Descreva As Funçoes Alocativa Distributiva E Estabilizadora Do Setor Publico artigos e trabalhos de pesquisa

  • Funções econômicas do estado

    das três funções econômicas do estado acima citada. Função alocativa: Devido a certas características de mercado, existem bens e serviços não são ofertados na quantidade e ou preços ótimos do ponto de vista social, através da função alocativa o Governo desvia uma parcela dos recursos para a criação de bens e serviços do tipo públicos e também criar incentivos para desenvolver mais certos setores econômicos em relação a outros. Em outras palavras podemos concluir que a função alocativa consiste em...

    930  Palavras | 4  Páginas

  • setor publico

    FEDERAL DO AMAZONAS FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E ANÁLISE Economia do Setor Público As funções fiscais: Uma visão Geral PAULA REBEKKA DA C. ANTONY 21200639 MANAUS, 14/11/2014 Capítulo 1 – As funções fiscais: uma visão geral O mecanismo do sistema de mercado não pode sozinho controlar as funções econômicas e é aí que o Setor Público prova sua necessidade. As ações do governo são necessárias pra controlar e aperfeiçoar o mecanismo de...

    942  Palavras | 4  Páginas

  • Funções clássicas do setor público

    Funções clássicas do setor público: FUNÇÃO ALOCATIVA Quando o sistema de mercado não oferece adequadamente bens e serviços, e se torna necessária a presença do Estado. Esses bens, denominados bens públicos, têm por principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção. FUNÇÃO DISTRIBUTIVA A função pública distributiva objetiva promover ajustamentos (correções) na distribuição de renda devido às falhas de mercado...

    1012  Palavras | 5  Páginas

  • Funções Economicas do Estado

    FUNCOES ECONOMICAS DO SETOR PUBLICO: LEVIR FIDELIX MANAUS 2014 JEAN ALVES MOREIRA DANIEL BARRONCAS RAFAEL GARCEZ ALMIR AGUIAR ELINDOMAR FELIX GUSTAVO ALMEIDA DIEGO MACIEL FUNCOES ECONOMICAS DO SETOR PUBLICO: LEVIR FIDELIX Trabalho apresentado ao curso de Contabilidade como pré-requisito para obtenção de nota final da matéria de Economia do Setor Público da Universidade Federal...

    707  Palavras | 3  Páginas

  • Economia do Setor Publico

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE - UFRN DISCIPLINA: ECONOMIA DO SETOR PÚBLICO DOCENTE: MAITÁ DE PAULA E SILVA COMPONENTES: BRUNA ANDRADE JÉSSICA FERNANDES JULIETE BERNARDINO QUESTÃO 2: - Explique no que consistem as funções do setor público na economia de um país, isto é, quais são elas e como elas são executadas. O papel do governo modificou-se substancialmente com o passar do tempo, pois antes, cabia-lhe apenas a prestação de alguns serviços essenciais à coletividade, como...

    542  Palavras | 3  Páginas

  • As funcoes economicas do setor publico

    As funções econômicas do setor público Conforme vimos acima, ao longo do século XX, ficou evidente que o mercado não é capaz de garantir o bem-estar da sociedade, seja porque não consegue fornecer certos bens e serviços, seja porque o sistema de preços não possui a capacidade plena de autorregulação, seja porque provoca uma distribuição de renda injusta. Assim, o setor público intervém na economia, desempenhando quatro funções básicas: assegurar uma melhor alocação de recursos produtivos, melhorar...

    664  Palavras | 3  Páginas

  • orcamento público

    Legislação Tributária Docente: Sílvia Helena Rigatto Discentes: Daniel Ribeiro Gomes e Larissa Lima Reis 1. O orçamento público é estudado sob os aspectos jurídicos, políticos, econômicos e técnicos. Explique cada um desses aspectos abordado em sala de aula: O elemento econômico constitui uma previsão da atividade financeira anual a ser realizada por determinados setores da administração pública, traduz-se ao fato do orçamento assumir a forma de uma previsão da gestão orçamentária do Estado...

