Determine A Intensidade Da Força Resultante E Indique Sua Direção Medida No Sentido Anti Horario artigos e trabalhos de pesquisa

  • Medidas de eficiência

    Conceição Medida de Eficiência – Unidade I – 2014/1 Valor: 2,0 (dois) pontos A lista de exercícios deverá ser entregue até o dia da prova da 1ª Unidade. Não será aceito entrega posterior. 1) Determine a intensidade da força resultante FR = F1 + F2 + F3 e sua direção, medida no sentido anti-horário, a partir do eixo x positivo. 2) Determine o peso máximo do vaso de planta que pode ser suportado, sem exceder uma força de tração de 50 lb nem no cabo AB nem no AC. 3) As três forças concorrentes...

    1170  Palavras | 5  Páginas

  • Momento de uma força

    CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MAT045 – PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA – 2011.1 LABORATÓRIO: IMPLEMENTAÇÃO DE PROBLEMA NA MECÂNICA GERAL PROFESSOR: Luiz Eduardo de Oliveira Siqueira CURSO DE GRADUAÇÃO: Engenharia Mecânica DENOMINAÇÃO DA TÉCNICA: MOMENTO DE UMA FORÇA 1. INTRODUÇÃO Outro domingo! Novo passeio de carro. Dessa vez foi o pneu que furou. O pai se esforça, tentando, sem sucesso, girar o parafuso da roda. Um dos filhos então diz: “Um momento, por favor!” Vai até o porta-malas, pega um cano longo...

    1871  Palavras | 8  Páginas

  • equilíbrio de forças

    LABORATÓRIO DE FÍSICA I Equilíbrio de forças paralelas 1. OBJETIVO DO EXPERIMENTO  Determinar a massa de corpos, a partir do equilíbrio de forças paralelas, que agem numa barra horizontal.  Comparar os valores obtidos experimentalmente com a previsão teórica para os valores de massa. 2. OBJETIVO DE APRENDIZAGEM  Verificar experimentalmente o equilíbrio estático de forças paralelas.  Aplicar conhecimentos de momento de força a equilíbrio de corpos. OBSERVAÇÃO Nesta...

    1174  Palavras | 5  Páginas

  • Lista Forca Magnetica

    Lista de Exercícios de Força Magnetica 1. Uma carga q = 2 C, com velocidade v = 10 m/s, penetra numa região onde atua um Campo Magnético Uniforme de intensidade B = 10 T. Os vetores velocidade e campo magnético formam um ângulo de 30º. Determine o módulo da força magnética. 2. Uma carga elétrica q = 3 C desloca-se com velocidade v = 4x102 m/s, penetra em uma região que possui um campo magnético de 5x10-2 T. Determine o módulo da força magnética caso a partícula se desloque a) perpendicular...

    1342  Palavras | 6  Páginas

  • 1 Momento de Força ou Torque 1

    vão além do conceito básico da Mecânica Clássica, o conhecimento de forças e como elas serão aplicadas são importantes para manter o equilíbrio e durabilidade de um projeto. O estudo dos Momentos de uma força tem como propósito garantir esse equilíbrio e, caso necessite, sua rotação ou anulação de forças. 1. MOMENTO DE UMA FORÇA OU TORQUE Momento é uma grandeza física, onde um corpo que está sujeito às ações de forças não nulas, pode adquirir movimento de rotação e movimento de translação...

    1520  Palavras | 7  Páginas

  • Atrito e forças

    IESDE BRASIL S/A, mais informações www.aulasparticularesiesde.com.br Tópicos de dinâmica: força Se, porém, ela for aplicada em B, o emborcamento poderá tornar-se iminente, dependendo do atrito entre o bloco e o plano de apoio. A dinâmica é a parte da mecânica que estuda o movimento dos corpos fazendo uma análise das causas desse movimento. Essa área da física se preocupa com a atuação das forças que alteram o estado de movimento de um corpo, podendo elas colocar o corpo em movimento, modificar...

    14358  Palavras | 58  Páginas

  • EXPERIMENTO 06: Instrumentos básicos de medidas

    06: INSTRUMENTOS BÁSICOS DE MEDIDAS Os instrumentos tipo bobina móvel ou elemento D’Arsonval, tipo eletrodinâmico, tipo ferro móvel e tipo térmico são apresentados destacando seu princípio de funcionamento e detalhes construtivos. Questões: Baseado no que foi apresentado. Complemente com sua pesquisa. 1. Descreva os detalhes construtivos e o princípio de funcionamento do instrumento tipo bobina móvel ou elemento D’Arsonval ou Galvanômetro (G). No instrumento de medida elétrica, a ação de uma corrente...

