Aumento Do Desemprego Na Europa Versus Medidas De Austeridade Anteriores artigos e trabalhos de pesquisa

  • Crise Economica da Europa e seus efeitos de austeridade

    se reduzir uma inflação, contraindo a demanda agregada, ou seja, a quantidade de bens e serviços que as empresas produzem, elevando consequentemente o desemprego, sendo este, o custo para se diminuir uma inflação. É importante ressaltar que o que determina a demanda é a despesa desejada pelas famílias e pelas empresas. Assim, as principais medidas de uma política fiscal contracionista são: reduzir os gastos do governo para desacelerar a produção; aumentar os impostos para que as pessoas não consumam...

    1209  Palavras | 5  Páginas

  • A economia europeia e os efeitos da austeridade na crise

    os efeitos da austeridade na crise Disciplina: Introdução a Economia Introdução A economia europeia está passando por um momento delicado, em especial os países que fazem parte da Zona do Euro. Isso tem acarretado queda no crescimento econômico destes países, aumento nos índices de desemprego e reflexos nas economias de todo o mundo. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal Como meio para brecar a crise foram adotadas medidas de austeridade por muitos países...

    583  Palavras | 3  Páginas

  • Crise Econômica na Europa

    Introdução A Europa tem passado por uma crise econômica desde 2009, com maior destaque em 2010 quando a imprensa divulgou que a Grécia teria fechado acordo com um banco para esconder sua alta dívida pública, causada por um gasto maior do que fora arrecadado pelo país, e isso gerou uma investigação da Comissão Europeia e consequentemente a redução imediata de investimentos, já que as agências de avaliação de risco diminuíram as notas dos títulos soberanos de Grécia, Portugal e Espanha. Em 1992...

    881  Palavras | 4  Páginas

  • Cenário político econômica na Europa (FGV Economia on-line)

    apresentados em estudos de caso relacionados ao tema e abordará a atual crise financeira espalhada por diversos países europeus, como, por exemplo, Espanha, Portugal etc. Podem-se destacar também os últimos acontecimentos ocorridos no Brasil e as medidas econômicas adotadas como forma de minimizar os impactos de uma possível crise no país. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal Em geral, a lógica da política monetária consiste em controlar a oferta...

    1701  Palavras | 7  Páginas

  • Economia na Europa

    compulsória diminui e com isso os bancos comerciais fazem um depósito menor junto ao Banco Central, desta maneira os Bancos comerciais ficam com mais moeda disponível e consequentemente aumentam as linhas de crédito. Com mais dinheiro em circulação há o aumento de consumo e a economia tende a crescer. Redesconto Bancário: Instrumento no qual o Banco Central concede “empréstimos” a bancos comerciais a taxas acima das praticadas no mercado. Os chamados empréstimos de assistência a liquidez são utilizados...

    2285  Palavras | 10  Páginas

  • Precariedade Laboral, Austeridade e Movimentos Sociais: apontamentos sobre um ciclo de mobilizações

    Precariedade Laboral, Austeridade e Movimentos Sociais: apontamentos sobre um ciclo de mobilizações Dora Fonseca1 1. Introdução A precariedade laboral, o desemprego, e o avanço inexorável da austeridade tornaram-se nos principais motes de contestação, não só em Portugal mas também na Europa. A agitação e o protesto social têm sido uma constante na vida social, pressionando governos e instituições europeias a tomarem medidas que mitiguem os efeitos das dinâmicas que desestruturam a condição salarial...

    11125  Palavras | 45  Páginas

  • O que significa ser europeu? o desemprego na europa

    “O que significa ser Europeu?” O desemprego na Europa O desemprego assombra a zona Euro. Em toda a Europa, os números são assustadores. Milhões estão sem trabalho. As economias começam a parar. As medidas de austeridade impostas pelos governos da zona do euro sufocam a produção, a indústria, os serviços. Por exemplo, o Primeiro-Ministro da Itália, Mario Monti, assumiu um tom crítico. Segundo ele, a Europa, que está a investir muita energia em criar instituições e não está a conseguir...

