Crise De Valores Nas Escolas artigos e trabalhos de pesquisa

Alternativas da Escola Liberal e da Escola Keynesiana para a atual crise.

Individual. Título: Alternativas da Escola Liberal e da Escola Keynesiana para a atual crise. Aluno: Wagner Eiji Oura Disciplina: Introdução a economia. Turma: 90 D SP Introdução A atual crise econômica nos expôs diferentes aspectos da aplicação das teorias econômicas. A não intervenção do Estado, a busca de lucros e o equilíbrio natural – Escola Clássica e Neoclásica – e a fomentação do mercado pelo Estado com programas sociais, ofertas de empregos, etc – Escola Keynesiana- foram colocados a prova...

1008  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

A DESMOTIVAÇÃO DOCENTE EM ESCOLAS PÚBLICAS: UM REFLEXO DA CRISE DA EDUCAÇÃO.

DESMOTIVAÇÃO DOCENTE EM ESCOLAS PÚBLICAS: UM REFLEXO DA CRISE DA EDUCAÇÃO. Nilza de Matos Presto. RESUMO O presente artigo apresenta uma reflexão sobre a questão da desmotivação docente em escolas públicas, analisando a relação entre tal desmotivação e a crise da educação no Brasil. Dessa forma procura evidenciar com base em pesquisa qualitativa e bibliográfica a importância da motivação docente para o processo de ensino- aprendizagem. O artigo busca entender a crise do sistema educacional...

2946  Palavras | 12  Páginas

Ler documento completo

ESCOLA MARXISTA

------A Escola Marxista A escola marxista refere-se à escola de pensamento desenvolvida a partir dos escritos do economista, filósofo e teórico político alemão Karl Marx (1818-1883).   Marx foi o primeiro pensador a criticar veementemente as escolas de pensamento econômico vigentes em sua época em sua mais importante e aclamada obra: O Capital – crítica a economia política.   Nesta obra o autor analisa as escolas de pensamento econômico existes desconstruindo-as com sua contra-argumentação certeira...

712  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Alternativas para a crise atual por meio das teorias keynesiana e liberal de economia.

Título: Alternativas para a crise atual por meio das teorias Keynesiana e Liberal de economia. | Aluno: Julieta Baccetti Labate Beloto Gonçalves | Disciplina: Fundamentos da Economia | Introdução Em meados do século XVIII surgiu a primeira escola de pensamento econômico com Adam Smith, a Escola Clássica, e desde então outras se seguiram demonstrando as mudanças que foram ocorrendo no âmbito político, social e consequentemente econômico.As alterações no panorama mundial ao longo do tempo acarretaram...

1718  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

construindo e resgatando Valores na escola

Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Monsenhor José Borges de Carvalho Governo do Estado da Paraíba Gerência de Recursos Humanos Mestres da Educação GIVONALDO ALVES DO NASCIMENTO PROJETO Educação em Valores Construindo e Resgatando Valores na Escola: UM ESTUDO DESENVOLVIDO NA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO MONSENHOR JOSÉ BORGES DE CARVALHO NO MUNICÍPIO DE ALAGOA NOVA-PB ALAGOA NOVA - PB 2014 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVOS ...

5140  Palavras | 21  Páginas

Ler documento completo

diferenças entre a Escola Liberal e a Escola Keynesiana,

Correntes do pensamento econômico Atividade: Atividade Individual Título: Analisar as diferenças entre a Escola Liberal e a Escola Keynesiana, apontando alternativas para crise atual a partir das teorias oriundas dessas duas escolas. Aluno: William Marcel F. Oliveira Disciplina: Fundamentos de Economia Turma: GRFEEAD_T0011_0913 Introdução Estamos atravessando a mais importante crise financeira desde 1930 (auge da grande depressão de 1929) a qual as ideias de John Maynard Keynes tiveram um...

1395  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Análise Escola Liberal e a Escola Keynesiana

6.2.2 Título: Análise Escola Liberal e a Escola Keynesiana Disciplina: Economia Turma: Introdução ! Neste trabalho vou apresentar as principais características das correntes do pensamento economico das Escolas Clássica, Neoclássica e Keynesiana. Suas semelhanças, diferenças e as alternativas para a crise atual a partir das teorias Kernesiana e liberal. ! Características principais da Escola Clássica ! Os principais representantes da Escola Clássica de Economia Política...