    716  Palavras | 3  Páginas

  • Complexidade das estruturas e funções do estado no sistema de transporte coletivo de salvador

    Complexidade das Estruturas e Funções do Estado no Sistema de Transporte Coletivo de Salvador. A estruturação do Estado prevista na Constituição Brasileira é separada em três poderes: legislativo, executivo e judiciário. Os poderes são interdependentes e ao mesmo tempo autônomos de tal forma que cada um possui funções específicas, ou seja, funções que cabem exclusivamente a um único poder e de relacionamento que são aquelas responsáveis pelo estabelecimento de vínculos com os outros poderes...

    2175  Palavras | 9  Páginas

  • Economia do setor p+¦blico - 1-¬ lista de exerc+¡cios - gabarito.doc

    Ano: 2012/1 Disciplina: Economia do Setor Público Professor: Waldemir Luiz de Quadros (wquadros@fundap.sp.gov.br) 1ª Lista de Exercícios Instrução geral: Julgue se os itens a seguir estão Certos (C) ou Errados (E) ABIN 2010, CESPE/UNB – Agente Técnico de Inteligência Julgue os itens subseqüentes, relativos a noções de finanças públicas: C Fatores demográficos podem explicar o crescimento do gasto público, como ocorre, por exemplo, quando os gastos...

    8052  Palavras | 33  Páginas

  • Resumo Capitulo 28 O Setor Público

    Lei Sherman contra os trustes, declarando-se ilegal o monopólio da indústria e do comércio, assim como a fixação dos preços. Os elevados níveis de desempregos nos países capitalistas, o Estado acrescentou a justiça, segurança como ofertante de bens públicos, a eletricidade, saneamento, rodovias, etc., os quais foi ampliada baseada na teoria geral de Keynes, 1936, assim como o aumento da participação do Estado na produção nacional e a busca pela regulamentação das atividades econômicas, desta forma o...

    823  Palavras | 4  Páginas

  • Setor publico

    Setor Público O papel do Estado na economia veio aumentando desde o final do século XIX, ainda sob a predominância das teses liberais. A formação de grandes empresas e monopólios em diversas economias, levou inúmeros países a criar uma legislação de defesas contra a formação de trustes e cartéis. A partir da crise dos anos 30 e da formulação das teses do economista John Maynard Keynes, o papel do Estado será ainda maior: Keynes propôs que a economia poderia mergulhar numa crise da qual...

    2177  Palavras | 9  Páginas

  • Apostila De Economia Do Setor Publico Teoria E Exercicio 2

    Curso de Economia do Setor Público Professor Gilmar Ferreira Economia do Setor Público – Teoria e Exercícios Observações Gerais: 1. Em primeiro lugar gostaria de lembrar que esse material é a versão 1, portanto pode haver erros. Nesse sentido gostaria de receber criticas para o aperfeiçoamento , pois o objetivo final é o lançamento de um livro de Finanças Públicas para concursos. 2. Esse material está dividido em três partes: Parte I: Finanças Públicas - contêm toda a teoria pura de Finanças públicas...

    15247  Palavras | 61  Páginas

  • Orçamento Publico

    ENAP Diretoria de Desenvolvimento Gerencial Coordenação Geral de Educação a Distância Orçamento Público - Conceitos Básicos Conteúdo para impressão Módulo 1: Introdução Brasília 2014 Atualizado em: dezembro de 2013. ENAP Fundação Escola Nacional de Administração Pública Presidente Paulo Sergio de Carvalho Diretor de Desenvolvimento Gerencial Paulo Marques Diretora de Formação Profissional Maria Stela Reis Diretor de Comunicação e Pesquisa Pedro Luiz Costa Cavalcante ...

    5868  Palavras | 24  Páginas

  • Setor Público

    O SETOR PÚBLICO CAPITULO 14 Introdução  A discussão das atividades com destaque em alguns aspectos da expansão estatal. O crescimento da participação do setor público na sua atividade econômica  No início do século XX, passou-se a regular a atividade econômica, colocando-se em dúvida o papel da “mão invisível” de Adam Smith, para conduzir os mercados a responder satisfatoriamente aos problemas fundamentais da economia: O que produzir, como e pra quem. Desse modo a partir dos...

