Destinatario Da Norma Juridica artigos e trabalhos de pesquisa

  • normas juridicas

    uma norma jurídica As normas jurídicas são estruturas fundamentais do Direito e nas quais são gravados preceitos e valores que vão compor a Ordem Jurídica. É um imperativo de conduta, que coage os sujeitos a se comportarem da forma por ela esperada e desejada. A sociedade necessita de comandos que regulem a conduta de todos que dela participam, para impor limites às vontades e para impedir o surgimento de conflitos, bem como para resolvê-los quando forem inevitáveis. Qual a função da norma jurídica ...

    6872  Palavras | 28  Páginas

  • Normas jurídicas

    Normas Jurídicas: O que são; função; norma geral; norma abstrata; imperatividade da norma; coercibilidade da norma; destinatário; constituição. Norma jurídica pode ser definida como proposição normativa inserida em uma fórmula jurídica, garantida pelo poder publico ou pelas organizações internacionais. Tal proposição pode disciplinar ações ou atos, bem como prescrever tipos de organização, impondo de forma coercitiva. Provida de sanção, tem por objetivo principal a ordem e a paz social e internacional...

    1506  Palavras | 7  Páginas

  • Direito e moral norma juridica

    de Belo Horizonte Curso: Direito ATPS – DIREITO E MORAL NORMA JURÍDICA NOMES: Arthur Ferreira Matheus Candido B1 B2 Izael..... Guilherme........ Jonatan BELO HORIZONTE 2013 ATPS ETAPA 3 (tempo para realização: 5 horas) Aula-tema: Direito e Moral. Norma Jurídica. a) O que é uma norma jurídica? As normas jurídicas são estruturas fundamentais do Direito e nas quais são gravados...

    1370  Palavras | 6  Páginas

  • NORMA JURIDICA

    NORMA JURIDICA O conhecimento da norma jurídica se resolve numa ``compreensão de sentido’’, ela não pode ser ``explicada’’. A norma jurídica é o núcleo operacional, a essência do direito positivo. A partir delas, ou mais precisamente de seu conjunto ordenado (ordenamento jurídico), se afirma a existência de um direito nacional. Nesta logica o ordenamento jurídico brasileiro representa o direito positivo brasileiro e desta forma tantos quantos forem os ordenamentos jurídicos existentes. NOÇÃO DE...

    577  Palavras | 3  Páginas

  • Questões de a teoria da norma jurídica de bobbio

    TEORIA DA NORMA JURÍDICA. 1- Que tipos de normas existem e o qual o ponto em comum entre elas? Resposta: Além das normas jurídicas, pode-se citar as normas religiosas, que regulam o homem com sua divindade, as normas pessoais, que regulam o homem consigo mesmo. O ser humano pertence a vários grupos, havendo normas específicas para cada um. O elemento característico comum consiste no fato de serem proposições com finalidade de influenciar o comportamento dos indivíduos ou dos grupos. 2- Quais...

    2059  Palavras | 9  Páginas

  • NORMA JURÍDICA

    INTRODUÇÃO A Norma Jurídica é a regulamentação da conduta que o individuo deve ter dentro da sociedade em que vive, garantido pelo Poder Publico, pois a Norma Jurídica objetiva atingir certo propósito que visa buscar a Paz Social, implantando uma ordem na vida social. Portanto as normas jurídicas estão para o Direito da sociedade (mantendo a paz social), assim como o mar , rios e lagoas estão para os peixes. 2. DA NORMA JURÍDICA 2.1 – Conceito: Kant considera ser a norma jurídica um juízo hipotético...

    1283  Palavras | 6  Páginas

  • Norma jurídica

    Santo André 2011 Questionamentos: O que é norma Jurídica? As normas jurídicas são estruturas fundamentais do Direito e nas quais são gravados preceitos e valores que vão compor a Ordem Jurídica. São regras de condutas, impostas, admitidas ou reconhecidas pelo Ordenamento Jurídico. A norma jurídica é a expressão formal do Direito. Qual a função da norma jurídica? A norma jurídica é responsável por regular a conduta do indivíduo, guiar o comportamento das...

    602  Palavras | 3  Páginas

  • Norma Jurídica

    Norma Jurídica Norma Jurídica é normativa inserida em uma forma (lei, tratado etc), garantida pelo poder público (direito interno) ou pelas organizações internacionais (direito internacional), proposição que pode disciplinar ações ou atos (regras de condutas), como pode prescrever tipos de organizações, impostos, de forma coercitiva, provida de sanção. Tem por objetivo a ordem e a paz social internacional. No direito da sociedade letrada, as normas não têm por objeto situações concretas, são dotadas...

