Descrição Da Morfologia Das Flores artigos e trabalhos de pesquisa

  • DISSECAÇÃO DA FLOR DE Bauhinia forticata PARA A COMPREENSÃO DA SUA MORFOLOGIA

    DISSECAÇÃO DA FLOR DE Bauhinia forticata PARA A COMPREENSÃO DA SUA MORFOLOGIA Carmine Zimmermann (Bolsista PIBIDCiências CAPES/UFFS) Roque Ismael da Costa Gullich (Coordenador do Projeto PIBIDCiências CAPES/UFFS) Marisa Both (Professora e Supervisora do Projeto PIBIDCiências CAPES/UFFS) Introdução As atividades experimentais nas aulas de Ciências estão tornando-se cada vez mais frequentes, visto da importância desse recurso pedagógico para a construção do conhecimento. Este método desperta...

    1680  Palavras | 7  Páginas

  • DESCRIÇÃO MORFOLÓGICA E IDENTIFICAÇÃO DE QUATRO ESPÉCIES OCORRENTES NO BAIRRO CAVALHADA II

    DESCRIÇÃO MORFOLÓGICA E IDENTIFICAÇÃO DE QUATRO ESPÉCIES OCORRENTES NO BAIRRO CAVALHADA II Adriana Novaes Zuchini¹, Fernanda Viviany dos Santos Camargo¹, Janaina Vetoreti Goloni¹, Luciano Carlos Palocia¹. Resumo Sistemática vegetal é o ramo da botânica que tem por finalidade agrupar as plantas dentro de um sistema baseado em suas características morfológicas, relações genéticas e afinidades. O objetivo do trabalho realizado no dia 09/10/2008 por acadêmicos do primeiro semestre do curso de Ciências...

    1330  Palavras | 6  Páginas

  • Ilha das flores

    Seminário sobre gigantismo e nanismo insular na Ilha de Flores, Indonésia Tamanho, forma e função Segundo Hildebrand e Goslow (2006, p. 423) “ [...] muitas funções do corpo dependem da razão superfície/volume, mas o volume e a superfície não aumentam igualmente conforme as dimensões lineares aumentam”. Por exemplo, Hildebrand e Goslow (2006, p. 425) afirma que um mamífero gera calor em proporção ao seu volume, mas perde calor em proporção à área total de superfície. Dessa forma, pequenos mamíferos...

    2099  Palavras | 9  Páginas

  • MORFOLOGIA

    desenvolveram novos métodos e teorias a partir dos estudos de Ferdinand de Saussure. É importante frisar o sentido de estudo sincrônico abordado por Saussure e comentado no parágrafo anterior, que é “a descrição do estado estrutural da língua em um dado momento, enquanto o estudo diacrônico é a descrição da evolução histórica da língua, que leva em conta os diferentes estágios sincrônicos”. Os linguístas da Escola de Praga fizeram a distinção entre fonologia e fonética afirmando que, fonologia se preocupa...

    2249  Palavras | 9  Páginas

  • Morfologia

    Letras Língua Portuguesa e Língua Inglesa Morfologia Tutora: Elizângela Jara Manoel Gonçalves de Souza. Ra: 340248 Rute Gonçalves da Silva. Ra: 341781 Natália de Jesus F. Veríssimo Ra: 340296 Araçoiaba da Serra SP 2012 JORNAL DIDÁTICO [pic] Sumário Introdução ---------------------------------------------------------------2 O Estruturalismo-------...

    2230  Palavras | 9  Páginas

  • Morfologia e Fisiologia

    Índice Introdução pg.02; Morfologia do Caule pg. 03 á 05; Fisiologia do Caule pg. 06 á 07; Morfologia da Folha pg. 08; Fisiologia da Folha pg. 09 á 14; Morfologia da Flor pg. 15 á 19; Fisiologia da Flor pg. 20 á 32; Morfologia do Fruto pg. 33; Fisiologia do Fruto pg. 34; Morfologia da Raiz pg. 35; Fisiologia da Raiz pg. 36; Conclusão pg. 37; Bibliografia pg. 38. Introdução Neste trabalho iremos falar sobre a morfologia e a fisiologia do caule, folha, flor, fruto, e raiz. Iremos falar...

    8229  Palavras | 33  Páginas

  • morfologia

    FACULDADE ANHAGUERA UNIDERP CURSO DE LETRAS Morfologia Atividade Prática Supervisionada (ATPS) entregue como requisito para conclusão da disciplina “Morfologia”, sob orientação: Prof. : EDSON NUNES Profª. tutora presencial: 2014 UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSO DE LETRAS MORFOLOGIA CAMPINAS – UNIDADE 4 2014 INTRODUÇÃO Esse portfólio tem como finalidade apresentar uma análise da linguística estrutural cuja importância foi inegável para o desenvolvimento...

