Exercícios Resolvidos Callister Fator De Empacotamento artigos e trabalhos de pesquisa

  • Exercicios n 03

     LISTA DE EXERCICIOS Nº 03 Disciplina: CIÊNCIAS DOS MATERIAIS - Código: 15009 Aluno: Silvio Cesar Dal Pont 1) Diferencie os materiais considerando sua cristalinidade? Materiais sólidos podem ser classificados de acordo com a regularidade segundo a qual os átomos ou íons estão arranjados em relação uns aos outros. Um material cristalino é aquele no qual os átomos estão situados em um arranjo que se repete ou que é periódico ao longo de grandes distâncias atômicas; isto é, existe ordem de longo...

    809  Palavras | 4  Páginas

  • 1a LISTA DE EXERCICIOS CM

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS Departamento de Engenharia - Engenharia de Materiais GNE 305 - Ciência e Tecnologia de Materiais 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA ATÔMICA E LIGAÇÃO INTERATÔMICA 1] Em relação aos elétrons e aos estados eletrônicos, o que cada um dos quatro números quânticos representa? 2] Forneça as configurações eletrônicas para os seguintes íons: Fe2+, Fe3+, Cu+, Ba2+, Br- e S2-. 3] Sem consultar a tabela periódica determine se cada uma das configurações eletrônicas dadas abaixo pertence...

    1012  Palavras | 5  Páginas

  • Engenharia de materiais

    Estruturas Sólidas Relação entre Densidade e Estrutura Propriedades x Orientação 18 Energia e Empacotamento Empacotamento Aleatório Energia distância típica de ligação com o vizinho energia típica de ligação com o vizinho r 19 Energia e Empacotamento Empacotamento Ordenado Energia distância típica de ligação com o vizinho energia típica de ligação com o vizinho r 20 Energia e Empacotamento Energia Energia distância típica de ligação com o vizinho r energia típica de ligação com o...

    2053  Palavras | 9  Páginas

  • TRABALHO ESTRUTURAS CRISTALINAS DOS METAIS

    aresta é necessário se calcular o quanto vale essa diagonal: , onde E para se definir o volume da estrutura cristalina CCC eleva-se o valor de sua aresta a terceira potência: 2 Cálculo do Fator de Empacotamento Atômico para as Estruturas Cristalinas CFC e CCC Para se calcular o fator de Empacotamento Atômico (FEA) utilizou-se a seguinte expressão: Onde: VE: é o volume total da esfera que é o número de átomos presente na estrutura multiplicado pelo volume do átomo que é igual a . VC: é o volume...

    501  Palavras | 3  Páginas

  • atividade

     LISTA DE EXERCÍCIOS 1. Em relação aos elétrons e aos estados eletrônicos, o que cada um dos quatro números quânticos especifica? (2.5 - Callister) 2. Forneça as configurações eletrônicas para os seguintes íons: Fe2+, Fe3+, Cu+, Ba2+, Br- e S2- . (2.7 - Callister) 3. O brometo de césio (CsBr) exibe ligação predominantemente iônica. Os íons Cs+ e Br- possuem estruturas eletrônicas que são idênticas a quais gases inertes? (2.8 - Callister) 4. Calcule a força de atração entre um...

    1139  Palavras | 5  Páginas

  • CTM A1 Estruturas Cristalinas

    experience working on researches at French polytechnic university of Grenoble from 09/2012 to 03/2013 Research Internship Apresentação da Disciplina • 2 aulas por semana • 40 aulas por semestre • Avaliações: • Provas • Relatório laboratório Listas de exercícios não valem nota! Sistema de Avaliação • Média = 0,4P1 + 0,4P2 + 0,2R • P1 = Prova 1 (06/04) • P2 = Prova 2 (01/06) • R = Relatório da aula prática • A Prova Substitutiva substitui P1 ou P2 (15/06) • LABORATÓRIO: ??? Horário e Presença • Chamada...

    6082  Palavras | 25  Páginas

  • Lista de exercícios ciencias dos materiais

    Especialização em Tecnologia de Fundição - IPT Transformações de fase no estado sólido Prof. Marcelo F. Moreira Lista de exercícios - turma 3 (2010) Revisão sobre metalurgia física Leitura recomendada: 1) Callister Jr. W. D. Materials Science and engineering An introduction John Wiley & Sons 5th edition 2000 2) Shackelford J. F. Introdution to Materials Science for Engineers Prentice Hall Inc. 4th edition 1996 1- Quais as principais diferenças entre materiais amorfos...

    3137  Palavras | 13  Páginas

  • 939945_001 QUESTIONÁRIO Introdução Ciências e Seleção dos Materiais

    Professor: Luciano Andrade Nome:_________________________________________________________________ a) (Arquivo 002 Introdução) Observação: A. Estes exercícios completam os exercícios apresentados nas notas de aula e os exercícios do nosso livro texto B. Para responder estes itens recorrer às notas de aula, ao Capítulo 3 do nosso livro texto Callister, e aos livros indicados na bibliografia do curso Van Vlack, ou ainda Shackelford. 1) Como podemos definir o conhecimento empírico? 2) Como podemos...

