Como Explicar Que Na Moral Convivem Polos Apostos Como O Dever A Obrigação E A Liberdade artigos e trabalhos de pesquisa

  • Monografia Dano Moral

    UNIVERSIDADE XXX FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO QUANTIFICAÇÃO INDENIZATÓRIA EM DANO MORAL ORIUNDO DE ACIDENTE AUTOMOBILÍSTICO COM VÍTIMA FATAL SÃO PAULO 2002 QUANTIFICAÇÃO INDENIZATÓRIA EM DANO MORAL ORIUNDO DE ACIDENTE AUTOMOBILÍSTICO COM VÍTIMA FATAL Monografia apresentada à banca examinadora do Curso de Direito da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade XXX, como exigência parcial para obtenção do grau de bacharel em Direito...

    7179  Palavras | 29  Páginas

  • Analise do filme- um sonho de liberdade

    SUMÁRIO Introdução.....................................................................................................................05 1. O que é Liberdade?.....................................................................................................06 2 .Visões Filosóficas 3. Immanuel Kant............................................................................................................07 3.1 Comentário Critico..............................................................

    2888  Palavras | 12  Páginas

  • Açao de indenização por danos materiais e morais

    presença de V. Exa., propor, com fulcro nos arts. 5º, X c/c 37, § 6º da Constituição Federal de 1988, art. 186 do Código Civil, 927 do Código de Processo Civil e 2º e segs. da Lei Federal N.º 1.060/50, a presente AÇÃO DE INDENIZAÇÃO DE DANOS MATERIAIS E MORAIS contra o RENATA PIMENTEL DANTAS, brasileira, solteira, CPF, RG, residente e domiciliada nesta cidade, no conjunto Cidade Nova 5, WE 61, nº792, bairro do Coqueiro, CEP 67143-030 município de Ananindeua, e ZELMARCY PIMENTEL DANTAS, brasileiro, de acordo...

    4903  Palavras | 20  Páginas

  • etica e liberdade

    INTRODUÇAO Capitulo 1 Conceito de Ética _______________________________________________________4 Capitulo 2 Conceito de Liberdade ___________________________________________________5 Capitulo 3 Ética e Moral __________________________________________________________6 Capitulo 4 Ética e Razão __________________________________________________________7 Capitulo 5 Liberdade e Razão ______________________________________________________8 Capitulo 6 Ética no Meio Ambiente _________________________________________________9 ...

    5315  Palavras | 22  Páginas

  • Moral e ética

    questão do direito, não como peça formal de um judiciário, mas como um parâmetro de liberdade que todos tem, tal fato que a limitação humana aceita alguns conceitos de certo, e para as demais a repreensão e reprovação do que está errado. Dentro destes conceitos, a liberdade individual aparece como uma limitação inconsciente, ao considerar que as pessoas ultrapassam o seu nível de liberdade em detrimento das liberdades alheias, pois a Autoridade Maior de tudo dotou cada ser humano do aprendizado para...

    10965  Palavras | 44  Páginas

  • pais e filhos direitos e deveres

    DIREITO PAIS E FILHOS: DIREITOS E DEVERES MABEL ELIS BUNDER DE NEGREIROS Itajaí, outubro de 2010. UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ- UNIVALI CENTRO DE CIENCIAS SOCIAIS E JURÍDICAS- CEJURPS CURSO DE DIREITO PAIS E FILHOS: DIREITOS E DEVERES MABEL ELIS BUNDER DE NEGREIROS ...

    22815  Palavras | 92  Páginas

  • Moral e Ética

    [Digite o nome da empresa] FACULDADE PITÁGORAS CAMPUS MACEIÓ ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE CURSO: ENGENHARIAS TEXTOS: UNIDADE: FORMAÇÃO DA MORAL OCIDENTAL DOCENTE: Amélia Florêncio 2014.1 TEXTO 01 Debates Clássicos da Filosofia: Determinismo X Liberdade Andre Luiz Souza Coelho Em nossa vida cotidiana costumamos nos ver como agentes livres e responsáveis. Fazemos certas escolhas e realizamos certas ações, mas estamos certos de que, se tivéssemos querido, poderíamos ter escolhido...

    8995  Palavras | 36  Páginas

  • A intervenção do poder de família no direito de liberdade do adolescente

    PODER DE FAMÍLIA NO DIREITO DE LIBERDADE DO ADOLESCENTE. CRICIÚMA 2012 2 ANA CLÉIA MAZZUCCO A INTERVENÇÃO DO PODER DE FAMÍLIA NO DIREITO DE LIBERDADE DO ADOLESCENTE. Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado para obtenção do grau de conclusão no Curso de Direito da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC. Orientador: Prof. Marcos Vinícius Almada. CRICIÚMA 2012 3 ANA CLÉIA MAZZUCO A INTERVENÇÃO DO PODER DE FAMÍLIA NO DIREITO DE LIBERDADE DO ADOLESCENTE. Trabalho...