1314  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

As 3 Escolas Da Economia

A escola Marxista A escola marxista refere-se à escola de pensamento desenvolvida a partir dos escritos do economista, filósofo e teórico político alemão Karl Marx (1818-1883). Seu método ficou conhecido como o materialismo histórico dialético.  A escola marxista deu origem aos mais diversos grupos políticos e linhas de pensamento da chamada esquerda no mundo todo e subsidiou o processo revolucionário na Rússia.  Marx foi, de fato, um revolucionário, não via o “escrever teorias” como um fim em...

1262  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Globalização e crise da educação: notas para uma ação ética na escola

GLOBALIZAÇÃO E CRISE DA EDUCAÇÃO: NOTAS PARA UMA AÇÃO ÉTICA NA ESCOLA Valter Machado da FONSECA1 Sandra Rodrigues BRAGA2 RESUMO: Este artigo debate os principais aspectos da globalização econômica neoliberal. Procura, sobretudo, relacioná-los com os elementos que caracterizam a crise da modernidade, civilizacional ou ocidental. Para tanto, ele enfatiza o processo do surgimento e evolução das chamadas revoluções tecnológicas. No contexto da sociedade global, ele procura analisar a escola, o ambiente...

7461  Palavras | 30  Páginas

Ler documento completo

Relação Família Escola

Curso: Música Integral – 2º Período Disciplina: Psicologia da Educação II Professora: Isabella Aluno: Gleidson Jordan dos Santos - Matrícula: 0917513-0 Resenha (Crise de Valores ou Valores em crise?) Bibliografia: TAILLE, Yves de La; MENIN, Maria Suzana de Stefano; & Colaboradores. “Crise de valores ou valores em crise?”. (2009) Porto Alegre - Editora Artmed. (pág.15 a 45) v Yves de La Taille nasceu na França, mas, desde criança, vive no Brasil. Atualmente é professor do Instituto...

1115  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Alternativas para a crise atual – teoria keynesiana e liberal

Atividade: Fórum Correntes do Pensamento Econômico Título: Alternativas para a crise atual – Teoria Keynesiana e Liberal Aluno: Disciplina: Introdução a Economia Introdução Esta atividade tem o objetivo de analisar as diferenças entre a Escola Liberal e a Escola Keynesiana, apontando alternativas para a crise atual a partir das teorias oriundas dessas escolas. Características principais da Escola Clássica A Escola Clássica tem como base os primeiros estudiosos das forças econômicas. Na...

778  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Analise das diferenças entre a escola clássica e keynesiana Introdução FGV

Matriz de atividade individual Módulo: modulo 2 Atividade: trabalho individual Título: Analise das diferenças entre a escola clássica e keynesiana Introdução Durante a crise de 1929, a corrente teórica que reinava nas principais potências econômicas do mundo era o liberalismo econômico. O principal conceito dessa teoria é a “mão invisível” do mercado. O liberalismo afirma que o mercado já possui mecanismos que são capazes de regular e corrigir essas falhas. Se o mercado...

1489  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Escola liberal e a escola keynesiana

|Esta atividade tem objetivo discutir sobre as características das Escolas Clássicas e Neoclássicas a semelhança entre elas, a | |característica da Teoria da Keynesiana, a diferenças entre Teoria da Keynesiana e a Escola Liberal, e algumas alternativas para | |crise atual a partir das Teorias da Keynesiana e da Liberal e concluir essas escolas. | |Características principais da Escola Clássica ...

563  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Crise EUA 2008

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Instituto de Ensino Superior Cenecista Administração de Empresas CRISE EUA ano 2008 Alminda Cristina Amanda Carolina Larissa Mikaela Thays Lorena Unaí – MG 18/06/2011 Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Instituto de Ensino Superior Cenecista Administração de Empresas RESUMO Disciplina: Economia ...

2692  Palavras | 11  Páginas

Ler documento completo

Tcc projeto violencia na escola

Projeto VIOLÊNCIA NA ESCOLA CAMPO LARGO 2012 2 Identificação: Nome: MARILIA DO ROCIO DE ANDRADE, RU: 653329 - Turma: 2011/05. Polo: Campo Largo . Tutora local: Juliane Machado Tema: Violência na Escola Problema: Como a violência física e simbólica se manifestam nas escolas públicas da rede municipal de Ensino Fundamental – séries iniciais - do município de Campo Largo? Objetivos: Objetivo Geral: Investigar como ocorre a violência dentro das escolas públicas da rede municipal...

