Drogas Que Atuam No Sistema Cardiovascular artigos e trabalhos de pesquisa

  • Cardiovascular

    ser produzida. Já os anestésicos intravenosos atuam muito mais rapidamente, produzindo inconsciência em cerca de 20 segundos, logo que a droga atinge o cérebro a partir de seu local de injeção. Normalmente o tiopental, etomidato e o propofol são utilizados para indução da anestesia. Outras drogas utilizadas como agentes de indução por via intravenosa incluem certos benzodiazepínicos, como o diazepam e o midazolam, que atuam menos rapidamente que as drogas citadas anteriormente, e possuem propriedades...

    601  Palavras | 3  Páginas

  • Sistema cardiovascular

    SISTEMA CARDIOVASCULAR • Os componentes do sistema cardiovascular são três: Sangue: Composto de uma parte líquida, o plasma, e de elementos figurados. O sangue transfere substâncias para o interstício, de onde passam para as células e vice-versa. Participa do transporte de gases, nutrientes, resíduos, hormônios e componentes do sistema de defesa. Contribui na distribuição de calor. Poríferos, cnidários, platelmintos e nematelmintos são animais avasculares, a maioria dos moluscos têm sistema...

    838  Palavras | 4  Páginas

  • Sistema geriturinario

    SISTEMA GENITURINÁRIO, UROGENITAL OU URINÁRIO O sistema geniturinário é composto por todos os órgãos envolvidos na formação e excreção da urina e reprodução: rins, ureteres, bexiga, uretra, ovários, útero, tubas uterinas, vagina, clitóris (mulheres), testículos, vesículas seminais, próstata, ductos seminais e pênis (homens). MEDICAMENTOS QUE ATUAM NO SISTEMA GENITURINÁRIO Existem 4 grupos de medicamentos que atuam no sistema geniturinário. São eles: os diuréticos, os antissépticos urinários...

    2058  Palavras | 9  Páginas

  • Cardiotoxicidade decorrente do uso abusivo de drogas psicoativas estimulantes: ecstasy, cocaína e crack

    abusivo de drogas psicoativas estimulantes: ecstasy, cocaína e crack1 JARDIM, Rosane Correa2; ROSSINI, Salete3. RESUMO O tema do presente trabalho tem como objeto de estudo a relação entre a maior incidência de doenças cardiovasculares em sujeitos jovens usuários de drogas psicoativas como o ecstasy, a cocaína e principalmente o crack, cujas propriedades simpaticomiméticas em muito se assemelham aos das duas anteriores, embora tenha efeitos muito mais devastadores. Das três drogas, a mais antiga...

    4722  Palavras | 19  Páginas

  • Farmacos que atuam no SNC e SNA

    ENFERMAGEM NOVA ESPERANÇA - FACENE CAMILLA RAQUEL DE MELO FARMACOLOGIA I (FÁRMACOS QUE ATUAM NO SNC E SNA) COMPLEMENTAÇÃO DE DISCIPLINA JOAO PESSOA - PB 2013 FACULDADE DE ENFERMAGEM NOVA ESPERANÇA – FACENE CURSO BACHARELADO EM ENFERMAGEM COMPONENTE CURRICULAR: FARMACOLOGIA I PROFESSOR (A): DAIENE MARTINS FARMACOLOGIA I (FÁRMACOS QUE ATUAM NO SNC E SNA) COMPLEMENTAÇÃO DE DISCIPLINA Complementação de disciplina, referente ao Componente...

    5641  Palavras | 23  Páginas

  • Drogas psicoativas

     Drogas Psicoativas Isadora Suman de Lima Felix nº 27 8ºB Drogas psicoativas Introdução  “Droga” segundo a definição da Organização Mundial da Saúde (OMS) é qualquer substância não produzida pelo organismo que tem a propriedade de atuar sobre um ou mais de seus sistemas, produzindo alterações em seu funcionamento. Uma droga não é por si só boa ou má. Existem substâncias que são usadas com a finalidade de produzir...

    2332  Palavras | 10  Páginas

  • Sistema Cardiovascular E Urin Rio I

     DROGAS QUE ATUAM NOS SISTEMAS CARDIOVASCULARES E URINÁRIO ANTIARRÍTMICOS São drogas que agem nas arritmias cardíacas (taquicardia supraventricular, extrassístole etc.). Os principais medicamentos são: quinidina (Quinidine, Quinicardine); amiodarona (Ancoron, Miodaron); procainamida (Procamide). Assistência de enfermagem 1. Monitorar os sinais vitais frequentemente (antes e após a administração do medicamento) e registrar os parâmetros. 2. Observar e comunicar imediatamente reações adversas...

