Consenso De Washington Collor Brasil artigos e trabalhos de pesquisa

  • Washington

    O Consenso de Washington foi uma denominação dada como resultado de uma reunião feita em 1989 na capital dos Estados Unidos com funcionários do governo americano, Fundo Monetário Internacional, Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento.  O encontro tinha como objetivo realizar uma avaliação das reformas econômicas feitas pelos países da América Latina e nesse sentido diversos economistas latino americanos participaram para relatar as experiências obtidas pelos seus respectivos países...

    1202  Palavras | 5  Páginas

  • O Consenso de Washington

    Consenso de Washington Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Consenso de Washington é um conjunto de medidas - que se compõe de dez regras básicas - formulado em novembro de 1989 por economistas de instituições financeiras situadas em Washington D.C., como o FMI, o Banco Mundial e o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, fundamentadas num texto do economista John Williamson, do International Institute for Economy, e que se tornou a política oficial doFundo Monetário Internacional em...

    4137  Palavras | 17  Páginas

  • O consenso de washington

    O CONSENSO DE WASHINGTON A visão neoliberal dos problemas latino-americanos Paulo Nogueira Batista 1994 2 Apresentação Este foi o último trabalho de fôlego do meu pai, escrito poucos meses antes da sua morte recente. Como se pressentisse, nele colocou uma espécie de balanço de quase todos os grandes temas que o preocuparam e o ocuparam durante sua vida profissional, e o essencial do seu pensamento político e econômico sobre a evolução (ou involução) recente da América Latina, em especial do...

    17268  Palavras | 70  Páginas

  • O Consenso de Washington – e os reflexos no Brasil

    SOCIOLOGIA – Trabalho 2ª certificação Colégio Pedro II – U.E Humaitá II Aline Silva de Paula nº 02 T. 3202 3º turno 03/setembro13 O Consenso de Washington – e os reflexos no Brasil O termo Consenso de Washington ficou conhecido como um conjunto de medidas de ajuste econômico formulado por economistas de instituições financeiras como FMI e o Banco Mundial, elaborado em 1989. Foram formuladas 10 "regras" que deveriam ser adotadas pelos países para promover o...

    538  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalho: ‘consenso de washington: a visão neoliberal dos problemas latino-americanos’

    CONSENSO DE WASHINGTON: A VISÃO NEOLIBERAL DOS PROBLEMAS LATINO-AMERICANOS Karen M. Sgobbi - Serviço Social - UNAERP O autor vem abordar o encontro realizado em 1989 nos EUA por funcionários do governo norte-americano e dos organismos financeiros ali sediados – FMI, Banco Mundial e BID – especializados em assuntos latino-americanos. O Objetivo do encontro era proceder a uma...

    1597  Palavras | 7  Páginas

  • Consenso de washington

    Consenso de Washington Consenso de Washington é um conjunto de medidas - que se compõe de dez regras básicas - formulado em novembro de 1989 por economistas de instituições financeiras baseadas em Washington, como o FMI, o Banco Mundial e o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, fundamentadas num texto do economista John Williamson, do International Institute for Economy, e que se tornou a política oficial do Fundo Monetário Internacional em 1990, quando passou a ser "receitado" para promover...

    4780  Palavras | 20  Páginas

  • Artigo Globalização e o Brasil.

    A globalização e o Brasil Carlos Pinto de Novaes Professor de Geopolítica da FECAP www.fecap.br “Na América Latina e no Caribe, a acelerada internacionalização dos mercados e da produção, que caracteriza a atual fase da globalização, tem sido acompanhada por um intenso processo de reformas estruturais, que gerou mudanças drásticas nos regimes de incentivos à produção e ao comércio, assim como nas estratégias e formas de inserção das empresas transacionais nas economias da região”...

    4005  Palavras | 17  Páginas

  • Brasil

    O Brasil Contemporâneo A nova Republica e a Transição Democratica A Nova República compreende o período da História contemporânea, onde o Brasil passou a ser um país democrático. A população retomou os direitos políticos e civis. O padrão moderno industrial brasileiro era evidente, no entanto muitos problemas permanecerem como a concentração de riquezas, pouca representatividade dos partidos políticos, alta inflação, crise econômica. O gigante continental manteve a relação em que o atraso...