    1769  Palavras | 8  Páginas

  • Estrutura cristalina

    DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À CIÊNCIA DOS MATERIAIS CAPÍTULO 3. ESTRUTURA DOS MATERIAIS (continuação)  Cálculo do fator de empacotamento atômico (F.E.A.) (a) Estrutura cristalina CFC (1) Cálculo do número de átomos por célula.   Nf Nv 6 8 N = + = + = 4 átomos por célula 2 8 2 8  (2) Cálculo da diagonal da face do cubo (célula unitária).  (a') a' = 2 = a 2 + a 2 = 2a 2 2a 2 ® a' = a 2  (3) Exprimir a expressão obtida para a diagonal da face do cubo...

    716  Palavras | 3  Páginas

  • ATIVIDADE CI NCIA DOS MATERIAIS

    “Engenharia e Ciência dos materiais” de William D. Callister, os quais abordam, respectivamente, temas como, estrutura dos sólidos e imperfeições nos sólidos. Na resolução dessa referida atividade avaliativa, no que diz respeito às questões do capítulo 3, foi fixado a aprendizagem dos conceitos de células unitárias, estruturas cristalinas dos metais, cálculo da massa específica e planos cristalográficos. Nessa mesma perspectiva, os exercícios do capitulo 4 ajudaram no entendimento da especificação...

    2849  Palavras | 12  Páginas

  • CFC CHC CH

    relacionados através da expressão: A seguinte expressão pode ser adotada para o cálculo do número de átomos por célula (N): em que Nv é o número de átomos nos vértices. Tem-se que Nv = 8; então N = 1. Para um estrutura CS, o fator de empacotamento atômico (F.E.A.) é 0,52. Estrutura cristalina cúbica de faces centradas (CFC) A figura a seguir apresenta, para uma estrutura cristalina CFC: (a) uma representação da célula unitária através de esferas rígidas; (b)...

    2071  Palavras | 9  Páginas

  • Lista de exercícios 02 - ciência e tecnologia dos materiais

    Curso: Engenharia de Produção Período: 2010.2 Disciplina: Ciência e Tecnologia dos Materiais- M3 CIÊN0004 – CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS MATERIAIS LISTA DE EXERCÍCIOS No. 2 - ESTRUTURAS CRISTALINA 1. Explique a diferença entre materiais cristalinos de materiais não-cristalinos em termos de arranjo atômico. Sólidos cristalinos são substâncias que pode ser considerada cristalina quando os átomos ou moléculas que a constitui estão dispostos segundo uma rede tridimensional bem definida e que...

    704  Palavras | 3  Páginas

  • Lista de exercícios – ligações químicas, direções, planos, densidades lineares e planares

    CURSO: CIÊNCIAS DOS MATERIAIS – PROF. MARIO GODINHO JR LISTA DE EXERCÍCIOS – LIGAÇÕES QUÍMICAS, DIREÇÕES, PLANOS, DENSIDADES LINEARES E PLANARES 1. Desenhe em uma célula cúbica as seguintes direções: [100]; [111]; [1 1 0]; [123]. 2. Determine os índices para as direções mostradas nas seguintes células cúbicas: Figura 1 Figura 2 Lembre-se de colocar os vetores na origem 3. Quais os tipos de força de interação que existe entre 2 átomos e quando pode ocorrer a ligação entre esses átomos. Desenhe...

    577  Palavras | 3  Páginas

  • estrutura cristalina

    Oxigênio  Óxido de Ferro(III) 2Fe + 3O2  Fe2O3 Reatividade Reatividade Reações vigorosas e rápidas Corrosão Energia reticular moderada Energia reticular moderada Rede cristalina Ordenação simples Empacotamento denso - alta eficiência de empacotamento Ocupação do espaço da célula unitária pelos átomos Pontos de fusão e ebulição elevados Uma amostra de aço de comprimento original de 12,8 mm é ensaiada até romper em 15,4 mm. Uma amostra de aço de comprimento original...

    3428  Palavras | 14  Páginas

  • Aula 02 Estrutura Metalica

    coordenação - NC  É o número de átomos vizinhos mais próximos.  NC = 6. Relação entre o raio atômico e o parâmetro de rede a = 2R Fator de empacotamento atômico - FEA  É a relação entre o volume ocupado pelos átomos e o volume da célula unitária. FEA para CS = 52% • Os metais não cristalizam na estrutura cúbica simples, devido ao baixo empacotamento atômico. Cúbica de corpo centrado - CCC • Esta célula contém 1 átomo em cada vértice do cubo e 1 átomo em seu interior. • Exemplos: cromo...

