Como Era As Escolas Na Década De 1950 artigos e trabalhos de pesquisa

  • O que mudou desde a Copa de 1950

    O que mudou desde a copa de 1950 A competição é a mesma, a Copa do Mundo de Futebol. O país também é o mesmo, o Brasil. Mas os 64 anos que separam a Copa de 1950 da de 2014 marcam inúmeras diferenças contextuais dentro e fora de campo. Em 1950, por exemplo, não existia televisionamento nem apoio de patrocinadores, fornecedores multinacionais de material esportivo, direitos de transmissão, bola com chip. Fora de campo, os brasileiros dos anos 1950 elegeram, com 48,7% dos votos, Getúlio Vargas...

    832  Palavras | 4  Páginas

  • TRABALHO BRASIL CONTEMPORANEO 1930 A 1950

    OLIVEIRA RGM: 1515593-5 O BRASIL NO PERÍODO DE 1930 A 1950: ECONOMIA, CULTURA, COMPORTAMENTO SOCIAL E MEIOS DE COMUNICAÇÃO. SÃO PAULO – SP 2015 UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL CAMPUS LIBERDADE CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA/ JORNALISMO O BRASIL NO PERÍODO DE 1930 A 1950: ECONOMIA, CULTURA, COMPORTAMENTO SOCIAL E MEIOS DE COMUNICAÇÃO. Trabalho sobre O Brasil no período de 1930 a 1950 exigido pela Professora Ivani Falcão SÃO PAULO – SP 2015 INTRODUÇÃO...

    4271  Palavras | 18  Páginas

  • Narrativas de Mulheres-Professoras nos Contextos de 1950 e 2000:

    PORTUGUESA: UMA VISÃO INTERDISCIPLINAR. Narrativas de Mulheres-Professoras nos Contextos de 1950 e 2000: o magistério feminino e a construção identitária. RAFAELA SIMONE SANTOS DE SOUZA BELO JARDIM - PE - 2011 – RAFAELA SIMONE SANTOS DE SOUZA Narrativas de Mulheres-Professoras nos Contextos de 1950 e 2000: o magistério feminino e a construção identitária. Monografia apresentada...

    10608  Palavras | 43  Páginas

  • As mulheres nos anos 1950

    MULHERES NOS ANOS DE 1950 BASEADO NO FILME O SORRISO DE MONALISA Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI Licenciatura em Artes Visuais (ART 0151) 26/11/2013 RESUMO As mulheres da década de 1950 foram herdeiras de ideias antigas, mas sempre renovadas, de que as mulheres nascem para ser donas de casa, esposas e mães, e teriam que saber da importância atribuída ao casamento. Isso se passa também no filme O sorriso de Monalisa onde mostra a vida das mulheres tradicionais e conta...

    1893  Palavras | 8  Páginas

  • década de 50

    MUNDO Aluna: Giovanna Mota Série: 9º ano 25.11.2013 INTRODUÇÃO A década de 1950 foi período de guerras e marcada por grandes avanços científicos, assim como das revoluções comportamentais e tecnológicas que caracterizou o século XX. Nesta época teve início a chegada da televisão em Portugal e no Brasil. Após a Segunda Guerra Mundial, também ocorreram mudanças no Brasil ao longo da década de 1950, que alteraram o consumo e o comportamento de parte da população que habitava os grandes...

    1633  Palavras | 7  Páginas

  • "Memórias Gustativas: história da alimentação de Londrina 1950-2008

    1 MEMÓRIAS GUSTATIVAS: HISTÓRIA DA ALIMENTAÇAO EM LONDRINA 1950 a 2008 - POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS Elizabete Cristina de Souza Tomazini1 Resumo: Este artigo refere-se à parte das atividades desempenhadas no Programa de Desenvolvimento Educacional- PDE, implantado pela Secretaria Estadual de Educação do Estado do Paraná em convênio com as IES, entre elas a Universidade Estadual de Londrina (UEL), através da qual recebemos orientações. Nele relatamos uma experiência da utilização da história...

    7746  Palavras | 31  Páginas

  • A escola monetarista ortodoxa

    A escola monetarista ortodoxa Que a mudança drástica ocorreu na teoria econômica usuário médio o resultado de guerra ideológica. Ele não é resultado de convicções políticas divergentes ou AIMS. Isto Respondeu quase inteiramente à força dos acontecimentos: a experiência bruta se revelado mais potente do que o mais forte de preferências políticas ou ideológicas. (Friedman,1977, p. 470) 4.1 Introdução Durante a década de 1950 e até, pelo menos a metade para o final dos anos 1960 a economia keynesiana...