1805  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

escola clássica

Escola Clássica A economia clássica foi elaborada e sistematizada nas obras dos economistas políticos Adam Smith e J.S. Mill. Além de Smith e Mill, os principais responsáveis pela formação da economia clássica foram o francês Jean-Baptiste Say (1767-1832), David Ricardo e Robert Malthus (1766-1834). A ideia central da economia clássica é a de concorrência. Embora os indivíduos ajam apenas em proveito próprio, os mercados em que vigora a concorrência funcionam espontaneamente, de modo a garantir...

1824  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

CRISES CAPITALISTAS

CAPITAL E CRISES CAPITALISTAS DA LEI DA QUEDA TENDENCIAL DA TAXA DE LUCRO ÁS CRISES MONETÁRIAS 1 CRISE 2007/9: O ETERNO RETORNO A CADA NOVO CICLO EXPANSIVO DO CAPITALISMO VOLTA-SE A FALAR NO FIM DOS CICLOS  CRISES NO SÉCULO XIX: 1810, 1818, 1825, 1837, 1847, 1857, 1866, 1873, 1882 E 1890  1873/1896 PRIMEIRA GRANDE DEPRESSÃO 2 CRISES ECONÔMICAS NO SÉCULO XX     3 CRISE DE 1900, 1907, 1911, 1913, 1920, 1929 (SEGUNDA GRANDE DEPRESSÃO), 1937, 1948, 1954, 1958, 1960 CRISES OS ANOS 1970...

1203  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Introdução a economia - análise da crise de 2008

do Atividade: Atividade Individual – Módulo II pensamento econômico Título: Análise da Crise de 2008 e das Teorias Econômicas. Aluno: Rômulo Santana Mileris Disciplina: Estatística Empresarial Turma: T0068_0811 - C Introdução Com base na Teoria Keynesiana e na Escola liberal, podemos utilizar alternativas para que a economia se recomponha das crises econômicas que afetam muitos países como, por exemplo, a crise de 2008 que quebrou e afetou muitos bancos da Europa e principalmente os EUA que até hoje...

1165  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Educação no contexto da crise capitalista contemporânea

CONTEXTO DA CRISE CAPITALISTA CONTEMPORÂNEA Introdução Este trabalho analisa a Educação no contexto da crise capitalista contemporânea, na qual a educação e os processos sociais de reprodução estão intimamente ligados. Consequentemente, uma reformulação significativa da educação é inconcebível sem a correspondente transformação do quadro social. Para nós pedagogos em formação, a educação é a base da sociedade, partindo disto faremos um resgate das últimas décadas de crise com o sistema...

2032  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

CRISE DO MERCANTILISMO E A ESCOLA FISIOCRATA

CRISE DO MERCANTILISMO E A ESCOLA FISIOCRATA A primeira forma de riqueza foi a TERRA, mas essa significava fonte de poder e riqueza, depois veio os METAIS, ouro e prata são duráveis, são aceitos amplamente de forma rápida e segura como pagamento de todos os serviços. As colônias que possuíam fontes de ouro e prata eram as mais ricas, suas estratégias para manter a balança comercial favorável – países produtores e exportadores de mercadorias - eram as mais variadas: exportar mais do que importar...

767  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

a crise de 29

Explique a crise econômica de 29. A crise de 29 aconteceu nos Estados Unidos, porem afetou todos os países capitalistas, apenas a União Soviética adotava o modelo socialista, por este motivo não sofreu o impacto da crise. Com a Primeira Guerra mundial, os Estados Unidos eram os maiores credores e exportadores de produtos, principalmente para Europa (palco da Primeira Guerra Mundial), como armas, munição, comida enlatada, produtos agrícolas... Com isso o setor industrial e agrícola crescem e...

1819  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

Escola Marginalista e Keynes

Principais ideias A escola marginalista possui algumas ideias e ênfases que a caracterizam de maneira mais concreta, são elas: o foco na margem, ou seja, a preocupação em relação às variações que ocorrem nos lucros e/ou nos custos que derivam das mais variadas combinações de insumos; defendiam o mínimo envolvimento do governo na economia; ênfase maior na microeconomia, ou seja, no processo de tomada de decisão individual e as condições de mercado; suposição de mercados de livre-concorrência e foco...