    951  Palavras | 4  Páginas

  • Setor publico

    Setor Público O CRESCIMENTO DA PARTICIPAÇÃO DO SETOR PÚBLICO NA ATIVIDADE ECONÔMICA No final do século XIX verificou-se um intenso processo de formação de grandes monopólios, que passaram a limitar a oferta e a aumentar os preços. Assim já no começo do século XX colocou-se em duvida o papel da “mão invisível”, de Adam Smith e os governos começam a interferir na economia a fim de conduzir os mercados a resolver os problemas fundamentais da economia, ou seja, o que produzir, como e para quem...

    4341  Palavras | 18  Páginas

  • Funções alocativa, distributiva e estabilizadora

    três funções: - Alocativa; - Distributiva; - Estabilizadora; A função alocativa visa desviar o emprego de uma parcela dos recursos da economia (capital, trabalho e recursos naturais diversos) para oferta e ou provisão de bens e serviços tidos públicos. Devido às certas características de mercado, estes bens e serviços não são ofertados na quantidade e ou preços ótimos do ponto de vista social. Exemplos: saneamento básico, transporte, energia e telecomunicações. A função distributiva visa...

    562  Palavras | 3  Páginas

  • ORÇAMENTO PUBLICO

    apud Giacomoni (2000, p.22), propôs uma classificação das funções econômicas do Estado, que se tornaram clássicas no gênero, denominadas as ¿funções fiscais¿, considerando-as como as próprias ¿funções do orçamento¿. Nas alternativas a seguir, indique aquela que representa a função que visa manter a estabilidade econômica: ( ) Função ajustadora ( ) Função delineadora. (X) Função estabilizadora ( ) Função distributiva ( ) Função alocativa 6a Questão A LRF não trouxe inovações quanto aos prazos...

    847  Palavras | 4  Páginas

  • SIMULADO ECONOMIA E GEST O DO SETOR P BLICO

    SIMULADO ECONOMIA E GESTÃO DO SETOR PÚBLICO 1) Descentralizar é determinar qual esfera de governo pode: A) Administrar de forma mais eficiente os impostos. B) Administrar de forma mais eficiente os gastos. C) Administrar de forma mais eficiente as transferências. D) Administrar de forma mais eficiente as regulações e outras funções públicas. E) Todas as alternativas estão corretas. 2) O método de calcular o déficit público por meio da variação na dívida pública é denominado: A) Acima da linha...

    3009  Palavras | 13  Páginas

  • Economia no setor publico

    Curso de Economia do Setor Público Professor Gilmar Ferreira Economia do Setor Público – Teoria e Exercícios Observações Gerais: 1. Em primeiro lugar gostaria de lembrar que esse material é ainda a versão 1, portanto pode haver erros. Nesse sentido gostaria de receber criticas para o aperfeiçoamento, pois o objetivo final é o lançamento de um livro de Finanças Públicas para concursos. 2. Esse material está dividido em três partes: Parte I: Finanças Públicas - contêm toda a teoria pura de Finanças...

    20152  Palavras | 81  Páginas

  • Economia do Setor Público

    também, os investimentos públicos GOVERNO E GASTOS CORRENTES Y = C + I + G + (X-M) Políticas econômicas: a forma que o governo intervém na economia para cumprir com suas funções As principais formas de política econômica são: Políticas fiscais: tributos e gastos Políticas monetárias: moeda e bancos GOVERNO E POLÍTICAS ECONÔMICAS •Necessidade do Estado na Economia •O Estado e a Economia Capitalista •Setor Público: Abrangência •Funções do Setor Público: oAlocativa oDistributiva...

    5252  Palavras | 22  Páginas

  • CRESCIMENTO DA PARTICIPACAO DO SETOR PUBLICO NA ATIVIDADE ECONOMICA

    DA PARTICIPACAO DO SETOR PUBLICO NA ATIVIDADE ECONOMICA Quase ao termino do seculo XIX , constatou-se um crescimento vertiginoso de grandes monopolios, que limitaram a oferta e aumentaram os precos. Desta forma, no comeco do seculo XX pairou duvida do papel da "mao invisivel" de Adam Smith e os governos comecam a interferir na economia afim de nortear os mercados a resolver os problemas fundamentais da economia, ou seja, o que produzir, como e para quem. Essas funcoes se intensificam a partir...

