Calculo Do Eixo Do Moitão artigos e trabalhos de pesquisa

  • moitao

    conduzindo ao extremo, quebrando as ligações Inter atômicas e o componente se separa em duas ou mais partes. Poderá ocorrer se na escolha do material o projetista escolher um material pouco dúctil e as tensões provenientes dos carregamentos no qual o Moitão estará submetido ultrapassarem o limite de resistência do material de construção. Umas das formas de falha mais indesejáveis em qualquer equipamento por ser catastrófica não dando sinais de que o material esta fraturando. CORROSÃO: Deterioração não...

    949  Palavras | 4  Páginas

  • Calculo dos elementos de Ponte Rolante

    ROLANTE PARA ELEVAÇÃO E TRASNPORTE DE CARGAS Prof. Dr. Francisco José de Almeida Dados de Entrada: Q (toneladas) H (m) Lp(m) Classe 7,5 10 16 4 Notação: Q [toneladas ou Kgf] = capacidade do moitão ou também chamado de carga máxima admitida de elevação da ponte rolante. H [m] = altura de elevação da carga Lp [m] = Vão da ponte rolante Classificação da ponte rolante: As pontes rolantes classificam-se em 5 classes ou grupos segundo a norma...

    1970  Palavras | 8  Páginas

  • Guindaste falhas e calculos

    ............................................................6 FALHAS EM MANCAIS DE ROLAMENTOS...................................................7 DEFEITO EM MANCAIS DE ROLAMENTO....................................................8 MEMORIA DE CALCULO EM ROLAMENTOS..............................................9 CONCLUSÃO.....................................................................................................10 REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS..............................................

    3734  Palavras | 15  Páginas

  • Ponte rolante

    MATERIAIS. MEMORIAL DESCRITIVO E MEMORIAL DE CÁLCULOS PONTE ROLANTE ALUNO: Felipe Soares Maia Orientação: Professor B. M. Purquerio e Zilda de Castro Silveira São Carlos, março de 2012 Aluno: Felipe Soares Maia Professores: Benedito de Moraes Purquerio e Zilda de Castro Silveira PONTE ROLANTE Relatório da Disciplina SEM0349 - Máquinas para Elevação e Movimentação de Materiais (Memorial Descritivo e Memorial de Cálculos), sob a orientação dos Professores B. de...

    5052  Palavras | 21  Páginas

  • Elementos de Maquinas 2° Etapa

    Passo 1 Definir, através do tipo de construção, qual será o material utilizado para a construção do eixo de sustentação do Moitão do guindaste. Será usado: 1020 Aço ao carbono, de uso geral, sem elementos de liga, usado em peças mecânicas, eixos, partes soldadas, conformadas ou cementadas, arames em geral. Passo 2 Identificar quais serão os modos prováveis de falha para o eikxo árvore do moitão e quais as prevenções a serem todoas. Podem ocorrer as seguintes falhas : Deformação elástica...

    735  Palavras | 3  Páginas

  • guindaste

    definições e cálculos. Palavras chaves: Guindaste, Projeto, Deformação, Material. SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 06 2. PESQUISA SOBRE MOITÃO PASSO 1 E 2 07 3. PASSO 3 - CÁLCULO MOITÃO 07 4. PASSO 4 CONCLUSÃO E RELATÓRIO 08 5. REFERÊNCIAS 09 INTRODUÇÃO Essa atividade é importante para aprender definir o dimensional do eixo utilizado, qual seu material e qual o perfil utilizado. Passo 1 e 2 PESQUISA SOBRE MOITÃO São...

    541  Palavras | 3  Páginas

  • FACULDADE ANHANGUERA DE SANTA B RBARA D

    FALHAS RELATÓRIO 2 – EIXO ÁRVORE RELATÓRIO 3 - MANCAIS FABIO SANS SANTA BÁRBARA D’OESTE – 05/12/2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 ETAPA 1: A PERSPERCTIVA DE PREVENÇÃO DE FALHAS 4 PASSO 1 – Somatória dos números finais dos RA dos participantes. 4 PASSO 2 - Pesquisa sobre falhas mecânicas 4 PASSO 3: Falhas predominantes no projeto 6 PASSO 4: RELATÓRIO 1 – Prevenção de falha. 9 ETAPA 2: Transmissão de potência através de eixos,  acoplamentos, chavetas e estrias. 10 PASSO 1: Material do eixo para sustentação...

    4976  Palavras | 20  Páginas

  • ATPS elementos de máquinas

    Com esses elementos obtemos o funcionamento e a vida útil das máquinas através de eixos, parafusos, mancais, engrenagens etc. Estudar elementos de máquinas é muito importante porque descreve os tipos principais de uniões por soldagem encontrados na prática e os esforços que sofrem. A partir da estimativa da resistência, seja para o carregamento estático ou dinâmico, demonstra como projetar a união, permitindo o cálculo das dimensões das soldas ou da segurança em utilizar soldas previamente dimensionadas...

