• Planejamento Anual 1° ano
    as regras de convivência dos diferentes ambientes, situações e instituições. Assim propomos que a diversidade das formas de expressão deva ser respeitada. Saber adequar o modo de falar às diferentes interações é uma capacidade lingüística de valor e utilidade na vida do cidadão e é por isso que deve...
    1813 Palavras 8 Páginas
  • Relatório final de estágio em educação infantil
    /cancoes-escoteiras/998134/ Acesso em 07/11/11. BORBA, Ângela Meyer. “As culturas da Infância no contexto da Educação Infantil”. Disponível em: http://www.uab.ufjf.br/course/view.php?id=8295 Acesso em: 10/11/11. FARIA, Márcia Nunes. A música, fator importante na aprendizagem. Assis Chateaubriand – Pr, 2001. 40f. Monografia (Especialização em Psicopedagogia) – Centro Técnico-Educacional Superior do Oeste Paranaense – CTESOP/CAEDRHS....
    1987 Palavras 8 Páginas
  • Anjos do sol
    âmbito das múltiplas linguagens, de modo a possibilitar à criança a expressão em suas diferentes formas e o não reconhecimento dela como ser de cultura. Por fim, na pré-escola, implicada com esses aspectos vem também a negação à criança do direito ao brincar, embora na origem, por razões...
    4558 Palavras 19 Páginas
  • Brinquedoteca
    Brasil, e a visão de vários pensadores sobre o brincar, pois, enquanto a criança brinca expressa sentimentos, crenças e modos de pensar, agir e falar. A brincadeira estimula a participação de todos. É brincando que a criança dá asas a imaginação e por meio das brincadeiras, às crianças aprendem a...
    2247 Palavras 9 Páginas
  • tecnologia na infancia
    . 108 A palavra brincar pode ter sido associada com dois sentidos. Em um primeiro sentido pode ter aparecido como uma referência a ação da criança sem necessariamente estar relacionado a um aparelho específico ou a uma tecnologia. Isso pode ser retratado no diálogo a seguir: Pesquisadora: O...
    44155 Palavras 177 Páginas
  • Práticas em creche
    criança, com o seu olho vago, como mais um no meio de tantos, desumanizando-a, e que não a compreende como um ser único, com uma história de vida particular, um modo próprio de substanciar as interposições externas, de estar e sentir-se no mundo. Tal como Pinheiro (2007) sugere “ […] Preconizamos...
    166749 Palavras 667 Páginas
  • Brinquedoteca
    Brasil, e a visão de vários pensadores sobre o brincar, pois, enquanto a criança brinca expressa sentimentos, crenças e modos de pensar, agir e falar. A brincadeira estimula a participação de todos. É brincando que a criança dá asas a imaginação e por meio das brincadeiras, às crianças aprendem a...
    2247 Palavras 9 Páginas
  • Educação Ambiental no Contexto Escolar
    habilidades importantíssimas para o convívio social e para formar cidadãos críticos capazes de viver em sociedade. Referencia bibliográficas BRANDÃO, c(org). Pesquisa participante. São Paulo: Brasiliense BORBA, Ângela Mayer.(2006), O brincar como um modo de ser...
    12758 Palavras 52 Páginas
  • Educação Infantil
    , social e emocional. Essa instituição não pode ser pensada como substituta da família, mas como um ambiente de socialização diferente do familiar. Nela se dá o cuidado e a educação de crianças que aí vivem, convivem, exploram, conhecem, construindo uma visão de mundo e de si mesmas, construindo-se...
    2181 Palavras 9 Páginas
  • Manografia
    que devem ser considerados ao se ministrar atividades lúdicas. Um fator é a própria arrumação ou preparação do ambiente na sala de aula, a disposição dos brinquedos, se for o caso, deve estar estabelecida de modo a estimular as crianças a praticarem a atividade com animo e satisfação. O excesso de...