    3109  Palavras | 13  Páginas

  • Normas Jurídicas

    2015 1 – O que é uma norma jurídica? A norma jurídica é a célula do ordenamento jurídico (corpo sistematizado de regras de conduta caracterizado pela coercitividade e imperatividade). É um imperativo de conduta, que coage os sujeitos a se comportarem da forma por ela esperada e desejada. 2 – Qual a função da norma jurídica? A compreensão da norma jurídica somente é possível a partir da noção de ordenamento jurídico isto porque a eficácia da norma e a institucionalização da sanção dependem...

    731  Palavras | 3  Páginas

  • Normas juridicas

    Capítulo I Etapa 3 e 4 O que é norma jurídica? Segundo PAULO GUSMÃO “(...) É a preposição normativa inserida em uma fórmula jurídica (lei, regulamento, tratado internacional etc.), garantida pelo poder público (direito interno) ou pelas organizações internacionais (direito internacional).” Segundo RIZZATO NUNES “(...) a norma jurídica é um comando, um imperativo dirigido à ações dos indivíduos – e das pessoas jurídicas e demais entes. É uma regra de conduta social; sua finalidade...

    2040  Palavras | 9  Páginas

  • Direito e moral norma juridica

    conceituar com fundamentos próprios do grupo os elementos primordiais à existência e validade de uma norma jurídica. Tratando-se de questões pertinentes às normas jurídicas, tais como: definição, função, construção e destinatário da norma jurídica; definição de norma geral e abstrata, sua imperatividade, coercibilidade e sanção. Desenvolvimento Definição de norma jurídica Norma jurídica é a célula do ordenamento jurídico (corpo sistematizado de regras de conduta, caracterizadas pela...

    1414  Palavras | 6  Páginas

  • Oque e norma jurídica

    O que é norma jurídica Norma jurídica é a célula do ordenamento jurídico (corpo sistematizado de regras de conduta, caracterizadas pela coercitividade e imperatividade). É um imperativo de conduta, que coage os sujeitos a se comportarem da forma por ela esperada e desejada. A norma jurídica apresenta-se dividida em duas partes: Suporte fático ou conduta: que é o conjunto de elementos de fato previstos abstratamente na norma, cuja ocorrência é imprescindível à incidência da regra...

    650  Palavras | 3  Páginas

  • Teoria da contrafacticidade da norma juridica

    Teoria da Contrafacticidade da Norma Jurídica - A norma jurídica independe do que acontece no mundo dos fatos. Mundo – Ser: Realidade Fática. Mundo Ôntico ( mundo que se refere como as coisas são) Mundo do dever – ser. Mundo Deôntico ( o mundo em que a lei vigora, - proibição, não fazer, a consequência jurídica sanção) - Obrigação, fazer, consequência negativa pelo não cumprimento de fazer. - Permissão, fazer/não fazer, opção. Podem estabelecer sanções positivas. A validade...

    632  Palavras | 3  Páginas

  • Normas do direito

    A) O que é uma norma jurídica?  A compreensão da norma jurídica somente é possível a partir da noção de ordenamento jurídico isto porque a eficácia da norma e a institucionalização da sanção dependem da pré-existência de um ordenamento jurídico. Não existe nenhuma norma juridicamente válida sem a existência de um ordenamento jurídico correspondente, apesar de ser possível a discussão acerca da possibilidade da norma jurídica ser ou não ser justa ou eficaz independente da sua validade. B) Qual é...

    1840  Palavras | 8  Páginas

  • Norma Juridica

    A Norma Jurídica  Norma em sentido estrito Conceito e estrutura da regra jurídica O termo norma jurídica é um temo equívoco. No seu sentido restrito e próprio exprime a ligação à representação de um acontecimento ou situação da vida social, como consequente da necessidade de uma conduta, traçada em termos gerais e abstractos. A representação do evento ou situação da vida diz-se previsão da norma, o estabelecimento da necessidade de uma conduta diz-se estatuição, por conseguinte pode definir-se...

