Exercícios Sobre Menino Do Engenho artigos e trabalhos de pesquisa

  • O menino do Engenho

    José Lins do Rego em criança. José Lins do Rego (da Academia Brasileira de Letras) Menino de engenho Prêmio Fundação Graça Aranha Romance Nota de CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE Estudo de ANTONIO CARLOS VILLAÇA 80ª edição JOSÉ OLYMPIO EDITORA © Herdeiros de José Lins do Rego, 1957 Reservam-se os direitos desta edição à EDITORA JOSÉ OLYMPIO LTDA. Rua da Glória, 344/4ª andar Rio de janeiro, RJ — República Federativa do Brasil Printed in Brazil / Impresso no Brasil ISBN...

    39744  Palavras | 159  Páginas

  • Menino de Engenho (Livro)

    Menino de Engenho EU TINHA uns quatro anos no dia em que minha mãe morreu. Dormia no meu quarto, quando pela manhã acordei com um enorme barulho na casa toda. Eram gritos e gente correndo para todos os cantos. O quarto de dormir de meu pai estava cheio de pessoas que eu não conhecia. Corri para lá e vi minha mãe estendida no chão e meu pai caído em cima dela como um louco. A gente toda que estava ali olhava para o quadro como se estivesse a assistir a um espetáculo. Vi então que minha mãe estava...

    33363  Palavras | 134  Páginas

  • Atividade Sobre Pronome Relativo

    I. “Central do Brasil” é o filme. II. Eu me referi ao diretor do filme “Central do Brasil”. a) “Central do Brasil” é o filme a cujo diretor eu me referi. b) “Central do Brasil” é o filme que o diretor me referi. c) “Central do Brasil” é o filme sobre cujo diretor eu me referi. d) “Central do Brasil” é o filme de qual diretor me referi. Com base no texto respondas as questões 5, 6 e 7. Lixeiro é morto por pegar doce com a mão. “O lixeiro Olívio Martinho de Sousa foi morto com dois tiros nas costas...

    691  Palavras | 3  Páginas

  • Diversidade cultural... ensino sobre lit. negra

    ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS Parte I – Apresentação Ensinar sobre a África apresenta um desafio para os professores. Esse desafio provém de três fatores: o fato de a África possuir uma imagem negativa vinda do sistema de escravidão imposto no Brasil; conteúdo distorcido sobre o negro, durante anos, utilizado nos materiais didáticos e amparado nos professores em sala de aula que não foram contemplados em sua formação sobre essa nova visão do africano no Brasil. Este trabalho se propõe a analisar...

    7624  Palavras | 31  Páginas

  • MENINO DE ENGENHO

     1. A velha Totonha de quando em vez batia no engenho. E era um acontecimento para a meninada... Que talento ela possuía para contar as suas histórias, com um jeito admirável de falar em nome de todos os personagens, sem nenhum dente na boca, e com uma voz que dava todos os tons às palavras! Havia sempre rei e rainha, nos seus contos, e forca e adivinhações. E muito da vida, com as suas maldades e as suas grandezas, a gente encontrava naqueles heróis e naqueles intrigantes, que eram...

    1856  Palavras | 8  Páginas

  • Menino de Engenho

    Introdução: Menino de Engenho é um livro que envolve a realidade Nordestina. A escravidão é algo constante que vimos no decorrer do livro, com a presença das negras e mulatas que se tornam personagens figurantes dando maior consistência na historia. Ela descreve a sociedade rural na época dos Engenhos. As historias do Folclore brasileiro, as crenças populares, os costumes e características da região nordestina são presentes no livro. Marca a passagem da vida de Carlos para um mundo novo a ser...

    2155  Palavras | 9  Páginas

  • Trabalho menino do engenho

    Menino do Engenho – José Lins do Rego Ângelo Zamboni 3° Ano Turma: 302 Cachoeirinha, 26 de novembro de 2012. Introdução Neste trabalho será apresentado à obra do grande autor de José Lins do Rego “O Menino do engenho”, com os seguintes quesitos: sinopse, histórico do momento, resumo da obra, personagens, espaços, tempo, características da obra, estilo, enredo, clímax, conclusão e bibliografia. Sinopse Menino de Engenho...

    2621  Palavras | 11  Páginas

  • Menino Do Engenho

    HISTÓRICA NA OBRA MENINO DE ENGENHO – DE JOSÉ LINS DO REGO No dia 3 de junho de 1901 nasce José Lins do Rego no Engenho Corredor, município de Pilar, no Estado da Paraíba. José Lins escreveu Menino de Engenho situando-o no apogeu dos engenhos de açúcar, é uma obra que descreve o mundo rural do Nordeste, ligado às senzalas e ao mundo dos senhores de engenho. O processo de modernização que o Brasil passava na década de 1930 iria influenciar significativamente a vida dos engenhos. A mecanização da...