    1145  Palavras | 5  Páginas

  • plano collor

    DECISÕES TOMADAS NOS PLANOS COLLOR E REAL E O REFLEXO EM ÂMBITO SOCIAL E COMERCIAL NA ECONOMIA BRASILEIRA SUMÁRIO INTRODUÇÃO ........................................................................................................... 4 PLANO COLLOR I .................................................................................................... 5 Da eleição de Fernando Collor de Melo ..................................................................... 5 PLANO COLLOR II ....................

    2723  Palavras | 11  Páginas

  • A Política Externa do Brasil no Século XXI: Os Eixos Combinados de Cooperação Horizontal e Vertical

    Relações Internacionais da Universidade Estadual Paulista - UNESP Cristina Soreanu Pecequilo, em seu texto “A Política Externa do Brasil no Século XXI: Os Eixos Combinados de Cooperação Horizontal e Vertical” faz um apanhado das principais características que marcaram a Política Externa do Brasil no século supracitado. Com o fim da Guerra Fria, em 1989, é perceptível no Brasil, um debate marcado por duas tendências que marcam as Relações Internacionais do país nas próximas duas décadas, período abordado...

    1670  Palavras | 7  Páginas

  • A Política Externa do Brasil no Século XXI: Os Eixos Combinados de Cooperação Horizontal e Vertical

    “Relações Internacionais do Brasil” Aluno: Jackson Maia Período: 7º Texto analisado: A Política Externa do Brasil no Século XXI: Os Eixos Combinados de Cooperação Horizontal e Vertical. Autor da obra: Cristina Soreanu Pecequilo Palavras-chave: Política Externa, Brasil, EUA, unilateral, bilateral, multilateral. A professora de Relações Internacionais da Universidade Estadual Paulista - UNESP Cristina Soreanu Pecequilo, em seu texto “A Política Externa do Brasil no Século XXI: Os Eixos Combinados...

    1718  Palavras | 7  Páginas

  • A Política Externa do Brasil no Século XXI: Os Eixos Combinados de Cooperação Horizontal e Vertical

    Relações Internacionais da Universidade Estadual Paulista - UNESP Cristina Soreanu Pecequilo, em seu texto “A Política Externa do Brasil no Século XXI: Os Eixos Combinados de Cooperação Horizontal e Vertical” faz um apanhado das principais características que marcaram a Política Externa do Brasil no século supracitado. Com o fim da Guerra Fria, em 1989, é perceptível no Brasil, um debate marcado por duas tendências que marcam as Relações Internacionais do país nas próximas duas décadas, período abordado...

    1670  Palavras | 7  Páginas

  • Consenso de Washigton

    Consenso de Washington é um conjunto de medidas - que se compõe de dez regras básicas - formulado em novembro de 1989 por economistas de instituições financeiras situadas em Washington D.C., como o FMI, o Banco Mundial e o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, fundamentadas num texto do economista John Williamson, do International Institute for Economy, e que se tornou a política oficial do Fundo Monetário Internacional em 1990, quando passou a ser"receitado" para promover o "ajustamento macroeconômico"...

    2471  Palavras | 10  Páginas

  • A Vig Ncia Neoliberal Na Am Rica Latina E No Brasil

    A vigência neoliberal na América Latina e no Brasil A América Latina vem a ser a terceira grande cena de experimentações neoliberais. De modo a adaptar a ideologia neoliberal para a América Latina, segundo seus ideólogos, nessa região o adversário da prosperidade econômica estaria no modelo de governo gerado pelas ideologias nacionalistas e desenvolvimentistas. A entrada destes países se deu pela renegociação das dívidas externas, que obrigaram a pôr em prática um ajuste fiscal com o objetivo de...

    915  Palavras | 4  Páginas

  • A redemocratização do Brasil

    REPUBLICA NOVA. -DIRETAS JÁ! Diretas Já foi um dos movimentos de maior participação popular, da história do Brasil. Teve início em 1983, no governo de João Batista Figueiredo e propunha eleições diretas para o cargo de Presidente da República. A campanha ganhou o apoio dos partidos PMDB e PDS, e em pouco tempo, a simpatia da população, que foi às ruas para pedir a volta das eleições diretas. Em 1984, haveria eleição para a presidência, mas seria realizada de modo indireto, através...

    2092  Palavras | 9  Páginas

  • Argentina e brasil, década de 90

    CONTABILIDADEDEPARTAMENTO DE ECONOMIA | | EAE0526 – Aspectos Políticos da Gestão Macroeconômica Globalização e as reformas econômicas dos anos 1990: comparação entre Brasil e Argentina André Sztutman Ligia Zagato Lucas Finamor Tatiana Nogueira Stella Carneiro SÃO PAULO 2011 Introdução As reformas econômicas dos anos 90 no Brasil e na Argentina estão diretamente relacionadas com a crise mundial que se desencadeou com a alta no preço do petróleo no início dos anos 70. A crise logo atingiu as...

