• Trabalho escravo no brasil
    jesuítas portugueses que vieram para o Brasil catequizarem os índios no período colonial; o fato deles não aguentarem o trabalho forçado e intenso nos engenhos, a morte de vários devido às doenças trazidas pelos colonos portugueses como, por exemplo, sarampo, varíola e gripe; e o aumento rentável do tráfico...
    1907 Palavras 8 Páginas
  • TABELA T
    Psicologia - RedePsi - O seu Portal de Psicologia Coerção como subcategoria de controle escolhido no período do sistema escravista Categoria : Análise do Comportamento Publicado por Patyvss em 11/2/07 Alex Franco; Fábio dos Santos; Murillo Mendes; Nara Moraes; Patrícia Vaz Universidade Federal...
    2230 Palavras 9 Páginas
  • Resenha encruzilhadas da liberdade
    Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), o livro traz uma análise profunda das relações entre escravos e senhores de engenho na região do Recôncavo Baiano, local que abrigava os maiores engenhos que não produziam somente cana-de-açúcar mas, diversos produtos agrícolas entre os quais: fumo, mandioca, feijão...
    3040 Palavras 13 Páginas
  • Evolução da mulher
    essa violência também atingia as mulheres brancas que eram obrigadas a casar e sofriam maus tratos. Além da violência sexual por parte dos donos de engenho, as mucamas sofriam também castigos físicos impostos pelas senhoras ressentidas. A coroa portuguesa determinou a colonização de áreas livres para se...
    2738 Palavras 11 Páginas
  • Analise do ordenamento jurídico brasileiro
    histórico torna-se de grande valor em conseqüência das profundas transformações sociais, políticas e econômicas na Europa e que se propagou por todo mundo, ocorridas concomitantemente ao desenvolvimento deste ordenamento jurídico monista e positivista . Tais fatores exercem grande efeito no desenvolvimento...
    2262 Palavras 10 Páginas
  • portifolio
    aconteceu no momento em que as populações indígenas da região entraram em contato com os colonizadores do Velho Mundo. Em meio ao interesse de exploração e o afastamento dos padrões morais europeus, os portugueses engravidaram várias índias que deram à luz nossa primeira geração de mestiços. Fora da...
    2176 Palavras 9 Páginas
  • Processo de efetivação do ensino
    “maneiras de agir, de pensar e de sentir exteriores aos indivíduos, dotadas de um poder de coerção em virtude do qual se lhe impõem” (Durkheim,1988, p. 48) lembrando sempre de suas categorias: coercitividade (coerção) no momento em que algum fato é imposto pela sociedade aos indivíduos, exterioridade (exterior)...
    4181 Palavras 17 Páginas
  • Analise de politicas publicas
    do termo “Maquiavélico” Maquiavélico é um termo que se encontra tanto nos diálogos do dia-a-dia como nos discursos eloquentes. Seu uso extrapola o mundo da política e habita sem nenhuma cerimônia o universo das relações , o termo “maquiavélico” reduzido ao senso comum está associado à idéia de perfídia...
    4520 Palavras 19 Páginas
  • O Poder coercitivo da religião
    ligado a um bem moral, tem uma relação com um Além. E é através dessa construção do sentido de sagrado, como algo ligado a um bem maior, que surge o profano. O profano sendo a oposição a isso. O Sagrado se voltando ao divino, com uma função moral maior que si mesmo e que o aproxima do mundo irreal , enquanto...
    3576 Palavras 15 Páginas
  • Etnocentrismo
    O QUE É ETNOCENTRISMO   1 – Pensamento em Partir                 Etnocentrismo é uma visão do mundo onde o nosso próprio grupo é tomado como centro de tudo e todos os outros são pensados e sentidos através dos nossos valores, nossos modelos, nossas definições do que é a existência.                 Perguntar...