    820  Palavras | 4  Páginas

  • Drogas

    Conceitos básicos de drogas 1- O que é droga? Droga é toda substancia que quando introduzida no organismo pode modificar uma ou mais de suas funções. Exemplos: álcool, tabaco, medicamentos etc. 2- O que é tóxico? É toda droga capaz de provocar após introduzida no organismo reações graves. Drogas Lícitas: a legislação permite a fabricação, venda e consumo. Álcool, tabaco. Prejuízos causados pelo álcool: no aparelho digestivo gastrite, úlcera, hepatite alcoólica, cirrose, câncer...

    558  Palavras | 3  Páginas

  • EFEITOS NOCIVOS DO SEDENTARISMO, FUMO E O ÁLCOOL AO SISTEMA CARDIOVASCULAR

    Pós-Graduação em Prevenção e Reabilitação Cardiovascular ROBERTO FREIRE EFEITOS NOCIVOS DO SEDENTARISMO, FUMO E O ÁLCOOL AO SISTEMA CARDIOVASCULAR ROBERTO FREIRE Rio de Janeiro 2013 ROBERTO FREIRE EFEITOS NOCIVOS DO SEDENTARISMO, FUMO E O ÁLCOOL AO SISTEMA CARDIOVASCULAR Rio de Janeiro 2013 Trabalho de Conclusão de Curso submetido à AVM Faculdade Integrada como requisito para obtenção do título de especialista em “Prevenção e Reabilitação Cardiovascular” sob a orientação do Professor: Maurício...

    7993  Palavras | 32  Páginas

  • Sistema nervoso autônomo e controle cardiovascular

    SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO E CONTROLE CARDIOVASCULAR Roteiro elaborado pelo monitor Thiago Fraga do Laboratório de Fisiologia Cardiopulmonar do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da UFPE, sob supervisão...

    3318  Palavras | 14  Páginas

  • Atuação do Ecstasy no Sistema Nervoso

    A droga atua no nosso Sistema Nervoso Central (SNC) de uma forma bem simples. O ecstasy, ou MDMA, está ligado a três principais neurotransmissores: serotonina, dopamina e norepinefrina, aumentando a atividade destes. A serotonina é uma molécula envolvida na comunicação entre neurônios, assim como as outras duas, e é responsável pelo regulamento de humor, dor, emoção, apetite, entre outros. O excesso de serotonina liberado pelo ecstasy promove uma elevação temporária do humor, porém, com o passar...

    1941  Palavras | 8  Páginas

  • EFEITOS NOCIVOS DO SEDENTARISMO, FUMO E O ÁLCOOL AO SISTEMA CARDIOVASCULAR

    NOCIVOS DO SEDENTARISMO, FUMO E O ÁLCOOL AO SISTEMA CARDIOVASCULAR Trabalho de Conclusão de Curso submetido à AVM Faculdade Integrada como requisito parcial para obtenção do título de especialista em “Prevenção e Reabilitação Cardiovascular” sob a orientação do Professor: Maurício Silva. RESUMO As doenças cardiovasculares são doenças que afetam o sistema circulatório, ou seja, artérias do coração. Existem vários tipos de doença cardiovascular (enfarte do miocárdio, arritmia, entre outros)...

    4489  Palavras | 18  Páginas

  • Sistema Nervoso e Drogas

    Sistema Nervoso e Drogas Introdução Sabe aquela sensação de fome, sono, dor, frio ou calor, cheiro bom de comida. De onde vem essas sensações? Essas sensações são estímulos enviados para nosso corpo atraves do nosso Sistema Nervoso. Isso mesmo, na nossa relação dia a dia com o mundo o nosso corpo tem milhares de estímulos e correspondemos esses estímulos a todo tempo. No decorrer deste trabalho veremos um pouco sobre este sistema do Corpo Humano, assim como sua composição e sua fisiologia. Veremos...

    1997  Palavras | 8  Páginas

  • Farmacologia - Ação Farmacológica, Receptores e Sitio de Ação das Drogas

    CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO BRASILEIRO CURSO DE ENFERMAGEM MICHELE DOMINGUES MIRANDA AÇÃO FARMACOLÓGIA, RECEPTORES E SÍTIOS DE AÇÃO DAS DROGASFARMACOS ATUANTES DOS SISTEMAS: CARDIOVASCULAR, GASTROINTESTINAL E RESPIRATÓRIO; ANSIOLÍTICOS, SEDATIVOS, ANTICONVULSIONANTES, RELAXANTES MUSCULARES, ANTI HISTAMINICOS, ANTIALÉRGICOS, ANTIBIÓTICOS, ANESTÉSICOS E NEUROPLÉTICOS. São Paulo 2014 SUMÁRIO TOC \o "1-3" \h \z \u 1 INTRODUÇÃO PAGEREF _Toc401502451 \h 82 OBJETIVO PAGEREF _Toc401502452 \h 93...

