Está Presente Na Célula Bacteriana Anhanguera artigos e trabalhos de pesquisa

  • estrutura bacteriana

    U N O LO G I A 2º e 3º Período/2014-01 Profª Esp. Luciana Silva de Mello Cordeiro ESTRUTURA BACTERIANA AULA 03 e 04 Bibliografia Microbiologia para as Ciências da Saúde. 7ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. PLT 675 Profª Esp. Luciana Silva de Mello Cordeiro Teixeira A U L A 0 3 M I C R O B I O LO G I A E I M U N O LO G I A 1 ESTRUTURA BACTERIANA C A R A C T E R I Z A Ç Ã O G E R A L D A B I O LO G I A B A C T E R I A N A Microrganismo Reino...

    1218  Palavras | 5  Páginas

  • celula bacteriana

    CÉLULA BACTERIANA Uma célula tem como componentes mínimos necessários, a membrana plasmática, o hialoplasma, os ribossomos e a cromatina. A célula mais simples que possui essas estruturas é a célula bacteriana. As bactérias foram as primeiras células a surgir, como é demonstrado no registro fóssil que estuda os restos de organismos preservados em rochas. Elas são unicelulares de constituição simples que apresentam, além dos quatro componentes obrigatórios, uma membrana externa: a parede...

    1645  Palavras | 7  Páginas

  • Celula Animal Vegetal e Bacteriana

    Célula Animal Seja qual for o tipo de ser vivo que apresenta células como a dos animais, essas células têm uma série de características que as distinguem das plantas. Por exemplo, são desprovidas de parede celular e de cloroplastos, mas apresentam centríolos, estruturas ausentes nas plantas mais complexas. Partes de uma célula animal: Em praticamente todas as células podemos distinguir três partes: a membrana plasmática, o citoplasma e o núcleo. A membrana celular ou plasmática é uma estrutura...

    1544  Palavras | 7  Páginas

  • Visualizaçao das celulas animal,vegetal e bacteriana

    1-Introdução: 1.1- Célula bacterianas (Protozoários) Ao contrário da célula bacteriana, do tipo procarioto, a célula que constitui um protozoário é do tipo eucarioto, ou seja, semelhante às que compõem os organismos animais superiores, incluindo o ser humano. Em suma, trata-se de uma célula completa, com um núcleo diferenciado, onde se encontra o material genético rodeado por uma membrana nuclear, por vezes com mais de um núcleo. O citoplasma no qual o núcleo se encontra imerso é igualmente...

    708  Palavras | 3  Páginas

  • Citologia Bacteriana

    BIOMÉDICO DEPARTAMENTO DE MICROBIOLOGIA E PARASITOLOGIA CITOLOGIA BACTERIANA Profa. Carmen Saramago Microscópio eletrônico CÉLULA EUCARIOTA CÉLULA PROCARIOTA CITOLOGIA BACTERIANA CÉLULA PROCARIOTA CÉLULA EUCARIOTA CITOLOGIA BACTERIANA ESTRUTURA PROCARIOTAS EUCARIOTAS MEMBRANA NUCLEAR AUSENTE PRESENTE CROMOSSOMA ÚNICO,CIRCULAR > DE 1 MITOCÔNDRIAS, RE, LISOSSOMAS, AP. GOLGI AUSENTES PRESENTES AUSENTES PRESENTES RIBOSSOMAS 70 S DISPERSOS NO CITOPLASMA 80 S LIGADOS AO RER DIVISÃO...

    1066  Palavras | 5  Páginas

  • Vaginose Bacteriana

     Univercidade Mogi das Cruzes-UMC Curso de Biomedicina Evelyn Cristiana Mendes de Araujo Vaginose Bacteriana Por Gardnerrela Vaginalis São Paulo, 2013 RESUMO O presente artigo trata de uma revisão sobre o tema vaginose bacteriana pela Gardnerella vaginalis, onde se tenta oferecer ao leitor uma visão objetiva e prática do assunto. A Gardnerella vaginalis é responsável por uma das causas mais comuns de infecção vaginal em...

    1512  Palavras | 7  Páginas

  • células bacterianas

    CÉLULAS BACTERIANAS 1.Definições: As bactérias são os organismos viventes mais antigos do planeta terra, as primeiras bactérias surgiram a aproximadamente 3,8 bilhões de anos atrás.As bactérias são os organismos mais bem sucedidos do planeta , pois encontramos bactérias em quase todos os locais da terra, em nosso corpo por exemplo a quantidade de bactérias presentes supera 9 vezes a quantidade de células humanas. As bactérias pertencem ao reino monera, embora existam N tipos de bactérias,...

