Dreno Hemovac Cuidados artigos e trabalhos de pesquisa

  • drenos

    DRENOS DRENOS  É definido como um material colocado no interior de uma ferida ou cavidade, visando permitir a saída de fluídos ou ar que estão ou podem estar ali presentes. OBJETIVOS DOS DRENOS  Permitem a saída de ar e secreções (sangue, soro, linfa, fluido intestinais)  Evita infecções profundas nas incisões,  São introduzidos quando existe ou se espera coleção anormal de secreção. EFEITO DO ACÚMULO DE LÍQUIDOS: O líquido pode :  Meio de cultura  Aumenta...

    947  Palavras | 4  Páginas

  • Drenos e ostomias

    de enfermagem ao paciente Cirúrgico DRENOS, SONDAS e CATETERES A origem da palavra drenar vem do inglês drain – esgoto, escoar. Os objetivos do dreno são: ❖ evitar o acúmulo de líquidos em sítios onde se deseja o fechamento de espaços vazios ❖ promover saída de líquidos ou ar que se acumulam (seromas, hematomas, pus, secreções digestivas) ❖ controle hídrico, como por exemplo o cateter vesical Principais complicações dos drenos • Hemorragia • Inflamação ...

    1872  Palavras | 8  Páginas

  • ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM DRENOS E CATETERES

     CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM MÓDULO 7 Cuidando do adulto II ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM DRENOS E CATETERES Drenos: são tubos ou materiais colocados no interior de uma ferida ou cavidade, visando permitir a saída de fluído ou ar; evitando o acúmulo de líquidos em espaços potenciais e removendo coleções diversas. Freqüentemente, sua utilização destina-se à evacuação de secreções como seromas, hematomas, secreções do trato digestivo, linfa, pus e material necróticode regiões...

    7291  Palavras | 30  Páginas

  • olha

    ESCOLA DE ENFERMAGEM DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA Enfª.: Mariza Freitas CTI UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA O que é o CTI – Centro de Terapia Intensiva? É uma unidade hospitalar para pacientes que necessitam de cuidados intensivos oferecidos por uma equipe especializada composta por profissionais de diferentes áreas. Qual o objetivo de internar um paciente no CTI ? O objetivo do CTI é oferecer tratamento intensivo para que o paciente se recupere o mais rápido possível. São aqueles pacientes...

    3021  Palavras | 13  Páginas

  • enfermagem

    denominada diverticulite. 7- Cite três cuidados de enfermagem para paciente com colostomia? • Usar a bolsa adequada para coleta de fezes ou urina seguindo as orientações do profissional de saúde. • O recorte da bolsa deve ser sempre de acordo com o tamanho e formato da ostomia. • As bolsas devem ser guardadas em locais limpos, secos e protegidas do sol para evitar umidade e ressecamento que comprometam a capacidade adesiva da bolsa. 8- Cite cinco cuidados de enfermagem para paciente para...

    871  Palavras | 4  Páginas

  • Insuficiencia renal cronica

    DRENOS: São tubos ou materiais colocados no interior de uma ferida ou cavidade, visando permitir a saída de fluídos ou ar que estão ou podem estar ali presentes. OBJETIVOS: Permitem a saída de ar e secreções (sangue, soro, linfa, fluido intestinais), evita infecções profundas nas incisões, são introduzidos quando existe ou se espera coleção anormal de secreção. INDICAÇÕES: Evitar acúmulos de líquidos em espaços potenciais e remover coleções diversas de cavidades naturais, vísceras e locais...

    1000  Palavras | 4  Páginas

  • Atps

    Pós-Operatória..............................................................................09 Principais Diagnósticos de Enfermagem em Clínica Cirúrgica.................................................................11 Assistência de Enfermagem com Drenos e Cateteres..........................................................................12 Exames Laboratoriais.........................................................................................................................16 Bibliografia.....

    3712  Palavras | 15  Páginas

  • Roger

    Assistência de Enfermagem em Drenos e Cateteres Drenos: são tubos ou materiais colocados no interior de uma ferida ou cavidade, visando permitir a saída de fluído ou ar; Cateteres: são tubos de diversos materiais e calibres inseridos no organismo, tendo como função a infusão de líquidos ou a sua retirada; Classificação quanto ao material e a estrutura: BORRACHA (tubular rígido ou laminar); POLIETILENO/ PLÁSTICO (tubular, rígido); SILICONE. Classificação quanto ao uso: Intravenosos (cateteres...

    3734  Palavras | 15  Páginas

  • Enfermagem

    CIRURGIA: O alívio da dor; A restauração e a melhora da função articular. CUIDADOS PRÉ-OPERATÓRIO: Orientar o paciente sobre as rotinas do pré-operatório, checando exames laboratoriais e radiodiagnóstico; Orientar o paciente quanto ao pré-operatorio , minimizando sua ansiedade em relação ao procedimento a ser realizado; Observar e identificar ricos para complicações; CUIDADOS PÓS-OPERATÓRIO: Identificar risco para o desenvolvimento de úlcera por pressão, realizando...

