Bock Furtado Teixeira 1999 artigos e trabalhos de pesquisa

Saúde Mental ou Doença mental?( Psicologias-Bock)

critérios de definição da loucura, a partir do qual o texto a seguir foi redigido. O filosofo Frances Michel Foucault (1926-1984) deu uma valiosa contribuição para compreender a constituição histórica do conceito de doença mental), segundo bock, Teixeira e furtado. No Renascimento o louco vivia “Solto, errante, expulso das cidades, entregue aos peregrinos e navegantes.” O louco era visto como “ Tendo um saber esotérico sobre os homens e o mundo, um saber cósmico que revela verdades secretas” Fazendo...

1730  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

psicologia

AS PRINCIPAIS TEORIAS DO SÉC. XX A PSICOLOGIA ENQUANTO RAMO DA FILOSOFIA ESTUDAVA A ALMA. (BOCK, FURTADO, TEIXEIRA, 2008, p.43) A PSICOLOGIA CIENTÍFICA NASCE QUANDO WUNDT PRECONIZA A PSICOLOGIA “SEM ALMA” – CRIANDO, EM 1878, O 1º LABORATÓRIO DE PSICOLOGIA CIENTÍFICA, NA UNIVERSIDADE DE LEIPZG, NA ALEMANHA. (Ibdem) O CONHECIMENTO CIENTÍFICO DA ÉPOCA ERA AQUELE PRODUZIDO EM LABORATÓRIOS, COM O USO DE INSTRUMENTOS DE OBSERVAÇÃO E MEDIÇÃO. (Ibdem) ESSA PSICOLOGIA CIENTÍFICA, QUE SE CONSTITUIU DE...

3004  Palavras | 13  Páginas

Ler documento completo

ATIVIDADE REFLEXIVA MIRIAM LISBOA SANTOS DO CARMO

contínua e gradativa, através de atividades mentais que vão se organizando, aperfeiçoando e fortalecendo até alcançar um estado de equilíbrio superior em relação à inteligência, vida afetiva e relações sociais existentes, parafraseando BOCK, TEIXEIRA E FURTADO, (1999). Como exemplo de estruturas mentais destaca-se a motivação que é a desencadeadora da ação do indivíduo, uma espécie de energia psicológica que põe o organismo em movimento, numa ação de dentro para fora e independe do ambiente....

552  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

PSICOLOGIA SOCIAL

uma série de palavras essenciais em nossas definições: “ciência”, “comportamento”, “processos mentais”. (Grifo do autor). Segundo Davidoof (2001), o psicólogo utiliza a estratégia de observação com a probabilidade de dados confiáveis e precisos. Bock (2010) afirma que a diversidade de objetos da Psicologia é explicada pelo fato de este campo de conhecimento ter-se constituído como área do conhecimento científico só muito recentemente (final do século 19), a respeito de existir há muito tempo na...

3584  Palavras | 15  Páginas

Ler documento completo

Psicologia

psicologias [pic] A PSICOLOGIA E AS PSICOLOGIAS ANA MARIA BOCK http://groups-beta.google.com/group/digitalsource ANA MARIA BOCK A PSICOLOGIA E AS PSICOLOGIAS SUMÁRIO PARTE 1 A CARACTERIZAÇÃO DA PSICOLOGIA CAPÍTULO 1 A PSICOLOGIA OU AS PSICOLOGIAS Ciência e 110762 Palavras444 Páginas Psicologia ANA MERCÊS BAHIA BOCK ODAIR FURTADO MARIA DE LOURDES TRASSI TEIXEIRA PSICOLOGIAS UMA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE PSICOLOGIA 13a edição reformulada e ampliada— 1999 3ª tiragem — 2001 ISBN 85-02-02900-2 ISBN 85-02-02901...

749  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Psicologia Da Educa O Tema 1 Slides Gabarito

da Psicologia à • A Psicologia é um ramo das Ciências Humanas. Enquanto estas se ocupam do objeto humano, a Psicologia, na sua especificidade, estuda a subjetividade, contribuindo para que se compreenda a vida humana em sua totalidade (BOCK, FURTADO, TEIXEIRA, 2008). •Subjetividade é entendida como o espaço íntimo do indivíduo, ou seja como ele 'instala' a sua opinião ao que é dito (mundo interno) com o qual ele se relaciona com o mundo social (mundo externo), resultando tanto em marcas singulares...

3435  Palavras | 14  Páginas

Ler documento completo

Pim iii

Psicólogo Comunitário • Engenheiro Psicológico • Psicólogo de Personalidade • Psicólogo Fisiologista • Psicólogo Psicrométrico 3. AS ABORDAGENS DA PSICOLOGIA 1. PSICANÁLISE Em conformidade com FURTADO, Odair, TEIXEIRA, Maria & BOCK, Ana (1999) o termo psicanálise é usado para se referir a um método de investigação e a uma prática profissional. Enquanto a teoria se caracteriza por um conjunto de conhecimentos sistematizados sobre o funcionamento da vida psíquica. ...

