• Fisíca para portadores de nee
    o pensar sobre a questão do ensino de física para pessoas portadoras de (NEE), no contexto atual da educação inclusiva, em especial as deficiências visual e auditiva. Esta é uma questão complicada, já que o ensino praticado hoje é exclusivamente teórico, sem nenhum aceno a experimentação. No entanto,...
    2930 Palavras 12 Páginas
  • Estudo da geometria
    low-vision students, the paper shows the importance of such study and proposes a methodology to help with their learning process. INTRODUÇÃO A Matemática sempre foi vista pelos alunos como sendo a disciplina mais difícil do currículo escolar; para alguns, chega a tornar-se um entrave na vida acadêmica...
    6141 Palavras 25 Páginas
  • Orientações
    mídias de áudio, ou pessoas lendo para eles), já que há doenças oculares que fazem com que os olhos dessas pessoas cansem muito rápido com o esforço visual. Já os cegos, para fins educacionais, são aquelas pessoas que não podem contar com visão residual como os indivíduos listados acima. Os cegos, além...
    1044 Palavras 5 Páginas
  • Informação, em formação do deficiente visual da educação básica da cidade de Salvador
    formação do deficiente visual da educação básica da cidade de Salvador Alaor Lopes Filho 1 .  INTRODUÇÃO: Através de um estudo acerca da falta de informação enfrentada pelos deficientes visuais...
    2071 Palavras 9 Páginas
  • Braille
    trajetória, onde o educador é peça fundamental, para o fazer pedagógico, pois são eles que contribuem para que dia após dia, o aprendizado do deficiente visual se torne mais acessível e simplificado. No que diz respeito à aprendizagem de alunos cegos por meios especiais, ressalto que é de total responsabilidade...
    560 Palavras 3 Páginas
  • Deficiencia
    Deficiência visual: formas de leitura e acessibilidade à informação A prática do desenvolvimento de sistemas, produtos e serviços para serem utilizados com segurança e autonomia por pessoas com deficiência visual ou mobilidade reduzida constitui o conceito atual de acessibilidade. Essa condição deve...
    1832 Palavras 8 Páginas
  • Memorial
    Wilton, muito calmo e de muita sabedoria, que foi uma referência para a minha formação. Uma das boas lembranças dele foram os jogos e as atividades de matemática que ele fazia, usando metodologias diferentes dos demais. Por coincidência, uma das atividades que fiz na Faculdade de Pedagogia com o Professor...
    10350 Palavras 42 Páginas
  • Deficiência
    buscar subsídios para a educação de pessoas com deficiência visual matriculados na Educação Infantil e no Ensino Fundamental. A priori, são levantados dados informativos sobre ambas modalidades de ensino e sua relação com a deficiência visual e o processo ensino-aprendizagem, em seguida, são apresentadas...
    2253 Palavras 10 Páginas
  • O Livro Didático no Brasil
    infantil, e assegura a gratuidade dos livros. De acordo com o programa cada aluno tem direito a um exemplar das disciplinas de língua portuguesa, matemática, ciências, história e geografia, que serão estudadas durante o ano letivo. Aos estudantes do primeiro ano é destinada também uma cartilha de alfabetização...
    1891 Palavras 8 Páginas
  • EDITAL DE ABERTURA
    Professor Educação Física, Professor Educação Infantil, Professor Geografia, Professor História, Professor Língua Portuguesa/Inglesa, Professor Matemática, Professor Português/Espanhol, Professor Séries Iniciais, Psicólogo, Secretário de Escola, Serralheiro, Técnico em Enfermagem, Telefonista, Terapeuta...
    8008 Palavras 33 Páginas
  • deficienci viual
    A Deficiência Visual no Âmbito Escolar Deficiência visual e o processo educacional. A visão, um dos cinco sentidos fundamentais, exerce importante papel na vida de um ser humano. Sendo através da percepção visual, captando estímulos luminosos e pigmentares (as cores), desde os primeiros anos de...
    5594 Palavras 23 Páginas
  • ATENDIMENTO EDUCACIONAL DO DEFICIENTE VISUAL NO ENSINO REGULAR
    ATENDIMENTO EUCACIONAL DO DEFICIÊNTE VISUAL NO ENSINO REGULAR SÃO PAULO 2013 ATENDIMENTO EDUCACIONAL DO DEFICIENTE VISUAL NO ENSINO REGULAR SÃO PAULO ...
    7374 Palavras 30 Páginas
  • Dificuldades de aprendizagem
    automatização da leitura, recorrendo mais à área de Broca (área frontal inferior esquerda) e a outras zonas do lado direito do cérebro que fornecem pistas visuais. Na área da psicolinguística constata-te a “evidência de que os indivíduos que apresentam um atraso na aquisição da linguagem experimentam dificuldades...
    6098 Palavras 25 Páginas
  • A INCLUSÃO DO DEFICIENTE VISUAL NA ESCOLA REGULAR
    DE EDUCAÇÃO LUCIANA ALVES DOS SANTOS A INCLUSÃO DO DEFICIENTE VISUAL NA ESCOLA REGULAR Morrinhos 2011 LUCIANA ALVES DOS SANTOS A INCLUSÃO DO DEFICIENTE VISUAL NA ESCOLA REGULAR Monografia apresentada à Faculdade de Tecnologia...
    9471 Palavras 38 Páginas
  • Banco de dados
    Teórico ............................................................... |10 | | 1.1- Deficiência Visual: barreiras e soluções ............................. |14 | |4. CAPITULO 2 - O marco legal da inclusão educacional ...
    14988 Palavras 60 Páginas
  • Aprendizagem de conceitos
    Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Licenciatura em Matemática da Faculdade Santa Terezinha da Anhanguera Educacional S.A., como requisito parcial para obtenção do título de Licenciatura em Matemática. Orientador: Prof. Cristiano Pereira Silva ...
    7824 Palavras 32 Páginas
  • Inclusão escolar: quais métodos podemos trabalhar a alfabetização para alunos com deficiência intelectual?
    deverá ser lembrada apenas no momento em que será conveniente para os governantes e sim em todos os momentos, dando recursos e condições a esses deficientes. A mesma coisa acontece com os problemas na escola com a inclusão escolar. Alunos com deficiência física e deficiência intelectual estão tentando...
    6981 Palavras 28 Páginas
  • Deficientes visuais
    CADERNOS DA Este Caderno complementa a série de vídeos da tv escola Deficiência Visual Marta Gil (Org.) M INISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA N. 1/2000 Presidente da República Fernando Henrique Cardoso S UMÁRIO Ministro da Educação Paulo Renato Souza Secretário...
    15670 Palavras 63 Páginas
  • Planejamento e Gestão
    justiça, igualdade e fraternidade. CAPITULO 3 A tecnologia de computação e a inclusão digital A modificação das relações entre deficiente visual e a cultura pode ser definida com uma única frase: “um cego agora pode escrever e ser lido e ler o que os outros escreveram”. Explicando melhor:...
    4121 Palavras 17 Páginas
  • Projeto tecnologia assistiva
    que impedem o pleno desenvolvimento do aluno. JUSTIFICATIVA A temática escolhida possibilita às pessoas com deficiência visual a busca de seu desenvolvimento e o exercício da sua cidadania. Além de proporcionar um ambiente de trocas entre todos que convivem com pessoas acometidas por essa condição...
    1481 Palavras 6 Páginas