Compreensão E Valorização Da Cultura Escrita Segundo Madalena Freire artigos e trabalhos de pesquisa

  • Alfabetização de jovens e adultos e cidadania: o contributo de paulo freire

    CONTRIBUTO DE PAULO FREIRE Alcione Amorim Costa Filho[1] “PEDAGOGIA DO OPRIMIDO: aquela que tem de ser forjada com ele e não para ele, enquanto homens ou povos, na luta incessante de recuperação de sua humanidade. Pedagogia que faça da opressão e de suas causas objeto de reflexão dos oprimidos de que resultará o seu engajamento necessário na luta por sua libertação”. PAULO FREIRE RESUMO É inegável...

    4936  Palavras | 20  Páginas

  • Trabalho sobre paulo freire

    MINAS GERAIS – BRASIL 2012 Paulo Freire O pernambucano revolucionou a educação, que deixou de ser a simples transmissão de conteúdo para ser encarada como uma forma de transformação da vida. Sua obra influenciou especialistas do mundo todo, principalmente nos países mais pobres Para o que serve a Educação? Para ler corretamente? Para contar sem errar? Para escrever sem dificuldade? Muita gente pode achar que é apenas para isso, mas Paulo Freire acreditava que a Educação servia...

    5166  Palavras | 21  Páginas

  • Reflexões sobre o livro Professora sim tia não - de Paulo Freire

    Leitura e desafios sobre o Livro Professora sim, tia não – cartas a quem ousa ensinar. Introdução Privilégio para mim, ser apresentada logo no primeiro semestre do curso de licenciatura Plena em Pedagogia, a este tão revolucionário Educador. Paulo Freire consegue trazer a tona sentimentos contido dentro de nós, enquanto educadores adormecidos! Trata a Educação com uma paixão contagiante, e desperta em nós uma urgência inexplicável de tornar-se parte deste processo de educar e transformar. Professora...

    4150  Palavras | 17  Páginas

  • Paulo Freire para educadores

    Paulo Freire para E para ducadores V B E R A A R R E T O Paulo Freire para E para ducadores S ã o P a u l o 1 9 9 8 ©1998, by Editora Arte & Ciência Coordenação Editorial Henrique Villibor Flory Editor Aroldo José Abreu Pinto Editoração Eletrônica e Projeto Gráfico Rejane Rosa Capa Aroldo José Abreu Pinto Fotos e ilustrações de capa e miolo Acervo do Vereda - Centro de Estudos em Educação e Ana Maria Freire Revisão Letizia Zini Antunes Dados Internacionais...

    24830  Palavras | 100  Páginas

  • Dislexia- dificuldade de leitura e escrita na aprendizagem

    construção de estratégias de verificação e comprovação de hipóteses na construção do conhecimento, a construção de argumentação capaz de controlar os resultados desse processo, o desenvolvimento do espírito crítico capaz de favorecer a criatividade, a compreensão dos limites e alcances lógicos das explicações propostas. Além disso, é necessário ter em conta uma dinâmica de ensino que favoreça não só o descobrimento das potencialidades do trabalho individual, mas também é, sobretudo, do trabalho coletivo...

    16475  Palavras | 66  Páginas

  • Dificuldades de aprendizagem na leitura e na escrita

    Dificuldades de Aprendizagem na Leitura e na Escrita dos Alunos nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental UNAMA BELÉM-PARÁ 2002 Maria de Nazaré Daniel Melo Meriam de Jesus Ferreira Dias Maria de Nazaré Daniel Melo Meriam de Jesus Ferreira Dias Dificuldades de Aprendizagem na Leitura e na Escrita dos Alunos nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental ...

    9947  Palavras | 40  Páginas

  • Madalena freire

    Educando o olhar da observação 1.1 Aprendizagem do olhar Madalena Freire Weffort Não fomos educados para olhar pensando o mundo, a realidade, nós mesmos. Nosso olhar cristalizado nos estereótipos produziu em nós paralisia, fatalismo, cegueira. Para romper esse modelo autoritário, a observação é a ferramenta básica neste aprendizado da construção do olhar sensível e pensante. Olhar que envolve ATENÇÃO e PRESENÇA. Atenção que segundo Simone Weil é a mais alta forma de generosidade. Atenção que...

    17189  Palavras | 69  Páginas

  • Paulo Freire

    pedagogia do oprimido, defendia como objetivo da escola ensinar o aluno a "ler o mundo" para poder transformá-lo.” Paulo Freire (1921-1997) foi o mais célebre educador brasileiro, com atuação e reconhecimento internacionais. Conhecido principalmente pelo método de alfabetização de adultos que leva seu nome, ele desenvolveu um pensamento pedagógico assumidamente político. Para Freire, o objetivo maior da educação é conscientizar o aluno. Isso significa, em relação às parcelas desfavorecidas da sociedade...

