | 162  Páginas

  • LIVRO CESARE BECCARIA

    E DAS PENAS Cesare Beccaria ÍNDICE Apresentação Biografia do autor Prefácio do autor I - Introdução II - Origem das penas e direito punir III - Conseqüências desses princípios IV - Da interpretação das leis V - Da obscuridade das leis VI - Da prisão VII - Dos indícios do delito e da forma dos julgamentos VIII - Das testemunhas IX - Das acusações secretas X - Doa interrogatórios sugestivos XI - Dos juramentos XII - Da questão ou tortura ...

    43885  Palavras | 176  Páginas

  • Análise crítica da obra O Princípe

    crítica da obra “O príncipe”, de Nicolau Maquiavel A) Esclarecer o alcance das três figuras alegóricas essenciais a obra, a primeira delas, oPríncipe”, devendo as outras duas ser apontadas pelos estudantes conforme sua leitura da obra, restando claro que ambas se relacionam com o que caracteriza o Príncipe na visão de Maquiavel; deve-se explicar o que significam, apontando seu alcance espacial (lugar) e temporal (tempo). No contexto histórico em que foi escrito o Príncipe, a Itália, estava...

    1682  Palavras | 7  Páginas

  • O Príncipe...Questões

    Questões 1 - Qual a relação existente entre a situação política da "Itália" e a obra O Príncipe? Filho de um influente advogado florentino, Maquiavel viveu durante um período de transição onde testemunhou o enfraquecimento do poder feudal, decorrente do declínio da legalidade estruturante da Idade Média, quando, por outro lado, emergiu um discurso político que serviu de base ara a Idade Moderna. Presenciou o florescimento da cultura renascentista e do poder político em Florença, inicialmente...

    3602  Palavras | 15  Páginas

  • Imunidade tributária sobre livros, jornais e periódicos

    IMUNIDADE TRIBUTÁRIA SOBRE LIVROS, JORNAIS E PERIÓDICOS: UMA VISÃO CONTEMPORÂNEA RESUMO Este trabalho acadêmico estuda a imunidade tributária incidente sobre livros, jornais e periódicos, prevista no artigo 150, VI, “d”, da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. O objetivo é o de analisar a real intenção da norma constitucional de limitação ao poder de tributar supracitada. Para tanto, são utilizados por base princípios e formas de interpretação constitucionais, jurisprudência...

    21133  Palavras | 85  Páginas

  • Fichamento de "O Príncipe" de Nicolau Maquiavel

    O Príncipe/ Maquiavel, Nicolau; tradução e notas Leda Beck - São Paulo: Martin Claret, 2012 - Coleção a obra-prima de cada autor; 2. DE PRINCIPATIBUS - SOBRE O PRINCIPADO Os principados ou são hereditários ou são novos. Os novos ou são totalmente novos, ou adquiridos por um outro Estado. DE PRINCIPATIBUS HEREDITARIIS - SOBRE O PRINCIPADO HEREDITÁRIO São os principados hereditários, mais fáceis de manter, pois o povo já está habituado com determinada linhagem de poder. Somente é preciso que...

    3069  Palavras | 13  Páginas

  • Livro : dragões de eter vol 1

    aconteceu. Por ocasião desta segunda e especial edição de Dragões de Éter - Caçadores de Bruxas, cá estou eu pra confessar que, ao conhecer o universo literário criado por Raphael Draccon, a sensação que tive não foi diferente da escrita acima. Este livro, de cuja primeira edição eu tive o prazer de também ter sido o editor, guarda a iniciação em um mundo fantástico de analogias e referências capaz de surpreender qualquer leitor, seja ele cético ou espiritualista, jovem ou velho. E a surpresa é ainda...

    136879  Palavras | 548  Páginas

  • Livro -O pequeno princípe

    WERTH Peço perdão às crianças por dedicar este livro a uma pessoa grande. Tenho uma desculpa séria: essa pessoa grande é o melhor amigo que possuo no mundo. Tenho uma outra desculpa: essa pessoa grande é capaz de compreender todas as coisas, até mesmo os livros de criança. Tenho ainda uma terceira: essa pessoa grande mora na França, e ela tem fome e frio. Ela precisa de consolo. Se todas essas desculpas não bastam, eu dedico então esse livro à criança que essa pessoa grande já foi. Todas as...