966  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Psicologia da Educação

HVSHFL¿FLGDGHHVWXGDDsubjetividade, contribuindo para que se compreenda a vida humana em sua totalidade (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 2008). (VWDFLrQFLDRULJLQRXVHGD)LORVR¿DHPDQWpPHVWUHLWDUHODomRFRPDPHVPD)RLUHFRQKHFLGDFRPR&LrQFLDLQGHSHQGHQWH no século XIX, na Alemanha, e no Brasil foi regulamentada em 1962, surgindo como “possibilidade de contribuição para o projeto de modernização do país” (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 2008, p. 109). Assim, $HOLWHEUDVLOHLUDYLXQD3VLFRORJLDHQRVVHXVUHFXUVRVWHF...

4941  Palavras | 20  Páginas

Ler documento completo

Percepção no ponto de vista psico-histórico

percepção que segundo eles se localizavam na alma. A percepção era estuda pelos filósofos pré-socráticos como a relação que o homem estabelece com o mundo, “discutiam se o mundo existe porque o homem o vê ou se o homem vê um mundo que já existe” (Bock, Furtado e Teixeira, 2001, p. 41) Com a origem da psicologia científica no século XIX a percepção voltou a ser estudada, no entanto ela estava diretamente relacionada com o biológico (psicofísica), como a percepção que os indivíduos tinham das cores ou da luminosidade...

589  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Síntese do filme Um método perigoso

Psicanálise. Freud. Jung. Sabina. Otto. Sadomasoquismo. Relações psicossexuais. Traição. O filme “Um método perigoso” mostra o nascimento de um novo método imprescindível para a psicologia: a psicanálise. Segundo Bock, Furtado e Teixeira (1999, p. 70) “O termo psicanálise é usado para se referir a uma teoria, a um método de investigação e a uma prática profissional.”. Em meados do século XX, um doutor chamado Carl Jung, já se utiliza do método analítico de Freud no sanatório no qual trabalhava....

643  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Relatório do estágio básico II - Comportamento operante

geram alterações no ambiente e fazem com que este responda de forma a recompensar ou punir o comportamento emitido, sendo este último conceito, aquilo que irá definir as chances de um comportamento voltar ou não a ocorrer, como afirmam (BOCK; FURTADO E TEIXEIRA, 1999) “o que propicia a aprendizagem dos comportamentos é a ação do organismo sobre o meio e o efeito dela resultante”. Diz-se que, “toda ação gera uma reação”, neste caso, a ação poderia ser entendida como um comportamento emitido pelo indivíduo...

3791  Palavras | 16  Páginas

Ler documento completo

Jean Piaget

características biológicas do indivíduo e de fatores educacionais, sociais. Portanto, a divisão nessas faixas etárias é uma referência, e não uma norma rígida. (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 1999. p. 131-132) Através de cada período que podemos definir as melhores maneiras e o tempo correto de aplicar conteúdos, conforme BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, (1999), temos as seguintes considerações: 1º Período - Sensório-motor: Este período refere-se ao recém-nascido e ao lactante, de 0 a 2 anos. Neste período, a criança...

942  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

A psicologia como profissão

A PSICOLOGIA COMO PROFISSÃO (CAPÍTULO 10 - edição 1999 / CAPÍTULO 7 - edição 2008) A PSICOLOGIA COMO PROFISSÃO Até o momento, abordamos a Psicologia como ciência. Uma ciência que fala do homem a partir de seu mundo interno, sua subjetividade, que é fonte de manifestações do indivíduo, suas ações, seus sonhos, seus desejos, suas emoções, sua consciência e seu inconsciente. Neste CAPÍTULO vamos abordar a Psicologia como profissão, isto é, a Psicologia enquanto prática, enquanto aplicação do conhecimento...

4357  Palavras | 18  Páginas

Ler documento completo

As psicologias

DOS SANTOS MIRANDA PSICOLOGIAS – UMA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA PSICOLOGIA Autores: ANA M. BAHIA BOCK; ODAIR FURTADO e MARIA DE LOURDES TRASSI TEIXEIRA Senhor do Bonfim, Ba. 22 de Outubro de 2011. TEXTO: A PSICOLOGIA OU AS PSICOLOGIAS (BOCK, Ana M.B.; FURTADO, Odair; TEIXEIRA, Maria de L.T. PSICOLOGIAS – UMA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA PSICOLOGIA. São Paulo, Saraiva; 1999. Capítulo 1) Ideias principais do texto I. De acordo com o texto, existe uma chamada “Psicologia...

