• MAQUIAVEL
    O PRINCIPE MAQUIAVEL O Príncipe é um livro escrito por Nicolau Maquiavel em 1513, cuja primeira edição foi publicada postumamente, em 1532. Trata-se de um dos tratados políticos mais fundamentais elaborados pelo pensamento humano, e que tem papel crucial na construção do conceito de Estado como modernamente...
    1524 Palavras 7 Páginas
  • A história da infância até a modernidade, com uma análise do Pequeno Príncipe
    Universidade de Fortaleza Uma análise de ‘O Pequeno Princepe’ na luz da história da infância Curso de Psicologia - CCS João Pedro Magalhães e Joema Rocha 9/11/2013 Introdução Com o passar dos séculos, a forma como a infância e as crianças são vistas pela sociedade foi sendo alterada...
    1988 Palavras 8 Páginas
  • AD2 Literatura
    desenvolvida, indique tanto a concepção de infância presente no texto quanto os elementos estruturais que conformam a composição. R.: TEXTO: O Pequeno Príncipe (Antoine de Saint-Exupéry) O narrador recorda-se do seu primeiro desenho de criança, tentativa frustrada de os adultos entender o mundo infantil...
    3342 Palavras 14 Páginas
  • Renha critica
    DISCIPLINA: PROFESSOR: ALUNO (A): RESENHA CRÍTICA Identificação da obra e do autor: Maquiavel, Nicolau. O Príncipe. 2ªed. Martin Claret, 2007. Nicolau Maquiavel, autor do livro O Príncipe – político, escritor e filosofo, nasceu em Florença, em 1469, e faleceu em 1527, com 58 anos de idade. Desempenhou...
    1159 Palavras 5 Páginas
  • Guaxupé
    O PEQUENO PRÍNCIPE: A IMPORTÂNCIA DOS SÍMBOLOS Aline de Magalhães Lima1 Antonia Monique dos Santos Silva2 Orientadora: Profª Dra. Nery Reiner Resumo: O objetivo deste Artigo é interpretar o significado de algumas metáforas e/ou símbolos importantes para a compreensão do ser humano, através da obra...
    4684 Palavras 19 Páginas
  • Teoria separação dos poderes
    distinguimos quando estudamos sua importância na vida social. Antes da formação das civilizações e do Império Greco-Romano, o mundo estava dividido em pequenos povos que lutavam entre si. depois dos Grecos-Romanos foi reduzida essa divisão com o domínio de alguns povos sobre o seu jugo. Estando sempre em...
    1861 Palavras 8 Páginas
  • Maquiavel
    a dedicar seu tempo e conhecimentos para a produção de obras de análise política e social. Em 1513, escreveu sua obra mais importante e famosa “O Príncipe”. Nesta obra, Maquiavel aconselha os governantes como governar e manter o poder absoluto, mesmo que tenha que usar a força militar e fazer inimigos...
    2343 Palavras 10 Páginas
  • Fichamento maquiavel
    Nicolau. O Príncipe; [tradução Antonio D’Elia]. São Paulo: Círculo do Livro S.A. DE COMO GOVERNAR CIDADES OU PRINCIPADOS QUE, ANTERIORMENTE À OCUPAÇÃO, SE REGIAM POR LEIS PRÓPRIAS (pp. 55 – 56) Capítulo V Maquiavel durante toda obra apresenta exemplos históricos de condutas a serem seguidas ou...
    898 Palavras 4 Páginas
  • stennio
    RESENHA DO LIVRO A IMPORTÂNCIA DO ATO DE LER-PAULO FREIRE PATOS-PB 2014 A IMPORTÂNCIA DO ATO DE LER  Segundo Paulo Freire a leitura do mundo precede sempre a leitura da palavra. O ato de ler se veio dando na sua experiência existencial. Primeiro, a leitura do mundo do pequeno mundo em que...
    1058 Palavras 5 Páginas
  • Artigo
    BIBLIOGRÁFICAS 24 RESUMO Este artigo tem como objetivo apresentar a análise de um projeto de leitura com o gênero discursivo romance “O pequeno príncipe”, de Antoine de Saint Exupéry, desenvolvido com alunos da 5ª série do ensino fundamental de uma escola pública da cidade de Paraguaçu Paulista-...