    1631  Palavras | 7  Páginas

  • Resumo Economia do Setor Público

    como um todo, bem como democratizar as oportunidades individuais de acesso ao bem público; numa fase de crise é chamado para corrigir as falhas de mercado e fazer com que economia volte a gerar riquezas. Estado tem três funções: - alocativa: ofertar o bem público numa região que o setor privado não tem o interesse de explorar. - distributiva: proporcionar uma maior equidade na distribuição de renda. - estabilizadora: manter a estabilidade da moeda, inflação sob controle. Tributos são compostos...

    4219  Palavras | 17  Páginas

  • Setor publico e setor externo

    SETOR PÚBLICO AS FUNÇÕES ECONÔMICAS DO SETRO PÚBLICO • Estrutura tributária; • Conceito de déficit público; • E formas de financiamento. Formas de financiamento. Função alocativa – relaciona-se à alocação de recursos por parte do governo a fim de oferecer bens públicos (ex. rodovias, segurança), bens semi-públicos ou meritórios (ex. educação e saúde), desenvolvimento (ex. construção de usinas), etc.; Função distributiva – é a redistribuição de rendas realizada através das transferências...

    1094  Palavras | 5  Páginas

  • Orçamento público

    Orçamento Público Aula 1 O orçamento público é o instrumento de que o Poder Público, em qualquer de suas esferas, dispõe para, em um determinado período de tempo, expressar o seu programa de atuação discriminando a origem e o montante dos recursos a serem obtidos, bem como os dispêndios a serem efetuados. Instrumentos de planejamento governamental: • PPA - Lei do Plano Plurianual • LDO - Lei das Diretrizes Orçamentárias • LOA - Lei do Orçamento Anual (estimam-se as receitas e fixam-se...

    3134  Palavras | 13  Páginas

  • O estado e orçamento público

    1. Evolução da atividade financeira do Estado Com a evolução da civilização, o Estado além de ser um órgão monopolizador de todo poder, passa a ser, também, um sistema de serviços públicos para satisfação das necessidades públicas. O conceito de necessidade pública e de bem comum varia muito conforme o tempo, o estágio de desenvolvimento e especialmente a vontade do governante que está no poder. É aquela necessidade que o Estado vai satisfazer, ou seja, aquela que prioritariamente vai atender...

    1826  Palavras | 8  Páginas

  • Setor público,Tributação,Tributos,Impostos,economia

    SETOR PÚBLICO : TRANSPARÊNCIAS SETOR PÚBLICO (material extraído do livro “Manual de Economia” de Mozart Foschete) Hoje esta interferência do Estado se manifesta de diversos modos a saber: a) Como produtor – O Estado produz e oferece no mercado diversos bens e serviços, como petróleo, energia, telefone, produtos siderúrgico, etc; b) Como consumidor - O Estado se constitui no maior consumidor individual de bens e serviços produzidos pelo setor privado; c) Como empregador – Os dados...

    4046  Palavras | 17  Páginas

  • Setor Público Brasileiro (1930-1980)

    modernização (1964/1970). Desta forma, pretende-se mostrar como as exigências da política econômica provocam o aparecimento e a expansão da “tecnoestrutura estatal” – por meio da qual se realiza a hipertrofia do Poder Executivo (fortalecimento do setor público e maior intervencionismo, legitimado pela sociedade). Os anos anteriores à “Revolução de 1930” são marcados pelo Estado oligárquico, em que a economia era essencialmente agrário-exportadora. Havia uma grande dependência do exterior, o que tornava...

    1763  Palavras | 8  Páginas

  • Lucas S

    Lucas S. Santos 1) Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor público. Função Alocativa – Função Alocativa é a política de estabelecer o rol e a quantidade de bens públicos a ser oferecida à população. Função Distributiva - Função distributiva se refere à tão discutida distribuição de renda. Em outras palavras, é a política de distribuição do Produto Interno Bruto. As transferências ocorrem através da aplicação, por um lado, de impostos maiores sobre as camadas de...