    1863  Palavras | 8  Páginas

  • Paulo Freire

    PAULO FREIRE PAULO FREIRE EDITADO.pmd 1 21/10/2010, 08:33 Ministério da Educação | Fundação Joaquim Nabuco Coordenação executiva Carlos Alberto Ribeiro de Xavier e Isabela Cribari Comissão técnica Carlos Alberto Ribeiro de Xavier (presidente) Antonio Carlos Caruso Ronca, Ataíde Alves, Carmen Lúcia Bueno Valle, Célio da Cunha, Jane Cristina da Silva, José Carlos Wanderley Dias de Freitas, Justina Iva de Araújo Silva, Lúcia Lodi, Maria de Lourdes de Albuquerque Fávero Revisão...

    33238  Palavras | 133  Páginas

  • Convite à Leitura de Paulo Freire

    Número de páginas da parte lida: 121 páginas. Título da Obra: Convite à leitura de Paulo Freire. Nome do autor: Moacir Gadotti. Tema da Obra: Vida, obra e método de Paulo Freire. Educação. Palavras Chaves: Vida e Obra de Paulo Freire, Método de Alfabetização de Adultos, Pedagogia Dialógica e Educação Problematizadora Ideias Principais do Autor: Gadotti exibe uma iniciação à vida e à obra de Paulo Freire, apresentando sua infância, sua alfabetização precoce, sua adolescência pobre, o inicio...

    4106  Palavras | 17  Páginas

  • A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA VISÃO DE PAULO FREIRE

    RESUMO O que se propõe nessa pesquisa é levantar algumas relações do pensamento educacional de Paulo Freire, com referência à educação inclusiva na e para a diversidade como processo de apropriação do conhecimento, como instrumento de elevação da cidadania, possibilitando que a luta das minorias seja sustentada pela alavanca do saber que implica na reflexão-ação e permite ao indivíduo interagir coletivamente no espaço social. A educação de Jovens e Adultos hoje é assumida pelo Governo e possui...

    6643  Palavras | 27  Páginas

  • Artigo Construtivista de João Batista Freire

    Introdução Analisando as concepções de João Batista Freire busco num primeiro momento apresentar um resumo da abordagem construtivista defendida por esse autor. Utilizando para esse fim de algumas obras dele: Educação de corpo inteiro: teoria e prática da educação física (1997), educação como prática corporal (2003) e do Jocimar Daolio (2003): educação física e o conceito de cultura. Em seguida apresento de forma direta ou indireta questões como – desenvolvimento, aprendizagem...

    3094  Palavras | 13  Páginas

  • PAPER IV CULTURA POPULAR E ALFABETIZA O

    PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA PRÁTICA CULTURA POPULAR E ALFABETIZAÇÃO Luciane Miranda de Almeida Prof.ª Nathalie Schineider Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI Licenciatura em Pedagogia - PED0648 – Prática Módulo IV 20/05/14 RESUMO O objetivo deste paper e abordar na prática a trajetória da cultura popular no processo de alfabetização, também compreender as diferenças étnicas e entender a diversidade cultural. Através de vivências no contexto escolar, em diversas realidades...

    2557  Palavras | 11  Páginas

  • Dificuldades de aprendizagem na leitura e na escrita dos alunos de 3ª e 4ª séries do ensino fundamental

    CONECTADO CURSO NORMAL SUPERIOR DINÁ CÉLIA DE CARVALHO FÁBIO DE SOUZA GONÇALVES DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM NA LEITURA E NA ESCRITA DOS ALUNOS DE 3ª E 4ª SÉRIES DO ENSINO FUNDAMENTAL Piracanjuba 2008 DINÁ CÉLIA DE CARVALHO FÁBIO DE SOUZA GONÇALVES DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM NA LEITURA E NA ESCRITA DOS ALUNOS de 3ª E 4ª séries DO ENSINO FUNDAMENTAL Trabalho de Conclusão de Curso apresentado...

    15297  Palavras | 62  Páginas

  • Resumo - paulo freire

    Paulo Reglus Neves Freire nasceu no Recife, em 19 de setembro de 1921 e faleceu em São Paulo, no dia 2 de maio de 1997. Sua história de vida é marcada por três períodos, caracterizados por desiguais referências de espaço e tempo. As etapas em que se divide a biografia de Paulo Freire são o Tempo de Recife, o Tempo de Exílio e o Tempo de São Paulo. “Eu gostaria de ser lembrado como alguém que amou o mundo, as pessoas, os bichos, as árvores, a terra, a água, a vida.” (Paulo Freire) Tempo do Recife ...

    6773  Palavras | 28  Páginas

  • O PENSAR EDUCAÇÃO EM PAULO FREIRE

    PENSAR EDUCAÇÃO EM PAULO FREIRE Para uma Pedagogia de mudanças Sandra Cristina Schram∗ Marco Antonio Batista Carvalho∗ O propósito deste estudo é refletir sobre a escola, a educação através da ação docente no processo de ensino e de aprendizagem, oferecendo espaço para uma releitura sobre o papel social da escola, o currículo, a formação docente, a proposta pedagógica, aspectos da avaliação, tendo como referencial os pressupostos teóricos do educador Paulo Freire. Uma reflexão necessária...