1070  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Introdução ao Estudo da Psicologia

ANA MERCÊS BAHIA BOCK ODAIR FURTADO MARIA DE LOURDES TRASSI TEIXEIRA PSICOLOGIAS UMA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA PSICOLOGIA 13ª edição reformulada e ampliada -1999 14ª tiragem- 2008 IDÉIA CENTRAL 1)O texto retrata da diferença entre Ciência e Senso Comum. Para entendermos melhor a Ciência o texto vai explicar o que é Psicologia e seus objetos de estudos. CITAÇÃO: 2)‘’O que estamos querendo dizer é que as pessoas, normalmente, têm o domínio, mesmo que pequeno e superficial...

697  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Cronograma Psicologia Ci ncia e Profissao Matutino 2015 1 1

Básico: Bock, A.M.B.; Furtado, O., & Teixeira, M.L.T. (1999). Psicologias – Uma introdução ao estudo de Psicologia (13ª ed.). São Paulo: Saraiva. (Cap. 2 – A Evolução da Ciência Psicológica) Texto Complementar: SCHULTZ, D.P. & SCHULTZ, S. E. História da psicologia moderna. São Paulo: Pioneira Thomsom Learning, 2005. (CAp. 2 – As Bases Filosóficas da Psicologia). 3ª Semana – 19/03/2015 Psicologia Como Ciência Texto Básico: Texto Básico: Bock, A.M.B.; Furtado, O., & Teixeira, M.L.T. (1999). Psicologias...

843  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Análise Experimental do Comportamento

surgido com os trabalhos de Skinner que culminaram na publicação em 1938 do “The Behavior of Organisms” (“O Comportamento dos Organismos”). Esta metodologia de ciência é conhecida como Análise Experimental do Comportamento. Esta, segundo Tourinho (1999), seria o "braço empírico" da ciência do comportamento. Esta abordagem utiliza-se de relações funcionais e contingências como instrumentos para o estudo das interações organismo-ambiente. Desta forma, busca relações funcionais entre as variáveis...

2010  Palavras | 9  Páginas

Ler documento completo

PSICOLOGIA E RELIGIÃO: JUNTAS OU SEPARADAS PARA O SOCORRO DO INDIVÍDUO

é o objeto da psicologia, ele irá responder que é o comportamento humano, já se perguntar ao psicanalista ele dirá que o objeto de estudo da psicologia é o inconsciente. Outros dirão que é a consciência humana, outros a personalidade” (BOCK, FURTADO e TEIXEIRA, 1999). Partindo do ponto de vista do indivíduo, ir ao psicólogo e lhe contar seus problemas, mostrar suas emoções, esperando que esse profissional possa trazer-lhe uma solução, ou uma melhor qualidade de vida, pode ser um tanto assustador...

2339  Palavras | 10  Páginas

Ler documento completo

Diferenças entre Behaviorismo e Psicanálise

Skinner. O Behaviorismo de Skinner (radical) tem seu termo de nomenclatura “cunhado pelo próprio Skinner, em 1945, uma filosofia da Ciência do Comportamento (que ele se propôs a defender) por meio da análise experimental do comportamento” (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 1999. p. 57). É importante informar que as referidas abordagens serão aqui demonstradas em forma de relação/comparação. Contribuições importantíssimas à Psicologia, tanto o Behaviorismo quanto a Psicanálise tem muito adicionar ao conhecimento...

746  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

RESUMO -CAPÍTULO 1 DO LIVRO PSICOLOGIAS: Uma introdução ao estudo de psicologia.

BOCK, Ana Mercês Bahia; FURTADO, Odair; TEIXEIRA, Maria de Lourdes Trassi. Psicologias: Uma introdução ao estudo de psicologia. 13ª edição reformulada e ampliada — 1999/ 3ª tiragem — 2001. O livro “Psicologia: Uma introdução ao estudo de psicologia”, das autoras Bock, Furtado e Teixeira traz em seu primeiro capítulo “A psicologia ou as psicologias” uma linguagem coloquial, clara e direta e nos faz refletir sobre o que seria a psicologia científica e enfatiza que todos nós usamos uma...

710  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Behaviorismo

Segundo BAUM (1999, p.111) “frequentemente na vida nos empenhamos em seqüência de comportamentos, fazendo uma coisa a fim de poder fazer outra”. Essa cadeia de comportamentos é baseada e mantida pelo reforço último. O controle de estímulos é fazer que um estímulo controle o comportamento, fazer com que este mude diante da presença do estímulo. De acordo com BOCK, FURTADO e TRASSI (2002, p.53) “quando a freqüência ou a forma da resposta é diferente sob estímulos diferentes, diz-se que o comportamento...

