• Administração
    ................................................................................................ pag. 4 a 6 Conclusão............................................................................................................. pag. 2 INTRODUÇÃO Este trabalho tem como propósito de despertar interesse no assunto sobre qualidade de vida no...
    1157 Palavras 5 Páginas
  • Toyotismo
    uma necessidade desenfreada de aperfeiçoamento constante para simplesmente se manter no mercado. Análise Crítica O toyotismo, em essência, não seria mais que uma evolução do fordismo. Este ponto de vista encontra respaldo na análise do seu surgimento e equivale a dizer que o sistema estaria...
    568 Palavras 3 Páginas
  • Toyotismo - Ricardo Antunes
    , sobre o toyotismo, Gounet, 1997; 1992 e 1991; Shimizu; 1994; Ichiyo, 1995; Coriat, 1992; Sayer; 1986 e Kamata, 1985. 9 2) fundamenta-se no trabalho operário em equipe, com multivariedade de funções, rompendo com o caráter parcelar típico do fordismo; 3) a produção se estrutura num processo...
    7341 Palavras 30 Páginas
  • FORDISMO
     FORDISMO INTRODUÇÃO: Neste trabalho venho trazer as melhores informações sobre o fordismo, que foi criado por Henry Ford como um sistema para linha de montagem. Incluirão aqui também informações sobre a vida de Henry, planos de automóveis, sistemas de fabricação, entre outros...
    1138 Palavras 5 Páginas
  • modos de produção
    . Sistema de Organização Fordismo 6 1.6. Sistema de Organização Toyotismo 7 2. NOVOS MODELOS DE PRODUÇÃO, TRABALHO E EMPREGO 9 3. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 11 4. RESPONSABILIDADE SOCIAL DA PRODUÇÃO 13 CONCLUSÃO 16 BIBLIOGRAFIA 17 INTRODUÇÃO Conforme a sociedade evolui, também as...
    2746 Palavras 11 Páginas
  • historia
    surgimento de um novo sistema de produção mais eficiente. O Toyotismo, surgido no Japão, seguia um sistema enxuto de produção, aumentando a produção, reduzindo custos e garantindo melhor qualidade e eficiência no sistema produtivo. Fordismo para os trabalhadores Enquanto para os empresários o fordismo...
    2499 Palavras 10 Páginas
  • Taylorismo
    XII SIMPEP – Bauru, SP,Brasil, 6 a 8 de novembro de 2006 Pós-fordismo ou neofordismo? Ensaio e reflexões sobre a realidade no mundo do trabalho. Linderson Pedro da Silva Filho (Faculdade Maurício de Nassau) Linderson pedro@uol.com.br Resumo:No mundo em geral, e principalmente a partir da...
    5779 Palavras 24 Páginas
  • Fordismo
    Fordismo,Taylorismo e Toyotismo Fordismo, Taylorismo e Toyotismo são modelos de produção industrial, sendo que o Taylorismo se caracteriza por técnicas de administração voltadas à otimização de produção. O Fordismo e o Taylorismo foram muito aplicados desde o início do século XX até...
    3310 Palavras 14 Páginas
  • toyotismo,fordismo
    Resumo do Taylorismo, Fordismo e Toyotismo? O fordismo, método de racionalização da produção em massa, teve início na indústria automobilística Ford, nos Estados Unidos, onde esteiras rolantes levavam o chassi do carro e as demais peças a percorrerem a fábrica enquanto os operários, distribuídos...
    3481 Palavras 14 Páginas
  • Toyotismo
    , salário por antigüidade etc), ou seja, adotando estratégia oposta ao fordismo, que levou para fora da fábrica uma racionalidade interna. Conclusão O toyotismo, segundo Alves (2000) nada mais é que “a ideologia orgânica da administração da produção capitalista sob a mundialização do capital...