    1537  Palavras | 7  Páginas

  • Direito e moral norma juridica – relação juridica

    DIREITO E MORAL NORMA JURIDICA – RELAÇÃO JURIDICA /SP 2012 INTRODUÇÃO O presente trabalho busca apresentar ideias de Hans Kelsen trazendo suas definições sobre fundamentos próprios da teoria pura do Direito. Trata-se de questões pertinentes às normas jurídicas, tais como: definição...

    2090  Palavras | 9  Páginas

  • Características da norma jurídica- resumo

    Características da norma jurídica 1) Imperatividade: * Toda norma de conduta é um mandamento e, portanto, é imperativa; * Certas normas, contudo, imperam mais do que as outras. As normas jurídicas imperam mais do que as normas puramente éticas ou morais. 2) Generalidade: * A generalidade implica dizer que a norma jurídica é abstrata; ela prevê e regula, hipoteticamente, uma série infinita de casos enquadráveis num tipo abstrato. 3) Bilateralidade ou alteridade: * As normas jurídicas são bilaterais...

    1971  Palavras | 8  Páginas

  • Resumo teoria da norma juridica

    O direito para Bobbio é entendido como um conjunto de normas ou regras de conduta, a experiência jurídica é desse modo, é uma experiência normativa. Há uma variedade e multiplicidade das normas, as normas jurídicas são apenas uma parte da experiência normativa, apesar dos diferentes tipos de normas todas influenciam no comportamento humano, sejam elas normas religiosas, morais, sociais, de costumes e assim sucessivamente. Todas as normas são proposições, que tem como objetivo influenciar no comportamento...

    1354  Palavras | 6  Páginas

  • normas juridicas e as celulas

    A norma jurídica é a célula do ordenamento jurídico (corpo sistematizado de regras de conduta, caracterizadas pela coercitividade e imperatividade). É um imperativo de conduta, que coage os sujeitos a se comportarem da forma por ela esperada e desejada. Definição A compreensão da norma jurídica somente é possível a partir da noção de ordenamento jurídico isto porque a eficácia da norma e a institucionalização da sanção dependem da pré-existência de um ordenamento jurídico. Não existe nenhuma...

    1431  Palavras | 6  Páginas

  • Trabalho norma juridica

    Norma Juridica SUMARIO Introdução - 3 Questionário 4 Questionário 5 Desenvolvimento 5 Referencias Blibiograficas 6 Conclusão ...

    1142  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo Teoria da Norma Juridica

    Teoria da Norma Jurídica  CAPITULO I O DIREITO COMO REGRA DE CONDUTA UM MUNDO DE NORMAS O direito é considerado um conjunto de normas, ou regras de conduta. Observando a história podemos concluir a evolução do sistema normativo e das regras de conduta, que podem ser religiosas, morais, jurídicas, sociais, mas que tem como uma das suas funções caracterizar uma dada sociedade. VARIEDADE E MULTIPLICIDADE DAS NORMAS As regras de conduta não são apenas normativas, há regras morais, sociais...

    5011  Palavras | 21  Páginas

  • Normas jurídicas

    1 das normas JURÍDICAS A norma jurídica é, em primeiro lugar, uma regra de conduta social cujo objetivo é regular a ativdade dos homens em suas relações sociais. O aspecto principal das normas jurídicas é impor certa ação ou comportamento, dirigindo a conduta dos indivíduos. Trata-se de um comando, um imperativo dirigido às ações dos indivíduos e das pessoas jurídicas e demais entes. É uma regra de conduta social; sua finalidade é regular as atividades dos sujeitos em suas relações sociais. A...

    2805  Palavras | 12  Páginas

  • norma juridica

    Para mim direito é muito mais amplo do que apenas o conceito de normas jurídicas. Normas jurídicas são as normas positivadas, ou seja, são escritas. Estas normas, são as utilizadas pelo estado para garantir a paz e a segurança social. Já o conceito de direito inclui tao as normas juridicas, quanto as normas não escritas, que fazem parte do imaginário popular. Entretanto, se vc se utilizar de uma doutrina kenesiana, a de Hans Kelsen, creio eu que você ja tenha estudado ou esta estudando, através...

    704  Palavras | 3  Páginas

  • Trablho sobre normas juridicas

    elaboradas normas que regulamentem as relações sociais e os aspectos, conflitos ou acordos relacionados à convivência social. Essas normas (jurídicas), inquestionavelmente necessárias, devem apontar as condutas essenciais para a manutenção da ordem social e da segurança jurídica. A normal penal é exemplo de norma jurídica que regula a vida social. O objetivo deste trabalho é apresentar, com base em revisão bibliográfica, estudo que conceitue norma jurídico-penal e caracterize a estrutura da norma jurídica...