    2129  Palavras | 9  Páginas

  • decada 50

    Escola Estadual de Ensino Médio Setembrina Projeto Brasil Mostra a tua cara – Pesquisa Viamão Junho de 2014 Escola Estadual de Ensino Médio Setembrina Projeto Brasil Mostra a tua cara – Pesquisa Alunos: Pedro Cardoso, Deise Ávila, Ivete Brizola Freire, Gilvan, Cláudia Chagas, Crislaine, Rosangela, Angela, Carolina Di Moraes, Shauany Avila, Jesias, Tatiane Vasconcelos, Jonas, Allan, Daiana, Fraciele Rocha, Luiz Filipe, Mateus...

    3019  Palavras | 13  Páginas

  • Escola de Frankfurt

    O que é a Escola de Frankfurt? Escola de Frankfurt (em alemão: Frankfurter Schule) refere-se a uma escola de teoria social interdisciplinar neomarxista e associada com o Instituto para Pesquisa Social da Universidade de Frankfurt. O Instituto de Pesquisa Social foi fundado em 1923 por Caro Grünberg e tinha como objetivo fazer um levantamento histórico das lutas do movimento operário alemão. Em 1929 a direção da escola foi assumida por um jovem filósofo, Max Horkheimer que alterou a linha de pesquisa...

    1675  Palavras | 7  Páginas

  • ESCOLA PRIMARIA EM GOIAS 1930 1960

    1 ESCOLA PRIMÁRIA EM GOIÁS (1930-1960): ENTRE CIDADES E FAZENDAS, A ESCOLARIZAÇÃO COMO DISPOSITIVO DE INTEGRAÇÃO NACIONAL Profa. Dra. Rubia-Mar Nunes Pinto Faculdade de Educação Física/Universidade Federal de Goiás e-mail: rubia-marp@bol.com.br Em Goiás, o período 1930-1960 é um tempo marcado pelo crescimento (não linear) da rede de escolas e pela acentuada diversidade de iniciativas e agentes no debate sobre a escola primária goiana e na construção e manutenção de instituições escolares de nível...

    3876  Palavras | 16  Páginas

  • O que aconteceu com a dança emtre 1930 a 1950

    O que aconteceu com a dança entre 1930 a 1950 1933 – O coreógrafo russo George Balanchine (1904-1983), que havia trabalhado com Diaghlev, viaja para os Estados Unidos e funda a Escola de Bailado Americana, que culminou no New York City Ballet (1948). Balanchine teve como meta conceber uma identidade estadunidense para a dan- ça. Com ele, deu-se o início da dança neoclássica nos Estados Unidos, em uma tentativa de síntese entre a dança clássica e a moderna, que se desenvolvia paralelamente...

    1273  Palavras | 6  Páginas

  • década de 50

    Década de 1950 Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ir para: navegação , pesquisa  Índice  [esconder ]  1 Mídia  2 Ciência  3 Tecnologia  4 Cinema  5 Música  6 Moda  7 Esportes  8 Cronologia  8.1 1950  8.2 1951  8.3 1952  8.4 1953  8.5 1954  8.6 1955  8.7 1956  8.8 1957  8.9 1958  8.10 1959  9 Referências  Século : Século XIX  - Século XX  - Século XXI  Décadas : 1920  1930  1940  - 1950 - 1960  1970  1980  Anos: 1950  - 1951  - 1952  - 1953  - 1954  - 1955  - 1956 ...

    2226  Palavras | 9  Páginas

  • Escola dos annales

    Introdução A Escola dos Annales foi um movimento historiográfico surgido na França, durante a primeira metade do século XX. Desde o século XVIII, quando a História passou a ser notada como ciência, os métodos de se escrever e pensar sobre História conquistaram grande evolução. A historiografia passou por grandes modificações metodológicas que permitiram maior conhecimento do cotidiano do passado, através da incorporação de novos tipos de fontes de pesquisa. Ainda assim, no início do século XX...

    1080  Palavras | 5  Páginas

  • fotos da decada de 50 da escola

    Fotos da década de 50, Numero proporcional; Turma formada com 41meninas Tipo de vestimenta delas é vestido branco manga curta  sapato preto, algumas meninas sem uniforme, todas de cabelos curtos.  A Organização das crianças Todas alinhadas disciplinadas,na 1° foto; Três fileiras de cadeiras uma atrás da outra somente meninas, e a última fileira em pé pousando para a foto, todas com expressões de alegria.. http://memoriacomhistoria.blogspot.com.br/2013/05/uma-turma-na-decada-de-50.html http://colegiomarista...

    541  Palavras | 3  Páginas

  • Década de 50

    A década de 1950, ou simplesmente década de 50 ou ainda anos 50 foi o período de tempo entre 1 de janeiro de 1950 e 31 de dezembro de 1959. e recebeu a alcunha de Anos dourados. É considerada uma época de transição entre o período de guerras da primeira metade do século XX e o período das revoluções comportamentais e tecnológicas da segunda metade. Nesta época teve início a chegada da televisão em Portugal e no Brasil. Esta época também foi considerada a "idade de ouro" do cinema e também foi a época...

