As Etapas Do Pensamento Sociologico Aron Raymond Resumo Marx artigos e trabalhos de pesquisa

  • Marx Karl resumo etapas do pensamento sociologico

    CONTÁBEIS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS – CAMPUS GOVERNADOR VALADARES CURSO DE ECONOMIA: Professor: Leandro Ribeiro Da Silva Aluno: Paulo Augusto Alves Freitas Disciplina: Sociologia Etapas do pensamento sociológico Resumo do livro: Raymond Aron* O Capital Prefácio da 1º edição alemã. Karl Marx* Na produção social da própria existência, os homens entram em relações determinadas, necessárias, independentes de sua vontade. A totalidade dessas relações de produção constitui...

    1003  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo auguste comte

    Resumo Auguste Comte, segundo o texto de Raymond Aron – as etapas do pensamento sociológico. O início do texto “as etapas do pensamento sociológico" de Raymond Aron aborda uma introdução ao pensamento de Comte com referências e comparações bastante frequentes a Tosqueville, Montesquieu e Marx. Auguste Comte é um reformador que propõe uma reforma social e ideias fora dos parâmetros já citados. Segundo o autor, ao contrário de Montesquieu, que acreditava que a ciência tem por objetivo...

    2116  Palavras | 9  Páginas

  • Karl marx segundo raymond aron

    Referências: Aron, Raymond. As Etapas Do Pensamento Sociológico. Lisboa: Publicações Dom Quixote. 3 Ed. 1999. Karl Marx Marlon Bruno de Paula Existe na história da humanidade um rastro de revoluções que permeia a sociedade. Desde as comunidades primitivas ao mundo contemporâneo as relações de poder afetam diretamente a organização do espaço e as relações das classes. Segundo a análise de Raymond Aron sobre a obra do filosofo Karl Marx no Livro “As etapas do pensamento sociológico” será destacado...

    1749  Palavras | 7  Páginas

  • As etapas do pensamento sociológico

    Oliveira Campos (Mat. 346338) ARON, Raymond. “Karl Marx”. Em, As etapas do pensamento sociológico. São Paulo, Brasil, Editora Martins Fontes, 1987. Neste capítulo de As etapas do pensamento sociológico, ARON (1987) levanta questões na intenção de encontrar as ideias centrais de Marx, em sua análise, ARON considera os dois momentos de sua carreira científica usando como ponto de partida as obras do período que considera como o pensamento da maturidade de Marx, em Manifesto Comunista, Contribuição...

    5859  Palavras | 24  Páginas

  • As etapas do pensamento sociológico (Karl Marx) - Raymond Aron

    ARON, Raymond. As etapas do pensamento sociológico; Tradução de Sérgio Bath. 5ª Ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999. Páginas 125 a 137. “Raymond Aron, sociólogo, filósofo e influente comentador político, nascido em 1905 em Paris, frequentou a École Normale Supérieure, uma das mais prestigiadas instituições francesas de ensino anteriores à Segunda Guerra Mundial, após vai para a Alemanha onde vive entre 1930 e 1933. Regressado a França, ensina primeiro no Liceu do Havre e em mais tarde torna-se...

    2410  Palavras | 10  Páginas

  • Resumo informativo

    A ÉTICA PROTESTANTE E O ESPÍRITO DO CAPITALISMO 1 A ÉTICA PROTESTANTE (Resumo das idéias do Texto) A sociologia da religião que Max Weber traça o quadro de nascimento e desenvolvimento da modernidade. Para o pensador alemão, a modernidade se caracteriza pelo processo de racionalização. E embora a razão tenha trazido para o homem a capacidade de dominar o mundo, especialmente através da ciência e da técnica, trouxe também conseqüências negativas, a perda de sentindo e a perda de liberdade...

    635  Palavras | 3  Páginas

  • As etapas do pensamento sociológico

    ARON, Raymond. Marx. In:______. As etapas do pensamento sociológico. São Paulo: Martins Fontes, 1993. ! Compreendendo o capítulo referente Karl Max, do livro As etapas do pensamento sociológico, de autoria de Aron Raymond, discutiremos um pouco sobre a obra de Karl Marx, o economista do regime capitalista, nos propondo a discutir seus textos. Antes de começarmos a discutir sobre Marx – sociólogo e economista do que ele chamava de regime capitalista – é importante que levemos em...