748  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Artigo Behaviorismo

podem ser observadas e relacionadas com eventos que as precedem (estímulos) e as sucedem (consequências). O objetivo maior do enfoque behaviorista é chegar a leis que relacionam estímulos, respostas e consequências (boas, más ou neutras). (MOREIRA, 1999, p.21). Para que consiga esclarecer os comportamentos o behaviorismo, busca sempre relacionar seu contexto social, pois o meio social é o que influencia na formação comportamental de cada indivíduo. A formação do sujeito, seus costumes, crenças, e...

5310  Palavras | 22  Páginas

Ler documento completo

Visoes Cognitivistas

Insight: Trata-se de um processo que quando completado dá ao indivíduo a nítida impressão de ter compreendido alguma coisa ou ter chegado a solução de um problema. O termo refere-se a uma compreensão imediata ou entendimento interno. (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA; 1999). Estudos sobre a aprendizagem São encontradas também diferenças entre as visões comportamentais e visões cognitivistas nos métodos utilizados para estudar a aprendizagem. Grande parte do trabalho sobre princípios comportamentais...

803  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Psicologia científica

Psicologia científica e objeto de estudo (Bock, Furtado &Teixeira, 1999) A Psicologia Científica •A ciência é um conjunto de conhecimentos sobre fatos ou aspectos da realidade (objeto de estudo), expressos por uma linguagem precisa e rigorosa. •Conhecimentos obtidos de forma programada, sistemática e controlada. •Possível verificação de validade. A Psicologia Científica •Um novo conhecimento é sempre produzido a partir de algo anteriormente produzido. •A ciência avança na medida...

595  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Fichamento Ana Bock 1

teórica, supomos que opere na mente das pessoas, sem no entanto afirmar que, em si mesmo, seja assim ou assado. Dele só sabemos pela interpretação. ” (p. 82) Referência BOCK, Ana mercês Bahia; FURTADO, Odair; TEIXEIRA, Aria de Lourdes Trassi. Psicologias: Uma introdução ao estudo de psicologia 13ª ed. São Paulo: Editora Saraiva, 1999. Cap. 3, P. 45-83. ...

3282  Palavras | 14  Páginas

Ler documento completo

psicologia

•“Psicologia é uma ciência que procura compreender o Homem, seu comportamento, para facilitar a convivência consigo próprio e com o outro. Pretende fornecer-lhe subsídios para que ele saiba lidar consigo mesmo e com as experiências da vida”. (Teles, 1999). A psicologia como profissão •A Psicologia no Brasil é uma profissão reconhecida por lei, a Lei 4.119, de 1962, reconhece a existência da Psicologia como profissão. •O exercício da profissão, na forma como se apresenta na Lei 4.119, está relacionado...

1048  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Estudo de caso - caso marcia

auxiliando-o a definir de maneira mais lúcida e segura sua escolha para que seja integrada, harmoniosa e feliz consigo mesma.  Bibliografia BOCK, Ana M. B.; FURTADO, Odair e TEIXEIRA, M. L. T. Capitulo 21: a escolha de uma profissão. In: BOCK, A. M. B.; FURTADO, O. e TEIXEIRA, M. L. T. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. 13ed. São Paulo: Saraiva, 1999. p. 307-329. NEIVA, Kathia Maria Costa. Processos de escolha e orientação profissional. SP. Vetor. 2007. UNIC – Universidade de Cuiabá ...

596  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Psicologia

esse cotidiano, a partir de seu estudo sistemático” (Bock, Furtado e Teixeira, 2001, P. 7). É na realidade cotidiana que a Ciência busca os fatos para compreender e é também nessa mesma realidade que ela procura refletir e conhecer além das aparências. Além da Psicologia e do senso comum, a sociedade possui outras áreas do conhecimento que são extremamente importantes como, por exemplo, a arte, a Religião, e a Filosofia (Bock, Furtado e Teixeira, 2001). A Ciência é definida como “um conjunto de...

7384  Palavras | 30  Páginas

Ler documento completo

afetividade, cognição

indivíduo percebe o meio social e as relações com o outro organiza as informações, fazendo com que através da relação com os afetos que as envolvem desenvolva um determinado comportamento em relação ao meio e às pessoas. Conforme diz Bock; Furtado; Teixeira (1999, p 87) “A linguagem e o pensamento humano têm origem social. A cultura faz parte do desenvolvimento humano e deve ser integrada ao estudo e à explicação das funções superiores”. A aquisição da linguagem também é uma condição básica...

3347  Palavras | 14  Páginas

Ler documento completo

A gestação da psicologia

pesquisa. Antes do laboratório, a Psicologia estava articulada à Filosofia e não tinha reconhecimento como uma ciência autônoma, ela tem um longo passado, mas com uma curta história de reconhecimento enquanto atividade profissional e Ciência. (Bock, 1999) OS PRIMEIROS PSICÓLOGOS O ser humano sempre se interessou por conhecer melhor sua existência e essência. Se entendermos a Psicologia como um conhecimento amplo, chegaremos a conclusão que os mais antigos filósofos (pré-socráticos) eram na...

