Despolitização E A Economia Em Foco artigos e trabalhos de pesquisa

  • A economia no brasil

    condições de vida social decente poderemos ter democracia no Brasil. Enquanto isso, temos uma democracia "capenga". Os partidos políticos no Brasil Os partidos políticos no Brasil foram, em sua maioria, representantes dos setores dominantes da economia na sociedade. Até 1930, os partidos eram apenas agregados de oligarquias locais e regionais que se organizavam para tirar vantagens do Estado. Havia apenas uma exceção: o Partido Comunista do Brasil (PCB), criado em 1922, que se propunha ser a voz...

    3932  Palavras | 16  Páginas

  • RELAÇÃO ESTADO MODERNO E SOCIEDADE: uma análise acerca dos direitos sociais no Brasil com foco na política de assistência

    RELAÇÃO ESTADO MODERNO E SOCIEDADE: uma análise acerca dos direitos sociais no Brasil com foco na política de assistência Karoline Mendonça Rocha Barros1 Thaysa Kelly Neves de Lima2 RESUMO Este artigo apresenta uma análise acerca dos direitos sociais no Brasil com ênfase na Política de Assistência Social, onde destacamos as singularidades de um País de capitalismo tardio e a forma como esses direitos foram conquistados e assimilados pelo Estado e pela sociedade. Torna-se, então, necessário ...

    3582  Palavras | 15  Páginas

  • estado

    salvar aqueles que se punham em perigo. São os setores envolvidos na troca de favores os primeiros a questionar o Estado quando este procu­ra aplicar recursos em educação, saúde, habitação ou transporte para beneficiar a maioria da população. A economia e muitos outros setores da sociedade se modernizaram, mas as práticas políticas no Brasil, com raríssimas exceções, continuam a reproduzir as velhas relações políticas, com poucas modificações. A política do favor aparece também no cotidiano,...

    1185  Palavras | 5  Páginas

  • Democracia no Brasil

    Instalou-se um capitalismo sem riscos no Brasil, e os primeiros a questionar o Estado quando este aplica recursos em educação, saúde, habitação, ou transporte para beneficiar a população em massa, são os setores envolvidos na troca de favores. A economia e muitos outros setores da sociedade se modernizaram, porém, as práticas políticas, com pouquíssimas exceções, continuam a reproduzir as velhas relações políticas, com poucas modificações, e tudo para render votos futuros. Quando o assunto se...

    1343  Palavras | 6  Páginas

  • Democracia representação e partidos políticos

    condições decentes de vida social, poderemos ter democracia no Brasil. Enquanto isso temos uma democracia “capenga”. Os partidos políticos no Brasil - Os partidos políticos no Brasil foram, em sua maioria, representantes dos setores dominantes da economia na sociedade. Até 1930, os partidos eram apenas agregados de oligarquias locais e regionais que se organizavam para tirar vantagem do Estado. Havia apenas uma exceção: o Partido Comunista do Brasil (PCB) criado em 1922, que se propunha ser a voz...

    2616  Palavras | 11  Páginas

  • • Ofensiva Capitalista, Despolitização e Politização dos Conflitos de Classe.

     Ofensiva Capitalista, Despolitização e Politização dos Conflitos de Classe. Para que haja um entendimento a cerca dos Movimentos Sociais, a autora, Duriguetto, aborda alguns conceitos que baseiam seu texto. Dentre estes conceitos estão: sociedade civil e sua categoria, a questão social e hegemonia. E, para compreender a configuração das lutas sociais, é necessário entender a relação entre questão social, sociedade civil e movimentos sociais. Durante a fase do capitalismo monopolista o binômio...

    957  Palavras | 4  Páginas

  • Introdução à Economia

     Introdução à Economia Aluna: Querolaine Viturino de Carvalho Jornalismo econômico para quem não entende economia O papel do repórter de economia -O autor considera que a comunicação só ocorre “quando emissor e receptor estão sintonizados na mesma faixa ou na mesma onda” -As tarefas principais desse modelo de profissional são “checar se a informação é confiável e ordená-la de forma que o leitor possa entendê- la”. Ess é o papel do profissional jornalista que é...