    940  Palavras | 4  Páginas

  • Karl marx parafraseado

    Karl Marx foi poeta filósofo, revolucionário e comunista, e por todas estas atribuições, teve vários conflitos com a religião, sociedade, e com a política capitalista, que iniciou em meados do século XVIII. Uma das principais obras de Karl Marx foi “O Manifesto do Partido Comunista” redigida por Marx e Friedrich Engels em 1848, que teve como objetivo fazer uma analise da situação operaria no mundo.   Usando como método de analise o modo de produção, Marx Relacionou burguesia x proletariado, e...

    1063  Palavras | 5  Páginas

  • Resumo Marx

    SOCIOLOGIA – RESUMO DE AULA – KARL MARX KARL MARX (1818-1883) “O trabalhador é tanto mais pobre quanto mais riqueza produz, quanto mais cresce sua produção em potência e em volume. O trabalhador converte-se numa mercadoria tanto mais barata quanto mais mercadorias produz. A desvalorização do mundo humano cresce na razão direta da valorização do mundo das coisas. O trabalho não apenas produz mercadorias, produz também a si mesmo e ao operário como mercadoria e justamente na proporção em que...

    1721  Palavras | 7  Páginas

  • Teoria estruturalista resumo

    Sociologia: origens, contexto histórico, político e social Os mestres fundadores: Marx, Weber e Durkheim; a sociologia no Brasil Paulo Roberto de Almeida (www.pralmeida.org) Sumário: 1. Origens da disciplina: contexto histórico, político e social de seu surgimento 2. Um reformista social: Auguste Comte 3. Um reformista radical com ares de revolucionário: Karl Marx 4. Um pensador sistemático: Weber 5. Um funcionalista prático: Durkheim 6. A sociologia no Brasil: os mestres da escola paulista Bibliografia ...

    5073  Palavras | 21  Páginas

  • Resumo - AS ETAPAS DO PENSAMENTO SOCIOLÓGICO – RAYMOND ARON

    AS ETAPAS DO PENSAMENTO SOCIOLÓGICORAYMOND ARON (1982)1 Neste livro, obra clássica da sociologia, Aron traz os maiores pensadores da Sociologia: Montesquieu (1869 – 1755)   Montesquieu Apesar de muitos não o considerarem propriamente um sociólogo, o autor traz o pensamento deste filosofo iluminista, que já pensava temas referentes também a Sociologia. Segundo Montesquieu, o clima, a natureza do solo, a quantidade de pessoas e religião determinam a sociedade. O tamanho do Estado define o...

    1374  Palavras | 6  Páginas

  • Karl Marx

    social determina, portanto, as características, os valores e normas sociais, que embora sejam comuns numa sociedade, ganham maior ou menor adesão em cada grupo social. Só assim se explica o maior ou menor interesse do indivíduo pela vida, que numa etapa mais aguda pode ser uma das causas ocasionais do suicídio. Conquanto todos os ideais, crenças, hábitos e tendências comuns que constituem o meio social são independentes entre si, no entanto propendem para diferentes graus de coesão social e consequentemente...

    3262  Palavras | 14  Páginas

  • Fichamento karl marx aron, raymond. as etapas do pensamento sociológico. lisboa: publicações dom quixote. 3 ed. 1999. 638p.

    ARON, Raymond. As Etapas do Pensamento Sociológico. Lisboa: Publicações Dom Quixote. 3 ed. 1999. 638p. Karl Marx (p. 139-193) • Filósofo da alienação/ sociólogo e economista do capitalismo (p. 141). • Obras de teoria sociológica, econômica e de história e “por vezes a teoria explícita que encontramos nestes escritos científicos parece contrariada pela teoria implícita utilizada nos livros históricos” (p. 143). • Costuma-se dividir os estudos de Marx em dois períodos: o da juventude...

    2228  Palavras | 9  Páginas

  • Fichamento do capítulo Max Weber do Livro Etapas do pensamento sociológico, ARON.

    USP Introdução a Sociologia Docente: Maria de Fátima de Andrade Discente: Luiza Diniz FICHAMENTO DE LEITURA ARON, Raymond. Etapas do pensamento sociológico. Capítulo Max Weber. Brasília: Editora da UnB, 1990. Neste capítulo, Aron expõe as principais ideias do pensamento Weberiano. Primeiramente, Weber parte de uma ruptura epistemológica do conhecimento, ou seja, uma ruptura com a ciência tradicional, o âmbito do paradigma compreensivo. Com essa...