1062  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Resumo de psicologia, senso comum e conhecimento cientifico.

Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. A psicologia ou as Psicologias. 01-02 BOCK, Ana Mercês B.; FURTADO, Odair; TEIXEIRA, Maria de Lourdes T. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. 13. ed. São Paulo: Saraiva, 1999. (Cap. 1 – p. 15 a 29). Psicologia, palavra que ouvimos diariamente "de psicólogo e de louco todo mundo tem um pouco", no ditado real é medico, mais podemos arriscar utilizando aqui que se encaixa perfeitamente. Um exemplo clássico de como utilizamos...

840  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. BOCK, A. M. B.; FURTADO, O.; TEIXEIRA, M. L. T. São Paulo: Saraiva, 2002.

Disciplina: Psicologia da Educação Exercício 1: Data da Entrega - 03/09/2014 BOCK, A. M. B.; FURTADO, O.; TEIXEIRA, M. L. T. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. São Paulo: Saraiva, 2002. Pág. 29 (Questões de 1 a 12) Pág. 44 (Questões 1, 2, 5, 7, 8 e 10 / Nº2 das atividades em grupo). Exercícios Página 29 (Questões de 1 a 12): 1. Qual a relação entre cotidiano e conhecimento científico? Dê um exemplo de uso cotidiano do conhecimento científico (em qualquer área). É no cotidiano...

1675  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

MOTIVAÇÃO E AUTO ESTIMA NA APRENDIZAGEM

só quando a criança o vê (antes dos 2 anos) é substituída, posteriormente, pela capacidade de atribuir ao objeto sua conservação, mesmo quando ele não está presente no seu campo visual. (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA 1999). 2.2 A TEORIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO DE JEAN PIAGET Segundo Bock; Furtado; Teixeira (1999) para Piaget os períodos do desenvolvimento humano de acordo com o aparecimento de novas qualidades do pensamento, o que, por sua vez, interfere no desenvolvimento global. • 1º período:...

4066  Palavras | 17  Páginas

Ler documento completo

Considerações dos contrastes das realidades brasileiras: uma abordagem ao filme central do brasil

filme percebe-se claramente a falta de valores e de ética da personagem Dora, que depois de conhecer o menino Josué passa a caracterizar uma espécie de crise de identidade. Sobre a questão da formação da identidade individual, Bock, Furtado e Teixeira (1999) ressaltam o seguinte: Várias correntes da Psicologia (e a Psicanálise, inclusive) nos ensinam que o reconhecimento do eu se dá no momento em que aprendemos a nos diferenciar do outro. Eu passo a ser alguém quando...

1874  Palavras | 8  Páginas

Ler documento completo

Pisicolçogia forense

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE. Anais do III Congresso Ibero-Americano de Psicologia Jurídica, São Paulo: 2000. 391p. BOCK, A. M. B., FURTADO, O., TEIXEIRA, M. L. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. São Paulo: Saraiva, 1999. 368p. BOCK, A. M. B., FURTADO, O., TEIXEIRA, M. L. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. São Paulo: Saraiva, 1999. 368p....

967  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Síntese de Behaviorismo, Comportamentalismo e Ambientalismo.

Trabalho para avaliação parcial na disciplina Psicologia da Educação Do Curso de Pedagogia Professora Reni Rutkowski. Universidade Cruzeiro do Sul Campus: Anália Franco São Paulo – 2013 BEHAVIORISMO Segundo Bock (1999) behaviorismo é o estudo do comportamento em relação ao meio ambiente, seguindo o estimulo e resposta como ponto de partida para uma ciência do comportamento. Segundo Larrouse Cultural (1995) behaviorismo esta estritamente ligada à afirmação da...

952  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Delimitação e abrangência da Psicologia Jurídica

PSICOLOGIA JURÍDICA: DELIMITAÇÃO E ABRANGÊNCIAS Michel Foucault¹; Juan H. Del Popolo²; A.M.B. Bock³ e Érica Ribeiro Andrade. RESUMO A Psicologia Jurídica é uma emergente área de especialidade da ciência psicológica, se comparada às áreas tradicionais de formação e atuação da Psicologia como a Escolar, a Organizacional e a Clínica. É o próprio desta especialidade sua interface com o Direito, com o mundo jurídico, resultando encontros e desencontros epistemológicos e conceituais que permeiam...