    2995  Palavras | 12  Páginas

  • forca

    AULA 3 FORÇA ELÉTRICA O conceito de força é a capacidade de provocar a mudança de intensidade, direção e sentido da velocidade. - Um objeto em repouso (v= 0) entra em movimento, mediante a aplicação de uma força. www.cursinhoemcasa.com Fernando de Noronha-Fortaleza da Nossa Senhora dos Remédios - Um objeto em movimento pode ser colocado em repouso, aplicando uma força contrária, como no caso de um goleiro agarrar uma bola que foi chutada por um atacante do time adversário. - Mudar...

    1800  Palavras | 8  Páginas

  • força e movimento

    FORÇA E MOMENTO Conceito de Força O conceito de força é primitivo. Ele veio através da sensação de esforço muscular oriundo do nosso sentido cinestésico. FORÇA É TODA CAUSA CAPAZ DE PROVOCAR NUM CORPO UMA MODIFICAÇÃO DE MOVIMENTO OU UMA DEFORMAÇÃO. Deve ficar bem claro que isto não é uma definição de força. É apenas a enumeração dos efeitos produzidos em um corpo por aquilo a que chamamos de “força”. Medida da Força Usualmente avalia-se uma força pela deformação que ela produz...

    1829  Palavras | 8  Páginas

  • Força e momento

    FORÇA E MOMENTO Profº MsC Gerson Reis Conceito de Força O conceito de força é primitivo. Ele veio através da sensação de esforço muscular oriundo do nosso sentido cinestésico. FORÇA É TODA CAUSA CAPAZ DE PROVOCAR NUM CORPO UMA MODIFICAÇÃO DE MOVIMENTO OU UMA DEFORMAÇÃO. Deve ficar bem claro que isto não é uma definição de força. É apenas a enumeração dos efeitos produzidos em um corpo por aquilo a que chamamos de “força”. Medida da Força Usualmente avalia-se uma força pela deformação ...

    1834  Palavras | 8  Páginas

  • composição e decomposição de forças

    decomposição de forças, é um método vetorial de soma de forças. Utiliza-se a soma e subtração de vetores, uma vez que Força é uma grandeza vetorial.  Objetivos Através de atividades realizadas numa mesa de forças, identificar e determinar a equilibrante de um sistema de duas forças colineares ou não-colineares e calcular a resultante de duas forças utilizando método algébrico e geométrico. Comprovar o efeito de mudança de ângulo no módulo da força resultante. Introdução Forças são definidas como...

    9561  Palavras | 39  Páginas

  • Resultantes de um sistema de forças

    Capítulo 4 Resultantes de um sistema de forças slide 1 © 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. Objetivos do capítulo Discutir o conceito do momento de uma força e mostrar como calculá-lo em duas e três dimensões. Fornecer um método para determinação do momento de uma força em relação a um eixo específico. Definir o momento de um binário. Apresentar métodos para a determinação das resultantes de sistemas de forças não concorrentes. Mostrar como converter uma...

    3857  Palavras | 16  Páginas

  • Tecnologia macânica

    Mecânica Técnica Aula 2 – Lei dos Senos e Lei dos Cossenos Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Aula 2 Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Tópicos Abordados Nesta Aula Cálculo de Força Resultante. Operações Vetoriais. Lei dos Senos. Lei dos Cossenos. Mecânica Técnica Aula 2 Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Grandezas Escalares Uma grandeza escalar é caracterizada por um número real. Como exemplo de escalares podem se citar: o tempo, a massa...

    1282  Palavras | 6  Páginas

  • Condições de equilíbrio de uma barra rígida e homogênea submetida às forças verticais

    homogênea submetida às forças verticais. Resumo Neste experimento foram verificadas as condições de equilíbrio usando uma barra homogênea com seu centro geométrico e gravitacional apoiado em um pino de um suporte fixo. A barra estava livre pra girar. Diferentes corpos foram apoiados sobre a barra ao longo de seu braço, para gerar certas forças e torques, que vieram a atuar sobre a barra. Diante de tais situações, foram realizadas medidas como: a posição ao longo da barra em que as forças atuavam e a massa...

    1855  Palavras | 8  Páginas

  • TD025FIS12 AFA EFOMM forca de atrito elastica

    Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com Exercícios – Força de Atrico – Força Elástica 1-Evaristo avalia o peso de dois objetos utilizando um dinamômetro cuja mola tem constante elástica K = 35 N/m. Inicialmente, ele pendura um objeto A no dinamômetro e a deformação apresentada pela mola é 10 cm. Em seguida, retira A e pendura B no mesmo aparelho, observando uma distensão de 20 cm. Após essas medidas, Evaristo conclui, corretamente, que os pesos de A e B valem, respectivamente, em newtons: a) 3...