    2735  Palavras | 11  Páginas

  • Fisiologia bacteriana

    Departamento de Microbiologia Instituto de Ciências Biológicas Universidade Federal de Minas Gerais http://www.icb.ufmg.br/mic Citologia e fisiologia bacteriana Introdução As bactérias possuem várias formas e tamanhos. Elas podem variar de menos de 0,1 µm a até 1,0 mm, ficando o tamanho médio da maioria em torno de 1,0 µm, sendo apenas vistas ao microscópio óptico. O menor grupo de bactérias acreditava-se, até bem pouco tempo, ser as dos gêneros Chlamydia e Rickettsia, com 0,2 µm e 0, 3...

    5281  Palavras | 22  Páginas

  • Resistência Bacteriana

    Resistência Bacteriana Conjugação bacteriana Nov/2011 1 Resistência Microbiana Resistência de microorganismos Levantamento histórico O primeiro relato de resistência de microorganismos foi descrito por Paul Erlich, entre 1902 e 1909, ele mostrou que algumas espécies de tripanossomas, não respondiam mais ao tratamento com azocorantes. Em 1938, em quase todas as variedades de Neisseria gonorrhoeae eram sensíveis às sulfonamidas, dez anos mais tarde, apenas 20% dessas variedade...

    3059  Palavras | 13  Páginas

  • Relatorio sobre células

    VISÃO DA CÉLULA VEGETAL, ANIMAL E BACTERIANA PIRIPIRI 2013 ALESSANDRA JAIRA ANA FLÁVIA ANNA VANESSA WALESKA MACHADO VISÃO DA CÉLULA VEGETAL, ANIMAL E BACTERIANA Relatório apresentado como requisito para aprovação na disciplina de Biologia, na Christus Faculdade do Piauí – CHRISFAPI, no curso de Bacharelado em Fisioterapia, sob a orientação do (a) Professor (a) Gerardo. PIRIPIRI 2013 RESUMO Esse relatório mostra assuntos relativos a células, tanto célula animal como vegetal...

    1904  Palavras | 8  Páginas

  • Citologia bacteriana

    NOÇÕES DE SISTEMÁTICA E TAXONOMIA BACTERIANA MORFOLOGIA E CITOLOGIA BACTERIANA 1. SISTEMÁTICA BACTERIANA - TAXONOMIA Os microrganismos, situados por HAECKEL (1886), em um terceiro reino – PROTISTA, podem ser enquadrados segundo BIER (1984), entre os seres vivos na seguinte classificação: 1.1. Organismos multicelulares com diferenciação tissular 1.1.1. Reino Vegetal – Clorofilados 1.1.2. Reino Animal – Aclorofilados 2.2. Organismos unicelulares ou multiceculares...

    2232  Palavras | 9  Páginas

  • Genética Bacteriana

    UNIVERSIDADE POTIGUAR ESCOLA DA SAÚDE CURSO DE MEDICINA MARILIA PAREJA CREDIDIO MARIZ PAIVA GENÉTICA BACTERIANA: aspectos gerais NATAL 2014 MARILIA PAREJA CREDIDIO MARIZ PAIVA GENÉTICA BACTERIANA: aspectos gerais Atividade avaliativa da disciplina ...

    2470  Palavras | 10  Páginas

  • Estrutura Bacteriana

    ESTRUTURA BACTERIANA ESTRUTURA BACTERIANA SÃO PAULO 2013 RA Curso de Nutrição ESTRUTURA BACTERIANA Trabalho Bimestral SÃO PAULO 2013 Introdução As bactérias podem ser encontradas em todos os ecossistemas da Terra e em grande quantidade. Esses Organismos Microscópios são geralmente menores do que 8 micrômetros (1µm = 0,001 mm) e possuem uma extraordinária variedade de formas e organizações.   A célula bacteriana...

    4202  Palavras | 17  Páginas

  • Morfologia Bacteriana

    MICROBIOLOGIA Morfologia e Estrutura Bacteriana Árvore da vida Bacterias - Procariontes unicelulares - Surgiram há ~ 4 bilhões de anos - Forma simples ao microscópio óptico: tamanho, forma e arranjo - Tamanho: 0,2 a 2mm de diâmetro - 1012 células = 1g Morfologia Bacteriana • Tamanho –Varia de acordo com a espécie –Observadas com aumento 1.000 vezes 0,2 a 2 µm 10.000 bactérias= 1 cm • Principais Formas –Esféricas –Cilíndricas –Espirais E ainda: Vibriões...