    1278  Palavras | 6  Páginas

  • Exercicio Resist Ncia Do Materiais

    Mecânica e Mecatrônica LISTA DE EXERCICIOS II: Estrutura cristalina 1- Diferencie materiais cristalinos de materiais não-cristalinos em termos de arranjamento atômico. 2- Quais são as estruturas cristalinas mais comuns encontradas nos materiais metálicos? 3- O que você entende como “fator de empacotamento atômico” e de que depende? 4- a- O ferro tem estrutura cúbica de corpo centrado a temperatura ambiente. Calcule o parâmetro de rede e o fator de empacotamento atômico para o ferro nestas condições...

    578  Palavras | 3  Páginas

  • exercicios socioecon

    LISTA DE EXERCÍCIOS 1) Além dos problemas socioeconômicos, as cidades grandes e as metrópoles vêm sofrendo com alguns problemas ambientais graves, deteriorando ainda mais a qualidade de vida nesses espaços. Sobre os problemas ambientais urbanos afirma-se: I – As ilhas de calor ocorrem nas grandes cidades, devido o adensamento de construções que retém mais calor que os ambientes rurais, diferenciando as temperaturas num mesmo município. II – A inversão térmica é um fenômeno causado pelo homem. Ele...

    2197  Palavras | 9  Páginas

  • Propriedades mecânicas dos materiais

    CARACTERIZAÇÃO DOS RETICULADOS CRISTALINOS NÚMERO DE COORDENAÇÃO: Representa o número de átomos mais próximos à um átomo de referência. PARÂMETRO DO RETICULADO: Constitui uma relação matemática entre uma dimensão da célula e o raio atômico FATOR DE EMPACOTAMENTO ATÔMICO: É a relação entre o volume dos átomos no interior da célula unitária pelo volume total da célula F . E . A. = Volume dos á tomos nointerior da cé lula Volume total da cé lu la Marcelo F. Moreira Estrutura cristalina...

    1697  Palavras | 7  Páginas

  • 3 Lista De Exercicio 2009

    LISTA DE EXERCÍCIOS III 1 Quais são os níveis de ordenação dos átomos em um sólido e como diferem entre si? 2 O que se entende por estrutura cristalina de um material? É aquele no qual os átomos encontram-se ordenados sobre longas distâncias atômicas formando uma estrutura tridimensional chamada de rede cristalina. 3 Determine os parâmetros pelos quais se define um cristal. 4 O que é a célula unitária de uma rede cristalina. É a unidade básica que se repete em toda a estrutura tridimensional...

    1049  Palavras | 5  Páginas

  • Difração

    ..............111 5.9 Algumas definições ...........................................................................................111 5.10 Referências bibliográficas do capítulo .............................................................112 Exercícios................................................................................................................113 93 5 ALGUMAS TÉCNICAS DE CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS Objetivos deste capítulo • • • • Finalizado o capítulo o aluno será...

    6799  Palavras | 28  Páginas

  • respostas callister

    LISTA DE EXERCÍCIOS - 01 DISCIPLINA: Princ. Da Ciênc. E Tec. Dos Materiais. Turma: DATA: PROFESSOR (A): NÉLIA LIMA ALUNO: MATRÍCULA: 1. O ferro possui uma estrutura cristalina CCC, um raio atômico de 0,124nm, e um peso atômico de 55,85 3 3 g/mol. Calcular e comparar sua densidade teórica com o valor experimental (7,87g/cm ). 7,89g/cm . 2. Calcular o raio de um átomo de Irídio, dado que o Ir possui uma estrutura cristalina CFC, uma densidade de 3 22,4 g/cm e um peso atômico...

    537  Palavras | 3  Páginas

  • Mecanica materiais

    COORDENAÇÃO – corresponde ao numero de átomos vizinhos mais próximos ou de átomos em contato; •FATOR DE EMPACOTAMENTO ATÔMICO – é a razão do volume de uma célula unitária e o volume de átomos na célula unitária. Estrutura Cristalina – Metais Caráter não direcional;  Não há restrições em relação ao numero e posição dos vizinhos;  Numero elevado de átomos vizinhos mais próximos;  Empacotamento denso na maioria das estruturas cristalinas dos metais;  As estruturas básicas encontradas...

    1060  Palavras | 5  Páginas

  • MFI Aula2 Rev01

    centrado (CCC) Qual o número de átomos que uma célula CCC possui? 1+(1/8)x8 = 2 átomos/célula unitária Qual o número de coordenação da célula CCC? 8 átomos Calcule o parametro de rede da célula unitária em função do raio atomico. 4R a= 3 O fator de empacotamento atômico (FEA) é dado pela seguinte expressão: ‫ ݏ݋݀ ݁݉ݑ݈݋ݒ‬á‫ݏ݋݉݋ݐ‬ FEA ൌ ‫ܿ ܽ݀ ݁݉ݑ݈݋ݒ‬é݈‫ݐ݅݊ݑ ݈ܽݑ‬á‫ܽ݅ݎ‬ Calcule o FEA da célula CCC 2ሾ4πܴ3ሿ FEA ൌ ܽ3 FEA ൌ O que significa o valor de FEA igual a 0,68? 2ሾ4πܴ3ሿ ሺ4ܴ/ 3ሻ3 FEA ൌ 0,68 Estrutura...

