• Incompleto
    outra de Han Van Meegeren, explique: a) Em que sentido as telas de Vermeer e de Meegeren são ambas verdadeiras. O que se sabe, então, é que os quadros pintados por Meegeren não são autênticos porque a assinatura não corresponde à do autor -no caso, à assinatura de Meegeren- e não porque ele tenha...
    757 Palavras 4 Páginas
  • shua
    que sentido as telas de Vermeer e de Meegeren são ambas verdadeiras. Apesar de Meegeren ter imitado o estilo de Vermeer neste quadro, suas obras têm a sua assinatura e não a de Vermmer, então, as duas são consideradas verdadeiras. b) E em que sentido a tela de Meegeren é falsa. Pois é uma...
    519 Palavras 3 Páginas
  • luan
    sentido as telas de Vermeer e de Meegeren são ambas verdadeiras. b) E em que sentido a tela de Meegeren é falsa. 6) A citação de Porchat (no tópico “o ceticismo”) aborda a questão do conhecimento, mas também pode ser analisada do ponto de vista ético e político. Explique essa firmação. 7) O que de...
    504 Palavras 3 Páginas
  • Verdade
    . Pois assim estaremos recusando o ceticismo e o dogmatismo, que são coisas diferentes. 5- Observe as reproduções de uma pintura de Johannes Vermeer (1632-1675) e outra de Han van Meegeren (1889-1947). A propósito dessas obras, explique. a) Em que sentido as telas de Vermeer e de Meegeren são...
    599 Palavras 3 Páginas
  • Os ceticos
    ) e Han van Meegeren (1889-1974). Meegern foi um falsário que imitava o estilo dos pintores holandeses. Apesar de falsas, suas telas eram tão boas que foram adquiridas pelo Museu de Amsterdã. Em seguida, responda às perguntas. a)Em que sentido as pinturas de Vermeer e de Meegeren são reais...
    3505 Palavras 15 Páginas
  • Conhecimento
    realidade. Van Meegeren foi um pintor que falsificou obras de Vermeer, como A moça de turbante. O museu de Washington, mesmo depois de descoberta a fraude, comprou do governo holandês a maioria dos Van Meegeren, tal era a qualidade do seu trabalho: "Os falsos Vermeer eram verdadeiros Van Moegeren...
    3739 Palavras 15 Páginas
  • Epistemologia
    autênticos Vermcer e Pieter de Hooch. Toda uma comissão formada por especialistas altamente competentes concluíra pela autenticidade dessas obras, O escândalo teve um final estranho: o Museu de Washington comprou do governo holandês a quase totalidade dos Van Meegeren. Os falsos Vermeer eram...
    1745 Palavras 7 Páginas
  • Filosofia
    Van Meegeren. Os falss Vermeer eram verdadeiros Van Meegeren.” (huisman e Vergez) R: A verdade pode ser identificada por fatos ou esclarecimentos que tornam algo verdadeiro. Já a realidade é algo verdadeiro por si, algo que inegavelmente existe, por exemplo, a Lua. 5. Faça uma pesquisa para...
    692 Palavras 3 Páginas
  • Johannes Vermeer
    que filtra a claridade. Vermeer descobre um segredo que só a pintura impressionista – três séculos mais tarde – anunciaria triunfante nas telas de Monet e Pissarro: a luz, quando é muito intensa, dilui as formas, tornam vagos os contornos, imprecisos os volumes. Dois exemplos frisantes são A...
    5937 Palavras 24 Páginas
  • Teoria do conhecimento
    compreender e real e agir sobre ele, em um determinado momento as pessoas são levadas a questionar e procurar saber se a verdade é verdadeira 2. Leia a citação de Deleuze e Guattari e relacione com o problema do conhecimento: "O pintor não pinta sobre uma tela virgem...