    2208 Palavras 9 Páginas
  • educaçao a distancia
    privilégio, elitista e discriminatório, que marcará profundamente a estrutura social brasileira. Além disto, a economia se expandiu em torno do engenho de açúcar inicialmente por meio do trabalho dos índios e, posteriormente, dos escravos. Essa economia se desenvolveu centrada no latifúndio, na escravidão...
    8837 Palavras 36 Páginas
  • Penas e garantias
    uma resposta defensiva contra o desenvolvimento daquilo que se convencionou chamar de ‘doutrinas heréticas’. Trata-se, sem dúvida do maior engenho jurídico que o mundo conheceu, e conhece.29'' 12 ''Se politicamente o incremento da máquina inquisitorial ganha funcionalidade com a popularização de doutrinas...
    3037 Palavras 13 Páginas
  • Teoria do Estado
    estudam os elementos que compõem o estado. BONAVIDES: Hegel – realidade da idéia moral – o Estado só existe se representa uma ideia de síntese. O estado não terá qualidade moral se seus homens não tiverem boa formação moral. Kant – a reunião de uma multidão de homens vivendo sob as leis do Direito. Para...
    6464 Palavras 26 Páginas
  • Trabalho de curso
    procedimentos violentos. Desde os períodos da colonização, em que os lusitanos, em terras brasileiras, escravizaram os índios para trabalhar nos engenhos de açúcar, modo pelo qual não foi bem aceito pela Igreja Católica, fazendo com que a Coroa vedasse a escravidão de nativos. Nesse contexto, decidiu-se...
    4003 Palavras 17 Páginas
  • Porque para a historia da educaçao é importante estudarmos grécia e roma em algunsde seus aspectos, incluindo-se aí as suas respectivas sociedades
    “maneiras de agir, de pensar e de sentir exteriores aos indivíduos, dotadas de um poder de coerção em virtude do qual se lhe impõem” (Durkheim,1988, p. 48) lembrando sempre de suas categorias: coercitividade (coerção) no momento em que algum fato é imposto pela sociedade aos indivíduos, exterioridade (exterior)...
    6774 Palavras 28 Páginas
  • Resumo sociologia da educação
    “maneiras de agir, de pensar e de sentir exteriores aos indivíduos, dotadas de um poder de coerção em virtude do qual se lhe impõem” (Durkheim,1988, p. 48) lembrando sempre de suas categorias: coercitividade (coerção) no momento em que algum fato é imposto pela sociedade aos indivíduos, exterioridade (exterior)...
    6041 Palavras 25 Páginas
  • Leitura
    “maneiras de agir, de pensar e de sentir exteriores aos indivíduos, dotadas de um poder de coerção em virtude do qual se lhe impõem” (Durkheim,1988, p. 48) lembrando sempre de suas categorias: coercitividade (coerção) no momento em que algum fato é imposto pela sociedade aos indivíduos, exterioridade (exterior)...
    5971 Palavras 24 Páginas
  • 028713751031
    Weber, em alguns países do ocidente europeu, a ética protestante instituiu alguns valores que ajudaram a criar em certos indivíduos, predisposições morais e motivações para se envolverem na produção e no comércio típico capitalista. Na crença protestante, os homens já nascem predestinados à salvação...
    5407 Palavras 22 Páginas
  • Política publicas
    sobre política pública, pois os rumos que a sociedade pós-morderna está tomando é inevitável. A globalização é um fenômeno que está predominado em todo mundo é um caminho que não tem volta, no entanto a forma que se manifesta é excludente e gera vários tipos de violência e hoje o maior desafio da globalização...
    4247 Palavras 17 Páginas
  • Raízes do brasil
    Descreve as características dos povos ibéricos, portugueses e espanhóis, destacando, de foram rica, as feições de cada um. Fala da criação de um Novo Mundo mas, a partir de uma velha civilização. Essa velha civilização seria representada pelas influências europeias trazidas pelo colonizador para a...
    4038 Palavras 17 Páginas