    1309  Palavras | 6  Páginas

  • Cuidados Com Drenos

    Cuidados com drenos Aline Carrilho Menezes 2º período Finalidade  Algumas cirurgias exigem a necessidade da colocação de drenos para facilitar o esvaziamento do ar e líquidos (sangue, secreções) acumulados na cavidade.  Dreno pode ser definido como um objeto de forma variada, produzido em materiais diversos, cuja finalidade é manter a saída de líquido de uma cavidade para o exterior. Finalidade    Em procedimentos cirúrgicos, drenar significa remover líquido e/ou secreções que se...

    648  Palavras | 3  Páginas

  • Drenos - cuidados de enfermagem

    VILA REAL DrenosCuidados de enfermagem Autores: Andreia Silva nº2021 Bárbara Pinheiro nº2056 Tiago Ferreira nº2020 Vila Real, julho, 2013 UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE VILA REAL Curso de Licenciatura em Enfermagem 2º Ano | 2º Semestre ENSINO CLÍNICO DE ENFERMAGEM DO ADULTO E IDOSO II DrenosCuidados de enfermagem CHTMAD...

    3260  Palavras | 14  Páginas

  • Cuidados com Drenos succ o capilaridade e gravitacional

    Título do Documento Cuidados com Drenos (succção, capilaridade e gravitacional) Fase Vigente Tipo de Documento Procedimentos Básicos - Enfermagem Área Emitente Procedimentos Básicos - Enfermagem Anexos Referenciados --- Código PBENF/010 Data de Criação 25/02/12 Data da última revisão 28/03/13 Revisão nº 0 Página 1/6 1. Objetivo Manter permeabilidade do dreno, garantir expansibilidade pulmonar, promover a saída de ar e líquido do espaço pleural. Avaliar o volume drenado da cavidade torácica. Permitir...

    1677  Palavras | 7  Páginas

  • DRENOS

    Cuidados com drenos Aline Carrilho Menezes 2º período Finalidade Algumas cirurgias exigem a necessidade da colocação de drenos para facilitar o esvaziamento do ar e líquidos (sangue, secreções) acumulados na cavidade. Dreno pode ser definido como um objeto de forma variada, produzido em materiais diversos, cuja finalidade é manter a saída de líquido de uma cavidade para o exterior. Finalidade Em procedimentos cirúrgicos, drenar significa remover líquido e/ou secreções que se acumulam...

    731  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalho de Drenos

    Nome: Rodrigo Baptista Da Silva Curso: Técnico em enfermagem Tema: Drenos Dreno Penrose O dreno de penrose é um dreno de borracha, tipo látex, utilizado em cirurgias que implicam em possível acúmulo local pós-operatório, de líquidos infectados ou não.  O orifício de passagem do dreno deve ser amplo, e o mesmo deve ser posicionado à menor distância da loja a ser drenada, não utilizando o dreno através da incisão cirúrgica e, sim, através de uma contra incisão.  A fim...

    1571  Palavras | 7  Páginas

  • Drenos

    DRENOS Drenos são tubos, fios ou outros dispositivos destinados a escoar líquidos de cavidades ou tecidos encharcados. Finalidade: Diagnostica, preventiva e Terapêutica DRENO DE TÓRAX Consiste em um tubo que é inserido no tórax para drenagem de gases (pneumotórax) ou secreções (derrame pleural), pode ser colocado no pós operatório de uma cirurgia torácica ou cardíaca ou para resolver complicações de um tratamento ou enfisema. A cavidade torácica em particular o espaço pleural...

    1026  Palavras | 5  Páginas

  • Drenos

    DRENOS DRENO DE PENROSE Tubo achatado de látex maleável e elástico serve para fazer drenagem dos bordos cirúrgicos usados para drenar secreções purulentas é subcutânea exemplo: otite, cirurgias abdominais , abcesso. DRENO DE TECIDO (GASE) Utilizado para preencher orifícios profundos evitando seu fechamento e absorvendo secreções. Manter curativo oclusivo, trocando conforme rotina lembrando que a gase funciona como dreno enquanto tiver capacidade de absorção. DRENO DE KEHR OU T Usado...

    741  Palavras | 3  Páginas

  • drenos

    DRENOS CONCEITO ¢ É definido como um material colocado no interior de uma ferida ou cavidade, visando permitir a saída de fluídos ou ar que estão ou podem estar ali presentes. OBJETIVOS DOS DRENOS ¢ Permitem a saída de ar e secreções (sangue, soro, linfa, fluido intestinais) ¢ Evita infecções profundas nas incisões, ¢ São introduzidos quando existe ou se espera coleção anormal de secreção. EFEITO DO ACUMULO DE LIQUIDOS O líquido pode: ¢ Meio de cultura ...