    5166 Palavras 21 Páginas
  • Virtú e fortuna na política atual
    por muito tempo. Haviam pequenos Estados com desenvolvimento político, econômico e cultural diferente que, além de gerarem conflitos internos constantemente, propiciavam invasões estrangeiras. Ao deparar-se com este contexto histórico, Maquiavel escreveu “O Príncipe”, um livro em que defende a ideia...
    1196 Palavras 5 Páginas
  • Nicolau Maquiavel
    Florença, que é aceite. Em 1508 é enviado à corte do imperador Maximiliano, estabelecido em Bolzano, e em 1510 está de novo em França. Em 1509 dirigiu o pequeno exército miliciano de Florença para ajudar a libertarPisa, missão que foi coroada de sucesso. Em Agosto de 1512, devido à invasão espanhola do território...
    2208 Palavras 9 Páginas
  • Diario de bordo
    alunos o livro que iríamos ler e descobrir juntos os segredos de se ter uma grande amizade. Em uma conversa dirigida falei com as crianças sobre Sistema Solar, os planetas, os tipos de solo mais comum para nós e também fiz uma rápida explanação a respeito do personagem principal do livro, o Pequeno Príncipe...
    9328 Palavras 38 Páginas
  • FREIRE. A importância do ato de ler
    O livro ora em questão é fruto de uma palestra proferida pelo autor numa comunicação sobre as relações de biblioteca popular com a alfabetização de adultos, como também de um artigo que retrata a experiência de alfabetização de adultos desenvolvida pelo autor e sua equipe em São Tomé e Príncipe. A...
    2424 Palavras 10 Páginas
  • O conceito de liberdade em nicolau maquiavel
    INTRODUÇÃO: Não é novidade a interpretação que apresenta o pensamento político de Maquiavel como o mais notável exemplar do ressurgimento da concepção republicana de liberdade. Já em meados do século XVI, poucas décadas após a morte de Nicolau Maquiavel, Giovani Busini, um republicano opositor dos Médici...
    6813 Palavras 28 Páginas
  • William S
    cinematográfica resulta em um texto também original, fruto da interpretação de um texto-fonte construída por um sujeito singular. Aqui, contemplamos a animação O rei leão (1994) como releitura da tragédia shakespeariana Hamlet, o príncipe da Dinamarca (circa 1601) atentando, em particular, para os...
    4929 Palavras 20 Páginas
  • História do poder e das ideias politicas
    natural do homem, como ordem imposta ao mundo terreno é substituída como atividade constitutiva da existência coletiva. O Príncipe: Mostrar que se quer poder, é preciso querer onipotência; que essa exige não apenas um ato de fundação absoluta, mas também uma resolução que não...
    1333 Palavras 6 Páginas
  • A importância do ato de ler
    alfabetização, adotado primeiramente em Pernambuco. Seu principal livro: Pedagogia do Oprimido foi lançado em 1968. Em 1980, depois de 16 anos de exílio, retornou ao Brasil. Doutor Honoris Causa por 27 universidades recebeu diversos prêmios. Em seu livro “A Importância do Ato de Ler”, Paulo Freire, relata os aspectos...
    1685 Palavras 7 Páginas
  • Planos de aula contos de fadas
    indireta, as ensinam a aceitarem o medo, a perda, a conhecer o amor, o valor de uma amizade... Sem falar, é claro, das bruxas, fadas, lobos maus, príncipes encantados, princesas e tantos outros personagens que aparecem, geralmente para nos oferecerem alguma mensagem (KNÜPPE,2002). Os contos de...
    5563 Palavras 23 Páginas
  • Fixamento
    “antimaquiavelismo” tornou-se mais forte do que Maquiavel. É um mito que sobrevive independente do conhecimento do autor ou da obra onde teve origem. (...) Nesta interpretação sustenta-se enfaticamente que Maquiavel discorreu sobre a liberdade, ao oferecer preciosos conselhos para a sua conquista ou salvaguarda. Rousseau...
    1261 Palavras 6 Páginas