    3561  Palavras | 15  Páginas

  • FLORES: MORFOLOGIA E CLASSIFICAÇÃO

     FACULDADE ANHANGUERA DE RONDONÓPOLIS FLORES: MORFOLOGIA E CLASSIFICAÇÃO RONDONÓPOLIS - MT AGRONOMIA 2º SEMESTRE DICIPLINA: BOTÂNICA DOCENTE: LORRAINE FARIAS DISCENTE: ROSANGELA SOARES RA: 1299529418 RONDONÓPOLIS - MT BRÁCTEAS Brácteas são estruturas foliáceas associadas às inflorescências das Angiospermas. Têm origem foliar e a função original de proteger a inflorescência ou as flores em desenvolvimento e são as estruturas mais chamativas de plantas como a poinsétia...

    1907  Palavras | 8  Páginas

  • Plano de ensino morfologia

    CENTRO UNIVERSITÁRIO DE RIO PRETO PLANO DE ENSINO 2013 I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: DISCIPLINA ................................: MORFOLOGIA E ANATOMIA VEGETAL CURSO.................................: AGRONOMIA PERÍODO ....................................: 1º. CARGA HORÁRIA PRESENCIAL SEMANAL: 02 h CARGA HORÁRIA PRESENCIAL SEMESTRAL: 40 h CARGA HORARIA TOTAL: 40 h II- EMENTA: Citologia e Histologia Vegetal; Anatomia Vegetal e Organografia Vegetal. III. OBJETIVOS: III.1 Objetivos...

    929  Palavras | 4  Páginas

  • ATPS MORFOLOGIA

    Disciplina: Morfologia Tutora presencial: Cleide Dorzi Belo Horizonte, setembro de 2014 INTRODUÇÃO O Léxico definido como todo o universo de palavras de uma língua, tem o intuito de atingir o maior conhecimento possível das características e propriedades de cada palavra, no presente e no passado, essas que passaram por um processo de mutação ao longo dos tempos. Para que possamos então entender todo o processo da formação de palavras, em linguística é necessário que estudemos a morfologia, que...

    3231  Palavras | 13  Páginas

  • Descrição das Características das Abelhas

    ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL - UEMS CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS LICENCIATURA 1º ANO JOÃO SOARES DOS SANTOS DESCRIÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS DAS ABELHAS: DESENVOLVIMENTO, ORDEM, METABOLISMO, MOVIMENTO, SENSIBILIDADE, REPRODUÇÃO, ADAPTAÇÃO, EVOLUÇÃO E HEREDITARIEDADE. IVINHEMA 2014 Abelha Apis mellifera. Aspectos da morfologia externa de operária de Apis mellifera. Reino: Animália Filo: Arthropoda Classe: Insecta Ordem: Himenóptera Família: Apidae ...

    1459  Palavras | 6  Páginas

  • Aula 7 Morfologia Da Folha

    Universidade do Estado de Mato Grosso Curso de Agronomia Morfologia e Anatomia Vegetal Morfologia da Folha Profa. Dra. Carolina Michels Ruedell Folhas • Apêndices laterais do caule  ramificações do caule. • Principais partes fotossintetizantes da maioria das plantas. • Cor verde devido a presença de clorofilas  pigmentos fotossintetizantes. • Apresentam crescimento determinado (limitado), diferente de caule e raiz que tem crescimento indeterminado. • Funções: • fotossíntese, transpiração, condução...

    2024  Palavras | 9  Páginas

  • morfologia vegetal

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CESNORS - FREDERICO WESTPHALEN DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL DISCIPLINA DE MORFOLOGIA VEGETAL APOSTILA DE PRÁTICAS DE MORFOLOGIA VEGETAL PROF. ADRIANA SALAMONI 2009 PRÁTICA 1 – INTRODUÇÃO: 1. PREPARANDO O MATERIAL BOTÂNICO: O estudo interno das estruturas dos vegetais é feito observando-se os cortes finos de tecido vegetal em microscópio óptico. Portanto, lembre-se que são necessários cuidados redobrados com este equipamento para sua conservação...

    4320  Palavras | 18  Páginas

  • Beija Flor

    Beija-f lor es (A ecur sos fflor lor ais Beija-flor lores (Avves, Trochilidae) e seus rrecur ecursos lorais em uma ár ea urbana do Sul do Br asil área Brasil Luciana Baza Mendonça & Luiz dos Anjos Laboratório de Ornitologia e Bioacústica, Departamento de Biologia Vegetal e Animal, Universidade Estadual de Londrina. Caixa Postal 6001, 86051-970 Londrina, Brasil. E-mail: lu_baza@yahoo.com.br ds (A ABSTRACT. Hummingbir Hummingbirds (Avves, Trochilidae) and their fflow lower erss in an urban ar area...