    1102  Palavras | 5  Páginas

  • Menino de engenho

    Eduardo Tonatto Turma:201 – Menino de Engenho Sobre o autor José Lins do Rego Cavalcanti, Zélins, como era chamado, nasceu em 1901 no estado da Paraíba. Do seu crescimento no mundo rural nordestino, retira muitas experiências que servirão para suas histórias nos seus 13 romances publicados. Em 1926 muda-se para Maceió, onde publica seu primeiro romance, Menino do Engenho. O romancista recebe elogios da crítica e daí em diante suas publicações tornam-se constantes. Em 1935, muda-se para o Rio de...

    688  Palavras | 3  Páginas

  • Menino de engenho

    MENINO DE ENGENHO Mirian Rodrigues Silva* Menino de Engenho é, segundo depoimento do autor José Lins do Rego, uma autobiografia das cenas da sua infância que ficaram gravadas em sua mente. O autor diz que teve a intenção de escrever a biografia do seu avô - coronel José Paulino, que era para ele a figura mais representativa da realidade patriarcal nordestina. A dura realidade é recriada com muita imaginação e emoção através do gênero nordestino. O livro enfoca uma sociedade rural latifundiária...

    860  Palavras | 4  Páginas

  • História da criança na bahia durante o império: apontamentos sobre o papel das instituições de educação infantil

    HISTÓRIA DA CRIANÇA NA BAHIA DURANTE O IMPÉRIO: APONTAMENTOS SOBRE O PAPEL DAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO INFANTIL Isabel Cristina de Jesus Brandão Universidade Estadual da Bahia – UESB Eixo Temático: Historiografia e questões teórico-metodológicas da História da Educação. Neste estudo analiso a história da criança na Bahia no período Imperial na tentativa de compreender os fatores que determinaram a sua configuração; como o pensamento desenvolvido em outros países, especialmente na...

    8395  Palavras | 34  Páginas

  • sobre o livro menino de engenho de jose lins do rego

    Escola de Educação Básica Henrique Fontes Disciplina: Português Professora: Daíse Motta Equipe: Andresa, Camila Pires e Maiara Série: 3s3 Data: 22/08/2014 Menino de Engenho, de José Lins do Rego Introdução Nesse trabalho iremos falar sobre a obra de José Lins do Rego, Menino de Engenho, com o personagem e narrador de sua própria história, Carlinhos. Biografia José Lins do Rego Cavalcanti nasceu em 1901, no Estado da Paraíba, e morreu em 1957 na cidade do Rio de Janeiro. ...

    707  Palavras | 3  Páginas

  • Menino de Engenho

    MENINO DE ENGENHO Índice 1.Introdução.....................................................................................................................01 2. José Lins do Rego Cavalcanti......................................................................................02 3. Modernismo.................................................................................................................05 4. Personagens............................................................................

    3649  Palavras | 15  Páginas

  • Ficha de leitura - Menino de Engenho

    ________________________________________________________ Turma:__________ Valor: 10,0 Média:6,0 Nota: ______ Ficha de leitura: Menino de Engenho, de José Lins do Rego QUESTÃO 01 (1,0) Responda de acordo com a obra Menino de Engenho. a) O romance foi narrado em qual pessoa? ________________________________________________________________________ b) Onde se passa a história, o cenário da história. _____________...

    1652  Palavras | 7  Páginas

  • Menino De Engenho

    MENINO DE ENGENHO I – Considerações gerais Publicado em 1932, é o primeiro livro da série “Ciclo da cana-de-açucar”: Doidinho(1933), Banguê(1934), Usina(1936), Fogo Morto(1943) O ciclo mostra o processo de decadência dos engenhos da Zona da Mata Nordestina. O enredo é basicamente o mesmo apresentado no livro “Meus Verdes Anos”. Mescla de ficção e memórias, onde o memorialismo chega a afetar sua criatividade. II – Ambiente O romance se passa no município de Pilar, na Zona da Mata Paraibana, às...

    1138  Palavras | 5  Páginas

  • Exercicios Barroco

    EXERCÍCIOS - LITERATURA DE INFORMAÇÃO E BARROCO 1. Define-se a Literatura Informativa no Brasil como: a. as obras que visavam a tornar mais acessíveis aos indígenas os dogmas do cristianismo. b. a prova de que os autores brasileiros tinham em mente emancipar-se da influência européia. c. o reflexo de traços do espírito expansionista da época colonial. d. a prova do sentimento de religiosidade que caracterizou os primeiros habitantes da nova terra descoberta. e. a descrição dos hábitos de...