    2846  Palavras | 12  Páginas

  • MONOGRAFIA DESENVOLVIMENTO NO BRASIL

    acompanhado de baixo crescimento do PIB, elevados níveis de inflação, constantes déficits na balança comercial, e por fim, elevado déficit em conta corrente. Este quadro vem constantemente preocupando os formuladores de política econômica que sugerem que o Brasil está vivendo um quadro de estagnação com sérios riscos de crise de balanço de pagamento à médio prazo. O debate a respeito da ocorrência de uma estagnação crônica na economia, apesar de ser relativamente recente, remete ao inicio da década de 1990...

    11299  Palavras | 46  Páginas

  • A inserção do brasil no mercado internacional a partir dos anos 90

    Sumário INTRODUÇÃO 4 LIBERALIZAÇÃO COMERCIAL E ESTRATÉGIA DE INSERÇÃO INTERNACIONAL DO BRASIL NOS ANOS 90 5 A liberalização unilateral da economia 5 Impactos da liberalização sobre a economia brasileira nos anos 90 7 FORMAÇÃO E EVOLUÇÃO DO MERCOSUL 12 Estratégia internacional do Mercosul 14 O GOVERNO COLLOR 17 PLANO REAL 21 História 21 Principais medidas 23 Efeitos imediatos 25 Efeitos em longo prazo 26 Crises econômicas 27 CONSIDERAÇÕES FINAIS 29 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 30 ...

    9479  Palavras | 38  Páginas

  • Síntese do tetxo intitulado "brasil entre o futuro e o passado, o presente dilacerado"

    | Síntese do texto intitulado: “Brasil entre o Futuro e o Passado, o Presente Dilacerado” Para entender a história das políticas de saúde no Brasil, se faz necessário compreender as tendências mundiais e como o país se portou frente às mesmas. Inicialmente tem-se que se compreender que em um país como o Brasil, de burguesia culturalmente antidemocrática, é muito difícil empreender reformas, especialmente democráticas...

    2272  Palavras | 10  Páginas

  • A Teoria do Neoliberalismo e sua influencia no Brasil e no Mundo

    A TEORIA DO NEOLIBERALISMO E SUA INFLUÊNCIA NO BRASIL E NO MUNDO. I- NEOLIBERALISMO INTRODUÇÃO O que é? Podemos definir o neoliberalismo como um conjunto de idéias políticas e econômicas capitalista que defende a não participação do estado na economia. De acordo com esta doutrina, deve haver total liberdade de comércio, pois este princípio garante o crescimento econômico e o desenvolvimento social de um país. O neoliberalismo foi um agrupamento de pensamentos políticos e econômicos...

    2582  Palavras | 11  Páginas

  • Plano Collor

    SILVA JULIANA DOS SANTOS JOSUÉ LAHÍS CAMPOS DO NASCIMENTO MARCELO MOREIRA LISBÔA RITA DE CÁSSIA RIBEIRO BARROS PLANO COLLOR I E II LAURO DE FREITAS 2014 ELIZABETE DA SILVA TEIXEIRA JEÃ MARCELO SANTOS SILVA JULIANA DOS SANTOS JOSUÉ LAHÍS CAMPOS DO NASCIMENTO MARCELO MOREIRA LISBÔA RITA DE CÁSSIA RIBEIRO BARROS PLANO COLLOR I E II Trabalho solicitado pelo Prof.ª José Nilton Santana dos Santos, com valor avaliativo parcial na disciplina Fundamentos...

    3941  Palavras | 16  Páginas

  • De sarney a collor: as metamorfoses da agenda pública

    "DE SARNEY A COLLOR: AS METAMORFOSES DA AGENDA PÚBLICA" 1) Mudanças na agenda política de Sarney a Collor: Com José Sarney na presidência surgiram inúmeras expectativas como a experiência heterodoxa que era baseada no conceito de inflação inercial, o Plano Cruzado, caracterizado pela meta de combate à inflação sem recessão. A rejeição do enfoque monetarista da inflação e a desconfiança em relação às receitas recessivas do FMI, eram então dominantes. Essa tentativa fracassou. Logo...