    2229  Palavras | 9  Páginas

  • ied norma juridicas

    ESQUEMA DE AULAS: Aula 1 – dia 21/10/2014 PARTE 1: DA ESTRUTURA DA NORMA JURÍDICA DAS NORMAS JURÍDICAS EM GERAL TIPOS PRIMORDIAIS DE NORMAS ESTRUTURA DAS REGRAS JURÍDICAS DE CONDUTA ESTRUTURA TRIVALENTE DA NORMA JURÍDICA ___________________________________________________________________________ PARTE 2 DAS NORMAS JURÍDICAS EM GERAL - NORMA X CONDUTA (OBJ. A CORRELAÇÃO ENTRE AS DUAS, NORMAS NAS SOCIEDADES ATÉ MAIS ANTIGAS- LEI DO TALIÃO, EXPERIÊNCIA SOCIAL NUM TEMPO-ESPAÇO...

    3914  Palavras | 16  Páginas

  • Classificaçao das normas juridicas

    PRINCÍPIOS E NORMAS JURÍDICAS 1. TEORIA DA NORMA JURÍDICA ►Segundo o renomado jurista pátrio Miguel Reale normas ou regras jurídicas seriam certos esquemas ou modelos de organização e de conduta. ►Para entender o conceito de norma jurídica é necessário entender o que é proposição jurídica. ►Norma jurídica é um comando positivado pelo Estado. ►A proposição é um juízo revelador da norma jurídica, consistindo esta num imperativo geral, abstrato, bilateral e coativo. 2. NORMAS ÉTICAS ...

    1557  Palavras | 7  Páginas

  • Norma juridica

    Norma Jurídica * Conceito de Norma Jurídica Dispões sobre fatos e consagra valores, as normas jurídicas são o ponto culminante do processo de elaboração do Direito e o ponto de partida da Dogma Jurídica , que desempenha função de sistematizar e descrever a ordem jurídica vigente. As normas e regras jurídicas são fundamentais para o Direito de um povo. A norma jurídica desempenha...

    1455  Palavras | 6  Páginas

  • imperativismo norma juridica

     TEORIA IMPERATIVISTA DA NORMA JURIDÍCA CONCEPÇÃO DA NORMA JURIDÍCA COMO COMANDO DISTINÇÃO ENTRE COMANDO E CONSELHO JONH AUSTIN E AUGUST THON IMPERATIVIDADE DA NORMA JURIDICA QUANDO LEGITIMADA ATRAVÉS DE UM COMANDO, UMA IMPOSIÇÃO DE VONTADE, UM MANDAMENTO COM CARATÉR OBRIGATÓRIO E SUPERIOR NO QUAL ATRAVÉS DE UMA COERÇÃO EM FORMA DE SANÇÃO RESULTA EM UMA CONSequençia. CONCEPÇÃO LEGALISTA- ESTATAL ...

    694  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo norma jurídica ied

    NORMA JURÍDICA O estudo da norma jurídica pode ser considerado como a essência do Direito Objetivo e se faz de fundamental importância. As normas jurídicas dispõem sobre fatos e valores e assim o Direito é elaborado e sistematizado. O conhecimento sobre o Direito é o mesmo que conhecer as normas jurídicas e seqüência lógica. O autor compara as normas jurídicas ás células de um ser vivo. Aquelas estão para o Direito como estas estão para um organismo vivo. Alega ainda que o Direito Positivo...

    1606  Palavras | 7  Páginas

  • classificação da norma juridica

    Classificação da Norma Jurídica 1 - Quanto ao conteúdo: o conteúdo da norma jurídica é a conduta humana e os processos de organização social. Daí a existência de dois tipos primordiais da norma jurídica: de organização e de conduta. 1.1 Normas de organização: são aquelas que, a fim de assegurar uma convivência juridicamente organizada, visam a estrutura e ao funcionamento dos órgãos do Estado, ou fixam e distribuem competências e atribuições, ou disciplinam a identificação, modificação e aplicação...