    3071  Palavras | 13  Páginas

  • A representação da pobreza na obra menino de engenho de josé lins do rego e na música asa branca de luiz gonzaga

    A REPRESENTAÇÃO DA POBREZA NA OBRA MENINO DE ENGENHO DE JOSÉ LINS DO REGO E NA MÚSICA ASA BRANCA DE LUIS GONZAGA - HUMBERTO TEIXEIRA Ellen Josyanne Santos Nunes Lauriê Machado Pereira Acadêmicas do Curso de Letras Português Vespertino da Universidade Estadual de Montes Claros-Unimontes RESUMO O presente ensaio objetiva analisar a representação da pobreza na obra Menino de engenho de José Lins do Rego e na música Asa branca de Luiz Gonzaga - Humberto Teixeira. Por meio de alguns aspectos...

    1298  Palavras | 6  Páginas

  • menino do engenho

    Leitura e Analise Livro Menino do Engenho Nomes : Kely de Fátima ilanski nº 32 Maiane Knaul nº Marechal Cândido Rondon, 2014 1- Bibliografia: O livro a ser analisado é Menino do engenho de José Lins do Rego e se trata de uma autobiografia de sua infância onde buscava relatar a biografia de seu avô, o coronel José Paulino. O livro foi publicado em 1932, e está entre as principais obras do autor, assim como: Doidinho (1933), Banguê (1934), O Moleque Ricardo...

    822  Palavras | 4  Páginas

  • Resumo livro: menino de engenho

    Carlinhos com apenas quatro anos acordou em uma manhã com um grande barulho em sua casa, encontrou sua mãe largada sobre o chão coberta de sangue e seu pai como um louco a chorar sobre ela. Ele tentou se aproximar da mãe morta, mas o tumulto de empregados e a chegada dos policiais que fecharam o quarto pondo todos pra fora o impediu. Um dos empregados comentou que havia visto o senhor com uma arma na mão e a senhora no chão.  O pai de Carlinhos vivia entre transtornos e a mãe dele sofria com as...

    1219  Palavras | 5  Páginas

  • menino do engenho

     Leitura e Analise Livro Menino do Engenho 1- Bibliografia: O livro a ser analisado é Menino do engenho de José Lins do Rego e se trata de uma autobiografia de sua infância onde buscava relatar a biografia de seu avô, o coronel José Paulino. O livro foi publicado em 1932, e está entre as principais obras do autor, assim como: Doidinho (1933), Banguê (1934), O Moleque Ricardo (1935), Usina (1936), Pureza (1937), Pedra bonita (1938), Riacho doce (1939), Fogo morto (1943) e...

    850  Palavras | 4  Páginas

  • Apresentação sobre Livros José Lins do Rego

    Resumos para apresentação sobre Livros José Lins do Rego DOIDINHO O título do livro é o apelido que Carlos Melo, agora com 12 anos, que narra as experiências do personagem como interno em um colégio severo. O grande sonho de Doidinho é voltar ao engenho Santa Rosa do avô José Paulino. Enquanto alimenta o desejo de voltar, tem oportunidade de ampliar as relações e o conhecimento: há os intrigantes, os maus, os protegidos, os pequenos pederastas. Conhece a amizade leal no personagem Coruja e...

    1025  Palavras | 5  Páginas

  • Do Engenho A Usina Estudo Diacr Nico Da Terminologia Do A Ucar

    PEREIRA DE SOUZA Do engenho à usina: estudo diacrônico da terminologia do açúcar São Paulo 2007 IVAN PEREIRA DE SOUZA Do engenho à usina: estudo diacrônico da terminologia do açúcar Dissertação apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo para a obtenção do título de Mestre em Filologia e Língua Portuguesa. Orientadora: Profa. Dra. Ieda Maria Alves São Paulo 2007 2 FOLHA DE APROVAÇÃO Ivan Pereira de Souza Do engenho à usina: estudo diacrônico...

    24612  Palavras | 99  Páginas

  • As caamdas do invisível do poema menino do mato

    AS CAMADAS DO INVISÍVEL NO POEMA MENINO DO MATO DE MANOEL DE BARROS 1. Resumo O presente plano de trabalho visa a análise e correlação entre o poeta Manuel de Barros e as camadas invisíveis presentes no poema “menino do mato”. A análise se faz a partir da concepção de movimento, produzido pelo engenho e fazer do poeta, que se afirma na formação de camadas no interior das palavras e sentenças, ou seja, atrela-se a visão de mundo e pessoalidade do autor à pluralidade do signo enquanto detentor...