    1816  Palavras | 8  Páginas

  • HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO INTEGRAL NO BRASIL: ESCOLAS-PARQUE, CIEPS E PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO INTEGRAL CONTEMPORÂNEOS

    1 HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO INTEGRAL NO BRASIL: ESCOLAS-PARQUE, CIEPS E PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO INTEGRAL CONTEMPORÂNEOS Carla Barros1 Resumo O presente artigo, a partir das contribuições dos Estudos Culturais em Educação, tem como objetivo traçar um panorama histórico das condições de emergência da Educação Integral no Brasil, destacando as recorrências e descontinuidades da institucionalização de tal proposta em nosso país. Embora atualmente a Educação Integral seja popularmente conhecida pelos Programas...

    3699  Palavras | 15  Páginas

  • A ESCOLA DE FRANKFURT

    A ESCOLA DE FRANKFURT FREITAG, Bárbara. A Teoria Critica: ontem e hoje. 3. ed. – São Paulo: Brasiliense, 1990. Seu discurso permeia alguns tópicos centrais da teoria critica de Horkheimer, Adorno, Marcuse, Benjamin, Habermas. Estando divididas em três partes principais, a primeira é “descritiva histórica” e outras duas mais teóricas voltadas para os conteúdos. A segunda preocupa-se com os conteúdos daí esta centrada nessas temáticas. A dialética da razão iluminista e a critica da ciência; A dupla...

    2263  Palavras | 10  Páginas

  • filosofia escola nova

    Universidade Estadual do Ceará (UECE) Acadêmica: Disciplina: Filosofia da educação II Escola nova: Conceito: A Escola Nova foi um movimento de renovação do ensino que foi especialmente forte na Europa, na América e no Brasil, na primeira metade do século XX. Contextualização histórica: O escolanovismo desenvolveu-se no Brasil sob importantes impactos de transformações econômicas, políticas e sociais. O rápido processo de urbanização e a ampliação da cultura cafeeira trouxeram o progresso...

    1474  Palavras | 6  Páginas

  • Arquitetura Moderna Escola Carioca

    Arquitetura Moderna A Escola Carioca: Irmãos Roberto – Sergio Bernardes – Jorge M. Moreira – Atílio Correa Lima – Alcides Rocha Miranda – Francisco Bologna – Affonso Eduardo Reidy – Luiz Nunes Arquitetura Moderna Irmãos Roberto: Marcelo, Milton e Maurício Roberto Arquitetura Moderna Irmãos Roberto: Marcelo, Milton e Maurício Roberto No início da década de 40, a marca MMM Roberto Arquitetos iniciava suas atividades. Os irmãos Marcelo Roberto (1908-1964) e Mílton Roberto (1914-1953), associados...

    3154  Palavras | 13  Páginas

  • Críticas à escola cultura e personalidade

    A escola Cultura e Personalidade passou a ser fortemente criticada a partir da década de 1950, por expoentes das tradicionais correntes de pensamento britânica, francesa e americana. Radcliffe-Brown, por exemplo, rejeitou a noção de “abstração vaga. Lévi-Strauss via a cultura como possuidora de características distintas que seriam caracterizados de acordo com cada sistema cultural. Seguindo essa linha, os críticos argumentaram que a relação entre cultura e personalidade foi usada de forma...

    823  Palavras | 4  Páginas

  • NO BRASIL O SERVI O SOCIAL TEVE ORIGEM NA DECADA DE 1930

    NA DECADA DE 1930; REFERENCIADO BASICAMENTE PELO SERVIÇO SOCIAL EUROPEU FATO QUE COMO JÁ SUGERIDO ,IMPLICOU UMA FORTE INFLUENCIA DA DOUTRINA DA IGREJA CATOLICA .ASSIM EM 1936 FOI Criada A ESCOLA DE SERVIÇO SOCIAL NA CIDADE SE SÃO PAULO ,QUE CONTOU AINFLUENCIA DE PROFISSIONAIS DE SERVIÇO SOCIAL ,FORMADOS FORA DO PAIS . A CRIAÇAO DESSA, ESCOLA, JUNTO COM A ESCOLA DE SERVIÇO SOCIAL DO RIO DE JANEIRO, FOI RESPONSAVEL PELA FORMAÇOA DE VARIOS PROFISSIONAIS QUE IMPULCIONARAM O SURGIMENTO DE ESCOLAS DE...

    1453  Palavras | 6  Páginas

  • A propaganda na década de 50

    UNIVERSIDADE TIRADENTES PUBLICIDADE E PROPAGANDA DÉBORAH DELLANE SOARES CRUZ A PROPAGANDA NA DÉCADA DE 50 ARACAJU 2012 INTRODUÇÃO A propaganda na década de 50 foi marcada pela crescente industrialização e modernização que o país estava vivenciando. O surgimento de emissoras de TV e editoras iniciavam mudanças na comunicação da época. Novos eletrodomésticos surgiam com eles a TV trazendo para o mercado novas possibilidades de anunciar. O setor automobilístico expande...