    9941  Palavras | 40  Páginas

  • Drogas Inalantes

    Geralmente os efeitos dos inalantes, duram por alguns minutos, porém quando o produto é inalado repetidas vezes o seu efeito prolonga-se por muitas horas, e então notam-se sintomas agudos do abuso, semelhantes aos do uso do álcool, por depressão do SNC (Sistema Nervoso Central). Inicialmente o usuário pode sentir um efeito estimulante, mas em inalações subseqüentes pode ocorrer uma desinibição, falta de coordenação, tonturas, desorientação, fraqueza muscular, descontrole levando-o até a perda da consciência...

    2301  Palavras | 10  Páginas

  • SISTEMA CIRCULATÓRIO E CARDIOVASCULAR

    ANATOMIA E FISIOLOGIA - PROFº WAGNER AUXILIAR DE ENFERMAGEM – 1º PERÍODO Índice SISTEMA CARDIOVASCULAR ...............................................................................03 Funções do Sistema Cardiovascular .....................................................04 Coração .........................................................................................................04 VASOS SANGUÍNEOS .......................................................................................

    8490  Palavras | 34  Páginas

  • Fármacos que atuam na neurotransmissão serotoninérgica, dopaminergica, noradrenérgica, gabaérgica e glutaminérgica, e seus respectivos mecanismos de ação

    DO SUDOESTE BAHIA – UESB DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS – DCB DISCIPLINA: FISIOLOGIA HUMANA BACHARELADO EM FARMÁCIA FÁRMACOS QUE ATUAM NA NEUROTRANSMISSÃO SEROTONINÉRGICA, DOPAMINERGICA, NORADRENÉRGICA, GABAÉRGICA E GLUTAMINÉRGICA, E SEUS RESPECTIVOS MECANISMOS DE AÇÃO JEQUIÉ - BA NOVEMBRO – 2012 Fármacos que atuam na neurotransmissão serotoninérgica Cloridrato de sibutramina monoidratado: Mecanismo: Medicamento para o tratamento da obesidade, levando à perda de...

    2026  Palavras | 9  Páginas

  • Drogas

    | |O termo droga tem origem na palavra drogg, proveniente do holandês antigo e cujo significado é folha seca. Esta denominação é | |devido ao fato de, antigamente, quase todos os medicamentos utilizarem vegetais em sua composição. Atualmente, porém, o termo | |droga, segundo a definição da Organização Mundial de Saúde – OMS, abrange qualquer substância não produzida pelo organismo que | |tem a propriedade de atuar sobre um ou mais de seus sistemas produzindo alterações em seu...

    2878  Palavras | 12  Páginas

  • Hormonios que atuam nas glandulas suprarenais

    cavidade abdominal, anterosuperiormente aos rins. Encontram-se ao nível da 12ª vértebra torácica, e são irrigadas pelas artérias suprarrenais. Cada glândula é composta por duas regiões histologicamente distintas, que recebem aferências moduladoras do sistema nervoso. Cortex e Medula. A parte mais externa (córtex) é subdividida em três camadas: glomerulosa, fasciculada e reticulada. A camada superficial é a glomerulosa, e ela libera mineralocorticóides, dos quais o mais importante é a aldosterona. Após...

    968  Palavras | 4  Páginas

  • Drogas

    Drogas Conceito:é qualquer substancia que,não sendo produzida pelo organismo tem a propriedade de atuar sobre um ou mais os seus sistemas,produzindo alterações em seu funcionamento. (OMS, 1993) Uso abusivo Conceito:e o uso de drogas ilegais ou o uso indevido de medicamentos sob prescrição ou de venda livre. Drogas mais usadas por operários da construção civil Álcool: (dependência de álcool)e o abuso de álcool são duas formas diferentes de problemas com bebida alcoólica. O alcoolismo...

    1813  Palavras | 8  Páginas

  • SISTEMA NERVOSO

    além da capacidade de aprendermos com nossas experiências, é tudo devido a existência e ao funcionamento de nosso sistema nervoso. Um complexo sistema de redes celulares intimamente conectadas. Seu funcionamento ainda é pouco conhecido pela ciência, porém muitos de seus mistérios tornaram-se conhecidos nos últimos anos. Veremos aqui, todo o processo em que está envolvido o sistema nervoso Voluntario, Autônomo onde compreende duas partes anatômicas e funcionais, onde ambos são encarregados em coordenar...

    2323  Palavras | 10  Páginas

  • como atuam os anabolizantes no corpo humano

     Como atuam os anabolizantes Os esteróides ou "bomba" como costumam ser chamados nas academias, podem ser administrados via oral, cápsulas de implante sublingual ou via injetáveis intramusculares, os esteróides anabólicos encontram o caminho para as células musculares do indivíduo, onde exercem sua influência ativadora nos gens responsáveis pela síntese da proteína.Entretanto, junto com a administração destes, deve haver ingestão suficiente de vitaminas e minerais através de alimento ou suplementos...