    940 Palavras 4 Páginas
  • A indústria nos tempos modernos: comparação dos modos de produção ontem e hoje
    melhora é contínua. O funcionário, antes negligenciado, agora é o foco principal das empresas, que especializam, zelam e investem na capacitação profissional dos mesmos. Palavras-chave: Tempos Modernos; Indústria; Fordismo; Toyotismo. Introdução É visível que o mercado de trabalho esta sofrendo...
    1763 Palavras 8 Páginas
  • Resenha
    Resenha sobre o Artigo: “Fordismo, Toyotismo e Volvismo: Os Caminhos da Indústria Em Busca do Tempo Perdido”. Caxias do Sul, 27 de Agosto de 2013 Diferença entre Fordismo, Toytismo e Volvismo Neste artigo publicado pela Revista de Administração de Empresas, em Set...
    1036 Palavras 5 Páginas
  • FORD VS TOYOTA
    Colégio Estadual Augusto Meyer Rua Rio Pardo, 1187. TECNICO EM ADMINISTRAÇÃO FORDISMO E TOYOTISMO FELIPE SCHLUETER MATEUS JOÃO GHISLENI PROFESSOR JORGE HENRIQUE TURMA: TB2 ESTEIO, OUTUBRO DE 2012. FORDISMO Fordismo é o nome dado ao modelo de produção...
    1003 Palavras 5 Páginas
  • Fordismo
    Em decorrência da difusão e da consolidação do taylorismo,o fordismo surge com a reformulação do processo adminstrativo,lançando novo olhar sobre o trablhaodor individualmente,o fordismo acabou se tornando parâmetro para o modo de vida dos trabalhadores,porque impôs uma...
    1362 Palavras 6 Páginas
  • Toyotismo
    em: 17 set. 2012. FUTATA, Marli Delmônico de Araújo. Breve análise sobre o toyotismo: modelo japonês de produção. n 47, 2005. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2012. GOUNET, Thomas. El toyotismo o el incremento de la explotación. Disponível em:. Acesso em: 21 jun. 2004. LOGÍSTICA. Fordismo...
    2666 Palavras 11 Páginas
  • Sistemas de produção (Fordismo, Toyotismo e Taylorismo)
    Introdução Fordismo, Taylorismo e Toyotismo são modelos de produção industrial, sendo que o Taylorismo se caracteriza por técnicas de administração voltadas à otimização de produção. O Fordismo e o Taylorismo foram muito aplicados desde o início do século XX até aproximadamente a década de 1970. A...
    1476 Palavras 6 Páginas
  • Teste
    insistir sobre as continuidades que sobre as rupturas do toyotismo com respeito ao taylorismo/fordismo. Aliás, Ohno sempre buscou inspirar-se no espírito do fordismo original. N um dos últimos capítulos de seu livro, intitulado “A verdadeira Intenção do Sistema Ford”, observou: “Sempre procuro ver...
    12613 Palavras 51 Páginas
  • Breve análise sobre o toyotismo: modelo japonês de produção
    Exploradores e Explorados. BIBLIOGRAFIA FUTATA A. de D. M., Breve Análise Sobre o Toyotismo: Modelo Japonês de Produção, http://www.espacoacademico.com.br. GOUMET T., Fordismo e Toyotismo na Civilização do Automóvel, ed. Bomtempo, pág. 29. P.C. de M. A., Do Taylorismo/Fordismo à Acumulação Flexível...
    1681 Palavras 7 Páginas
  • Engenharia
    PINTO, Geraldo Augusto. A organização do trabalho no século XX: taylorismo, fordismo e toyotismo. 2ª ed. São Paulo: Expressão Popular, 2010. ISBN 978-85-7743-028-4. Conclusão Pesquisando várias fontes dee informação sobre o fordismo Entendi que é...
    1805 Palavras 8 Páginas
  • A atualidade do taylorismo
    taylorismo nos dias atuais. Até mesmo Ohno, um dos proponentes do novo modelo, reconheceu que era mais importante insistir sobre as continuidades do que sobre as rupturas do toyotismo com relação ao taylorismo/fordismo. Pois por trás da intensificação do ritmo de trabalho que existe no toyotismo...
    1147 Palavras 5 Páginas