    3142  Palavras | 13  Páginas

  • industrialização no Brasil na década de 90

    BASE MONETÁRIA E INFLAÇÃO NO BRASIL NA DÉCADA DE 90. Nelcileia Quixabeira Rocha1 RESUMO O estudo da base monetária e da inflação no Brasil na década de 90, objetivou analisar o comportamento da base monetária e da inflação no Brasil na década de 90. Foi utilizado o método de análise comparativa, pôr meio de números índices de base móvel, entre as variáveis: base monetária restrita (M1 – papel moeda em poder do público mais depósitos a vista nos bancos comerciais) e inflação (IPCA – Índice...

    2823  Palavras | 12  Páginas

  • O Brasil Democrático

    1. O BRASIL DEMOCRÁTICO Entre os anos de 1985 a 1994 o principal desafio na política brasileira foi a estabilização da inflação, sendo que durante esse período foram 10 ministros da fazenda e um numero similar de planos de estabilização. Nas décadas de 1960 e 1970 o Brasil passou por um grande crescimento as custas do dinheiro estrangeiro, entretanto na década de 1980 foi atingido pela “crise da dívida externa”, com um elevado aumento dos juros cobrados pelos credores. Sua alternativa foi pedir...

    4312  Palavras | 18  Páginas

  • Evolução do mercado de vinhos no Brasil

    Evolução do mercado de vinhos no Brasil, baseado na importação. Devido ao aquecimento da economia do País, a globalização e o livre comércio, podemos observar como esses fatores foram essenciais para o crescimento do processo de importação, isso tudo porque a nenhum País consegue ser totalmente auto-suficiente, ou seja, gera uma necessidade contínua de produtos oriundas de diversos lugares. Destinando-se o assunto para o crescimento do processo de importação do vinho no Brasil, na qual desde a segunda abertura...

    3854  Palavras | 16  Páginas

  • Brasil em contra reforma

     “BRASIL EM CONTRA REFORMA – DESESTRUTURAÇÃO DO ESTADO E PERDA DE DIREITOS”. Autora: Elaine Rossetti Behring. Ed. Cortez. SP, 2003. Introdução e Capítulo 1: a mundialização do capital Capítulo 2: O Estado no neoliberalismo Capítulo 3: Brasil: entre o futuro e o passado, o presente dilacerado Capítulo 4: a Contra Reforma do Estado brasileiro: projeto e processo Capítulo 5: Ilustrações particulares da Contra Reforma Resumo da obra: Em linhas...

    12164  Palavras | 49  Páginas

  • COMÉRCIO EXTERIOR NO BRASIL

    COMÉRCIO EXTERIOR NO BRASIL História e evolução do comércio exterior no Brasil Acadêmico: Alexandre Soares Cavassin Professor-Tutor Externo: Marcos Ferreira de Camargo Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Curso EMD0103 – Prática do Módulo III 28/11/2012 RESUMO Este trabalho visa apresentar de forma sucinta um perfil do comercio exterior no Brasil. Desde o descobrimento, o Brasil faz transações comerciais com outros países. Passa pela época em que as monoculturas praticamente...

    4072  Palavras | 17  Páginas

  • Economia Dos Governos Sarney Collor FHC E Lula

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL A Economia Brasileira nos Governos Sarney, Collor, FHC e Lula. Economia A – EC0 02254 Bruna Rodrigues da Silveira – 193566 Porto Alegre, 09 de Julho de 2013. Sumário 1. INTRODUÇÃO 4 2. GOVERNO SARNEY 5 2.1 Antecedentes 5 2.2 Economia 5 2.3 Política Externa 6 3. GOVERNO COLLOR 7 3.1 Economia 7 3.1.1 Plano Collor 7 3.1.2 Confisco das poupanças 7 3.1.3 Articulação Política 8 4. GOVERNO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO 10 4.1 Economia 10 4.1...

    6070  Palavras | 25  Páginas

  • A Era da Informatização e a Época da Informalização: Riqueza e Miséria do Trabalho no Brasil

    Universidade Federal de Campina Grande Centro de Humanidades A Era da Informatização e a Época da Informalização: Riqueza e Miséria do Trabalho no Brasil Disciplina Sociologia Industrial Campina Grande Maio de 2012 1. Introdução Foram profundas as transformações ocorridas no capitalismo recente no Brasil, particularmente na década de 1990. Houve também um conjunto de transformações no plano da organização sociotécnica da produção, consequência da reestruturação...