1729  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Faça um quadro síntese das principais escolas do pensamento econômico

Atividade 2 – Produção Textual Analise e responda as seguintes questões abaixo: a) Faça um quadro síntese das principais escolas do pensamento econômico: PRINCIPAIS ESCOLAS DO PENSAMENTO ECONÔMICO Escolas Clássica Marxista Neoclássica Keynesiana Período Segunda metade do Século XVIII e no Século XIX Segunda metade do Século XIX Fim do Século XIX Depressão econômica dos anos 30 Teóricos Adam Smith Jean-Baptiste Say Thomas Malthus David Ricardo Karl Henrich Marx Friedrich Engels ...

939  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

socialização na escola

Visa amenizar o nível de violência entre os alunos nos intervalos, em sala de aula, nos horários de recreação e entre eles. Salienta a importância de trabalhar valores com os alunos desta faixa etária escolhida, tendo em vista, que os mesmos estão em formação e devido a este fato surge a necessidade de desenvolver e compreender estes valores para poder conviver em grupos, tornando o ambiente escolar o mais acolhedor e agradável possível. Palavras-chave: Afeto, Diálogo, Identidade, Solidariedade...

2740  Palavras | 11  Páginas

Ler documento completo

Comunicação de crise

Politécnico de Coimbra Escola Superior de Educação de Coimbra Unidade Curricular de Atelier de Inserção às Práticas Organizacionais Comunicação de Crise: uma área emergente das RP’s Discente: Fernando António Sá Mendes | Nº 2011540 Docente: Professor Daniel Roque Gomes Novembro de 2011 Conteúdo Resumo.......................................................................................................................................... 3 O que é a comunicação de Crise? .....................

2494  Palavras | 10  Páginas

Ler documento completo

Relação escola e sociedade

FACULDADE NORTE CAPIXABA DE SÃO MATEUS- UNISAM PPP IV- PROFª SUELI Escola e sociedade: relações e possibilidades. Texto de referência: Nóvoa, António. Relação escola e sociedade: “novas respostas para um velho problema”. In: Volpato, R. et al. Formação de professores. São Paulo: Edunesp, 1998.p.19-39. |             No Brasil, a partir de 1915 configura-se um momento significativo: o do entusiasmo pela educação, que passa ser a solução de todos os males da sociedade. Essa idéia continua...

2266  Palavras | 10  Páginas

Ler documento completo

TCC DE EDUCAR PARA A CIDADANIA TICA MORAL E VALORES

EDUCAR PARA A CIDADANIA: ÉTICA, MORAL E VALORES Zilda dos Santos Kuritza* Professora Orientadora: Ângela Helena Zatti Instituto Tecnológico de Desenvolvimento Educacional - ITDE Curso - Pós-Graduação Educar para a Cidadania (Código: 176019) 19/12/2012 RESUMO Neste artigo, que foi elaborado por meio de pesquisas bibliográficas, pretende-se ressaltar sobre a ética, a moral e os valores, porém ressaltando a ética como sendo desafio para se refletir sobre a sociedade contemporânea, mas acima...

4231  Palavras | 17  Páginas

Ler documento completo

Valores na educação: qual o papel da família e da escola?

SILVA VALORES NA EDUCAÇÃO: QUAL O PAPEL DA FAMÍLIA E DA ESCOLA? Aracaju, novembro de 2012. VALORES NA EDUCAÇÃO: QUAL O PAPEL DA FAMÍLIA E DA ESCOLA? Layne Lisboa e Silva llisboa.11@gmail.com Mestranda da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Resumo Transmitir valores constitui-se em preocupação que tanto a família, quanto a escola demonstra ao educar. Como realizar isso cotidianamente e quais valores precisam ser transmitidos...

5156  Palavras | 21  Páginas

Ler documento completo

Crise atual a partir da Teoria Keynesiana e da Teoria Liberal

Matriz de atividade individual* Módulo: 02 Atividade: Tarefa Individual - Fórum Título: Crise atual a partir da Teoria Keynesiana e da Teoria Liberal Aluno: Renata Vieira Borges Disciplina: Introdução à Economia Turma: 102 – RJ A Introdução Até o advento da Revolução Industrial, o crescimento da produtividade econômica desenvolveu-se, principalmente, através do aperfeiçoamento da organização da produção e pela racionalização dos métodos. Com a Revolução Industrial, o crescimento da...