2611  Palavras | 11  Páginas

Ler documento completo

Resenha

psicologia, capitulo 16- Sexualidade Feira de Santana 2012 BOCK, Ana Mercês Bahia. FURTADO, Odair. TEIXEIRA, Maria De Lourdes Trassi. Psicologias, Uma introdução ao estudo de psicologia, capitulo 16- Sexualidade. São Paulo, 1999. Editor Saraiva, 13ª edição CREDENCIAIS DOS AUTORES: Ana M. Bahia Bock é doutora em psicologia social pela PUC-SP, professora de psicologia social e educacional da faculdade de psicologia da PUC-SP. Odair Furtado é doutor em psicologia social pela PUC-SP, professor de psicologia...

1048  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

CIÊNCIA E SENSO COMUM

Ciência e Senso Comum – Ana Mercês Bahia Bock Ana Mercês Bahia Bock afirma que a psicologia utilizada no cotidiano pelas pessoas em geral é a psicologia do senso comum. O senso comum é uma ciência baseada nos fatos que ocorrem no cotidiano, e se forma a partir da intuição, erros, tentativa. Bock nos diz que o senso comum é necessário para solucionarmos várias situações simples ou complexas do dia a dia, como por exemplo, quando vamos atravessar a rua conseguimos calcular a distância...

905  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

A leitura na educação infantil: Desenvolvimento Intelectual Humano e a formação do leitor

dedicados a esclarecer o modo interessante como o cérebro infantil se desenvolvem e o papel da leitura nessa jornada. CAPÍTULO 1 O DESENVOLVIMENTO DO INTELECTO HUMANO Os autores Bock, Furtado e Teixeira (2009, p.98) afirmam que o desenvolvimento humano refere-se ao desenvolvimento mental e ao crescimento orgânico e em sua obra deu enfoque aos principais aspectos do estudo desenvolvido por cada um dos mais importantes estudiosos sobre o assunto...

16140  Palavras | 65  Páginas

Ler documento completo

psicologias

Costa Pinto Faculdade de Psicologia e C. da Educação, Universidade do Porto Resumo A relação da psicologia científica com o senso comum é complexa. Os detractores da psicologi 8164 Palavras33 Páginas Senso Comum E Psicologia Científica O texto de Bock et al. (2002), aborda entre outros assuntos a relação entre senso comum e conhecimento científico. Essa relação existe porque o conhecimento científico tem como objeto de estudo algo efetivo e isso faz parte do cotidiano. Ex. o atravessar a rua com...

700  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

A Iportância da Afetividade no Processo de Cognição

O afeto é considerado a energia que move as ações dos seres humanos, pois sem a troca, o calor e a afabilidade não há motivação nem interação entre os sujeitos, o que pode dificultar o desenvolvimento da inteligência. Segundo Ana Mercês Bahia Bock (1999), a afetividade é parte integrante de nossa subjetividade, portanto, imprescindível o seu estudo para potencializar o aprimoramento de ensino/aprendizagem. E no caso da afetividade na educação escolar, o desenvolva da afetividade na relação...

1166  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

jesuitas

foram extraídos da Bock (2002). Aprofunde seus conhecimentos sobre o assunto, lendo os capítulos um e dois do livro apontado nas referências bibliográficas. Mas, afinal, O QUE É CIÊNCIA? Senso comum cotidiano Conhecimento acumulado no nosso cotidiano a dona de casa, quando usa uma garrafa térmica sabe por quanto tempo o café permanecerá razoavelmente quente, sem fazer nenhum cálculo complicado e, muitas vezes, desconhecendo completamente as leis da termodinâmica. (BOCK, 1988, p.16) No...

582  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

Relat Rio De Observa O Programa Sniffy Vers O 2

DO NASCIMENTO TEIXEIRA MARIA DO SANTO DA CONCEIÇÃO Relatório final apresentado a disciplina Psicologia Experimental do curso de Psicologia da Universidade Federal do Piauí como requisito para a obtenção da terceira nota. Parnaíba – PI Dezembro/2014 INTRODUÇÃO Skinner em 1945 definiu uma filosofia da Ciência do Comportamento, através da análise experimental do comportamento, esta linha de estudo ficou conhecida como Behaviorismo Radical. (BOCK, FURTADO E TEIXEIRA, 1999) Seus estudos sobre...

2413  Palavras | 10  Páginas

Ler documento completo

psicologia e administração

administradores no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1974. PSICOLOGIA BIBLIOGRAFIA BÁSICA NYE, R. Três psicologias. Idéias de Freud, Skinner e Rogers. São Paulo:Thompson Editores, 2002. BOCK, Ana; FURTADO, Odair e TEIXEIRA, Maria. Psicologias: Uma introdução ao estudo de Psicologia. São Paulo: Saraiva, 1999 FIORELLI, José O. Psicologia para administradores. Ed. Atlas, São Paulo, 2000 CHANLAT, Jean François. O Indivíduo nas Organizações: Dimensões Esquecidas. São Paulo, Atlas, vols. 1, 1991. ...