    993  Palavras | 4  Páginas

  • Dreno de torax

    UNIVERSITÁRIO PLANALTO DO DISTRITO FEDERAL Dreno Torácico BRASÍLIA-DF 04/2015 CENTRO UNIVERSITÁRIO PLANALTO DO DISTRITO FEDERAL Janaína Queiroz Rayanni de Morais Dreno Torácico O presente trabalho do curso de enfermagem 2º semestre/matutino, tem o objetivo de compor nota de NP2. Feito sob orientação do professor Esp. Wanderlan. BRASÍLIA-DF 04/2015 Resumo Os drenos torácicos são usados em pacientes nos quais são necessários...

    1957  Palavras | 8  Páginas

  • dreno de torax

    CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO São Paulo, fevereiro de 2.011. BOAS PRÁTICAS - DRENO DE TÓRAX 1 Introdução Os pulmões são órgãos em forma de cone que ocupam parte da cavidade torácica, estendendo-se do diafragma até a porção superior da clavícula. São órgãos brilhantes, moles, esponjosos e elásticos. Cada pulmão apresenta um ápice, uma base, três faces (costal, medial e diafragmática) e três bordas (anterior, inferior e posterior), sendo recobertos pela pleura que os contorna...

    4621  Palavras | 19  Páginas

  • Drenos

    DRENOS DRENO DE PENROSE Tubo achatado de látex maleável e elástico serve para fazer drenagem dos bordos cirúrgicos usados para drenar secreções purulentas é subcutânea exemplo: otite, cirurgias abdominais , abcesso. DRENO DE TECIDO (GASE) Utilizado para preencher orifícios profundos evitando seu fechamento e absorvendo secreções. Manter curativo oclusivo, trocando conforme rotina lembrando que a gase funciona como dreno enquanto tiver capacidade de absorção. DRENO DE KEHR OU T Usado...

    741  Palavras | 3  Páginas

  • Cuidados com Dreno de Tórax

    Dreno de Tórax Finalidade: Paciente impossibilitado de eliminar as secrecoes ou que encontram-se intubados e traqueostomizados. Consiste em retirar a secrecao traqueobronquica e erofaringea atraves de uma sonda ligada a um aparelho de succao (eletrico ou com auxilio de vacuo). A sonda e introduzida na boca e narinas, ou na traqueia e bronquios, se o paciente estiver entubado e ou traqueostomizado. O dreno torácico é aplicado quando ocorre lesão, cirurgia ou qualquer ruptura na integridade...

    533  Palavras | 3  Páginas

  • Drenos e cateteres

    CENTRO DE EDUCAÇAO TECNICA E ESPECIALIZADA DE RORAIMA CUIDADOS COM DRENOS E CATETERES BOA VISTA – RR 2013 MARCOS CAUPER CUIDADOS COM DRENOS E CATETERES Trabalho de pesquisa solicitado para a obtenção da nota parcial da disciplina de UTI Pediatra, ministrada pela professora . BOA VISTA – RR 2013 INTRODUÇÃO O uso de drenos e catetes tem características ímpares, prestar assistência em enfermagem com segurança exige do profissional o pleno conhecimento no uso e aplicações dos mesmos...

    1579  Palavras | 7  Páginas

  • Assistência de enfermagem ao paciente com drenos torácicos em pós operatório de revascularização do miocárdio

    uso de drenos torácicos, o padrão respiratório do paciente se apresenta limitado, principalmente pela dor, pelo edema de parede torácica e pela alteração de surfactante, podendo ocorrer diminuição dos volumes e capacidades pulmonares5. Geralmente após as cirurgias de revascularização do miocárdio se faz necessário o uso de drenos torácicos, a drenagem deve ser eficaz a fim de evitar sérias complicações pós-operatórias: tamponamento cardíaco, derrame pericárdico e derrame pleural6. Os drenos são compostos...

    5269  Palavras | 22  Páginas

  • drenos

    DRENOS São materiais colocados no interior de uma ferida ou cavidade com o intuito de estabelecer ou criar um trajeto artificial, de menor resistência, ao longo do qual exsudatos ou secreções possam atingir o meio externo, através de um caminho mais curto a ser percorrido. Indicações: • Prevenção de coleção de fluidos ou infecção; • Presença de infecção ativa; • Cirurgias nas quais não é possível eliminar o espaço morto; • Cirurgias em que há insegurança da hemostasia; • Cirurgias que exigem...