    9478  Palavras | 38  Páginas

  • Mecânica geral

    vetorial pode ser representada graficamente por uma seta, que é utilizada para definir seu módulo, sua direção e seu sentido. Graficamente o módulo de um vetor é representado pelo comprimento da seta, a direção é definida através do ângulo formado entre um eixo de referência e a linha de ação da seta e o sentido é indicado pela extremidade da seta. A figura mostra a representação gráfica de dois vetores força atuando ao longo dos cabos de fixação de um poste, o ponto O é chamado de origem do vetor e o ponto...

    968  Palavras | 4  Páginas

  • mecanica

    de Educação, Ciência e Tecnologia – São Paulo. 14 Fev 2013 Ver. 01 DEFINIÇÃO DA MECÂNICA A mecânica pode ser definida como o ramo das ciências físicas dedicado ao estudo do estado de repouso ou movimento de corpos sujeitos à ação de forças. Normalmente o estudo da mecânica é dividido em três partes: • a mecânica dos corpos rígidos, • a mecânica dos corpos deformáveis, e • a mecânica dos fluidos. MECÂNICA DOS CORPOS RÍGIDOS A mecânica dos corpos rígidos pode estática (equilíbrio ...

    3022  Palavras | 13  Páginas

  • Mecg

    Questão 01 – O elemento BD exerce sobre o elemento ABC uma força P dirigida ao longo da linha BD. Sabendo que P deve ter uma componente vertical de 960 N, determine (a) a intensidade da força P, e (b) seu componente vertical. Questão 02 – A haste ativadora AB exerce no elemento BCD uma força P dirigida ao longo da linha AB. Sabendo que P deve ter uma componente de 110 N perpendicular ao braço BC do elemento, determine (a) a intensidade da força P, e (b) seu componente ao longo da linha BC. Questão...

    1338  Palavras | 6  Páginas

  • momento de força

    Momento de força Chama-se torque ou momento de uma força  F aplicada num ponto P, em relação a um ponto O, o produto da intensidade F da força pela distância d do ponto O à linha de ação da força. Por convenção o momento pode ser positivo ou negativo. Adota-se o sinal(+) se a força F tende a girar o segmento OP em torno de O no sentido anti-horário e (-) no sentido horário. O ponto O é denominado pólo e a distancia d, o braço. A unidade de momento no sistema internacional (SI) é newton x metro(N...

    664  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalho forças

    SISTEMA DE FORÇAS TRIDIMENSIONAIS VETORES CARTESIANOS • Sistema de coordenadas utilizando a regra da mão direita • Componentes retangulares de um vetor: A=Ax+Ay+Az Qualquer vetor pode ser expresso pelo seu módulo e por um vetor unitário na direção desse vetor. Assim, o vetor unitário será: VETOR CARTESIANO UNITÁRIO •Representação de um vetor cartesiano: A= Axi+ Ayj+ Azk •Intensidade de um vetor cartesiano: •Direção de um vetor cartesiano:...

    803  Palavras | 4  Páginas

  • Força de coriolis

    A força de Coriolis determina o sentido de rotação da água em uma pia Em um episódio dos Simpsons, Bart e Lisa, debruçados sobre a pia do banheiro acompanham a corrida entre um tubo de pasta de dente e um vidro de xampu, apostando qual dos dois vai afundar primeiro no redemoinho que se formou ao retirarem a tampa do ralo. Lisa ganha a corrida, mas Bart diz que poderia ter ganho se a água tivesse girado no outro sentido. Lisa então explica a Bart que "a água nunca gira no outro sentido. No hemisfério...

    6732  Palavras | 27  Páginas

  • A força dos ventos no município de são paulo

    1969). Nestas pesquisas fica evidente a preocupação com a gênese regional e local do clima, baseando-se na análise da circulação de superfície. Uma das premissas básicas, ou fio condutor que unia os temas nessa época (1970 e 1971) era um explícito sentido de correlação entre a dinâmica da circulação e outras áreas do conhecimento geográfico. Entre o final da década de 80 e primeira metade da década de 90 começaram a ser concluídos os primeiros resultados do programa de Ecologia Urbana, que tinha como...

    8739  Palavras | 35  Páginas

  • engenharia

    Aula 1 Apresentação da Bibliografia Definição da Mecânica Técnica Lei dos Senos Lei dos Cossenos Mecânica Geral MECÂNICA GERAL Tópicos Abordados Nesta Aula Apresentação da Bibliografia Definição da Mecânica Técnica Cálculo de Força Resultante. Operações Vetoriais. Lei dos Senos. Lei dos Cossenos MECÂNICA GERAL Bibliografia Recomendada HIBBELER, R. C. Mecânica Estática. 10 ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2005, 540p. BEER, F. P.; JOHNSTON JR, E. R. Mecânica...