    2314  Palavras | 10  Páginas

  • Elementos de máquinas

    2 – EIXO ÁRVORE RELATÓRIO 3 - MANCAIS FABIO SANS SANTA BÁRBARA D’OESTE – 05/12/2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 ETAPA 1: A PERSPERCTIVA DE PREVENÇÃO DE FALHAS 4 PASSO 1 – Somatória dos números finais dos RA dos participantes. 4 PASSO 2 - Pesquisa sobre falhas mecânicas 4 PASSO 3: Falhas predominantes no projeto 6 PASSO 4: RELATÓRIO 1 – Prevenção de falha. 9 ETAPA 2: Transmissão de potência através de eixos, acoplamentos, chavetas e estrias. 10 PASSO 1: Material do eixo para...

    5495  Palavras | 22  Páginas

  • ATPS elementos de máquinas I

    ................................................................................................... 8 PROJETO E CÁLCULOS DE FALHAS PREDOMINANTES ............................... 9 ETAPA 2 DEFINIÇÃO DO TIPO CONSTRUÇAO DO GUINDASTE .................................. 10 FALHAS E PRENVENÇÕES NO EIXO MOITÃO ............................................... 10 CALCULO ETAPA 1 NO EIXO DO MONTÃO ..................................................... 10 REFERÊCIAS BIBLIOGRAFICAS ...................

    1635  Palavras | 7  Páginas

  • ETAPA 3 E 4

    outros discos. Os mancais de rolamento tem a semelhança ao de mancais de deslizamento, sendo os mesmo projetados para permitir movimentos relativos entre duas peças de máquinas. O que diferenciam os mancais de rolamento em sua interface é separado ao eixo na estrutura fixa pela interposição dos elementos rolantes, prevalecendo fricção rolante à fricção deslizante. As perdas por torque de partida e atrito operacional são inferiores ao de mancais de deslizamento. 2 – Qual a características quanto a vida...

    1840  Palavras | 8  Páginas

  • ATPS Etapas 1 E 2

    o material já tenha atingido a sua tensão de escoamento. Este colapso ocorrerá sempre na direção do eixo de menor momento de inércia de sua seção transversal. A tensão crítica para ocorrer a flambagem não depende da tensão de escoamento do material, mas da seu módulo de Young. 05 Passo 3: Identificar no projeto do guindaste quais serão os modos de falha predominantes. Através dos cálculos, identificar se é previsto ocorrer falhas no conjunto. Deformação elástica: Se a carga for muito...

    1364  Palavras | 6  Páginas

  • ATPS 2015 1 Eng Controle Automacao 5 Elementos De Maquinas 4

    resultados.  Conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos.  Planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de Engenharia. Produção Acadêmica     Relatório 1 – Prevenção de Falha. (1º bimestre) Relatório 2 – Eixo Árvore. (1º bimestre) Relatório 3 – Mancais. (2º bimestre) Construção de protótipo. (2º bimestre) Participação Para a elaboração dessa atividade, os alunos deverão previamente organizar-se em equipes e entregar seus nomes, RAs e e-mails ao professor...

    1583  Palavras | 7  Páginas

  • Pontes rolantes

    equipamentos 2.4.1) Seleção do moitão A partir da capacidade de carga da ponte rolante, podemos encontrar as dimensões e o peso do moitão, sendo que para a carga de 50 toneladas, o moitão deve ser obrigatoriamente de 4 polias. O peso máximo do moitão é obtido através da tabela das páginas 67 e 68 do livro: Aparatos de Elevación y Transporte – Hellmut Ernst. Logo, para 50 ton de carga máxima suportada, temos: [pic] Pmoitão = 1010 kgf - Dimensões do moitão: [pic] 2.4.2) Cabo...

    1658  Palavras | 7  Páginas

  • ATPS Elementos de Maquinas 1 bimestre

    ...........................04 POSSÍVEIS FALHAS DE UM PROJETO MECÂNICO.........................................05 FALHAS PREDOMINANTES NO PROJETO DO GUINDASTE.........................10 DETERMINAÇÃO DO EIXO DO MOITÃO..........................................................11 DESENHO DO EIXO DO MOTÃO.........................................................................15 CONCLUSÃO...........................................................................................................16 ...