    23178  Palavras | 93  Páginas

  • trabalho de filosofia

    não é contraditório afirmar que a moral autêntica supõe a aceitação livre das normas, ao mesmo tempo. #2- Explique está afirmação: O ser humano,diferentemente do animal,é capaz de produzir interdições. . O ser humano produz leis, proibições para se protegerem, coisas que o animal não precisa. #3-porque nao é contraditorio afirmar que a moral autentica supõe a aceitação livre das normas,ao mesmo tempo que a moral tem um caráter historico e social ? A moral nos faz seguir normas, regras sem...

    656  Palavras | 3  Páginas

  • politica

    ética e a política não se misturam, pois atuam em campos diferentes. A política se refere a um todo, enquanto a ética se refere a uma ação individual. A justiça por sua vez se estende a todos, permitindo que os indivíduos tenham uma melhor formação moral. 4. O que significa dizer que “a não indiferença é a essência do valor”? Algo tem valor quando não nos deixa indiferentes, ou seja, quando nos provoca algum sentimento, que pode ser de atração ou de repulsa. 5. Explique esta afirmação: O ser...

    670  Palavras | 3  Páginas

  • ainda duvida

    que a moral autêntica supõe a aceitação livre das normas, ao mesmo tempo que a moral tem um caráter histórico e social ? R.=> Como seguir as regras se quando nascemos elas já existem? Somos livres porque podemos escolher se vamos ou não segui-las. A moral nos faz seguir normas, regras sem ao menos conhecê-las, pois quando nos preocupamos uns com os outros somos cuidadosos, fazemos que haja um bem estar comum. 4) Como explicar que na moral convivem pólos opostos como o dever (a obrigação) e a...

    742  Palavras | 3  Páginas

  • Da Repara O Por Dano Moral

     Da reparação por danos morais no caso de abandono afetivo Publicado por Newton Santos - 8 meses atrás Resumo A monografia teve como objetivo geral descrever sobre a possibilidade de pagamento de indenização por danos morais em caso de abandono afetivo dos pais para com os filhos. Destacou-se também os novos entendimentos sobre a família e o afeto nas relações familiares decorrentes das alterações trazidas no Código Civil de 2002. O tema se justifica pois é fato que a sociedade e toda a...

    8313  Palavras | 34  Páginas

  • Ética

    que não é contraditório afirmar que a moral autêntica supõe a aceitação livre das normas ao mesmo tempo que a moral tem um caráter histórico e social? A moral limita as ações do ser humano, não permitindo que ele se perca em seu desvarios, nas ambições que destroem o ser humano. 4- Como explicar que na moral convivem polos opostos com o dever (a obrigação) e a liberdade? O ato moral nos dá o direito de escolha . Com isso se dá a obrigaçao e a liberdade e outros entendimentos, por ter esse...

    851  Palavras | 4  Páginas

  • Entre o bem e o mal

    que a moral autêntica supõe a aceitação livre das normas, ao mesmo tempo que a moral tem um caráter histórico e social? 4) Como explicar que na moral convivem pólos opostos como o dever (a obrigação) e a liberdade? 5) Mesmo considerando a tolerância um valor máximo da convivência humana, qual é a dificuldade em aceitar a moral de grupos como máfia, klu-klux-klan ou neonazista? 6) Durante a ditadura militar no Brasil, vários filmes foram censurados por serem considerados atentatórios à moral (como...

    536  Palavras | 3  Páginas

  • Ação de Indenização por Danos Morais e Materias

    Cidade/Estado, onde recebe intimações e/ou notificações (artigo 39, I do CPC), vem, respeitosamente à presença de V. Exª, com fulcro na Lei 9099/1995 e na Lei 8078/1990 (Código de Defesa do Consumidor), propor AÇÃO REPARATÓRIA DE DANOS MATERIAIS E MORAIS, em face de TAM Linhas Aéreas S.A, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n.º ….., com sede na Av. , nº, Bairro:, CEP, Cidade/Estado, em razão dos fatos e dos fundamentos jurídicos a seguir expendidos: DOS FATOS No dia...

    3797  Palavras | 16  Páginas

  • Filosofando

    oportunidade de construir uma família. Mas seria mesmo necessário realizar esse processo para se ter uma família, quando se tem crianças nas ruas e orfanatos? 2) O sentimento de intolerância ou de vergonha indica que participamos de uma comunidade moral. Dê um exemplo e explique por que. Ultimamente temos nos deparados com muitos casos de corrupção no poder publico, o que nos causa indignação, pois sabemos que estamos sendo lesados por políticos corruptos que estão quebrando as regras da sociedade...