    1609  Palavras | 7  Páginas

  • EXERCÍCIO DE VESTIBULAR RESOLVIDOS

    Trinta quilômetros ________ muito. 3. Já ________ uma e vinte. 4. ________ ser duas horas. ( ( ( ( ( ) ) ) ) ) Ireis de carro tu, vossos primos e eu. O pai ou o filho assumirá a direção do colégio. Mais de um dos candidatos se insultaram. Os meninos parece gostarem de brincar. Faz dez anos todos esses fatos. a) 1, 2, 2, 2, 1. b) 2, 2, 2, 1, 2. c) 1, 1, 2, 1, 1. d) 1, 2, 1, 1, 2. e) 2, 1, 1, 1, 2. Resolução Na primeira frase, iremos; na última, todos esses fatos é sujeito de fazer, por isso o...

    33114  Palavras | 133  Páginas

  • Ensaio sobre Crianças escravas no Brasil colonial

    ITABERABA-BA 2014 Esse ensaio trata sobre a vida das crianças escravas no Brasil Colonial, dando ênfase em como se tornavam escravas e como eram tratadas por seus senhores assim que desembarcavam no Brasil. Ao estudar sobre a historiografia do Brasil Colonial podemos perceber que pouco se fala sobre a vinda de crianças escravas para o Brasil, e de fato as crianças não eram o principal objeto de investimento dos senhores de engenho, mas sim suas mães. O tráfico de crianças escravas...

    1007  Palavras | 5  Páginas

  • -Valorização e inclusão da arte e cultura pernambucana na escola, como motivação do exercício da cidadania.-

    [pic] PROJETO DE INTERVENÇÃO DIDÁTICO PEDAGÓGICO -VALORIZAÇÃO E INCLUSÃO DA ARTE E CULTURA PERNAMBUCANA NA ESCOLA, COMO MOTIVAÇÃO DO EXERCÍCIO DA CIDADANIA.- EGUINALDO DA SILVA LUCELIA RAMOS SOARES VITÓRIA DE SANTO ANTÃO, 10 DE NOVEMBRO DE 2008. [pic] Projeto de intervenção...

    8032  Palavras | 33  Páginas

  • Trabalho sobre o pensamento de caio prado

    formação de nossas “raízes”. Em sua visão a família é entendida como a base de qualquer sociedade, e, principalmente, a família patriarcal, onde se centrava na figura do pai, assim expandindo-se por toda a sociedade, centralizando o senhor de engenho, e por fim nos políticos. Freyre retratou em sua obra – Casa-Grande & Senzala – as relações sociais e o cenário do Brasil colonial, apontando características socioculturais dos povos formadores da sociedade brasileira (negro, índio, português)...

    11565  Palavras | 47  Páginas

  • monografia sobre Rio Tinto

    sistema agrário brasileiro, fazendo surgir assim varias cidades a partir desse processo; a exemplo disso, podemos destacar a cidade fabril de Rio Tinto na Paraíba, a CTRT (Companhia de Tecidos Rio Tinto). Ela teve sua origem em 1917, após a compra do Engenho Preguiça, na época pertencente ao município de Mamanguape. Foi assim que a família Lundgren, de origem sueca, se instalou e construiu a fabrica com vila operaria. Aquele lugar pacato logo se transformou numa cidade industrial e conforme suas necessidades...

    15986  Palavras | 64  Páginas

  • Menino de asas

    HOMERO HOMEM MENINO DE ASAS Homero Homem Prêmio Nacional de Literatura do MEC — INL, 1975 MENINO DE ASAS 24.a edição Coordenação da Série: Fernando Paixão Capa e Ilustrações: Jayme Leão Projeto Gráfico: Ary Normanha Suplemento de Trabalho: Maria Aparecida Spirandelli Diagramação: Antônio do Amaral Rocha Impressão e acabamento W. ROTH S.A. (011)960-2988 ISBN 85 08 01897 5 1993 Todos os direitos reservados pela Editora Ática S.A. Rua Barão de Iguape, 110 — CEP 01507-900 Tel.: PABX...

    17317  Palavras | 70  Páginas

  • Concepções de professoras sobre as Relações de Gênero na Educação Infantil

    UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS APLICADAS E EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO - DED CURSO DE PEDAGOGIA HELOÍSA MELO DE ALMEIDA AS CONCEPÇÕES DE PROFESSORAS SOBRE AS RELAÇÕES DE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL MAMANGUAPE/PB 2015 1 HELOÍSA MELO DE ALMEIDA AS CONCEPÇÕES DE PROFESSORAS SOBRE AS RELAÇÕES DE GÊNERO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Trabalho de Conclusão de Curso- Monografia, apresentado ao Curso de Pedagogia do CampusIV da UFPB. Como parte de requisito para a obtenção de título...