    1379  Palavras | 6  Páginas

  • atps ID normas juridicas

    DIREITO E MORAL E NORMA JURÍDICA INTRODUÇÃO Esse trabalho irá a seguir falar sobre o Direito Moral e a norma jurídica, que é esta, uma é a célula do sistema legal com regras sistemáticas de comportamento, caracterizado pela coercibilidade e também por ser normai imperativa. É um imperativo de conduta, o que obriga os sujeitos a se comportarem da maneira esperada e desejada por ela. 1 - Conceito As normas jurídicas são estruturas fundamentais do Direito e nas quais são...

    1210  Palavras | 5  Páginas

  • ATPS Normas Juridicas

    O que é a norma jurídica? È uma regra de conduta, estruturas fundamentais do Direito, que são imposta, admitida ou reconhecida pelo ordenamento jurídico, responsável por regular a conduta do individuo e fixar enunciados sobre a organização da sociedade e do Estado, sendo assim impondo as penalidades previstas aos que não cumprirem. Qual a função da norma jurídica? A principal função da norma jurídica é a obtenção de ordem e paz A norma jurídica desempenha varias funções, que não se pode...

    630  Palavras | 3  Páginas

  • Normas Jurídicas

    República De Angola Ministério Da Educação Ciência e Tecnologia Colégio Maravilha de Benguela Trabalho Investigativo de Introdução ao Direito TEMA Turma: A 10ª Classe Curso: Ciência Económica Jurídica Grupo nº 3 Elaborado Por Armando Aníbal nº3 Edson Armando Martins nº15 Lucunde Edvaldo Segunda nº21 António Sabino Sangandala nº22 PENSAMENTO Pus-me a cantar minha pena ...

    7086  Palavras | 29  Páginas

  • Teoria da norma juridica

    O Direito como Regra de Conduta O autor propõe o estudo do direito a partir do ponto de vista normativo, considerando o direito como um conjunto de normas, ou regras de conduta. A idéia defendida aqui é que estamos rodeados e submersos sobre uma “ilha de regras e condutas” e que muitas vezes nem a percebemos e ainda sim acreditamos ser livres, e que essas regras nos seguem desde o nascimento até a morte. E que nosso processo de formação e educação são norteados pelas regras...

    3138  Palavras | 13  Páginas

  • Norma juridica

    norma jurídica é a célula do ordenamento jurídico. É um imperativo de conduta, que coage os sujeitos a se comportarem da forma por ela esperada e desejada. A compreensão da norma jurídica somente é possível a partir da noção de ordenamento jurídico isto porque a eficácia da norma e a institucionalização da sanção dependem da pré-existência de um ordenamento jurídico. Não existe nenhuma norma juridicamente válida sem a existência de um ordenamento jurídico correspondente, apesar de ser possível...

    2055  Palavras | 9  Páginas

  • Consumidor e Pessoa Jurídica

    enquadramento das empresas na situação de consumidora. 2. CONCEITO Considerada uma norma de função social, o Código de Defesa do Consumidor, visa tutelar um grupo específico de indivíduos considerados vulneráveis no mercado de consumo, denominados pelo Código na compreensão genérica de Consumidor. O tema principal deste trabalho, como antes exposto, é o esclarecimento da questão sobre o fato de empresas, pessoas jurídicas, serem ou não enquadradas como consumidoras e conseguintemente protegidas pelo...

    2128  Palavras | 9  Páginas

  • normas pdf

    A norma jurídica é a célula do ordenamento jurídico (corpo sistematizado de regras de conduta, caracterizadas pela coercitividade e imperatividade). É um imperativo de conduta, que coage os sujeitos a se comportarem da forma por ela esperada e desejada. Índice [esconder] * 1 Definição * 2 Norma jurídica e linguagem * 3 Norma jurídica e regra jurídica * 4 Contrafacticidade * 5 Espécies de norma jurídica * 6 Elementos do conceito da norma jurídica * 7 A validade...

    1665  Palavras | 7  Páginas

  • TEORIA DA NORMA JUR DICA

     “TEORIA DA NORMA JURÍDICA” 2. Leitura recomendada DIMOULIS, Dimitri. Manual de Introdução à Teoria do Direito. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, p. 98-131. 3. Atividade de Aprendizagem 3.1. Questões 1- Defina o significado dos termos “lei”, “norma” e “regra”. 2- Defina Norma Jurídica e enumere suas principais características. 3- Discorra sobre a Classificação das Normas Jurídicas. 4- Discorra sobre a aplicação das normas jurídicas (subsunção e silogismo jurídico). RESPOSTAS: 1...