    1314  Palavras | 6  Páginas

  • Acidente vascular encefálico

    inalterado). A suspeita ou confirmação de tumores ou lesões cerebrais causam medo e ansiedade tanto para o paciente como para a família. Zaide Frazão Cuidados de enfermagem no pré-operatório: Psicossocial: Apoio emocional ao paciente e família. Orientar sobre o trans e pósoperatório para  medo e ansiedade. Repouso no leito( relativo???absoluto?) Cuidados gerais de pré - operatório Zaide Frazão Avaliação pós-operatória Controle dos sinais vitais e avaliação neurológica completa de hora em hora...

    1904  Palavras | 8  Páginas

  • dreno suctor

    Instruções de Uso do Dreno de Sucção (Dreno de Portovac) INSTRUÇÕES DE USO DO DRENO DE SUCÇÃO (DRENO DE PORTOVAC) 1- Antes de começar, lave bem as mãos com água e sabão apropriado (ex: Protex)2- Feche a presilha (A) 3- Abra a tampa (B) 4- Esvazie todo o conteúdo do coletor (C) em um copo graduado em ml a cada 6 horas e anote o resultado 5- Aperte o coletor (C) e, com o coletor (C) apertado, feche a tampa (B)6- Por fim, abra a presilha (A)7- NÃO LAVE O DRENO POR DENTRO 8- Repetir os itens...

    521  Palavras | 3  Páginas

  • Protocolos de reabilitação pós-cirúrgica do Ligamento Cruzado Anterior

    Anexo A.4 - Protocolo Acelerado [Completo] de Reabilitação pelo Hospital Belo Horizonte (Fonseca et al, 1992, p. 242). Tempo após reconstrução Programa de reabilitação 1º dia Hemovac (dreno), crioterapia, movimentação passiva contínua (CPM) – 1 a 2 ciclos por minuto. 2º dia Retirada do dreno, crioterapia, CPM (0º - 90º), Estimulação Elétrica Funcional (EEF) em co-contração do quadríceps e isquiotibiais, mobilização passiva de patela, exercícios para o tornozelo. 3º dia Colocação...

    5916  Palavras | 24  Páginas

  • tipos de drenos

    Introdução O dreno é um tubo é utilizado para remover o sangue, secreção, ou outros fluidos de ferida. O dreno é inserido após a cirurgia: ele não resulta em uma mais rápida cicatrização da ferida, ou impedir a infecção, mas às vezes é necessário para drenar o líquido do corpo, que pode acumular-se em si próprio e se tornar um foco de infecção. O uso rotineiro de drenos para procedimentos cirúrgicos está diminuindo. Melhor investigação radiológica e confiança na técnica cirúrgica ter reduzido...

    1199  Palavras | 5  Páginas

  • Sondas Drenos e Cateteres

    TUBOS, CATETERES, SONDAS E DRENOS DEFINIÇÕES Os drenos, cateteres ou tubos são utilizados de forma rotineira tanto no pré, no pós ou no transoperatório. Muitas vezes esses termos ( tubo, dreno, cateter e sonda), se confundem e são tomados como sinônimos. Outras vezes, um substitui o outro, como uma sonda vesical de alívio passa a ser utilizado como dreno, por exemplo. Isso se deve, parte a criatividade do profissional, parte à carência de recursos em alguns serviços públicos, além da ocasional...

    1704  Palavras | 7  Páginas

  • Assistência de enfermagem a pacientes com dreno de tórax

    Cuidados Intensivos de Enfermagem ao Paciente com Dreno de Tórax CONSIDERAÇÕES INICIAIS Drenagem Torácica: esvaziamento de conteúdo líquido ou gasoso patologicamente retido na cavidade pleural. TUBOS TORÁCICOS Os tubos torácicos são usados em clientes nos quais é necessário retirar o conteúdo líquido ou gasoso patologicamente retido na cavidade pleural ou mediastínico. Os diâmetros dos tubos são aferidos em medida francesa (F) (French).Os tubos mais calibrosos (20F a 36F) são usados...

    664  Palavras | 3  Páginas

  • DRENO TORACICO

    DRENO TORÁCICO ÍNDICE  HISTÓRICO  DEFINIÇÃO  INDICAÇÃO  CONTRA INDICAÇÃO  OBJETIVOS  MATERIAIS NECESSÁRIOS  PROCEDIMENTOS  COMPLICAÇÕES  ORIENTAÇÕES  CUIDADOS DE ENFERMAGEM HISTÓRICO HIPÓCRATES  Primeiros registros de Drenagem de epiema pleural NA IDADE MÉDIA  Uso de sifões em ferimentos torácico  Passa a ser utilizada somente por curandeiros em rituais mágicos  EM ROMA – Século II  1º dreno intraperitoneal decorrer da história – descrições por Galeno e Avicena  1830...