    1145  Palavras | 5  Páginas

  • Karl marx - raymond aron

    Instituto Federal de Educa;áo, Ciëncia e Tecnologia Campus Porto Seguro Disciplina: Sociologia do Trabalho Profa.: Ana Cristina de Sousa KARL MARX BIBLIOGRAFIA: ARON, Raymond. As etapas do pensamento sociológico. 6. ed. São sociológico. Paulo: Martinho Fontes, 2003. QUINTANEIRO, T.; BARBOSA, M. L. O.; OLIVEIRA, M. G. Um toque de clássicos: Durkheim, Marx e Weber. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2003. Durkheim, Weber. Educação. DP&A, RODRIGUES, Alberto Tosi. Sociologia da Educação. RJ: DP&A, 2003. SÉCULO...

    1407  Palavras | 6  Páginas

  • Marx e Engels - resumo das obras

    OBRA Karl Marx e Friedrich Engels são importantes pensadores do século XIX, ambos nascidos na Alemanha (1818 em Trier e 1820 em Barmen, respectivamente). Acerca da obra de Marx, é tradicional dividi-la em duas partes cuja primeira é denominada escritos da juventude e a segunda, escritos da maturidade. Segundo Raymond Aron1, Marx foi um estudioso do sistema capitalista, especialmente sociólogo e economista, e isso com base nos textos que o próprio Marx considerava como sendo o centro de sua...

    2131  Palavras | 9  Páginas

  • Etapas do mundo sociologico

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE SANTA INÊS CURSO DE LETRAS DISCIPLINA: FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS ALUNO: ISAÍAS PIMENTA OLIVEIRA 1 - Com base na leitura dos textos de Raymond Aron em ‘’As etapas do pensamento sociológico’’ e de Octavio Lanni em “A sociologia e o mundo moderno’’, apresente o cenário político, econômico e cultural da Europa no século XIX que colocou a sociedade como um objeto de interesse da ciência. Durante o século XIX ocorreu varias transformações...

    1375  Palavras | 6  Páginas

  • karl marx

    CENTRO DE ENSINO UNIFICADO – CEUT CURSO: BACHARELADO EM DIREITO - 1ºC DISCIPLINA: SOCIOLOGIA GERAL E JURÍDICA PROFESSORA: EMANUELLE CHAVES PAINEL TEÓRICO II: KARL MARX 1. CONTEXTO HISTÓRICO. Karl Marx: Alemão, de família Judia, dedicou-se ao estudo do Direito, Filosofia e História. Dedicou-se ao estudo social a partir da análise econômica: A economia fundamenta as relações sociais. Analisou com proximidade as desigualdades sócias e econômicas produzidas na Europa no século XIX. Analisou...

    1433  Palavras | 6  Páginas

  • AS ESTAPAS DO PENSAMENTO SOCIOLÓGICO, RAYMOND ARON: Émile Durkheim, Karl Marx, Marx Weber.

    SOCIOLOGIA FABIO RÉGIO BENTO AS ESTAPAS DO PENSAMENTO SOCIOLÓGICO, RAYMOND ARON: Émile Durkheim, Karl Marx, Marx Weber. ALUNO Sant’Ana do Livramento 2013 ÉMILE DURKHEIM Neste trabalho trataremos das três principais obras de Durkheim Da divisão do trabalho social, O suicídio e As formas elementares da vida religiosa. Alem de tentarmos entender a evolução do pensamento deste autor. DA DIVISÃO DO TRABALHO SOCIAL Nesta obra...

    2441  Palavras | 10  Páginas

  • Marx e Weber

    TRABALHO GT 23 – TEORIA SOCIOLÓGICA A Modernidade em Marx e em Weber Marcelo Cedro 31 de maio a 03 de junho 2005 FAFICH /UFMG 2 INTRODUÇÃO O trabalho aqui proposto pretende fazer uma análise comparativa entre as concepções de Modernidade em Karl Marx e Max Weber. Serão abordados aspectos que possam distinguir esses autores como pensadores modernos. O contexto em que viviam era a partir da 2ª metade do século XIX. Marx, mais velho, viveu a herança das transformações do século...

    5831  Palavras | 24  Páginas

  • Marx

    TRABALHO GT 23 – TEORIA SOCIOLÓGICA A Modernidade em Marx e em Weber Marcelo Cedro 31 de maio a 03 de junho 2005 FAFICH /UFMG 2 INTRODUÇÃO O trabalho aqui proposto pretende fazer uma análise comparativa entre as concepções de Modernidade em Karl Marx e Max Weber. Serão abordados aspectos que possam distinguir esses autores como pensadores modernos. O contexto em que viviam era a partir da 2ª metade do século XIX. Marx, mais velho, viveu a herança das transformações do século...