    9642  Palavras | 39  Páginas

  • Teorias E Pr Ticas Pedag Gicas Freinet E Freire

    TEORIAS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DE CÈLESTIN FREINET E PAULO FREIRE Giovana Carla Cardoso Amorim1 Alexsandra Maia Nolasco de Castro2 Micaela Ferreira dos Santos Silva3 Resumo: Paulo Freire educador brasileiro que acreditava na consciência política do ato educativo, apostando na educação para a libertação humana. Assim como Freinet, educador francês do início do século XX propôs uma teoria experimental e uma prática reflexiva. Freinet e Freire partem dos processos históricos pela busca do ser integral...

    4080  Palavras | 17  Páginas

  • RESENHA PAULO FREIRE Professora Sim Tia Nao

    Resenha do Livro Professora sim, Tia não;Cartas a quem ousa ensinar Paulo Freire é um célebre educar brasileiro que é reconhecido em paramêtros mundiais. Freire, defende a teoria que o aprendizado deve ser produzido e construído em conjunto, o professor deve apresentar os meios e instigar a curiosidade dos alunos e então deixá-los trabalhar na construção do conhecimento.Ressalta a importância da valorização da cultura, o conhecimento dos meios e situações, ele também abordou o conceito de coerência...

    2763  Palavras | 12  Páginas

  • Monografia Paulo Freire

    UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO PEDAGOGIA - VESPERTINO PESQUISA EDUCACIONAL BASES EPISTEMOLÓGICAS DO MÉTODO PAULO FREIRE SÃO PAULO 2014 Bases Epistemológicas do método Paulo Freire Educador e filósofo brasileiro, Paulo Freire – nascido em Recife no início da década de 1920 –, de início, cursara direito e dedicara-se ao estudo da filosofia da linguagem. Entretanto, optara por não exercer a profissão, mas sim lecionar língua portuguesa...

    4591  Palavras | 19  Páginas

  • A importancia da leitura e escrita

    A IMPORTÂNCIA DA LEITURA E ESCRITA NOS ANOS INICIAIS Ângela Pimentel Antônia Natércia Nascimento Rosa Eulália Vital da Silva RESUMO: O objetivo deste artigo é analisar a importância da leitura e escrita nos anos iniciais no processo de ensino- e aprendizagem, para a formação de leitores críticos, com perspectiva práticas e teóricas, objetivando conhecer a prática exercida pelos professores envolvido numa relação com a obra literária, encontrando significados quando lê, procurando compreender...

    8686  Palavras | 35  Páginas

  • Alfabetização e Letramento e a função social na escrita e leitura

    FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA SOLANGE APARECIDA DA SILVA ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO E A FUNÇÃO SOCIAL NA LEITURA E ESCRITA APUCARANA 2010 FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA SOLANGE APARECIDA DA SILVA ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO E A FUNÇÃO SOCIAL NA LEITURA E ESCRITA Trabalho de Conclusão de Curso Apresentado à Faculdade ...

    6065  Palavras | 25  Páginas

  • A Pedagogia de Paulo Freire

    SILVA JERLANE DA SILVA ROSA ISAURA MARIA SOARES DA COSTA MAYARA MARIANO CAMPOS A PEDAGOGIA DE PAULO FREIRE MACEIÓ-AL 2011. ANDRESSA DA CONCEIÇÃO LOPES DAYANE THAIS NOGUEIRA DE ALMEIDA ELAINY PAULA VITORINO BRAZ ELIDIANE DE OLIVEIRA SILVA ERIVALDO FERREIRA DA SILVA JERLANE DA SILVA ROSA ISAURA MARIA SOARES DA COSTA MAYARA MARIANO CAMPOS A PEDAGOGIA DE PAULO FREIRE Trabalho apresentado ao Curso de Pedagogia – Licenciatura (1º período) da Universidade Federal de Alagoas...

    6019  Palavras | 25  Páginas

  • DIFICULDADES NA APRENDIZAGEM DE LEITURA E ESCRITA DOS ALUNOS DA EJA – EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

    ESMERALDINA PEREIRA NETA KARLA CRISTIANE VITALI KELLY CRISTINA LOPES PINHEIRO DIFICULDADES NA APRENDIZAGEM DE LEITURA E ESCRITA DOS ALUNOS DA EJA – EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS CASCAVEL – PR 2014 Esmeraldina Pereira Neta Karla Cristiane Vitali Kelly Cristina Lopes Pinheiro DIFICULDADES NA APRENDIZAGEM DE LEITURA E ESCRITA DOS ALUNOS DA EJA – EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Monografia apresentada ao Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS do ESAP Instituto...