    935  Palavras | 4  Páginas

  • Genética microbiana ( bacteriana)

    SUMÁRIO Pg 1.INTRODUÇÃO 04 2. GENÉTICA BACTERIANA 05 2.1 O GENOMA BACTERIANO 05 2.1.1 O CROMOSSOMO 05 2.1.2 PLASMÍDEOS 05 2.2 BACTERIÓFAGO 05 2.3 TRANSFERÊNCIA DE GENES 07 2.4 TRANSFORMAÇÃO BACTERIANA 08 2.5 VARIAÇÃO GENÉTICA 09 2.5.1 MUTAÇÕES 09 2.5.2 ELEMENTOS GENÉTICOS MÓVEIS 09 2.5.3 MECANISMOS DE RESISTÊNCIA ADQUIRIDA A ANTIBIÓTICOS 10 2.6 REGULAÇÃO GÊNICA 10 2.6.1 CONTROLE NEGATIVO (REPRESSÃO 11 2.6.2 CONTROLE...

    2744  Palavras | 11  Páginas

  • Resistência bacteriana

    CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - CCS CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICÍNA VETERINÁRIA RESISTÊNCIA BACTERIANA, MECANISMOS PARA DRIBLAR O SISTEMA IMUNE PAMELA RODRIGUES GOMES PINTO TERESÓPOLIS MAIO 2014 CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ORGÃOS – UNIFESO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - CCS CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICÍNA VETERINÁRIA RESISTÊNCIA BACTERIANA, MECANISMOS PARA DRIBLAR O SISTEMA IMUNE PAMELA RODRIGUES GOMES PINTO Trabalho como...

    3888  Palavras | 16  Páginas

  • Morfologia bacteriana

    Furlaneto Maia Texto adaptado - UNICAMP 1) MORFOLOGIA BACTERIANA As células bacterianas são caracterizadas morfologicamente pelo seu tamanho, forma e arranjo. 1.1) Tamanho - variam de 0,3 por 0,8 micrometros até 10 por 25 micrometros . - as espécies de maior interesse médico medem entre 0,5 a 1,0 micrometros por 2 a 5 micrometros. 1.2) Forma e arranjo 1.2.1) Formas de cocos (esféricas): grupo mais homogêneo em relação a tamanho sendo células menores. Os cocos tomam denominações diferentes de acordo...

    2029  Palavras | 9  Páginas

  • Células procarióticas

    CÉLULAS PROCARIÓTICAS Os organismos formados por células procarióticas designam-se por procariontes, agrupam-se no Reino Monera e são conhecidos pela designação geral de bactérias (do gr. : bakterion, pequeno bastonete). Foram estes organismos que protagonizaram as primeiras etapas da evolução dos seres vivos. Os registos fósseis mais recuados datam de 3,46 milhões de anos. Nessa época, a vida microbiana já era representada por cianobactérias filamentosas, e a diversidade deduzida a partir dos registos...

    1838  Palavras | 8  Páginas

  • Resumo Morfologia e Estrutura Bacterianas

    MORFOLOGIA E ESTRUTURAS BACTERIANAS MORFOLOGIA: As células bacterianas são caracterizadas morfologicamente pelo seu tamanho, forma e arranjo. As menores bactérias (Chlamydia e Rickettsia) apresentam entre 0,1 a 0,2µm de diâmetro, enquanto as bactérias maiores podem ter vários micrômetros de comprimento. A maioria das espécies, entretanto, tem aproximadamente 1µm de diâmetro, sendo visíveis por meio de microscópico óptico que tem resolução de 0,2µm. Comparativamente, células de animais e de plantas...

    1779  Palavras | 8  Páginas

  • Resistencia Bacteriana em ambiente Hospitalar

    Universidade Paulista ATIVIDADE PRÁTICA SUPERVISIONADA IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA RESISTÊNCIA BACTERIANA NO AMBIENTE HOSPITALAR São Paulo, Junho de 2014 2 APS – Importância do Estudo da Resistência Bacteriana no Ambiente Hospitalar Ambiente jjjj Universidade Paulista ATIVIDADE PRÁTICA SUPERVISIONADA IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA RESISTÊNCIA BACTERIANA NO AMBIENTE HOSPITALAR Trabalho realizado por: Beatriz Karla Farmácia – Campus Norte São Paulo, Junho de 2014 Universidade...

    2365  Palavras | 10  Páginas

  • Células procariontes

    Células Procariontes As células procariontes ou procarióticas, também chamadas de protocélulas, são muito diferentes das eucariontes. A sua principal característica é a ausência de carioteca individualizando o núcleo celular, pela ausência de alguns organelas e pelo pequeno tamanho que se acredita que se deve ao fato de não possuírem compartimentos membranosos originados por evaginação ou invaginação. Também possuem DNA na forma de um anel não-associado a proteínas (como acontece nas células eucarióticas...