    901  Palavras | 4  Páginas

  • Aula de Mecanica

    Área: Materiais, Metalografia, Hidráulica e Pneumática, Desenho, Processo de Fabricação e outros. PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM Ementa Conceitos fundamentais da mecânica Newtoniana. Estática dos pontos materiais. Sistemas equivalentes de forças. Equilíbrio dos corpos rígidos no plano e no espaço. Centróides. Centros de Gravidade. Cargas distribuídas. Momento de Inércia. Objetivos Ao término da disciplina o aluno deverá:Apresentar conhecimentos dos conceitos fundamentais da mecânica...

    2747  Palavras | 11  Páginas

  • VETORES

    de largura, nadando com uma velocidade de módulo 4,0m/s em uma direção que faz um ângulo de 60° com a normal. Quantos décimos de segundos levará o nadador para alcançar a outra margem? 2) (PUC - RJ-2008) Um veleiro deixa o porto navegando 70 km em direção leste. Em seguida, para atingir seu destino, navega mais 100 km na direção nordeste. Desprezando a curvatura da terra e admitindo que todos os deslocamentos são coplanares, determine o deslocamento total do veleiro em relação ao porto de origem...

    2774  Palavras | 12  Páginas

  • Forças em Dinâmica

    Capítulo 5 – Forças em Dinâmica  F=m.a  5 – Forças em Dinâmica  A  Dinâmica  é  a  parte  da  Mecânica  que  estuda  os  movimentos  e  as  causas  que  os  produzem ou os modificam.  Noção de massa e força.  Galileu  (contradizendo  Aristóteles):  a  tendência natural dos corpos, livre da ação  de  forças,  é  permanecer  em  repouso  ou  em movimento retilíneo uniforme.  Isaac  Newton  aceitou  e  desenvolveu  as  idéias  de  Galileu.  Em  sua  obra  Princípios  Matemáticos  de ...

    1100  Palavras | 5  Páginas

  • Resistencia dos materiais

    RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS Mecânica 1. Definição: A Mecânica é uma ciência física aplicada que trata dos estudos das forças e dos movimentos. A Mecânica descreve e prediz as condições de repouso ou movimento de corpos sob a ação de forças. A finalidade da Mecânica é explicar e prever fenômenos físicos, fornecendo, assim, os fundamentos para as aplicações da Engenharia. A Mecânica é subdividida em três grandes ramos: Mecânica dos Corpos Rígidos, mecânica dos Corpos Deformáveis...

    5084  Palavras | 21  Páginas

  • ESTABILIDADE EXERCICIOS AULA 01 LISTA 01

    Exercícios 1. Determine os componentes x e y da força de 800lb. Figura1. Figura 4. 2. Determine a intensidade da força resultante e sua direção, medida no sentido horário a partir do eixo x positivo. 5. Três forças atuam sobre o suporte da Figura 5. Determine a intensidade e a direção  de F1, de modo que a força resultante seja orientada ao longo do eixo x´ positivo e tenha intensidade de 1 kN. 6. Se F1 = 300N e  = 20º, determine a intensidade e a direção, medida no sentido anti-horário, a partir...

    840  Palavras | 4  Páginas

  • equilibrio dos corpos

    Vetores e Forças 1) FR Determine F1 F2 a intensidade da força resultante 2) O gancho da figura está submetido as forças e sua direção, medida no sentido anti- F1 e F2 , determine a intensidade e a orientação horário, a partir do eixo x positivo, sendo F1 F2  375lb ,  =30 353 ). e  250lb , da força resultante. 45 . (Resp. 393 lb, 3) Determine o ângulo  necessário para acoplar o elemento A à chapa da figura 2, de modo que a força resultante de FA e FB...

    824  Palavras | 4  Páginas

  • Fisica

    tamanho total igual a 3,5m, usada para facilitar a realização de um trabalho. Considerando que no local a gravidade tenha um valor aproximado de 10 m/s2, assinale a opção que torne verdadeiros, simultaneamente, o tipo da alavanca mostrado e o valor da força "F" que coloque o sistema em equilíbrio. a) Interfixa e F = 25N b) Interfixa e F = 250N c) Interpotente e F = 25N d) Interpotente e F = 250N e) Inter-resistente e F = 25N 3. (Ufrj 2011) Um portão retangular de massa igual a 50 kg tem 2,50 m de comprimento...

    7206  Palavras | 29  Páginas

  • Ficha de Trabalho- Forças e Movimentos

    Miguel? 2.2 – Que distância percorreu a Sara até chegar a casa do amigo? 2.3. – Durante quanto tempo esteve a Sara em casa do Miguel? 2.4. – Quanto tempo demorou a Sara no regresso a casa? 2.5 – Indique o intervalo de tempo em que a Sara se desloca: - no sentido positivo - no sentido negativo 2.6. Qual foi a distância total percorrida pela Sara? 2.7. Calcule a rapidez média, em m/s, da Sara no decorrer de todo o percurso? 3. Os valores apresentados na tabela referem-se ao movimento...