    2405  Palavras | 10  Páginas

  • Crise na Europa

    Título: Crise na Europa Aluno: Luis A. de Braga Disciplina: Introdução à Economia Crise na Europa As políticas econômicas (monetárias e fiscais) se destinam a manter a economia equilibrada, como a taxa de juros, instrumentos de políticas fiscais, além de manter a moeda competitiva no mercado e controlar o nível de empregabilidade da maioria da população. A economia é composta por consumo das famílias, investimentos, exportações líquidas (exportações menos importações) e pelos gastos do...

    2747  Palavras | 11  Páginas

  • A situação atual da Europa

    1º Slide Situação Atual na Europa Pra começar a falar sobre a situação atual na Europa, temos que voltar um pouco no tempo e ver alguns fatos importantes que prejudicaram ou auxiliaram a economia atual européia. Não dá para falar da situação da Europa sem lembrar a grande crise que atingiu a Zona do Euro em meados de 2008 e fortemente em 2010. A crise se deu por uma combinação de fatores importantes que levaram alguns países da Europa a uma enorme divida pública e privada, de motivos variados...

    1779  Palavras | 8  Páginas

  • A CRISE ECONOMICA NA EUROPA E NOS PIIGS

    circulação de pessoas, conjuntos de leis e normas unificadas. Mapa dos Países-Membros da União Europeia atualmente PARTE II – O calcanhar de Aquiles A decadência da Europa em consequência da moeda Europeia. A ideia de criar uma moeda única para o bloco, afastando a influencia dos Estados Unidos na Europa acabou acarretando problemas para as economias mais fracas. A moeda se supervalorizou significativamente, sendo uma das moedas mais caras atualmente. Isto, dificulta bastante o comércio...

    1169  Palavras | 5  Páginas

  • Atividade individual

    características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal. Em uma economia é preciso ver os efeitos teóricos das medidas contracionistas e expansionistas. Depois vem a analisa do cenário político e econômico da Europa. As políticas fiscal e monetária que foram adotas na Europa também é analisada. O aumento de desemprego na Europa relacionada as medidas tomadas antes também é analisada. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal As características...

    562  Palavras | 3  Páginas

  • A Europa é a principal ameaça para a economia mundial?

     A Europa é a principal ameaça para a economia mundial? A zona do euro dá sinais de desalento. O pacote de austeridade implementado após a crise não funcionou, o desemprego segue em níveis recorde, dois de seus principais países, França e Itália, estão em recessão, o fantasma da deflação avança e o conflito na Ucrânia parece não ter fim. Nem sequer o motor da economia alemã foi suficiente para estancar a queda de crescimento nos 18 países que usam o euro como moeda. De abril a julho, a economia...

    1317  Palavras | 6  Páginas

  • Atividade Individual Economia

    situação da Europa. Dividida em blocos, a análise irá apresentar as políticas (fiscal e monetária) que foram adotadas na Europa; explicar as motivações econômicas para a adoção dessas políticas; identificar os principais problemas das políticas adotadas; analisar as divergências e consensos entre os países da Europa em relação a essas políticas; e apontar as propostas alternativas às políticas adotadas. A proposta desse trabalho é também explicar a questão do aumento do desemprego na Europa relacionada...

    964  Palavras | 4  Páginas

  • Politicas Monetárias e seus efeitos na macroeconômia

    discussão sobre as medidas tomadas pela zona do Euro diante da atual crise em que estão passando. Tais medidas, ou austeridades, mostraram-se impopulares, além de apresentarem resultados pouco satisfatórios em relação á taxa de desemprego. Representantes de alguns países, inclusive o Brasil com a presidente Dilma, declararam que as austeridades seriam insuficientes para a recuperação desses países. Desse modo, abre-se a discussão sobre as austeridades tomadas na Europa e seus reflexos no...

    1477  Palavras | 6  Páginas

  • Crise na Europa

    concentrados inicialmente na Grécia, mas também presentes nos países periféricos da zona do Euro. Neste sentido, o deficiente quadro institucional e o instável nível da dívida pública são interdependentes e juntamente compõe a crise vivida pela Europa. No âmbito institucional, a teoria econômica é bem clara sobre as precondições para se formar uma União Monetária ótima. Os países que a formam devem ser dotados de livre mobilidade de capital, serviços e trabalho, ou seja, livre circulação não...

