• Capitania de Pernambuco
    Nordeste Capital Recife Língua oficial Português Religião Catolicismo Governo Monarquia absoluta Governador • 1534 - 1554 Duarte Coelho Pereira (Primeiro) • 1817 - 1821 Luís do Rego Barreto (Último) História • 10 de março de 1534 Criação da Capitania • 28 de fevereiro...
    1198 Palavras 5 Páginas
  • História do Brasil I
    proveito 1) Faça uma análise das cartas de Duarte Coelho, abordando os principais problemas que o donatário enfrentou no processo de colonização da Capitania de Pernambuco ( as cartas a serem analisadas estarão disponíveis no Moodle). Em uma de suas cartas Duarte Coelho relata para seu Rei que está com...
    2254 Palavras 10 Páginas
  • O que podemos concluir sobre o que acontece aos homens quando vivem isolados
    CARTA FORAL. A carta foral era um documento no qual um rei ou um senhorio concedia á uma povoação tem o caráter jurídico, autêntico, outorgado por uma identidade legítima e que tinha por fim regular a vida coletiva de uma povoação formada por homens livres. Funcionando ao mesmo tempo como lei escrita...
    412 Palavras 2 Páginas
  • A história de igarassu e itamaracá
    entre ameríndios e europeus;  Em1535, o donatário Duarte Coelho desembarcou no local recepcionado no Sitio dos Marcos para tomar posse de sua capitania, doada pela Coroa Portuguesa, travando um combate com os índios; Por ordem de Duarte Coelho, foi instalado um marco de pedra, servindo de ponto...
    598 Palavras 3 Páginas
  • introdução ao Direito
    para, logo após, explicar o que é uma Carta Foral e por que, ainda hoje, permite que ela continue a cobrar o tributo. Resposta: De forma geral, a Carta Foral, era concedida pelo rei ou por um senhor laico ou eclesiástico, a um determinado povoado, dotando-o de autoridade legítima na regulação da...
    939 Palavras 4 Páginas
  • Foral
    Carta de foral era um documento concedido por um rei ou por um senhorio a uma povoação onde se estabelecia as normas de relacionamento dos habitantes da colônia, entre si e com o senhor que lhes outorgou o documento. Era concedido como uma carta de privilégio, dando aos moradores da terra que a recebia...
    1129 Palavras 5 Páginas
  • Foral
    Carta de foral era um documento concedido por um rei ou por um senhorio a uma povoação onde se estabelecia as normas de relacionamento dos habitantes da colônia, entre si e com o senhor que lhes outorgou o documento. Era concedido como uma carta de privilégio, dando aos moradores da terra que a recebia...
    1129 Palavras 5 Páginas
  • Foral
    Carta de foral era um documento concedido por um rei ou por um senhorio a uma povoação onde se estabelecia as normas de relacionamento dos habitantes da colônia, entre si e com o senhor que lhes outorgou o documento. Era concedido como uma carta de privilégio, dando aos moradores da terra que...
    1129 Palavras 5 Páginas
  • Foral
    Carta de foral era um documento concedido por um rei ou por um senhorio a uma povoação onde se estabelecia as normas de relacionamento dos habitantes da colônia, entre si e com o senhor que lhes outorgou o documento. Era concedido como uma carta de privilégio, dando aos moradores da terra que a recebia...
    1129 Palavras 5 Páginas
  • Carta foral
    o que é uma Carta Foral e por que, ainda hoje, permite que ela continue a cobrar o tributo. De forma geral, a Carta Foral, era concedida pelo rei ou por um senhor laico ou eclesiástico, a um determinado povoado, dotando-o de autoridade legítima na regulação da vida coletiva da população. Se caracterizava...
    430 Palavras 2 Páginas
  • Brasil colonial
    dos donatários. Capitanias: um presente de el-rei Conheça trechos da carta de Doação da Capitania de Pernambuco a Duarte Coelho, escrita por dom João III em 5 de Setembro de 1534: Dom João. A quantos esta minha carta virem faço saber que considerando eu quanto serviço de Deus e meu proveito...
    489 Palavras 2 Páginas
  • Foral de olinda
    Cobrança do Tributo Foral de Olinda Ao resgatar uma dívida do passado, decorrente do Foral de Olinda (a carta de doação de terras para a Câmara da cidade, assinada por Duarte Coelho em 1537), a Prefeitura de Olinda comprou uma briga com moradores e comerciantes do Recife. De um lado, os técnicos olindenses...
    534 Palavras 3 Páginas
  • Capitanias Hereditárias
    Itamaracá Pero Lopes de Sousa Capitania de Pernambuco Duarte Coelho Pereira e Francisco Pereira Coutinho Capitania de Ilhéus ...
    1629 Palavras 7 Páginas
  • historia
    Capitania do Rio Grande João de Barros e Aires da Cunha Não Sim Capitania de Itamaracá Pero Lopes de Souza Não Não Capitania de Pernambuco Duarte Coelho Pereira Sim Sim Capitania da Baía de Todos os Santos Francisco Pereira Coutinho Não Não Capitania de Ilhéus Jorge de Figueiredo Correia...
    609 Palavras 3 Páginas
  • Capitanias hereditarias
    As Capitanias Hereditárias Em Setembro de 1532, Dom João III remeteu uma carta para Martins Afonso de Souza comunicando a decisão de dividir o Brasil em capitanias hereditárias mediante o usufruto de extensas porções de terra por um determinado tempo aos donatários que foram ilustres marinheiros, grandes...
    1548 Palavras 7 Páginas
  • 018890472240
    essa organização, a legislação que garantia e assegurava juridicamente, as dificuldades do processo, assim como os aspectos positivos. Através de uma carta Martim Afonso comunicava a decisão de dividir as terras. João de Barros, feitor e tesoureiro da Casa das Índias e da Mina, além de importante historiador;...
    1583 Palavras 7 Páginas
  • 018890472240
    essa organização, a legislação que garantia e assegurava juridicamente, as dificuldades do processo, assim como os aspectos positivos. Através de uma carta Martim Afonso comunicava a decisão de dividir as terras. João de Barros, feitor e tesoureiro da Casa das Índias e da Mina, além de importante historiador;...
    1583 Palavras 7 Páginas
  • os estados do nordeste que sediarão a copa do mundo
    terras do Novo Mundo que estavam do lado português do meridiano de Tordesilhas. Aqui se redigiu o primeiro documento oficial em solo brasileiro: a Carta de Caminha. A Bahia foi a primeira capitania hereditária transformada em capitania real. Salvador foi a primeira capital do Brasil, fundada em 1549...
    1537 Palavras 7 Páginas
  • Capitães do Brasil
    espanhola e portuguesa. Duarte Coelho que era o donatário de Pernambuco viera para o Brasil para viver do que a terra lhe desse, diante essa situação se acomodar vivendo monotonamente e exaustivamente na vida de produtor agrário, ali viu silenciosamente Aires da Cunha apoitar. Duarte Coelho fincou suas raízes...
    2793 Palavras 12 Páginas
  • Portugal e sua colônia e o governo-geral
    Manuel. Dom Manuel não fica ansioso em colonizar as terras porque as cartas afirmam não haver nela indícios de metais preciosos. Entre 1501 e 1503, Portugal organiza duas expedições para explorar as terras, comandadas por Gonçalo Coelho, que contaram com a presença de Américo Vespúcio. Nessas viagens,...
    829 Palavras 4 Páginas