    5831  Palavras | 24  Páginas

  • MArx e Tocqueville

    1- MARX 1- O conceito de forças produtivas, em Marx, trata da relação homem/natureza: refere-se aos modos de transformação da natureza e produção de bens materiais – incluindo aí tecnologias, técnicas, instrumentos e matérias-primas, além dos conhecimentos, habilidades e modos de cooperação utilizados na produção. Tal conceito é interdependente ao de relações de produção. Este, por sua vez, trata da relação homem/homem, expressa as formas como os homens se organizam entre si para produzir, bem como...

    1848  Palavras | 8  Páginas

  • O DESENVOLVIMENTO DA SOCIOLOGIA E AS OBRAS DE DURKHEIM, WEBER E MARX

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – UNIRIO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS – CCH ESCOLA DE MUSEOLOGIA INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA O DESENVOLVIMENTO DA SOCIOLOGIA E AS OBRAS DE DURKHEIM, WEBER E MARX RIO DE JANEIRO Outubro-2012 A sociologia surgiu no século XIX pela necessidade de compreensão das mudanças que ocorriam no mundo, nesse período marcado pela revolução industrial e pela revolução francesa, e de compreensão das desigualdades sociais. Tinha a intenção...

    1613  Palavras | 7  Páginas

  • Introdução sucinta a karl marx

    KARL MARX (1818-83) 1. Vida e Obra Nasceu em Trier de família pobre, mas não miserável. Estudou Direito e Filosofia em Bonn e na Universidade de Berlim, onde foi aluno de Bruno Bauer e juntou-se aos jovens hegelianos de esquerda. Não conseguiu emprego como professor universitário, então se tornou jornalista na Gazeta Renana, periódico radical. Teve contato, em Paris, com pensadores socialistas. Conheceu Friedrich Engels, filho de um industrial alemão, que seria seu parceiro intelectual e...

    1557  Palavras | 7  Páginas

  • Individuo Liberdade E Igualdade No Pensamento Liberal E Em Marx

     Cesar Marques Gonçalves Liberdade e Igualdade no Pensamento Liberal e em Marx Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” Araraquara – SP 2013 Liberdade e Igualdade no Pensamento Liberal e em Marx O liberalismo do século XIX, tem como principais percursores de suas ideias, Tocqueville, John Stuart Mill e Jeremy Bentham. Entender as noções de liberdade e igualdade no pensamento liberal, é entender o individuo enquanto soberano, no liberalismo a ideia de liberdade e igualdade...

    2050  Palavras | 9  Páginas

  • Historia do Pensador Marx Weber

     História do Pensamento de Max Weber. Alemanha. 1864-1920.  Eminente sociólogo, economista, pesquisador e estudioso escreveu diversos livros. O mais importante deles A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo foi defensor do liberalismo econômico e atacou veementemente a teoria marxista da história política do mundo. Max Weber nasceu na cidade de Erfurt, Turíngia, Alemanha, em 21 de abril no ano 1864, sendo reconhecido como acadêmico nomeado professor de Economia da Universidade...

    1356  Palavras | 6  Páginas

  • Democracia, Liberdade e Igualdade no Pensamento Liberal (Benjamin Constant, John Stuart Mill, Alexis de Tocqueville) e Karl Marx.

    Democracia, Liberdade e Igualdade no Pensamento Liberal (Benjamin Constant, John Stuart Mill, Alexis de Tocqueville) e Karl Marx. Tendo em vista a proposta de dialogar com os autores trabalhados em sala de aula, o trabalho aqui apresentado faz uma relação entre os tópicos discutidos pela ementa da matéria. Abordando como os respectivos autores trabalharam e dialogaram entre si. O objetivo é analisar o pensamento dos autores liberais Benjamin Constant, Alexis...

    3667  Palavras | 15  Páginas

  • Fichamento da obra As Etapas do Pensamento Sociológico - RAYMOND ARON

     ARON,Raymond. As etapas do pensamento sociológico.Livraria Martins Fontes Editora LTDA, v. 5,março de 1999. “Auguste Comte, ao contrario, e antes de mais nada o sociólogo da unidade humana e social, da unidade da historia humana.” (p.65) “Segundo Auguste Comte, um certo tipo de sociedade, caracterizado pelos dois adjetivos, teológico e militar, esta em vias de desaparecer.” (p.66) “Um outro tipo de sociedade, cientifica e industrial, esta em vias de nascer.A sociedade que nasce e cientifica...