    1290  Palavras | 6  Páginas

  • Trabalho Sociedade de economia mista

    estão submetidas aos princípios da especialização, da racionalização dos serviços e atividades e da despolitização da administração e exercem suas atividades sob o controle ou tutela da entidade a que possuem vinculação. Compõem a administração indireta as autarquias, as fundações públicas, as empresas públicas e sociedades de economia mista. Nesse trabalho trataremos sobre as sociedades de economia mista, fazendo uma análise sobre seu conceito, criação, natureza jurídica, controle, capital, atividade...

    1442  Palavras | 6  Páginas

  • Economia e política na crise global

    Economia e Política na Crise Global. Otávio Soares Dulci. O autor procura nos esclarecer acerca dos fatos que culminaram na crise que teve seu ápice no ano de 2008, originada pela bolha imobiliária nos Estados Unidos, em meados de 2007, provocada pelas hipotecas concedidas sem garantias suficientes e supervalorização dos imóveis, o que foi tratado, a princípio, como um problema local. Nos países emergentes, a crise era tida como residual, face suas economias em expansão, assim como ocorreu no Brasil...

    1504  Palavras | 7  Páginas

  • RELATORIO

    presentes. *A despolitização e a economia como foco Com as transformações produtivas e financeiras no mundo a questão política no Brasil está cada vez mais dependente da órbita financeira. O sociólogo Marco Aurélio Nogueira observa que a política brasileira se resume a uma tentativa de estabilização monetária, na qual o mercado está acima do Estado, o econômico acima do político, o especulativo acima do produtivo e o particular acima do geral. Esse quadro gera uma despolitização crescente, pois...

    2062  Palavras | 9  Páginas

  • Estado

    critica ou oposição ao governo. Soviético: Mecanismos efetivos na participação dos camponeses, operários e soldados organizados no interior do partido comunista, estrutura política dominante. ESTADO NEOLIBERAL: - Política passa a ser dominada pela economia; - O que era publico passou a ser determinado pelos interesses privados. - O Estado mantel altos orçamentos militares e muitos gastos para manter grandes empresas e o sistema financeiro; - Reforçavam o individualismo como elemento fundamental, a...

    2253  Palavras | 10  Páginas

  • AUTORITARISMO X DEMOCRACIA

    pessoa ou de um só órgão, colocando em posição secundária as instituições representativas. Aliena a população, fornecendo-lhes públicas que tirem o foco da política. diversões Brasil (1970) – futebol no centro das atenções, principalmente com a eleição indireta do presidente Emilio Médice. Alienação imposta pelo autoritarismo. - Há uma despolitização do cidadão; - Militares nos postos burocracia estatal; chave e na - Sempre que possível permanece a aparência de democracia. DITADURA MILITAR...

    923  Palavras | 4  Páginas

  • Economia e Política na Crisie Global - resumo

    1 ECONOMIA E POLÍTICA NA CRISE GLOBAL - SÍNTESE INTRODUÇÃO Tudo começou no início da crise em 2007, com crise americana causada pela hipoteca imobiliária que tiveram origem na chamada tabela subprime que garantiam os financiamentos sem a segurança real. Enquanto isso o Brasil era destaque econômico até o fim de 2008. Contudo os reflexos desta crise puderam ser vistos nos aspectos como crédito difícil e caro, juros alto e queda dos preços de exportação, houve inclusive em meados da crise discussão...

    2258  Palavras | 10  Páginas

  • Economia global e exclusão social

    A lógica da economia global e a exclusão social     Gilberto Dupas     [pic] RESUMO O CONTÍNUO AVANÇO tecnológico global não parece estar garantindo que as sociedades futuras possam gerar, unicamente por mecanismos de mercado, postos de trabalho – ainda que flexíveis – compatíveis em qualidade e renda com as necessidades básicas da população mundial. A lógica da globalização e do fracionamento das cadeias produtivas incorporou parte dos bolsões de mão-de-obra barata mundiais sem necessariamente...

    9312  Palavras | 38  Páginas

  • TRABALHO DE ORG POLIT

    públicas implicam responder ás seguintes questões:quem ganha o quê,porquê e que diferença faz. As políticas públicas repercutem na economia e nas sociedades, daí por que qualquer teoria da política pública precisa também explicar as inter-relações entre Estado, política, economia e sociedade. Tal é também a razão pela qual pesquisadores de tantas disciplinas – economia, ciência política, sociologia, antropologia, geografia, planejamento, gestão e ciências sociais aplicadas – partilham um interesse...