    810  Palavras | 4  Páginas

  • O assédio moral

    por escopo abordar, de forma sucinta, o assédio moral no ambiente de trabalho e a responsabilidade civil que dele emerge. Trata-se de um tema que vem ganhando cada vez mais destaque nos dias atuais, sendo bastante discutido na seara do Direito do Trabalho. Apesar da comunidade jurídica ainda não explorar o assunto em sua totalidade, outras ciências como a psicologia, medicina e sociologia do trabalho, já debatem o tema há muito tempo. O assédio moral é uma prática antiga de exposição do trabalhador...

    11488  Palavras | 46  Páginas

  • trabalho

    -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 2- O sentimento de indignação ou de vergonha indica que participamos de uma comunidade moral. Dê um exemplo e explique por quê. ----------------------------------------------------...

    712  Palavras | 3  Páginas

  • Exercícios

    produzir interdições. Resposta:  3) Por que não é contraditório afirmar que a moral autêntica supõe a aceitação livre das normas, ao mesmo tempo que a moral tem um caráter histórico e social ? Resposta:  4) Como explicar que na moral convivem polos opostos como o dever (a obrigação) e a liberdade? Resposta:  5) Mesmo considerando a tolerância um valor máximo da convivência humana, qual é a dificuldade em aceitar a moral de grupos como Máfia, Klu-Klux-Klan ou neonazista ? Resposta:  6) Durante...

    566  Palavras | 3  Páginas

  • RESPONSABILIDADE CIVIL: DEVER DE INDENIZAR POR OFENSA À LIBERDADE PESSOAL

    CIVIL: DEVER DE INDENIZAR POR OFENSA À LIBERDADE PESSOAL1 Murilo Girotto Franqui Rocha2 Cézar Henrique Tobal da Silva3 Resumo: A responsabilidade civil é um tema que abrange uma diversa área dentro do direito. Este artigo pretende explicitar sobre como é aferida essa responsabilidade e também as suas conseqüências. Busca mostrar conceitos doutrinários em consonância com os diplomas legais e, de forma específica, quando é atribuído o dever de indenizar nos casos da ofensa à liberdade pessoal...

    2639  Palavras | 11  Páginas

  • Liberdade de pensamento

    . LIBERDADE DE PENSAMENTO A liberdade de pensamento prevê o direito de exprimir, através de qualquer meio, o intelecto humano, isto é, trata-se da possibilidade/direito de exteriorização ou não[1] do pensamento, sem qualquer restrição[2], caracterizando a “liberdade de o indivíduo adotar a atitude intelectual de sua escolha: quer um pensamento íntimo, quer seja a tomada de posição pública; liberdade de dizer o que se crê verdadeiro”.[3] Essa preocupação com a exteriorização do pensamente foi tratada...

    6489  Palavras | 26  Páginas

  • Trabalho de filosofia

    produzir interdições. Resposta: 3) Por que não é contraditório afirmar que a moral autêntica supõe a aceitação livre das normas, ao mesmo tempo que a moral tem um caráter histórico e social ? Resposta: 4) Como explicar que na moral convivem polos opostos como o dever (a obrigação) e a liberdade? Resposta: 5) Mesmo considerando a tolerância um valor máximo da convivência humana, qual é a dificuldade em aceitar a moral de grupos como Máfia, Klu-Klux-Klan ou neonazista ? Resposta: 6) Durante a...

    584  Palavras | 3  Páginas

  • Liberdade X Determinismo

    Liberdade x Determinismo Quando falamos em liberdade, tratamos de um conceito muito próximo a todos nós. Até que ponto somos livres para escolhermos nossos atos? Ou, até que ponto nossos atos são determinados por nossa sociedade? Talvez façamos este tipo de pergunta várias vezes que lemos um jornal ou assistimos TV e, acredite, são grande questões filosóficas. O que vêm à sua cabeça quando você pensa em liberdade? Liberdade é poder ir e vir sem impedimento; É poder escolher o que eu quero; ...

    4402  Palavras | 18  Páginas

  • Rousseau e a moral do coração

    Ética ou filosofia moral Toda cultura e cada sociedade institui uma moral, válida para todos os seus membros. Cultura e sociedade fortemente hierarquizadas e com diferenças de castas ou de classes muito profundas podem até mesmo possui várias morais. Os costumes são anteriores ao nosso nascimento e formam o tecido da sociedade em que vivemos, de modo que acabam sendo considerados inquestionáveis e as sociedades tendem a tomá-los como fatos naturais existentes por se mesmos. Etimologia...