    641  Palavras | 3  Páginas

  • controle de gastos públicos e captação de recursos para aplicacação nas areas da saúde, educação e habitação

    DOS GASTOS PÚBLICOS E CAPTAÇÃO DE MAIS RECURSOS PARA APLICAR NA ÁREA DA SAÚDE, HABITAÇÃO E EDUCAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE ALTO PARAÍSO DE GOIÁS Discente (s): Marie Issa Martinho Mendes da Silva Orientadora: Camila Morais Abadio Alto Paraíso de Goiás - GO Junho - 2014 Universidade Federal de Goiás – Regional Catalão Departamento de Administração Especialização em Gestão Pública - Modalidade à Distância Projeto de Pesquisa CONTROLE DOS GASTOS PÚBLICOS E CAPATAÇÃO...

    1782  Palavras | 8  Páginas

  • Ativ. prat. superv. financiamentos públicos

    [pic] GESTÃO PÚBLICA 4º SEMESTRE FINANCIAMENTOS PÚBLICOS Montes Claros 2012 [pic] GESTÃO PÚBLICA 4º SEMESTRE FINANCIAMENTOS PÚBLICOS Trabalho apresentado como avaliação parcial ao Curso de Gestão Pública da Universidade Interativa Anhaguera para a Disciplina – Financiamento Público/ IV Período Montes Claros/MG 2012 SUMÁRIO ...

    1796  Palavras | 8  Páginas

  • Questionário de Economia

    QUESTIONÁRIO 1) Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor público. R: Função alocativa promove ajustamentos na alocação de recursos e é motivada quando não há oferta eficiente de infra-estrutura econômica ou provisão de bens públicos e bens meritórios por parte do setor privado. Função distributiva promove ajustamentos na distribuição de renda devidos ás falhas de mercado (desigualdades sociais, monopólios empresariais, etc.) inerentes ao sistema econômico capitalista...

    1084  Palavras | 5  Páginas

  • ECONOMIA II

    1ª) .Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor público. -Função Alocativa: É uma intervenção do estado quando o sistema de mercado não consegue fornecer alguns bens e serviços. Esses bens são chamados de bens públicos que tem como principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção. -Função distributiva : É quando o governo passa a funcionar como um grande distribuidor de renda, a...

    1026  Palavras | 5  Páginas

  • Ciencia Tecnologia e Sociedades

     ADMINISTRAÇÃO PUBLICA 01 Noções de finanças no setor público. PROFESSOR: Dany Tonelli ALUNOS: Lucas Rangel Teodoro dos Santos (201410930) Athos Filipe Moreira Freire (201410455) Lavras, 25 de Abril de 2014 1- A administração de finanças, de forma geral, possui duas principais preocupações. Quais são elas? Aponte exemplos. A administração de finanças é responsável por obter e utilizar recursos a fim de atingir as metas propostas pelo planejamento plurianual...

    560  Palavras | 3  Páginas

  • Funções do governo

    FUNÇÃO ALOCATIVA PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DE RISCOS O programa visa melhorar as condições de habitabilidade de assentamentos humanos precários, reduzir riscos mediante sua urbanização e regularização fundiária, integrando-os ao tecido urbano da cidade. O que se busca é definir prioridades e estratégias necessárias para evitar a ocorrência de mortes durante os períodos chuvosos mais intensos. E, com isso, beneficiar as pessoas que moram em encostas de favelas, loteamentos irregulares e outras...

    525  Palavras | 3  Páginas

  • N2 Economia

    avaliação A necessidade da atuação econômica do setor público decorre do fato de que os mecanismos de mercado não conseguem desempenhar de maneira satisfatória, a função de regulação automática da atividade econômica. Daí a relevância do papel do Estado para cumprir algumas funções econômicas essenciais, tais como as funções alocativa, distributiva e estabilizadora. Descreva e exemplifique cada uma dessas três funções. Resposta Selecionada: Função alocativa: relaciona-se à alocação de recursos por...

    722  Palavras | 3  Páginas

  • Prova Economia

    1- Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor público. R: Função alocativa: é quando bens e serviços não são distribuídos adequadamente no mercado, tem como principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos do consumo uma vez que delimitado o volume de produção. Função distributiva: depende da produtividade da mão de obra e da utilização dos demais fatores de produção do mercado, onde a renda de cada individuo depende do mesmo, sofrendo influencia...