    1281  Palavras | 6  Páginas

  • Economia

    Estudos Avançados Print version ISSN 0103-4014 Estud. av. vol.12 no.34 São Paulo Sept./Dec. 1998 doi: 10.1590/S0103-40141998000300019  ECONOMIA   A lógica da economia global e a exclusão social  Gilberto Dupas   [pic] RESUMO O CONTÍNUO AVANÇO tecnológico global não parece estar garantindo que as sociedades futuras possam gerar, unicamente por mecanismos de mercado, postos de trabalho – ainda que flexíveis –...

    10120  Palavras | 41  Páginas

  • Economia Política

    Faculdades Integradas Hélio Alonso Economia Política Professor: Nelson Levy Aluna: Ana Carolina Lira Eloy Matrícula: 20091401 FICHAMENTO DO LIVRO “OS ANOS LULA – CONTRIBUIÇÕES PARA UM BALANÇO CRÍTICO 2003-2010” O sucesso de qualquer política de desenvolvimento depende de ela estar baseada em estratégia ou modelo econômico adequado. O modelo econômico descreve as ações desenvolvidas no contexto de uma estratégia, podemo, asssim, ser considerado como sinônimo. A política econômica do...

    2564  Palavras | 11  Páginas

  • Terceiro setor

    Setor O termo Terceiro Setor, tem sido utilizado principalmente para designar organizações e ações criadas e mantidas pela sociedade civil. Em países com relativa tradição no segmento, seu papel tem sido cada vez mais importante, na política, na economia e influência social. Comumente associado ao trabalho voluntariado, surpreende os valores que giram em torno dele. Em determinados países, faz-se parte significante do PEA. Autores que buscam um rastreio histórico das atividades, remontam sua origem...

    1141  Palavras | 5  Páginas

  • A IMPORTÂNCIA DO CONHECIMENTO DO JESUS HISTÓRICO PARA UMA MELHOR COMPREENSÃO BÍBLICA NA ATUALIDADE

    (Horsley, 2004, p. 11), onde identifica alguns fatores inter-relacionados, para a explicação possível desta idéia. Um dos fatores que mais determina essa compreensão é a suposição ocidental moderno de que a religião está apartada da política e economia, sendo que, trata-se do Estado ser oficialmente neutro em relação às questões religiosas, não apoiando nem se opondo a nenhuma religião, sendo secular, trata todos seus cidadãos igualmente independentes de sua escolha religiosa, não devendo dar preferência...

    2977  Palavras | 12  Páginas

  • Trabalho Ava

    Aula – tema 3: O caminho da Sustentabilidade 1 Passo 1: Na sustentabilidade tem duas origens. A primeira na biologia, e a segunda na economia. Então assim é a noção de sustentabilidade sobre a percepção da finitude dos recursos naturais e sua gradativa e perigosa depressão. Em (1972) Estocolmo e Rio (1992), nasce a noção de que o desenvolvimento tem além de um cerceamento ambiental uma dimensão social e com isso estava à ideia de que pobreza é provocadora de agressões ambientais...

    1592  Palavras | 7  Páginas

  • O Sistema Regulatorio

    dispõe sobre a organização da Administração Federal e estabelece diretrizes para a Reforma Administrativa e vigora até a presente data. O mesmo trouxe o advento “administração indireta” para o Brasil, aumentando desta forma a intervenção do Estado na Economia. Foi possível perceber, com o passar dos anos, um Estado minimalista do ponto de vista de investimento, mas com novas responsabilidades, principalmente sociais, assumidas e oriundas da Constituição Federal de 1988. Desta forma, o governo Fernando...

    1774  Palavras | 8  Páginas

  • 1409 FiloTecno 2015 1 18

    interesses sociais Gilberto Dupas1 A questão da proteção à Propriedade Intelectual (PI), vista por meio da implementação de um rígido controle na utilização de marcas e paten­tes, é um dos pilares sobre o qual repousa o modelo de acumulação da economia global. A PI fundamenta-se na ideia de que a inovação é elemento essencial do modelo schumpteriano de “destruição criativa”, mo­tor da dinâmica capitalista; cumpre a ela garantir monopólios mais lon­gos possíveis sobre novas tecnologias, produtos...

    3696  Palavras | 15  Páginas

  • Direito

    a independência e desenvolvimento institucional, o que levou feministas a se retirarem da prática de políticas públicas para um foco em "estilo de vida" individual.3 Alice Echols (uma historiadora feminista e teórica cultural) atribui a Brooke Williams, membro do grupo feminista Redstockings, a introdução do termo "feminismo cultural" em 1975 ao descrever a despolitização do Feminismo Radical.3 O Feminismo Cultural derivou-se do Feminismo Radical. Trata-se de uma ideologia de "natureza feminina"...