    1364  Palavras | 6  Páginas

  • Etica a filosofia moral

    ÉTICA OU FILOSOFIA MORAL Toda cultura e cada sociedade institui uma moral, isto é, valores concernentes ao bem e ao mal. Culturas e sociedades fortemente hierarquizadas e com diferenças de castas ou de classes muito profundas podem até mesmo possuir várias morais, cada uma delas referida aos valores de uma casta ou de uma classe social. No entanto, a simples existência da moral não significa a presença explícita de uma ética, entendida como filosofia moral, isto é, uma reflexão que discuta...

    2004  Palavras | 9  Páginas

  • O Dano Moral na Justiça do Trabalho

    O DANO MORAL NA JUSTIÇA DO TRABALHO LARA SOUZA CALDEIRA MARTINS Presidente Prudente/SP 2005 1 FACULDADES INTEGRADAS “ANTÔNIO EUFRÁSIO DE TOLEDO” FACULDADE DE DIREITO DE PRESIDENTE PRUDENTE O DANO MORAL NA JUSTIÇA DO TRABALHO LARA SOUZA CALDEIRA MARTINS Monografia apresentada como requisito parcial de Conclusão de Curso para obtenção do Grau de Bacharel em Direito, sob orientação do Prof. Moacir Alves Martins. Presidente Prudente/SP 2005 2 O DANO MORAL NA JUSTIÇA...

    17349  Palavras | 70  Páginas

  • O Assédio Moral em face do Servidor Público

    BARBOZA PINHEIRO O ASSÉDIO MORAL EM FACE DO SERVIDOR PÚBLICO: DEFINIÇÕES, PREVENÇÃO E COMBATE PORTO VELHO 2010 RODRIGO AUGUSTO BARBOZA PINHEIRO O ASSÉDIO MORAL EM FACE DO SERVIDOR PÚBLICO: DEFINIÇÕES, PREVENÇÃO E COMBATE Monografia jurídica apresentada ao Curso de Direito da Faculdade São Lucas, para obtenção do título de Bacharel em Direito, sob orientação do Professor Mestrando Aurimar Lacouth da Silva. PORTO VELHO 2010 RODRIGO AUGUSTO BARBOZA PINHEIRO O ASSÉDIO MORAL EM FACE DO SERVIDOR PÚBLICO:...

    23065  Palavras | 93  Páginas

  • Introdução a filosofia moral

    Introdução à Filosofia Moral 1.Os valores: Diante de pessoas e coisas, estamos constantemente fazendo avaliações:"Esta caneta é ruim, pois falha muito", "Esta moça é atraente", "Acho que João agiu mal não ajudando você", "Prefiro comprar este, que é mais barato" .Essas afirmações se referem a juízos de realidade, quando partimos do fato de que a caneta e a moça existem, mas a juízos de valor, quando lhes atribuímos uma qualidade que se referem à utilidade, a beleza, ao bem e ao mal, ao aspecto...

    3209  Palavras | 13  Páginas

  • DESCONSIDERAÇÃO DA PESSOA JURÍDICA: UMA VIABILIZAÇÃO AO CUMPRIMENTO DA OBRIGAÇÃO IMPOSTA A PESSOA JURÍDICA EM CONSEQUÊNCIA DE ATOS PRATICADOS PELOS SEUS REPRESENTANTES

    TIRADENTES ALISSON ALMEIDA DOS SANTOS DESCONSIDERAÇÃO DA PESSOA JURÍDICA: UMA VIABILIZAÇÃO AO CUMPRIMENTO DA OBRIGAÇÃO IMPOSTA A PESSOA JURÍDICA EM CONSEQUÊNCIA DE ATOS PRATICADOS PELOS SEUS REPRESENTANTES ARACAJU 2010 UNIVERSIDADE TIRADENTES ALISSON ALMEIDA DOS SANTOS DESCONSIDERAÇÃO DA PESSOA JURÍDICA: UMA VIABILIZAÇÃO AO CUMPRIMENTO DA OBRIGAÇÃO IMPOSTA A PESSOA JURÍDICA EM CONSEQUÊNCIA DE ATOS PRATICADOS PELOS SEUS REPRESENTANTES Monografia apresentada...

    15928  Palavras | 64  Páginas

  • Natureza Humana e Dever - Ética

    Natureza humana e dever O cristianismo introduz a idéia do dever para resolver um problema ético, qual seja, oferecer um caminho seguro para nossa vontade, que, sendo livre, mas fraca, sente-se dividida entre o bem e o mal. No entanto, essa idéia cria um problema novo. Se o sujeito moral é aquele que encontra em sua consciência (vontade,razão, coração) as normas da conduta virtuosa, submetendo-se apenas ao bem, jamais submetendo-se a poderes externos à consciência, como falar em comportamento...