    952  Palavras | 4  Páginas

  • Evolução do Pensamento Contábil Brasileiro de 1950 aos dias atuais

    profissionais, a evolução da Contabilidade no Brasil desde a década de 50, que foi o período que começaram as maiores transformações nesta área, até os dias atuais. Palavras-chave: 1 – Introdução Este artigo tem como objetivo estudar a evolução do pensamento contábil brasileiro no período de 1950 até os dias atuais. A escolha desta temática justifica-se pelas mudanças na forma de ver e pensar a contabilidade no Brasil, desde a década de 50 aos dias atuais e como elas influenciaram o desenvolvimento...

    3030  Palavras | 13  Páginas

  • Violência nas Escolas

    Violência na escola e percepção do suporte social Bianca Almeida Daison Garces Jonas F. de Medeiros Coimbra, Novembro de 2012. “A violência é uma violação da integridade física e psíquica, da dignidade humana de alguém”. (CHAUÍ, 2002). Fonte: www.n1news.com.br “A violência que as crianças e os adolescentes exercem, é antes de tudo, a que seu meio exerce sobre eles” COLOMBIER et al.(1989). Fonte: www.ideias-canhotas.blogspot.pt “Atualmente a matéria mais difícil da escola não...

    533  Palavras | 3  Páginas

  • Principais acontecimentos no mundo na década de 50, 60 e 70

    DÉCADA DE 50 NO MUNDO 23.jan.1950 O parlamento israelense proclama Jerusalém capital do país 31.jan.1950 O presidente americano Harry Truman autoriza a produção da bomba de hidrogênio 9.fev.1950 O senador americano Joseph McCarthy anuncia que tem uma lista de 205 comunistas que integram o Departamento de Estado 25.jun.1950 A Coréia do Norte ataca a Coréia do Sul. Os comunistas norte-coreanos querem reunificar o país 28.jun.1950 A China confisca as terras dos grandes proprietários...

    3267  Palavras | 14  Páginas

  • manifestações sociais e politicas no brasil e na america latina nas decadas de 1950 e 1960

    "hippies" (no singular, hippie) eram parte do que se convencionou chamar movimento de contracultura dos anos 60 tendo relativa queda de popularidade nos anos 70 nos EUA, embora o movimento tenha tido muita força em países como o Brasil somente na década de 70. Uma das frases ideomáticas associada a este movimento foi a célebre máxima "Paz e Amor" (em inglês "Peace and Love") que precedeu á expressão "Ban the Bomb" , a qual criticava o uso de armas nucleares.As questões ambientais, a prática de nudismo...

    2398  Palavras | 10  Páginas

  • A Escola de Frankfurt consistia em um grupo de intelectuais que na primeira metade do s culo passado produzia um pensamento conhecido como Teoria Cr tica

    Texto 1 A Escola de Frankfurt também chamada, no início, de Instituto de Pesquisas Sociais foi, de modo bem resumido, um agrupamento de marxistas que, durante a década de 20, elaborou uma crítica ampla da sociedade – chamada “Teoria Crítica”, onde contestavam de modo generalizado o estado de coisas, num período turbulento da História, com tentames comunistas, a Primeira Guerra, o instável parlamentarismo Weimariano que sucedeu ao império germânico e a eclosão da esquerda nacionalista alemã (nazismo)...

    2229  Palavras | 9  Páginas

  • década de 50

    DÉCADA DE 1950 Cururupu - MA 2014 INSTITUTO DE FORMAÇÃO EM EDUCAÇÃO TEOLÓGICA - IFET DÉCADA DE 1950 Monografia apresentado ao curso de História do Instituto de Formação Teológica para obtenção de título de Licenciatura em História. Orientador: prof. Glaucio Pinto Ferreira Orientador: prof. Benavenilton de Jesus R. Vieira Cururupu - MA 2014 EVILENE RABELO SILVA JOSÉ ELITON MORAIS REGES DÉCADA DE 1950...

    9293  Palavras | 38  Páginas

  • Escola de Frankfurt

    Introdução A Escola de Frankfurt nasceu no ano de 1924, em uma quinta etapa atravessada pela filosofia alemã, depois do domínio de Kant e Hegel em um primeiro momento; de Karl Marx e Friedrich Engels em seguida; posteriormente de Nietzsche; e finalmente, já no século XX, após a eclosão dos pensamentos entrelaçados do existencialismo de Heidegger, da fenomenologia de Husserl e da ontologia de Hartmann. A produção filosófica germânica permaneceu viva no Ocidente, com todo vigor, de 1850 a 1950, quando...