    903  Palavras | 4  Páginas

  • Resumo Resistência dos Materiais

    compressão por forças de 8 kN, em B, e 12 kN em C. Determine graficamente o módulo, a direção e o sentido da força resultante que age em A. Resposta: R=17 kN,  = 84,8º, R = {1,55 i -16,93 j} kN Exercício 2: Um carro avariado é puxado por duas cordas, como na figura abaixo. A tração em AB é de 400 N, e o ângulo α é de 20°. Sabendo que a resultante das duas forças aplicadas em A tem a direção do eixo do carro, utilizando trigonometria determine: (a) a tração na corda AC e (b) a intensidade da resultante...

    3249  Palavras | 13  Páginas

  • Forças coplanares e concorrentes

    INTRODUÇÃO E CONTEXTO: Força é qualquer interação entre um conjunto de corpos capaz de provocar deformação e/ou modificação no estado de repouso ou movimentação de um corpo ou sistema de corpos. A intensidade das forças é definida em termos da aceleração fornecida ao quilograma-padrão, e são consideradas como grandezas vetoriais de forma que sobre elas operamos de acordo com as regras da álgebra vetorial, a força resultante em um corpo é a soma vetorial de todas as forças que atuam naquele corpo...

    1267  Palavras | 6  Páginas

  • EST TICA Aulas 1 2 3 4 5 6 7 8 9

    EMENTA: CONTEÚDO 7 PROGRAMÁTICO Estudo das condições de equilíbrio de partículas e de corpos rígidos (estruturas, vigas, treliças etc.) no plano e no espaço, envolvendo o cálculo das reações em conexões padrão utilizadas em engenharia; cálculo de forças axiais, esforços cortantes e momentos fletores em estruturas e vigas; cálculo de centróides de áreas e de volumes de figuras simples e de figuras compostas; cálculo de momentos de inércia de chapas planas simples e compostas e de sólidos simples e...

    17308  Palavras | 70  Páginas

  • Estática

    AULA 1 – VETORES FORÇARESULTANTE – Prof. Patricia de Almeida    RESULTANTES DE FORÇAS COPLANARES              Fx=FcosѲ  Fy=FsenѲ  FRx = ∑Fx  FRy = ∑Fy        Ѳ = arctg lFRy / FRx l                            Fx= F.a/c  Fy= ‐ F.b/c        RESMAT1   FR = √FRx2 + FRy2        Problema 1.1  Determine as componentes x e y de F1 e F2 que atuam sobre a lança mostrada na Figura.   Respostas:   F1x = 100 N     F1y = 173 N    F2x = 240 N     F2y = 100 N      Problema 1.2  O olhal da figura está submetido a duas forças F1 e F2...

    534  Palavras | 3  Páginas

  • Mecanica geral hibeller

    R.C.Hibbeler. 2.1 Determine a intensidade da força resultante FR = F1 + F2 e sua direção, medida no sentido anti-horário, a partir do eixo x positivo. [pic] 2.23 Determine a intensidade e a direção da resultante FR = F1 + F2 + F3 das três forças, encontrando primeiro a resultante F’ = F2 + F3 e depois compondo FR = F’ + F1. [pic] 2.38 Determine a intensidade e a direção, medida no sentido anti-horário, a partir do eixo x, da força resultante das três forças que atuam sobre o anel...

    671  Palavras | 3  Páginas

  • Mecanica basica

    forma: “Em todo triângulo, as medidas dos seus lados são proporcionais aos senos dos lados opostos”. A partir do mesmo triângulo ABC e seus ângulos internos α, β e γ, a lei dos cossenos é definida do seguinte modo: “Num triângulo, o quadrado da medida de um lado é igual à soma dos quadrados das medidas dos outros dois, menos o dobro do produto das medidas desses dois lados pelo cosseno do ângulo oposto ao primeiro lado”. * Momento de uma Força O momento de uma força em relação a um ponto ou...

    1955  Palavras | 8  Páginas

  • mecanica

    Salvador 2007 Mecânica Geral 2 1. Introdução 3 2. Forças Sobre uma Partícula 4 2.1. Forças no plano sobre uma partícula 4 2.1.1. Resultante de duas forças sobre uma partícula (triângulo de forças) 5 2.1.2. Resultante de forças sobre uma partícula (componentes ortogonais) 10 2.1.3. Equilíbrio de uma Partícula no plano 14 2.2. Forças no espaço sobre uma partícula 17 2.2.1. Vetor força definido por seu módulo e dois pontos de sua linha de ação 19 2.2.2. Equilíbrio de uma partícula...