    20858  Palavras | 84  Páginas

  • Atividades sobre livro Doidinho e resumo

    Atividades sobre o livro Doidinho 1 – Quem é o autor do livro? a) Graciliano Ramos b) Oswald de Andrade c) Mário de Andrade d) José Lins do Rego 2 – A qual fase modernista pertence o livro? a) Primeira fase b) Segunda fase c) Terceira fase d) Pré-modernismo 3 – Qual o verdadeiro nome do Doidinho? a) Aurélio b) Vergara c) Carlos de Melo d) Clóvis 4 – A qual ciclo pertence o livro? a) Cana de açúcar b) Milho c) Café d) Soja 5 – Em qual instituição o garoto foi estudar? a) Diocesano ...

    742  Palavras | 3  Páginas

  • Cidade dos meninos

    PROCESSOS DE SEGREGAÇÃO URBANA E CONFLITOS SÓCIO-AMBIENTAIS NA BAIXADA FLUMINENSE: O CASO DA CIDADE DOS MENINOS Lucia A. S. de Souza UERJ-FEBF BAIXADA FLUMINENSE Para que possamos ter um melhor entendimento da complexidade dos problemas sócio-ambiental que envolve a Cidade dos Meninos, faremos um breve histórico da região na qual ela se localiza, a Baixada Fluminense no estado do Rio de...

    4245  Palavras | 17  Páginas

  • Trabalho sobre mestre bimba

    .........2 2° A NOVA CAPOEIRA........................................................................................ 3 * Surgimento da Regional ..........................................................................4 * Curiosidades sobre capoeira regional e angola...................................5 3° RECONHECIMENTO DA CAPOEIRA ............................................................ 6 * Esporte nacional ...................................................................

    3370  Palavras | 14  Páginas

  • ensaio sobre sobrados e mocambos

    os capítulos de 1 a 5, 7 e 11. Para a segunda edição (1952), Freyre ampliou-o consideravelmente acrescentando os capítulos 6 e 8, 10 e 12, bem como as notas bibliográficas que não constavam da primeira edição. Este ensaio tem por finalidade falar sobre o sentido em que se modificou a paisagem social do Brasil patriarcal durante o século XVIII e a primeira metade do XIX, e a contribuição dessa obra para o pensamento social brasileiro. E ao longo desse trabalho ressaltamos como Gilberto Freyre analisou...

    1679  Palavras | 7  Páginas

  • Breves notas e reflexões sobre a religiosidade brasileira1

    Breves notas e reflexões sobre a religiosidade brasileira1 Léa Freitas Perez2 “No fundo são misturas. Misturam-se as almas nas coisas; misturam-se as coisas nas almas. Misturam-se as vidas, e é assim que as pessoas e as coisas misturadas saem cada qual de sua esfera e se misturam: o que é precisamente o contrato e a troca” (Mauss, 1974:71). Pequena introdução Em se tratando de religião em nosso país, a primeira coisa que se costuma observar é que o brasileiro é profundamente religioso...

    17633  Palavras | 71  Páginas

  • A importância do exercício físico na infância

    A importância do exercício físico na infância CCEB / Portal da Criança Data:  Junho, 2008   Com a vida dos tempos actuais, as crianças praticam menos actividades físicas do que antigamente. Trocar a piscina pelos jogos das consolas, o futebol pela internet, a conversa em roda com os amigos pelo telemóvel são atitudes cada vez mais normais entre todos nós e também entre os mais pequenos. No entanto, está comprovado que o exercício, não apenas através de um desporto, mas de brincadeiras e...

    1198  Palavras | 5  Páginas

  • opúsculo sobre o modo de aprender

    Opúsculo sobre o modo de aprender e de meditar ‐ Hugo de São Vitor  A humildade é necessária ao que deseja aprender.  A  humildade  é  o  princípio  do  aprendizado,  e  sobre  ela, muita coisa tendo sido escrita, as três seguintes, de modo  principal, dizem respeito ao estudante.  1. A  primeira  é  que  não  tenha  como  vil  nenhuma ciência e nenhuma escritura.  2. A  segunda  é  que  não  se  envergonhe  de  aprender de ninguém.  3. A  terceira  é  que,  quando  tiver  alcançado ...

    2101  Palavras | 9  Páginas

  • Literatura - doidinho resumo

    Resumo Capítulo 1 e 2. Data 31/05. Carlos chegara ao colégio INSC – Instituto Nossa Senhora do Carmo. Ele começava a conhecer como o colégio funcionava e o diretor carrasco, seu Maciel. Carlinhos vinha do engenho Santa Rosa e era neto de Zé Paulino. O menino ficava nervoso quando seu Maciel pedia para ele tomar lição, e acabava errando tudo e levando bolos. Fazia um mês que ele havia chegado no colégio. Ganhara um apelido, Doidinho, por causa de seu nervosismo, impaciência mórbida de não parar...