    1798  Palavras | 8  Páginas

  • ATPS elementos de maquinas I PARTE 3 E 4

    LEVANTAMENTO DE 6 MANCAIS DE ROLAMENTOS PADRONIZADOS .................... 5 e 6 CÁLCULOS COM DADOS ETAPA 1 E DO EIXO ETAPA 2 PARA O MOITÃO ...................... 7 ETAPA 4 PESQUISA AOS TIPOS DE GUINDASTES PARA APLICAÇÃO ............................ 8 CONSTRUIR UM GUINDASTE PROTÓTIPO E INFORMAR AO MATERIAIS RECICLAVEIS UTILIZADOS ..................................................................................... 8 CÁLCULO DE UM GUINDASTE E CARTILHA DE CONSTRUÇÃO ............ 9 a 17 REFERÊCIAS...

    2410  Palavras | 10  Páginas

  • ATPS Elementos De Maquinas ETAPA3 4

    outros discos. Os mancais de rolamento tem a semelhança ao de mancais de deslizamento, sendo os mesmo projetados para permitir movimentos relativos entre duas peças de máquinas. O que diferenciam os mancais de rolamento em sua interface é separado ao eixo na estrutura fixa pela interposição dos elementos rolantes, prevalecendo fricção rolante à fricção deslizante. As perdas por torque de partida e atrito operacional são inferiores ao de mancais de deslizamento. 2 – Qual a características quanto a vida...

    2315  Palavras | 10  Páginas

  • Máquinas de Elevação

    Seleção do moitão 12 2.1. Escolha do número de cabos de sustentação 12 2.2. Diagrama esquemático do cabeamento 12 2.3. Seleção do moitão 12 3. Cálculo / Seleção do cabo de aço padronizado 13 3.1. Tipo de cabo de aço 13 3.2. Diâmetro do cabo de aço 13 3.3. Seleção do cabo normalizado 14 4. Cálculo do coeficiente de segurança do cabo de aço 14 5. Cálculo / Seleção do diâmetro das polias (compensadora / móveis / fixas) e tambor 14 5.1. Cálculo do diâmetro...

    4292  Palavras | 18  Páginas

  • ATPS Elementos de Maquina 2015

    RELATÓRIO 2 6 ETAPA 2 6 Passo 1 6 Passo 2 6 Passo 3 7 Bibliografia 9 Desafio Elementos de máquinas são os elementos encontrados em todas as máquinas existentes. Com esses elementos obtemos o funcionamento e a vida útil das máquinas através de eixos, parafusos, mancais, engrenagens etc. Na maioria das vezes esses elementos seguem normas de padronização, podendo ocorrer variações para ajuste ou melhoramento do processo das máquinas. Como desafio para esta ATPS, a equipe foi designada para encontrar...

    1530  Palavras | 7  Páginas

  • elementos de maquinas

    TAUBATÉ / SP 2014 1 1 – Introdução; 2 – Desenvolvimento; 2.1 – Etapa 1 - Perspectiva de prevenção de falha; 2.2 – Etapa 2 - Transmissão de potência através de eixos, acoplamentos, chavetas e estrias; 2.3 – Etapa 3 - Mancais de rolamento; 2.4 – Etapa 4 - Transmissão de potência através de eixos , acoplamentos, chavetas, estrias e mancais de rolamento; 3 – Conclusão; 4 – Referências; 2 1 – Introdução: Um projeto de máquina surge sempre para satisfazer uma necessidade...

    2133  Palavras | 9  Páginas

  • Projeto de maq de elevação - Arthur Tamasaukas 2015

    TÉCNICOS E CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO PROJETO 4 3 SISTEMA DE ELEVAÇÃO 5 3.1 ESCOLHA DO NÚMERO DE CABOS DE SUSTENTAÇÃO / DIAGRAMA ESQUEMÁTICO DO CABEAMENTO / CÁLCULO E ESCOLHA DO MOITÃO / SELEÇÃO DO ROLAMENTO DE ESCORA 5 3.1.1 _Escolha do número de cabos de sustentação 5 3.1.2 _Diagrama esquemático de cabeamento 5 3.1.3 Escolha do moitão 6 3.1.4 Escolha do gancho 6 3.1.5 Escolha do rolamento de escora 6 3.1.6 Dimensionamento da porca 6 3.1.7 Verificação quanto ao tamanho 6 3.1.8 Reescolha do rolamento...

    3169  Palavras | 13  Páginas

  • Atps Elementos De Máquinas I Etapa 3

    4 ...................................................................................................................9 4.1 Conclusão ...........................................................................................................9 4.2 Cálculos do guindaste ........................................................................................10. 5- Bibliografia ............................................................................................................12 ...

    2634  Palavras | 11  Páginas

  • Projeto de maquinas

    tecnológicos Sem nunca desviar o foco principal. Formar cidadãos competentes e conscientes Dos seus deveres na sociedade índice ESQUEMA DE FUNCIONAMENTO.......................................... MEMORIAL DE CÁLCULO.................................................... CLASSE DE FUNCIONAMENTO............................................. DIMENSIONAMENTO DO CABO............................................ DIMENSIONAMENTO DA POLIA.................................