    6127  Palavras | 25  Páginas

  • Teoria organizacional

    processos emergentes, e não estruturas planejadas, asseguram a estabilidade e sobrevivência de longo prazo do sistema. O funcionalismo estrutural e a teoria de sistemas forneceram um foco “interno” no projeto organizacional, com uma preocupação “externa” voltada para a incerteza ambiental, fazendo também uma “despolitização” eficaz dos processos de tomada de decisão entre a organização e seu ambiente. Mais tarde, modelos alternativos de interpretação já começavam a emergir para questionar o funcionalismo...

    1987  Palavras | 8  Páginas

  • “Questão Social” e sua Apropriação pelos Assistentes

    sócio-histórico do Serviço Social e a realidade social, acertadamente a categoria profissional reconheceu que esse eixo era a chamada “questão social”. Contudo, a grande variedade conceitual no interior da literatura profissional, por meio de diferentes focos analíticos, tem levantado uma série de inquietações sobre a direção que esta assume entre os assistentes sociais em seus espaços sócio-ocupacionais. Com isso, apresentamos alguns apontamentos levantados durante pesquisa de mestrado com assistentes...

    4130  Palavras | 17  Páginas

  • Sociedade e Contemporaneidade

    inquestionável de ideologias claras que conseguem “ditar” os caminhos para os indivíduos e grupos. c) Ideologias claras e evidentes que norteiam cada grupo social e a cada individuo diante dos desafios da contemporaneidade. d) A desmobilização e despolitização de indivíduos e grupos, colocando-se como um traço característico do “neoindividualismo” contemporâneo, fruto da ausência de uma ideologia clara que oriente os rumos de indivíduos e grupos. e) Nenhuma das alternativas anteriores. 3. No contexto...

    1818  Palavras | 8  Páginas

  • Sociedade e contemporaneidade Ulbra G1

    características do que podemos chamar de “neoindividualismo. A mobilização social massiva e espontânea fruto da presença inquestionável de ideologias claras que conseguem “ditar” os caminhos para os indivíduos e grupos. A desmobilização e despolitização de indivíduos e grupos, colocando-se como um traço característico do “neoindividualismo” contemporâneo, fruto da ausência de uma ideologia clara que oriente os rumos de indivíduos e grupos. Ideologias claras e evidentes que norteiam cada...

    1960  Palavras | 8  Páginas

  • Sociologia

    conviremos em reservar para esse uso a palavra estada. É um grupo de funcionários seu gene ris, no seio do qual se elaboram representações e volições que envolvem a coletividade, em borá não seja obra da coletividade. Se Durkheim tinha com foco a sociedade francesa, Werner manifestava uma preocupação especifica com a estrutura ame, mas levava em conta também o sistema político dos estados unidos e da Inglaterra, ao analisar o estado alemão, weber afirmava que o verdadeiro poder estatal esta...

    2115  Palavras | 9  Páginas

  • prova

    inquestionável de ideologias claras que conseguem “ditar” os caminhos para os indivíduos e grupos. Ideologias claras e evidentes que norteiam cada grupo social e a cada individuo diante dos desafios da contemporaneidade. A desmobilização e despolitização de indivíduos e grupos, colocando-se como um traço característico do “neoindividualismo” contemporâneo, fruto da ausência de uma ideologia clara que oriente os rumos de indivíduos e grupos. Nenhuma das alternativas anteriores. 3 No...

    1971  Palavras | 8  Páginas

  • Sistema Abastecimento de Água

    características do que podemos chamar de “neoindividualismo.     A mobilização social massiva e espontânea fruto da presença inquestionável de ideologias claras que conseguem “ditar” os caminhos para os indivíduos e grupos.     A desmobilização e despolitização de indivíduos e grupos, colocando-se como um traço característico do “neoindividualismo” contemporâneo, fruto da ausência de uma ideologia clara que oriente os rumos de indivíduos e grupos.     Ideologias claras e evidentes que norteiam cada...