    2510  Palavras | 11  Páginas

  • Economia portuguesa versus suécia

    Escola secundária Curso Técnico de Contabilidade Portugal Versus Suécia Trabalho elaborado por: Mariana Fernandes Vila Verde, 19 de Maio de 2010 A Economia Portuguesa na Actualidade – Portugal Versus Suécia ÍNDICE: 1. 2. Introdução: ..................................................................................................... III Um Pouco sobre… ........................................................................................ IV Portugal: ............................

    7881  Palavras | 32  Páginas

  • FGV - O dinamismo da Economia e sua influência no mundo

    Introdução A presente atividade foi elaborada a fim de entender os principais instrumentos de politicas monetária e fiscal, além de entender a economia europeia e as medidas de austeridade versus o índice de desemprego. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal De modo geral quando tratamos a política monetária devemos entender que muitas vezes o Banco Central precisa expandir ou contrair a quantidade de moedas que circulam na economia, ou seja, a base...

    1607  Palavras | 7  Páginas

  • Introdução a economia - modulo 4

    circulação é diminuída, com o objetivo de desaquecer a economia e evitar o aumento dos preços. Em uma política monetária expansionista, são tomadas medidas que tendem a acelerar a quantidade de moeda e a baratear os empréstimos, portanto, em uma política monetária expansionista, a quantidade de dinheiro em circulação é aumentada, com o objetivo de aquecer a demanda e incentivar o crescimento econômico. Cenário político e econômico da Europa Os primeiros indícios da crise na zona do Euro surgiram em 2002...

    1138  Palavras | 5  Páginas

  • Os efeitos das políticas monetárias e fiscais em uma economia

    humana e não exata. As diversas medidas que os Conselhos Monetários tomam, criam um efeito cascata diretamente proporcional á reação da sociedade. Com metas estipuladas através de índices, tem-se como medir o sucesso ou não daquilo que fora planejado anteriormente. Em uma economia aquecida através da produção e do consumo (como a do Brasil há 02 ou 03 anos atrás), a tendência é um crescimento do PIB além do estipulado, forçando muitas vezes o governo a adotar medidas de controle da inflação (maior...

    1745  Palavras | 7  Páginas

  • ECONOMIA

    política monetária e fiscais, contracionistas e expansionistas na economia europeia. Como a taxas de juros pode influenciar o comportamento de uma população, em seus gastos e nos seu meio de sobrevivência. Por que os Europeus sofrem tanto com as medidas e tomada de decisões na Política monetária e fiscal. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal Política monetária é a atuação de...

    543  Palavras | 3  Páginas

  • Efeito das Políticas Monetárias e Fiscais

    sanar problemas, impulsionando a circulação de moedas no país e a manutenção da estabilidade econômica dos países. A seguir, faremos um balanço do cenário econômico europeu, abordando as medidas de austeridade e as causas por conta de sua influência e destacaremos o impacto no PIC, nas taxas de desemprego e inflação nos países da Zona do Euro. CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DOS INSTRUMENTOS DE POLIÍTCA MONETÁRIA E FISCAL A definição de política monetária é: a atuação das autoridades econômicas ...

    1479  Palavras | 6  Páginas

  • Políticas Fiscal e Monetária – Contracionista ou Expansionista?

    seguinte trabalho delimita alguns destes instrumentos, como estes foram utilizados na zona do euro e quais foram seus impactos, e finalmente como estes podem influenciar o desemprego. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal Tanto a política fiscal quanto a monetária podem lançar mão de medidas expansionistas ou contracionistas na tentativa de, respectivamente, controlar a liquidez da moeda e manter a economia crescente e estável através da definição de gastos...

    1329  Palavras | 6  Páginas

  • matriz atividade individual introducao economia pos adm m4 nova

    instrumentos de política monetária e fiscal. Em uma economia é preciso ver os efeitos teóricos das medidas contracionistas e expansionistas. Com intuito de analisar o cenário político e econômico da Europa e também identificar como a taxas de juros podem influenciar o comportamento de uma população em seus gastos e nos seu meio de sobrevivência. E também entender por que os Europeus sofrem tanto com as medidas e tomada de decisões na Política monetária e fiscal. Vamos abordar de forma clara e sucinta a...