    6103  Palavras | 25  Páginas

  • Morfologia do Angiospermas

    Morfologia das Angiospermas Morfologia das Angiospermas → Os sistemas radiculares costumam ser classificados em dois tipos básicos: pivotante e fasciculado. → As raízes de muitas plantas eudicotiledôneas apresentam especializações que permitem classifica-las em: suporte, estranguladora, respiratória, aérea, tuberosa, sugadora. ☺ Tipos de raízes • Pivotante: → Característico de eudicotiledôneas, de algumas dicotiledôneas basais e de gimnospermas. → Constitui-se de uma raiz principal que...

    1470  Palavras | 6  Páginas

  • MORFOLOGIA NOMINAL DO PORTUGU S UM ESTUDO

    PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS MORFOLOGIA NOMINAL DO PORTUGUÊS: UM ESTUDO DE FONOLOGIA LEXICAL Cláudio Moreno Tese apresentada ao Curso de Pós-Graduação em Letras da PUCRS como requisito parcial para obtenção do Grau de Doutor em Lingüística Aplicada. Orientadora: Profª Drª Leda Bisol Porto Alegre Julho - 1997 À memória de Joaquim Moreno, meu pai, e de Celso Pedro Luft, mestre e amigo. ii AGRADECIMENTOS Este trabalho não poderia...

    47829  Palavras | 192  Páginas

  • Morfologia

    rugosa em Lycopodiella, reticulada em Lycopodium e foveolada em Phylloglossum. Estudos anatômicos mais abrangentes podem ser encontrados em Hackney (1950), Toursarkissian (1971) e Rolleri (1972), dentre outros. Hackney (1950) fez uma análise da morfologia externa e interna do esporófito de Phylloglossum drummondii Kunze, com correlações ecológicas e filogenéticas; Toursarkissian (1971) estudou morfologicamente o esporófito de cinco espécies de Lycopodiaceae, e Rolleri (1972) de oito espécies, e elaboraram...

    1960  Palavras | 8  Páginas

  • Flor de Seda

    Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Sistema de Información Científica Roberto Germano Costa, Ariosvaldo Nunes de Medeiros, Aldivan Rodrigues Alves, Geovergue Rodrigues de Medeiros PERSPECTIVAS DE UTILIZAÇÃO DA FLOR-DE-SEDA (Calotropis procera) NA PRODUÇÃO ANIMAL Revista Caatinga, vol. 22, núm. 1, enero-marzo, 2009, pp. 1-9, Universidade Federal Rural do Semi-Árido Brasil Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=237117625001 Revista Caatinga...

    6644  Palavras | 27  Páginas

  • Fenologia, Morfologia, Emergência e Produção de Mudas de Cecropia hololeuca Miq

    SUSTENTÁVEL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS MESTRADO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS PROCESSO SELETIVO 2013 PLANO DE TRABALHO IDENTIFICAÇÃO Nome do candidato: Amanda Costa Cavalcanti. DADOS DO PLANO DE TRABALHO Título: Fenologia, Morfologia, Emergência e Produção de Mudas de Cecropia hololeuca Miq. Introdução/justificativa: As espécies do gênero Cecropia apresentam-se largamente distribuídas na região Neotropical. Possuem crescimento rápido e são abundantes em áreas perturbadas...

    2915  Palavras | 12  Páginas

  • Morfologia de Flor

    Morfologia da FLOR FLOR Novidade evolutiva Os óvulos/sementes estão incluídos num ovário/fruto Angiosperma: “angio” = vaso/urna; “sperma” = semente O que é a FLOR?  Ramo caulinar curto portador de folhas modificadas, umas férteis e outras estéreis. Principais partes da flor Pedúnculo  Receptáculo  Cálice    Sépalas Corola Pétalas Androceu   Estame Corola   Pistilo Estames Gineceu  Pistilos Cálice Receptáculo ...

    921  Palavras | 4  Páginas

  • morfologia das flores

    Morfologia das floresflor é a estrutura reprodutora característica das plantas denominadas espermatófitas ou fanerogâmicas. A função de uma flor é produzir sementes através da reprodução sexuada. Para as plantas, as sementes representam o embrião, que irá germinar quando entrar em contato com um substrato propício; as sementes são o principal meio através do qual as espécies de angiospermas e gimnospermas se perpetuam e se propagam.Todas as espermatófitas possuem flores que produzirão sementes...

    1068  Palavras | 5  Páginas

  • Morfologia vegetal

    Morfologia Vegetal Célula: Menor parte viva do organismo. Tecido: E o conjunto de células que apresentam a mesma função. Órgão: E o conjunto de tecidos que realizam atividades relacionadas. Cloroplastos: São plastos de clorofila que são responsáveis pela fotossíntese, está presentes nas sementes em células expostas a luz. Substancias Ergastricas: Produto do metabolismo células de reserva ou armazenamento. Acumulam-se na parede celular. (vacúolo ou plastídios). Cristais • • Composição: Oxalato de...