    1437  Palavras | 6  Páginas

  • cuidado do enfermeiro

    CUIDADOS DE ENFERMAGEM NO PÓS – OPERATÓRIO A PACIENTES QUE SE SUBMETEM A CIRURGIA TORÁCICA Joelma Matos1 Karina Araújo2 Katrinna Porto3 Luciana dos Santos Barreto4 Thiara Bruna da Silva5 RESUMO Este artigo terá como objetivo, demonstrar qual a conduta da enfermagem no período pós – operatório dos pacientes que se submetem a cirurgia torácica. O trauma de tórax pode resultar em uma ampla variedade de efeitos sobre a parede do tórax e atingir órgãos como pulmão, traquéia e coração. É considerado...

    4167  Palavras | 17  Páginas

  • Esterilização

    ·Receber, conferir e preparar os artigos consignados; ·Realizar a limpeza, o preparo, a esterilização, a guarda e a distribuição de artigos de acordo com solicitação; ·Preparar carros para cirurgias; ·Preparar as caixas cirúrgicas; ·Realizar cuidados com artigos endoscópicos em geral; ·Monitorar efetiva e continuamente cada lote ou carga nos processos de esterilização; ·Revisar as listagem das caixas cirúrgicas,bem como proceder à sua reposição ·Participar de reuniões de Enfermagem e de avaliações...

    1575  Palavras | 7  Páginas

  • Atividade de curativos, drenos, pcr e feridas (introdução à enfermagem)

    Aquacel 10 1.9 Alginato de cálcio e sódio 11 1.10 Sulfadiazina de prata 13 1.11 Filme transparente 13 1.12 Polivinilpirrolidona 14 2 - ATIVIDADE 02 15 2.1 Dreno de Penrose. 16 2.2 Dreno de Tórax. 16 2.2.1 CUIDADOS DE ENFERMAGEM: 18 2.3 Dreno de Pressão Negativa: 18 2.3.1 Dreno Portovac 19 2.3.2 Dreno JP 20 2.4 ASSISTÊNCIA GERAL COM O DRENO: 20 2.5 ANOTAÇÕES DE ENFERMAGEM: 21 3 - ATIVIDADE 03 22 4 - ATIVIDADE 04 28 CONCLUSÃO 37 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS E DIGITAIS: 39 INTRODUÇÃO ...

    9432  Palavras | 38  Páginas

  • cuidados especiaais na enfermagem

    POLITEC – ESCOLA POLITÉCNICA DO BRASIL CUIDADOS DE ENFERMAGEM EM PACIENTES COM TRATAMENTOS ESPECIAIS DISCIPLINA DE U.T.I Vitória, ES. 24 de Março de 2014 CUIDADOS DE ENFERMAGEM EM PACIENTES EM ASSISTÊNCIA VENTILATÓRIA A equipe de enfermagem, ao prestar assistência ao paciente sob ventilação mecânica, deve sempre ter presente que este é o elemento mais importante na situação assistencial e que todos os membros da equipe...

    1180  Palavras | 5  Páginas

  • Dreno torax

    extensão do pneumotórax, das condições pulmonares e da sintomatologia. Algumas vezes pode ser realizada apenas a colocação de catéteres para a re-expansão pulmonar. Mas na maioria dos casos é necessária drenagem torácica, normalmente com uso de drenos entre 16 a 28 F. Hipertensivo O pneumotórax hipertensivo pode ser espontâneo, decorrente de trauma torácico ou iatrogênico e ocorre quando o espaço pleural virtual passa a ter pressão positiva pelo aumento rápido de ar coletado na cavidade...

    2733  Palavras | 11  Páginas

  • Processo de Cuidar -o Centro Cirurgic

    sem discriminação de qualquer natureza. A atividade de cuidar é também uma ciência cuja essência e especificidade é o cuidado ao ser humano, individualmente, na família ou em comunidade de modo integral e holístico, desenvolvendo de forma autônoma ou em equipe atividades de promoção e proteção da saúde e prevenção e recuperação de doenças. O conhecimento que fundamenta o cuidado de enfermagem deve ser construído na intersecção entre a filosofia, que responde à grande questão existencial do homem...

    9511  Palavras | 39  Páginas

  • Cuidados de enfermagem no pós-operatório

    CUIDADOS DE ENFERMAGEM NO POS-OPERATORIO O pós-operatório inicia-se a partir da saída do cliente da sala de operação e perdura até sua total recuperação. Subdivide-se em pós operatório imediato (POI), até às 24 horas posteriores à cirurgia; mediato, após as 24 horas e até 7 dias depois; e tardio, após 7 dias do recebimento da alta. Nesta fase, os objetivos do atendimento ao cliente são identificar, prevenir e tratar os problemas comuns aos procedimentos anestésicos e cirúrgicos, tais como dor...