    2330  Palavras | 10  Páginas

  • Os anos 80 no brasil: aspectos políticos, econômicos e o plano cruzado

    Os anos 80 no Brasil: aspectos políticos e econômicos A década de 80 no Brasil ficou conhecida como a década perdida (do ponto de vista econômico, do crescimento e do desenvolvimento) e terminou com uma hiperinflação. Com a chegada de Sarney, em 1985, as políticas começaram a se tornar contrárias às politicas deixada pelo período militar. Ainda ao início dos anos 80 do século passado o Brasil vivia a ditadura militar. Porém, o presidente Ernesto Geisel, já desde o final da década de 70, acenava...

    1286  Palavras | 6  Páginas

  • Governo Sarney e Governo Collor

     A ECONOMIA NO PERÍODO 1985-1992 (DE SARNEY A COLLOR DE MELO) O presente trabalho contém informações a respeito da economia no período correspondente entre 1985 e 1992, dando ênfase nas medidas econômicas elaboradas nos Governos de José Sarney e Fernando Collor de Melo. Este trabalho integra-se ao seminário que compõe a nota da 3ª avaliação. TERESINA 2014 SUMÁRIO 1. 1. INTRODUÇÃO O período compreendido entre...

    6923  Palavras | 28  Páginas

  • Relação entre Chile e Brasil

    Brasil Para analisar as relações bilaterais entre Argentina e Brasil, devemos partir de uma leitura geral do que tem sido a política exterior brasileira nos últimos anos e analisar suas relações com os Estados Unidos – o ator extra-regional mais influente – assim como suas estratégias regionais, tanto no Mercosul como a nível sul-americano. Em meados dos anos 70, o Brasil havia iniciado uma mudança substancial de sua política exterior, como conseqüência de uma reformulação de seu modelo de...

    5971  Palavras | 24  Páginas

  • Reforma da Administração Pública e cultura política no Brasil: uma visão geral

    Cadernos 8 ENAP Reforma da Administração Pública e cultura política no Brasil: uma visão geral Luciano Martins Cadernos ENAP Reforma da Administração Pública e cultura política no Brasil: uma visão geral 2 Cadernos ENAP Reforma da Administração Pública e cultura política no Brasil: uma visão geral Luciano Martins Professor de Ciência Política da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp (licenciado) 3 Cadernos ENAP é uma publicação da Fundação Escola...

    22220  Palavras | 89  Páginas

  • A economia do Brasil no futuro

    Rev. USP  no.74 São Paulo June/Aug. 2007   PENSANDO O FUTURO: HUMANIDADES   A economia do Brasil no futuro     Guilherme Dias Professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP    Depois de um quarto de século muitos brasileiros voltam a falar com alguma convicção de uma nova fase de crescimento sustentado. Nossos netos poderão viver numa sociedade melhor dotada de recursos materiais e institucionais para gerenciar os seus conflitos. Para todos aqueles que viveram...

    2318  Palavras | 10  Páginas

  • Brasil e fmi - realidades e mitos

    Freddy de Quadros Friske Ago/02 BRASIL -FMI: REALIDADES E MITOS Gesner Oliveira ** Brasil - FMI em Perspectiva Histórica Diferentes governos brasileiros negociaram inúmeros acordos com missões do FMI nas últimas décadas. O objetivo deste artigo é sugerir os seguintes pontos acerca da história das relações entre Brasil e FMI: 1.A influência de organizações multilaterais, e do FMI em particular...

    11246  Palavras | 45  Páginas

  • Brasil e suas transformações

    As transformações socioeconômicas no Brasil e as Emendas Constitucionais Novembro/2012 As transformações socioeconômicas no Brasil e as Emendas Constitucionais Projeto de Pesquisa apresentado na disciplina de História, pelos alunos do 3º ano do Ensino Médio, como avaliação para o 3º trimestre do ano letivo. Novembro/2012 ...

    10210  Palavras | 41  Páginas

  • Monografia Inserção Mundial do Brasil - o paradigma do estado logistico e a politica externa brasileira

    UNIVERSIDADE DA AMAZÔNIA ADRYANE SUELLEN MONTEIRO DA SILVA INSERÇÃO MUNDIAL DO BRASIL: O PARADIGMA DO ESTADO LOGÍSTICO E A POLÍTICA EXTERNA DO GOVERNO LULA ANANINDEUA 2012 2 ADRYANE SUELLEN MONTEIRO DA SILVA INSERÇÃO MUNDIAL DO BRASIL: O PARADIGMA DO ESTADO LOGÍSTICO E A POLÍTICA EXTERNA DO GOVERNO LULA Trabalho de Conclusão de curso de Graduação apresentado ao Centro de Estudos Sociais Aplicados da Universidade da Amazônia como requisito para obtenção do grau de ...