    3016  Palavras | 13  Páginas

  • A DISSEMINAÇÃO DO USO DE ANTIBIÓTICOS COMO CAUSA DA RESISTÊNCIA BACTERIANA.

    a disseminação do uso de antibióticos como causa da resistÊncia bacteriana. KENES, Ana Paula Ribeiroanapaulakenes@gmail.com Centro de Pós-Graduação Oswaldo Cruz Resumo: O desenvolvimento de fármacos eficientes, como os antibióticos, vem revolucionando o tratamento médico de infecções bacterianas, com isso, percebe-se uma visível redução da mortalidade causada por bactérias oportunistas. Hoje a disseminação do uso de antibióticos, fez com que as bactérias também desenvolvessem defesas relativas...

    2708  Palavras | 11  Páginas

  • CÉLULA PROCARIONTE

    _____________________________________________ _____________________________________________ _ _____________________________________________ CÉLULAS PROCARIÓTICAS     Os organismos formados por células procarióticas designam-se por procariontes, agrupam-se no Reino Monera e são conhecidos pela designação geral de bactérias (do gr. bakterion, pequeno bastonete). Foram estes organismos que protagonizaram as primeiras etapas...

    1965  Palavras | 8  Páginas

  • Mecanismos de resistência bacteriana

    Mecanismos de Resistência Bacteriana Alexander Fleming descobre a penicilina e suas propriedades antibióticas em 1928. As bactérias surgiram na terra há cerca de 3,5 bilhões de anos e a resistência bacteriana é um fato natural. Porém, a utilização correta dos antimicrobianos, pode causar um menor índice de resistência bacteriana Por ex: Os Enterococcus são naturalmente resistentes a qualquer cefalosporina. Tipos de Resistência Resistência Natural Resistência Adquirida Natural...

    568  Palavras | 3  Páginas

  • Doenças Virais e Bacterianas

    acelulares, não são constituídos por células, no entanto precisam delas para se reproduzir, eles são parasitas intracelulares obrigatórios, atacando células de diferentes seres vivos sejam bactérias, protozoários, algas, fungos, plantas e animais, incluindo a espécie humana. Quando estão fora de células hospedeiras, os vírus não se multiplicam nem apresentam qualquer tipo incluí-los entre os seres vivos. Infecção viral como é chamado à invasão de uma célula por vírus, causa profundas alterações...

    826  Palavras | 4  Páginas

  • Morfologia bacteriana

    MORFOLOGIA BACTERIANA As células bacterianas são caracterizadas morfologicamente pelo seu tamanho, forma e arranjo. Tamanho Variam de 0,3 por 0,8 micrometros até 10 por 25 micrometros. As espécies de maior interesse médico medem entre 0,5 a 1,0 micrometros por 2 a 5 micrometros. Forma e arranjo Formas de cocos (esféricas): grupo mais homogêneo em relação a tamanho sendo células menores. Os cocos tomam denominações diferentes de acordo com o seu arranjo: Diplococos: cocos agrupados...

    884  Palavras | 4  Páginas

  • Morfologia e Citologia Bacteriana

    Morfologia e Citologia Bacteriana As bactérias são caracterizadas morfologicamente pelo seu tamanho, forma e arranjo. Tamanho: Variam de 0,3 por 0,8 μm até 10 por 25 μm. As espécies de maior interesse médico medem entre 0,5 a 1,0 μm por 2 a 5 μm. Formas: Esférica: Cocos – Grupo homogêneo em relação ao tamanho, sendo células menores (0,8 a 1,0 μm). Cilíndrica: Bacilos – Forma de bastão, podendo ser longos ou delgados, pequenos ou grossos, extremidade reta, ou arredondada. Espiralada: Espirilos...

    595  Palavras | 3  Páginas

  • Atuação dos vírus e das bactérias nas células animais e vegetais

     Rio de Janeiro, Março Atuação dos vírus e das bactérias nas células animais e vegetais Aluna: Andressa S. Torres dos Santos Sumário Introdução ................................................................................. 4 Desenvolvimento ...................................................................... 5 Unidade I - Bactérias ............................................................... 5 Estrutura .......................................

    2511  Palavras | 11  Páginas

  • Genetica Bacteriana

    Genética Bacteriana Introdução Em colônias ocorrem o fenômeno do monomorfismo (mesmas bactérias têm sempre as mesmas características, já que a reprodução é por divisão binária), mas também existem algumas bactérias que apresentam características diferentes.Isso pode acontecer através de 2 mecanismos: a variação fenotípica e a variação genotípica. Variação fenotípica Conceito de fenótipo: tudo aquilo que se manifesta no ser vivo. Em casos de variações genotípicas, não ocorre alteração genética...