    1206  Palavras | 5  Páginas

  • matriz_atividade_individual_introducao_economia_pos_adm_m4_nova

    John Maynard Keynes (economia keynesiana) foi um economista britânico cujos ideais serviram de influência para a macroeconomia moderna, tanto na teoria quanto na prática. Ele defendia que o Estado deve intervir na política econômica, através de medidas fiscais e monetárias, com o objetivo de contornar situações como recessão, depressão e booms. O objetivo de Keynes, ao defender a intervenção do Estado na economia não é o aperfeiçoamento do sistema, unindo o “altruísmo social”...

    1927  Palavras | 8  Páginas

  • Efeitos das políticas monetárias e fiscais, contracionistas ou expansionistas, na economia européia.

    econômicos que ocorrem ao redor do mundo. Se as políticas forem adotadas erroneamente, podem levar a consequências negativas como o aumento da inflaçao, diminuição da demanda agregada do PIB, redução na circulação da moeda dentro do país e desemprego. Além disso, a adoção de políticas impróprias leva à ocorrencia de crises econômicas como a que vem afetando a Europa. Para entender a atuação do governo na economia é fundamental entender alguns conceitos como o de política fiscal, contracionista...

    1422  Palavras | 6  Páginas

  • matriz atividade individual introducao economia pos adm m4 nova

    economia, na crise européia e quais medidas forma tomadas para tentar frear a crise e as medidas necessárias para supera-la. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal Analisando as políticas monetárias e fiscais de uma economia, deve-se estudar os conceitos de Economia Contracionista, que é quando o Banco Central reduz a oferta de moeda, reduzindo assim a quantidade de bens ou serviços produzidos e aumentando desta forma, o desemprego e as taxas de juros. Já o conceito...

    798  Palavras | 4  Páginas

  • trabalho modulo 4 economia FGV

    economia, na crise européia e quais medidas forma tomadas para tentar frear a crise e as medidas necessárias para supera-la. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal Analisando as políticas monetárias e fiscais de uma economia, deve-se estudar os conceitos de Economia Contracionista, que é quando o Banco Central reduz a oferta de moeda, reduzindo assim a quantidade de bens ou serviços produzidos e aumentando desta forma, o desemprego e as taxas de juros. Já o conceito...

    911  Palavras | 4  Páginas

  • Efeito da política monetária e fiscal

    John Maynard propôs uma espécie de moeda única, independente de qualquer governo. Os americanos recusaram a proposta por entender que dessa forma as dívidas seriam impagáveis, e, impuseram o dólar como meio de pagamento internacional. A crise na Europa foi causada pela dificuldade de alguns países europeus em pagar as suas dívidas. Cinco dos países da região – Grécia, Portugal, Irlanda, Itália e Espanha – não vêm conseguindo gerar crescimento econômico suficiente para honrar os compromissos firmados...

    2826  Palavras | 12  Páginas

  • Atividade pessoal fgv

    aplicada quando a economia está sofrendo alta inflação, visando reduzir a demanda agregada e, consequentemente, o nível de preços.  Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal Política Monetária  É o conjunto de medidas adotadas pelo governo para adequar a quantidade de moeda em circulação às necessidades da Economia.  São instrumentos de Política Monetária: - Depósito Compulsório: mecanismo por meio do qual o BACEN reduz o total de meios de pagamento existente...

    964  Palavras | 4  Páginas

  • Efeito das políticas monetárias e fiscais, contracionistas ou expansionistas, em uma economia.

    tendem a reduzir o crescimento da quantidade de moeda e encarecer os empréstimos. Em outras palavras, a quantidade de dinheiro em circulação é diminuída ou estabilizada com o objetivo de desaquecer a economia e evitar aumento de preço. • Política Monetária Expansionista o Medidas que tendem a acelerar a quantidade de moeda e a baratear os empréstimos (Baixando a taxa de juros), incidindo positivamente sobre a demanda agregada. Ou seja, a quantidade de dinheiro em circulação é aumentada, com o objetivo...

    1551  Palavras | 7  Páginas

  • FGVAtividade2Modulo 4 Sistema Monetario

    Todo o governo invariavelmente irá utilizar as duas políticas sob várias combinações e graduações, num esforço para orientar as metas econômicas de um país. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal É o conjunto de medidas adotadas pelo governo para adequar a quantidade de moeda em circulação às necessidades da Economia. Além dos instrumentos mais utilizados como a taxa de redesconto, dos encaixes bancários compulsórios e das operações de mercado aberto, no Brasil são...