    1679  Palavras | 7  Páginas

  • Antonio boaventura da silva e a educação física: o intelectual e seu pensamento na década de 1940

    ANTONIO BOAVENTURA DA SILVA E A EDUCAÇÃO FÍSICA: O INTELECTUAL E SEU PENSAMENTO NA DÉCADA DE 1940 Luiz Fernando Costa de Lourdes, PUC-SP e Unicsul 1 O projeto de pesquisa apresentado neste resumo, propõe uma investigação na área de História da Educação Física que tem como referência teórica os pressupostos do projeto Internacionalização-nacionalização de padrões pedagógicos e escolares (Brasil, os meados do século XIX ao Pré-segunda guerra mundial) do Programa de Estudos Pós-graduados em Educação:...

    3986  Palavras | 16  Páginas

  • Cultura Brasileira: Utopia e Massificação (1950-1980)

    Massificação (1950-1980). Contexto, São Paulo: 2001. 2 CREDENCIAIS Cultura brasileira: Utopia e massificação é uma obra do autor Marcos Napolitano, Doutor em História Social pela USP e professor do Departamento de História da USP na qual leciona História do Brasil Independente. Foi professor da Universidade Federal do Paraná. Possui vários livros de sua autoria sendo que todos foram publicados pela Editora Contexto. O autor faz um estudo acerca da cultura brasileira entre os ano de 1950 e 1980, período...

    1167  Palavras | 5  Páginas

  • A PRODUTIVIDADE DA ESCOLA IMPRODUTIVA

    Síntese do livro: “ A PRODUTIVIDADE DA ESCOLA IMPRODUTIVA “ de Gaudêncio Frigotto. POR ; Flavia laura Na leitura do livro, “A Produtividade da Escola Improdutiva “de Gaudêncio Frigotto, podemos perceber que trata-se de um estudo obrigatório, nos cursos de formação de professores e especialistas em educação por tratar de interesses em entender o processo de econômico e a educação. No primeiro capítulo o livro reconstitui a lógica interna à teoria do capital humano, pondo em evidência o seu caráter...

    3253  Palavras | 14  Páginas

  • Resumo de Fundamentos do Design ( Neofuncionalismo, Boa Forma, Escola de Ulm, Braun e Bel Design

    utilização de características artesanais no design. Então, na busca pela própria identidade, após o fim da guerra, o modernismo foi reimportado dos EUA. A Bauhaus ressurgiu em Dessau, e em Halle-Giebichenstein foi fundada a Escola Superior de Design. Porém, somente em meados da década de 1970 as ideias da Bauhaus e os princípios do funcionalismo foram redescobertos como “legado nacional”. Na República Democrática da Alemanha (RDA), o funcionalismo foi entendido como um ‘método de trabalho’ (cinzento,...

    939  Palavras | 4  Páginas

  • Década de 50

    a guerra fria que se declinava e dando lugar a pacificidade que marcaria uma nova fase. Na Alemanha o nazismo; Na Itália o partido Fascista; Na Ásia, o Japão com desejo de expandir os seus domínios para territórios vizinhos e ilhas da região. Na década de 50, o Brasil viveu em intensa movimentação política e social, desenvolvimento e nacionalismo. Foi marcado pelo governo de dois conhecidos líderes populistas, Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek. Neste trabalho com base no livro de Marly Rodrigues...

    8263  Palavras | 34  Páginas

  • trabalhos de escola

    controvérsias. Tornou-se o esporte preferido dos rapazes do Clube dos Cafajestes (grupo de jovens playboys das décadas de 1940 e de 1950), que representavam à época, o espírito lúdico, rebelde e boêmio do carioca (Figueiredo, Costa e DaCosta, 1996). Década de 1950: O frescobol foi proibido em Copacabana, RJ, transferindo-se para as praias vizinhas como Ipanema e Praia do Diabo (Moura, 1987). Décadas de 1960 e 1970: Intensa repressão policial e campanhas negativas por parte da imprensa no RJ, o que segundo...

    799  Palavras | 4  Páginas

  • A decada de 50

    Revista HISTEDBR On-line Artigo O RETRATO DA DÉCADA DE 1950 PELAS FOLHAS DO JORNAL “TRIBUNA DOS MUNICÍPIOS” DE IRATI (PR) Claudia Maria Petchak Zanlorenzi aecmari@gmail.com HISTEDBR dos Campos Gerais - PR Maria Isabel Moura Nascimento Universidade Estadual de Ponta Grossa- PR - UEPG HISTEDBR dos Campos Gerais -PR RESUMO: O presente texto retrata, especificamente, a década de 1950, tendo por objetivo demonstrar o movimento da sociedade pelo viés de um jornal local, Tribuna dos Municípios...

    9176  Palavras | 37  Páginas

  • Raizes da política brasileira e Educação de Jovens e Adultos: Suas implicações para a escola publica.

