• LITERATURA
    : Gênero - Sujeitos – Identidade – Nordestino. Introdução O presente trabalho discorre sobre uma análise feita dos romances “O Quinze”, de Raquel de Queiroz e “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos, que tem por objetivo comparar ambas as obras. Considerando os seus processos descritivos e...
    3683 Palavras 15 Páginas
  • Vidas secas
    sociais significativas. A linguagem não verbal, como por exemplo, o quadro de Cândido Portinari, “Os retirantes”, relaciona-se com a obra de Graciliano Ramos “Vidas Secas”, e podemos incluir também “O quinze” de Raquel de Queiroz, visto que trata da mesma temática, e o estudo de história, visto que...
    2888 Palavras 12 Páginas
  • O salário mínimo como um direito fundamental social do preso
    prevaleceu o regime trabalhista de servidão. Um fundamento para o exercício desse regime foi a interferência dos dogmas religiosos. Enquanto o catolicismo considerava o trabalho uma penitência para o pecado e uma oportunidade para a redenção divina, o protestantismo, no século XVI, o tratava não só...
    5180 Palavras 21 Páginas
  • Água
    Itapipoca-CE Introdução Raquel de Queiroz é um grande exemplo a toda população brasileira, principalmente, cearense, pois foi a primeira mulher a ingressar à Academia de Letras. Tendo obtido várias conquistas no âmbito literário escreveu romances, dentre os quais se destaca a obra...
    1304 Palavras 6 Páginas
  • A PERSONAGEM, Artigo
    Graciliano Ramos e Conceição, do romance O quinze, de Raquel de Queiroz. Comparar faz parte da estrutura de pensamento do homem e da organização da cultura, então a mesma não será feita com o objetivo de concluir sobre a natureza dos elementos confrontados, mas basicamente para demonstrarmos que...
    1809 Palavras 8 Páginas
  • O QUinze
    Análise O romance mais popular da escritora Raquel de Queiroz, O quinze, retrata a esperança, a fome, o milagre, a morte, a separação e a fé em Deus de que um dia chuvoso irá melhorar a vida de muitos retirantes sofredores obra que foi escrita em 1930, conta a saga de retirantes com muita fome...
    1104 Palavras 5 Páginas
  • Rachel de Queiróz
    de Janeiro no coração, ela escreveu histórias que foram adaptadas para cinema, teatro e televisão. Tinha um jeito doce, fala mansa e os traços suaves, nada que revelasse a verdadeira Raquel de Queiroz, uma verdadeira revolucionária. Raquel foi pioneira duas vezes, foi pioneira não só sendo a mãe e...
    863 Palavras 4 Páginas
  • Raquel de queiroz
    Biografia: Raquel de Queiroz Professora, jornalista, romancista, cronista e teatrólogo. Nasceu em Fortaleza – CE, no dia 17 de novembro de 1990, filha de Daniel de Queiroz e de Clotilde Franklin de Queiroz. Foi a primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras...
    437 Palavras 2 Páginas
  • O quinze
    ano. Fez o discurso de recepção o acadêmico Adonias Filho. Em 1993 recebe em Portugal o prêmio "Camões", o maior galardão da nossa língua.  Bibliografia - RAQUEL DE QUEIROZ ROMANCES 0 QUINZE. Fortaleza, edição da autora, Estabelecimento Graphico Urania (impressão), 1930; 56° ed., São Paulo...
    3962 Palavras 16 Páginas
  • O quinze-Raquel de Queiroz
    Bibliográfica QUEIROZ,Raquel.O quinze.56ª ed.São Paulo, Siciliano, 1997 www.google.com.br www.wikipedia.gov http://ulyssesdorego.arteblog.com.br/52626/FRASES-DE-RACHEL-DE-QUEIROZ/ https://www.google.com.br/search?q=RAQUEL+O+QUINZE&hl=pt- www.passeiweb.com/na_ponta_lingua/livros...