    703  Palavras | 3  Páginas

  • Financiamentos públicos

    ANA MARIA ARAÚJO SANTOS 338654 GEORGINA RIBEIRO DOS SANTOS 334143 FINANCIAMENTOS PÚBLICOS PROFESSOR EAD. ME. ADEMIR CAVALHEIRO LEITE PROFESSOR-TUTOR PRESENCIAL ANTONIO KATO PROFESSOR-TUTOR EAD ANDRÉ LUÍS NEGRETTO FLORINDO CUIABÁ/MT 2012 INTRODUÇÃO É consenso na literatura concernente às finanças públicas que o processo de descentralização fiscal em curso no país registra consideráveis avanços nos últimos anos. Nesse contexto, a participação crescente...

    3448  Palavras | 14  Páginas

  • Finanças Publicas

    juros POLÍTICA FISCAL: FUNÇÕES DO GOVERNO Em nível teórico, as funções principais do governo em uma economia de mercado para o setor público são identificadas como: • Função alocativa: ação do governo complementando a ação de mercado no que diz respeito à alocação de recursos na economia. • Função distributiva: função do governo em arrecadar impostos (reduzir a renda) de determinadas classes sociais ou regiões, para transferi-los para outras. • Função estabilizadora: manejo da política econômica...

    883  Palavras | 4  Páginas

  • Exercicios de economia - caps 13, 14 e 15

    custos aos preços dos produtos finais. 3 – Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor público. Função Alocativa: Quando o sistema de mercado não oferece adequadamente bens e serviços, e se torna necessária a presença do Estado. Esses bens, denominados bens públicos, têm por principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção. Função Distributiva: O sistema de preços via de regra não leva...

    887  Palavras | 4  Páginas

  • Atps financiamentos publicos

    através de transferências constitucionais e processos de descentralização fundo a fundo. Num país tão desigual como é o Brasil, os trabalhadores de baixa renda, são os mais prejudicados com todo este aumento abusivo de taxas e da inflação. O orçamento público busca também o necessário balanceamento entre os poderes da esfera do Executivo, Judiciário e Legislativo que estão por definição desigual representado regionalmente, socialmente e economicamente, do ponto de vista destes órgãos e que deveriam ser...

    5468  Palavras | 22  Páginas

  • fffffffffff

    ATIVIDADES DO CAPITULO 14 E 15. Capítulo 14 1) Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor publico: FUNÇÃO ALOCATIVA – Quando o sistema de mercado não oferece adequadamente bens e serviços, e se torna necessária a presença do Estado. Esses bens, denominados bens públicos, tem por principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção.  FUNÇÃO DISTRIBUTIVA - o sistema de preços via de regra não leva...

    1514  Palavras | 7  Páginas

  • Economia

    crescimento econômico do desenvolvimento econômico. R: Crescimento econômico – É o crescimento contínuo da renda per capita ao longo do tempo. Desenvolvimento econômico – É um conceito mais qualitativo, incluindo alterações dos recursos pelos diferentes setores da economia, para medir e melhorar os indicadores de bem-estar econômico. 2 – De acordo com Rostow quais são os estágios de desenvolvimento de uma economia? E: Sociedade Tradicional – Com pouco tecnologia e baixa renda per capita. Pré requisitos...

    1172  Palavras | 5  Páginas

  • Fundamentos da economia

    LIVRO FUNDAMENTOS DE ECONOMIA 1. Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor publico: 1. RESPOSTAS: FUNÇÃO ALOCATIVA – Quando o sistema de mercado não oferece adequadamente bens e serviços, e se torna necessária a presença do Estado. Esses bens, denominados bens públicos, tem por principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção. FUNÇÃO DISTRIBUTIVA - o sistema de preços via de regra...

    1368  Palavras | 6  Páginas

  • trabalho economia

    1. Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor público. R: Função alocativa – Quando o sistema de mercado não oferece adequadamente bens e serviços, e se torna necessária a presença do Estado. Esses bens, denominados bens públicos, tem por principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção. Função distributiva - o sistema de preços via de regra não leva uma justa distribuição de renda...