    1196  Palavras | 5  Páginas

  • Estrutura cristalina

    ESTRUTURA CRISTALINA DOS METAIS  Como a ligação metálica é não-direcional não há restrições quanto ao número e posições dos vizinhos mais próximos.  Então, a estrutura cristalina dos metais têm geralmente um número grande de vizinhos e alto empacotamento atômico.  Três são as estruturas cristalinas mais comuns em metais: Cúbica de corpo centrado, cúbica de face centrada e hexagonal compacta. centrada 7 Eleani Maria da Costa - DEM/PUCRS SISTEMA CÚBICO Os átomos podem ser agrupados...

    3083  Palavras | 13  Páginas

  • ESTRUTURA DOS SÓLIDOS CRISTALINOS

    em relação ao número e à posição dos átomos vizinhos mais próximos. Elétrons de valência Átomo+elétrons das camadas mais internas 16 3. ESTRUTURA CRISTALINA DOS METAIS • Números relativamente grandes de vizinhos mais próximos. • Empacotamentos densos dos átomos para a maioria das estruturas cristalinas dos metais. Elétrons de valência Átomo+elétrons das camadas mais internas TIPOS DE ESTRUTURA 17 3. TIPOS DE ESTRUTURA CRISTALINA - Estrutura Cristalina Cúbica Simples...

    1617  Palavras | 7  Páginas

  • Ciencias dos materiais

    valência 29 ESTADO DE ENERGIA DO ELETRON Elétrons... • possuem estados de energia discretos • tendem a ocupar os estados de energia disponíveis mais baixos Increasing energy n=4 n=3 n=2 n=1 4p 4s 3s 2s 1s 3p 2p 3d Fig. 2.5, Callister adaptado 3 Orbitais e níveis de energia • Os elétrons são atraídos pelos prótons • Os elétrons se distribuem em orbitais Níveis de energia bem definidos Os elétrons não podem assumir níveis intermediários Para trocar de nível, os elétrons...

    20035  Palavras | 81  Páginas

  • CIEN0004 Difus o 2015

    OBJETIVOS Que uma vez concluída a aula o aluno deve ser capaz de: • Conhecer o processo de Difusão. • Entender os diferentes mecanismos da Difusão. • Comprender os fatores que influenciam na Difusão. 2 SUMARIO 1. Introdução à Difusão 2. Mecanismos da Difusão 3. Difusão em Estado Estacionário 4. Difusão em Estado Nâo-Estacionário 5. Fatores que Influenciam a Difusão 3 1. INTRODUÇÃO Á DIFUSÃO Muitas reações e processos que são importantes no Tratamento de Materiais dependem da transferência de massa...

    1701  Palavras | 7  Páginas

  • Exercicios

    EXERCÍCIOS 1. O que estuda a Ciência dos Materiais? A ciência dos materiais envolve a investigação das relações que existem entre as estruturas e as propriedades dos materiais, ou seja, visa a descoberta de conhecimentos básicos nos domínios da estrutura interna, das propriedades e do processamento de materiais. 2. Quais as quatro principais classificações dos materiais? Metais, cerâmicos, polímeros e compósitos. 3. Caracterize em termos de composição os materiais metálicos...

    1311  Palavras | 6  Páginas

  • DIFUSO 20141006092922

    AUTODIFUSÃO INTERDIFUSÃO INTERSTICIAL Fonte: Prof. Sidnei Paciornik do Departamento de Ciência dos Materiais e Metalurgia da PUC-Rio Constante não 33 Que estruturas?? EFEITOS DA ESTRUTURA NA DIFUSÃO FATORES QUE FAVORECEM A FATORES QUE DIFICULTAM A DIFUSÃO DIFUSÃO Baixo empacotamento Alto empacotamento atômico atômico Baixo ponto de fusão Alto ponto de fusão Ligações fracas (Van Ligações fortes (iônica der Walls, dipolo) e covalentes Baixa densidade Alta densidade Raio atômico...

    2795  Palavras | 12  Páginas

  • Tecnologia dos materiais - livro callister

    MATERIALS SCIENCE AND ENGINEERING An Introduction William D. Callister, Jr. - John Wiley & Sons,Inc., New York,NY,1991. 1. INTRODUÇÃO 1.1 - PERSPECTIVA HISTÓRICA 1.2 - CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS A disciplina de ciência dos materiais envolve investigação das correlações que existem entre as estruturas e propriedades de materiais. Em contraste, engenharia de materiais é, com base nestas correlações estrutura-propriedade, o projeto ou a engenharia da estrutura de um material para produzir...