    2955 Palavras 12 Páginas
  • O quinzae
    Oficina de Literatura Comparada - O Quinze x Vidas Secas x As Vinhas da Ira * Descrição do Perfil dos Personagens * >> O Quinze (1930) – Rachel de Queiroz Primeiro plano:  - Conceição – prima de Vicente culta e professora. Moça que gosta de ler vários livros, inclusive de tendências...
    2549 Palavras 11 Páginas
  • Modernismo no brasil 1° fase
    Ceará. A autora consegue aliar a preocupação social (flagelo da seca e coronelismo) à preocupação com os traços psicológicos das personagens. Raquel de Queiroz fixou um marco na história literária e social brasileira. Em seu romance de estréia, O quinze, cuja temática escolhida foi a grande seca que...
    9608 Palavras 39 Páginas
  • FILOSOFIA
    arranja um emprego para Chico Bento e passa a viver com um de seus filhos. Conseguem também uma passagem de trem e viajam para São Paulo, desistindo de trabalhar com a borracha. RESENHA • Nome do autor: Raquel de Queiroz • Titulo: O Quinze • Nome da editora: José Olympio • Lugar e data da...
    3922 Palavras 16 Páginas
  • O modernismo, a mulher e a solidariedade em “o quinze”
    Brasil. São Paulo, Ática, 1988. ____. Historia concisa da literatura brasileira. 40ª ed. São Paulo: Cultrix, 1994. COUTINHO, Afrânio. A literatura no Brasil. 2º vol. Modernismo, Rio, Ed. Sul-Americana, 1970. FREYRE, Gilberto – Manifesto regionalista. Recife, Ed. Região, 1952. QUEIROZ, Raquel...
    1496 Palavras 6 Páginas
  • Trabalho
    [pic] FACULDADE TERRA NORDESTE – FATENE CAMPUS CAUCAIA CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA PORTUGUÊS INSTRUMENTAL Prof.ª ANA NÉO LUAN NEVES DA SILVA TURMA: 4102 CAUCAIA - CE ABRIL/2010 Relatório sobre a palestra especial: Trinta Minutos com Rachel de Queiroz Local...
    595 Palavras 3 Páginas
  • Modernismo
    regionalistas do Modernismo se dividem em quatro aspectos: * Romances da seca nordestina – "O quinze" (Raquel de Queiroz), "A bagaceira" (José Américo de Almeida) e "Vidas Secas" (Graciliano Ramos); * Romances do ciclo da cana e do cangaço – "Menino de engenho", "O moleque Ricardo", "Usina...
    473 Palavras 2 Páginas
  • Modernismo: Semana da Arte Moderna.
    . Sua obra é marcada por irreverência, coloquialismo, nacionalismo, exercício de demolição e crítica. Obras principais: Pau-Brasil (1925); Primeiro Caderno de Poesia do Aluno Oswald de Andrade (1927); Poesias Reunidas (edição póstuma). Manuel Bandeira (1886-1968): O recifense Manuel Carneiro de...
    3861 Palavras 16 Páginas
  • Quadro de patativa do Assaré
    . QUESTÃO 2 : O livro O Quinze de Raquel de Queiroz é um livro que tem a mesma linha de pensamento da poesia de Patativa, em que retrata uma grande seca do Ceará em 1915. Em uma parte da sua história Raquel retrata a viajem de uma família que durante a seca se vê obrigada a sair da sua cidade...
    318 Palavras 2 Páginas
  • Literatura
    de Raquel de Queiróz e O País do Carnaval de Jorge Amado. Os principais poetas desta época são: Vinícius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade e Cecília Meireles. ...
    2450 Palavras 10 Páginas
  • Raquel de queiroz
    Queiroz narra o mesmo cenário em “O Quinze”: Chico Bento parou. Alongou os olhos pelo horizonte cinzento. O pasto, as várzeas, a caatinga, o marmeleiral esquelético, era tudo um cinzento de borralho. O próprio leito das lagoas vidrara-se em torrões de lama ressequida, cortada aqui e...
    2598 Palavras 11 Páginas