    1963  Palavras | 8  Páginas

  • O mundo do trabalho no breve sec xx

    perspectiva das políticas públicas vigentes, como resultado do panorama histórico e da mudança no mundo do trabalho que se passa a descrever. A crise do capitalismo a partir de 1973 deflagrada com a crise do petróleo inicia uma nova fase na economia mundial, e os vinte anos que se seguem, configuram mudanças estruturais naquilo que vinha sendo praticado até então (HOBSBAWM, 1995). Segundo o autor, no inicio do período denominado década da crise (1970-1980) ainda não se vislumbravam as reais...

    4950  Palavras | 20  Páginas

  • eduardo campos

    poder concentrado num só partido. Essa forma de organização continua vigente, com variações, em Cuba, no Vietnã, Coréia do Norte e China.• 10. O Estado do bem-estar social• Após a Segunda Guerra, o bloco dos países capitalistas tentou reconstruir a economia sob uma nova forma de organização estatal chamada Estado do bem-estar social ou simplesmente Estado social. Este movimento permitia enfrentar, por um lado, os movimentos de trabalhadores que exigiam melhores condições de vida e, por outro, as necessidades...

    2319  Palavras | 10  Páginas

  • Sistemas Políticos

    qualquer espécie afeta todas as atividades humanas em muitos aspectos importantes. Por esta razão, os cientistas políticos geralmente argumentam que o governo não deveria ser estudado por si só, mas deve ser estudada juntamente com a antropologia, economia, história, filosofia, ciência e sociologia. Platão, em sua obra 'República', narra através de Sócrates o que considera ser, em geral, todos os tipos de governo: Timocracia (governo pelo mais honrado), Democracia (governo do povo), Oligarquia (governo...

    3246  Palavras | 13  Páginas

  • Resumo direito penal máximo x cidadania mínima

    tradicional por uma modificação em seu âmago, no qual o foco muda da criminalidade como fato natural para a criminalização como fato social, superando a criminologia radical e europeia, por focar-se no poder e nas razões estruturais de uma sociedade de classes. Logo surge uma questão vital, a aplicação da lei penal e da rotulação de criminosa a certas condutas não atinge a sociedade como um todo, sendo que os extratos mais baixos da economia são rotulados com mais frequência e facilidade. Neste sentido...

    2566  Palavras | 11  Páginas

  • Atençaõ Básica à Saúde

    ao alcance universal de indivíduos e famílias, que esta oferta deve-se dar mediante plena participação social e a um custo que a comunidade possa suportar, que são parte integrante tanto do sistema de saúde do qual constituem a função central e o foco principal, quanto do desenvolvimento social e econômico da comunidade, que a promoção e a proteção da saúde dos povos é essencial para o contínuo desenvolvimento econômico e social e contribui para a melhor qualidade de vida e para a paz mundial...

    4939  Palavras | 20  Páginas

  • O melhor do Brasil é o brasileiro

    em consonância com a estratégia de marketing político do Governo Lula; fortalecendo uma representação social (Moscovici, 2003, Faar, 2002, Minayo, 2002 e Almeida, 2001) individualista da superação de problemas sociais; e contribuindo com a despolitização da sociedade, ao incentivar uma esperança e um ufanismo acríticos. Por outro lado, entendemos esta campanha como algo que vai além de uma simples comunicação governamental. Ou seja, não se trata de uma campanha isolada, mas se insere no conjunto...

    6525  Palavras | 27  Páginas

  • Papel do psicologo no creas

    termo Psicologia Institucional tem sido usado para nomear diferentes tipos de práticas psicológicas em instituições.” (GUIRADO, 2004, p.104). O fato de estar trabalhando em uma organização, seja hospital, escola, entre outros, independentemente do foco ou da atividade desenvolvida, é considerado Psicologia Institucional. (GUIRADO, 2004). Outras vezes, o critério vai além desse, para enfatizar o fato de se tomar a instituição como um todo, como objeto de intervenção. Mesmo nestas últimas situações...

    4057  Palavras | 17  Páginas

  • Poder e Liderança: as contribuições de Maquiavel, Gramsci, Hayek e Foucault

    na construção dos conceitos. Contribuições dos autores oriundos da psicologia social, quando “traduzidas” para o grande público disseminaram o surgimento de estereótipos e fórmulas, marcados pelo viés do chamado politicamente correto e pela despolitização do tema. Objetivo: mostrar que a ciência política pode ampliar o debate, propondo o estudo das relações entre poder e liderança nas organizações. Metodologia: revisão bibliográfica multidisciplinar, compatível com o ensaio teórico. Conclusões:...

