• Arte em quadrinhos
    links de monografias que também abordassem o mesmo tema. A grande dificuldade foi; dentro dos trabalhos que eu encontrei, falar de apenas um. Porque mesmo tendo tantos trabalhos sobre histórias em quadrinhos, eles são abordados de maneiras bem diferentes, e são essas peculiaridades de cada trabalho que...
    1307 Palavras 6 Páginas
  • Didática do ensino superior
    a própria prática, examinando as dificuldades que enfrentam e as competências que acreditam serem necessárias para superá-las, possibilitamos a esses indivíduos, que estão envolvidos diretamente no processo de ensino e aprendizagem, reflitam sobre as suas óticas e ajudem a melhor encaminhar o...
    1741 Palavras 7 Páginas
  • Psicologia da educação
    DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM E ATRASOS MATURATIVOS Utiliza-se, nesta seção, a revisão de Romero¹ sobre as teorias que atribuem as dificuldades de aprendizagem a atrasos maturativos. Iniciando por situar tais abordagens no conjunto total de teorias sobre dificuldades de aprendizagem, o autor...
    1044 Palavras 5 Páginas
  • Resenha do livro Porque não ensinar gramática na escola
    autor apresenta argumentos para se defender e convencer os outros a reformular suas ideias sobre o ensino da Língua Portuguesa, visando eliminar preconceitos e mostrar a importância de se ensinar o uso real da língua sem ficar apegado as teorias gramaticais. O livro divide-se em duas partes e...
    4075 Palavras 17 Páginas
  • Como as pessoas aprendem cérebro, mente, experiência e escola
    ativa que ajudam a melhorar a memória humana e diferenças do desenvolvimento em tarefas de memória. E Rodney R. cocking, todos organizadores da citada obra eram psicologos, estudiosos do desenvolvimento da aprendizagem humana. O livro supracitado mostra-nos as facilidades e dificuldades que...
    966 Palavras 4 Páginas
  • Analise do livro - por que não ensinar gramática na escola
    que seja em um país estrangeiro, o contato com outras crianças permitem a ela uma aprendizagem sem práticas de ‘treinamento’. NÃO HÁ LÍNGUAS DÍFICEIS OU FÁCEIS Ao apresentar o conceito de nível de dificuldades de língua, o autor exibe argumentação com embasamento cientifico que se desenvolveu na...
    1455 Palavras 6 Páginas
  • Pedagogico
    algumas regiões do Brasil falam melhor o português  não tem nenhuma fundamentação científica. Sobre o mito "Maranhão", por exemplo, acredita-se que sua origem está no simples fato dos seus falantes empregarem o pronome Tu, com as flexões da concordância clássica, único traço que se assemelha ao português...
    1293 Palavras 6 Páginas
  • Projeto de leitura
    . Coloque os sites que tirou da internet q falam sobre o autor e um pouco de suas obras Sites que falam dos resumos... Sites que usou na introdução e refencial teórico...
    1192 Palavras 5 Páginas
  • EDUCAÇÃO ESCOLAR E CULTURA(S): CONSTRUINDO CAMINHOS
    dimensões. Quando falam sobre “Construindo uma nova perspectiva para a educação escolar”, os autores procuram mostrar que às relações entre educação escolar e cultura, são complexas e afetam diferentes dimensões das dinâmicas educativas, dizendo que para formular um currículo multiculturalmente...
    1094 Palavras 5 Páginas
  • Libras
    ideologia dominante a cerca do que é o sujeito surdo; os direitos linguísticos e de cidadania; as teorias de aprendizagem; a epistemologia dos professores ouvintes na aproximação com seus alunos surdos. O fracasso da educação de surdos, portanto, tem raízes históricas e políticas. O autor trás, ainda...