    5071  Palavras | 21  Páginas

  • Drenos Subsuperficiais

    DER/PR ES-D 07/05 DRENAGEM: DRENOS SUB-SUPERFICIAIS Departamento de Estradas Especificações de Serviços Rodoviários de Rodagem do Estado do Aprovada pelo Conselho Diretor em 09/05/2005 Paraná - DER/PR Avenida Iguaçu 420 CEP 80230 902 Curitiba Paraná Fone (41) 3304 8000 Fax (41) 3304 8130 www.pr.gov.br/derpr Deliberação n.º 086/2005 Esta especificação substitui a DER/PR ES-D 07/91 Autor: DER/PR (DG/AP) Palavra-chave: dreno sub-superficial RESUMO 9 páginas SUMÁRIO 0 Prefácio ...

    2691  Palavras | 11  Páginas

  • SONDAS E DRENOS

       SONDAS E DRENOS  Sondagem é a colocação de sondas nos orifícios naturais do organismo ou através de abertura da pele com a finalidade de extrair líquidos retidos, diagnóstico ou penetração de alguma substância.  As sondas são em geral de borracha ou plásticos semi-rígidos, atóxicos.  São de secção cilíndrica e comprimentos variáveis para atingir órgãos em várias profundidades.  São usadas de preferência tubos confeccionados de PVC por serem atóxicos, de superfície lisa e terem baixo...

    2734  Palavras | 11  Páginas

  • Cuidados de enfermagem no trans-operaório

    O PERÍODO TRANS-OPERATÓRIO compreende todos os momentos da cirurgia, da chegada do paciente à unidade de centro cirúrgico até a sua saída no final da cirurgia. Os cuidados de enfermagem não se restringem somente à prestação de cuidados diretos ao paciente. Para que o procedimento cirúrgico possa ocorrer, são necessárias certas condições que a enfermagem deve prover: ♦1. Material para anestesia e cirurgia (Lap’s, soluções, pomadas, material para curativo, medicamentos, instrumental, etc. ), inclusive...

    647  Palavras | 3  Páginas

  • CUIDADOS DE ENFERMAGEM À CRIANÇA/ADOLESCENTE COM INDICAÇÃO CIRÚRGICA: Apendicectomia e Tonsilectomia

    ENFERMAGEM CUIDADOS DE ENFERMAGEM À CRIANÇA/ADOLESCENTE COM INDICAÇÃO CIRÚRGICA: Apendicectomia e Tonsilectomia Emily Perez Prado Juliana Fátima Santos de Souza Karoline Daniele Alves de Melo Katianny Aparecida Duarte Brandão da Silva Monica Heyduk CÁCERES 2014 ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO FACULDADE DE CIÊNCIA DA SAÚDE CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CÁCERES “JANI VANINI” DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM CUIDADOS DE ENFERMAGEM...

    9658  Palavras | 39  Páginas

  • Hepatectomia, Pancrectomia, Colecistectomia- Cuidados pré e pós operatórios

    fígado comprometida é retirada. Pode-se diminuir a necessidade de hemotransfusão durante a ressecção hepática utilizando técnicas de exclusão vascular, hipotensão controlada, aspiração ultrassônica, coagulação com argônio.  Ao final da cirurgia, um dreno é deixado próximo a superfície onde o fígado foi cortado, para monitorar sagramentos e vazamento de bile. A videolaparascopia pode ser utilizada, dependendo da localização e tamanho do nódulo a ser retirado (cirurgia realizada através de pequenos orifícios...

    2276  Palavras | 10  Páginas

  • Sondas e drenos

      SONDAS E DRENOS       INTRODUÇÃO   Sondagem é a colocação de sondas nos orifícios naturais do organismo ou através de abertura da pele com a finalidade de extrair líquidos retidos, diagnóstico ou penetração de alguma substância.  As sondas são em geral de borracha ou plásticos semi-rígidos, atóxicos.  São de secção cilíndrica e comprimentos variáveis para atingir órgãos em várias profundidades.  São usadas de preferência tubos confeccionados de PVC por serem atóxicos, de superfície lisa...

    2376  Palavras | 10  Páginas

  • cuidados de enfermagem no pós operatório

    Cuidados de enfermagem no pós – operatório: 1. Monitorar o estado neurovascular e tentar eliminar a tumefação causada por edema e sangramento para dentro dos tecidos. 1. Imobilizar a área afetada e eliminar a atividade a fim de proteger o local operado e estabilizar as estruturas músculo esqueléticas. 1. Monitorar quanto a hemorragia e choque, que podem resultar de um sangramento significativo e de uma hemostasia precária dos músculos que ocorre com a cirurgia ortopédica http://www.ebah.com...