    Marcelle Sena Disciplina: Educação de Jovens e Adultos (EDU 530) Professora: Regina Magna Bonifácio de Araújo Atividade Avaliativa A partir da leitura do texto “Raizes da política brasileira e Educação de Jovens e Adultos: Suas implicações para a escola publica”, de RODRIGUES, L.R. E SILVA, U.P., construa uma linha de tempo, em que sejam apresentados fatos históricos, datas e o principal acontecimento na Educação de Jovens e Adultos. Ao final, escreva sua percepção acerca destes acontecimentos que...

    2310  Palavras | 10  Páginas

  • Escola de Enfermagem Sao Paulo

     Escola de Enfermagem da Universidade  de São Paulo À medida que se conhece a história de uma profissão, percebe-se quanto e como esta não é inseparável de outras atividades da vida, do mundo da saúde e de seus compromissos sociais. Nessa direção, a história da Escola de Enfermagem de São Paulo, atual Escola de Enfermagem da USP , criada pelo Decreto-Lei Estadual nº 13.040, de 31 de outubro de 1942, retrata a trajetória de 70 anos e sua incontestável liderança para a construção de saberes...

    1879  Palavras | 8  Páginas

  • Escola de Ulm e sua linguagem

    Escola de Ulm e sua linguagem. A escola de Ulm, na Alemanha, ou mais conhecida como Escola Superior da Forma, é um centro de pesquisa e ensino de design e criação industrial fundada em 1952, por Inge Aicher-Scholl, Otl Aicher e Max Bill, antigo aluno da Bauhaus.A idéia da escola é formar profissionais com sólida base artística e técnica para atuarem na concepção de ampla gama de objetos produzidos em escala industrial, de uso cotidiano ou científico, relacionados à construção e aos suportes...

    533  Palavras | 3  Páginas

  • década de 80

    Anos 1980, década perdida ou ganha? Os anos 1980 foram marcados por uma profunda crise econômica e pelo fim da ditadura (1964-85). A volta da democracia possibilitou uma reorganização do movimento social, num patamar inédito até então. Mas uma questão subsiste: aquela foi uma “década perdida” ou não? Longe de ser uma discussão acadêmica, ela é vital para que se examinem os projetos de país em disputa na atualidade Os anos 1980, na América Latina, ficaram conhecidos como “a década perdida”...

    682  Palavras | 3  Páginas

  • A INTERVENÇÃO NO PELOURINHO NA DÉCADA DE 90 E O SEU PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA O TURISMO

    A INTERVENÇÃO NO PELOURINHO NA DÉCADA DE 90 E O SEU PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA O TURISMO Paulo Alberto Sobral RESUMO Esse artigo tem o objetivo de analisar a intervenção feita no Pelourinho na década de 90 tendo em vista a mudança de paradigma do planejamento Urbano para o planejamento estratégico das cidades no mundo a partir da década de 70. Em primeiro momento se colocará as observações históricas da Salvador colonial. Após isso, o artigo abordará as correntes teóricas que influenciaram...

    4610  Palavras | 19  Páginas

  • história da escola de frankfurt

    HITÓRIA DA ESCOLA DE FRANKFURT • A Escola de Frankfurt  nasceu no ano de 1924, em uma quinta etapa atravessada pela filosofia alemã, depois do domínio de Kant e Hegel em um primeiro momento; de Karl Marx e Friedrich Engels em seguida; posteriormente de Nietzsche; e finalmente, já no século XX, após a eclosão dos pensamentos entrelaçados do existencialismo de Heidegger, da fenomenologia de Husserl e da ontologia de Hartmann. A produção filosófica germânica permaneceu viva no Ocidente, com todo...

    524  Palavras | 3  Páginas

  • História da escola de Frankfurt

    HITÓRIA DA ESCOLA DE FRANKFURT • A Escola de Frankfurt  nasceu no ano de 1924, em uma quinta etapa atravessada pela filosofia alemã, depois do domínio de Kant e Hegel em um primeiro momento; de Karl Marx e Friedrich Engels em seguida; posteriormente de Nietzsche; e finalmente, já no século XX, após a eclosão dos pensamentos entrelaçados do existencialismo de Heidegger, da fenomenologia de Husserl e da ontologia de Hartmann. A produção filosófica germânica permaneceu viva no Ocidente, com todo...

    563  Palavras | 3  Páginas

  • Projeto Unesco década de 50

    O Projeto Unesco em construção Em abril de 1950, o antropólogo Alfred Métraux, com larga experiência de trabalho etnológico (índios e negros) tanto na América do Sul quanto na América Central, assumiu a direção do recém-criado Setor de Relações Raciais do Departamento de Ciências Sociais da Unesco (Métraux, 1978). Ainda no primeiro semestre de 1950, o antropólogo Ruy Coelho, ex-aluno de Roger Bastide na Universidade de São Paulo, e de Melville Herskovits na Universidade de Northwestern — onde...