    3341  Palavras | 14  Páginas

  • morfologia

    estudo da disciplina de Morfologia Vegetal do curso de Agronomia? R: O Objetivo da Morfologia Vegetal em Agronomia é focar no estudo da organização dos órgãos vegetativos e reprodutivos, e as diferenças das formas de fanerógamas que por serem plantas superiores, ou seja, mais evoluídas também são mais complexas. 2- O que estuda a Morfologia Vegetal e como pode ser dividida? R: A Morfologia vegetal estuda as formas e estruturas das plantas. Ela se divide em Morfologia Externa, Macroscópica ou...

    741  Palavras | 3  Páginas

  • 3º trabalho - morfologia

    EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO - UFERSA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ANIMAIS - DCA DISCIPLINA: FORRAGICULTURA I PROFESSOR: SÉRVULO HEBER LOPES VASCONCELOS MORFOLOGIA DAS PLANTAS FORRAGEIRAS Ferdinando Vinícius Fernandes Bezerra Maria Gláucia Carlos de Oliveira Maria Kaliane da Silva Silvestre Mychel Raony Morais Rafael de Oliveira Picado ...

    8442  Palavras | 34  Páginas

  • AULA 1 MORFOLOGIA

    MORFOLOGIA Morfologia é o estudo da estrutura, da formação e da classificação das palavras. A peculiaridade da morfologia é estudar as palavras olhando para elas isoladamente e não dentro da sua participação na frase ou período. A morfologia está agrupada em dez classes, denominadas classes de palavras ou classes gramaticais: Substantivo, Artigo, Adjetivo, Numeral, Pronome, Verbo, Advérbio, Preposição, Conjunção e Interjeição. SUBSTANTIVO É a classe gramatical que nomeia os seres:...

    501  Palavras | 3  Páginas

  • Morfologia externa das plantas ofc

    FARMACOBOTÂNICA MORFOLOGIA EXTERNA DAS PLANTAS VIANNEY PIMENTA BATISTA Este trabalho foi desenvolvido através pesquisas na internet, para obtenção de nota na matéria de farmacobotânica ministrada pela professora Ângela na UNINORTE. Manaus, AM APRESENTAÇÃO Esse trabalho tem como o tema morfologia externa de caules, abordaremos um pouco sobre sua anatomia em classificação, tipos, estruturas de vários exemplos de caules, aéreos, subterrâneos e aquáticos. SUMÁRIO MORFOLOGIA EXTERNA...

    763  Palavras | 4  Páginas

  • Morfologia

    CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ–UNICESUMAR Silvio Luiz Martineli RA: 12009122 Agronomia 2º A TRABALHO DO 2º BIMESTRE Morfologia e Sistemática Vegetal CLASSIFICAÇÃO DOS FRUTOS, SEMENTE, FOLHAS, CAULE E RAIZ DAS CULTURAS. Culturas Soja, Milho, Cebola, Pêssego, Limão. MARINGÁ 2013 SOJA (Glycine max) Fruto; Numero de sementes: Trispérmico ou Polispérmico:...

    2242  Palavras | 9  Páginas

  • ANATOMIA DE FLOR FRUTO E SEMENTE

    ANATOMIA DE FLOR, FRUTO E SEMENTE SUMÁRIO 1. 2. 3. 4. 5. INTRODUÇÃO FLOR – ANATOMIA E MORFOLOGIA FRUTO – ANATOMIA E MORFOLOGIA SEMENTE – ANATOMIA E MORFOLOGIA REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 1. INTRODUÇÃO Um dos passos mais importantes para o sucesso de evolução dos vegetais foi o surgimento e o desenvolvimento dos órgãos reprodutivos. As flores, os frutos e as sementes possuem morfologia e anatomia diferentes entre si, porém de igual importância para as angiospermas. Este trabalho irá apresentar...

    2091  Palavras | 9  Páginas

  • Morfologia dos angiospermas

    Trabalho De Biologia Morfologia Dos Angiospermas Raiz: Morfologia interna: As raízes são normalmente órgãos subterrâneos que realizam a fixação dos vegetais no solo, são aclorofiladas (com ausência de pigmentação fotossintética) e responsáveis pela absorção de água e sais minerais.  A morfologia externa de uma raiz:  Em sua extremidade (região terminal) encontramos uma estrutura resistente na forma de cone (coifa ou caliptra) que protege a região meristemática...