    1520  Palavras | 7  Páginas

  • Política monetária,contracionista e expansionista

    a circulação de moeda no país. E As Taxas de juros como ela pode ter sua grande importância no meio econômico e influenciar o comportamento de uma população, em seus gastos e nos seu meio de sobrevivência. Por que os Europeus sofrem tanto com as medidas e tomada de decisões na Política monetária e fiscal. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal Política monetária é a atuação de autoridades monetárias sobre a quantidade de moeda em circulação, de crédito...

    2249  Palavras | 9  Páginas

  • Atividade individual mod. 4 introduçao a economia FGV ONLINE

    IEPOS_T0260_0613 Introdução O trabalho que se segue tem por objetivo principal a exposição e posterior analise das politicas monetarias e fiscais, tendo como contexto o cenario politico e economico europeu atual, abordando as medidas de austeridade e o nivel de desemprego. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal A política monetária expansiva consiste em aumentar a oferta de moeda, reduzindo assim a taxa de juros básica e estimulando investimentos majoritariamente...

    1187  Palavras | 5  Páginas

  • ECONOMIA FGV

    ocasionando a queda das taxas de juros e incentivando investimentos no setor privado. O principal efeito da aplicação dessa medida é o aumento da demanda, incentivo ao crescimento econômico e geração de emprego. A política contracionista, por sua vez, reduz a quantidade de moeda, eleva os juros e reduz os investimentos. O seu principal efeito é diminuir a demanda para evitar o aumento dos preços em épocas em que a economia do país está sofrendo alta inflação. Já a política fiscal se refere as ações do...

    945  Palavras | 4  Páginas

  • Politica Monetaria

    a circulação de moeda no país. E as Taxas de juros como ela pode ter sua grande importância no meio econômico e influenciar o comportamento de uma população, em seus gastos e nos seu meio de sobrevivência. Por que os Europeus sofrem tanto com as medidas e tomada de decisões na Política monetária e fiscal. A Política econômica consiste no conjunto de ações governamentais que são planejadas para atingir determinadas finalidades relacionadas com a situação econômica de um país, região ou conjunto de...

    4209  Palavras | 17  Páginas

  • Economia

    redesconto ou empréstimo de liquidez Este instrumento é um empréstimo que os bancos comerciais recebem do Banco Central para cobrir problemas de liquidez quando ocorre um aumento da demanda por empréstimos por parte do público. Seus reflexos sobre os meios de pagamentos se caracterizam por meio da variação das reservas bancárias. O aumento da taxa de juros para essas operações, a redução dos prazos de resgate dos títulos redescontados, a redução dos limites operacionais e a imposição de restrições reduzem...

    2480  Palavras | 10  Páginas

  • Economia

    economia e evita o indesejável aumento de preços. Os instrumentos mais utilizados nessa prática são: o recolhimento compulsório, a assistência financeira de liquidez e a venda de títulos públicos.  Já a política monetária expansionista é praticada quando o Estado pretende criar condições de crescimento econômico. Nesta situação, busca-se aumentar a quantidade de dinheiro em circulação e o barateamento do custo dos empréstimos, com a utilização de taxas de juros menores. As medidas visam o aquecimento da...

    3938  Palavras | 16  Páginas

  • Crise na europa

    Crise na Europa Crise na Europa A crise na Europa foi causada pela dificuldade de alguns países europeus em pagar as suas dívidas. Cinco dos países da região – Grécia, Portugal, Irlanda, Itália e Espanha – não vêm conseguindo gerar crescimento econômico suficiente para honrar os compromissos firmados junto aos seus credores ao longo das últimas décadas. O risco de inadimplência é real e tem consequências de longo alcance, que se estenderão além das...

    2356  Palavras | 10  Páginas

  • Compreenderem e identificarem os efeitos das políticas monetárias e fiscais, contracionistas ou expansionistas, em uma economia.

    economia de um país. Essas Politicas podem ser expansionistas ou contracionistas e são utilizadas de acordo com o momento em que a economia de um país encontra-se. Na Europa as políticas monetárias e fiscais estão sendo praticadas para tentar contornar um grave momento de crise em que se perceber uma grande relação entre desemprego e inflação. E mais como a crise europeia impactou o Brasil. Características principais dos instrumentos de política monetária e fiscal De modo Simples e objetivo...

