• Deusas da justiça
    As deusas da justiça (THEMIS) Themis era filha de Urano (o céu, o paraíso) e de Gaia (a Terra). Faz parte, portanto, do mundo pré-olímpico dos Titãs, do qual ela, Leto e outras Titânides aparecem mais tarde entre os olímpicos. Era uma divindade da segunda geração, criada, juntamente com Nêmesis...
    1723 Palavras 7 Páginas
  • Deusas da Justiça
    As Deusas da Justiça 1. INTRÓITO:  A balança na condição de símbolo do Direito e da Justiça é um dos símbolos profissionais universalmente conhecidos. Contudo, a representação original não consiste na balança sozinha, e sim, na balança, em perfeito equilíbrio, sustentada por mãos femininas.  ...
    2618 Palavras 11 Páginas
  • Deusas
    As Deusas da Justiça 1. INTRÓITO:  A balança na condição de símbolo do Direito e da Justiça é um dos símbolos profissionais universalmente conhecidos. Contudo, a representação original não consiste na balança sozinha, e sim, na balança, em perfeito equilíbrio, sustentada por mãos femininas.  ...
    2618 Palavras 11 Páginas
  • Economia
    pois só ela traz a felicidade.   ~Miguel Têmis - deusa da justiça humana   Têmis é a deusa da justiça e das leis dos homens, é muita conhecida como símbolo da justiça, mas na verdade a deusa da justiça é sua filhaDice, Têmis á aquela deusa que usa uma venda por cima dos olhos, com uma balança...
    5537 Palavras 23 Páginas
  • Direito
    Em Roma, a figura da mulher passou a ser a deusa Iustitia (ou Justitia), de olhos vendados, que, com as duas mãos, segurava uma balança, já com o fiel ao meio. Quer dizer, Iustitia era a deusa romana que personificava a justiça. Equivalia, a deusa Diké na Grécia, diferindo dela por aparecer de olhos...
    583 Palavras 3 Páginas
  • Ius directum
    Zeus e também sua conselheira. Guardiã dos juramentos dos homens, a deusa Thémis proferia as leis e os oráculos que, obrigatoriamente, deveriam ser acatados por todos. Mais adiante, já em outro período helênico, o de Hesíodo, Díkê, filha de Zeus e de Thémis, surge como símbolo, tendo, em sua mão direita...
    4053 Palavras 17 Páginas
  • A origem dos símbolos do direito
    prumo. A partir do símbolo do Direito surgiram as palavras que o designam e até seu significado, como é o caso da palavra ius, atitude gerada pela deusa Iustitia, e a palavra derectum para demonstrar que a balança está igualmente ao meio, mostrando igualdade, uma herança da Antiguidade Clássica. Nesta...
    2910 Palavras 12 Páginas
  • Direito - comparativo Grécia e Roma
    outros substratos sociais, inclusive aos povos dominados, não permanecendo unicamente para as elites dominantes. 1.2 SIMBOLOGIA (DIKÉ) Icnograficamente, Diké aparece com a mão direita sustentando uma espada (numa alusão a força, elemento indispensável ao Direito) e com a mão esquerda, por sua...
    1294 Palavras 6 Páginas
  • Trabalho sobre simbologia do direito
    Justiça, através da deusa Diké, filha de Zeus e de Themis; enquanto os romanos a retratavam através da deusa Iustitia. Cada um de tais povos, diferentemente, retratava a idéia de Justiça com variações simbólicas distintas, como, por exemplo, os gregos, para os quais a deusa grega, Diké, mantinha os olhos...
    3765 Palavras 16 Páginas
  • ius directum
    jurídico e, ainda, do próprio termo direito. No entanto, seu radical etimológico é incerto, porque alguns autores admitem que o vocábulo deria da palavra iustitia, outros acreditam na derivação inversa. O autor refere-se, inclusive, a uma opinião defendida por alguns autores de que ius, Zeus e Júpiter teriam...