2032  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

A situação da escola pública e o papel do professor

a culpa pela situação de crise vivida pelo sistema educacional. A intervenção do nosso sistema escolar está baseada em suposições que realmente indicam dificuldades, pois ditam como devemos nos comportar e executar o sistema educacional. Se fosse somente para passar informação, não necessitaríamos de instituições como as escolas. Informação, a mídia passa. A crise da educação não é culpa de ninguém. Nem dos professores, nem dos administradores ou das diretorias das escolas. Essas hipóteses incorretas...

586  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Formação de valores

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE(CCBS) CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS LAÍS DUARTE MURILLA ANÁLISE DE RESUMOS DE ARTIGOS SOBRE A FORMAÇÃO DE VALORES São Paulo 2011 LAÍS DUARTE MURILLA ANÁLISE DE RESUMOS DE ARTIGOS SOBRE A FORMAÇÃO DE VALORES Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da Universidade Presbiteriana Mackenzie como requisito parcial à obtenção do grau de Licenciado em...

6354  Palavras | 26  Páginas

Ler documento completo

Indisciplina e violência na escola e as relações com a questão da autoridade

Indisciplina e violência na escola e as relações com a questão da autoridade. ARAÚJO, Adriana Cristina, APNVB1 PESCAROLO, Joyce Kelly, APNVB2 VIANA, Marcos Alan, APNVB3 projeto@naoviolencia.org.br4 Eixo temático: Violência, bullying e indisciplina na escola e suas relações com a moralidade. Resumo: Através da prática cotidiana atendendo escolas de Curitiba e região metropolitana na área de violência escolar e cultura de paz, percebemos que a escola tem encontrado bastante dificuldade no exercício...

4651  Palavras | 19  Páginas

Ler documento completo

CRISES ECONÔMICAS

– CEJURPS CURSO: RELAÇÕES INTERNACIONAIS DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À ECONOMIA PROFESSOR: PAULO JONAS GRANDO ENTENDENDO AS CRISES ECONÔMICAS Bruna Maia dos Santos Bruna Nascimento Teixeira Gabriela Rossato Balneário Camboriú, 21 de outubro de 2013. Na economia marxiana, a crise do capitalismo, crise econômica ou simplesmente crise se refere ao que é a designação dada, por alguns setores político-econômicos, para as oscilações em torno de uma média nos níveis de n...

2159  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

Escolas do pensamento econômico

 Escola Clássica: A Escola Clássica consolidou a economia como conhecimento científico na segunda metade do século XVIII e no século XIX, abrangendo, assim, a Revolução Industrial. Tinha foco nas transformações do processo produtivo. Seus teóricos foram: Adam Smith (1723-1790) com a obra: Uma investigação Sobre a Natureza e Causas das Riquezas das Nações. Jean-Baptiste Say (1767-1832) Thomas Malthus (1766-1834) David Ricardo (1772-1823) Teses: Trabalho humano, e não ouro/prata (como...

602  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Escola keynesiana

CAPÍTULO 1 – LIBERALISMO ECONÕMICO DE ADAM SMITH 04 1.1 – A MÃO INVISÍVEL DE ADAM SMITH 04 1.2 - A QUEDA DO LIBERALISMO 05 CAPÍTULO 2 – A CRISE DE 1929 08 CAPÍTULO 3 – KEYNESIANISMO 11 3.1 - A ESCOLA KEYNESIANA EM SI 11 3.2- A TRANSIÇÃO NO CURSO DA HISTÓRIA 12 DO PENSAMENTO ECONÔMICO ...

3153  Palavras | 13  Páginas

Ler documento completo

teorias e escolas do pensamento economico

Teorias e escolas do pensamento econômico Teorias e modelos de pensamento econômico. As escolas do mercantilismo, fisiocracia, economia clássica, marxismo, economia neoclássica e escola keynesiana. Teorias econômicas Pensamentos de orientação racionalista, lógica, mas com limitada base experimental Formulados para explicar fenômenos e processos da economia Como usar recursos materiais e humanos para produzir e distribuir bens e serviços Determinam a constituição de um léxico especializado...

841  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

História no tempo presente. tema: relação familia e escola

Relação Família e Escola. Na educação moderna a participação da família, dentro do ambiente escolar é de suma importância no desenvolvimento do educado, tendo em vista a desvalorização dos conceitos de respeito ao próximo e aos valores morais e culturais intrínseco do ser humano. A responsabilidade do educador com relação ao aluno não deveria parar dentro do ambiente educacional, deveria sim prolongar-se para o meio externo, como podemos definir a sociedade com relação à escola, mas existem barreiras...