    2007  Palavras | 9  Páginas

  • Freio tipo sapata para ponte rolante de capacidade 200t

    PROJETO MECÂNICO QUE DEVE CONTER O MEMORIAL DESCRITIVO, O MEMORIAL DE CÁLCULO E OS ANEXOS, (vg. Os DESENHOS). Esta é a CAPA Fontes: Texto - Arial 11, No. de Página – Arial 10. Configuração conforme este modelo somente, vg. copy & paste! Espaçamento entre linhas: 1,5. Imprimir Sempre Em Frente E Verso RELATÓRIO DA DISCIPLINA SEM0349 – MÁQUINAS PARA ELEVAÇÃO E MOVIMENTAÇÃO DE MATERIAIS MEMORIAL DESCRITIVO E MEMORIAL DE CÁLCULOS NOME DO PROJETO FREIO TIPO SAPATA PARA PONTE ROLANTE DE CAPACIDADE...

    9916  Palavras | 40  Páginas

  • elementos de maquinas

    tranversalmente devido à compressão axial. A flambagem é considerada uma instabilidade elástica, assim, a peça pode perder sua estabilidade sem que o material já tenha atingido a sua tensão de escoamento. Este colapso ocorrerá sempre na direção do eixo de menor momento de inércia de sua seção transversal. A tensão crítica para ocorrer a flambagem não depende da tensão de escoamento do material, mas de seu módulo de Young. Passo 1.3: Identificação dos modos de falha predominantes no projeto: ...

    2435  Palavras | 10  Páginas

  • ATPS elementos de máquinas

    direção do eixo de menor momento de inércia de sua seção transversal. A tensão crítica para ocorrer a flambagem não depende da tensão de escoamento do material, mas de seu módulo de Young. Isso ocorre quando a força aplicada atinge um valor superior ao da carga crítica. Passo 3 Identificar no projeto do guindaste quais serão os modos de falha predominantes. Através dos cálculos, identificar se é previsto ocorrer falhas no conjunto. As falhas mais prováveis que podem ocorrer no eixo moitão é a deformação...

    3608  Palavras | 15  Páginas

  • ATPS Elementos de Maquina

    força da força aplicada. Isso ocorre quando a força aplicada atinge um valor superior ao da carga crítica.   Outro tipo de flambagem que ocorre quase que exclusivamente nas vigas metálicas é a flambagem lateral das vigas. Ela é fundamental para o cálculo das vigas metálicas não continuamente travadas, isto é, que não tem o seu deslocamento lateral impedido. Supondo uma viga metálica de seção transversal “I” com deslocamento lateral desimpedido, submetida a um carregamento distribuído ou concentrado...

    2575  Palavras | 11  Páginas

  • BLABLABLA

    Dimensionamento do Tambor 15 4.6. Dimensionamento do Eixo do Tambor 20 4.7. Dimensionamento do Rolamento do Tambor 28 4.8. Dimensionamento do Acoplamento Jaure 30 5. Dimensionamento do Sistema de Translação do Carro 34 5.1. Dimensionamento e Seleção do Moto-Redutor 36 5.2. Dimensionamento das Rodas do Carro 39 5.3. Verificação da Roda e eixo da roda do carro 47 5.3.1. Dimensionamento eixo-cubo – Ajuste Roda - Eixo 62 Sumário eixo de rotação 62 5.3.2. Dimensionamento do Rolamento...

    3843  Palavras | 16  Páginas

  • elementos da maquina

    Belo Horizonte Março/2014 ELEMENTOS DE MÁQUINAS I DESAFIO Elementos de máquinas são os elementos encontrados em todas as máquinas existentes. Com esses elementos obtemos o funcionamento e a vida útil das máquinas através de eixos, parafusos, mancais, engrenagens etc. Na maioria das vezes esses elementos seguem normas de padronização, podendo ocorrer variações para ajuste ou melhoramento do processo das máquinas. Como desafio para esta ATPS, a equipe foi designada para encontrar...

    2170  Palavras | 9  Páginas

  • Engenharia mecatrônica

    Quilogramas por metro V Velocidade Vo Velocidade inicial A Aceleração m.s Metros vezes segundo t Tempo S Espaço final So Espaço inicial Ø Diâmetro π Pi rpm Rotações por minuto rps Rotações por segundo D1 Diâmetro do eixo do motor D2 Diâmetro da polia n1 Rotações por minuto do motor n2 Rotações por minuto na polia w Watts HP Horse Power (potência de cavalo) Hz Hertz V Volts ml.l Mililitros vezes litro mg.l Miligramas vezes litro LISTA...