    931  Palavras | 4  Páginas

  • Normas jur dicas

    Direito é o conjunto de normas que regulam a conduta humana em sociedade e sendo o Direito um conjunto de normas reguladoras temos que analisar o conceito e a classificação dessas normas jurídicas para que possamos eleger a sua essência. A compreensão da norma jurídica somente é possível a partir da noção de ordenamento jurídico isto porque a eficácia da norma e a institucionalização da sanção dependem da pré-existência de um ordenamento jurídico. Não existe nenhuma norma juridicamente válida sem...

    1341  Palavras | 6  Páginas

  • Fichamento de citação capítulos I e II Teoria da norma jurídica Norberto Bobbio

    experiência jurídica é uma experiência normativa.” “Podemos comparar o nosso proceder na vida como o caminho de um pedestre em uma grande cidade: aqui é a direção proibida, lá a direção é obrigatória; e mesmo ali onde é livre, o lado da rua sobre o qual ele deve manter-se é em geral rigorosamente sinalizado. “ “Além das normas jurídicas, existem preceitos religiosos, regras morais, sociais, costumeiras, regras daquela ética menor que é a etiqueta, regras de boa educação, etc. Além das normas sociais...

    1297  Palavras | 6  Páginas

  • norma jurica

    uma norma jurídica Falar em norma, logo temos o entendimento de ser algo que rege, impõe, conduz pessoas a seguirem algo sendo moral, jurídico, ético, para que uma sociedade consiga viver em harmonia, ou seja, um bem social, sendo positivada ou não. As leis são exatamente o conjunto de normas que compõem o ordenamento jurídico, estas feitas visando as transformações ocorridas dentro da sociedade, criadas assim dentro dos costumes da mesma. Qual a função da norma jurídica As normas jurídicas...

    946  Palavras | 4  Páginas

  • Trabalho Teoria da Norma Jur dica

    DO DIREITO TEORIA DA NORMA JURÍDICA Modelo de Pragmática Alípio Saraiva Andréa Elena Bazolli João Lucas Portela Bandeira Sérgio Giraldelli de Freitas Victor Yukio Maruiti CUIABÁ-MT Abril/2015 TEORIA DA NORMA JURÍDICA Modelo de Pragmática Trabalho destinado a apresentar uma introdução à pragmática da comunicação jurídico normativa, tomando por base a obra de Tércio Sampaio Ferraz Júnior – Teoria da Norma Jurídica: Ensaio de Pragmática da Comunicação...

    2281  Palavras | 10  Páginas

  • A Norma

    A norma jurídica é a célula do ordenamento jurídico (corpo sistematizado de regras de conduta, caracterizadas pela coercitividade e imperatividade). É um imperativo de conduta, que coage os sujeitos a se comportarem da forma por ela esperada e desejada. Definição[editar | editar código-fonte] A compreensão da norma jurídica somente é possível a partir da noção de ordenamento jurídico isto porque a eficácia da norma e a institucionalização da sanção dependem da pré-existência de um ordenamento jurídico...

    1829  Palavras | 8  Páginas

  • Caracteristicas da norma juridica

    CARACTERÍSTICAS DA NORMA JURÍDICA Generalidade – obriga a todos que se acham em igual situação jurídica (todos são iguais perante a lei). Conforme o caput do artigo 5º da Constituição Federal: “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos seguintes termos:” (...) Abstratividade – não visa casos singulares, procurando...

    634  Palavras | 3  Páginas

  • ESTUDO DIRIGIDO 1 Norma Jur Dica 1

    1-A norma jurídica é a célula do ordenamento jurídico (corpo sistematizado de regras de conduta, caracterizadas pela coercitividade e imperatividade). É um imperativo de conduta, que coage os sujeitos a se comportarem da forma por ela esperada e desejada. 2- Características substanciais da norma jurídica ·   Generalidade. Temos que a norma jurídica é preceito de ordem geral, que obriga a todos que se acham em igual situação jurídica. Da generalidade da norma, deduzimos o princípio da isonomia da...

    1290  Palavras | 6  Páginas

  • Resumo de Teoria da Norma Jurídica (Bobbio)

     TEORIA DA NORMA JURÍDICA Norberto Bobbio CAPÍTULO I O DIREITO COMO REGRA DE CONDUTA 1 UM MUNDO DE NORMAS: O ponto de vista acolhido neste curso para o estudo do direito é o ponto de vista normativo. A experiência jurídica é, pois, uma experiência normativa. A História pode ser imaginada como uma imensa torrente fluvial represada: as barragens são as regras de conduta, religiosas, morais, jurídicas, sociais, que detiveram a corrente das paixões, dos interesses...