    563  Palavras | 3  Páginas

  • PERFIL LIPÍDICO DE FISICULTURISTAS USUÁRIOS DE ESTERÓIDES ANABOLIZANTES E RISCO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES

    RISCO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES: NUTRIÇÃO ADEQUADA PODE PREVENIR OS RISCOS? RESUMO Este estudo procurou demonstrar os alimentos benéficos ao sistema cardiovascular, para que estes fossem futuramente estudados em fisiculturistas como um método de prevenção às ocorrências de doenças cardiovasculares nos atletas usuários de esteróides anabólicos androgênicos, já que não existem estudos sobre nutrição direcionada para essas pessoas. Palavras chave: doenças cardiovasculares, esteróides androgênicos...

    5397  Palavras | 22  Páginas

  • Trabalho de drogas

    como o sexo e recompensas artificiais, como as drogas. Este é nosso cérebro, cortado ao meio, no meio dele são as partes que fazem do circuito de recompensa cerebral. O VTA é o lugar onde contem dopaminas, com um estimulo as dopaminas são liberada e encharcam o núcleo accumbens e o córtex pré-frontal, com isso temos uma sensação agradável. As drogas fazem que as sejam liberadas mais dopaminas.Por isso repetimos as ações gratificantes e no caso da droga pode nos fazer mal, mas muitas vezes é algo que...

    1203  Palavras | 5  Páginas

  • Trabalho Patologia - Sistema Nervoso

    atividades enzimaticas direta ex: protease lisossomicas, enquanto outras medeiam lesao oxidativa ex: metabolicos do oxigênio. Um mediador pode estimular a liberaçao de outros mediadores pela celula-alvo, que sao chamadas de mediadores secundarios. Estes atuam com mecanismos de amplificaçao ou neutralizaçao da açao dos mediadores iniciais. Os mediadore químicos podem atuar de acordo com o tipo de célula ou tecido alvo: 1. sobre um tipo celular 2. sobre mais de um tipo celular 3. sobre alvos difusos 4. desencadeando...

    5600  Palavras | 23  Páginas

  • Drogas Psicotrópicas

    Revista IMESC nº 3, 2001. pp. 9-35. DROGAS PSICOTRÓPICAS - O QUE SÃO E COMO AGEM Psychotrophics drugs – what they are and how they act Elisaldo Araujo Carlini Médico, professor titular do Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), diretor do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID) e membro do International Narcotics Control Board Solange Aparecida Nappo Farmacêutica, doutora em Ciências pelo Departamento de Psicobiologia-UNIFESP...

    7402  Palavras | 30  Páginas

  • Drogas psicotrópicas

    RESUMO O texto busca explicar de maneira geral o que são e de que maneira atuam as drogas psicotrópicas no Sistema Nervoso Central. Apresenta a classificação das drogas de acordo com Chaloult e também descreve as alterações orgânicas e de comportamento decorrentes do uso, imediato e a longo prazo, de algumas das drogas psicotrópicas mais consumidas no Brasil (álcool, anticolinérgicos, benzodiazepínicos. derivados da coca, maconha, inalantes e tabaco). ABSTRACT The text aims...

    6611  Palavras | 27  Páginas

  • Drogas Vasoativas

    Nome: Lindiane Eloisa de Lima. Nome: Maria Aparecida Alves. Nome: Silvia Cristina de Miranda Afonso. Drogas Vasoativas Introdução São todas as drogas que atuam no sistema vascular periférico, pulmonar ou cardíaco, de forma direta ou indireta. Mesmo em pequenas doses possuem efeito rápido através de receptores do endotélio vascular. O principal objetivo na utilização de drogas vasoativas é otimizar a relação entre a oferta de oxigênio e o seu consumo na corrente sanguínea para que seja...

    1862  Palavras | 8  Páginas

  • canabbis sativa: droga ilicita de ação terapeutica

    Cannabis Sativa: droga ilícita que tem ação terapêutica Resumo Muitos estudos têm chamado atenção para a Cannabis sativa, pelo seu potencial analgésico e pela sua capacidade de aliviar sintomas relacionados com doenças do sistema nervoso central e efeitos terapêuticos periféricos. Porém, a maconha, como é popularmente conhecida, por ser a mais popular das drogas ilegais em todo o mundo, gera preconceito tanto entre leigos como entre profissionais que atuam na área da saúde. O uso de derivados...