    1792  Palavras | 8  Páginas

  • O menino de Engenho

    ESCOLA ESTADUAL TANCREDO DE ALMEIDA NEVES MENINO DE ENGENHO José Lins do Rego Alunos: Amanda Sthefany, Cristina dos Reis, Daiane Estéfane, Ilson Júnior, Jéferson Ianquel e Taíza Ribeiro. Nº.: 06, 10, 11, 16, 17 e 36 Série/Turma: 3º ano A Disciplina/Professor: Português – Terezinha SETEMBRO/2013 “Há quem diga que todas as noites são de sonhos.  Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isto não tem muita importância...

    1989  Palavras | 8  Páginas

  • Entradas e bandeiras-exercicios

    EXERCÍCIO DE REVISÃO By: Carol Lopes | DISCIPLINA: HISTÓRIA | ENSINO MÉDIO | 1) A respeito da pecuária no Brasil Colônia ,assinale ( V ) ou ( F ) nos itens abaixo: A( )         A expansão de área de criação de gado ajudou significativamente no reconhecimento do território colonial. B( )         As atividades agrícolas de exportação concentravam-se no litoral, enquanto a pecuária garantiu a efetiva ocupação do interior. C( )        A pecuária esteve diretamente ligada à atividade...

    1536  Palavras | 7  Páginas

  • Exercícios de Gramática

    BATERIA DE EXERCÍCIOS LÍNGUA PORTUGUESA – 8º ANO MODO IMPERATIVO Considerem-se estes exemplos de Machado de Assis: “Anda, aprende, tola!" imperativo afirmativo “Não te assustes, disse ela.” imperativo negativo  Imperativo afirmativo Forma-se assim: a 2ª pessoa do singular (tu) e a 2ª do plural (vós) derivam das pessoas correspondentes do presente do indicativo, suprimindo-se s final; as demais pessoas (você, nós, vocês) são tomadas do presente do subjuntivo, sem qualquer alteração. ...

    8073  Palavras | 33  Páginas

  • O menino de engenho

    O MENINO DE ENGENHO José Lins do Rego Cavalcanti nasceu em 1901, no Estado da Paraíba, e morreu em 1957 na cidade do Rio de Janeiro. Ele deu início ao conhecido Ciclo da Cana-de-açúcar com a obra: Menino de Engenho. Além deste livro, este notável escritor escreveu outros livros, como: Doidinho, Bangüê, O Moleque Ricardo e Usina. Este último possui narrativa descritiva do meio de vida nos engenhos e nas plantações de cana-de-açúcar do Nordeste. O livro "Menino de Engenho"  é o primeiro de...

    505  Palavras | 3  Páginas

  • trabalho sobre período jesuitico

    construção de um país inegavelmente multiétnico. responsável pelo processo de socialização dos sujeitos, porém, o não há uma reflexão sobre as relações étnicas e preconceito racial no período Jesuítico. o preconceito racial e a exclusão social constituem-se em graves problemas existente nos dias atuais, que acabam gerando, por conseguinte, a violência. A reflexão sobre este tema tem a função social a que se destina, ou seja, a razão de ser a escola até os dias de hoje meramente burguesa, caracterizada...

    5321  Palavras | 22  Páginas

  • menino do engenho

    CÂNDIDO ANDRADE DE OLIVEIRA. R.A: 110037 PATRÍCIA SOUZA. R.A: WILLIAM CUNHA CRUZ. R.A: 110019 Curso de Letras – 5°/6° Semestres ANÁLISE DO LIVRO MENINO DE ENGENHO DE JOSÉ LINS DO REGO DISCIPLINA: LITERATURA BRASILEIRA PROFESSORA: ROSÂNGELA CORINALDESI Guarulhos 04 de novembro de 2013 Menino de Engenho – José Lins do Rego O primeiro romance de José Lins do Rego, publicado em 1932, focaliza seu campo de observação para as histórias da infância...

    615  Palavras | 3  Páginas

  • MENINO DE ENGENHO

    MENINO DE ENGENHO DADOS BIBLIOGRÁFICOS DO AUTOR; COMENTÁRIOS. No engenho Corredor, município de Pilar, estado da Paraíba, nasce José Lins do Rego Cavalcanti. Esse mundo rural do Nordeste, ligado ás senzalas e ao mundo dos senhores de engenho, dá origem ás paralelas dentro das quais se encaminha e cresce a monumental obra de José Lins; com Menino de engenho, o romancista José Lins do Rego praticamente nos mostrava a sua face definitiva. Ao escrever Menino de engenho, José Lins não pensava inicialmente...