    7964  Palavras | 32  Páginas

  • ATPS Elementos de M quinas

    Universidade Anhanguera - UNIABC Engenharia Mecânica ATPS Elementos de Máquinas Cartilha de Construção e Cálculo de um Moitão Cássio Brito de Oliveira RA: 30006299 Franco de Paula Fantasia RA: 30012228 Fabio de Souza Soldera RA: 5297125995 Fernando Arato RA: 30040449 Prof. Alexandre Pazian Santo André 2013 INDICE Introdução...................................................................................................................................3 Relatório 1...

    2389  Palavras | 10  Páginas

  • elementos de maquinas

    possibilitando que o componente execute sua função. A flambagem é considerada uma instabilidade elástica, assim, a peça pode perder sua estabilidade sem que o material já tenha atingido a sua tensão de escoamento. Este colapso ocorrerá sempre na direção do eixo de menor momento de inércia de sua seção transversal. A tensão crítica para ocorrer a flambagem não depende da tensão de escoamento do material, mas da seu módulo de Young. A flambagem ou encurvadura é um fenômeno que ocorre em peças esbeltas (peças...

    3216  Palavras | 13  Páginas

  • projeto de maquinas

    4 - Memorial de cálculos Dados do projeto: Q = 2,0tf L = 6,0m H = 5,5m VL = 4,0m/min VD = 15,0m/min G = 1,0rpm ES – 2 (para todos os mecanismos do conjunto) Tempo de serviço diário: 8horas 4.1 – Cálculos iniciais (tempos e definição do grupo mecânico para cada mecanismo) Tempo de deslocamento vertical (tdv): 4,0m 60s Obs – O curso de levantamento está sendo adotado como 80% da altura 4,4m x total da coluna 5,5m  5,5 . 0,8 = 4,4m...

    1327  Palavras | 6  Páginas

  • ATPS Elementosmaquinas

    do projeto, vimos que o rolamento para o eixo moitão calculado é muito pequeno, tendo como capacidade de carga dinâmica de 3250N e estática de 1370N, o mesmo não iria suportar uma carga de 15568,84N. Como o diâmetro do eixo calculado é de 6,1mm, passamos este eixo para medida mais próxima seguinte que é de diâmetro 7mm, tendo rolamento 627 para este eixo. O eixo aguentaria a força solicitada, mas os rolamentos não, então teriam que aumentar o diâmetro do eixo para utilizarmos um rolamento maior, ficando...

    5221  Palavras | 21  Páginas

  • ELEMENTOS DE M QUINAS I

    resposta não linear resulta em uma falha por flambagem se o componente flambado não for mais capaz de realizar sua função. Figura 8 – Flambagem PASSO 3 Identificar no projeto do guindaste quais serão os modos de falha predominantes. Através dos cálculos, identificar se é previsto ocorrer falhas no conjunto. MODOS DE FALHAS PREDOMINANTES NO CONJUNTO MECÂNICO Fratura Frágil: É chamada de falha catastrófica e ocorre quando a deformação elástica (recuperável) de um componente que apresenta comportamento...

    1572  Palavras | 7  Páginas

  • Ponte rolante

    PROJETO - ROTEIRO DE CÁLCULOS : 1. Escolha do número de cabos de sustentação /diagrama esquemático do cabeamento / cálculo e escolha do moitão / seleção do rolamento de escora. 1. Escolha do diâmetro do cabo padronizado. 1. Escolha do coeficiente de segurança do cabo de aço. 1. Escolha do diâmetro das polias ( compensadoras / móveis/fixas ). 1. Seleção dos rolamentos das polias móveis e fixas. 1. Escolha do diâmetro / comprimento do tambor / cálculo do tambor ( espessura...

    3331  Palavras | 14  Páginas

  • elementos de maquinas

    percebido em tubulações longas e constante. • Escoamento variado: quando diversos pontos de uma mesma trajetória não apresentam constância da velocidade. • Escoamento rotacional: é o escoamento que contenha um líquido e que gira em torno de seu eixo vertical. • Escoamento rotacional: considerando o escoamento em tratamento como rotacional. 3) Indentação: A indentação é utilizada na determinação da dureza superficial em diferentes materiais e em sua versatilidade, apesar de também apresentar...

    1386  Palavras | 6  Páginas

  • 230749529 Atps Elementos De Maquinas I 1

    já tenha atingido a sua tensão de escoamento. Este colapso ocorrerá sempre na direção do eixo de menor momento de inércia de sua seção transversal. A tensão crítica para ocorrer a flambagem não depende da tensão de escoamento do material, mas da seu módulo de Young. ______________________________________________________________________________ Passo 3: Possíveis falhas que possam ocorrer no Projeto (Cálculos): FLAMBAGEM: - carga crítica de Flambagem: faz com que a peça comece a flambar. Unidade...