    7044  Palavras | 29  Páginas

  • Mec ge ex1

    10ª. Edição. 10-03-2013 1. Determine a intensidade da força resultante FR = F1 + F2 e sua direção, medida no sentido anti -horário, a partir do eixo x positivo. 2. Determine a intensidade e a direção da resultante FR = F1 + F2 + F3 das três forças, encontrando primeiro a resultante F’ = F2 + F3 e depois compondo FR = F’ + F1. 3. Determine a intensidade e a direção, medida no sentido anti -horário, a partir do eixo x, da força resultante das três forças que atuam sobre o anel A. Considere...

    732  Palavras | 3  Páginas

  • Vetores

    desprezível), tracionado por duas cordas, conforme o diagrama de forças abaixo. Qual a intensidade da força resultante Fr? a)Fr = N . b) Fr = N . c) Fr = N . d) Fr = N . e) Fr= N. 02) PUCMG- Uma partícula é submetida à ação de duas forças, uma de 60N e a outra de 80N. Sobre o módulo da força resultante sobre essa partícula, pode-se afirmar que será: a) de 140N necessariamente. b) de 20N em qualquer situação. c) de 100N se as forças forem perpendiculares entre si. d) obrigatoriamente diferente...

    1614  Palavras | 7  Páginas

  • 1 Primeira Lista De Exerc Cios 20130312145355

    Questão 01 – O elemento BD exerce sobre o elemento ABC uma força P dirigida ao longo da linha BD. Sabendo que P deve ter uma componente vertical de 960 N, determine (a) a intensidade da força P, e (b) seu componente vertical. Questão 02 – A haste ativadora AB exerce no elemento BCD uma força P dirigida ao longo da linha AB. Sabendo que P deve ter uma componente de 110 N perpendicular ao braço BC do elemento, determine (a) a intensidade da força P, e (b) seu componente ao longo da linha BC. Questão...

    551  Palavras | 3  Páginas

  • ListadeExerccios1Bimestre 20150411163103 1

    Anjos DATA DA ENTREGA 22/04/2015 SEÇÃO 01 – VETORES FORÇA E FORÇA RESULTANTE 1) Determine a intensidade da força resultante FR = F1 + F2 e sua direção, medida no sentido anti-horário, a partir do eixo x positivo. 2) Determine a intensidade da força resultante FR = F1 + F2 e sua direção, medida no sentido anti-horário, a partir do eixo x positivo. 3) A força vertical F atua para baixo em A nos dois elementos da estrutura. Determine as intensidades dos dois componentes de F orientados ao longo dos...

    984  Palavras | 4  Páginas

  • ELETROSTATICA

    determinação da intensidade: a) da corrente elétrica num fio condutor retilíneo. b) da força de interação eletrostática entre duas cargas elétricas puntiformes. c) da força magnética gerada por cargas elétricas em movimento num fio condutor. d) do potencial elétrico produzido por cargas de mesmo valor absoluto. e) do campo elétrico num ponto devido a uma carga puntiforme negativa. 0 3. São dados dois corpúsculos eletrizados, com cargas elétricas q1 e q2, que se atraem com uma força F, quando ...

    58874  Palavras | 236  Páginas

  • Apostila de mecânica geral

    .......................................................................3 2. Forças Sobre uma Partícula .....................................................................................4 2.1. Forças no plano sobre uma partícula ...................................................................4 2.1.1. Resultante de duas forças sobre uma partícula (triângulo de forças) .............. 5 2.1.2. Resultante de forças sobre uma partícula (componentes ortogonais) ........... 10 2.1.3. Equilíbrio...

    9633  Palavras | 39  Páginas

  • CONSTRUÇÃO DE UMA MESA DE FORÇA NA VERTICAL

    Alves Roberto Oliveira de Almeida Vinicius Almeida A. da Silva CONSTRUÇÃO DE UMA MESA DE FORÇA NA VERTICAL São Paulo, 2014 Joseane Nunes Ferreira RA: 914112270 Leonardo R. G. dos Santos RA: 914117017 Lucas Aguiar Ventura RA: 914111628 Marco dos Santos Alves RA: 914108189 Roberto Oliveira de Almeida RA: 314102446 Vinicius Almeida A. Silva RA: 914103154 CONSTRUÇÃO DE UMA MESA DE FORÇA NA VERTICAL Relatório técnico apresentado como requisito para obtenção e aprovação na avaliação...