    170742  Palavras | 683  Páginas

  • Estrutura cristalina

    sobre algo sobre densidade. CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS MATERIAIS Prof.: Matheus P. Neivock ESTRUTURAS CRISTALINAS Pensando neste assunto, existem alguns conceitos que ajudam a descrever este comportamento. 1- Número de coordenação – NC; 2- Fator de empacotamento atômico – FEA. CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS MATERIAIS Prof.: Matheus P. Neivock ESTRUTURAS CRISTALINAS NÚMERO DE COORDENAÇÃO – NC  Número de átomos mais próximos a um átomo de interesse (vizinhos). CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS MATERIAIS ...

    3024  Palavras | 13  Páginas

  • engenheiro

    Livre de Gibbs (G) ......................................................................................... 15 1.5.9 Energia Livre de Helmholtz (A) .................................................................................. 16 1.6 Exercícios Resolvidos .................................................................................................... 16 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ................................................................................. 19 CAPÍTULO 2: LEIS DA TERMODINÂMICA...

    27694  Palavras | 111  Páginas

  • Mecânica dos Materiais

    ...................................................70 Exercícios..................................................................................................................71 59 3 ESTRUTURAS CRISTALINAS E GEOMETRIA DOS CRISTAIS Objetivos deste capítulo • • • • Finalizado o capítulo o aluno será capaz de: estudar sistemas cristalográficos e Redes de Bravais; conhecer os conceitos de cela unitária, rede empacotamento, parâmetro de rede e outros; conhecer as principais estruturas...

    4557  Palavras | 19  Páginas

  • ligação quimica e estruturas cristalinas

    Paulo: Edgard Blücher, 1972. - Russell, J. B. ”Química Geral – Volume 1” Trad. Márcia Guekezian, et al. 2.ed. – São Paulo: Makron Books, 1994. - Solomons, T.W.G. “Química Orgânica 1” Trad. Horacio Macedo. 6.ed. – Rio de Janeiro: LTC, 1996. - Callister, W. “Engenharia e Ciências dos Materiais: Uma introdução” LTC Editora, 5ª Edição, 2002. - James Holler, F.; Nieman, T.; Skoog, D.A. “Principios De Analise Instrumental” Bookman Editora, 3ºEdição, 2002. - Donald, A. R. & Phulé, P. P. “Ciência e...

    2636  Palavras | 11  Páginas

  • tratamento termico e materiais n o ferrosos

    TTT 4.1 Diagramas de transformação isotérmica 53 59 59 7 e-Tec Brasil 4.2 Diagramas de resfriamento contínuo 66 4.3 Fatores que afetam a posição das curvas em C ou em TTT 71 Aula 5 – Fatores de influência nos tratamentos térmicos 5.1 O fator temperatura 73 73 5.2 O fator tempo de tratamento térmico 74 5.3 O fator velocidade de resfriamento 77 5.4 O fator atmosfera de tratamento térmico 79 Aula 6 – Tratamentos térmicos (princípios, características e aplicações) 83 6.1 Classificação...

    22325  Palavras | 90  Páginas

  • exercicio absorção

    Exercício • Uma torre empacotadora com cerâmica Intalox de1pol(25,4mm)vai ser construída para tratar de 708m³(25000) de gás por hora. O teor de amônia no gás que entra é de 2% do volume. A água livre de amônia é usada como absorvente. A temperatura que entra de gás e água é 68°F(20°C), na pressão de 1atm. A relação do escoamento de líquido para o escoamento do gás é de 1,25 lb do líquido por lb do gás. A) Se a pressão do projeto cai 0,5 in de água por pés. Qual deve ser a velocidade de massa...

    503  Palavras | 3  Páginas

  • ciencias dos materiais

    nas células CS, CCC e CFC. 3. Passos para determinar as coordenadas de uma direção. CS, CCC e CFC (índices de Miller) 4. Passos para determinar as coordenadas de um plano. CS, CCC e CFC(índices de Miller) 5. Densidade atômica linear e planar (exercícios). Notação Cristalográfica • Embora a descrição da posição dos pontos de uma célula unitária seja suficiente para uma descrição completa da estrutura cristalina, se faz necessário também descrever as direções e planos cristalográficos. ...

    1474  Palavras | 6  Páginas

  • Lista De Exerc Cios Completa

    TECNOLOGIA DOS MATERIAIS I „ Lista de exercícios completa Livro: Aços e Ligas Especiais Autores: André Luiz V. da Costa e Silva, Paulo Roberto Mei Páginas: 22 e 23 Exercícios: 1 de a) e b) 2 de a) até e) 3 de a) até d) Página: 79 Exercícios: 1 e 2 Livro: CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAS UMA INTRODUÇÃO Autores: William D. Callister,Jr. ,David G. Rethwisch. Página: 72 Capítulo 3 Exercícios: 3.1 ; 3.3 ; 3.5 ; 3.6 Página: 123 e 124 Capítulo: 5 Exercícios: 5.1; 5.2; 5.3; 5.4; 5.7; 5.8; 5.11; 5...