    4322  Palavras | 18  Páginas

  • Elementos de máquinas

    de suas principais características. Quais as principais características de cada mancal? Mancal de deslizamento: A função do mancal de deslizamento é servir de apoio para eixos girantes. Estes mancais estão sujeitos às forças de atrito devido a rotação do eixo, ou seja, o atrito ocorre devido ao contato da superfície do eixo com o mancal. Os mancais são constituídos de uma bucha fixada em um suporte e são utilizados em máquinas pesadas e em equipamentos de baixa rotação, porque a baixa velocidade...

    3784  Palavras | 16  Páginas

  • ATPS Elementos De Maquina Finalizado

    Fernando S. A. Mota RA: 3219532141 Paulo Waterlo Bertini RA: 3273587119 Elementos de máquinas são os elementos encontrados em todas as máquinas existentes. Com esses elementos obtemos o funcionamento e a vida útil das máquinas através de eixos, parafusos, mancais, engrenagens etc. Na maioria das vezes esses elementos seguem normas de padronização, podendo ocorrer variações para ajuste ou melhoramento do processo das máquinas. Como desafio para esta ATPS, a equipe foi designada para encontrar...

    4298  Palavras | 18  Páginas

  • Ponte Rolante

    /diagrama esquemático do cabeamento / cálculo e escolha do moitão / seleção do rolamento de escora. 2.Escolha do diâmetro do cabo padronizado. 3.Escolha do coeficiente de segurança do cabo de aço. 4.Escolha do diâmetro das polias ( compensadoras / móveis/fixas ). 5.Seleção dos rolamentos das polias móveis e fixas. 6.Escolha do diâmetro / comprimento do tambor / cálculo do tambor ( espessura / peso total/eixos / flanges / nervuras / rolamento do lado do pedestal ). 7.Cálculo da potência do motor de levantamento...

    1721  Palavras | 7  Páginas

  • O funcinamento e o ganho de produtividade do guindaste de torre (grua)

    3.1 GUINDASTE DE TORRE (Grua) O guindaste é composto fundamentalmente por uma base, torre, uma gaiola de telescopagem, pivô, cabine e seus elementos, ponta da torre, contra-lança, contrapeso da contra-lança, tirantes, lança, carrinho da lança, moitão de carga (trole), sistema operacional, estriamento e lâmpada piloto. Todo esse maquinário pode atingir uma altura de ate 150m conforme figura 1. [2] Figura 1 (Guindaste de torre – Elementos da grua) Fonte: SOBES (Sociedade Brasileira de Engenharia...

    1892  Palavras | 8  Páginas

  • Medidores de vazão

    velocidades; • Acoplamento especial tambor / redutor; • Tambor; • Cabo de aço; • Moitão. [pic] Figura 1 - Ponte rolante convencional - Aplicação não-siderúrgica II - ROTEIRO DE CÁLCULOS MÁQUINAS DE ELEVAÇÃO E TRANSPORTE DE CARGAS ITEM 1- ESCOLHA DO NÚMERO DE CABOS DE SUSTENTAÇÃO /DIAGRAMA ESQUEMÁTICO DO CABEAMENTO / CÁLCULO E ESCOLHA DO MOITÃO / SELEÇÃO DO ROLAMENTO DE ESCORA 1.1- ESCOLHA DO NÚMERO DE CABOS DE SUSTENTAÇÃO (N = 4) • Recomenda-se...

    3983  Palavras | 16  Páginas

  • Movimentação De Cargas

    Terrestre N-2869 - Segurança em Movimentação de Cargas Norma Transpetro: PE-3N0-00209 - Segurança em Serviço de Movimentação e Elevação de Cargas Normas Brasileiras: NBR ISO 4309 – Guindastes - Cabo de Aço - Critério de Inspeção e Descarte NBR 8400 – Cálculo de equipamento para levantamento e movimentação de cargas SNOX – RNEST Influência da evolução tecnológica dos equipamentos A evolução tecnológica dos equipamentos decorrente da eletrônica embarcada e de materiais de construção mecânica mais resistentes...

    2210  Palavras | 9  Páginas

  • Tabela de carga

    . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . pàg. I - 5 7. Serviço de transbordo ou montagem mixta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . pàg. I - 6 8. Controlador de cargas LICCON e interruptor final . . . . . . . . . . . . . . pàg. I - 7 9. Moitão do gancho e gancho de carga . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . pàg. I - 8 9.1 Carga, polias do cabo e peso próprio . . . . . . . . . . . . . . . . . . pàg. I - 8 9.2 Distância entre gancho e o conjunto de rolos no cabeçal da lança . . ...