    2605  Palavras | 11  Páginas

  • Morfologia

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FAMEVZ- FACULDADE DE AGRONOMIA, MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA MORFOLOGIA DISCENTES: ESTHER OLIVEIRA. KEVIN PAES. VIVIANE CORRÊA MORFOLOGIA DAS FLORES O QUE É FLOR? • Estrutura de reprodução. • Férteis e Inférteis. • Não apresenta caráter assexuado. FUNÇÃO • Objetivo reprodutivo (contribuir com a produção de sementes do vegetal) PARTES DAS FLORES PARTES DAS FLORES • PÉTALAS: Unidade da Corola. • SÉPALAS: Unidade do Cálice. • PERIANTO: Formado pelo cálice e...

    807  Palavras | 4  Páginas

  • Anatomia morfologia da flor

    FLOR Importância As flores proporcionam importante fonte de caracteres morfológicos para a sistemática, devido a sua constância ou pouca variabilidade, quando comparadas a estruturas vegetativas, como as folhas. (APPEZZATO-da-Glória, 2006) Objetivos Tem como base a compreensão da definição e características gerais da flor, que vincula um aprofundado conhecimento das partes que a constitui e suas classificações. Definição A flor é o elemento de reprodução das farenógamas, é considerada um ramo...

    2129  Palavras | 9  Páginas

  • Flor

    MORFOANATOMIA DA FLOR CONCEITO: São órgãos das espermatófitas relacionadas com o processo da reprodução IMPORTÂNCIA: reprodução sexual, taxonomia, industrial, medicinal, ornamental MORFOLOGIA FLORAL Partes constituintes: Pedúnculo: eixo de sustentação. Receptáculo: base dilatada, inserção dos verticilos florais Verticilos florais Verticilos florais: 1. Externos ou protetores (perianto): cálice: sépalas corola: pétalas 2. Internos ou reprodutores: androceu: estames gineceu: carpelos ...

    1624  Palavras | 7  Páginas

  • Relatório de Morfologia Vegetal: VISUALIZAÇÃO DE ESTRUTURAS MASCULINAS E FEMININAS FLORAIS AO MICROSCÓPIO ÓPTICO

    VISUALIZAÇÃO DE ESTRUTURAS MASCULINAS E FEMININAS FLORAIS AO MICROSCÓPIO ÓPTICO Relatório entregue à disciplina de Morfologia Vegetal, ministrada no curso de Licenciatura Plena em Biologia do Instituto Federal de Educação, ciência e tecnologia do Maranhão para obtenção parcial de nota. Edilaine Marques BURITICUPU 2013 1. INTRODUÇÃO A Morfologia Vegetal é um estudo que dá base à Botânica especializado em descrever as formas e a estruturas internas das plantas. Com ela...

    764  Palavras | 4  Páginas

  • Allamanda cathartica descrição

    Introdução A Allamanda cathartica, conhecida popularmente como alamanda amarela, é uma planta trepadeira nativa do Brasil da família Apocynaceae. Apresenta vistosas flores amarelo-ouro praticamente o ano inteiro e tem folhagem bastante ornamental. Podendo chegar até 3,6 metros, é encontrada em clima tropical. Seu potencial estético foi descoberto e elogiado por ninguém menos do que Roberto Burle-Marx, responsável também pela primeira utilização da espécie num grande projeto paisagístico – Projeto...

    610  Palavras | 3  Páginas

  • ANATOMIA E MORFOLOGIA VEGETAL AULAS PRÁTICAS

     ANATOMIA E MORFOLOGIA VEGETAL AULAS PRÁTICAS Dra ROSALI CONSTANTINO STRASSBURG Dra CRISTINA FILOMENA JUSTO ALUNO: FABÍOLA RODRIGUES - (DP) CIÊNCIAS BIOLÓGICAS – LICENCIATURA 2011 CASCAVEL, 2011 SUMÁRIO 1. Introdução a microtécnica Vegetal 2. Parede Celular 3. Conteúdo Celular – Substâncias Ergásticas 4. Meristemas 5. Tecido de Revestimento 6. Parênquima e Colênquima 7. Esclerênquima – Fibras 8. Floema e Xilema 9. Raiz – Morfologia 10. Raiz – Anatomia –...

    2612  Palavras | 11  Páginas

  • ESTUDO DE MORFOLOGIA VEGETAL COMPLETO‏

    Estudo dirigido – Morfologia vegetal 1. Qual a sequência provável do surgimento das plantas, partindo das primeiras plantas que surgiram na água até as plantas consideradas mais evoluídas nesse ciclo evolutivo? Algas, Briófitas, Pteridófitas, Gimnosperma e Angiosperma 2. Qual o embasamento morfológico que permite a diferenciação do esquema evolutivo questionado no item 1 ? O principal embasamento morfológico são as estruturas reprodutivas, inicialmente mitose (algas), depois esporos (pteridofitas)...