    2264  Palavras | 10  Páginas

  • Marx

    "Trata-se de ação social quando de acordo com o sentido que lhe atribui o ator, ela se relaciona com o comportamento de outras pessoas" (ARON, 2008, p. 803). Ação social se organiza em relação social: "há uma relação social quando o sentido de cada ator, de um grupo de atores que age, se relaciona com a atividade do outro, de modo que suas ações são mutuamente orientadas" (ARON, 2008, p. 803). Podemos falar em costume quando tal relação social se torna regular, e em habito quando a origem da relação tem...

    2467  Palavras | 10  Páginas

  • Marx

    [pic] SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO SERVIÇO SOCIAL MANOEL RIBEIRO MARX E A questão social Araçuaí 2009 MANOEL RIBEIRO MARX E A questão social Trabalho Interdisciplinar individual apresentado ao Curso Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná. Prof: Daniela Sikorski, Paulo...

    2749  Palavras | 11  Páginas

  • Resenha crítica da política consolidada segundo Marx

    5, em times new roman. A entrega dos trabalhos ocorrerá nas datas marcadas no cronograma. O valor de cada trabalho corresponderá, respectivamente, a 30 pontos, 35 pontos e 35 pontos. Cronograma e organização das aulas: Aula 1: Introdução ao pensamento político moderno. Texto: Aula 2: Montesquieu e o moderno liberalismo Texto: MONTESQUIEU. O espírito das leis, livros I-III, V, VIII, XI [caps. II-VII] e XIX. ALBUQUERQUE, J.A. Guilhon, “Montesquieu: sociedade e poder”, in: WEFFORT, Francisco...

    1942  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha crítica sore montesquieu - etapas do pensamento sociológicos

    ARON, Raymond. As Etapas do Pensamento Sociológico. 4. Ed. São Paulo: Martins Pontes, 1993. Aqui trataremos apenas do primeiro capítulo, da primeira parte – Os Fundadores –, do livro “As Etapas do Pensamento Sociológico” qual foi denominado “Charles-Lois de Secondat, Barão de Montesquieu”, que faz referencia aos ideais de Montesquieu, suas concepções a respeito das formas de governos suas características e como as condições do meio podem influenciar em sua formação, tendo por base os dados contidos...

    1282  Palavras | 6  Páginas

  • AS ETAPAS DO PENSAMENTO SOCIOLÓGICO

    - AS ETAPAS DO PENSAMENTO SOCIOLÓGICO TRÊS LAGOAS 2014 - AS ETAPAS DO PENSAMENTO SOCIOLÓGICO Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Educação Física das Faculdades Integradas de Três Lagoas – AEMS como requisito parcial para obtenção do título de Licenciado/Bacharel em Educação Física. Orientador: - TRÊS LAGOAS 2014 Em “As etapas do pensamento sociológico”, Raymond Aron apresenta o pensamento sociológico de Augusto Comte...

    892  Palavras | 4  Páginas

  • Raymond aron

    FACULDADE DE HISTÓRIA, DIREITO E SERVIÇO SOCIAL EDUARDO MEI TEORIA DA HISTÓRIA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS: DOS LIMITES DA OBJETIVIDADE HISTÓRICA À HISTÓRIA UNIVERSAL EM RAYMOND ARON Franca 2009 EDUARDO MEI TEORIA DA HISTÓRIA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS: DOS LIMITES DA OBJETIVIDADE HISTÓRICA À HISTÓRIA UNIVERSAL EM RAYMOND ARON Tese entregue ao Programa de Pós-Graduação da Faculdade de História, Direito e Serviço Social, da UnespFranca para obtenção do título de Doutor em História e Cultura...

    45655  Palavras | 183  Páginas

  • A ÉTICA NO PENSAMENTO DE ERNESTO CHE GUEVARA

    La Salle Pilato Pereira a ética no pensamento de Ernesto Che Guevara Trabalho de conclusão apresentado à banca examinadora do curso de Filosofia do UNILASALLE – Centro Universitário La Salle, como exigência parcial para a obtenção do grau de Licenciado em Filosofia, sob a orientação do Professor Gilmar Zampieri. CANOAS, 2004 Termo de Aprovação PILATO PEREIRA a ética no pensamento de Ernesto Che Guevara Trabalho de conclusão...