    4956  Palavras | 20  Páginas

  • curso de riger

    Curso de RIGGER RIGGER - DEFINIÇÃO RIGGER - PROFISSIONAL QUALIFICADO RIGGING – OPERAÇÃO DE IÇAMENTO E MOVIMENTAÇÃO DE CARGA PRÉ REQUISITOS: •No mínimo o Ensino Médio Completo  •Desejável: Eng. Mecânico ou Eng. Operacional  •Prática em Cálculos numéricos (matemática, geometria, trigonometria, conhecimento de desenho técnico (mecânico, estrutura, civil, instalações industriais)  •Prática em leitura de manuais técnicos de guindastes. ATRIBUIÇÕES BÁSICAS: •SELECIONAR O GUINDASTE •COMPOR...

    6172  Palavras | 25  Páginas

  • Projeto de uma ponte rolante

    /diagrama esquemático do cabeamento / cálculo e escolha do moitão / seleção do rolamento de escora. 2.Escolha do diâmetro do cabo padronizado. 3.Escolha do coeficiente de segurança do cabo de aço. 4.Escolha do diâmetro das polias ( compensadoras / móveis/fixas ). 5.Seleção dos rolamentos das polias móveis e fixas. 6.Escolha do diâmetro / comprimento do tambor / cálculo do tambor ( espessura / peso total/eixos / flanges / nervuras / rolamento do lado do pedestal ). 7.Cálculo da potência do motor de levantamento...

    2974  Palavras | 12  Páginas

  • Gruas Parte VII

    radio está clara. • Verificar se o operador realizou o check list testando todos os comandos e limites. • Combinar a forma que será conduzido o trabalho com o operador. Antes de iniciar o serviço o sinaleiro deverá... • Verificar as condições de moitão. • Verificar condições de manilhas e clipes. • Verificar condições de cabos e cintas. • Verificar condições de caçambas e outros equipamentos de transporte. Problemas com cintas Outras verificações que deverão ser executadas pelo sinaleiro : ...

    1659  Palavras | 7  Páginas

  • Elemento de maquina

    DESAFIO Elementos de máquinas são os elementos encontrados em todas as máquinas existentes. Com esses elementos obtemos o funcionamento e a vida útil das máquinas através de eixos, parafusos, mancais, engrenagens etc. Na maioria das vezes esses elementos seguem normas de padronização, podendo ocorrer variações para ajuste ou melhoramento do processo das máquinas. Como desafio para esta ATPS, a equipe foi designada para encontrar...

    3611  Palavras | 15  Páginas

  • Projeto Ponte Rolante GRUPO I 2013

    Felipe M. de Oliveira RA 070857 Leonardo N. de O. Campos RA 070632 Luiz Fabio Pinto RA 070386 Sorocaba / SP 2009 PROJETO PONTE ROLANTE GRUPO I MÁQUINAS DE ELEVAÇÃO E TRANSPORTE Sorocaba / SP 2009 Fontes de referência Normas NBR 8400 – Cálculos de equipamento para levantamento e movimentação de cargas – ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, São Paulo, 1984 Bibliografia Apostila de Máquinas de Elevação e Transporte de cargas – Primeira revisão – Professor Mestre Engº Ronaldo...

    14834  Palavras | 60  Páginas

  • Atps mecênica geral passo 1

    posicionados aproximadamente paralelos ao eixo longitudinal do cabo de aço. Estes cabos são estáveis, possuem boa resistência ao desgaste interno e torção e são fáceis de manusear. Também possuem considerável resistência a amassamentos e deformações devido ao curto comprimento dos arames expostos. No cabo de torção lang, os arames de cada perna são torcidos no mesmo sentido que o das próprias pernas. Os arames externos são posicionados diagonalmente ao eixo longitudinal do cabo de aço e com um comprimento...

    2563  Palavras | 11  Páginas

  • ELEMENTOS DE MÁQUINAS

    pesadas ou em equipamentos de baixa rotação, porque a baixa velocidade evita superaqueci- mento dos componentes expostos ao atrito. A principal função dos mancais de deslizamento, existentes em máquinas e equipamentos, é servir de apoio e guia para os eixos girantes Mancais de rolamento Quando necessitar de mancal com maior velocidade e menos atrito, o mancal de rolamento é o mais adequado. Os rolamentos são classificados em função dos seus elementos rolantes. 2 Qual a características quanto...

    1680  Palavras | 7  Páginas

  • Relatorio 1 - prevenção a falha

    Índice: 1.0 – introdução_____________________________________________________2 2.0 Metodologia para o cálculo da carga__________________________________2 3.0 Tipos de falhas___________________________________________________3 3.1 Deformação Elástica________________________________________3 3.2 Escoamento_______________________________________________3 3.3 Indentação________________________________________________4 3.3.1 Dureza Brinnel___________________________________5 3.3.2 Dureza Vickers 3.3...

