• O individuo como ser social e suas relações com o direito
    mitologia grega, irmã de Ismênia, Polinice e Etéocles, os filhos incestuosos de Édipo e Jocasta. Foi um exemplo tão belo de amor fraternal quanto Alcestes foi do amor conjugal. Foi a única filha que não abandonou Édipo quando este foi expulso de seu reino, Tebas, pelos seus dois filhos. Seu irmão, Polinice...
    1330 Palavras 6 Páginas
  • Direito
    diversos outros fatores, diversas outras formas, entre elas, uma das mais antigas, além da Religião, é o Teatro Grego, no qual se destaca como ícone a peça de Sófocles, Antígona, que traz em seu corpo e em sua essência as sementes da moral como reguladora da paz social, as sementes do Naturalismo Jurídico...
    4338 Palavras 18 Páginas
  • Peças de william shakespeare
    Peças de William Shakespeare A Comédia dos Erros http://www.blogdosperrusi.com/2010/11/23/a-comedia-dos-erros-shakespeare/ Para aqueles que gostam de ler peças de teatro, ou para os que tem curiosidade pelo assunto, vai a dica da “Comedia dos Erros”, de Shakespeare. Uma leitura muito engraçada. Quem...
    11265 Palavras 46 Páginas
  • Voltarie
    de glória e de amigos, que redigiu Candide, Histoire de la Russie sous Pierre le Grand, Histoire du Parlement de Paris, etc., sem contar numerosas peças teatrais. Em 1778, em sua viagem a Paris, foi entusiasticamente recebido. Morreu no dia 30 de março desse mesmo ano, aos 84 anos de idade. Fonte:...
    8433 Palavras 34 Páginas
  • resenha critica
    à tragédia Antígona, de Sófocles, é a de que a peça, por meio de seu desfecho, expressaria uma vitória do Direito Natural sobre o Direito Positivo. Este ensaio procura construir uma leitura capaz de pensar em outros termos a grande polêmica que a peça coloca em movimento no que diz respeito às relações...
    20488 Palavras 82 Páginas
  • gêneros literarios
    jornalismo e a literatura. Exemplo:Crônicas de Machado de Assis. Ensaio: Produção literária resumida, inserida entre o gênero lírico e a didática. Nele o autor apresenta seus conceitos, críticas e ponderações morais e filosóficas sobre um determinado tópico. Ele é mais informal e elástico que o tratado...
    3026 Palavras 13 Páginas
  • voltaire
    François queria um futuro prático para o filho. Achava que a literatura não rendia dinheiro nem prestígio. Com o intuito de tornar o filho advogado do rei, coloca-o num colégio jesuíta. Os jesuítas eram padres com formação militar, que usavam para difundir o evangelho no mundo todo. Eram membros da Companhia...
    3012 Palavras 13 Páginas
  • voltaire
    protestantes) que fizeram da França o centro deste movimento cultural, apesar de ainda se viver neste país numa sociedade dogmática e de ordens governada por um rei absolutista. A partir de França o iluminismo vai ser irradiado para todo o mundo. Este movimento cultural foi fruto do empurrão da revolução científica...
    901 Palavras 4 Páginas
  • A Critica Kant
    tornou amante de Susanne de Livry, a quem dedicou versos e poemas cômicos. Em 1715 escreveu a peça "Édipo" e o poema "Henríada", um épico sobre Henrique 4o. Graças à sua imprudência e às suas anedotas que falavam sobre conspirações, acabou preso na Bastilha, onde adotou o nome de Voltaire. Depois de quase...
    1002 Palavras 5 Páginas
  • A teoria de freud e a teoria de piaget
    Segundo Iris Barbosa Goulart: “a psicologia da educação compreende, pois, a utilização de conclusões obtidas em diversas áreas da ciência psicológica sobre assuntos que interessam especialmente a educação e a investigação de problemas relacionados às pessoas sob ação educativa”. A finalidade principal...