    13757  Palavras | 56  Páginas

  • Estudo do livro " o príncipe"

    O PRÍNCIPE Machiavelli, Nicollò, Editora Escala (Coleção Mestres Pensadores), São Paulo. Notícia Biográfica Nicollò Machiavelli nasceu em Florença a três de maio de 1469. Sua família, cuja origem remonta ao XII século, era uma antiga família da Toscana e que pertencia ao partido guelfo ou pontifical. Os Machiavelli tinham abandonado Florença em 1260, depois da derrota de Montaperti; mas voltaram mais tarde e participaram largamente dos cargos públicos, num período de mais de...

    7015  Palavras | 29  Páginas

  • analise do texto tempo lógico e tempo histórico na interpretação de sistemas filosoficos

    longe, que está afastado de seu tempo. Asserção: afirmação; asseveração; proposição afirmativa ou negativa enunciada como verdadeiro no sentido de um texto aplicando as regras da hermenêutica. Interpretação; comentário. Hermenêutica: interpretação dos textos da bíblia. Atividade que se consiste na interpretação das palavras,leis ou textos de vária naturesa. Etimologia: parte da gramática que estuda a origem, a formação e a evolução das palavras.Origem de uma palavra. Psicologismo: tendência para...

    10177  Palavras | 41  Páginas

  • Fichamento_O Principe

    Fichamento O Príncipe - Maquiavel Maquiavel em seu livro “O PRINCIPE”, trata basicamente das questões de como agradar o povo, os nobres, os militares, como acabar com os inimigos, em resumo a isso podemos dizer simplesmente que ele nos ensina a como chegar e permanecer no poder. Logo no inicio da obra, na dedicatória percebemos o como Maquiavel quer ser direto, dizendo que ele não usará palavras pomposas. Ele escreve a obra dedica a Lourenço de Medici II, neto de Lourenço, o Magnífico. Com...

    3658  Palavras | 15  Páginas

  • Res principe

    Nicolau Maquiavel O Príncipe Florença, Itália – 03 Maio 1469 d.C + Florença, Itália – 20 Junho 1527 d.C Maquiavel exortava o Príncipe a se adequar às representações de virtude do povo que pretendia dominar. Maquiavel nasceu em Florença, na Itália, no ano de 1469. Seu pai era advogado e membro de uma proeminente família italiana. Segundo o historiador Garin, a família de Maquiavel não era aristocrática nem rica. Seu pai, advogado como um típico renascentista, era um estudioso das humanidades...

    5527  Palavras | 23  Páginas

  • Principe de maquiavel

    Síntese da Obra “O Príncipe” de Maquiavel. Mesmo quem nunca ouviu falar de Maquiavel já deve ter ouvido a expressão “maquiavélico”, esse termo é usado para pessoas que são desprovidas de princípios éticos ou morais, cínicas, de má-fé, enfim, pessoas más e sem escrúpulos. No entanto veremos na obra a seguir o quanto Maquiavel dava importância a lealdade e honestidade, mesmo dirigido aos governantes, "O Príncipe", pode ser perfeitamente aplicado ao cidadão comum, pois apresenta uma lição sobre...

    2068  Palavras | 9  Páginas

  • o principe eletronico

     O PRÍNCIPE ELETRÔNICO OCTAVIO IANNI XXI ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS GT 19 – TEORIA SOCIAL CAXAMBÚ, 27 A 31 DE OUTUBRO DE 1998 Na época da globalização, modificam-se mais ou menos radicalmente as condições sob as quais desenvolvem-se a teoria e a prática da política. Em primeiro lugar, a globalização do capitalismo, como modo de produção e processo civilizatório, propicia o desenvolvimento de relações,...

    3557  Palavras | 15  Páginas

tracking img