    1505  Palavras | 7  Páginas

  • Fundamentos de Economia - Capítulo 14

    Capítulo 14 1. Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor público. A função alocativa se torna necessária quando os serviços e bens públicos não são oferecidos de forma satisfatória pelo sistema de mercado. A presença do Estado torna-se necessária. Esses bens são os bens públicos que tem por principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção. A função distributiva é a que o Estado exerce...

    1300  Palavras | 6  Páginas

  • Evolução do Pensamento Econômico

    O Setor Público 1- Descreva as funções alocativa, distributivas e estabilizadora do setor público. R= Função Alocativa: Estabelece o fornecimento de bens (e serviços) públicos à população; Função Distributiva: Realiza ajustes na distribuição de renda, tornando-a mais justa; e Função Estabilizadora: Procura melhorar o nível de empregos, estabilizar os preços e obter uma taxa razoável de crescimento econômico. 2- Quanto aos bens públicos: A) Defina bem público. R= Bem Público, é o fato do...

    1310  Palavras | 6  Páginas

  • abcde

    oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo1. Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor publico: 1. RESPOSTAS: FUNÇÃO ALOCATIVA – Quando o sistema de mercado não oferece adequadamente bens e serviços, e se torna necessária a presença do Estado. Esses bens, denominados bens públicos, tem por principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção. FUNÇÃO DISTRIBUTIVA - o sistema de preços via de regra...

    1553  Palavras | 7  Páginas

  • ORÇAMENTO PÚBLICO

    ORÇAMENTO E FINANÇAS PÚBLICAS DO ESTADO BRASILEIRO Cad PM 924423-9 Claudiomiro de Oliveira PINHO Cad PM 932498-4 Diogo José Ribeiro ARANTES Cad PM 932508-5 Leonardo Aparecido Murbach BEDIN INTRODUÇÃO O tema orçamento público e finanças é muito abrangente, tendo assim o grupo escolhido explicar a definição de orçamento, bem como explicar o PPA, LDO e POA, repassando uma noção geral, explicando seus princípios. Mostrará que nas finanças publicas, o Estado pode intervir na econômica por...

    2572  Palavras | 11  Páginas

  • Economia

    da inflação de localizam no comportamento do setor privado (oligopólios, latifúndios) e não do setor público. A formação ideológica desses economistas, com grande influência socialista e marxista, tornou-se ferrenhos defensores de uma economia mais centralizada, baseada em planejamento e grande participação do Estado. 1.Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor publico: ( a necessidade da atuação econômica do setor publico prende-se a constatação de que o sistema de preços...

    1300  Palavras | 6  Páginas

  • Lista Exercicios Finanças Publicas

    iniciativa privada – sejam diferentes dos custos e benefícios sociais destas mesmas ações. b) Bem Público; são todos aqueles que integram o patrimônio da Administração Pública direta e indireta. Todos os demais são considerados particulares. O bem público não satisfaz nenhum dos dois princípios acima. Princípio da rivalidade e exclusão. todo indivíduo tenha acesso à mesma disponibilidade do bem público. EX. iluminação publica, segurança, praças. c) Falhas de Mercado: são fenômenos que impedem que...

    1441  Palavras | 6  Páginas

  • Av1 de economia

    14Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor publico: 14 RESPOSTAS: FUNÇÃO ALOCATIVA – Quando o sistema de mercado não oferece adequadamente bens e serviços, e se torna necessária a presença do Estado. Esses bens, denominados bens públicos, tem por principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção. FUNÇÃO DISTRIBUTIVA - o sistema de preços via de regra não leva uma justa distribuição...

    1334  Palavras | 6  Páginas

  • Cap 13 e 14 economia

    custos. Os estruturalistas supõem que as causas da inflação de localizam no comportamento do setor privado (oligopólios, latifúndios) e não do setor público. A formação ideológica desses economistas, com grande influência socialista e marxista, tornou-se ferrenhos defensores de uma economia mais centralizada, baseada em planejamento e grande participação do Estado. 6-Suponha a mesma economia de déficit público relativamente elevado da questão anterior. Se o governo emitir títulos para cobri-lo, mostre...