    3853 Palavras 16 Páginas
  • O mito na obra de Nelson Rodrigues: Uma reflexão em Senhora dos Afogados e Álbum de Família.
    trabalho apresentado tem como finalidade desenvolver uma leitura sobre a tragédia moderna inseridas nas peças Álbum de Família e Senhora dos Afogados, do dramaturgo brasileiro Nelson Rodrigues, traçando um paralelo com os mitos gregos Édipo Rei e Electra, de Sófocles. Este trabalho salienta discussões como...
    23458 Palavras 94 Páginas
  • Freud o criador da psicanálise
    homem que não se deixava levar pelas ilusões: em setembro de 1932, ao responder à carta que Einstein lhe escrevera em 30 de julho, indagando-lhe sobre a forma de livrar a humanidade da ameaça de guerra, afirmou que a agressividade e a violência são tão irremovíveis quanto a tendência dos homens de...
    16798 Palavras 68 Páginas
  • Teatro
    DADOS DE COPYRIGHT Sobre a obra: A presente obra é disponibilizada pela equipe Le Livros e seus diversos parceiros, com o objetivo de oferecer conteúdo para uso parcial em pesquisas e estudos acadêmicos, bem como o simples teste da qualidade da obra, com o fim exclusivo de compra futura. É expressamente...
    87131 Palavras 349 Páginas
  • Filmografia História da Arte
    como grafiteiro. É assediado por marchands, até cair nas graças do pai da Pop-Art, Andy Warhol. Camille Claudel (Bruno Nuytten): Grande reflexão sobre o poder devastador da arte perante a fragilidade humana. A escultora Camille, irmã do poeta Paul Claudel, possui um relacionamento de 15 anos com o...
    3202 Palavras 13 Páginas
  • O que é mito
    as sociedades espelharem suas contradições, exprimirem seus paradoxos, dúvidas e inquietações. Pode ser visto como uma possibilidade de se refletir sobre a existência, o cosmos, as situações de "estar no mundo" ou as relações sociais. Mas, o mito é também um fenômeno de difícil definição. Por trás dessa...
    18558 Palavras 75 Páginas
  • Paixões obscuras
    dos adultos em dar continência às emoções da criança. No vértice clínico, utilizo a experiência com um paciente, jovem adulto, 27 anos, para refletir sobre a importância das relações parentais no funcionamento e estruturação psíquica. À medida que transcorre a análise, verifico que a dinâmica de seu mundo...
    6856 Palavras 28 Páginas
  • Vida e obra dos filósofos: jean paul sartre, immanuel kant, voltaire
    Profº Maura Abaurre Vida e obra dos filósofos: Jean Paul Sartre, Immanuel Kant, Voltaire Vila Velha 2011 Introdução Neste trabalho, falaremos sobre a vida e obras dos grandes filósofos Jean, Immanuel e Voltaire, Aproveite o Maximo de nosso trabalho. Jean Paul Sartre Foi um filósofo, escritor e crítico francês...
    7309 Palavras 30 Páginas
  • titulo
    novembro de 1694— Paris, 30 de maio de 1778), foi um escritor, ensaísta, deísta e filósofo iluminista francês. b) As principais obras de Voltaire: Édipo, 1718 Mariamne, 1724 La Henriade, 1728 História de Charles XII, 1730 Brutus, 1730 Zaire, 1732 Le temple du goût, 1733 Cartas Filósoficas, 1734 ...
    840 Palavras 4 Páginas
  • As deusas da justiça
    mundo exterior é um símbolo do mundo interior, um símbolo de nossas almas e de nossas mentes. Erich Fromm Ao investigar a natureza humana em seu Ensaio sobre o homem, Ernest Cassirer tece diferenciações entre este ser e os outros seres vivos e declara que o homem não vive apenas uma realidade mais vasta...
    6522 Palavras 27 Páginas
  • Freud - a provocação do ateísmo psicanalítico
    SER PAI? 4 21. Três versões do pai. 4 3. CRITICA FREUDIANA À CRENÇA EM DEUS. 6 31. Ateísmo como Satisfação-de-Desejo Edipiano 9 32. O Complexo de Édipo 9 4. CONCLUSÃO 11 5. BIBLIOGRAFIA 13   1. INTRODUÇÃO Na condição de um “incredulous Jew”, Freud não aceitava que a psicanálise fosse considerada...
    3703 Palavras 15 Páginas