    11327  Palavras | 46  Páginas

  • Paulo Freire e seu Método de Alfabetização de Adultos

    Paulo Freire e seu método de alfabetização de adultos O que Freire fez de tão revolucionário para ser referência no mundo? imprimir Madalena Freire, filha de Paulo Freire, participa da alfabetização em Angicos/RN, em 1963 (Foto: divulgação) Há mais ou menos 50 anos, um brasileiro visionário criou um método de alfabetização de adultos que mais que ensiná-los a ler e escrever em 45 dias, resgatava neles a coragem, a vontade e a força para participarem do mundo de forma crítica e consciente. Esse...

    1907  Palavras | 8  Páginas

  • Níveis da Evolução escrita

    social e cultural. Assim como o processo de aquisição e desenvolvimento da linguagem escrita e as práticas pedagógicas. O livro está dividido em dez capítulos. Iniciaremos fazendo uma reflexão inicial sobre a alfabetização: analisando o mapa do analfabetismo no Brasil e os indicadores do alfabetismo funcional. A seguir iniciaremos uma viagem pela história da alfabetização. Estudaremos a história da escrita, a história dos livros e da leitura convidando o leitor a refazer a sua história em relação...

    45625  Palavras | 183  Páginas

  • Metodo do Paulo Freire

    Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Disciplina: Teorias da Educação II Professora: Leandra Acadêmica: Nara Rubia Pereira Milhomem Turma: B01 RESUMO DO LIVRO: O QUE É MÉTODO PAULO FREIRE Carlos Rodrigues Brandão POR QUÊ? PRA QUÊ? O livro foi escrito assim meio rápido então ele pede um pouco de calma porque ele esta muito bem feito da maneira que acha que deveria ter sido escrito. Ele começou a rascunhar livros durante a sua viagem ao nordeste que daria o seguimento de seu livro...

    4646  Palavras | 19  Páginas

  • A importância de Paulo Freire para a Educação

    FERNANDA XIMENES BORRALHO A CONTRIBUIÇÃO DE PAULO FREIRE PARA A EDUCAÇÃO BRASILEIRA FACULDADE DE PONTA PORÃ – FAP PONTA PORÃ – MS 2011 FERNANDA XIMENES BORRALHO . A CONTRIBUIÇÃO DE PAULO FREIRE PARA A EDUCAÇÃO BRASILEIRA FACULDADE DE PONTA PORÃ – FAP PONTA PORÃ – MS 2011 FICHA CATALOGRÁFICA ...

    11459  Palavras | 46  Páginas

  • Paulo Freire e seu Método de Alfabetização de Adultos

    Paulo Freire e seu método de alfabetização de adultos O que Freire fez de tão revolucionário para ser referência no mundo? imprimir Madalena Freire, filha de Paulo Freire, participa da alfabetização em Angicos/RN, em 1963 (Foto: divulgação) Há mais ou menos 50 anos, um brasileiro visionário criou um método de alfabetização de adultos que mais que ensiná-los a ler e escrever em 45 dias, resgatava neles a coragem, a vontade e a força para participarem do mundo de forma crítica e consciente. Esse...

    1907  Palavras | 8  Páginas

  • A importância da leitura e da escrita na vida dos alunos da educação de jovens e adultos do município de missal – pr

    EDUCAÇÃO BÁSICA, NA MODALIDADE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A IMPORTÂNCIA DA LEITURA E DA ESCRITA NA VIDA DOS ALUNOS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO MUNICÍPIO DE MISSAL – PR JOSIANI FILLWOCK SUZIN Orientadora: Profª Drª Maria Fatima Menegazzo Nicodem MEDIANEIRA - PR 2009 JOSIANI FILLWOCK SUZIN A IMPORTÂNCIA DA LEITURA E DA ESCRITA NA VIDA DOS ALUNOS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO MUNICÍPIO DE MISSAL – PR ...

    15250  Palavras | 61  Páginas

  • Projeto didático: a cultura popular inserida nas aulas de língua inglesa

    UNEB – UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DCHT–DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLOGIAS CAMPUS XXIII A Cultura Popular inserida nas aulas de Língua Inglesa Seabra 2009 UNEB – UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DCHT–DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLOGIAS CAMPUS XXIII Denise Miller Almeida A Cultura Popular inserida nas aulas de Língua Inglesa Projeto Didático apresentado como avaliação parcial da Disciplina Estágio I do curso de Letras com licenciatura para Língua...

    1937  Palavras | 8  Páginas

  • Dificuldade da leitura e escrita nas series inciciais do ensino fundamental

    JOANA SOUZA A IMPORTÂNCIA DA LEITURA E ESCRITA Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Pós-Graduação em Linguagens – Eadcon – como requisito parcial para obtenção o Grau de Especialista. TAGUATINGA – TO 2009 TERMO DE APROVAÇÃO JOANA SOUZA A IMPORTÂNCIA DA LEITURA E ESCRITA NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Pós-Graduação em Linguagens – Eadcon – como requisito parcial para obtenção o Grau de Especialista...