    1994  Palavras | 8  Páginas

  • Lista d química

    parâmetro da estrutura CCC é a = 4R/√3. Mostre que o parâmetro cristalina da estrutura CFC é a = 2R√27. O Cu e o Zn são cristalinos a temperatura ambiente?. Por que?. Qual a diferença entre alotropia e polimorfismo?. Mostrar que o fator de empacotamento atômico para a estrutura cristalina CCC é de 0,68.  O que é anisotropia?. Quando se diz que um material é isotrópico?.  Quais são as fases alotrópicas do ferro?. Calcule o raio atômico, em centímetro, dos seguintes materiais: ...

    536  Palavras | 3  Páginas

  • 1a Lista de Exercicios 2015 01

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL - FACIP CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DISCIPLINA: CIÊNCIA DOS MATERIAIS PROFA.: DÉBORAH OLIVEIRA ALMEIDA CARVALHO LISTA  DE  EXERCÍCIOS   1. Defina  cada  uma  das  seguintes  classes  de  materiais  para  Engenharia  e  cite  exemplos  das  aplicações   de  cada  um:   a. Metais   b. Polímeros   c. Cerâmicas   d. Semicondutores   e. Compósitos   f. Biomateriais  ...

    506  Palavras | 3  Páginas

  • Medidas elétricas exercícios resolvidos

    MEDIDAS ELÉTRICAS EXERCÍCIOS RESOLVIDOS 1 Texto de Apoio: O Amperímetro Um amperímetro é um galvanômetro com a escala ampliada. Por exemplo se dispomos de um Galvanômetro com 100µA de fim de escala e desejamos construir um outro instrumento que meça até 10mA, deveremos colocar em paralelo com o Galvanômetro uma resistência chamada de shunt (Rs) que desvie o excesso (no caso 9,9mA), conforme figura abaixo: Figura1: Ampliando a escala do galvanômetro - circuito equivalente  Exercício1:  ...

    2360  Palavras | 10  Páginas

  • Fluidos

    movimento.   número de desemulsão Chama-se demulsibilidade ou número de desemulsão a capacidade que possuem os óleos de se separarem da água.   perdas por evaporação  Quando submetido a altas temperaturas, as perdas por evaporação tornam-se fator importante, e se as perdas forem grandes, os óleos podem tornar-se muito viscosos.    extrema pressão Quando o óleo possui a propriedade de evitar que as superfícies em movimento entrem em contato, mesmo sob pessões muito elevadas que possam provocar...

    5722  Palavras | 23  Páginas

  • Icmat

    essenciais que o aluno deve compreender e. em muitas situações, ser capaz de aplicar. Em segundo lugar, com o objetivo de melhorar a compreensão do processo de seleção de materiais, fiz alterações significativas nos apêndices e adicionei vários exercícios de seleção de materiais. 0 Apêndice B, "Propriedades de Materiais de Engenharia Selecionados"', contém agora os valores de onze propriedades (por exemplo, densidade, resistência, condutividade elétrica, etc.) para um conjunto de aproximadamente...

    27727  Palavras | 111  Páginas

  • 1a Lista De Exercicios CMA Resolvida

    Universidade Federal de Santa Catarina Campus Joinville – Centro de Engenharia da Mobilidade Ciência dos Materiais – EMB 5022 Professora: Viviane Lilian Soethe 1ª Lista de Exercícios – Capítulos 2 e 3 28 2.2 – O silício possui três isótopos de ocorrência natural: 92,23% de Si 29 – 27,9796uma; 4,68% de Si – 30 28,9769uma; 3,09% de Si – 29,9738uma. Calcule o peso atômico médio do Si e confira com a tabela periódica. 2.4 – Cite dois conceitos quânticos-mecânicos importantes associados ao modelo...

    580  Palavras | 3  Páginas

  • cristalinos

    estrutura cristalina cúbica de faces centradas: (a) uma representação da célula unitária através de esferas rígidas, (b) uma célula unitária com esferas reduzidas, e (c) um agregado de muitos átomos. (Figura apresentada no capítulo 3 do livro do Callister, 6ª Edição, página 22) 1.2 Estruturas Cristalinas dos Metais Conceitos importantes a) Sistema Cúbico Os átomos podem ser agrupados dentro do sistema cúbico em 3 diferentes tipos de repetição    Cúbico simples Cúbico de corpo...

    1341  Palavras | 6  Páginas

  • Difus O Exerc Cios Resolvidos

    de Fases Prof. Paulo Emílio Valadão de Miranda (pmiranda@labh2.coppe.ufrj.br) Monitor – Vinícius Borges Fonseca (viniciusfonseca@ufrj.br) Gabarito da lista de exercícios Nº 1 1. Dê uma definição completa de difusão no estado sólido? R: A difusão é o transporte da matéria na própria matéria, através da movimentação atômica, havendo necessariamente, uma distância líquida percorrida. A difusão atômica ocorre através...