    1110  Palavras | 5  Páginas

  • Cuidados pre e pos operatorio

    CUIDADOS PRÉ E PÓS OPERATÓRIOS SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 Definição de pré-operatório 3 Definição de pós – operatório 3 1. Cirurgia Cardíaca 4 1.1. Tipos de cirurgia cardíaca: 4 1.2. Conduta pré – operatória/cuidados de enfermagem: 4 1.3. Conduta pós-operatória/cuidados de enfermagem: 5 1.4. Intervenções de enfermagem 5 2. Cirurgia Ortopédica 5 2.1. Tipos de cirurgia: 5 2.2. Cuidados de enfermagem no pré-operatório 6 2.3. Cuidados de enfermagem no pós – operatório:...

    3176  Palavras | 13  Páginas

  • Sondas e drenos

    SONDAS E DRENOS 1/7 INTRODUÇÃO Sondagem é a colocação de sondas nos orifícios naturais do organismo ou através de abertura da pele com a finalidade de extrair líquidos retidos, diagnóstico ou penetração de alguma substância. As sondas são em geral de borracha ou plásticos semi-rígidos, atóxicos. São de secção cilíndrica e comprimentos variáveis para atingir órgãos em várias profundidades. São usadas de preferência tubos confeccionados de PVC por serem atóxicos...

    2711  Palavras | 11  Páginas

  • Filtros e Drenos Geotecnia

    FILTROS E DRENOS Goiânia Junho/201 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO 2 2 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 4 2.1 DRENOS E FILTROS 4 2.2 TIPOS DE DRENOS E FILTROS 4 2.3 PROCESSO CONSTRUTIVO 5 2.4 INVESTIGAÇÃO DE JAZIDAS PARA DRENOS E FILTROS 6 2.5 DRENOS E FILTROS EM BARRAGENS 7 2.5.1 Projeto de filtros 7 2.5.2 Projetos de drenagem interna 8 2.6 DRENOS E FILTROS EM PAVIMENTOS 9 2.7 DRENOS E FILTROS EM EDIFICAÇÕES 10 2.7.1 Drenagem Vertical 10 2.7.2 Drenagem Horizontal 10 2.8 DRENOS SUPERFICIAIS...

    5750  Palavras | 23  Páginas

  • Cuidados pré-operatório e pós-operatório

    INTRODUÇÃO O presente trabalho retrata sobre Cuidados Pré-Operatório, como já sabemos que antes de falarmos deste tema, não devemos esquecer de frisar os sobtemas em abordagem. Pós-operatório é o período durante o qual se observa e se assiste a recuperação de pacientes em pós-anestésico e pós "stress" cirúrgico. Os objetivos da equipe multidisciplinar durante este período são: a manutenção do equilíbrio dos sistemas orgânicos, alívio da dor e do desconforto, prevenção de complicações pós-operatórias...

    4490  Palavras | 18  Páginas

  • Trabalho de Colecistectomia - Cuidados de Enfermagem

    CURSO CEBRAS RJ Ana Lectícia Soares Muller Lobo Rezende Novoa Turma E29 CUIDADOS DE ENFERMAGEM NA COLECISTECTOMIA Rio de Janeiro - RJ Setembro - 2013 Ana Lectícia Soares Muller Lobo Rezende Novoa Turma E29 CUIDADOS DE ENFERMAGEM NA COLECISTECTOMIA Trabalho apresentado a Professora Cláudia Ramos da Disciplina de Clínica Cirúrgica do Curso de Técnico em Enfermagem do CEBRAS RJ. ...

    4800  Palavras | 20  Páginas

  • cuidados de enfermagem pctes cirurgicos

    relacionadas: • Ao paciente: prestando uma assistência (cuidado) de qualidade. • Equipe cirúrgica: participando da tomada de decisões, contribuíndo durante todo o processo. • Equipamentos / materiais: controlando a qualidade, funcionamento, etc... Além de suas competências específicas, a enfermagem também é responsável pelo aprimoramento das técnicas (cuidados) e pela divulgação de conceitos relacionados à novos estudos, à novas formas de cuidado, à biossegurança, etc... A relação entre a enfermagem...

    38505  Palavras | 155  Páginas

  • Plano cuidados

    Serviço de internamento: Cirurgia Homens Cama: X Nome: D.T.P.P. Idade: 39 Data de entrada: 10/04/2012 Hora de entrada: 11:30 PLANO DE CUIDADOS CIPE/ICNP® DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM | Início | Termo | Foco da Prática de Enfermagem | Outros Eixos | N.ºDiagnóstico | Data | Hora | Data | Hora | Função | Risco de dor | 1 | 10/04 | 11h30 | 12/04 | 14h00 | | Ansiedade presente em grau...

    1436  Palavras | 6  Páginas

  • Apostilas de enfermagem

    --- |20 | |ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM DRENOS E CATETERES | | |Tipos de Drenos mais Comuns-------------------------------------------------------------------------------- |22 | |Gastrostomia / Cuidados de Enfermagem------------------------------------------------------------------ |23 | |Jejunostomia / Cuidados de Enfermagem -----------------------------------------------------------------...