    12066  Palavras | 49  Páginas

  • Paulo Freire - Pedagogia do Oprimido (Contexto histórico da época, método, bases filósoficas)

    aborda a temática acerca de Paulo Freire e sua pedagogia, em particular, seus métodos pedagógicos de acordo com sua perspectiva contida em seu livro “Pedagogia do Oprimido”. Tendo como objetivo analisar, compreender e sintetizar a fundamentação da prática didática de Paulo Freire, o atual trabalho está estruturado em cinco tópicos. No primeiro tópico, Contexto Histórico, são apresentados os encadeamentos dos acontecimentos das épocas vivenciadas por Paulo Freire, bem como, os fatores determinantes...

    5808  Palavras | 24  Páginas

  • Paulo Freire e o Mobral

    O artigo presente tem como objetivo esclarecer a diferença entre duas propostas pedagógicas, Paulo Freire a do Mobral, isso porque na década de 70 quando foi implantado o Mobral muito comparavam suas propostas pedagógicas, veremos então que além das técnicas utilizadas nas propostas nada tem a ver uma com outra. Palavra Chave: Diferenças, pedagógicas, Paulo Freire, Mobral Introdução A trajetória histórica da educação de Jovens e Adultos no Brasil é fortemente...

    5278  Palavras | 22  Páginas

  • A pedagogia dialógica de paulo freire : um poderoso antídoto contra a violência da escola e na escola.

    A Pedagogia Dialógica de Paulo Freire : um poderoso antídoto contra a violência da escola e na escola. Reuber Gerbassi Scofano RESUMO O presente artigo tem por objetivo principal apontar elementos que expressem a atualidade das idéias de Paulo Freire especialmente de sua concepção dialógica. A partir de suas obras Educação com prática de liberdade, Pedagogia do oprimido, Pedagogia da Esperança e Pedagogia da autonomia procurei demonstrar...

    7883  Palavras | 32  Páginas

  • O método paulo freire de alfabetização: estratégia de representação social nos movimentos populares.

    O MÉTODO PAULO FREIRE DE ALFABETIZAÇÃO: ESTRATÉGIA DE REPRESENTAÇÃO SOCIAL NOS MOVIMENTOS POPULARES. KOZELSKI, Adriana Cristina. PUCPR adrianaccristo@yahoo.com.br Eixo Temático: Agencia Financiadora: não contou com financiamento Resumo O presente artigo é parte da dissertação de mestrado pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, que acompanha um aprofundamento sobre as bases do surgimento do método Paulo Freire a partir dos movimentos de base nos quais destaca suas características...

    5893  Palavras | 24  Páginas

  • EDUCAÇÃO BÁSICA E A RELAÇÃO ENTRE O ACESSO IGUALITÁRIO AO ENSINO E A QUESTÃO DA VALORIZAÇÃO CULTURAL NA EDUCAÇAO

    EDUCAÇÃO BÁSICA E A RELAÇÃO ENTRE O ACESSO IGUALITÁRIO AO ENSINO E A QUESTÃO DA VALORIZAÇÃO CULTURAL NA EDUCAÇAO RESUMO O estudo desenvolvido discute como está colocada a questão do acesso à educação nacional tomando como base a valorização cultural dos diversos sujeitos que compõem o cenário educacional. Esses elementos são importantes, no sentido de que o acesso democrático à educação deve basear-se não somente na matrícula escolar, mas em garantia de um ensino acolhedor e inclusivo, onde...

    7554  Palavras | 31  Páginas

  • Psicogênese da língua escrita

    UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO “LATO SENSU” PROJETO A VEZ DO MESTRE CONSTRUÇÃO DA LINGUAGEM ESCRITA: Processo de aquisição sob uma perspectiva psicopedagógica Por: Érika Cristina Caldas Barreto Orientador: Prof. Ms. Marco A. Larosa Rio de Janeiro 2004 2 uma perspectiva psicopedagógica Apresentação de monografia à ...

    7468  Palavras | 30  Páginas

  • Desenvolvendo habilidades: a prática da leitura e da escrita em sala de aula.

    reflexão sobre Desenvolvendo habilidades: a prática da leitura e da escrita em sala de aula, a partir da importância da leitura e da escrita realizada pelo aluno no ambiente escolar. Acredita-se que o processo de leitura e da escrita deve ser permanente, pois se entende que o processo de alfabetização das crianças através da leitura e escrita, condição esta fundamental a integração na vida social, oferece oportunidades de compreensão e respeito do universo da relação que influencia na construção da...

    8433  Palavras | 34  Páginas

  • Aprojeto leitura e escrita

    Universidade Federal de Leitura, escrita nas séries iniciais Cursista: 2012 SUMÁRIO 1 - Problema 2 - Justificativa 3 – Público alvo 4 – Objetivo geral 5 – Objetivo Específicos 6 - Embasamento Teórico 7 – Percurso Metodológico 8 – Sequencia didática 9 - Recursos 10 - Avaliação 11 – Cronograma de atividades 12 - Anexos 13 - Referências 1 - PROBLEMA Uma das maiores dificuldades das séries iniciais do Ensino Fundamental está na leitura e escrita dos discentes que por algum motivo...