    10811  Palavras | 44  Páginas

  • O brasil da ditadura a redemocratização e politica social

    públicos - desempr ego - infor malidade - expor tação em detr imento das necessidades inter nas. 20 necessidade r etomada do Estado democr ático de dir eito. 1989 - pr imeir a disputa par a pr esidente da r epública com eleições dir etas. (Lula e Collor ). 21 ar ticulação nacional Constituinte movimentos sociais, per sonalidades e par tidos - compr omisso democr ático. 22 conceito de segur idade social ar ticulação das políticas de pr evidência, saúde e assistência social. ampliação...

    5303  Palavras | 22  Páginas

  • a trajetória da proteção social à infância e à adolescência, no Brasil.

    A trajetória da proteção social à infância e à adolescência, no Brasil. O presente trabalho pretende discutir a trajetória da proteção social à infância e à adolescência, no Brasil, a partir da década de 70, no contexto de transformações no campo econômico, político e social, fazendo relação com a implementação do Estatuto da Criança e do Adolescente, bem como a atuação do “Terceiro Setor.” O mundo tem passado nos últimos anos por grandes mudanças econômicas que têm afetado as dimensões sociais...

    4966  Palavras | 20  Páginas

  • Saúde pública no Brasil

    CONCLUSÃO 11 REFERÊNCIAS 12 1 INTRODUÇÃO O presente trabalho nos leva a refletir sobre os aspectos históricos da gestão no campo da política sociais no Brasil, resgate e reflexão dos pontos mais relevantes do processo de construção das políticas pública de assistência social. Foi a partir do capitalismo que surgiu as políticas sociais no Brasil, construída por meio das mobilizações das classes operárias advindas das revoluções industriais no século XIX. A política social foi então, entendida como...

    3039  Palavras | 13  Páginas

  • RELAÇÕES COMERCIAIS BRASIL E EUA NOS GOVERNOS COLLOR, ITAMAR, FHC, LULA E DILMA.

    UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES RELAÇÕES COMERCIAIS BRASIL E EUA NOS GOVERNOS COLLOR, ITAMAR, FHC, LULA E DILMA. SÃO PAULO 2013 ITAMAR, FHC, LULA E DILMA. LAÍS VITÓRIA DOS SANTOS Nº USP: 8514540 PHILIPPE DE MORAIS GAMA Nº USP: 8598242 VALÉRIA RIE YARA N° USP: 8641768 SÃO PAULO 2013 Resumo O presente...

    6081  Palavras | 25  Páginas

  • Economia Brasil 30 a 2014

    final da década de 1920, o Brasil era um país agrário, dominado pela monocultura e oligarquias de cafeeiras, um país que nunca havia passado por uma reformulação de industrialização intensa e caracterizava-se por suas economias de arquipélagos. Contudo, no ano de 1929 estoura uma crise econômica mundial que foi determinante para os novos rumores de uma nação ainda estava em construção. Com o estopim da crise de 29, o governo foi obrigado a intervir na economia, Washington Luís reagindo à crise começa...

    2394  Palavras | 10  Páginas

  • HIST RIA DO BRASIL

    GERAIS: HISTÓRIA DO BRASIL História do Brasil : A sociedade colonial: economia, cultura, trabalho escravo, os bandeirantes e os jesuítas. A independência e o nascimento do Estado Brasileiro. A organização do Estado Monárquico. A vida intelectual, política e artística do século XIX. A organização política e econômica do Estado Republicano. A Primeira Guerra Mundial e seus efeitos no Brasil. A Revolução de 1930. O Período Vargas. A Segunda Guerra Mundial e seus efeitos no Brasil. Os governos democráticos...

    10271  Palavras | 42  Páginas

  • Governo collor

    presidente José Sarney. Era novembro de 1989. Após uma campanha agitada, com trocas de acusações e muitas promessas, Fernando Collor de Mello venceu seu principal adversário, Luís Inácio Lula da Silva. Collor conquistou a simpatia da população, que o elegeu com mais de 42% dos votos válidos. Seu discurso era de modernização e sua própria imagem validou a idéia de renovação. Collor era jovem, bonito e prometia acabar com os chamados “marajás”, funcionários públicos com altos salários, que só oneravam...