677  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

A participação da família no processo educacional: um estudo sobre a relação família-escola no processo educacional, em comunidades rurais.

TÍTULO A PARTICIPAÇÃO DA FAMÍLIA NO PROCESSO EDUCACIONAL: UM ESTUDO SOBRE A RELAÇÃO FAMÍLIA-ESCOLA NO PROCESSO EDUCACIONAL, EM COMUNIDADES RURAIS. RESUMO: Este trabalho apresenta o tema: A participação da família no processo educacional, cuja pesquisa tem o objetivo de contribuir para o processo ensino-aprendizagem de crianças do Ensino Fundamental, justificando-se pela necessidade de interação entre esses agentes. Através dessa pesquisa buscar-se-a observar que paradigmas de interpretação...

6900  Palavras | 28  Páginas

Ler documento completo

Teorias e escolas do pensamento econômico

Teorias e escolas do pensamento econômico fazer um comentário » Teorias e modelos de pensamento econômico. As escolas do mercantilismo, fisiocracia, economia clássica, marxismo, economia neoclássica e escola keynesiana. Teorias econômicas Pensamentos de orientação racionalista, lógica, mas com limitada base experimental Formulados para explicar fenômenos e processos da economia Como usar recursos materiais e humanos para produzir e distribuir bens e serviços Determinam a constituição de um...

844  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Qual poderá ser o papel da escola e dos seus protagonistas na superação da crise de valores contemporânea?

Qual poderá ser o papel da escola e dos seus protagonistas na superação da crise de valores contemporânea? Não há directores, nem orientadores ou professores que não se digam comprometidos com a relevância da ética na acção educativa. Mesmo assim, no primeiro olhar sobre a estrutura curricular e o quotidiano escolar, constatamos que a ética ocupa um lugar bastante singelo, muitas vezes restrito a um ímpeto disciplinar ou, quando muito, a uma actividade transversal. No meu modo de ver, em termos...

632  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

violência na escola

Vasconcellos (p. 231) “há uma crise geral de projetos, de sentidos para as coisas” e esta falta de sentido tem gerado um ambiente de instabilidade entre os seres humanos, porque, em outras palavras, é o mesmo que viver uma vida sem sentido, sem razão, sem propósito, é caminhar para lugar algum. E observa-se essa crise de sentidos, especialmente, entre a juventude, pois ao não compreender que sua vida é valiosa e que suas ações determinarão seu futuro, o estar na escola pra eles é só mais um momento...

552  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Função social da escola

social da escola Alesandra Bonin Emanuele Teles dos Santos O presente texto tem como objetivo, subsidiar as discussões sobre a função social da escola. Diante disso, podemos questionar que homem queremos formar com o nosso fazer pedagógico? Um homem que acha natural ser mandado ou ter um mandante? Será possível construir cidadãos, críticos a ponto de modificar a sua prática? Como a gestão escolar tem se mostrado diante da realidade que a escola se encontra? Qual a relação da direção da escola para...

1181  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Resenha de Diversidade Sexual Na Escola

Oliveira. Professor: Leonardo Gomes. DIVERSIDADE SEXUAL NA ESCOLA Primeiramente uma breve explicação do projeto diversidade sexual na escola feito no próprio livro pelo autor: “O Projeto Diversidade Sexual na Escola foi desenvolvido em 2005 na Coordenação de Extensão do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ, como parte de uma série de ações que visavam a troca de saberes e práticas, e a construção conjunta de conhecimentos com a Escola. O lançamento do Projeto ocorreu no Fórum Mundial de Educação...

983  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

A educação ambiental nas escolas

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS Marlla Cristiane Oliveira Ferreira Resumo A crescente utilização do termo Educação Ambiental está vinculada a idéia de degradação ambiental causada pelo homem, que a partir da Revolução Industrial, vem utilizando seus recursos naturais excessivamente, criando uma crise ecológica. A Educação Ambiental surge como prática fundamental para contornar essa crise vivida pela sociedade. Assim surge a necessidade de se conceituar o termo Educação Ambiental e analisar...

1689  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Crise de 29

CRISE DE 29. - Europa arrasada após 1° guerra mundial. Europa arrasada, com fome, desemprego. Arussia passou a fazer propaganda do comunismo para a Europa e as ideias socialistas começaram a avançar. Estados Unidos vai ajudar a Europa. A Europa era a maior potencia indundustrial, mais como a industrialização estava parada , ela passou a ser o maior consumidor dos EUA. Se os EUA ajudasse a Europa, iria perder ser maior consumidor, e iria falir, mais evitaria o comunismo. - EUA antes da crise ...