    8083  Palavras | 33  Páginas

  • Resumo livro noções de economia

    RESUMO ECONOMIA Capítulo 3 - Os Indicadores de Produto, Atividade e Bem-Estar Econômicos e suas Limitações 3.1 Introdução Variáveis econômicas mais utilizadas pelos analistas em suas avaliações da performance de nações e/ou regiões: 1) Produção e Produto (PIB); 2) Renda Agregada; 3) Produto e Renda per capita; 4) Taxa de Variação do Produto e da Renda; 5) Nível de Emprego e Desemprego; 6) Taxa de Variação do Emprego; e 7) Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). ( Os primeiros dois...

    18481  Palavras | 74  Páginas

  • escola classica

    Clássica 4.1. Avanço do capitalismo e nascimento da Economia Política 17504.1.1. Contexto histórico: Inglaterra, 1750-1840 4.1.2. Raízes do pensamento econômico clássico 4.1.3. Perspectiva e idéias principais Clássica 4.2. Precursores da Escola Clássica 4.2.1. William Petty 4.2.2. David Hume 1 4. Escola Clássica ● considera-se que sua formação e consolidação (1776-1817) corresponde ao nascimento da ciência econômica (com o nome de Economia Política) - seu predomínio se estende até pouco...

    3760  Palavras | 16  Páginas

  • GESTÃO ESCOLAR

    educadora Heloisa Luck destaca oito competências básicas e necessárias para que o gestor escola possa exercer com sucesso seu trabalho, como podemos observar nas linhas abaixo: 1. Garante o funcionamento pleno da escola como organização social, com o foco na formação de alunos e promoção de sua aprendizagem, mediante o respeito e aplicação das determinações legais nacionais, estaduais e locais, em todas as suas ações e práticas educacionais. 2. Aplica nas práticas de gestão escolar e na orientação...

    4556  Palavras | 19  Páginas

  • manifestações populares

    carregava consigo a confiança da maioria da classe trabalhadora, da maioria dos outros partidos ditos de esquerda (PCdoB, PDT, PSB) e da maioria dos sindicatos e Centrais Sindicais. Uma situação internacional favorável aos países periféricos – já que o foco principal dela estava nos países centrais – permitiu ao governo enfrentar a crise mundial de modo a suavizar os seus efeitos. Contudo, as linhas mestras da política econômica não destoavam do conjunto das políticas mundiais. Todas elas estavam direcionadas...

    3039  Palavras | 13  Páginas

  • Mulheres em foco

    MULHERES EM FOCO CONSTRUÇÕES CINEMATOGRÁFICAS BRASILEIRAS DA PARTICIPAÇÃO POLÍTICA FEMININA DANIELLE TEGA MULHERES EM FOCO CONSELHO EDITORIAL ACADÊMICO Responsável pela publicação desta obra Darlene Aparecida de Oliveira Ferreira João Carlos Soares Zuin Maria Ribeiro do Valle DANIELLE TEGA MULHERES EM FOCO CONSTRUÇÕES CINEMATOGRÁFICAS BRASILEIRAS DA PARTICIPAÇÃO POLÍTICA FEMININA © 2010 Editora UNESP Cultura Acadêmica Praça da Sé, 108 01001-900 – São Paulo...

    43259  Palavras | 174  Páginas

  • Fichamento do Texto de Maria Lucia Teixeira

    das áreas e seus respectivos ministérios, Saúde, Previdência Social e Assistência Social. Conjuntura internacional era de um cenário de insegurança, principalmente no que diz respeito ao EUA, com seu posto de liderança mundial abalado por outras economias, acabou por reverte o clima propenso a expansão do provimento público do bem-estar. Os efeitos sobre o Brasil foram, a recessão, déficit público, inflação, crise fiscal, etc. Estes assinaram um cenário de desequilíbrio, encurtamento de recursos...

    1556  Palavras | 7  Páginas

  • Direito fmu - matéria

    1. Introdução. a. Arthur Pigou (1920): “Economia do bem estar social”: As externalidades devem ser internalizadas através de um sistema tributário eficiente, ou seja, impostos. O Estado vai intervir na economia. b. Ronald Conse (1960): “Análise econômico do Direito”: É a teoria utilizada pela Suprema Corte Americana. O Próprio mercado faz as suas regras, faz as suas leis. O Estado não deveria intervir na economia. 2. O Custo do Direito: a. Preço do...