    1476  Palavras | 6  Páginas

  • O ser político: Valores morais e éticos

    INTRODUÇÃO Este trabalho busca apresentar uma pesquisa alvejando a visão dos adolescentes residentes no município de Rondonópolis em relação a ética, moral e politica. Portanto, a pesquisa será feita através de questionários que serão aplicados em 300 adolescentes. Sabemos que falar sobre relação aos seres políticos, seus valores morais e éticos, são temas extremamente importante, independente do lugar. A intenção deste trabalho é compreender a visão dos adolescentes abordando esse tema, buscando...

    5222  Palavras | 21  Páginas

  • Dano moral em razão de abandono afetivo

    (48) 9935-3090 1 OBJETO 2.6 Tema: Direito Civil. Direito de Família. Indenização. Abandono afetivo 2.7 Delimitação do tema: A indenização por abandono afetivo dos pais 2.8 Problema É relevante a reparação por dano moral nas relações de filiações em que se verifica a ação, conduta e comportamento dos pais na falta do exercício do poder familiar? As causas e os motivos do abandono e de não reparar o filho possuem pressupostos essenciais para tal indenização como caráter...

    3246  Palavras | 13  Páginas

  • Ética e Moral

    COLÉGIO SOCIAL MADRE CLÉLIA FILOSOFIA: ÉTICA E MORAL CURITIBA 2012 GIORDANA DOMACHOWSKI GUSTAVO NELSON GAWLAK PEREIRA JENIFER MONTEIRO DA CRUZ KARINY NENEMANN MAKSINE MARTINOWSKI PATRICK DE ALMEIDA MACHADO FILOSOFIA ÉTICA E MORAL Trabalho apresentado à disciplina de Filosofia do 3º ano do Colégio Social Madre Clélia Prof. Danilo CURITIBA 2012 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...........................................

    1825  Palavras | 8  Páginas

  • ENTRE O BEM E O MAL

    que a moral autentica supõe a aceitação livre das normas,ao mesmo tempo que a moral tem um caráter historico e social ? A moral nos faz seguir normas, regras sem ao menos conhecê-las, pois quando nos preoculpamos uns com os outros somos cuidadosos, fazemos que haja um bem estar comum, e isso que de alguma forma acontece durante toda a história quando o homem busca pelo bem estar de todos. 4. como explicar que na moral convivem polos opostos como o dever(a obrigação) e a liberdade ? A moral faz com...

    1255  Palavras | 6  Páginas

  • Filosofia e Moral

    2° não, a moral é o conjunto de costumes que determina o valor de cada individuo. A moral é a cultura de um povo e é por isso que se encaixa na moral, já que se entende por mito, narrativas utilizadas pelos povos antigos para explicar fatos da realidade e fenômenos da natureza que não eram compreendidos por eles. Os mitos se utilizam de muita simbologia, personagens sobrenaturais, deuses e heróis. Todos esses componentes são misturado a fatos reais características humanas e pessoas que realmente...

    1017  Palavras | 5  Páginas

  • O ato moral

    - O ato moral Estrutura do ato moral A instauração do mundo moral exige do homem a consciência crítica, que chamamos de consciência moral. Trata-se do conjunto de exigências e das prescrições que reconhecemos como válidas para orientar a nossa escolha; é a consciência que discerne o valor moral dos nossos atos. O ato moral é portanto constituído de dois aspectos: o normativo e o fatual. O normativo são as normas ou regras de ação e os imperativos que enunciam o "dever ser". O fatual são os atos...

    1319  Palavras | 6  Páginas

  • A QUESTÃO DA MORAL NA OBRA DE JEAN PIAGET

    A questão da moral na obra de Jean Piaget Freitas,Lia A moral da obra de Jean Piaget: um projeto inacabado / Lia Freitas.- São Paulo Cortez, 2003. 2.1 O plano de pesquisa do jovem de Piaget Na introdução, lembramos que o projeto piagetiano de construir uma teoria do conhecimento alicerçada na biologia datada de sua adolescência. Contudo, ele aspirava, além disso, estabelecer uma teoria sobre a moral, e esse plano é também de sua juventude. No período entre setembro de 1916 e janeiro de 1917...

    5944  Palavras | 24  Páginas

  • Prisão ilegal: a responsabilidade civil do estado e o decorrente dever de indenizar

    NOROESTE DE MINAS – FINOM FABIANO MARQUES DA SILVA SANTOS PRISÃO ILEGAL: A responsabilidade civil do Estado e o decorrente dever de indenizar Paracatu 2012 FABIANO MARQUES DA SILVA SANTOS PRISÃO ILEGAL: A responsabilidade civil do Estado e o decorrente dever de indenizar Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Faculdade do Noroeste de Minas – FINOM, para obtenção...