    571  Palavras | 3  Páginas

  • voto no brasil

    Quando, logo após a Independência do Brasil, foi instalada, em 3 de março de 1823, a Assembléia Constituinte. Entre outros assuntos, o anteprojeto da Constituição de 12 de novembro, daquele ano, restringia os direitos políticos aos indivíduos com renda anual superior ao valor de 150 alqueires de farinha de mandioca. Mas, a tal Assembléia Constituinte foi dissolvida por D. Pedro I, que, em seguida, nomeou o Conselho de Estado para organizar a 1ª Constituição do Brasil, e que foi finalmente outorgada...

    5867  Palavras | 24  Páginas

  • Consenso de washington

    Consenso de Washington * O que é? Consenso de Washington é um conjunto de medidas - que se compõe de dez regras básicas - formulado em novembro de 1989 por economistas de instituições financeiras situadas em Washington D.C., como o FMI, o Banco Mundial e o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, fundamentadas num texto do economista John Williamson, do International Institute for Economy, e que se tornou a política oficial do Fundo Monetário Internacional em 1990, quando passou a ser "receitado"...

    2002  Palavras | 9  Páginas

  • Plano collor

    Introdução Fernando Collor de Melo, era jovem, bonito, com ótima apresentação física. Com familiares que contribuíram para a grandeza do Brasil, a começar pelo seu avô materno Lindolfo Collor, nascido no município de São Leopoldo no ano de 1890, que marcou a história brasileira como Ministro do Trabalho de Getúlio Vargas. O pai de Fernando, Aron de Mello, formou-se em direito. Um jovem que sempre procurava boas relações, interessado em ligar-se a assuntos imobiliários, mas era cativante...

    1678  Palavras | 7  Páginas

  • O fim do Brasil

    Caro leitor, Há quatro meses, apresentei aos clientes da minha consultoria uma tese chamada O Fim do Brasil. Foi um alerta para uma grave crise chegando à porta das famílias brasileiras. Suas consequências serão sentidas de maneira dramática nos patrimônios financeiros e, ainda mais importante, no modo de vida de cada cidadão. Aos que não me conhecem, deixe-me apresentar brevemente antes de prosseguir. Meu nome é Felipe Miranda. Tenho formação em Economia pela USP e um mestrado em Finanças...

    12256  Palavras | 50  Páginas

  • Consenso De Washington

    Consenso de Washington O Consenso de Washington funcionou como um “receituário” das premissas neoliberais na América Latina. O Consenso de Washington foi a forma como ficou popularmente reconhecido um encontro ocorrido em 1989, na capital dos Estados Unidos. Nesse encontro, realizou-se uma série de recomendações visando ao desenvolvimento e à ampliação do neoliberalismo nos países da América Latina. Essa reunião foi convocada pelo Institute for International Economics, sob o nome de “Latin Americ...

    582  Palavras | 3  Páginas

  • Consenso de washington

    Consenso de Washington O consenso de Washington chamado também de neoliberalismo, nasceu em 1989, foi criado pelo economista inglês John Williamson, ex-funcionário do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI). Ele é um conjunto de medidas que se compõe por dez regras básicas que foram adotadas por decisão do Congresso norte-americano, como imposições na negociação das dívidas externas dos países latino-americanos. As mesmas acabaram se tornando o modelo para todo o planeta. De outro...

    537  Palavras | 3  Páginas

  • Fichamento - cervo & bueno - história da política exterior do brasil

    CERVO & BUENO. História da Política Exterior do Brasil 29 de dezembro, 2009 *** p. 25   Objetiva, a partir de 1822, a paz entre os povos - com exceção do período que compreende a Guerra do Paraguai entre 1850 a 1870; Tem como estratégia a ponderação de meios, fins e riscos - as Relações Internacionais são muito complexas devido à quantidade de variáveis envolvidas, bem como a utilização de hipóteses e informações documentais em lugar de verdades científicas; O principal problema da política...

    19974  Palavras | 80  Páginas

  • Governo collor

    GOVERNO COLLOR Economia Collor elegeu como principal prioridade de seu governo a luta contra a inflação, que chegava a alcançar taxas de 25% ao mês. Suas medidas contra a inflação foram bastante radicais: o governo chegou a confiscar a poupança e as aplicações financeiras da população. "Sem dinheiro não há inflação" era o seu lema. Seu plano não funcionou, e a inflação nunca chegou a ser satisfatoriamente controlada durante todo o seu mandato. Em que pesem as baixas taxas de crescimento...