    1971  Palavras | 8  Páginas

  • economia

     1. Descreva as funções alocativa, distributiva e estabilizadora do setor público. R: Função alocativa – Quando o sistema de mercado não oferece adequadamente bens e serviços, e se torna necessária a presença do Estado. Esses bens, denominados bens públicos, tem por principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção. Função distributiva - o sistema de preços via de regra não leva uma justa distribuição de renda...

    2049  Palavras | 9  Páginas

  • filosofia e etica

    Analisando-se uma economia de mercado, observa-se que os fluxos real e monetário conjuntamente formam o fluxo circular da renda. Explique como esse sistema funciona. 3. Todo sistema econômico deve, de algum modo, desempenhar três funções básicas. Quais são essas funções e o que elas devem determinar. 4. Por que os problemas econômicos fundamentais (o quê, quanto, como e para quem produzir) originam-se da escassez de recursos de produção 5. Explique o que seja o sistema de concorrência pura ou...

    571  Palavras | 3  Páginas

  • democracia economica

    a moeda da quase-moeda: a) A moeda apresenta alta liquidez e a quase-moeda não apresenta liquidez imediata. b) A moeda não apresenta rendimento em taxa de juros enquanto a quase-moeda apresenta rendimento em juros. 2) Cite e comente as três funções básicas da moeda em uma economia. Meio de troca: A moeda é o instrumento intermediário utilizado na compra de bens e serviços, ou seja, a moeda é um meio de troca. Denominador comum: A moeda assume a função de padrão de medida (unidade de conta)...

    2166  Palavras | 9  Páginas

  • Econonomia basica

    economia com déficit público relativamente elevado, o que deve ocorrer com as taxas de inflação se o governo emitir moeda para cobri-lo? 6) Suponha a mesma economia de déficit público relativamente elevado da questão anterior. Se o governo emitir títulos para cobri-lo, mestre de que forma pode ser possível manter taxas de inflação relativamente baixas. CAPÍTULO 14 O SETOR PÚBLICO 1) Descreva as funções alocativas, distributiva e estabilizadora do setor público. ...

    588  Palavras | 3  Páginas

  • Economia O Setor Público

    Administração 2º Período Noite O Setor Público Belo Horizonte 06 de junho de 2013 1. FUNÇÃO ALOCATIVA – Quando o sistema de mercado não oferece adequadamente bens e serviços, e se torna necessária a presença do Estado. Esses bens, denominados bens públicos, tem por principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção.  FUNÇÃO DISTRIBUTIVA - o sistema de preços via de regra não leva...

    1430  Palavras | 6  Páginas

  • Economia O Setor Público

    Período Noite O Setor Público Marina Araújo Barreiros Costa 465065 Belo Horizonte 06 de junho de 2013 1. FUNÇÃO ALOCATIVA – Quando o sistema de mercado não oferece adequadamente bens e serviços, e se torna necessária a presença do Estado. Esses bens, denominados bens públicos, tem por principal característica a impossibilidade de excluir determinados indivíduos de seu consumo, uma vez delimitado o volume de produção.  FUNÇÃO DISTRIBUTIVA - o sistema de preços via...

    1434  Palavras | 6  Páginas

  • Trabalho de economia

    realidade. 2° Parte 1- Descreva as funções alocativas, distributivas e estabilizadoras do setor público. A função alocativa do governo está associada ao fornecimento de bens e serviços não oferecidos adequadamente pelo sistema de mercado. A função distributiva é o funcionamento do governo como um agente redistribuidor de renda, na medida em que, pela tributação, retira recursos dos segmentos mais ricos da sociedade (pessoas, setores ou regiões) e os transfere para os segmentos...

    1726  Palavras | 7  Páginas

  • Economia

    econômica. 4. Do que depende a demanda de investimentos em bens de capital? 5. Defina moeda e suas funções . 6. Defina moeda fiduciária e moeda lastreada. 7. Com relação aos meios de pagamento: a) Defina M1,M2, M3 e M4 b) Conceitue meios de pagamento c) O que vêm a ser monetização e desmonetização ? Qual a relação desses conceitos com a taxa de inflação? 8. Quais as funções do Banco Central? Quais os instrumentos de que dispõe para operar a política Monetária? Quais os instrumentos...

    2161  Palavras | 9  Páginas

tracking img