    11291  Palavras | 46  Páginas

  • filosofia

    exemplo simples e concreto, uma família pautada nos princípios e valores morais, criada com afinco num regime de respeito e regras. Dentre eles, então surge a "ovelha negra" uma das filhas, se torna, garota de programa, sua família se sente envergonhada, e pena. Por ter deitado, todo o seu potencial sobre a mesma, e ela foi esvaída de sua educação familiar, sendo induzida por luxurias e futilidades, tendo seus valores morais (mensurados pela família) deturpados. 3- Qual é a relação entre política...

    2083  Palavras | 9  Páginas

  • Liberdade de Imprensa e Direito à Imagem: estudo acerca de conflitos de direitos fundamentais

    LIBERDADE DE IMPRENSA E DIREITO À IMAGEM: UM ESTUDO ACERCA DE CONFLITOS DE DIREITOS FUNDAMENTAIS. RESUMO Os Direitos Fundamentais preconizam os requisitos básicos da vida em sociedade, sendo uma importante conquista da manutenção da vida em comunidade. Indagações acerca da efetiva garantia destes direitos, para que o Estado consiga efetivamente mantê-los acessíveis, são de certa forma, de difícil resposta, tendo em vista a característica de subjetividade que está intrínseca...

    10406  Palavras | 42  Páginas

  • Filosofia

    animal, é capaz de produzir interdições. 3)_ Por que não é contraditório afirmar que a moral autentica supõe a aceitação livre das normas, ao mesmo tempo que a moral tem um caráter histórico e social? 4)_ Como explicar que na moral convivem pólos opostos como o dever (a obrigação) e a liberdade? 5)_ Mesmo considerando a tolerância um valor maximo da convivência humana, qual é a dificuldade em aceitar a moral de grupos como Máfia, Klu-klux-klan ou neonazistas? 6)_ Durante a ditadura militar...

    1645  Palavras | 7  Páginas

  • A CONSTRUÇÃO DA MORAL DA CRIANÇA DE ACORDO COM PIAGET, DURKHEIM E FAUCONNET.

    CONSTRUÇÃO DA MORAL DA CRIANÇA DE ACORDO COM PIAGET, DURKHEIM E FAUCONNET. Na construção de sua obra Piaget se interessou em compreender o desenvolvimento cognitivo em várias fases, e dentro desta perspectiva teórica este se preocupou em estudar a moral da criança, e como esta é formada, se indagando como as crianças lidam com as regras de jogo ou sociais, e o que se pode esperar de cada idade do desenvolvimento humano no que diz respeito às relações da criança com os aspectos da justiça e da moral. Piaget...

    7430  Palavras | 30  Páginas

  • RESUMO Chaui Filosofia Moral E Liberdade 5 E 6

    de Psicologia MANUELA GIL PARIZOTTO RESUMO MARILENA CHAUI – A FILOSOFIA MORAL E A LIBERDADE. Trabalho apresentado como requisito como parte da avaliação do 1º bimestre da disciplina de Ética Profissional e Bioética do Curso de Psicologia da Faculdade Metropolitana de Maringá. Profa Eliane da Costa Lima 2014 Maringá – PR 1 A FILOSOFIA MORAL Neste capítulo a autora traz a discussão da ética e da filosofia moral, através de diversos conceitos já descrevidos do assunto. O primeiro deles...

    3072  Palavras | 13  Páginas

  • Introdução a moral

    Introdução à moral "A verdadeira moral zomba da moral." (Pascal) 1. Introdução Quando olhamos as pessoas e as coisas, estamos constantemente fazendo juízos de valor. Esta caneta é ruim, pois falha muito. Esta moça é atraente. Este vaso pode não ser bonito, mas foi presente de uma pessoa que estimo bastante; por isso, cuidado para não quebrá-lo! Gosto tanto de dia chuvoso, quando não preciso sair de casa! Acho que João agiu mal não ajudando você. Isso significa que fazemos juízos de realidade...

    3643  Palavras | 15  Páginas

  • Filosofia Moral

    filosofia moral Moral – Ética Introdução •Toda cultura e cada sociedade institui uma moral, válida para todos os seus membros. Culturas e sociedades fortemente hierarquizadas e com diferenças de classes podem até mesmo possuir várias morais. •No entanto, a simples existência da moral não significa a presença explícita de uma ética, entendida como filosofia moral, isto é, uma reflexão que discute, problematize e interprete o significado dos valores morais. Ética ou filosofia moral •Os...

    3467  Palavras | 14  Páginas

  • Moral e direito

    processo de interação”. É um conjunto de indivíduos que partilham uma cultura e que interagem entre si para formar uma comunidade. As formas de interação social são ações que acontecem entre vários grupos ou individualmente, são fatores que procuram explicar o modo como pessoas ou grupos interagem na sociedade. Alguns desses processos são: * Cooperação: as pessoas estão movidas por um mesmo objetivo e valor, por isso conjugam seus esforços. A interação se mostra direta e positiva. * Competição:...