    8286  Palavras | 34  Páginas

  • Dimensão Histórica da Escola de Frankfurt

    1. A ESCOLA DE FRANKFURT E O MARXISMO Os autores ao tratarem de problemas de história, política ou sociologia, o fazem discorrendo sobre Platão, Hegel, Kant, Marx, Schopenhauer, Bergson, Heidegger e outros pensadores. A Teoria Critica, em posição a todo pensamento da identidade, da não contradição, típico da filosofia desde Descartes, denominada de Teoria Tradicional. A Teoria Critica realiza uma incorporação do pensamento de filósofos ‘tradicionais’, colocando-os em tensão com o mundo presente...

    2690  Palavras | 11  Páginas

  • Movimento pelos direitos civis dos Negros nas décadas de 1950 e 1960 nos Estados Unidos.

    INTRODUÇÃO Movimento pelos direitos civis dos Negros nas décadas de 1950 e 1960 nos Estados Unidos.                       Pobreza, discriminação, segregação, linchamento e violência policial – tudo isso caracterizava a vida dos negros dos Estados Unidos nos anos 50. Fundamentado em lideranças individuais e coletivas, o movimento teve início na década de 1950 e 1960, este atuou no norte e no sul, na cidade e no campo, envolveu homens e mulheres e teve diversas...

    3806  Palavras | 16  Páginas

  • Música na década de 50

    DÉCADA DE 50 Quando a felicidade parecia bater às portas do Brasil Bossa Nova: o triunfo da zona sul carioca Em meio aos conturbados anos 50, perda da Copa do Mundo em pleno Maracanã (1950), morte de Getúlio Vargas (1954), fabricação do primeiro fusquinha, morte de Carmem Miranda (1955), os delírios arquitetônicos de Oscar Niemeyer e a loucura de Juscelino Kubitschek que viria a ser presidente em 31/01/1956 e construiria Brasília... reinava a bossa nova... o pop da vez... Bossa Nova é...

    1169  Palavras | 5  Páginas

  • Escola de Frankfurt

     Escola de Frankfurt Escola de Frankfurt (em alemão: Frankfurter Schule) refere-se a uma escola de teoria social interdisciplinar neomarxista, a Escola de Frankfurt nasceu no ano de 1924, em uma quinta etapa atravessada pela filosofia alemã, depois do domínio de Kant e Hegel em um primeiro momento; de Karl Marx e Friedrich Engels em seguida; posteriormente de Nietzsche; e finalmente, já no século XX, após a eclosão dos pensamentos entrelaçados do existencialismo de Heidegger, da fenomenologia...

    716  Palavras | 3  Páginas

  • Escola de Chicago

    Escola de Chicago A Escola de Chicago foi um movimento artístico no campo da arquitetura, desenvolvido nos finais do século XIX econstituiu uma das primeiras manifestações da arquitetura moderna. A Escola Sociológica de Chicago, ou Escola de Chicago, surgiu nos Estados Unidos, na década de 1910, por iniciativa de sociólogos americanos que integravam o corpo docente do Departamento de Sociologia da Universidade de Chicago, fundado pelo historiador e sociólogo Albion W. Small. Tanto o Departamento...

    1167  Palavras | 5  Páginas

  • Da linguagem da deficiência às escolas inclusivas.

    MARCHESI, Álvaro. Da linguagem da deficiência às escolas inclusivas. IN: COLL, César; MARCHESI, Álvaro; PALACIOS, Jesús; e cols. Desenvolvimento psicológico e educação: Transtornos de desenvolvimento e necessidades educativas especiais. 2.ed. Porto Alegre: Artmed, 2004. 3.v. Na primeira metade do século XX a educação especial, que passe a ser conhecida por essa titulação nesse século, viveu grandes mudanças: Testes de inteligência (comparação com o restante da população). Alfred Binet (1904):...

    758  Palavras | 4  Páginas

  • escola de frankfurt

    Escola de Frankfurt A Escola de Frankfurt  nasceu no ano de 1924, em uma quinta etapa atravessada pela filosofia alemã, depois do domínio de Kant e Hegel em um primeiro momento; de Karl Marx e Friedrich Engels em seguida; posteriormente de Nietzsche; e finalmente, já no século XX, após a eclosão dos pensamentos entrelaçados do existencialismo de Heidegger, da fenomenologia de Husserl e da ontologia de Hartmann. A produção filosófica germânica permaneceu viva no Ocidente, com todo vigor, de 1850...

    660  Palavras | 3  Páginas

  • Ensino Religioso nas escolas

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO Instituto de Ciências Humanas e Sociais Departamento de Educação Disciplina: História da Educação ENSINO RELIGIOSO NAS ESCOLAS O que e laicidade  A palavra foi formada a partir do adjetivo leigo, aquele que não pertence ao clero. Qualidade do que é leigo, a laicidade designa o princípio de separação do Estado, da religião. A ideia de laicidade se associa também a ideia de liberdade, entendida como a faculdade do indivíduo agir segundo sua vontade...