1432  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Crise de 1929

I R IC R ME A N A 1 E D 9 2 9 A CRISE AMERICANA DE 1929 ▪ Superprodução (na agricultura e na indústria). Diminuição do consumo provocado pela: ▪ __________ ▪ Especulação bolsista (o valor das acções é superior ao lucro real das empresas).  Saturação dos mercados internos;  Diminuição das exportações devido à recuperação económica da Europa. ______ Maior oferta do que procura ___________ Acumulação do stock das empresas CRISE DE SUPERPRODUÇÃO Crise Bolsista ______ do preço das acções Queda...

728  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

MODELO PARA IMPLANTA O DE PROJETO DE CAPELANIA EM ESCOLAS P BLICAS E N O CONFESSIONAIS

MODELO PARA IMPLANTAÇÃO DE PROJETO DE CAPELANIA EM ESCOLAS PÚBLICAS E NÃO CONFESSIONAIS http://www.pastorafonso.com/p/modelo-para-implantacao-de-projeto-de.html PROJETO SOCIO-EDUCATIVO CONVERGENCIA DE VIDAS Refletir a Vida e Vivências Na Escola Capelânia Cristã nas Escolas Públicas e Não Confessionais Responsável Afonso Celso de Oliveira Teólogo, Pastor, Educador e Conselheiro Cristão BELO HORIZONTE ABRIL 2012 Sumário Apresentação 1 I. PROPONENTE 1 1. Identificação: 1 2. Qualificação:...

7372  Palavras | 30  Páginas

Ler documento completo

Crise 1929 eua

CRISE ECONOMICA 1929 – EUA Resumo Este artigo visa apresentar conceitos sobre Crise Economica 1929 nos EUA,como tamanho desastre ocorreu,sua repercussão,e fazer uma breve explanação sobre em quais situações os EUA enfrentou logo após a Crise. Palavras chaves: Economia,Crise Economica,Estados Unidos Introdução Maior período de crise econômica mundial ocorreu entre os anos de 1929 e 1933.Atingiu,em primeiro lugar,a economia norte-americana,espalhando-se em seguida para a Europa e,a seguir...

2059  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

gestao escolar: relaçao família e escola

SUPERVISÃO ESCOLAR GESTÃO ESCOLAR: RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA ISABELA DA CRUZ MORAES FARIAS BAGRE/ PA 2013 ISABELA DA CRUZ MORAES FARIAS GESTÃO ESCOLAR: RELAÇÃO FAMILIA E ESCOLA Pré-projeto apresentado á disciplina Metodologia do Trabalho Científico, como requisito...

2123  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

CRISE INTERNACIONAL: A Crise de 1929

CRISE INTERNACIONAL: A Crise de 1929 RESUMO: A crise de 1929, época em que os Estados Unidos passaram por uma profunda crise econômica, com a queda da Bolsa de Valores de Nova York, que gerou uma grave crise interna, um alto índice de desemprego e que acabou afetando vários países do mundo. O Brasil foi um dos países afetado pela crise de 1929, sendo que o café era o principal produto exportado para os Estados Unidos, causando desemprego e afetando os produtores. Embora muitos analistas pensassem...

1075  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

A crise da subjetividade

Antecedentes da crise – As primeiras fissuras da crise da razão surgiram com o ceticismo de Hume e tornaram-se mais agudas com o criticismo de Kant. A crise que havia se instaurado, levou à necessidade de se repensar a filosofia. Um dos importantes nomes dessa era foi Kierkegaard, um dos precursores do existencialismo contemporâneo. Afirma que o ser o ser humano é visto como abstração, porém, na verdade, ele é algo subjetivo e que toma consciência de si. Para ele, a existência é permeada de contradições...

936  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

escola e educação

Centro Universitário Cruzeiro do Sul- Unicsul - Unidade Pinheiros. Psicologia 2H noturno 2°semestre. Fernanda Lessa Gonçalves Dos Santos RGM: 131606-1 Resenha do livro: A escola e o conhecimento fundamentos epistemológicos e políticos. São Paulo 2013. Fernanda Lessa Gonçalves Dos Santos Pedagogia: Educação, Movimentos Populares e Transformação ...