    782  Palavras | 4  Páginas

  • Menino De Engenho

    1. OBRA MENINO DE ENGENHO Na obra “O menino de engenho”, de José Lins do Rego, busca-se identificar um pensamento social relativo à questão racial no Brasil na década de 1930, a partir da análise dos personagens negros presentes na obra do autor. A intenção do autor ao elaborar a obra, era escrever a biografia de seu avô, o coronel José Paulino, que considerava uma figura das mais representativas da realidade patriarcal nordestina; uma consistência bruta é recriada através da criatividade do gênero...

    568  Palavras | 3  Páginas

  • Estudo sobre antropologia

    ESTUDOS SOBRE – ANTROPOLOGIA TOTAL 53 - PAGINAS 6 ASSUNTOS! 01 - A imagem de Deus 02 - A liberdade humana 03 - As conseqüências do pecado 04 - "...homem e mulher os criou" 05 - Quem Somos? 06 - Por que, Calabar? Professor: Reverendo Gilson Aristeu de Oliveira APOSTILA Nº 01 SOBRE ANTROPOLOGIA A IMAGEM DE DEUS A Integridade Original da Natureza Humana Rev. Gilson Aristeu de Oliveira Introdução: Este talvez seja um dos capítulos mais importantes que estudaremos. Tentaremos...

    21164  Palavras | 85  Páginas

  • Apresentação de trabalho sobre modesto brocos

    UNIVERSIDADE DO GRANDE RIO ESCOLA DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS, LETRAS ARTES E HUMANIDADE DISCIPLINA HISTÓRIA DA ARTE IV APRESENTAÇÃO DE TRABALHO SOBRE O ARTISTA MODESTO BROCOS Alunos: Andreia Fernandes Rosindo Carla Cardoso de Almeida Diane de Carvalho Vidal Wania Jeronimo Braga Professor: Cristina Pierre França NOVEMBRO 2012 SUMÁRIO 1 INTRODUÇAO, p.3 2 DESENVOLVIMENTO, p.3 2...

    4421  Palavras | 18  Páginas

  • Quadro dos fatos marcantes sobre a educação inclusiva no brasil

    FATOS MARCANTES SOBRE A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO BRASIL |1835 |O Deputado Cornélio Ferreira apresenta para Assembléia Projeto de Lei objetivando a criação do cargo de Professor de Primeiras Letras | | |para o ensino de cegos e surdos-mudos. | |1854 |Início do atendimento escolar especial através do Decreto Imperial nº 1.426 criou o Imperial Instituto dos Meninos Cegos. | ...

    1209  Palavras | 5  Páginas

  • Resenha: Jogos tradicionais infantis

    de influencia européia, africana e peninsular, tornando muito difícil e praticamente impossível apontar com precisão o que há de puramente português. A universalidade de temas e valores presentes e vários povos distantes, nos dá algumas hipóteses sobre a origem comum do folclore em diversos países tais como: a da imigração em tempos remotos, a da origem das estórias na humanidade primitiva e a criação independente das mesmas por diversos povos. Devido à ampla mistura étnica nos primeiros grupos...

    2248  Palavras | 9  Páginas

  • Menino de Engenho

    MENINO DE ENGNHO A obra de Jose Lins do Rego relata a historia de Carlinhos, um garoto que aos quatro anos ficou órfão de mãe, assassinada pelo próprio marido em um de seus surtos. O pai de Carlinhos então foi preso e logo depois mandado para um sanatório. Sem ter quem o cuidasse na cidade, Carlinhos foi levado para o Engenho Santa Rosa propriedade de seu avô José Paulino. Lá ele era muito bem tratado principalmente por Maria, irmã mais nova de sua mãe, que tomou Carlinhos como seu próprio filho...

    554  Palavras | 3  Páginas

  • menino do engenho

    fiz a leitura do "menino de engenho" e achei bem legal olha um pouco do meu resumo:A mãe do narrador (Clarisse) está morta, assassinada pelo pai no quarto de dormir. “Por quê?” Ninguém sabia compreender”. O menino, apesar de pequeno, sente o impacto da morte da mãe e a solidão que esta lhe deixa. “Então comecei a chorar baixinho para os travesseiros, um choro abafado de quem tivesse medo de chorar”. O pai então é levado para o presídio. Era uma pessoa nervosa, um temperamento excitado, “para quem...