    2849  Palavras | 12  Páginas

  • DDS Sobre Drogas

    Assuntos para DDS Diálogo Diário de Segurança Drogas Droga, segundo a definição da Organização Mundial da Saúde (OMS), é qualquer substância não produzida pelo organismo que tem a propriedade de atuar sobre um ou mais de seus sistemas, produzindo alterações em seu funcionamento. Uma droga não é por si só boa ou má. Existem substâncias que são usadas com a finalidade de produzir efeitos benéficos, como o tratamento de doenças, e são consideradas medicamentos. Mas também existem substâncias...

    4695  Palavras | 19  Páginas

  • SISTEMA NERVOSO AUTONOMO

    Sistema Nervoso Autônomo O Sistema Nervoso Autônomo (daqui pra frente = SNA), com todas as suas características funcionais de regulação e balanceamento de funções homeostáticas (manutenção da pressão arterial média, do ciclo respiratório, de resposta do organismo em situações de stress, entre outras), pode ser dividido em três partes funcionalmente e anatomicamente distintas que trabalham conjuntamente. São elas: 1. Sistema Nervoso Simpático: responsável pelas respostas extremas de “fuga e luta”; ...

    6106  Palavras | 25  Páginas

  • SISTEMA CARDIOVASCULAR / CIRCULATÓRIO

    RA: ?????? Nomes????? RA: ?????? Nomes????? RA: ?????? SISTEMA CARDIOVASCULAR / CIRCULATÓRIO Universidade ?????????? Cidade?????? 2014 Nomes????? RA: ?????? Nomes????? ...

    3593  Palavras | 15  Páginas

  • Drogas ilícitas

    Santana Drogas ilícitas Português Lucas Resende Zeferino 2° “F” Anápolis 2010 Introdução As drogas ilícitas são substâncias proibidas de serem produzidas, comercializadas e consumidas. Em alguns países, determinadas drogas são permitidas sendo que seu uso é considerado normal e integrante da cultura. Tais substâncias podem ser estimulantes, depressivas ou perturbadoras do sistema nervoso central, o que perceptivelmente altera em grande escala o organismo. São drogas ilícitas:...

    2483  Palavras | 10  Páginas

  • drogas enfermagem

    Drogas As drogas são cada vez mais um grande problema que aflige a sociedade. Existem no mundo milhões de dependentes em drogas da mais variada espécie, sejam legais ou sejam ilícitas. quando ingeridas esse tipo de  substâncias, elas prejudicam a  saúde, o  bem estar, a  felicidade dos dependentes e também as pessoas que os cercam .O abuso das drogas e o tráfico ilícito  estão entre os problemas mais graves que o mundo de hoje tem de enfrentar. Droga é tudo que é fumado, inalado engolido ou injetado...

    2229  Palavras | 9  Páginas

  • SISTEMA DIGEST RIO E

      SISTEMA DIGESTÓRIO E GLÂNDULAS ANEXAS- Constituição: cavidade oral, trato digestório, glândulas associadas- Função: mastigação, deglutição, digestão, absorção dos alimentos e eliminação deresíduos. -CAVIDADE ORAL: revestida por epitélio pavimentoso estratificado paraceratinizado e não ceratinizado. Conjuntivo denso não modelado e músculoesquelético formam oo tecido de sustentação. Presentes também os corpúsculosgustativos recobertos por mucosa especializada..    .LÍNGUA: constituída por músculo...

    2740  Palavras | 11  Páginas

  • Sistema sensitivo

    Sistema nervoso autônomo (português brasileiro) ou sistema nervoso autónomo (português europeu) (também chamado sistema neurovegetativo ou sistema nervoso visceral) é a parte do sistema nervoso que está relacionada ao controle da vida vegetativa, ou seja, controla funções como a respiração, circulação do sangue, controle de temperatura e digestão. No entanto, ele não se restringe a isso. É também o principal responsável pelo controle automático do corpo frente às modificações do ambiente. Por...

    4232  Palavras | 17  Páginas

  • CONTROLE NEURO HORMONAL DO SISTEMA REPRODUTOR

    ERECHIM JÉSSICA IZOTON MAIARA FERANTI MICHELE STENKE JAÍNE KALINOSKI MATHEUS VALENTINI NATALI FOSSATO CONTROLE NEURO HORMONAL DO SISTEMA REPRODUTOR ERECHIM 2013 JÉSSICA IZOTON MAIARA FERANTI MICHELE STENKE JAÍNE KALINOSKI MATHEUS VALENTINI NATALI FOSSATO CONTROLE NEURO HORMONAL DO SISTEMA REPRODUTOR Trabalho Na Disciplina de Farmacologia D, Curso de Farmácia, Departamento De Ciências Da Saúde Da Universidade Integrada...