    1398  Palavras | 6  Páginas

  • Fmi em portugal e na europa

    sozinhos já não conseguirem ter capacidade para suprir o deficit da balança de pagamentos, actualmente muito devido ao corte de rating pelas agências de Rating. Logicamente o Fundo Monetário Internacional ao entrar em território nacional toma fortes medidas para colocar as contas públicas em ordem. Com a entrada do FMI em determinado país a coesão social fica posta em causa devido aos cortes que os directores deste levam a cabo em áreas sociais. Como já foi visto eles retiram benefícios a nível de...

    2876  Palavras | 12  Páginas

  • Trabalho Politica Fiscal e Monetária

    experimentado um crescimento bem acima da média dos anos anteriores e com uma inflação caracterizada por muitos como “civilizada”, mas a comparação com outros países considerados como semelhantes ao Brasil na economia internacional tem levantado questões em relação ao nível da taxa de juros básica (SELIC) praticada aqui, o tamanho do Estado e a taxa de crescimento apresentada pela economia brasileira, onde apesar de acima da média dos anos anteriores tem sido considerada aquém das possibilidades factíveis...

    2412  Palavras | 10  Páginas

  • Economia Brasil

    economia e evita o indesejável aumento de preços. Os instrumentos mais utilizados nessa prática são: o recolhimento compulsório, a assistência financeira de liquidez e a venda de títulos públicos. Já a política monetária expansionista é praticada quando o Estado pretende criar condições de crescimento econômico. Nesta situação, busca-se aumentar a quantidade de dinheiro em circulação e o barateamento do custo dos empréstimos, com a utilização de taxas de juros menores. As medidas visam o aquecimento da...

    1569  Palavras | 7  Páginas

  • Efeito Dominó

    aspecto importante para que se possa entender o porquê da Europa estar enfrentando este período de recessão é preciso compreender o ambiente econômico e social ao qual o mundo estava vivendo, desde o ano 2000. O mundo vinha de um período superaquecido, onde havia concessões fáceis de crédito, com juros muito baixos. O “boom” imobiliário nos Estados Unidos, a quebra do Banco Lemon Brothers, alto endividamento, a fuga de capitais e o aumento crescente da insegurança e instabilidade deu origem a uma...

    5303  Palavras | 22  Páginas

  • Economia Europeia

    buscaram um conjunto de objetivos comuns no longo prazo – nível de emprego elevado, crescimento econômico acelerado e estabilidade de preços. Com a multiplicidade de nações adjacentes fez com que a Economia da Europa uma das mais complexas do Mundo. De acordo com algumas pesquisas, a Europa foi um dos piores centros econômico do Mundo. Por causa de sua localização entre os continentes Africanos e Asiático, fez a região europeia uma passagem obrigatório e assim facilitou a absorção e irradiação dos...

    1170  Palavras | 5  Páginas

  • Trabalho de Econmia

    buscaram um conjunto de objetivos comuns no longo prazo – nível de emprego elevado, crescimento econômico acelerado e estabilidade de preços. Com a multiplicidade de nações adjacentes fez com que a Economia da Europa uma das mais complexas do Mundo. De acordo com algumas pesquisas, a Europa foi um dos piores centros econômico do Mundo. Por causa de sua localização entre os continentes Africanos e Asiático, fez a região europeia uma passagem obrigatório e assim facilitou a absorção e irradiação dos...

    1251  Palavras | 6  Páginas

  • Crise na europa

    Tempos depois foi solicitado um relatório para sobre o tema, isso deu inicio oficial a discussão sobre a adoção da nova moeda no continente. Outros aspectos importantes que contribuíram para a implantação do euro foi à criação do sistema monetário da Europa, onde limitava as taxas de câmbio entre as nações europeias, além do Ato Único Europeu, tratado que removeu drasticamente barreiras, impostos e outros tipos de restrições entre os países, formando a base para a criação de uma moeda única. Em meados...