    2596  Palavras | 11  Páginas

  • Tv paulo freire

    Paraná. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. Diretoria de Tecnologias Educacionais. P111 TV Paulo Freire / Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação. Diretoria de Tecnologias Educacionais. – Curitiba : SEED – Pr., 2010. - p. – (Cadernos temáticos) ISBN978-85-8015-022-3 1. Televisão educativa. 2. Televisão Paulo Freire. 3. Mídia. 4. Tecnologia educacional. 5. Educação-Paraná. I. Título. II. Série CDD370 CDU 37.018.8(816.2) SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO...

    10148  Palavras | 41  Páginas

  • “Educação, diversidade e pesquisa: processo de construção social dos sujeitos e a compreensão da multiculturalidade na escola”.

    ANA PAULA NASCIMENTO COUTO “Educação, diversidade e pesquisa: processo de construção social dos sujeitos e a compreensão da multiculturalidade na escola”. VILA VELHA 2011 FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA TELMA KNAIP TELLES MÍRIAM CLÉRIA DA SILVA ANA PAULA NASCIMENTO COUTO “EDUCAÇÃO, DIVERSIDADE E PESQUISA: processo de construção social dos sujeitos e a compreensão da multiculturalidade na escola”. Produção de Aprendizagem apresentada à UTA – Diversidade Cultural, no Curso...

    5659  Palavras | 23  Páginas

  • Carta de paulo freire

    C A RTA DE P AULO FREIRE AOS PROFESSORES Carta de Paulo Freire aos professores PAULO FREIRE Ensinar, aprender : leitura do mundo, leitura da palavra N ENHUM TEMA mais adequado para constituir-se em objeto desta primeira carta a quem ousa ensinar do que a significação crítica desse ato, assim como a significação igualmente crítica de aprender. É que não existe ensinar sem aprender e com isto eu quero dizer mais do que diria se dissesse que o ato de ensinar exige a existência...

    4614  Palavras | 19  Páginas

  • Colóqui de paulo freire

    Internacional Paulo Freire – Recife, 19 a 22 - setembro 2005. A FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A DIVERSIDADE NA PERSPECTIVA DE PAULO FREIRE Abigail Guedes Magalhães1 Anderson dos Santos Romualdo2 Maria Cristina Garcia Lima3 Regina Coeli Barbosa Pereira4 Sâmya Petrina Pessoa de Oliveira5 RESUMO A discussão sobre a formação de professores nos leva a refletir uma educação acessível a todos e que respeite as peculiaridades humanas, o que nos remete ao pensamento de Paulo Freire. Torna-se necessária...

    98949  Palavras | 396  Páginas

  • Os cardeais da cultura nacional

    01 OS CARDEAIS DA CULTURA NACIONAL O CONSELHO FEDERAL DE CULTURA NA DITADURA CIVIL-MILITAR (1967-1975) Tatyana de Amaral Maia 02 OS CARDEAIS DA CULTURA NACIONAL O CONSELHO FEDERAL DE CULTURA NA DITADURA CIVIL-MILITAR (1967-1975) 03 OS CARDEAIS DA CULTURA NACIONAL O CONSELHO FEDERAL DE CULTURA NA DITADURA CIVIL-MILITAR (1967-1975) Tatyana de Amaral Maia 04 OS CARDEAIS DA CULTURA NACIONAL O CONSELHO FEDERAL DE CULTURA NA DITADURA CIVIL-MILITAR (1967-1975) 05 Centro...

    83267  Palavras | 334  Páginas

  • Produzindo saberes mestiços: o círculo de cultura como possibilidade de interação entre a academia e a comunidade

    Produzindo saberes mestiços: o círculo de cultura como possibilidade de interação entre a academia e a comunidade Hercilene Maria E Silva Costa1 Introdução Ao analisar a relação escola/universidade, percebemos que historicamente a primeira tem se mantido isolada da segunda e esta, por sua vez em nome de uma pretensa neutralidade científica tem se revelado ensimesmada. É notório tanto o desconhecimento que a comunidade tem da realidade acadêmica, como a falta de contato dos universitários...

    5279  Palavras | 22  Páginas

  • TG LEITURA E ESCRITA 2

    LEITURA E ESCRITA: UMA PROPOSTA POSSIVEL NO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL NA ESCOLA MEST NO MUNICÍPIO DE MOCAJUBA. Rúbia Helena Bacha Procópio Profª. Orientadora: Sheila Cristina Benassuly Azevedo Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI Licenciatura em Pedagogia – Turma (PED 0567) – Trabalho de Graduação Data: 26/06/2015 RESUMO Este estudo discute a temática da Leitura e da Escrita, como uma proposta possível no 4º ano do Ensino fundamental para podermos entender o processo de aquisição...