    9165  Palavras | 37  Páginas

  • Drogas Volateis

    Drogas Voláteis: Éter, clorofórmio e benzina. CARATINGA 2013 GABRIELA TEIXEIRA RENATA SOUZA CONCEIÇÃO SAMIRA KELLY THAÌS COSTA DO CARMO THAIS CRISTINA THAIS DIAS THAIS FERNANDES MOREIRA Drogas Voláteis: Éter, clorofórmio e benzina. CARATINGA 2013 SUMÁRIO 1.0 INTRODUÇÃO..............................................................................................05 2.0 OBJETIVOS.......................................

    7821  Palavras | 32  Páginas

  • Drogas Licitas

    Drogas Lícitas: Ansiolíticos e Hipnóticos Adalberto Tripicchio MD PhD Este é um capítulo delicado de se tocar devido ao seu elevado uso pela classe médica, principalmente pelos não-psiquiatras. Ansiolítico é aquela substância que causa a lise, ou seja, a destruição da ansiedade=angústia. O grupo químico que domina o mercado internacional chama-se benzodiazepínico. São inúmeras as formulações que foram sendo manipuladas pelos grandes laboratórios farmacêuticos ao longo dos...

    6533  Palavras | 27  Páginas

  • Classes terapêuticas - Sistema cardiovasculares, hematopoéticos e renal

    Introdução Os medicamentos possuem um papel importante no sistema de saúde, eles ajudam a salvar vidas, amenizando sintomas ou tratando diversos tipos de patologias que o indivíduo possa apresentar. A maioria das pessoas faz o uso indiscriminado de medicamentos, prática conhecida como auto medicação. Esta prática irresponsável pode ocasionar inúmeros problemas tais como : Mascaramento de uma doença, dificultando o diagnóstico da mesma intoxicações e interações medicamentosas podendo potencializar...

    3006  Palavras | 13  Páginas

  • Sistema nervoso

    BIOLÓGIA SISTEMA NERVOSO Colégio Candelária Indaiatuba 24/10/2012 Gabriel Claudino Nº 9, Erico Stocco Nº 6, Fernando Garcez Nº 8, Matheus Condini - Nº19, Thiago Bassani - 3 EMC BIOLÓGIA SISTEMA NERVOSO Trabalho sobre Sistema Nervoso, da disciplina de Biológia sobre orientação do prof. Junior Colégio Candelária Indaiatuba 24/10/2012 Sumário 1 Introdução 4 2 Objetivo 5 3 Metodologia 6 4 Levantamento Bibliográfico 7 4.1 Neurônio e Sinapse. 7 4.2 O Sistema Nervoso...

    1628  Palavras | 7  Páginas

  • sistema unico de saúde

    SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SISTEMA DE SAÚDE NO BRASIL A partir da Revolução de 1930, começou a se intensificar o processo de industrialização e; sobretudo, de urbanização. Surgiram muitas fábricas e com elas muitos empregos As industrias trouxeram um rápido crescimento para as cidades em que se instalaram.Nessa mesma época pôde se observar um novo tipo de direito a saúde, voltado par as pessoas que tinham um trabalho formal, principalmente, para as categorias que impulsionavam a economia brasileira...

    2856  Palavras | 12  Páginas

  • Drogas

    [pic] Fernanda Sacks Gustavo Barcelos Júlia Freitas Ciências e IMPC – 7ªB Luis André e Lúcia Lamb Porto Alegre, agosto de 2008 A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO NA PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS COLÉGIO FARROUPILHA Mantido pela ABE de 1858 Fernanda Simões Pires Sacks Gustavo Chaves Barcelos Júlia Pedó Freitas 7ªB Ciências e Introdução...

    3041  Palavras | 13  Páginas

  • Processamento das drogas no organismo

    ADMINISTRAÇÃO DE DROGAS DISTRIBUIÇÃO DOS FÁRMACOS E RECEPTORES TOLERÃNCIA ANTAGONISMO ENTRE FÁRMACOS O processamento de fármacos no organismo é dividido em quatro etapas: Absorção a partir do local de administração – distribuição no corpo – metabolismo ou biotransformação – excreção. Absorção a partir do local de administração e vias de administração. Na maioria dos casos, a droga deve penetrar no plasma antes de alcançar o seu local de ação. A absorção é definida como a passagem de uma droga de seu...

    4882  Palavras | 20  Páginas

  • Principais drogas para o tratamento de Leishmaniose visceral

    PRINCIPAIS DROGAS DE INTERESSE NO TRATAMENTO DA LEISHMANIOSE VISCERAL CURITIBA 2012 ALINE BATISTA MAURÍCIO CAMILLA PINHEIRO CRISTALDI DÉBORA DE SOUSA LEMOS FABRICIO MAX BUENO NETTO NEUSA GONTAR GREGOLIN NICOLE JANSEN RABELLO PRINCIPAIS DROGAS DE INTERESSE NO TRATAMENTO DA LEISHMANIOSE VISCERAL Trabalho apresentado como requisito de nota parcial à disciplina de Seminários Integrados III, do Curso de Enfermagem da Universidade Federal...