    1532  Palavras | 7  Páginas

  • Matriz Atividade Individual Introducao Economia Pos Adm M4 Nova

    Henrique Oliveira Guimarães Disciplina: Introdução a Economia Turma: PA03 Introdução O controle e expansão da economia de um país é dado pela aplicação correta de políticas monetárias, cujas decisões instrumentam as autoridades monetárias em suas medidas que afetam a oferta monetária de crédito e das taxas de juros, controlando a liquidez global do sistema econômico, e pelas políticas fiscais, responsáveis por definir orçamento e seus componentes, os gastos públicos e impostos como variáveis de controle...

    798  Palavras | 4  Páginas

  • Crise de 1929 vs crise de 2008

    Pacote de medidas 8 VARIÁVEIS MACROECONÓMICAS DURANTE A CRISE 10 O desemprego 10 O PIB 10 Inflação 11 CRISE ACTUAL 12 INICIO DA CRISE 12 CONSEQUÊNCIAS DA CRISE ACTUAL 14 A CRISE EM PORTUGAL 17 Crédito mal parado 18 Inflação 18 Desemprego 19 PIB 21 A CRISE NOS ESTADOS UNIDOS 21 Dívida Pública nos EUA 22 IPC nos EUA 22 Desemprego nos EUA 23 A CRISE NA EUROPA 24 Dívida Pública da Europa 25 PIB na Europa 27 Inflação na Europa 27 Desemprego na Europa 28 Taxa de juro na Europa 29 A CRISE...

    10377  Palavras | 42  Páginas

  • Introdução a Economia

    com uma recessão. As medidas que podemos adotar, são diversas: por um lado da demanda (quer dizer, aquelas dirigidas a tratar de deslocar a curva de demanda agregada) podemos sublinhar a política fiscal e a política monetária. A política fiscal engloba atuações que afetam ao gasto público e aos impostos, e que impactam em primeiro lugar no mercado de bens e serviços (deslocamento da curva IS). A política monetária, que costuma instrumentar o Banco Central, inclui medidas que afetam a oferta...

    2085  Palavras | 9  Páginas

  • A crise financeira na europa

    ÍNDICE Introdução – pág. 2 1.Origem e evolução da crise financeira na Europa – pág. 3 1.1.Socorro financeiro e empréstimo à Grécia - pág. 4 1.2.Empréstimo à Portugal – pág. 4 2.Efeitos socioeconómicos da crise – pág. 5 3.Sugestões para a saída da crise – pág. 6 3.1.A União Europeia pode contar com o Brasil – pág. 7 3.2.A Europa precisa de reformas para sair da crise – pág. 8 3.3.Os países da União Europeia estão muito perto de sair da crise – pág. 8 3.4.A União Europeia deve ser uma equipa...

    4426  Palavras | 18  Páginas

  • Moedas da europa

    Moedas da Europa O euro (€) é a moeda oficial de 16 países dos 27 que compõe a União Europeia. O código internacional do euro, de acordo com a norma ISO 4217, é “EUR”. A palavra “euro” é derivada de “Euro pa” – União Europeia. Este nome foi a escolha vencedora de um pebliscito em 1996, inventado por um grupo de estudantes na Espanha. Países que adotaram a moeda comum: Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Finlândia, França (exceto os territórios no Pacífico que usam...

    1684  Palavras | 7  Páginas

  • Economia Europa

    crescimento económico sustentável através de investimentos nos setores dos transportes, da energia e da investigação, procurando simultaneamente minimizar o impacto do desenvolvimento económico no ambiente. Medir a economia da UE A economia da UE, medida em termos da produção total de bens e serviços (PIB), é atualmente superior à dos Estados Unidos: PIB da UE em 2012: 12 945 402 milhões de euros. Comércio Embora a UE represente apenas 7% da população mundial, o volume das suas trocas comerciais...

    1493  Palavras | 6  Páginas

  • AV II SOCILOGIA desemprego e workaholic

    trimestre DESEMPREGO  NO MUNDO “O número de desempregados no mundo vai aumentar, em pelo menos 11 milhões, nos próximos quatro anos, e as desigualdades vão aumentar ainda mais, advertiu a Organização Mundial do Trabalho (OIT), em relatório publicado nessa segunda-feira (19). Em 2019, mais de 219 milhões de pessoas podem ficar sem emprego, mostra o documento. “Mais de 61 milhões de empregos foram perdidos desde o início da crise em 2008 e as nossas projeções apontam para o crescimento do desemprego até...