    1264  Palavras | 6  Páginas

  • FLORES

    FLORES FLORES É um eixo resultante da evolução de folhas, que constituem o aparelho reprodutor sexual das Fanerógamas (plantas superiores). Função → reprodução sexuada Partes constituintes • Pedúnculo - eixo de sustentação da flor • Receptáculo - extremidade superior do pedúnculo, onde se inserem os verticilos florais. Verticilos florais: • Externos ou protetores ( perianto ) Cálice: Conjunto de sépalas Corola: Conjunto de pétalas • Internos ou reprodutores Androceu: conjunto...

    874  Palavras | 4  Páginas

  • Reino Plantae(Morfologia)

    Morfologia As algas são seres que tem uma morfologia muito diversificada, pois há espécies como a Chlorella que são unicelulares, que se assemelha muito com as bactérias, já outras, como a alga comum, são espécies pluricelulares. As algas Coloniais incluem diferentes tipos de células, algumas com apenas um pequeno grupo de células, e outras com centenas, por exemplo, a Volvox. Outros tipos de alga com as Filamentares são formadas por um grande filamento de células ligadas, mas cada célula contendo...

    522  Palavras | 3  Páginas

  • MORFOLOGIA VEGETAL

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN CENTRO DE BIOCIÊNCIAS – CB TRABALHO ACADÊMICO. NATAL / 2013.1 A MORFOLOGIA VEGETAL COMO FERRAMENTA (CONHECIMENTO BÁSICO) PARA AS DEMAIS ÁREAS DA BOTÂNICA. INTRODUÇÃO: A morfologia vegetal é uma das bases da botânica que tem por objetivo estudar e documentar formas e estruturas das plantas. Utilizada, dentre outras coisas, no auxílio à classificação de plantas (também conhecido como sistemática) e na...

    702  Palavras | 3  Páginas

  • Histologia vegetal: morfologia externa dos caules

    CENTRO UNIVERSITÁRIODO NORTE – UNINORTE LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES CURSO DE FARMÁCIA HISTOLOGIA VEGETAL: MORFOLOGIA EXTERNA DOS CAULES MANAUS –AM 2012 HISTOLOGIA VEGETAL: MORFOLOGIA EXTERNA DOS CAULES Trabalho apresentado a professora sobre Morfologia Externa dos Caules para obtenção de nota parcial na disciplina de Farmacobotânica . | MANAUS –AM 2012 ÍNDICE INTRODUÇÃO ........................................................................................... | 5 | | | 1....

    1907  Palavras | 8  Páginas

  • Flor

    FLOR Flor: Características e Morfologia. Flores com importância terapêutica ANGIOSPERMAS ANGIOSPERMAS Angion = u r n a Sperma = semente CONSTITUIÇÃO DA FLOR As flores são formadas por verticilos estéreis e/ou verticilos férteis inseridos em um receptáculo.  Os verticilos estéreis são aqueles responsáveis pela proteção das estruturas reprodutivas, bem como pela atração de agentes polinizadores.  cálice (conjunto de sépalas) e a corola (conjunto de pétalas).  Os verticilos...

    1308  Palavras | 6  Páginas

  • Flores- desenvolvimento das plantas

    FLOR INTRODUÇÃO Sempre que pensamos em flores, é comum nos lembrarmos delas em sua forma alegre e colorida; contudo, esta característica é apresentada apenas por algumas variedades. Existem flores que permanecem pequenas e esverdeadas, como, por exemplo, as flores de gama.  Apesar de contribuírem com a beleza da natureza, principalmente durante a primavera, a existência das flores possui um único objetivo: contribuir com a produção de sementes do vegetal...

    2602  Palavras | 11  Páginas

  • Morfologia e Romantismo

     ETEC “WALDYR DURON JUNIOR” RELATÓRIO DE MORFOLOGIA E ROMANTISMO SUMARIO Introduçao...................................................................................................................04 Desenvolvimento........................................................................................................05 GRAMATICA................................................................

    11436  Palavras | 46  Páginas

  • FLOR E SISTEMAS DE REPRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO A flor é a estrutura constituída por folhas modificadas, característica das plantas denominadas espermatófitas ou fanerogâmicas. Sua função é a de produzir sementes através da reprodução sexuada e sua localização é na porção terminal do caule do ramo caulinar ou axilar. As flores apresentam uma morfologia diversificada e recebem várias classificações, que são definidas quanto às partes (completa e incompleta), simetria, número de partes florais, perianto, corola, genitália, androceu...

    1076  Palavras | 5  Páginas

  • Flores em Várzea Paulista

    A flor é a estrutura reprodutora característica das plantas Angiospérmicas (espermatófitas). A função de uma flor é produzir sementes através da reprodução sexuada. Para as plantas, as sementes representam o embrião, que irá germinar quando entrar em contato com um substrato propício; as sementes são o principal meio através do qual as espécies de espermatófitas (angiospermas e gimnospermas) se perpetuam e se propagam. Apesar de estruturas homólogas, apenas as Angiospermas possuem flores, enquanto...