    2209  Palavras | 9  Páginas

  • genetica bacteriana

    crescimento bacteriano. 2 06/09/2013 3 06/09/2013 4 06/09/2013 5 06/09/2013 Divisão bacteriana Parede celular Mesossomo Duplicação do DNA Membrana plasmática Molécula de DNA Separação das células Transformação Transdução Conjugação 6 06/09/2013 Transformação Processo no qual o DNA livre no meio é tomado pela célula bacteriana, resultando em alterações genotípicas. A Transformação tem sido observada tanto em bactérias Gram-positivas quanto...

    816  Palavras | 4  Páginas

  • fisiologia bacteriana

    Fisiologia Bacteriana Nutrição de Microrganismos O Nutrientes O Condições ambientais O Essas necessidades específicas são dependentes de informações genéticas para cada espécie bacteriana. Microbiologia - Nutrição de Microrganismos O A estruturas bacteriana revela que sua arquitetura é formada por diferentes (proteínas, ácidos nucléicos, lipídeos). O macromoléculas polissacarídeos, Os precursores das macromoléculas podem ser retirados do meio ambiente ou ser sintetizados ...

    754  Palavras | 4  Páginas

  • Genética Bacteriana

    GENÉTICA BACTERIANA Genética bacteriana é o processo de evolução biológica de todo o organismo vivo é produto de alteração em seu material genético. As bactérias possuem material genético, o qual é transmitido aos descendentes no momento da divisão celular. Esse material genético não esta contido dentro de um núcleo, portanto o genoma destes microrganismos está disperso do citoplasma. O material Genético é DNA e RNA (vírus). 1. Constituintes do Genoma Bacteriano O Nucleóide ou Cromossomo Bacteriano:...

    1431  Palavras | 6  Páginas

  • Morfologia e Fisiologia Bacteriana

    Morfologia e Fisiologia Bacteriana Introdução O estudo da morfologia e fisiologia bacteriana é importante por auxiliar a identificação e o tratamento a ser dado a esses microorganismos, seja para serem eliminados (bactérias patogênicas) ou, seja para serem preservados (bactérias indígenas). 1. Morfologia bacteriana 1.1. Tamanho, forma e arranjo. As bactérias têm, em geral, um tamanho médio em torno de um mícron, algumas delas podem ser um pouco maiores e outras um pouco menores. Podem assumir...

    1153  Palavras | 5  Páginas

  • Anatomia funcional de células procarióticas bactérias, características morfológicas de micro-organismos procariontes.

    Aula: Anatomia funcional de células procarióticas bactérias, características morfológicas de micro-organismos procariontes. Introdução Os milhares de espécies de bactérias são diferenciadas por muitos fatores: morfologia, composição química, necessidades nutricionais, atividades bioquímicas e a fonte de energia. Valores Elevados da Relação Área Volume Facilitam o Crescimento Quanto menor o tamanho, maior a relação entre a área e o volume. Isto implica em uma maior área de membrana disponível...

    1576  Palavras | 7  Páginas

  • celula procariota

     Fundamentação Teórica Célula Procariótica As células procariontes são assim designadas em razão da carência de membrana nuclear. As procarióticas não possuem organelas membranosas (retículo endoplasmático liso e rugoso, complexo de golgi, mitocôndrias, plastos, lisossomos e vacúolos) e muito menos um núcleo delimitado pela cariomembrana (carioteca) envolvendo os cromossomos. Acredita-se que essas células, com estrutura e funcionamento bem simplificado, tenham sido os primeiros organismos...

    1318  Palavras | 6  Páginas

  • Conjugação Bacteriana

    CONJUGAÇÃO BACTERIANA INTRODUÇÃO  A conjugação é um processo onde há transferência de material genético de uma bactéria para outra através de uma conexão formada entre elas por uma ponte citoplasmática. A bactéria considerada doadora passa parte de seu plasmídio para a bactéria receptora. É importante ressaltar que a conjugação é um processo onde o DNA só é transferido da doadora para a receptora, sem troca recíproca de material genético. Após a separação das bactérias, ocorre um crossing...

    1548  Palavras | 7  Páginas

  • Conjugação bacteriana

    Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Biológicas – ICB RELÁTORIO DE GENÉTICA I PRÁTICA: 4 CONJUGAÇÃO BACTERIANA Bruna Lopes Bueno ...