    1100  Palavras | 5  Páginas

  • Política Monetária

    instrumentos como Alquotas de impostos, Gastos pblicos, Concesso de subsdios e Transferncias financeiras, ou seja, quanto maior a carga tributria, menos recursos tero os contribuintes para poupar e/ou consumir. Cenrio poltico e econmico da Europa A regio da Europa Ocidental me meados de 2008 aps a falncia de Lehman Brothers, encontrou-se em um perodo de incerteza na economia onde j contava com certa fragilidade e aps as crises mundiais, passaram a enfrentar instabilidade e incerteza no apenas em seus...

    870  Palavras | 4  Páginas

  • Crise na Europa

    Crise na Europa A atual crise europeia vai além da parte econômica. Entre as perigosas políticas de austeridade impostas pelo governo alemão e a falta de sugestões alternativas pela parte das autoridades europeias, torna-se óbvio que a crise financeira de 2008 não é por si só responsável pela espiral descendente da Europa. O valor do PIB dos países europeus caiu consideravelmente: 5,3% na Grécia, 3,9% em Portugal, 4,1% no Chipre, 2,3% em Itália, e 2% em Espanha, sem mencionar a recessão em que...

    1183  Palavras | 5  Páginas

  • crise na europa(2008)

     Austeridade dolorosa mas ajudante https://www.cesifo-group.de/ifoHome/policy/Sinns-Corner/Sinn-Juni2013-Verantwortung-in-der-Eurokrise.html 3.1 As politicas de austeridade vão sempre depender do tipo de crise.Se a recessão é causada por um choque permanente da procura ou oferta,os benefícios da expansão social são mais limitados.Descubrimos que o choque que desencadeou a ultima recessão foi de uma natureza mais duradora, significando que os benefícios de qualquer expansão fiscal, seriam limitados...

    1833  Palavras | 8  Páginas

  • Avaliação do desemprego em função do avanço tecnológico

    UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ Departamento de Economia, Contábeis, Administração e Secretário Executivo. Avaliação do Desemprego em função do Avanço Tecnológico Aluno: Fernanda Figueira Campos Monografia apresentada ao Departamento de Economia, Contábeis, Administração e Secretário Executivo da Universidade de Taubaté, como parte dos requisitos para a obtenção do Certificado de Especialização em MBA. Gerência Empresarial. Área de concentração: Gestão Empresarial TAUBATÉ – SP 2000 COMISSÃO JULGADORA...

    19890  Palavras | 80  Páginas

  • CONSEQUÊNCIAS SOCIAIS DA CRISE ECONÔMICA NA GRÉCIA

    garantir ajuda externa da "troika" (grupo de negociadores internacionais formados pelo Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu e União Europeia) o governo passou a implementar dolorosas medidas de austeridade, entre elas estão aumento de impostos e cortes orçamentários. É certo, que essas medidas se tornaram altamente impopulares, já que de forma geral tem como resultado cortes em serviços públicos. Com isso, houve uma série de protestos no país, alguns violentos. Várias greves atingiram...

    1538  Palavras | 7  Páginas

  • Resumo

    severamente confrontados com regressivas medidas sociais que minam as expectativas anteriores de progresso para a realização do projeto de Europa social em Portugal. Assim, por um lado, este artigo identifica algumas das ambições e possibilidades anteriormente abertas para o mercado de trabalho português, bem como atitudes sindicais para a integração europeia. Argumenta-se, por outro lado, que, no contexto da crise económica e as medidas de austeridade a que Portugal está sujeito, o sentido do...

    6263  Palavras | 26  Páginas

  • Automa O Versus Empregos

    Automação versus empregos - como ter uma carreira para a vida inteira por Gary North, sexta-feira, 19 de julho de 2013 Share on email Share on favorites Share on facebookShare on twitter   Uma das preocupações que não compartilho com vários economistas mais progressistas diz respeito ao fato de que indústrias e demais processos de produção tendem a sair de sociedades de alta renda e se mudar para sociedades de baixa renda.  Trata-se de uma realidade irreversível, mas ela não dever ser temida...

    7796  Palavras | 32  Páginas

tracking img