    1664  Palavras | 7  Páginas

  • flor

    A Flor Florflor é a estrutura reprodutora característica das plantas Angiospérmicas ( HYPERLINK "http://pt.wikipedia.org/wiki/Espermat%C3%B3fita" \o "Espermatófita" espermatófitas). A função de uma flor é produzir sementes através dareprodução sexuada. Para as plantas, as sementes representam o embrião, que irá germinar quando entrar em contato com um substrato propício; as sementes são o principal meio através do qual as espécies de espermatófitas (angiospermas e gimnospermas) se perpetuam...

    1729  Palavras | 7  Páginas

  • estrutura da flor

    Flores FLORES Óvulo Angiosperma ou Magnoliophyta ü 220.000 espécies ü dominam atualmente em quase todas as altitudes e latitudes terrestres ü hábito desde ervas de alguns milímetros até grandes árvores, com mais de 100 metros de altura. Tubo polínico Antera Esporófito maduro Semente 1 FLORES - Morfologia Flores – são órgãos das espermatófitas relacionados com o processo da reprodução Estigma Tépalas Antera Filete Estilete Corola Ovário Óvulo ...

    1407  Palavras | 6  Páginas

  • morfologia externa

    ENGENHARIA FLORESTAL MORFOLOGIA VEGETAL: RAIZ, CAULE, FOLHA, FRUTO, FLOR E INFLORESCÊNCIA Cuiabá-MT, 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE ENGENHARIA FLORESTAL DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL Discente: Tupiara Mergen de Oliveira Rga: 201411402006 Curso: Engenharia Florestal Disciplina: Morfologia Vegetal Docente: Antônio Augusto Antunes Maciel Tema: Relatório sobre os tipos de raizes, caules, folhas, frutos, flores e inflorescência. ...

    3297  Palavras | 14  Páginas

  • trabalho de sementes

    FLORESTAIS DOCENTE: MAURO VASCONCELOS PACHECO DISCENTES: ADRIANA FIGUEREDO DA SILVA MÁRCIA GABRIELLE DE ALMEIDA CARDOSO RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA 01: MORFOLOGIA FLORAL Natal/RN, 2014 OBJETIVO O objetivo deste trabalho é identificar e ilustrar as estruturas florais das flores do Hibisco tiliaceus e Allamandra sp. por meio de uma chave de perguntas a serem respondidas de acordo com a observação das estruturas. MATERIAIS E MÉTODOS A aula prática...

    601  Palavras | 3  Páginas

  • morfologia das angiospermas

    Prof.: José Carlos Conceito É o ramo da botânica que estuda os tipos e as estruturas que constituem as angiospermas. Ex.:  Raiz  Caule  Folha  Flor  Fruto Raiz É a estrutura responsável pela sustentação e pela obtenção de nutrientes para o vegetal. 1. Principais tipos de sistemas radiculares:  Raiz pivotante: possuem uma raiz principal, chamada axial ou pivotante e dela partem ramos de raízes secundárias.  Raiz fasciculada: nesta não possui o ramo principal, sende formada...

    1129  Palavras | 5  Páginas

  • Morfologia dos Angiospermas

    INTRODUÇÃO Conceito - É o ramo da botânica que estuda os tipos e as estruturas que constituem as angiospermas. Ex.: Raiz Caule Folha Flor Fruto RAIZ É a estrutura responsável pela sustentação e pela obtenção de nutrientes para o vegetal. 1. Principais tipos de sistemas radiculares: Raiz pivotante: possuem uma raiz principal, chamada axial ou pivotante e dela partem ramos de raízes secundárias. Raiz fasciculada: nesta não possui...

    1159  Palavras | 5  Páginas

  • Morfologia Vegetal

    MORFOLOGIA VEGETAL Morfologia externa das plantas angiospermas O corpo da maioria das plantas angiospermas é dividido em duas partes principais, uma localizada sob o solo, constituída pelas raízes, e outra área constituída pelo caule, folhas, flores e frutos. As células das raízes, assim com as células de muito caules, não fazem fotossíntese e por isso dependem do alimento produzido nas células das folhas. O caule, folhas, flores e frutos, por sua vez, dependem da água e dos sais minerais absorvidos...

    2309  Palavras | 10  Páginas

  • Biologia vegetal- morfologia da flor

    Diversidade morfológica da flor Engenharia Ambiental Professora: Tarsila Disciplina: Biologia Vegetal Alunos: Jade Donnini e Riendo Cattleya walkeriana Morfologia externa 1) Análise dos verticilos protetores A flor observada é uma diclamídea (heteroclamídea) e sua simetria é zigomorfa ou bilateral. O cálice apresenta concrescência do tipo diassépolo com três sépalas. A corola apresenta concrescência dialipétala com três pétalas. 2) Análise dos vertícilos reprodutores A flor é hermafrodita e o...