1959  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

Crise 1929

A luta pela esperança Tarefa: 1° etapa: Assistir o Filme. 2° etapa: 1. O que motivou a crise de 1929? R: A crise de 1929 foi motivada pela queda da bolsa de valores em Nova York. Este período causou altas taxas de desemprego, quedas na produção industrial e foi considerada um dos maiores períodos de recessão econômica. Os Estados Unidos diminuíram as suas exportações para a Europa, com isso começou a ter aumento nos estoques de produtos, pois as vendas não andam muito bem. 2...

794  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Relação escola-sociedade: “novas respostas para um velho problema”

RELAÇÃO ESCOLA-SOCIEDADE: “NOVAS RESPOSTAS PARA UM VELHO PROBLEMA” Antônio Nóvoa Os professores em crise: um mal-estar que se prolonga Racionalização do Ensino  Objetivo: - Controle dos fatos imprevisíveis do ato educativo.  Separação: trabalho de concepção / tarefas de realização.  Professores – ‘técnicos’ à aplicação de ideias e procedimentos elaborados por outros profissionais.  Expansão de especialistas pedagógicos. - Coloca...

734  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Novo papel da escola e professor frente as mudanças na sociedade.

Novo papel da escola e professor frente as mudanças na sociedade. Introdução A educação vem sofrendo mudanças no decorrer de toda sua historia, tanto na relação professor/aluno, como nas novas tecnologias, no mercado de trabalho e da vida em sociedade num mundo de intensa globalização. Os professores encontram-se frente a mais um desafio, entender como estas mudanças afetam a escola e modificam seu papel na sala de aula. Ressaltando que esse desafio requer primeiramente dos docentes admitirem...

799  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Crise de 1929

A Crise de 1929  O que foi, causas da crise de 29, a quebra da Bolsa de Valores de Nova York, Grande Depressão, a crise no Brasil, O New Deal, fim da crise Crise de 1929: fila de desempregados    História da Crise de 29: contexto histórico Durante a Primeira Guerra Mundial, a economia norte-americana estava em pleno desenvolvimento. As indústrias dos EUA produziam e exportavam em grandes quantidades, principalmente, para...

971  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

A Crise de 1929

por A Crise de 1929 que foi a maior crise econômica mundial, teve seu inicio no dia 24 de outubro de 1929, porem as indústrias dos Estados Unidos já havia começado a cair em julho daquele mesmo ano. Essa grande depressão persistiu ao longo dos anos de 1930 terminando apenas com A Segunda Guerra Mundial, esse período de depressão econômica causou alta taxas de desemprego, quedas drásticas do PIB de vários países, e quedas drásticas na produção industrial e preços de ações nas bolsas de valores. Durante...

1034  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Plano De Gerenciamento De Crise

Políbios é um historiador da antiguidade 2 Henry Ford, fundador da empresa de automóveis Ford. O gerenciamento de crises pode ser visto na história muito antes do que imaginamos. - Em qual momento Noé teve que construir a sua arca’ - Antes do início do diluvio. Não é preciso ser altamente religioso para conhecer a história da Arca de Noé, descrita biblicamente. Noé sabia que uma crise estava por vir e se preparou para adversidade. Após o termino do diluvio e a recuperação da terra, apenas aqueles...

1733  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

os valores eticos

OS VALORES MORAIS E ÉTICOS NA EDUCAÇÃO INFANTIL Lilian Fernandes Negreiros * 1. PALAVRAS INICIAIS Trabalhar valores éticos e morais na Educação Infantil é, indubitavelmente, de suma importância, uma vez que  a infância é  o alicerce da vida e o adulto é produto daquilo que vivencia e  aprende, também, nos seus primeiros anos de escola. Embora isso soe como inconteste, só veio aclarar-se, para mim, em decorrência das observações diárias durante o estágio que fiz em uma de nossas EMEIs. Nessa...

1568  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Escolas do pensamento econômico

Principais escolas ou teorias: mercantilismo, fisiocracia, economia clássica, marxismo, economia neoclássica e escola keynesiana. 1. Mercantilismo • Conjunto de princípios que orienta a economia dos Estados europeus • Contexto de expansão comercial entre os séculos XV e XVII. • Teóricos: o Thomas Mun (1571-1641) o Josiah Child (1630-1699) o Barthélemy de Laffemas (1545-1612) o Jean-Baptiste Colbert (1619-1683) o Antoine de Montchrestien (1575-1621) • Teses: o Riqueza provém de reservas...

1477  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!