    1535  Palavras | 7  Páginas

  • Mecanismo de patogenicidade bacteriana

    algumas bactérias produzem material de glicocálice que forma cápsulas em torno de suas paredes celulares; esta propriedade aumenta a virulência da espécie, pois resiste às defesas do hospedeiro impedindo a fagocitose, o processo pelo qual certas células do corpo englobam e destroem os micróbios. Uma bactéria que deve sua virulência à presença de uma cápsula polissacarídica é o Streptococcus pneumoniae, o agente casual da pneumonia pneumocócica. Enzimas: a virulência de algumas bactérias pode ser...

    1048  Palavras | 5  Páginas

  • Anatomia e morfologia da célula bacteriana

    FITOPATOLOGIA DEPARTAMENTO DE FITOPATOLOGIA LABORATÓRIO DE BACTERIOLOGIA DE PLANTAS LABORATÓRIO DE BACTERIOLOGIA DE PLANTAS Reginaldo da Silva Romeiro Professor Titular da UFV ! Bactérias são microrganismos muito pequenos (1 a 2µ) ESPÉCIE BACTERIANA LARGURA (µ) COMPRIMENTO (µ) µ µ Francisella tularensis 0,20 0,3 - 0,7 Escherichia coli 0,4 - 0,7 1,0 - 3,0 Pseudomonas syringae 0,7 - 1,2 1,5 Xanthomonas campestris 0,4 - 0,7 0,7 - 1,8 ! Atualidade do conhecimento a) Passado ⇒ Razões técnicas...

    1051  Palavras | 5  Páginas

  • 3 Fisiologia Bacteriana

    minutos, partindo-se de uma única célula quantas células bacterianas serão obtidas após 1 hora de cultivo? 1 hora R: Em 1 hora de cultivo (60 minutos) teremos 3 gerações (n=3) Então: X= xo.2n X= 1.23 X= 8 - E após 2 horas de cultivo? 2 horas R: Em 2 horas de cultivo (120 minutos) teremos 6 gerações (n=6) Então: X= xo.2n X= 1.26 X= 64 Exercícios: - Sabendo-se de o tempo de geração de E. coli é de 20 minutos, partindo-se de uma única célula quantas células bacterianas serão obtidas após 1 hora de...

    1338  Palavras | 6  Páginas

  • A célula do sangue

    Pesquisa: A célula do sangue O sangue é composto de duas partes: plasma e elementos celulares. O plasma constitui cerca de 55% do volume do sangue e é composto de água (90%), na qual estão imersos sais minerais, proteínas, gorduras, fatores de coagulação, hormônios e outras substâncias. O plasma contém também o fibrinogênio, uma proteína importante no processo de coagulação do sangue. A outra parte é formada de elementos celulares, que são os glóbulos vermelhos, os glóbulos brancos e as plaquetas...

    809  Palavras | 4  Páginas

  • 1. Interações Medicamentosas – Antibióticos inibidores da síntese da parede celular bacteriana

    FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 1. Interações Medicamentosas – Antibióticos inibidores da síntese da parede celular bacteriana Interação medicamentosa (IM) é o evento clínico em que o efeito de um medicamento é alterado pela presença de outro fármaco, de alimento, de bebida ou de algum agente químico. (BRASIL, ANVISA, 2010) Quando dois medicamentos são administrados concomitantemente a um paciente, eles podem agir de forma independente ou interagir entre si, com aumento ou diminuição de efeito terapêutico...

    4653  Palavras | 19  Páginas

  • Doenças Bacterianas

    1. INTRODUÇÃO 1.1 CÉLULA É definida como uma unidade viva fundamental de qualquer organismo, porque como tal ela exibe as características básicas da vida: respira, alimenta-se, cresce, reproduz-se e morre. Figura 1 – Constituição da Célula 1.2 BACTÉRIAS São organismos unicelulares que podem possuir parede celular rígida, espécies, locomoção e o material genético das bactérias. Figura 2 – Bactérias 1.2.1 Classificação Elas podem ser classificadas quanto à forma, ao metabolismo...

    11532  Palavras | 47  Páginas

  • Fisiologia bacteriana

    PITÁGORAS-CAMPUS DIVINÓPOLIS FISIOLOGIA BACTERIANA Janaína Cunha Marciano Cândido Rachel Teixeira Rafael Vieira William Bueno Veigna Maria Curso Farmácia 5° Período Professora Fátima Elaine Introdução Neste trabalho apresentaremos sobre fisiologia das bactérias: ambiente em que vivem, nutrição, reprodução, curva de crescimento, etc. As bactérias são os mais simples organismos encontrados na maioria dos ambientes naturais. Elas são células esféricas ou em forma de bastonetes...