    10189  Palavras | 41  Páginas

  • Sistema nervoso

    DROGAS E SISTEMA NERVOSO Autoras: Junia Freguglia Marina Fonseca (www.cicloceap.com.br acesso em 26/03/09) Tópico n.º 8 do CBC de Ciências Habilidades Básicas recomendadas no CBC: • • • Compreender a estrutura do sistema nervoso; Explicar a transmissão de impulsos nervosos; Relacionar o efeito das drogas com a alteração do funcionamento do sistema nervoso; • • Identificar drogas que alteram o sistema nervoso; Avaliar as conseqüências do uso das drogas no convívio social. Organização do texto:...

    6646  Palavras | 27  Páginas

  • Drogas no ambiente de trabalho

    DROGAS NO AMBIENTE DE TRABALHO Belém-PA 2012 DROGAS NO AMBIENTE DE TRABALHO Trabalho apresentado à disciplina de Psicologia, do curso de Técnico de Segurança no Trabalho. Belém-PA 2012 SUMÁRIO 1-INTRODUÇÃO...........................................................................................................................3 2-EXEMPLOS DE DROGAS MAIS UTILIZADAS.........................................................................4 2.1-Álcool.........................

    3723  Palavras | 15  Páginas

  • Drogas

    Maria de Fátima Carneiro dos Santos Renata Tatiane Fonseca DROGAS E O SEU PODER NA SOCIEDADE ITAMARANDIBA-MG 2010 UNIVERSIDADE METROPOLITANA DE SANTOS NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Maria de Fátima Carneiro dos Santos Renata Tatiane Fonseca DROGAS E O SEU PODER NA SOCIEDADE Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Faculdade...

    12208  Palavras | 49  Páginas

  • Drogas Quimica

    acordo com a parte da planta utilizada e o modo como são preparadas), via de introdução e absorção do Delta 9THC. Os efeitos variam muito de indivíduo para indivíduo e dependem da personalidade e mesmo do grau de experiência do indivíduo no uso da droga. Os efeitos são os mais diversos possíveis, a seguir listados, estão alguns efeitos e males causados pelo uso da maconha:  A curto prazo, os efeitos comportamentais típicos são: 1. período inicial de euforia (sensação de bem-estar e felicidade,...

    4514  Palavras | 19  Páginas

  • Drogas

    focou a seguinte pergunta: quem é o sujeito que faz uso de substâncias psicoativas/drogas? Vimos que a noção de sujeito como um ser social e historicamente construído é complexa. Buscamos compreender, também, a importância de redes sociais significativas para o tratamento dos usuários, enfocando, principalmente, a família e a comunidade. Neste Capítulo, apresentamos uma definição para substâncias psicoativas (drogas), focalizando aquelas que são mais utilizadas. Buscamos, ainda, caracterizá-las...

    5351  Palavras | 22  Páginas

  • TENDÊNCIA DO COMPORTAMENTO DE JOVENS UNIVERSITÁRIOS FRENTE AO USO DE DROGAS NO INGRESSO ACADÊMICO

    VIVIAN CRISTINA NUÑEZ SALAS TENDÊNCIA DO COMPORTAMENTO DE JOVENS UNIVERSITÁRIOS FRENTE AO USO DE DROGAS NO INGRESSO ACADÊMICO UBERABA – MG Universidade de Uberaba 2003 1 VIVIAN CRISTINA NUÑEZ SALAS TENDÊNCIA DO COMPORTAMENTO DE JOVENS UNIVERSITÁRIOS FRENTE AO USO DE DROGAS NO INGRESSO ACADÊMICO Monografia Apresentada ao Curso de Psicologia da Universidade de Uberaba Como Requisito para a Obtenção do Título de Psicóloga. Orientadora: Profa. Dra. Neiry Primo Alessi UBERABA...

    11894  Palavras | 48  Páginas

  • Drogas mucoativas e antitussigenas

    NATÁLIA AZIZ ESBER BITTAR PATRÍCIA ALVES MENDONÇA CERES – GO 2010 FACERES Faculdade de Ceres Curso de Graduação em Farmácia 3º Período Disciplina: Farmacologia Professor: Danival Ferreira de Castro Junior DROGAS MUCOATIVAS E ANTITUSSÍGENAS CERES – GO 2010 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO.............................................................................................. 07 2. TOSSE............................................