    27939  Palavras | 112  Páginas

  • Relações jurídicas

    As relações jurídicas de consumo são formadas pela interação entre consumidores e fornecedores a partir de um produto ou serviço (contratual) e/ou derivadas da responsabilidade civil. RESPONSABILIDADE NAS RELAÇÕES DE CONSUMO O Código de Defesa do Consumidor estabelece dois tipos de responsabilidade pelos danos causados aos consumidores, uma mais gravosa e outra de menor potencial ofensivo. Em ambas as responsabilidades o dano ao consumidor é ocasionado por um problema no produto e/ou serviço...

    2251  Palavras | 10  Páginas

  • Norma jurídica x norma de trato social

    Diferencie a norma jurídica, da normal e da norma de trato social (normas de etiqueta). A norma em geral é confundida com a lei, e são usadas comumente como expressões equivalentes, mas a norma é mais abrangente englobando o costume e os princípios gerais do direito. A lei é a regra geral e abstrata, construída pelo legislador ou pelo poder de fato de forma coercitiva com a obrigação de ser cumprida e observada por toda comunidade em que se originou...

    1057  Palavras | 5  Páginas

  • Formação das leis e Normas Jurídicas

    (Município) NORMAS JURIDICAS Quando estudamos a perspectiva estrutural, utilizamos o exemplo do conceito kelseniano de direito, segundo o qual “o direito é um conjunto de normas coativas” (Hans Kelsen). Isto conduziu-nos a uma aproximação da noção de norma como expressão da linguagem, determinando-a, entre as diversas funções da linguagem, na função diretiva, uma vez que os enunciados normativos se propõem a provocar comportamentos nos demais. Normas jurídicas são, essencialmente,...

    921  Palavras | 4  Páginas

  • Relaçoes juridicas

    2 RELAÇÕES JURIDICAS Relação jurídica pode ser conceituada, no plano objetivo, como toda relação social disciplinada pelo Direito. No plano subjetivo, comporta-se admitir como o vínculo entre dois ou mais indivíduos dotado de obrigatoriedade. Segundo Orlando Gomes, a relação jurídica pode ser vista sob dois aspectos: "No primeiro, o vínculo entre dois ou mais sujeitos de direito que obriga um deles, ou os dois, a ter certo comportamento, ou, simplesmente, o poder direto de uma pessoa sobre...

    2181  Palavras | 9  Páginas

  • norma juridica

    NORMA JURÍDICA NA OPTICA DE TÉRCIO SAMPAIO RESUMO O presente trabalho tem por objetivo apresentar a teoria da norma jurídica formulada por Tercio Sampaio Ferraz Junior. O autor propõe uma abordagem pragmática da norma jurídica, para determinação de um sistema explicativo do comportamento humano enquanto regulado por normas. APRESENTAÇÃO O estudo aqui realizado trata de diferentes perpectivas da norma jurídica, analisa-se, primeiramente, seu conceito, estrutura de classificação...

    1797  Palavras | 8  Páginas

  • Teoria da norma jurídica

    Resumo teoria da norma jurídica 1.1 O direito é entendido como um conjunto de normas ou regras de conduta. A experiência jurídica é uma experiência normativa. É preciso a consciência da importância do “normativo” na nossa existência individual e social. A historia se apresenta como um complexo de ordenamentos normativos que se sucedem, se sobrepõem, se contrapõem e se integram. 1.2 Além das normas sociais, que regulam a vida do indivíduo quando ele convive com outros indivíduos, há normas que regulam...

    3569  Palavras | 15  Páginas

  • Segundo Bobbio O Direito E Diferenciado Por Suas Normas Jur Dicas Trabalho Faculdade

    por suas normas Jurídicas, regulamentado as ações do homem de forma hipotética, não sendo necessário nem impossível, dando poder soberano ao Judiciário, atribuindo ao Juiz o dever de aplicar normas e executar sanções, se apoderando do conjunto de regras para usar a força como critério a obrigar a todos da sociedade chamados por ele de súditos a cumprir os preceitos estipulados como normas de conduta. Quando ele usar do ornamento para possibilitar mudanças nas normas jurídicas, deixando...