    1173  Palavras | 5  Páginas

  • BRASIL, DÉCADAS 40, 50, 60

    Arquitetura e Urbanismo Turma: GP355M0003 - IAU MWC (sábados) Orientação do Professor Frederico Barboza Cenário brasileiro 1940-60 Rafael do Vale Araújo UC13201442 Brasília – DF BRASIL – DÉCADAS DE 40, 50 E 60 DÉCADA DE 40 POLÍTICAFoto 1 - Presidente Getúlio Vargas1 Ainda no fim da década de 30, o Brasil passava por transformações no cenário da Política Interna, quando Getúlio Vargas (figura 1) dissolve o Congresso e as Assembleias Legislativas Estaduais, outorga uma nova Constituição...

    5385  Palavras | 22  Páginas

  • Escola metódica

    juízo final. O surgimento da História e o Positivismo Os escritores da Renascença, a partir do séc. XV entusiasmaram-se com as abordagens racionais e dos antigos e começaram a desenvolver uma sabedoria crítica. A escola Metódica É uma escola intelectual, no qual o único caminho para se chegar ao conhecimento histórico seria através do conhecimento científico. O objetivo é desenvolver uma historiografia voltada para a história da nação, sendo a preocupação maior a...

    1315  Palavras | 6  Páginas

  • Burguesia x escola

    A relação da burguesia com a escola Desde o século XIV diversas mudanças ocorreram no mundo, tanto a forma de pensar como na forma de observar o trabalho, nesse sentido, surgia a necessidade de se pensar na manutenção dos estados nacionais que surgia. Assim, a vida social tornava-se cada vez mais importante, mesmo quando a igreja ainda tinha certo poder e em relação à questão de enriquecer, ainda era encarado como um pecado, ou seja, um tabu. Nesse momento havia a necessidade da expansão e a conquista...

    729  Palavras | 3  Páginas

  • Formação de professores em escolas normais

    Formação de professoras e Escolas Normais paulistas: um estudo da disciplina Biologia Educacional * Luciana Maria Viviani Universidade de São Paulo Resumo Correspondência: Luciana M. Viviani Av. Arlindo Bettio, 1000 03828-000 – São Paulo – SP e-mail: lviviani@usp.br Este trabalho apresenta resultados de pesquisa sobre a história da disciplina Biologia Educacional (1933 a 1970), no âmbito da Escola Normal paulista. As elaborações dessa disciplina inseriramse em projetos de renovação...

    7604  Palavras | 31  Páginas

  • Escola de Frankfurt - Max Horkeimer

    filósofos, sociólogos, estetas, economistas e psicólogos, ficou conhecida pelo nome de Escola de Frankfurt, onde Horkheimer se tornou mais tarde diretor. Durante essa época são escritos uma série de artigos relacionados a Teoria Crítica, que diziam que o futuro da humanidade depende da adoção de um pensamento crítico a respeito do que ela produz, entre teorias tradicionais e elementos da cultura. Muda-se com sua escola para Nova York, nos Estados Unidos (EUA), por conta do regime nazista assumir o poder...

    640  Palavras | 3  Páginas

  • Escola dos efeitos desejados

    Évora: Escola Superior de Enfermagem São João de Deus Unidade Curricular: Teorias de Enfermagem Docente: Gabriela Calado 24ºCLE Escola dos Efeitos Desejados Discentes: * Diana Rodrigues nº29932 * Fábio Peixeiro nº26429 * João Côrte-Real nº29457 * João Silva nº29125 * Patrícia Paulino nº28892 * Vasco Nunes nº28926 Objectivos: * Definir e contextualizar a Escola dos Efeitos Desejados no paradigma correspondente; * Características da respectiva escola; ...

    563  Palavras | 3  Páginas

  • História de Bofete nas décadas de 60, 70 e 80

    Bofete – 1960, 1970 e 1980 Vítor Cercal de Oliveira A década de 1960 em Bofete Na década de 1960, havia uma disputa política em Bofete, essa disputa acontecia entre Francisco Gorga e entre Sílio Pelegrino Biagioni, que se alternavam no poder, em determinado momento um governava, em outro era o outro. Em 164, José Francisco Vieira (o Juquinha), após seu quarto mandato como vereador, decidiu que mediria forças com Francisco Gorga, que governada Bofete por, ao todo, 24 anos. Juquinha foi vencedor...

    999  Palavras | 4  Páginas

  • Questionário filme escola da vida

    que tomamos a liberdade de transcrever algumas de suas partes mais relevantes: “A redução da desigualdade não é, portanto, fruto exclusivo de uma política pública isolada, como o Bolsa Família. É resultado do maior crescimento econômico da última década, mas também de políticas nas áreas de proteção social e educação que vêm de antes. Melhorar o acesso ao mercado de trabalho por meio da educação é o instrumento mais poderoso de combate à pobreza, muito superior ao mero assistencialismo. Qualificar...

    2900  Palavras | 12  Páginas

tracking img