    15489 Palavras 62 Páginas
  • Tcc- o trabalho com o lúdico
    através dessas atividades. Segundo ainda Bettelheim “elas são o meio pela qual as crianças fazem o trânsito do mundo subjetivo simbiótico com a mãe para o mundo objetivo da lei do pai, criando o seu modo pessoal de ser e estar no mundo, criando sua identidade pessoal; ou se quiser sua...
    4495 Palavras 18 Páginas
  • brinquedoteca
    . 2009. MALUF, Ângela C. M. Brinquedoteca: um espaço estruturado para brincar. Disponível em:< http://www.psicopedagogia.com.br/opiniao/opiniao.asp?entrID=276>. Acesso em 04 de dez. 2009. NEGRINE, Airton. Aprendizagem e desenvolvimento infantil: perspectivas psicopedagógicas. Porto Alegre: Prodil...
    2374 Palavras 10 Páginas
  • Brincadeiras antigas
    que aprende o que mais ninguém lhe pode ensinar. É dessa forma que ela se estrutura e conhece a realidade. Além de estar a conhecer o mundo, está-se a conhecer a si mesma. Ela descobre, compreende o papel dos adultos, aprende a comportar-se e a sentir-se como eles. O ato de brincar pode...
    2210 Palavras 9 Páginas
  • Projeto metodologia cientifico
    de saúde e bem-estar. Pode ser realizada a partir do primeiro ano de vida, embora antes a criança já deva ser tocada, embalada e acarinhada constantemente, de modo a reproduzir as sensações que experimentou em casa. 2.2 Objetivos: Geral: Promover o desenvolvimento de Recursos...
    3203 Palavras 13 Páginas
  • Multiticiplinar 1
    , Froebel ressaltou a importância do brincar para o desenvolvimento integral do ser humano nos aspectos físico, social, cultural, afetivo, emocional e cognitivo. Para tanto, se faz necessário conscientizar os pais, educadores e sociedade em geral sobre à ludicidade que deve estar sendo vivenciada na...
    2356 Palavras 10 Páginas
  • Estagio
    imediatamente, para resolver essa questão à criança envolve-se num mundo imaginário onde os desejos não-realizáveis podem ser realizados. O brincar da criança é então a imaginação e ação sempre imitando o adulto ou outra criança. Do ponto de vista do desenvolvimento da criança, a ludicidade traz vantagens...
    3958 Palavras 16 Páginas
  • Psicopedagogia clínica
    origem, o termo lúdico estaria se referindo apenas ao jogar, ao brincar, ao movimento espontâneo. O lúdico passou a ser reconhecido como traço essencial de psicofisiologia do comportamento humano. De modo que a definição deixou de ser o simples sinônimo de jogo. As implicações da necessidade lúdica...
    3648 Palavras 15 Páginas
  • Educação Infantil
    moralidade, afetividade perante as situações desafiadoras e significativas presentes no brincar e inerentes à produção social do conhecimento. Brincar faz parte do ser criança. Brincando a criança descobre o mundo, como ele funciona, aprende, se desenvolve, experimenta. Brincando a criança vai...
    10122 Palavras 41 Páginas
  • Ludicidade: um fazer pedagógico significativo
    educandos podem não perceber que internalizam os conhecimentos, tornando mais dinâmica à aprendizagem e, desse modo, facilitando-a. Para Moyles, o brincar na escola “pode ser dirigido, livre ou exploratório: o essencial é que ele faça a criança avançar do ponto em que está no momento em sua aprendizagem...
    4475 Palavras 18 Páginas
  • projeto ensinando matematica
    assim, os momentos mais significativos do projeto serão registrados, tendo como ponto de observação o interesse, a participação, a criatividade, a interação do grupo, enfim, todos as possibilidades, que nos retratem a relação da turma com o projeto. REFERÊNCIAS    BORBA, M. & PENTEADO, M...
    1539 Palavras 7 Páginas