    10119  Palavras | 41  Páginas

  • Contaminação bacteriana na fermentação alcoolica

    TECNOLOGIA DE PIRACICABA – FATEC TECNOLOGIA EM BIOCOMBUSTÍVEIS ESTUDO DE CASO: CONTAMINAÇÃO BACTERIANA NA FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA BRUNA DA SILVA PINTO BENETOM LAURA SILVA CAMILO PIRACICABA NOVEMBRO/2010 CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA “PAULA SOUZA” FACULDADE DE TECNOLOGIA DE PIRACICABA – FATEC TECNOLOGIA EM BIOCOMBUSTÍVEIS ESTUDO DE CASO: CONTAMINAÇÃO BACTERIANA NA FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA BRUNA DA SILVA PINTO BENETOM LAURA SILVA CAMILO Estudo de...

    13526  Palavras | 55  Páginas

  • Interação parasito – hospedeiro – resistência bacteriana

    Interação parasito – hospedeiro – resistência bacteriana Introdução O estudo da imunologia, um amplo campo que abrange pesquisas básicas e aplicações clínicas, trata das reações de defesa do hospedeiro contra substâncias estranhas, conhecidas como antígenos, das moléculas de reconhecimento de antígenos e das fuções de defesa do hospedeiro mediadas por células, particularmente quando relacionadas com a imunidade a doenças, hipersensibilidade(incluindo alergia), auto-imunidade, imunodeficiência...

    9187  Palavras | 37  Páginas

  • Enterocolite bacteriana

    CLONAGEM MOLECULAR E TRANSFORMAÇÃO BACTERIANA I - INTRODUÇÃO Atualmente é muito comum ouvirmos falar de clonagem em meios de comunicação que atingem o grande público. É também bastante comum assistirmos a discussões sobre ética e importância da clonagem entre pessoas que pouco sabem sobre a parte técnica do que estão discutindo e, muitas vezes, também sabem pouco sobre os objetivos dos pesquisadores com os experimentos que são mostrados de forma sensacionalista na mídia. Esta situação acaba...

    1379  Palavras | 6  Páginas

  • Bactérias - Gram positivas e Gram negativas - Parede Celulas

    1-) A parede celular bacteriana é uma estrutura rígida que recobre a membrana citoplasmática e confere forma às bactérias. Ela é constituída por ácido diaminopimérico (DPA), ácido murâmico e ácido teicóico além de aminoácidos, carboidratos e lipídeos. Todos esses compostos estão reunidos para formar substâncias poliméricas complexas que por sua vez estruturam a parede celular. Uma macromolécula complexa denominada peptideoglicana (também chamada de mucopeptídeo ou mureína) forma a estrutura rígida...

    549  Palavras | 3  Páginas

  • Resistencia bacteriana

     CENTRO UNIVERSITÁRIO NILTON LINS RESISTÊNCIA BACTERIANA AOS ANTIBIÓTICOS MANAUS, 2013 KELY JEANINI FEREIRA RESISTÊNCIA BACTERIANA AOS ANTIBIÓTICOS Trabalho elaborado pela acadêmica Kely Jeanini Ferreira visando obtenção parcial de nota e aprimorar conheçimentos na disciplina de microbiologia ministrada pela Profª Valeria Andrade. MANAUS-AM 2013 SUMÁRIO Introdução...

    2287  Palavras | 10  Páginas

  • Células

    Os limites das células As células compõem todos os seres vivos, qualquer ser vivo, são envolvidos estrutura q as delimita. O modo como essa estrutura a separa do meio externo ao mesmo tempo em que permite que ela troque substancias. A membrana plasmática A membrana plasmática, também chamada plasmalema ou membrana celular, é o envoltório flexível e extremamente fino que reveste todas as células. ...

    1383  Palavras | 6  Páginas

  • Observação de células do epitélio bucal

    Observação das Células do Epitélio Bucal Biologia Celular 2012/2013 Carolina Mineiro Ferreira 10ºS3 | Índice Índice………………………………………………………..2 Objetivos……………………………………………………3 Introdução…………………………………………………..3 Procedimento Experimental Material……………………………………………….3 Método………………………………………………..4 Resultados…………………………………………...4 Conclusão…………………………………………………..5 Anexo 1……………………………………………………...5 Anexo 2……………………………………………………..6 Bibliografia…………………………………………………..6 Objetivos ...

    924  Palavras | 4  Páginas

  • Fisiologia bacteriana

    FISIOLOGIA BACTERIANA O crescimento e divisão celulares necessitam de um ambiente propício com todos os constituintes químicos e físicos necessários para o seu metabolismo. Essas necessidades específicas são dependentes de informações genéticas para cada espécie bacteriana. Algumas espécies com vasta flexibilidade nutricional são capazes de sintetizar muitos de seus metabólitos a partir de precursores simples, enquanto, outras espécies são mais exigentes e necessitam de nutrientes complexos para...