    12638  Palavras | 51  Páginas

  • Principais procedimentos utilizados em pacientes hospitalizadosprincipais procedimentos utilizados em pacientes hospitalizados

    paciente para cirurgia, exames e tratamento do trato intestinal. O dreno é um tubo cirúrgico é utilizado para remover o pus, sangue ou outros fluidos de uma ferida. O dreno é inserido após a cirurgia: ele não resulta em uma mais rápida cicatrização da ferida ou impedir a infecção, mas às vezes é necessário para drenar o líquido do corpo, que pode acumular-se em si próprio e se tornar um foco de infecção. Dreno de Penrose - Dreno de borracha, tipo látex, utilizado em cirurgias que implicam em possível...

    1562  Palavras | 7  Páginas

  • cuidados com p\cinetes com bolsa de colostomia

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO JOYCE ASSUNÇÃO BARROS LETICIA PINTO RODRIGUES CUIDADOS PRÉ E PÓS-HOSPITALAR COM PACIENTES QUE UTILIZAM A BOLSA DE COLOSTOMIA UBERABA-MG 2014 JOYCE ASSUNÇÃO BARROS LETICIA PINTO RODRIGUES CUIDADOS PRÉ E PÓS-HOSPITALAR COM PACIENTES QUE UTILIZAM A BOLSA DE COLOSTOMIA Trabalho apresentado pelos alunos do curso de Enfermagem da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM)...

    1842  Palavras | 8  Páginas

  • Cuidados trans-operatórios em todos os tipos de cirurgias

    TÉCNICO EM ENFERMAGEM JULIETA CANA BRASIL IDAIANE DA SILVA XAVIER OS 10 PRINCIPAIS CUIDADOS DE ENFERMAGEM NAS CIRURGIAS. Trabalho solicitado pelo professor Josiel Menezes na disciplina de Apresentado pela aluna Idaiane da Silva Xavier. Riachão do Jacuipe – BA JAN/2013 OS 10 PRINCIPAIS CUIDADOS DE ENFERMAGEM NAS CIRURGIAS I – CIRURGIAS NEUROLÓGICAS 1 – Craniotomia: É a abertura...

    9023  Palavras | 37  Páginas

  • Balan O H Drico

    BALANÇO HÍDRICO: DEFINIÇÃO: É a relação entre todo o volume administrado (enteral – via gastrointestinal / parenteral – via vascular) com todo o volume eliminado (diurese, fezes, estomas, drenos- penrose, hemovac, DVE, drenos de tórax, etc). O balanço hídrico é positivo quando o volume administrado é superior ao eliminado; já o balanço hídrico negativo é quando o volume eliminado é maior que o administrado. O balanço hídrico ideal é aquele que retrata o equilíbrio hemodinâmico do cliente. O paciente...

    1611  Palavras | 7  Páginas

  • Cuidados intensivos

    CUIDADOS DE ENFERMAGEM COM 0 PACIENTE CIRÚRGICO Noêmi Garcia de Almeida Galan Roseli Marega Oda Os cuidados de enfermagem ao paciente cirúrgico variam de acordo com o tipo de cirurgia e de paciente para paciente, atendendo suas necessidades básicas e suas reações psíquicas e físicas manifestadas durante este período3. Neste capítulo iremos abordar os cuidados gerais indispensáveis a todos os tipos de cirurgia e os cuidados específicos voltados para cirurgias de mão e membro superior e de pé e membro...

    1615  Palavras | 7  Páginas

  • cuidados de enfermagem

    CUIDADOS DE ENFERMAGEM COM 0 PACIENTE CIRÚRGICO Noêmi Garcia de Almeida Galan Roseli Marega Oda Os cuidados de enfermagem ao paciente cirúrgico variam de acordo com o tipo de cirurgia e de paciente para paciente, atendendo suas necessidades básicas e suas reações psíquicas e físicas manifestadas durante este período3. Neste capítulo iremos abordar os cuidados gerais indispensáveis a todos os tipos de cirurgia e os cuidados específicos voltados para cirurgias de mão e membro superior e...

    1820  Palavras | 8  Páginas

  • Cuidados básicos com ostomias

    Definitiva ou permanentes: são realizados após a retirada da parte doente do intestino por amputação completa do órgão, inexistindo a possibilidade de reconstrução do trânsito intestinal, ou impossibilidade de restaurar a evacuação trans-retal. Cuidados Básicos Com Ostomias: Dieta Não há nenhuma DIETA especial para o ostomizado. Como acontece com qualquer outra pessoa, existem alimentos que são bem tolerados e outros que causam várias reações individuais, como aumento de gases, odor e aumento...

    685  Palavras | 3  Páginas

tracking img