    907  Palavras | 4  Páginas

  • tecnologia dos materiais

    1) SISTEMAS CRISTALINOS. 1.2) CÉLULA UNITÁRIA. 1.3) ESTRUTURA CRISTALINA DOS METAIS. 1.4) SISTEMA CÚBICO. 1.5) SISTEMA HEXAGONAL SIMPLES. 1.6) SISTEMA HEXAGONAL COMPACTO. 1.7) POLIMORFISMO OU ALOTROPIA. 1.8) IMPERFEIÇÕES CRISTALINAS. 2.0) Exercícios. 3.0 Referências. REVISÃO 1.0 CURSO: TÉCNICO EM MECÂNICA. DISCIPLINA: TECNOLOGIA DOS MATERIAIS. DOCENTE: Leonardo Cruz de Andrade ASSUNTO: CRISTALOGRAFIA. CENTRO INTEGRADO DE EDUCAÇÃO SESI/SENAI – CIVIT E-mail: leonardo.cruz...

    5780  Palavras | 24  Páginas

  • exercicios resolvidos introducao a analise de circuitos boylestad 10d edicao capitulo 14

    Exercícios Resolvidos Introdução à Análise de Circuitos - Boylestad 10° Edição - Cap     As expressoes a seguir representam a tensao num resistor de 5 ohm. Det a espressao senoidal p/ a corrente. Alem disso,esbosse a formas de onda de v e i no mesmo grafico. a) 150 sen 377t VeI em fase i=30sen377t b)30 sen(377t + 20°) Im= Vm/R = 30/5 = 6A i=6sen(377t+20°) c) 40 cos(wt + 10°) 40cos(wt+40°) 40sen(wt +10) Im= -80/5 = -16A -16sen(wt+50°) d) -80 sen(wt + 40°) -80sen(wt+40°) Im=-80/5 = -16A -16sen(wt+220°)...

    630  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalhos

    atuam e quais os procedimentos para o perfeito andamento destes equipamentos. Na bibliografia utilizada, foram analisadas as teorias de diversos autores como, William D. Callister Jr, Jean-Gabriel Ganascia, Stuart Russell, Peter Norving e Lucio Flavio de Magalhães Brito. Ao analisar William D. Callister Jr, nos deparamos com estudos de materiais utilizados em próteses e a biocopatividade destes com o corpo humano. Já Jean-Gabriel Ganascia, nos mostra a inteligência artificial como...

    4010  Palavras | 17  Páginas

  • lista de Exercicio Reistencia

    fins de avaliação da disciplina Resistencia de Materiais, ministrado peloProfº. Álvaro, do curso de Engenharia Civil das Faculdades de Ciência Exatas e Tecnológicas Santo Agostinho. MONTES CLAROS - MG 2014 Lista de Exercícios - Resistência dos Materiais I 1- Por que é importante conhecer a estrutura atômica dos materiais? A estrutura de um material está geralmente relacionada ao arranjo de seus componentes internos. Em muitas situações o cientista ou engenheiro poderá...

    2260  Palavras | 10  Páginas

  • Exercicios Resolvidos 2

    CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SÃO PAULO – CEFET–SP ÁREA INDUSTRIAL Disciplina: Mecânica dos Fluidos Aplicada Lista de Exercícios Resolvidos Folha: Data: 1 de 11 13/02/08 Professor: Caruso 1. Um menino, na tentativa de melhor conhecer o fundo do mar, pretende chegar a uma profundidade de 50 m respirando por uma extremidade da mangueira de jardim de sua casa, ficando a outra extremidade na superfície, observada por um de seus amigos. O que você recomendaria ao menino? 2. Um carro...

    2451  Palavras | 10  Páginas

  • Apostila Ciência dos Materiais

    Ciência dos Materiais Callister Jr., W. D. Ciência e Engenharia de Materiais: Uma introdução Ed. LTC Van Vlack, L. H. Princípios de Ciência e Tecnologia dos Materiais Ed Campus Classificação dos Materiais Definições Ciência dos Materiais Investigação das relações entre composição / estrutura e propriedades dos materiais. Engenharia dos Materiais Projetar, desenvolver ou aperfeiçoar técnicas de processamento de materiais (= técnicas de fabricação) com base nas relações composição /...

    4893  Palavras | 20  Páginas

  • mecanica

    para examinar esses defeitos que influenciam nas propriedades dos materiais. Bibliografia complementar • ASKELAND, Donald R.; PHULÉ, Pradeep P. The science and engineering of materials. 4. ed. California: Brooks/Cole-Thomson Learning, 2003. • CALLISTER JR., William D. Fundamentos da Ciência e Engenharia de Materiais. 1. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2009. • VAN VLACK, Lawrence Hall. Princípios de Ciência e Tecnologia dos Materiais. 4. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2003. R: Imperfeições ou Impurezas ...