    5478  Palavras | 22  Páginas

  • Mecanica tecnica

    Lei dos Cossenos e Regra do Paralelogramo Aula 3 - Sistema de Forças Coplanares Aula 4 - Adição e Subtração de Vetores Cartesianos Aula 5 - Vetor Posição e Produto Escalar Aula 6 - Equilíbrio do Ponto Material em Duas Dimensões Aula 7 - Equilíbrio do Ponto Material em Três Dimensões Aula 8 - Equilíbrio do Ponto Material em Três Dimensões Aula 9 - Avaliação 1 Aula 10 - Momento de uma Força, Formulação Escalar Aula 11 - Momento de uma Força, Formulação Vetorial, Princípio dos Momentos Aula 12 - Momento...

    19365  Palavras | 78  Páginas

  • Lista De Exerc Cios 1 1

    (Decomposição de Forças) 1) Se FB é igual a 5 kN, e a força resultante age ao longo do eixo u, determine a intensidade da força resultante e o ângulo θ. (HIBBELER, 12º ed.) ESTÁTICA DOS SÓLIDOS Nome:___________________________________ RA:___________________ Semestre:____ Curso:_________________________ Campus:_____________ 2) A chapa está sujeita a duas forças sendo A e B conforme ilustrado. Se, θ = 60˚, determine a intensidade da força resultante gerada pelas duas forças e a sua direção medida sentido horário...

    515  Palavras | 3  Páginas

  • física

    percorridos por correntes de intensidade i 1 e i 2 . Nestas condições, pode-se afirmar que: a) A força magnética induzida será de atração se as 02. (UNESP) A figura abaixo representa um condutor correntes tiverem o mesmo sentido e de repulsão se retilíneo, percorrido por uma corrente I, conforme a tiverem sentidos opostos. convenção indicada. O sentido do campo magnético no b) A força magnética induzida será sempre de ponto P, localizado no plano da figura, é: atração. c) A força magnética induzida...

    5234  Palavras | 21  Páginas

  • Apostila mec1

    Lei dos Cossenos e Regra do Paralelogramo Aula 3 - Sistema de Forças Coplanares Aula 4 - Adição e Subtração de Vetores Cartesianos Aula 5 - Vetor Posição e Produto Escalar Aula 6 - Equilíbrio do Ponto Material em Duas Dimensões Aula 7 - Equilíbrio do Ponto Material em Três Dimensões Aula 8 - Equilíbrio do Ponto Material em Três Dimensões Aula 9 - Avaliação 1 Aula 10 - Momento de uma Força, Formulação Escalar Aula 11 - Momento de uma Força, Formulação Vetorial, Princípio dos Momentos Aula 12 - Momento...

    16259  Palavras | 66  Páginas

  • Curso Objetivo Eletromagnetismo Est Contido Com Exercicios Solucionados

    de cordas ideais paralelas ao solo. Neste instante, o ângulo que cada corda faz com a direção da correnteza do rio vale θ = 37°, o módulo da força de tração em cada corda é F = 80N e o bote possui aceleração de módulo 0,02m/s2, no sentido contrário ao da correnteza. (O sentido da correnteza está indicado por setas tracejadas.) FÍSICA A Considerando-se sen (37º) = 0,6 e cos (37º) = 0,8, qual é o módulo da força que a correnteza exerce no bote? a) 18N b) 24N c) 62N d) 116N e) 138N RESOLUÇÃO: PFD:...

    18367  Palavras | 74  Páginas

  • Eletromagnetismo

    pendurarmos pelo seu centro de massa, veremos que ele fica alinhado na direção geográfica norte-sul. A extremidade que aponta para o pólo norte geográfico é chamado pólo norte do imã. A outra, aponta para o sul geográfico, é denominada pólo sul do imã. A bússola é um aparelho que explora essa característica, constituído apenas de uma agulha imantada, apoiada pelo seu centro de massa. 3 – CAMPO MAGNÉTICO A força magnética é uma força de campo, ou seja, atua mesmo que não haja contato entre os corpos...

    8451  Palavras | 34  Páginas

  • Trabalho Mecanica Geral

     1- Determine a intensidade e a direção da resultante FR = F1 + F2 + F3 das três forças, encontrando primeiro a resultante F’ = F2 + F3 e depois compondo FR = F’ + F1. 2- Determine a intensidade e a direção, medida no sentido anti-horário, a partir do eixo x, da força resultante das três forças que atuam sobre o anel A. Considere que F1 = 500N e θ = 20°. 3- Determine a grandeza da força resultante e sua direção, medida no sentido anti-horário, a partir do eixo x positivo. 4- As três...

    745  Palavras | 3  Páginas

  • Exercicios resolvidos

    Exercício resolvido 01: Determine o módulo da força resultante e sua direção medida no sentido horário a partir do eixo x positivo. [pic] [pic] [pic] [pic] [pic] Mecânica Geral 7 Solução: sen10 120sen sen10 120sen kNF F Exercício resolvido 02: Determine os módulos das componentes da força de 600 N nas direções das barras AC e AB da treliça abaixo. [pic] [pic] [pic] Mecânica Geral 8 Solução: Por lei dos senos FCA = 820 N e FAB = 735 N Exercício resolvido 03: ...