    2828  Palavras | 12  Páginas

  • Resenha Final

    Progressita e Culturalista- são opostos. No culturalista o planejamento urbano é feito de acordo com as necessidades espirituais, não deixando totalmente de lado as delimitações espaciais e materiais que era fundamentada. Já no Progressita, um dos focos é a natureza e as cidades são inspiradas em cidades medievais como Oxford, Veneza, Beauvais e que foram a inspiração para Ruskin e Morris. Esse pensadores defendiam o traçado irregular e assimetria para ter uma forma orgânica que integrasse a tradição...

    2601  Palavras | 11  Páginas

  • S

    terra e lutando pela reforma agrária no país, sendo apoiado por parte da sociedade brasileira que vê na distribuição da terra a possibilidade de fixar o homem no campo diminuindo a pobreza na cidade. As mudanças sociais oriundas da globalização da economia a partir da década de 90 anulam importantes conquistas das classes subalternas brasileiras em sua secular luta pela conquista de direitos. A conquista dos direitos é resultado de lutas sociais empreendidas por movimentos populares e organizações...

    2653  Palavras | 11  Páginas

  • MINAS GERAIS REFLEXOES SOBRE A SITUAu00C7u00C3O MINEIROS

    que tendemos a pensar mais no mundo do que no umbigo. É a época em que o sofrimento daquele mendigo pelo qual passamos na rua dói e sentimos o impulso de erguê-lo, de alimentá-lo, de agasalhá-lo. É só com o passar dos anos que começamos a tender a um foco mais individualista: pensamos nas nossas contas bancárias antes de fazermos uma doação. Nem todos passam por esta transformação (felizmente), mas a tendência geral é esta. Assim, como é possível que tantos de nossos jovens já estejam iniciando a idade...

    5226  Palavras | 21  Páginas

  • RESUMO: MOVIMENTOS SOCIAIS, PARTICIPAÇÃO E DEMOCRACIA

    se possível entender o “novo sindicalismo” nascente. Diante do projeto de redemocratização do Estado e da sociedade, a multiplicidade de identidades coletivas (trabalhador, morador, mulher, etc.) de organizações emergentes, por outro, tornaram-se focos de atenção. Os “estudos de caso” se multiplicaram, ampliando, assim, o conhecimento sobre uma realidade ainda pouco estudada. A ideia sobre a existência de uma pluralidade de sujeitos, portadores possíveis de múltiplas identidades, levou os pesquisadores...

    2606  Palavras | 11  Páginas

  • Ética e mídia

    o rádio, cinema e TV (século XX). Os meios (do latim media) de comunicação influenciam tremendamente o homem contemporâneo, as distâncias ficam nulas, a terra vira “aldeia global”. [1] Nesta Galáxia de Marconi são globalizadas as informações, a economia, também o comércio, a arte, etc. [2] O volume de informações e o impacto dos meios (media), ora influenciam positivamente (ampliam horizontes, superam estereótipos), ora negativamente (homogeneízam e descaracterizam culturas). Além disso, há a armadilha...

    5756  Palavras | 24  Páginas

  • reflexao sobre participaçao e controle social

    cenário em que os direitos conquistados são gradativamente conflitados com a direção que as mudanças no sistema capitalista impõem ao Estado e à sociedade e com a luta geral dos trabalhadores. No caso do Serviço Social, buscamos aproximar o tema em foco às transformações societárias e suas implicações na formação profissional. Pretendemos compreender como, numa realidade social diversa, o projeto ético-político da profissão, expressão de uma direção social que colide frontalmente com o modelo de...

    4769  Palavras | 20  Páginas

  • Nova Econômia

    Nova Economia 1) Quais são as principais forças que orientam a Nova Economia? Digitalização e Conectividade: a digitalização consiste em converter texto, dados, som e imagem em um fluxo de bits que podem ser enviados a uma velocidade incrível de um local para o outro. A conectividade envolve a construção de redes e expressa o fato de que grande parte dos negócios feitos no mundo é conduzida em redes que conectam pessoas e empresas; Desintermediação: significa a eliminação de intermediários na...

    1177  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo de obra: Cidade

    crítica sobre os equívocos e distorções cujo naturalizamos. Em grande parte é utilizado exemplos que facilitam a compreensão destes pontos de vista, além de serem fundamentais na interpretação dos artigos. Os pontos de atuação estão sempre mantendo o foco em pôr a cidade como entidade complexa que demanda compreensão problematizadora, portanto refletir as contradições da paisagem urbana é transmitir percepções de seus autores, sendo: Adônis Cairo (Cidade Aristotélica, Polis e Urbe) Flavio Assis (Cidade...