    674  Palavras | 3  Páginas

  • Morfologia das Angiosperma

    MORFOLOGIA DAS ANGIOSPERMAS Quais são os órgãos vegetais e quais suas funções? O corpo de uma planta é organizado de maneira bem ≠ da de um animal. A maior parte das ≠s deve ser vista como adaptação à nutrição autotrófica dos vegetais. Assim, só os vegetais possuem tecidos especializados na fotossíntese e p/ transporte de água e sais minerais retirados do solo (seiva mineral) e de subst. orgânicas produzidas nas folhas (seiva orgânica). — Os órgãos de uma planta tb são ≠s dos órgãos...

    3121  Palavras | 13  Páginas

  • Morfologia e Fisiologia Vegetal

    Morfologia e Fisiologia Vegetal Morfologia: forma em que a planta se apresenta. Serve também para sabermos diferenciar as partes das plantas. Ex: raiz, folhar, etc. Fisiologia: o que acontece no interior do vegetal. São os processos bioquímicos. Ex: fotossínteses, respiração, absorção de água, condução da água, etc. Célula vegetal: unidade do vegetal. Ex: núcleo, citoplasma, complexo de Goldi, parede celular, membrana plasmática, reticulo endoplasmático, vacúolo, mitocôndria, cloroplasto...

    543  Palavras | 3  Páginas

  • relatorio de aula folha, flor, fruto, semente, caule

    LICENCIATURA PLENA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DISCIPLINA: MORFOLOGIA E ANATOMIA VEGETAL PROFª: Drª. BLOCO: V RELATÓRIO RELATÓRIO Relatório de aula pratica da disciplina de Anatomia Vegetal do V período de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Piauí, Campus de Picos, ministrada pela professora: Drª. RELATORIO DE AULAS PRATICAS INTRODUÇÃO ANATOMIA VEGETAL • Raiz As raízes são normalmente...

    2041  Palavras | 9  Páginas

  • pinheiros

    MORFOLÓGICA E SISTEMÁTICA APOSTILA DE AULA PRÁTICA Docente: Msc. Bianca Pierina Carraro Acadêmico(a):______________________________________________________ Curso: Agronomia – 2º Período ROTEIRO DE AULA PRÁTICA Nº 01 Data: 1. Assunto: Raiz – morfologia interna 2. Objetivos: 2.1. Observar as várias regiões que compõem uma raiz; 2.2. Relacionar sua estrutura com a disposição dos feixes vasculares. 3. Materiais, equipamentos e reagentes: 3.1. Lâminas permanentes de raiz de Phaseolus sp (feijão)...

    1370  Palavras | 6  Páginas

  • Trabalho morfossintaxe

    3 3 - Quais os conceitos básicos da concepção de Morfologia para a teoria: Essa disciplina de Morfologia da Língua Portuguesa tem como objeto de estudo a descrição do sistema formal do português. A morfologia, assim como a sintaxe, a fonologia e a semântica, constitui um dos níveis de descrição linguística, voltando-se especificamente para a identificação e para a classificação das unidades formais de uma língua, tendo como objeto de descrição desde sua unidade mínima, o morfema, até a unidade...

    787  Palavras | 4  Páginas

  • Conceito de fonologia , morfologia, etmologia , sintaxe

    Português 1-Dê o conceito de fonologia,morfologia , etimologia , sintaxe . A fonologia é um ramo da linguística que estuda os elementos fónicos, tendo em conta o seu valor distintivo e funcional. A fonética trata de estudar a natureza acústica e fisiológica dos sons, ao passo que a fonologia descreve o modo mediante o qual os sons funcionam a um nível abstracto ou mental. Os especialistas chamam de pares mínimos às palavras opostas, isto é, com significados diferentes, que apenas diferem uma da...

    1067  Palavras | 5  Páginas

  • RELATÓRIO DE LABORATÓRIO: ANÁLISE MORFOLÓGICA DA FLOR DA Allamanda cathartica, Linn

    MORFOLÓGICA DA FLOR DA Allamanda cathartica, Linn Equipe: 20128012 – Drielly de Fátima Sanches da Silva 20128013 – Edil Soares de Oliveira 20128044 – Maria Gabriella da Silva Araújo 20128046 – Lorena Dutra Martins 5º sem/2014 BELÉM - PARÁ 1 INTRODUÇÃO O experimento laboratorial realizado consistiu no reconhecimento e na identificação das estruturas morfológicas de uma flor específica, sendo neste caso a flor da alamanda, uma planta conhecida como alamanda-de-flor-grande, cujo nome...

    684  Palavras | 3  Páginas

tracking img