    2728  Palavras | 11  Páginas

  • Resistência dos materiais

    MATERIAIS Prof. Givanildo Alves dos Santos Bibliografia Básica: 1. Askeland, D.R. & Phulé, P.P. – Ciência e Engenharia dos Materiais, Editora Cengage Learning, 2008. 2. Callister Jr, W. D. – Ciência e Engenharia de Materiais: Uma Introdução, Livros Técnicos e Científicos Editora, 5a ed., 2002. 3. Dieter, G. E. – Mechanical Metallurgy, Mc Graw-Hill Book Co., 3a edição, 1986. 4. Garcia, A., Spim, J. A. & Santos, C. A. – Ensaios dos Materiais, Livros Técnicos e Científicos Editora, 2000. 5. Santos...

    7632  Palavras | 31  Páginas

  • Ciencias e materiais

    estrutura do aço (d) Dureza (HB) 600 500 400 (c) (a) (b) 4m 300 200 30 m 30m 30 m Dados obtidos das Figs. 10.21(a) e10.23 com 4%C na composição, e da Fig. 11.13, Callister 6e. Micrografias adaptadas de (a) Fig. 10.10; (b) Fig. 9.27;(c) Fig. 10.24; e (d) Fig. 10.12, Callister 6e. 100 0.01 0.1 1 10 100 1000 Taxa de Resfriamento (°C/s) • Processamento pode mudar a estrutura ex: estrutura vs taxa de resfriamento do aço O Processo de Seleção de Materiais ...

    7517  Palavras | 31  Páginas

  • Estruturas dos materiais

    pode ser atribuído a cada célula unitária. Duas outras características importantes de uma estrutura cristalina são o numero de coordenação e o fator de empacotamento atômico (FEA). O FEA representa a fração do volume de uma célula unitária que corresponde a esferas sólidas, assumindo o modelo da esfera atômica rígida. Os metais possuem fatores e empacotamento atômico relativamente elevados, a fim de maximizar a proteção dada pela nuvem de elétrons livres. MATERIAIS E MÉTODOS Os materiais utilizados...

    647  Palavras | 3  Páginas

  • Estrutura cristalina dos metais

    de ligação é metálica, e dessa forma, é de natureza não direcional. Consequentemente são mínimas as restrições em relação ao número e à posição dos átomos vizinhos mais próximos. Isso leva a números relativamente altos de vizinhos próximos e a empacotamentos compactos na maior parte das estruturas cristalinas dos metais CFC – ESTRUTURA CÚBICA DE FACES CENTRADAS Possui uma célula unitária com geometria cúbica, e os átomos localizados em cada um dos vértices e ao centro de todas as faces do cubo. ...

    1074  Palavras | 5  Páginas

  • 1 LISTA EXERCICIOS GEOTECNIA I 5 B

     1ª LISTA DE EXECICÍCIOS Normas para resolução e entrega da resolução: 1) A resolução deverá ser feita em grupos de 2 (dois) ou 3 (três) alunos; 2) Os exercícios desta lista deverão ser resolvidos em folhas de papel sulfite de tamanho A4, timbradas e identificadas com nome, curso/turma e R.A., devendo ainda ser numeradas em seu rodapé; 3) Todas as folhas, incluindo as dos enunciados, deverão ser entregue grampeada em seu canto superior esquerdo; 4) A resolução deverá ser feita à mão...

    700  Palavras | 3  Páginas

  • Fator atonmico de empacotamento

    representados como esferas rígidas • Como a ligação metálica é não-direcional não há restrições quanto ao número e posição dos vizinhos mais próximos. • Então, a estrutura cristalina dos metais têm geralmente um número grande de vizinhos e alto empacotamento atômico. • Três são as estruturas cristalinas mais comuns em metais: Cúbica de corpo centrado, cúbica de face centrada e hexagonal compacta. compacta ESTRUTURA CRISTALINA DOS METAIS SISTEMA CÚBICO Os átomos podem ser agrupados dentro do...

    1376  Palavras | 6  Páginas

  • Exercícios resolvidos física

    Exercícios Resolvido: Cinemática 01 Exercício de Física do vestibular da UNESP 2006. Prova de conhecimentos gerais, questão que exige conhecimentos de cinemática. (VUNESP 2006) O fabricante informa que um carro, partindo do repouso, atinge 100 km/h em 10 segundos. A melhor estimativa para o valor da aceleração nesse intervalo de tempo, em m/s2, é: a) 3,0.10-3 b) 2,8 c) 3,6 d) 9,8 e) 10 Resolução As unidades do exercício devem ser congruentes, logo devemos fazer a transformação...

    28175  Palavras | 113  Páginas

tracking img