    6551  Palavras | 27  Páginas

  • DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM NA LEITURA E ESCRITA

    APRENDIZAGEM NA LEITURA E ESCRITA Silva Silva Silva modelo@hotmail.com RESUMO: Esse artigo apresenta uma análise das dificuldades de aprendizagem na Leitura e Escrita dos alunos em séries iniciais do ensino fundamental. O estudo se pautou na abordagem qualitativa na realização das atividades, através da observação e entrevista com professores e alunos de uma Escola do Município de SP, que nos proporcionou compreender o processo de aprendizagem da leitura e escrita. Durante a pesquisa constatei...

    7891  Palavras | 32  Páginas

  • A narrativa como instrumento pedagógico e metodológico: a escrita de si

    uma reflexão sobre a escrita de si Eluza Silveira RESUMO Este texto emergiu de reflexões teórico-metodológicas de pesquisa de Mestrado em andamento na UNISINOS/RS e de experiência junto aos acadêmicos dos cursos de Graduação em Artes Visuais, Dança, Música e Teatro: licenciatura, da FUNDARTE/UERGS, no componente curricular Produção Textual e Estudo da Língua Portuguesa, no semestre 2007/1. Apresenta uma reflexão sobre a narrativa como instrumento no que se refere à escrita de si como processo...

    4300  Palavras | 18  Páginas

  • a escola de paulo freire

    INTRODUÇÃO Entendemos através desse trabalho sobre o diagnóstico da Escola de Paulo Freire, que .visamos analisar questionamentos sobre diversos temas de muitas repercussões nas escolas pelos nossos educadores. Os assuntos a serem abordados neste trabalho são as medidas necessárias para que o Processo de Inclusão se efetive na escola de Paulo Freire, qual deve ser a postura do professor que irá assumir a turma da Educação de Jovens e adultos, no que se...

    5038  Palavras | 21  Páginas

  • Leitura e escrita na prática docente

     INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PRESIDENTE KENNEDY NÚCLEO DE ESTUDOS, PESQUISA E EXTENSÃO EM EDUCAÇÃO. CURSO DE EXTENSÃO LEITURA E ESCRITA NA PRÁTICA DOCENTE ROSÃNGELA DA SILVA ÁLVARO FRANÇA NATAL/RN ...

    1443  Palavras | 6  Páginas

  • Escrita do ingles

    UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLOGIAS CAMPUS XXIII CURSO DE LETRAS COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA INGLESA E LITERATURAS FABRÍCIO ALMEIDA JAIRO PONTES As observações, farei em cor vermelha, ok? A AQUISIÇÃO DA ESCRITA NA LÍNGUA INGLESA DOS ALUNOS DA 3º SÉRIE DO ENSINO MÉDIO MATUTINO E NOTURNO DO C.E.S. (tamanho da fonte do título está diferente) - Os nomes dos componentes deste trabalho devem estar completos - tente colocar o título em apenas duas linhas... reavalie...

    3679  Palavras | 15  Páginas

  • 4001 15740 1 PB Cultura Corporal AFRO BRASILEIRA E INDIGENA

    Escolar e Não-Escolar: estratégias na constituição de saberes” 13 a 15 de Setembro de 2012 - FURG CULTURA CORPORAL AFRO-BRASILEIRA NA ESCOLA: RESISTÊNCIA E PERSPECTIVA DE ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO DO COLÉGIO DE APLICAÇÃO DA UFRGS Ivan Livindo de Senna Corrêa 1 Resumo: Este trabalho objetiva refletir sobre a cultura corporal afro-brasileira na escola e as vivências dos estudantes do Ensino Médio na cultura afro-brasileira. Para realizar a pesquisa, aplicou-se um questionário a 49 estudantes do Ensino...

    7501  Palavras | 31  Páginas

  • A LINGUÍSTICA NO ENTENDIMENTO E AQUISIÇÃO DO CÓDIGO DE LINGUAGEM ESCRITA

    UNIVERSIDADE BRAZ CUBAS LETRAS A LINGUÍSTICA NO ENTENDIMENTO E AQUISIÇÃO DO CÓDIGO DE LINGUAGEM ESCRITA DAVID JAMES LOUREIRO – RGM 328079 MOGI DAS CRUZES, SP 2013 DAVID JAMES LOUREIRO – RGM 328079 A LINGUÍSTICA NO ENTENDIMENTO E AQUISIÇÃO DO CÓDIGO DE LINGUAGEM ESCRITA Trabalho de Conclusão de Curso solicitado para avaliação final para obtenção do título de Licenciado em Letras. Prof.ª Ms. Marina Alvarenga...