1119  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Relatorio Experimental

John B. Watson, chamado de Behaviorismo metodológico que surgiu em oposição à introspecção e ao mentalismo (BAUM,1999).Todos os behavioristas concordam que é possível uma ciência do comportamento, que veio a ser chamada de análise comportamental. Apropriadamente, o behaviorismo é visto como a filosofia dessa ciência (BAUM, 1999). Behavioré um termo inglês que significa: Comportamento (BOCK et al,1996). O Behaviorismo consiste em estudar a ligação do comportamento com o ambiente que é estabelecido. Sendo...

3002  Palavras | 13  Páginas

Ler documento completo

PSICOLOGIA CIÊNCIA E PROFISSÃO A DIVERSIDADE DA CIÊNCIA PSICOLÓGICA

throughout the semester. Introdução Neste texto,inicialmente,apresentaremos a diversidade da atuação do psicólogo e para tanto tomaremos como base os textos teóricos do livro Psicologias dos autores Ana Mercês Bahia Bock,Odair Furtado e Maria de Lourdes Trassi Teixeira. Um texto que se propõe a apresentar algumas atividades dos psicólogos por alunos iniciantes no estudo da profissão deverá necessariamente incluir os contextos em que tais atividades se dão.Isto é,as ações profissionais dos...

1621  Palavras | 7  Páginas

Ler documento completo

Trabalho

influem no seu futuro. Outro fator que vem a interferir e deixar o jovem confuso com relação a sua escolha profissional é os estímulos externos, aparecendo novamente aqui à influência primaria dos pais e logo a da sociedade. Segundo (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 1999, p. 408). “A idéia de que o indivíduo escolhe sua ocupação ou profissão a partir das condições sociais em que vive e em função de suas habilidades, aptidões, interesses e dons (vocação) não é uma idéia que sempre existiu.” A autora acima...

6114  Palavras | 25  Páginas

Ler documento completo

Metáfora paterna

e a escolha sexual é feita mais pelo prazer que ela nos dá individualmente do que pela pressão da necessidade de reproduzir a espécie. Isto significa dizer que o prazer passa a ser o dado fundamental para a sexualidade humana.” (Bock, A, Furtado, O. e Teixeira, M; 1999, p.232). Ainda hoje se confunde o desenvolvimento (psico) sexual com o despertar da puberdade, reduzindo este fenômeno a função biológicas, ou seja, relações entre neurotransmissores, glândulas endócrinas e hormônios do organismo...

4309  Palavras | 18  Páginas

Ler documento completo

Estudo dirigido - Psicanálise

Estudo dirigido Aluna: Tallita de Carvalho Martins 1- Que práticas utilizadas por Freud antecederam a formulação da teoria psicanalítica? A teoria psicanalítica, de acordo com Bock, Furtado e Teixeira (1999, p.92), constitui-se enquanto método de investigação caracterizado “por um conjunto de conhecimentos sistematizados sobre o funcionamento da vida psíquica”. Freud, por seu turno, chegou à criação da Psicanálise, e por consequência, da referida teoria, enfrentando questões sobre o inconsciente...

1201  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

Psicologia e a Saúde Pública

psicologia aplicada à saúde. A inserção do psicólogo no setor público de saúde ocorreu no momento em que o modelo privativo de assistência estava em crise, oferecendo elevados custos esse modelo foi questionado por setores do governo. Yamamoto, Carvalho (1999, p.14). O psicólogo atrelado a saúde possui uma vasta área de atuação, acontecendo em diversos contextos, entre eles: centros de atendimentos voltados à saúde individual e familiar, unidades públicas de saúde sediadas pelo sistema único de saúde...

1425  Palavras | 6  Páginas

Ler documento completo

Behaviorismo

aquilo que o sujeito faz e o ambiente onde o seu “fazer” acontece. Portanto, o Behaviorismo dedica-se ao estudo das interações entre o indivíduo e o ambiente, entre as ações do indivíduo (suas respostas) e o ambiente (as estimulações).( BOCK, FURTADO, TEIXEIRA, 1999: 46) Watson defende que há uma resposta imediata, de alguma espécie, a todo e qualquer estímulo eficaz; toda a resposta tem alguma espécie de estímulo. Assim, existe no comportamento um rigoroso determinismo de causa e efeito, no qual...

1130  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

controle de estimulos

grupo com treino diferencial, foram encontradas curvas que indicavam o estabelecimento do controle de estímulos pelo tom de 1000 ciclos/segundo. Nesse experimento, ficaram claros, portanto, os processos de discriminação e de generalização. Baum, (1999), afirma que comumente agimos numa cadeia, fazendo uma coisa e em seguida outra, como num mapa mental. Esse comportamento é mantido e reforçado pelo comportamento produzido em sequência. Dessa forma, o controle de estímulos é fazer com que este estímulo...