    2387  Palavras | 10  Páginas

  • Doenças Bacterianas

    17/04/2013 BOTULISMO  É causado pela ingestão da toxina botulínica produzida por Clostridium botulinum presente em alimentos industrializados mal processados(enlatados, conservas e embutidos como salsicha) DOENÇAS BACTERIANAS   Os sintomas são paralisia muscular, a toxina bloqueia a transmissão de impulsos nervosos. O Botox é a toxina utilizada para fins cosméticos LEPRA (HANSENÍASE)  O agente etiológico é a Mycobacterium leprae que se aloja nos nervos sensitivos...

    1384  Palavras | 6  Páginas

  • CELULAS E VIRUS

    organismo. Observaremos patologias virais (AIDS e Mononucleose Infecciosa) e bacterianas (Endocardite) associadas a esse sistema. 2 - Sistema Circulatório 2.1 - Conceito A função básica do sistema circulatório é a de levar material nutritivo e oxigênio às células. Assim o sangue circulante transporta material nutritivo que foi absorvido através da digestão dos alimentos às células de todas as partes do nosso organismo. Da mesma forma, o oxigênio que incorporado...

    3328  Palavras | 14  Páginas

  • Estudo comparativo de técnicas de coloração especial em tecido utilizadas no auxílio do diagnóstico de infecções bacterianas

    Estudo Comparativo de Técnicas de Coloração Especial em Tecido Utilizadas no Auxílio do Diagnóstico de Infecções Bacterianas David Souza de Melo - 4307418 Duque de Caxias 2009.1 Estudo Comparativo de Técnicas de Coloração Especial em Tecido Utilizadas no Auxílio do Diagnóstico de Infecções Bacterianas David Souza de Melo Monografia apresentada à disciplina Estágio Supervisionado...

    4770  Palavras | 20  Páginas

  • Meningite bacteriana

    Meningite Bacteriana: O que é Meningite bacteriana? A meningite bacteriana é uma infecção que resulta em inchaço e irritação (inflamação) das membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal. Causas: A meningite é causada pela bactéria Neisseria. A maioria dos casos de meningite ocorre em crianças e adolescentes. A infecção ocorre com mais frequência no inverno ou na primavera. Ela pode causar epidemias locais em internatos, dormitórios estudantis ou bases militares. A meningite bacteriana pode...

    704  Palavras | 3  Páginas

  • Vaginose Bacteriana

    Introdução Esse trabalho tem como objetivo alertar sobre os perigos Vaginose Bacteriana como ela pode afetar a saúde da mulher seu agente biológico o tratamento e diagnostico e prevenção e também a atuação do enfermeiro nesse processo patológico Vaginose Bacteriana - Gardnerella vaginalis A Vaginose Bacteriana é uma bactéria que faz parte da flora vaginal normal de 20 a 80% das mulheres sexualmente ativas. Quando, por um...

    973  Palavras | 4  Páginas

  • Genética bacteriana

    Genética Bacteriana Genoma Bacteriano  Organização dos Genomas  Organização Gênica  Função do material genético  Variabilidade genética Organização dos Genomas • Nucleóide  DNA + proteínas • • • • • • Constituído por única molécula de DNA fita dupla Geralmente circular Não delimitado por membrana nuclear Seus genes contém todas as informações Genes housekeeping  manutenção (essenciais) Haplóide • Plasmídeos: genes que promovem vantagem seletiva Número de...

    1060  Palavras | 5  Páginas

  • disenteria bacteriana

    Disenteria bacteriana Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Disenteria bacteriana Shigella é uma bactéria gram negativa. HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Disenteria_bacteriana" \l "cite_note-1" 1 Classificação e recursos externos CID-10A03CID-9004DiseasesDB12005MedlinePlus000295eMedicinemed/2112MeSHD004405Aviso médicoShigelose, Síndrome de Marlow (forma mais grave) ou disenteria bacilar refere-se às infecções alimentares, cujo sintoma mais característico é diarreia sanguinolenta...

    865  Palavras | 4  Páginas

  • Caracteristicas gerais da celulas

    Características gerais das células 1.3 Há células procariontes e células eucariontes No início do capitulo, dissemos que a vida se manifesta em milhões de espécies diferentes que tem comportamentos, formas e funções próprias. As espécies organizam-se em grupos de organismos cada vez mais variados – gêneros, famílias, ordens – até chegar ao nível dos reinos clássicos: vegetal e animal. Uma das classificações mais usadas propõe a divisão em cinco reinos: monera, protista, fungos, vegetal e animal...

    2080  Palavras | 9  Páginas

tracking img