    7092  Palavras | 29  Páginas

  • LEITURA E ESCRITA

    INTRODUÇÃO Formar leitores faz o processo de emancipação de um país, e o ato da leitura e da escrita conduz a um processo de aprender, de conhecer, de apreender novos significados que ajuda aos educandos a viverem com mais plenitude. Um dos primeiros passos nesse sentido é a oferta de uma educação que esteja próxima à realidade de cada educando, que suscite sugestões e ações significativas para a sua vida. Importante se faz a construção de relações de confiança entre professor e aluno, pois...

    11701  Palavras | 47  Páginas

  • Leitura e escrita na perspectiva das paisagens urbanas cametaenses

    LEITURA E ESCRITA NA PERSPECTIVA DAS PAISAGENS URBANAS CAMETAENSES Tayana Borges de Oliveira (UFPA) Orientadora: Profª Msc. Raquel Maria da Silva Costa (UFPA/Campus de Cametá) RESUMO Este é um trabalho de pesquisa sobre leitura e escrita na perspectiva das paisagens urbanas cametaenses que tem como objetivo proporcionar ao aluno e ao professor um novo pensar sobre o processo de leitura e escrita no o ensino de Língua Portuguesa, tratando de aperfeiçoar, aprimorar a leitura e a escrita dentro e...

    9096  Palavras | 37  Páginas

  • Estudo sobre os reflexos do pensamento pedagogico de paulo freire no ensino fundamental i

    PEDAGOGIA HABILITAÇÃO ESCOLA/EMPRESA CLEOPATRA BARBOSA DE JESUS ESTUDO SOBRE OS REFLEXOS DO PENSAMENTO PEDAGOGICO DE PAULO FREIRE NO ENSINO FUNDAMENTAL I CAMAÇARI, BA 2009 CLEOPATRA BARBOSA DE JESUS ESTUDO SOBRE OS REFLEXOS DO PENSAMENTO PEDAGOGICO DE PAULO FREIRE NO ENSINO FUNDAMENTAL I Esta monografia atende as exigências da Faculdade Metropolitana de Camaçari – FAMEC, como requisito final para obtenção...

    17843  Palavras | 72  Páginas

  • A GESTÃO ESCOLAR E O DESENVOLVIMENTO DA COMPETÊNCIA DA LEITURA E ESCRITA NO ENSINO FUNDAMENTAL

    consumo e o trabalho. Muito embora a comunicação não se restrinja apenas á escrita, a linguagem oral traduzida no falar e escutar, para muitos ainda predomina, devido à deficiência do conhecimento sistemático da linguagem por boa parte de população. A linguagem escrita (o ler e o escrever) muito tempo foi tida como privilégio de poucos. Hoje devido às facilidades de acesso á uma instituição escolar esse problema da linguagem escrita está mais ameno. A decodificação das letras já atingiu uma grande parcela...

    6944  Palavras | 28  Páginas

  • As aulas de pesquisa e prática profissional – a aula, história, geografia e arte no ensino fundamental i: espaços para a construção de diálogos interculturais e compreensão do contexto escolar

    ENSINO FUNDAMENTAL I: ESPAÇOS PARA A CONSTRUÇÃO DE DIÁLOGOS INTERCULTURAIS E COMPREENSÃO DO CONTEXTO ESCOLAR Entende-se o conceito de intercultural como uma troca de relações culturais entre as nações, ou seja, no ato de comunicar entre os sujeitos com contextos culturais e linguísticos diferentes, mediante os quais é possível um processo que pressupõe relações, interações, trocas e diálogo no que diz respeito às culturas e valores de um povo. Um trabalho intercultural pode ajudar a conscientização...

    3601  Palavras | 15  Páginas

  • Dificuldade de leitura e escrita:

    DIFICULDADE DE LEITURA E ESCRITA: UM DESAFIO PARA OS PROFESSORES DAS SÉRIES INICIAIS RESUMO O presente artigo intitulado Dificuldades de leitura e escrita: um desafio para os professores das séries iniciais, tem como objetivo central a compreensão dos docentes, sobre as dificuldades de aprendizagem de leituras dos alunos, buscando identificar estratégias utilizadas pelos docentes como forma de superação das dificuldades de aprendizagem. Para tanto, partimos do eixo teórico a fim de...

    5152  Palavras | 21  Páginas

  • Resenha do livro : “pedagogia da esperança. um reencontro com a pedagogia do oprimido”.freire, paulo (1992). pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. rio de janeiro: paz e terra, 245 p.

    PAULO FREIRE PEDAGOGIA DA ESPERANÇA Um Reecontro com a Pedagogia do Oprimido Notas de Ana Maria Araújo Freire PAZ E TERRA ©Paulo Freire Preparação: Ana Maria O. M. Barbosa Revisão: Celso Donizete Cruz e Sandra Rodrigues Garcia Capa: Isabel Carbalho Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Freire, Paulo, 1921 – Pedagogia da Esperança: Um reencontro com a Pedagogia do Oprimido / Paulo Freire. – Notas: Ana Maria Araújo Freire Rio de Janeiro:...

    80524  Palavras | 323  Páginas

tracking img