    1977  Palavras | 8  Páginas

  • Dano Moral e sua Reparacao

    DANO MORAL E SUA REPARAÇÃO Autor: LUIS EDUARDO ORTOLAN Orientador: PROF. DR. JOÃO MIGUEL DA LUZ RIVERO RESUMO O presente trabalho monográfico visa analisar a reparação do dano moral através da fixação do quantum indenizatório, em nossa doutrina e legislação. A imagem de que o dano é somente o menoscabo a um bem, implica em estabelecer um conceito demasiadamente amplo e geral, quase transcendente. Dessa forma, temos que relacionar esse menosprezo com as regras de Direito para conseguir...

    22881  Palavras | 92  Páginas

  • dano moral e sua reparação

    UNIVERSIDADE METODISTA DE PIRACICABA FACULDADE DE DIREITO LUIS EDUARDO ORTOLAN DANO MORAL E SUA REPARAÇÃO PIRACICABA-SP 2013 LUIS EDUARDO ORTOLAN DANO MORAL E SUA REPARAÇÃO Monografia apresentada à Banca Examinadora do Curso de Direito da Faculdade de Direito da Unimep, como requisito parcial para obtenção do título de Bacharel em Ciências Jurídicas, sob a orientação do Prof. Dr. João Miguel...

    22882  Palavras | 92  Páginas

  • modelo de ação de obrigação de fazer

    de mandato anexo), a qual receberá as intimações e/ou outras comunicações processuais no endereço abaixo assinado (art. 39, I, CPC), vem mui respeitosamente, perante esse juízo propor AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER COM TUTELA ANTECIPADA C/C DANOS MORAIS em face de: UNOPAR – UNIVERSALIDADE NORTE DO PARANÁ, (polo Gravatá/PE) pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ 75.234.583/0001-14, com sede na AV. Governador Agamenon Magalhães, nº 125, Centro, CEP: 55.642-210 - Gravatá/PE, pelos fatos e...

    2203  Palavras | 9  Páginas

  • Sujeito e Liberdade

    Sujeito e Liberdade na Filosofia Moderna Alemã Projeto PROCAD PUCRS - UFC “Sujeito e Liberdade na Filosofia Moderna Alemã” CAPES - Brasil Konrad Utz, Agemir Bavaresco e Paulo Roberto Konzen (Organizadores) Evangraf Porto Alegre 2012 © Evangraf, 2012 CAPA Rodrigo Valls – Paulo Roberto Konzen REVISÃO DE TEXTO Autores EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Paulo Roberto Konzen Editora Evangraf Rua Waldomiro Schapke 77 - Partenon 91530-390 - Porto Alegre, RS Fone: (51) 3336.2466 Site: www...

    193970  Palavras | 776  Páginas

  • Responsabilidade moral

    Impossibilidade da responsabilidade moral http://www.revistameioemidia.com.br/revistamm.qps/ O filósofo Galen Strawson argumenta contra a possibilidade da responsabilidade moral da seguinte maneira: Nenhum indivíduo pode ser causa de si mesmo. Para ser verdadeiramente responsável pelas suas próprias acções, o indivíduo teria que ser causa de si mesmo ao menos em certos aspectos mentais cruciais. Logo nenhum indivíduo pode ser moralmente responsável. O raciocínio de G. Strawson vai na seguinte...

    10942  Palavras | 44  Páginas

  • Advogado no Polo Passivo

    do Rio de Janeiro – UNIVERCIDADE Univercidade – Ipanema Escola de Ciências Jurídicas do Centro Universitário da Cidade Advogado no Pólo Passivo Frederico Brandão Souza Lima Orientador: Prof. Ricardo Beserra da Rosa Oiticica Rio de Janeiro 2014 Frederico Brandão Souza Lima Advogado no Polo Passivo: A ressureição dos Direitos através da Responsabilidade Civil Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Escola de Ciências Jurídicas...

    17849  Palavras | 72  Páginas

  • Moral tica e Direito em Kant Uma Fundamenta o para o 1061 pt

    FUNDAÇÃO DE ENSINO “EURÍPIDES SOARES DA ROCHA” CENTRO UNIVERSITÁRIO “EURÍPIDES DE MARÍLIA” – UNIVEM PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PAULO CEZAR FERNANDES MORAL, ÉTICA E DIREITO EM KANT UMA FUNDAMENTAÇÃO PARA O DANO MORAL E DIREITOS HUMANOS Marília 2007 PAULO CEZAR FERNANDES 1 MORAL, ÉTICA E DIREITO EM KANT UMA FUNDAMENTAÇÃO PARA O DANO MORAL E DIREITOS HUMANOS Dissertação apresentada ao Programa de Mestrado, como requisito parcial para obtenção do título de Mestre em Direito – Área de concentração:...