    505  Palavras | 3  Páginas

  • menino do engenho resumo

    Menino de Engenho conta a história de Carlos, um menino órfão, que aos quatro anos de idade perde a mãe assassinada pelo pai, devido a uma loucura incontrolável. Mediante esta situação, Carlinhos é levado pelo tio Juca ao engenho do avô materno José Paulino – o Santa Rosa. No engenho, Carlos conhece tia Maria, moça de coração bom, generosa e atenciosa que procura suprir com amor a ausência da mãe de Carlos. Além de tia Maria, ele conhece também a tia Sinhazinha, uma mulher velha, com aproximadamente...

    568  Palavras | 3  Páginas

  • Monografia - história dos jogos no brasil

    DOS JOGOS...........................................................................08 2. A INFLUÊNICA PORTUGUESA NO FOLCLORE INFANTIL................13 3. A INFLUÊNCIA NEGRA NOS JOGOS TRADICIONAIS INFANTIS......17 4. A CRIANÇA E OS JOGOS NO ENGENHO DE AÇÚCAR......................27 5. O ELEMENTO INDÍGENA NOS JOGOS TRADICIONAIS INFANTIS....46 CONCLUSÃO....................................................................................................60 BIBLIOGRAFIA...........................

    15476  Palavras | 62  Páginas

  • meninos de engenho

    Publicado em 1932 e livro de estreia do autor, "Menino de Engenho" tem como narrador-protagonista Carlos Melo. Chamado de Carlinhos pela família, ele conta a sua infância no engenho Santa Rosa, para onde vai após um começo de narrativa trágico: quando tinha quatro anos, o pai assassina a mãe e é internado num hospício. Propriedade do avô materno, o Coronel José Paulino, o engenho Santa Rosa é onde Carlinhos vai conhecer o mundo. Trata-se de um local marcado pelas dualidades, como o bom comportamento...

    505  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo do livro menino do engenho

    Resumo do livro O menino do engenho O livro o menino de engenho retrata há historia de um menino que perdeu sua mãe quando era muito pequeno. Um dia ele acordou de manha e ouviu gritos vindos do quarto de seus pais e quando chegou lá  viu sua mãe banhada de sangue , seu pai que nem um louco em cima dela.o empregado,pálido conta que viu o pai do menino com o  revolver na mão e sua mãe estirada no chão.   Três dias depois da tragédia levaram o menino para o engenho do seu avô materno. O seu tio Juca...

    608  Palavras | 3  Páginas

  • resumo menino de engenho

    MENINO DE ENGENHO A obra menino de engenho, relata a história de Carlinhos, um menino de quatro anos que perde sua mãe de forma brutal, durante a noite, seu pai, a mata com tiros, ele foi levado para um presídio. Carlinhos sentiu a falta de seus pais. Logo após a prisão de seu pai, Carlinhos foi morar com seu avo materno, Coronel Zé Paulino, no engenho Santa Rosa, no interior da Paraíba. Quando lá chegou, foi bem recebido por todos, principalmente por sua tia Maria. Carlinhos ficou encantado...

    516  Palavras | 3  Páginas

  • história economica

    que impressionava no Brasil do século XIX era o comportamento dos meninos. Agiam como homens desde muito cedo, sem alegria. A educação nessa época foi feita em colégios jesuítas no começo, e em colégios de padres ou em seminários posteriormente. Eram eles que comandaram a disseminação da cultura por longo período. Era um ensino rígido, sendo o mestre senhor todo poderoso em suas salas. Muitas vezes eram sádicos, sorte tinham os meninos ensinados por mestres negros, estes melhores que os outros. Nestes...

    1628  Palavras | 7  Páginas

  • Menino de engenho - Analise sociológica do livro

    Barbosa Menino de Engenho O livro Menino de Engenho narra a infância de um menino chamado Carlinhos que, aos quatro anos de idade, perde seus pais de forma trágica. A partir daí ele é levado para o engenho de seu avô onde a estória se desenrola. Baseado em fatos da infância de José Lins do Rego o livro mostra diversas experiências do escritor até os doze anos de idade. A) – Base física onde a estória acontece O romance se passa na região canavieira da Paraíba especificamente no engenho de Santa...

    717  Palavras | 3  Páginas

  • Menino de engenho - personagens

    protagonista. Órfão aos quatro anos tornou-se um menino melancólico, solitário e bastante introspectivo. De sexualidade exacerbada, mantém, aos doze anos, a sua primeira relação sexual, contraindo a “doença-do-mundo” – a popular gonorréia. Morava em Recife, antes de ir para o Engenho Santa Rosa, o qual ficou por oito anos. O engenho passou a ser tudo para ele. Apesar de Tia Maria cuidar dele como mãe, não davam-lhe notícias a respeito do pai. A solidão, para o menino, deixava falar o que ele guardava por dentro:...

    2306  Palavras | 10  Páginas

tracking img