    929 Palavras 4 Páginas
  • Projeto de intervenção - leitura / lingua portuguesa
    acontece? 4. O lobo e o cordeiro, sendo animais, são personagens do texto porque: (a) antigamente os animais falavam. (b) o texto fala sobre eles. (c) na história, eles agem, falam e raciocinam como se fossem pessoas. 5. O autor caracteriza o lobo como: (a) um animal de aspecto horrível, cruel...
    3816 Palavras 16 Páginas
  • Auditoria em folha de pagamento
    , propagandas que estão na mídia. Alem de nomes de lojas, farmácias, e profissões que cada vez mais fazem parte do cotidiano da língua portuguesa. 2.2 Amostragem 2.2.1 PROFESSORES 1- Questionados sobre o domínio da língua inglesa: o Falam inglês (20%) o Não falam inglês (80%) Fonte: Coleta de...
    7509 Palavras 31 Páginas
  • A alegria de ensinar
    Relatório sobre o livro “A alegria de ensinar” Autor: Ruben Alves Editora: ARS Poética Editora Ltda Resumo: O livro Alegria de Ensinar possui vários capítulos com textos que mostram o ponto de vista do autor Ruben Alves sobre a aprendizagem. O autor começa o livro dizendo que acredita no...
    1107 Palavras 5 Páginas
  • TRantorno
    preencher cheque; (3) dificuldade de fazer a devida pressão da caneta sobre o papel; (4) mão oscilante sobre o papel ao traçar os grafemas (letras, sinais gráficos) da língua materna e (5) dificuldade de mexer com coisas pequenas que requerem presteza nos movimentos. No relato acima, não...
    702 Palavras 3 Páginas
  • Resenha do livro alfabetização e linguistica, cagliari
    para cada símbolo alfabético, e a ortografia por si só não nos dá uma orientação clara sobre a pronúncia da língua e seus dialetos. Neste capitulo a autor mostra os símbolos do IPA (International Phonetic Alphabet) que muitos desconhecem, através de uma tabela explicativa que diferenciam as letras no...
    1216 Palavras 5 Páginas
  • Projeto de intervenção -
    alunos principalmente no 6º e 7º ano e também dificuldades de interpretação no 8ºe 9ª ano, grande parte dessas dificuldade advindas desde as series iniciais neste contexto nos remetemos a opinião de Souza (1996) na qual afirma que as dificuldades de aprendizagem aparecem quando a prática pedagógica...
    3470 Palavras 14 Páginas
  • A inclusão
    expressões faciais, o contacto visual, os movimentos corporais e gestos naturais entre outras, isto significa que estas crianças usam formas de comunicação não convencionais. Autores como (Chen e Dote-Kwan,1998), indicam que as crianças com multideficiência, podem exibir dificuldades no...
    24152 Palavras 97 Páginas
  • 217113713/25
    rotinas significativas orais que as surdas. As mães dessas, na maioria, não lhes contam historias, não comentam sobre uma festa, não lhes falam sobre seus planos. Enfim, o diálogo resume-se á discrição da situação presente: comer, tomar banho, arrumar-se. Se os surdos falam pouco, se tem pouca intenção...
    1249 Palavras 5 Páginas
  • APRENDIZAGEM INFORMAL NAS ORGANIZALÇOES
    Gestao.org – Revista Eletrônica de Gestão Organizacional. A Teoria sobre Aprendizagem Informal e suas implicações nas organizações. Texto de Leonardo Flach e Claudia Simone Antonello. A Teoria sobre Aprendizagem Informal e suas implicações nas organizações, traz ao leitor diversos...
    1161 Palavras 5 Páginas
  • Artigo dificuldades de aprendizagem 3º ano normal medio
    Artigo: Dificuldades de aprendizagens -Boa Tarde a Todos. -Apresentação: *Apresentar o grupo: Nomes, Séries, Escola Estadual Presidente Médici. *Leitura Texto reflexivo e comentários sobre o mesmo. -Dizer o tema e porque o escolhemos. *Dificuldades de aprendizagem, por ser um tema que...
    1636 Palavras 7 Páginas