    132701  Palavras | 531  Páginas

  • CRIMINALIDADE INFANTIL A EDUCA O COMO DEVER DO ESTADO AO INV S DA REDU O DA MAIORIDADE PENAL NO BRASIL

    UDC – CENTRO UNIVERSITÁRIO DINÂMICA DAS CATARATAS CURSO: DIREITO CRIMINALIDADE INFANTIL: A EDUCAÇÃO, COMO DEVER DO ESTADO, AO INVÉS DA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL NO BRASIL LUCIANO FERRARI VILLELA FOZ DO IGUAÇU – PR 2014 LUCIANO FERRARI VILLELA CRIMINALIDADE INFANTIL: A EDUCAÇÃO, COMO DEVER DO ESTADO, AO INVÉS DA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL NO BRASIL Monografia de Conclusão de Curso, apresentada à banca examinadora do Centro Universitário Dinâmica das...

    12084  Palavras | 49  Páginas

  • tica e Moral

    Introdução: No contexto filosófico, ética e moral possuem diferentes significados. A ética está associada ao estudo fundamentado dos valores morais que orientam o comportamento humano em sociedade, enquanto a moral são os costumes, regras, tabus e convenções estabelecidas por cada sociedade. No sentido prático, a finalidade da ética e da moral é muito semelhante. São ambas responsáveis por construir as bases que vão guiar a conduta do homem, determinando os sues caráter, altruísmo e virtudes,...

    1858  Palavras | 8  Páginas

  • Liberdade

    Liberdade de crença religiosa na Constituição de 1988 INTRODUÇÃO As gerações ou dimensões são processos evolutivos das conquistas dos direitos do homem em prol da liberdade, igualdade e fraternidade. Esse processo evolutivo pode ser dividido em três fases distintas, mas conexas. A primeira fase buscou a efetivação da liberdade, sem amarras estatais, para que o indivíduo pudesse percorrer sua trajetória sem qualquer intervenção por parte do Estado. Essa fase pleiteava uma abstenção do Estado nas...

    10574  Palavras | 43  Páginas

  • Assédio moral nas instituições de ensino - bulliyngn

    ASSÉDIO MORAL NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO BULLYING Lidia Pereira Gallindo * 1 Introdução. 1 – Cidadania. 2 – Personalidade. 3 - Educação e Instituição de Ensino 4 - Assédio Moral nas Instituições de Ensino. 5 - Caracterização do Assédio Moral nas Instituições de Ensino. 6 - Assédio Moral – Histórico. 7 - Capítulo Assédio Moral e suas Espécies. Conseqüências do Assédio Moral. 8 - Quadro Psicológico das Vítimas de Assédio Moral.9 - O Direito frente ao Assédio Moral. 10 - Natureza Jurídica. 11 – Legislação...

    33236  Palavras | 133  Páginas

  • Ação de dano Moral

    141 – Central Parque. Lapa – São Paulo – SP, CEP. 05065-070, onde recebe intimações e notificações vem, com o devido acatamento e respeito ante a Ilustre presença de Vossa Excelência, propor a presente: AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS E MORAIS contra a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – Hospital São Luiz Gonzaga, instituição privada, com domicílio Rua Dr. Cesário Mota Júnior, 112, Santa Cecília, São Paulo, SP, CEP 01221-020, o que faz com fulcro nos artigos 186 e 927...

    6522  Palavras | 27  Páginas

  • Ação de reparação de danos materiais c/c danos morais

    Excelência, com espeque nos arts. 14, caput, do Código de Defesa do Consumidor, e arts. 186, 187, 741 e 927, do Código Civil, e demais dispositivos aplicados à espécie, propor a presente, AÇÃO DE REPARAÇÃO DE DANOS MATERIAIS C/C DANOS MORAIS, em face de VOAR.COM LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ nº, com sede estabelecida na; VOO LINHAS AEREAS S.A., sociedade anônima aberta, inscrita no CNPJ nº, com sede estabelecida na . ...

    6135  Palavras | 25  Páginas

  • Cp ng1 dr1 liberdade

    Introdução Página 3 1. O que é a liberdade Página 4 2. Responsabilidade Página 5 3. Determinismo, indeterminismo e libertismo Página 6 4. Deveres e direitos Página 8 5. O exercício da liberdade Página 10 6. Bem individual e bem comum Página 11 Conclusão Página 12 Bibliografia Página 13 Introdução Este trabalho, realizado na Área de Cidadania e Profissionalidade, Núcleo Gerador 1 (Direitos e deveres), é referente ao DR 1 – Liberdade e responsabilidade pessoal. Tentarei...

    2386  Palavras | 10  Páginas

tracking img