    4951 Palavras 20 Páginas
  • Direito: função, etimologia e simbologia.
    (haste) em posição vertical no meio. Os gregos também utilizavam a balança, os dois pratos, porém sem o fiel, segurando com sua mão esquerda está à deusa Diké, filha de Zeus e Temis, em sua mão direita uma espada que representa a força necessária para executar o Direito (iudicare). Estando de pé com os...
    454 Palavras 2 Páginas
  • morais
    Iustitia (Justiça ou Justitia) era a deusa romana que personificava a justiça. Correspondia, na Grécia, à deusa Dice. Difere dela por aparecer de olhos vendados (simbolizando a imparcialidade da justiça e a igualdade dos direitos). No dia de Justitia (8 de janeiro) é usual acender um incenso de lavanda para...
    299 Palavras 2 Páginas
  • Iustitia
    Iustitia (Justiça ou Justitia) era a deusa romana que personificava a justiça. Correspondia, na Grécia, à deusa Dice. Difere dela por aparecer de olhos vendados (simbolizando a imparcialidade da justiça e a igualdade dos direitos). No dia de Justitia (8 de janeiro) é usual acender um incenso de lavanda...
    293 Palavras 2 Páginas
  • Simbolos do direito
    símbolo da justiça e do comportamento correto, da medida, do equilíbrio; em muitas culturas, representa a imagem da jurisdição, da justiça terrena, da Iustitia com os olhos vendados, que não se deixa influenciar durante a avaliação da culpa. Também no além, segundo a doutrina ética de muitas religiões no...
    1790 Palavras 8 Páginas
  • Fichamento Introdução ao Estudo do Direito Zetética e Dogmática
    Civilização grega e a representação do direito Diké, filha de Zeus e Themis, na mitologia grega, era a deusa que declarava direito por meio dos termos dikaion e íson que significam dizer, algo dito e igualdade, equilíbrio, respectivamente. Esta deusa segurava em sua mão esquerda a balança, sem o fiel...
    1029 Palavras 5 Páginas
  • Direito
    a balança, com dois pratos sem o fiel, na mão esquerda da deusa Diké, e na mão direita uma espada, a deusa tinha os olhos bem abertos, e o justo se tinha quando os pratos estavam em equilíbrio . Os romanos tinha como símbolo a deusa iustitia, que segurava, com as duas mãos, uma balança com dois pratos...
    763 Palavras 4 Páginas
  • 2012
    2 – Quais as características das Deusas Istitia e a Deusa diké e qual a origem do vocábulo Derectun? Resposta : A deusa de olhos abertos Diké, carregava uma balança sem fiel na mão esquerda. Na mão direita uma espada em posição vertical. A deusa Iustitia de olhos fechados segurava a balança...
    357 Palavras 2 Páginas
  • Filosofia
    Dice Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Na mitologia grega, Diké (ou Dice; em grego Δίκη), é a filha de Zeus com Têmis, é a deusa grega dos julgamentos e da justiça (deusa correspondente, na mitologia romana, é a Iustitia), vingadora das violações da lei. Era uma das Horas. Com a mão direita...
    346 Palavras 2 Páginas
  • Direito
    a balança, com dois pratos sem o fiel, na mão esquerda da deusa Diké, e na mão direita uma espada, a deusa tinha os olhos bem abertos, e o justo se tinha quando os pratos estavam em equilíbrio . Os romanos tinha como símbolo a deusa iustitia, que segurava, com as duas mãos, uma balança com dois pratos...
    763 Palavras 4 Páginas
  • Direito simbolos
    símbolo da justiça e do comportamento correto, da medida, do equilíbrio; em muitas culturas, representa a imagem da jurisdição, da justiça terrena, da “Iustitia” com os olhos vendados, que não se deixa influenciar durante a avaliação da culpa. Também no além, segundo a doutrina ética de muitas religiões no...
    2061 Palavras 9 Páginas