    8023  Palavras | 33  Páginas

  • Sistema Nico De Sa De

    1. Sistema Único de Saúde DUPLA PUNIÇÃO AOS USUÁRIOS DO SUS Fonte: Correio do Povo A saúde brasileira está na UTI há muito tempo. São incontáveis os casos de pessoas desassistidas, com hospitais e postos de atendimento em condições precárias. Faltam funcionários, recursos, equipamentos, remédios e, principalmente, falta uma gestão que coloque o interesse público acima de tudo. Diante desse quadro, é preocupante a decisão do Ministério da Saúde de suspender os recursos de programas do órgão para...

    10642  Palavras | 43  Páginas

  • Aula Sistema Nervoso2

    Sistema Nervoso Sistema Nervoso 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as condições reinantes dentro do próprio corpo e elaborar respostas que adaptem a essas condições. 2) Organização do sistema nervoso humano Cérebro Sistema Nervoso Central (SNC) Encéfalo Cerebelo Tronco Encefálico Mesencéfalo Ponte Bulbo Medula Sistema Nervoso 3) Sistema nervoso central (SNC)...

    1847  Palavras | 8  Páginas

  • Sistema digestório

    ------------------------------------------------------------------------------------------------- 6.0 Tabagismo x Coração Tabagismo x Coração 1.0- Introdução: O tabagismo é o ato de se consumir cigarros ou outros produtos que contenham tabaco, cuja droga ou princípio ativo é a nicotina. O tabaco diminui as defesas do organismo e com isso o fumante tende a aumentar a incidência de adquirir doenças. A maioria das pessoas sabe que o fumo faz mal, no entanto, poucos sabem dos efeitos do fumo sobre o coração...

    2484  Palavras | 10  Páginas

  • Drogas Pscotrópicas

    ideia do significado da palavra droga. Em linguagem comum, de todo o dia ("Ah, mas que droga" ou "logo agora, droga..." ou ainda, "esta droga não vale nada!") droga tem um significado de coisa ruim, sem qualidade. Já em linguagem médica, droga é quase sinônimo de medicamento. Dá até para pensar porque uma palavra designada para apontar uma coisa boa (medicamento; afinal este serve para curar doenças), na boca do povo tem um significado tão diferente. O termo droga teve origem na palavra droog (holandês...

    17147  Palavras | 69  Páginas

  • Drogas

    E. E. Francisco Antunes Filho Drogas – A praga do século xxi Guarulhos, 24 de outubro de 2013 E. e. francisco antunes filho leticia santos Trabalho academico de biologia ministrado pela professora silvia na e. e. francisco antunes filho Guarulhos, 24 de outubro de 2013 1. O que significa Droga? As drogas têm feito parte da história da humanidade desde os seus primórdios. Durante milhares de anos, algumas...

    10022  Palavras | 41  Páginas

  • Sistema Nervoso

    ESTADUAL NOSSA SENHORA APARECIDA SÉRIE/TURMA: 2º05 SISTEMA NERVOSO 06 de Junho de 2014 MANAUS-AM Introdução Nosso sistema nervoso é dividido em duas partes: sistema nervoso central (composto pelo encéfalo e medula espinal) e sistema nervoso periférico (composto pelo tecido nervoso localizado fora do sistema nervoso central). O sistema nervoso é responsável pela maioria das funções de controle em um organismo...

    1798  Palavras | 8  Páginas

  • Drogas e seus Efeitos

    TIQUATIRA 1º SEMESTRE QUÍMICA – TARDE ALINE PAIVA CAROLINE RODRIGUES OSVALDO NETO RAÍSSA RODRIGUES VINICIUS PINTO DROGAS E SEUS EFEITOS São Paulo 2010 ALINE PAIVA Nº01 CAROLINE RODRIGUES N º13 OSVALDO NETO Nº RAISSA RODRIGUES Nº37 VINICIUS PINTO Nº42 DROGAS E SEUS EFEITOS Seminário apresentado ao curso de Química, da ETEC Tiquatira, do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula...

    9871  Palavras | 40  Páginas

  • Sistema linfático

    IFES CURSO DE ENFERMAGEM - 3° PERÍODO TRABALHO DE IMUNOLOGIA: SISTEMA LINFÁTICO GENILDE CALDA PENHA JOELMA DA SILVA SOUZA NEILDES LOUZEIRO RIBEIRO PEDRO CIRO CARVALHO DOS SANTOS SELMA CRISTINA DA SILVA DE MENEZES SÃO LUÍS 2013 GENILDE CALDA PENHA JOELMA DA SILVA SOUZA NEILDES LOUZEIRO RIBEIRO PEDRO CIRO CARVALHO DOS SANTOS SELMA CRISTINA DA SILVA DE MENEZES TRABALHO DE IMUNOLOGIA: SISTEMA LINFÁTICO Atividades realizadas em oficina e apresentadas ao Instituto Florence...

    3949  Palavras | 16  Páginas

tracking img