    960 Palavras 4 Páginas
  • aplicaçoes de edo
    telas suas. Van Meegeren utilizou de suas habilidades e começou a imitar alguns pintores famosos, como Fanz Hals, mas o que ele se especializou mesmo foi em Vermeer. Um dos motivos para Han ter feito tais imitações de Vermeer foi a falta de conhecimento que se tinha sobre a vida de Vermeer. Em...
    7034 Palavras 29 Páginas
  • Aplicações de EDO
    (EDOs). O caso em análise tem como objeto de estudo o quadro pintado por Meegeren em meados da década de 30, “Cristo e os discípulos em Emaús”, que fora atribuído originalmente como uma autêntica obra de Vermeer - um consagrado pintor Holandês do século XVII. Toda essa polêmica perdurou até 1967...
    1793 Palavras 8 Páginas
  • Espistemologia
    de Hooch. Toda uma comissão formada por especialistas altamente competentes concluíra pela autenticidade dessas obras, O escândalo teve um final estranho: o Museu de Washington comprou do governo holandês a quase totalidade dos Van Meegeren. Os falsos Vermeer eram verdadeiros Van Meegeren...
    2662 Palavras 11 Páginas
  • O caso Van Meegeren
    Meegeren decidiu forjar seus próprios Vermeers, além de alguns Frans Halls e outros pintores holandeses do século XVII. Mas seu interesse era mesmo Vermeer. Estudou sua técnica, aprendeu a fazer as tintas, a fabricar os pincéis e a preparar as telas como no tempo de Vermeer. E mais importante...
    784 Palavras 4 Páginas
  • filosofia
    não conhecerem o Histórico das obras. b) a obra de Meegeren é falsa no sentido em que o mesmo era dotado de um incrível dom de falsificação, e com isso falsificou a obra de Vermeer. 7- Marx foi uns dos filósofos que contribuiu com a criação da Sociologia e fez tratados sobre o socialismo e...
    736 Palavras 3 Páginas
  • Filosofando - introdução a filosofia-conhecimento
    Washington comprou do governo holandês a quase totalidadedos Van Meegeren. Os falsos Vermeer eram verdadeirosVan Meegeren."(Huisman e Vergez) 5. Faça uma pesquisa para distinguir os diferentes estados de espírito em relação àverdade:ignorancia; erro; falsidade; opinião; dúvida; probabilidade;certeza...
    345 Palavras 2 Páginas
  • TEORIA DO CONHECIMENTO
    dos Van Meegeren. Os falsos Vermeer eram verdadeiros Van Meegeren Huisman e Vergez R.Os quadros não eram autênticos, não eram do pinto Vermcer e Pieter de Hooch. Os quadros eram de Van Meegeren o falsário. 5.Faça uma pesquisa para distinguir os diferentes estados de espírito em relação a...
    708 Palavras 3 Páginas
  • O conhecimento
    circunstâncias impediram que van Meegeren triunfasse com criações próprias, levando-o a se dedicar a uma tarefa menos nobre, embora tão trabalhosa e tão tecnicamente exigente quanto aquelas: a falsificação. Uma falsificação peculiar, diga-se de passagem: voltada a apenas um artista (Johannes Vermeer...
    1016 Palavras 5 Páginas
  • Aline
    fonte do conhecimento? (Exemplo: racionalismo, empirismo.) A verdade Todo conhecimento coloca o problema da verdade. Pois quando conhecemos, sempre nos perguntamos se o enunciado corresponde ou não à realidade. Van Meegeren foi um pintor que falsificou obras de Vermeer, como A moça de...
    3769 Palavras 16 Páginas
  • Teoria do conhecimento
    formada por especialistas altamente competentes concluíra pela autenticidade dessas obras, O escândalo teve um final estranho: o Museu de Washington comprou do governo holandês a quase totalidade dos Van Meegeren. Os falsos Vermeer eram verdadeiros Van Meegeren." (Huisman e Vergez) Reposta: A verdade...
    460 Palavras 2 Páginas