8088  Palavras | 33  Páginas

Ler documento completo

Participação dos pais na educação dos filhos

é forte transmissora de ideias dominantes em determinado momento histórico. Nesse sentido, revela-se o caráter conservador e de manutenção social que lhe é atribuído: sua função social. 1.1 Família: instituição social Família, segundo Cambi (1999), é a principal fonte de socialização do indivíduo na sociedade, onde ele aprende a conhecer a si próprio e aos outros, aprende a comunicar, a falar e obtém aprendizagem regras e valores. A família é a primeira estabilidade da identidade do indivíduo...

13477  Palavras | 54  Páginas

Ler documento completo

Graduanda

PSICOLOGIA PAOLA DE MATOS OTARAN ESTAGIÁRIA DE PSICOLOGIA ------------------------------------------------- SCHIRLEY DOS SANTOS GARCIA - CRP 12/02280 ORIENTADORA DE ESTÁGIO B ------------------------------------------------- ROSA NADIR TEIXEIRA JERÔNIMO – CRP 12/02010 ASSESSORA DO ESTÁGIO B CRICIÚMA, ABRIL DE 2013 SUMÁRIO 1 JUSTIFICATIVA 4 2 CARACTERIZAÇÃO DO ESTÁGIO 5 2.1 Objetivos 5 2.1.1 Geral 5 2.1.2 Específicos 5 2.2 Metodologia 5 2.2.1 Tipo de Estudo 5 2.2.2 Clientela...

5651  Palavras | 23  Páginas

Ler documento completo

Tecnologia na educação uma nova form a de ensinar e educ

acesso aos sistemas pré-consciente/consciente, pela ação de censuras internas. Por outras palavras, este é um sistema do aparelho psíquico regido por leis próprias de funcionamento, de caráter atemporal, sem existência de passado ou presente (BOCK; FURTADO; TEIXEIRA, 1988, p. 73). 1.1.2 O PRÉ-CONSCIENTE – sistema onde permanecem os conteúdos acessíveis à consciência – é representado por tudo àquilo que não é consciente no momento presente, mas no momento futuro. 1.1.3 O CONSCIENTE...

6812  Palavras | 28  Páginas

Ler documento completo

FICHAMENTO DE TEXTO DO CAP 2 DO LIVRO: PSICOLOGIAS: UMA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE PSICOLOGIA

LICENCIATURA EM PEDAGOGIA JUILIENE TEIXEIRA MORAES FICHAMENTO DE TEXTO DO CAPITULO DOIS DO LIVRO: PSICOLOGIAS: UMA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE PSICOLOGIA B A C A B A L 2 0 15 BOCK, Ana Mercês Bahia.; FURTADO, Odair.; TEIXEIRA, Maria de Lourdes Trassi. A Evolução da Ciência Psicológica. In.: BOCK, Ana Mercês Bahia.; FURTADO, Odair.; TEIXEIRA, Maria de Lourdes Trassi. Psicologias: uma introdução ao estudo de psicologia. São Paulo: Editora Saraiva, 1999. Toda [...] produção humana [...] tem...

1153  Palavras | 5  Páginas

Ler documento completo

sexo

Mesmo de posse do conhecimento que foi feito o possível pela vida daquela pessoa, o profissional que atua no APH têm de conviver com uma carga emocional elevada decorrente das perdas que sofrem ao longo da sua vida profissional. Segundo Romanzini e Bock (2010), a experiência destes trabalhadores envolve uma dualidade de sentimentos. Quando há sucesso experimenta-se a satisfação. Contudo, quando o atendimento não ocorre de forma adequada, aflora o sentimento de responsabilidade para com o outro...

2446  Palavras | 10  Páginas

Ler documento completo

AD1

dentro de uma sociedade nova, em plena ascensão industrial, urbanista e capitalista, que influiu na construção de uma nova forma de organização e segmentação da sociedade. _____________________________________________________________________________1 – BOCK, Ana Mercês. – Psicologias – Uma introdução ao estudo da Psicologia. A autora cita, dentro de sua obra, esta importante e influente corrente psicológica, chamada também de Teoria S-R, na qual o objeto de estudo é o comportamento humano, tendo Watson...

602  Palavras | 3  Páginas

Ler documento completo

PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E DA APRENDIZAGEM

p. 200) “o desenvolvimento humano é muito rico e diversificado. Cada pessoa tem suas características próprias, que a distinguem das outras pessoas, e seu ritmo próprio de desenvolvimento.” A importância do estudo do desenvolvimento, segundo Bock et all (1999, p. 81), é entendermos que “a criança não é um adulto em miniatura. Ao contrário, compreender isso é compreender a importância do estudo do desenvolvimento humano. [...]. Estudar o desenvolvimento humano significa conhecer as características...

839  Palavras | 4  Páginas

Ler documento completo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!