    626  Palavras | 3  Páginas

  • 5 Corpos Rigidos Sistemas Equivalentes De Forcas

    Professor: Eduardo Nobre Lages Corpos Rígidos: Sistemas Equivalentes de Forças Maceió/AL Objetivo Estudo do efeito de sistemas de forças não concorrentes. Forças Concorrentes e Não Concorrentes • Forças concorrentes centradas – Podem induzir apenas a translações • Forças não concorrentes e concorrentes não centradas – Podem induzir a rotações combinadas ou não com translações Momento de uma Força em Relação a um Ponto Uma força aplicada num corpo cria, em relação a um ponto de referência, uma tendência...

    2827  Palavras | 12  Páginas

  • Lista de Exercícios

    v, e determine suas intensidades: Resp.: F1u = 386 N; F1v = 283 N; F2u = 150 N; F2v = 260 N. 2. O dispositivo é usado para a substituição cirúrgica da articulação do joelho. Se a força que atua ao longo da perna é 360 N, determine suas componentes ao longo dos eixos x’ e y: Resp.: Fx = 336,5 N; Fy = -807,7 N. 3. A caminhonete precisa ser rebocada usando duas cordas. Se a força resultante deve ser de 950 N, orientada ao longo do eixo x positivo, determine as intensidades das forças FA e...

    579  Palavras | 3  Páginas

  • CONFIRMAÇÃO DA PRIMEIRA LEI DO MOVIMENTO DE NEWTON E NOÇÕES SOBRE FORÇA DE ATRITO FORÇA DE ATRITO NUM MÓVEL SOBRE A RAMPA

    CONFIRMAÇÃO DA PRIMEIRA LEI DO MOVIMENTO DE NEWTON E NOÇÕES SOBRE FORÇA DE ATRITO FORÇA DE ATRITO NUM MÓVEL SOBRE A RAMPA Joaçaba maio de 2011 UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DISCIPLINA: FÍSICA EXPERIMENTAL MECÂNICA PROFESSORA: REGINA DE BASTIANI RAMPA ACADÊMICOS: ANA PAULA OLIVEIRA...

    3658  Palavras | 15  Páginas

  • Fisica mesa de força

    Mesa de Força Objetivo: Estabelecer situações de equilíbrio com três forças coplanares utilizando a mesa de força. Introdução Forças são definidas como grandezas vetoriais na Física. Com efeito, uma força tem módulo, direção e sentido e obedecem as leis de soma, subtração e multiplicação vetoriais da Álgebra. Este é um conceito de extrema importância, pois mostra o movimento ou comportamento de um corpo pode ser estudado em função da somatória vetorial das forças atuantes sobre ele, e não de cada...

    1715  Palavras | 7  Páginas

  • Magnetismo1

    elétricas de intensidades 6,0 A e 8,0 A, conforme a figura. Determine a intensidade do vetor indução magnética resultante no ponto P, que dista 4,0cm do fio 1 e 8,0cm do fio 2. Dado: 0  4 . 10-7 Tm . A a) por um vetor cuja direção é paralela ao fio condutor b) pelo vetor V4 . c) pelo vetor V3 . d) pelo vetor V2 . 2. A figura indica dois condutores muito longos, perpendiculares ao plano do papel e percorridos por correntes elétricas de intensidades i1 = i2 = 4,0 A. Determine a intensidade do vetor...

    2556  Palavras | 11  Páginas

  • ESTRUTURAS MAQUINARIAS

    CAP 3 – Forças Aplicadas as Estruturas de Máquinas Definição de Mecânica A mecânica pode ser definida como o ramo das ciências físicas dedicado ao estudo do estado de repouso ou movimento de corpos sujeitos à ação de forças. Normalmente o estudo da mecânica é dividido em três partes: a mecânica dos corpos rígidos, a mecânica dos corpos deformáveis e a mecânica dos fluidos. A mecânica dos corpos rígidos pode ser dividida em estática (equilíbrio de um corpo rígido) e dinâmica (movimento de um...

    1151  Palavras | 5  Páginas

  • Medidas

    MEDIDAS E UNIDADES Uninove Medidas Físicas A física está baseada na medição de grandezas utilizadas para descrever as mudanças que ocorrem no universo. Cada quantidade é medida com base em uma unidade, sendo expressa como múltiplo desta unidade. Exemplo: metro, segundo, quilômetro por hora etc. A medida de qualquer grandeza envolve a comparação com um valor unitário (valor padrão) precisamente definido. Todas as unidades usadas podem expressas como combinação de algumas unidades fundamentais....

    3320  Palavras | 14  Páginas

tracking img