    928  Palavras | 4  Páginas

  • Independencia no Brasil

    HISTÓRIA Aluno: João Neto Amaral Série: 1º ano Turno: Noturno Faça uma conclusão sobre a independência do Brasil. Você contra ao favor? No dia 7 de setembro de 1822 o Brasil deixou de ser uma colônia de Portugal pois Dom Pedro 1 declarou a independência do país. D. Pedro I recebeu uma carta das cortes de Lisboa, exigindo seu retorno para Portugal. os Portugueses queriam recolonizar o Brasil e a presença de D. Pedro impedia isso. D. Pedro não quis retornar a Portugal e disse: "Se é para o bem de...

    687  Palavras | 3  Páginas

  • Consenso de Washington

    Consenso de Washington O Consenso de Washington é uma combinatória de medidas criadas na capital dos Estados Unidos, que são compostas por dez regras e que se tornou a política oficial do FMI(Fundo Monetário Internacional), tais regras foram criadas em 1989 por economistas do FMI, Banco Mundial e Departamento do tesouro dos Estados Unidos com o intuito de reavaliar as reformas econômicas feitas pelos países Latino Americanos. O termo Consenso de Washington é usado atualmente para...

    560  Palavras | 3  Páginas

  • A história da democracia no Brasil

    A história da democracia no Brasil é conturbada e difícil. O período vivido pelo Brasil após a proclamação da República, também chamado de República Velha, é permeado pela estabilidade oligárquica dos coronéis, por eleições a bico de pena (voto aberto), por sucessivos período de estados de sitio ante movimentos armados contestatórios ou disputas intra-oligárquicas que fugiam ao controle, e pela repressão a movimentos populares. O primeiro governo de Getúlio Vargas (1930-1934) é considerado como...

    1090  Palavras | 5  Páginas

  • presidentes do brasil

    DISCIPLINA DE HISTÓRIA. PROFESSOR: HEVERTON MARTINS RICARDO. ANO LETIVO DE 2011. 3º Ano do Ensino Médio. INTRODUÇÃO: Desde Castelo Branco a Luis Inácio Lula da Silva, este é o conteúdo oferecido neste trabalho todos os presidentes do Brasil, seus mandatos, quando e como foram eleitos, os planos, os governos enfim, detalhar um pouco sobre a vida e o trabalho de cada um destes presidentes já realizados de 1964 a 2011. Marechal Deodoro da Fonseca (1889-1891) A proclamação...

    17365  Palavras | 70  Páginas

  • Consenso de Washington

     PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS CURSO DE BACHARELADO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS DANIEL PEDRO ALMEIDA MARQUES SOCIOLOGIA DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS AED GOIÂNIA 2015 DANIEL PEDRO ALMEIDA MARQUES CONSENSO DE WASHINGNTON (1989) Trabalho apresentado no Curso de Graduação em Relações Internacionais ...

    748  Palavras | 3  Páginas

  • consenso washington

     O Consenso de Washington já não é um consenso, mesmo para organizações, como o Banco Mundial, que participaram de sua formulação. Fruto de um seminário que reuniu, em Washington, em 1990, economistas do governo norte-americano e de instituições internacionais, como o Fundo Monetário, o Consenso de Washington passou a ser sinônimo de medidas econômicas neoliberais voltadas para a reforma e a estabilização de economias "emergentes" -notadamente as latino-americanas. Privatização, controle...

    4916  Palavras | 20  Páginas

  • Consenso de washington e argentina

    século XXI, foi necessária uma grande insatisfação com o modelo criado no século XX, que foi denominado Consenso de Washington. Seu conteúdo previa um conjunto de medidas a serem adotadas pelos países em desenvolvimento, em especial os da América Latina (mas que foi adotado também por outros países) onde a prioridade era enxugar o Estado. Segundo Williamson, “Minha versão do Consenso de Washington de fato focou principalmente em políticas que reduziam o papel dos governos, como privatização, liberalização...

    900  Palavras | 4  Páginas

  • Brasil República

    1889, em uma manifestação de militares do exercito, encabeçados por Marechal Deodoro da Fonseca, na praça da aclamação – atual Praça da República -, no Rio de Janeiro, proclamou-se a República dos Estados Unidos do Brasil, o que colocou ponto final na regência de Dom Pedro II. O Brasil vinha de uma guerra recente: a Guerra do Paraguai. Aconteceu entre 1864 e 1870. De certa forma a batalha abalou o sistema financeiro do país, o que pesou para dom Pedro II. Os abolicionistas começavam a aparecer e...

    3125  Palavras | 13  Páginas

tracking img