    985  Palavras | 4  Páginas

  • Teoria da Norma Jurídica

    Teoria da Norma Jurídica, de Norberto Bobbio – Resumo de Leitura “Abreviaturas” - DP – Direito Positivo DN – Direito Natural NJ – Norma Jurídica OJ – Ordenamento Jurídico RJ – Realismo Jurídico TGD – Teria Geral do Direito 1. O Direito como Regra de Conduta O conceito de Direito precisa do elemento sociedade para existir. O que não sai da esfera individual não caracteriza uma sociedade. Cada manifestação social envolve pelo menos dois cidadãos. “Não há sociedade, no sentido correto...

    3030  Palavras | 13  Páginas

  • HERMENEUTICA JURIDICA

    Introdução A norma jurídica é um conceito dos mais relevantes para o entendimento e aplicação do Direito. Para Kelsen, chega a ser objeto central, quase que exclusivo, da ciência do direito. Diz o Mestre de Viena : ... o conhecimento jurídico dirige-se a estas normas que possuem o caráter de normas jurídicas e conferem a determinados fatos o caráter de atos jurídicos (ou antijurídicos). Na verdade, o Direito, que constitui o objeto deste conhecimento, é uma ordem normativa da conduta humana...

    15594  Palavras | 63  Páginas

  • Ordem juridica

    Ordem Jurídica O direito visa definir o comportamento convivente do homem orientando a sua conduta de acordo com certos padrões cuja observância reputa como indispensável para uma harmonia social. E, em consequência, resolvendo os conflitos gerados pela convivência em sociedade. Ordem Social Da ordem social em que nos inserimos fazem parte várias ordens parcelares: a) Ordem Juridica b) Ordem Moral c) Ordem Religiosa d) Ordem de trato social (usos socias de diferentes natureza, tais como...

    739  Palavras | 3  Páginas

  • Análise empírica da eficácia da norma jurídica

    F A N O R C U R S O D E D I R E I T O TRABALHO DA DISCIPLINA DE SOCIOLOGIA E DIREITO Professora: FLÁVIA MENDES CARVALHO SARAIVA ANÁLISE EMPÍRICA DA EFICÁCIA DA NORMA JURÍDICA ART. 81, INC. II, DA LEI 8.069/90 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE JOÃO ANSELMO ARAÚJO VIEIRA MAT. 10100477 Abril/2010 Prevê a Constituição Federal de 1988, em seu art. 227, caput, que “é...

    1769  Palavras | 8  Páginas

  • Resumo Teoria da Norma Jurídica - Bobbio

    Resumo teoria da norma jurídica 1.1 O direito é entendido como um conjunto de normas ou regras de conduta. A experiência jurídica é uma experiência normativa. É preciso a consciência da importância do “normativo” na nossa existência individual e social. A historia se apresenta como um complexo de ordenamentos normativos que se sucedem, se sobrepõem, se contrapõem e se integram. 1.2 Além das normas sociais, que regulam a vida do indivíduo quando ele convive com outros indivíduos, há normas que regulam...

    3569  Palavras | 15  Páginas

  • Teoria da norma jurídica fichamento

    Teoria da Norma Jurídica BOBBIO, Norberto. Teoria da Norma Jurídica, trad. Fernando Pavan Baptista e Ariani Bueno Sudatti. Ed. Edipro. Bauru, 2001. Capitulo 1: Direito como Regra de Conduta. 1. Um mundo de normas → A experiência jurídica é uma experiência normativa . A norma está presente durante toda vida das pessoas, mesmo que não seja despercebida. Na história o caráter normativo é fundamental para se contar determinados atos e fatos históricos e o que significava essas ações em determinado...

    3788  Palavras | 16  Páginas

  • Sociologia Juridica

    Rafael Barreto Ramos © 2012 Sociologia Jurídica Professor: Leonardo Goulart 01/08/12 (Rebeca, adaptado)  Considerações Iniciais É um curso crítico. Sociologia não trabalha com discussão axiológica ou valorativa e sim, de fato, se preocupa com o que acontece no mundo lá fora. Ex. Não vemos qualquer referência a “favelas”, “aglomerado urbano” ou homossexualidade no código penal. O curso terá três partes: 1. 1ª parte Trabalhar-se-á com conceitos básicos: Realismo e sua diferença em...

    5333  Palavras | 22  Páginas

tracking img