    2300  Palavras | 10  Páginas

  • grua

    da lança e do moitão de cargas, que se movimentam ao longo de sua estrutura, até o ponto máximo de alcance, que é na sua ponta. Fica instalado dentro da lança o sistema de motor, redutor, tambor de movimentação do carrinho. Carrinho da Lança: é um conjunto de rodas e polias, que se movimentam ao longo da parte inferior da lança, sendo movimentado através de cabos de aço e acionados pelo sistema de comando da grua. Esse sistema é responsável pelo transporte de cargas, através do moitão de carga, ao...

    1863  Palavras | 8  Páginas

  • Projeto ponte rolante

    PROJETO 6 3. NOTAÇÕES 7 4. CABO DE AÇO 9 4.1 Cálculo da força no cabo (Fc) 10 4.2 Cálculo do diâmetro mínimo (dc min) 10 4.3 Padronização do cabo de aço 11 4.4 Coeficiente de segurança do cabo de aço (S) 11 5. POLIA DE PASSAGEM E POLIA COMPENSADORA 11 5.1 Dimensionamento do diâmetro da polia de passagem 12 5.2 Dimensionamento do diâmetro da polia compensadora 12 6. MANCAL DA POLIA 13 6.1 Cálculo da pressão média no mancal (Pm) 13 6.2 Cálculo da velocidade de escorregamento (Vesc) 14 6.3...

    3379  Palavras | 14  Páginas

  • AAA MANUAL OPERA O GUINCHO ELEVA O SIST GIRO TWG

    tirantes anteriores; 02 tirantes posteriores; 01 conjunto gravata de ancoragem; 01 redutor do giro; 01 conj. Nariz, conj. célula carga, destorcedor; 01 patesca; 01quadro de comando e resistores frenagem; 02 tramos de lança; 01 cjt. Moitão de montagem; 01 pinhão do giro, eixo do giro e elementos de montagem; 01 rolamento engrenado do giro; Rua Prof. José Lourenço, 836 – fone- 11-3990-8728 – Pirituba – SP-SP - CEP. 02977-020 www.ekipateck.com.br 11/47 Instalar a viga travessa de segurança na gravata...

    6615  Palavras | 27  Páginas

  • Ponte rolante

    convencional de 200,0 kN (≅20,0 toneladas), destinada a áreas de montagem. O resumo está apresentado em duas partes. Na primeira são mostrados os cálculos preliminares que são feitos durante o dimensionamento de uma ponte rolante e, na segunda, nos anexos, estão incluídas as tabelas de dados e informações necessárias para os cálculos. Desta forma, todos os cálculos deste resumo são referenciados às tabelas informativas. O dimensionamento preliminar dos mecanismos e dispositivos de uma ponte rolante é ilustrado...

    16925  Palavras | 68  Páginas

  • ATPS Elem

    Aula-tema: mancais de rolamento. 4 Passo 1: 4 Mancais de deslizamento 4 Mancais de rolamento 4 Passo 2 4 Esferas 5 Roletes 5 Agulha 5 Passo 3 6 Dimensionamento do rolamento. 6 DIMENSIONAMENTO: 7 Cartilha de Construção e Cálculo de um Guindaste, 8 Aula-tema: transmissão de potência através de eixos, acoplamentos, chavetas e estrias e mancais de rolamento. 8 Conclusão 10 Dados do projeto: 10 Bibliografia: 11 Indice de figuras Figura 1: mancais de rolamento esfera 5 Figura 2: mancal de rolamento rolete 5...

    1852  Palavras | 8  Páginas

  • Mec. geral etapa 1 e 2

    lança e do moitão de cargas, que se movimentam ao longo de sua estrutura, até o ponto máximo de alcance, que é na sua ponta. Fica instalado dentro da lança o sistema de motor, redutor, tambor de movimentação do carrinho. Carrinho da Lança: é um conjunto de rodas e polias, que se movimentam ao longo da parte inferior da lança, sendo movimentado através de cabos de aço e acionados pelo sistema de comando da grua. Esse sistema é responsável pelo transporte de cargas, através do moitão de carga, ao...

    1752  Palavras | 8  Páginas

  • Ponte rolante

    do Sistema de Translação da Ponte. | Configuração Estrutural da Ponte. | 5. Elevação 5.1. Tempo de elevação 5.1.2. Tempo do ciclo (4x20s)+(2x86,423s) = 252,847s Obs: Obtenção de vide cálculo do item | 5.1.3. Fração de tempo do ciclo em movimento vertical = 0,3164 =31,64% 5.1.4. Horas Efetivamente Trabalhadas = 0,3164×0,75×20 h =4,746 horas/dia Obs: = 0,75 pois o número de matrícula é impar. | Conhecido o...

    3034  Palavras | 13  Páginas

tracking img