    6431  Palavras | 26  Páginas

  • Desafios da Administração Pública Brasileira

    aparato cairia aos pedaços.” (1979: 116-117) Nesses termos, segundo Caiden (1996), o conceito de neutralidade é aparentemente muito simples, baseando-se nos princípios de: a) separação entre as carreiras políticas e administrativas e b) de despolitização do serviço público. Os políticos formulam os fins, decidem e ordenam; os burocratas se encarregam da provisão dos meios e executam as decisões de acordo com as ordens recebidas. Os políticos conquistam seus cargos mediante a competição na...

    8244  Palavras | 33  Páginas

  • Trajetória da sustentabilidade do ambiental ao social, do social ao econômico

    ecologia. Refere-se à capacidade de recuperação e reprodução dos ecossistemas (resiliência) em face de agressões antrópicas (uso abusivo dos recursos naturais, desflorestamento, fogo etc.) ou naturais (terremoto, tsunami, fogo etc.). A segunda, na economia, como adjetivo do desenvolvimento, em face da percepção crescente ao longo do século XX de que o padrão de produção e consumo em expansão no mundo, sobretudo no último quarto desse século, não tem possibilidade de perdurar. Ergue-se, assim, a noção...

    5908  Palavras | 24  Páginas

  • Gestão com foco na qualidade

    Gestão Com Foco Na Qualidade Cet T.G.Q.A Índice 1. INTRODUÇÃO ............................................................................................................ 2 2. HISTÓRIA DA QUALIDADE ........................................................................................ 3 3. GURUS DA GESTÃO .................................................................................................. 4 4. EVOLUÇÃO DA ABORDAGEM À QUALIDADE ................................................

    4066  Palavras | 17  Páginas

  • Configurações de Capital

    Estado  sem  a  sociedade  civil  e  vice‐versa.  Nesse  sentido,  cabe  ressaltar  a  sensibilidade gramsciana para essa dinâmica quando sugere o conceito de Estado ampliado  articulado  à  hegemonia.  É  nesse  marco  que  pensamos  o  tema  em  foco.  Recusamos,  portanto, a perspectiva analítica segundo a qual o Estado seria o âmbito do bem‐comum e  árbitro  de  conflitos  que  emergem  da  sociedade  civil,  ilusão  social‐democrata  alimentada  pela experiência geo‐politicamente situada do welfare state...

    6900  Palavras | 28  Páginas

  • Neoliberalismo

    idéias políticas e econômicas capitalistas que defende a não participação do estado na economia. De acordo com esta doutrina, deve haver total liberdade de comércio (livre mercado), pois este princípio garante o crescimento econômico e o desenvolvimento social de um país. Surgiu na década de 1970, através da Escola Monetarista do economista Milton Friedman, como uma solução para a crise que atingiu a economia mundial em 1973, provocada pelo aumento excessivo no preço do petróleo. Características...

    750  Palavras | 3  Páginas

  • Economia

    CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS TÉCNICAS DE PESQUISA EM ECONOMIA A CRISE DO CAFÉ EM MEIO A CRISE DE 1929 NO BRASIL RELATÓRIO DE PESQUISA Christian Lacorte SANTA MARIA, RS, BRASIL. 2013 A CRISE DO CAFÉ EM MEIO A CRISE DE 1929 NO BRASIL Relatório de pesquisa apresentado ao Curso de Ciências Econômicas, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, RS), como requisito parcial para a aprovação na disciplina de Técnicas de Pesquisa em Economia. Orientador: Prof. Elder Estevão de Mello ...

    3161  Palavras | 13  Páginas

  • Principais questões em Economia Política Internacional

    e por que é tão importante? A economia politica internacional é a área que estuda a conexão da economia e da política em uma atuação conjunta no âmbito internacional, que nos traz uma nova abordagem, um pouco diferente do que costumamos tratar por questões de Estado. O foco das RI, desde seus primórdios, sempre foram as questões referentes à guerra e paz, conflito e cooperação. A partir do momento que surgem os estudos da EPI, como algo realmente relevante, nosso foco passa a ser direcionado aos problemas...

    1741  Palavras | 7  Páginas

tracking img