    12524  Palavras | 51  Páginas

  • Marx e o capitalismo

    MARX E O CAPITALISMO Autor: Prof. Fransérgio Follis “A desvalorização do mundo humano cresce na razão direta da valorização do mundo das coisas” (Karl Marx) 1. KARL MARX (1818-1883) Marx viveu num contexto histórico (séc. XIX) marcado pela expansão da sociedade capitalista industrial pela Europa. E é justamente essa sociedade que ele vai buscar compreender mediante a análise do seu desenvolvimento e das suas contradições. Marx faz uma análise sócio-econômica do sistema capitalista. Considera...

    4237  Palavras | 17  Páginas

  • Resenha marx e durkhein

    e Karl Marx, e suas relações. Mostrando como define o objeto de estudo de cada teoria, bem como o estabelecimento do método para seu estudo, apresentando as principais idéias defendidas pelas mesmas. Durkheim assinala a sociedade à natureza, isto é, pode ser estudada pelos mesmos métodos empregados pelas ciências da natureza. Seu objeto de estudo – fato social – é entendido como coisa, objeto, exteriorizados, podendo ser medidos, observados e analisados independente do pensamento e vontade...

    3179  Palavras | 13  Páginas

  • Max Weber breve resumo

    concreta o seu caráter, quer seja ele político, econômico ou religioso. O objetivo do sociólogo é compreender este processo, desvendando os nexos causais que dão sentido à ação social em determinado contexto; O sociólogo Raymond Aron assim explica esta característica do pensamento de Weber: “Nas ciências da realidade humana deve-se distinguir duas orientações: uma no sentido da história, do relato daquilo que não acontecerá uma segunda vez, a outra no sentido da sociologia, isto é, da reconstrução...

    683  Palavras | 3  Páginas

  • Fichamento do livro "as etapas do pensamento econômico" - capítulos karl marx, émile durkheim e max weber.

    Fichamento "As etapas do Pensamento Sociológico, Raymond Aron – São Paulo, Martins Fontes (2000) " Autores: Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber. Karl Marx (p. 125 - 180) P.127: “Além da diversidade das obras de Marx, é preciso levar em conta a diversidade dos períodos em que foram escritas.” “ A partir de 1848, e até o fim dos seus dias, Marx aparentemente deixou de ser filosófico, tornando-se um sociólogo e , sobretudo, uma economista.” P.129: “Toda teoria que pretende tornar-se ideologia...

    6184  Palavras | 25  Páginas

  • sem titulo

    karl marx e friedrich engels e max weber. [pic] SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO SERVIÇO SOCIAL MARIA BETÂNIA SOUSA DA SILVA título do trabalho: Explorando o entendimento humano com os grandes pensadores: Émile Durkheim, Karl Marx e Friedrich Engels e Max Weber. BOA VISTA 2009 MARIA BETÂNI 2461 Palavras10 Páginas Fichamento do livro "as etapas do pensamento econômico" - capítulos karl marx, émile durkheim e max weber. Fichamento "As etapas do Pensamento Sociológico, Raymond Aron – São...

    1176  Palavras | 5  Páginas

  • matrizes do pensamento psicologico

    FIDES REFORMATA XVII, Nº 1 (2012): 61-77 AS MATRIZES ACADÊMICAS DO PENSAMENTO BRASILEIRO: COMTE E MARX Wilson Santana Silva* RESUMO Este artigo procura introdutoriamente apresentar o estabelecimento do Positivismo e do Marxismo no Brasil. Além de representarem “ações políticas”, esses dois modelos produziram abordagens teóricas, o Positivismo e o Materialismo Histórico, utilizadas para a compreensão dos processos históricos de diversas sociedades. O leitor observará sem muita dificuldade...

    7169  Palavras | 29  Páginas

  • Sociologia - comte, marx, weber e durkheim positivismo.vs

    Curso de Filosofia Positiva. Para Comte, a sociologia procura estudar e compreender a sociedade, para organiza-la e reforma-la depois. Acreditava que os estudos das sociedades deveriam ser feitos com verdadeiro espírito científico e objetividade. O pensamento de Comte provocou polémicas no mundo todo e reformulações de teorias até então incontestáveis. A sua influência foi imensa quer como filósofo social, quer como reformador social, principalmente sobre os republicanos brasileiros. Lema da Bandeira...

    5161  Palavras | 21  Páginas

  • Etapas do Pensamento S. Durkheim

    INSTITUTO BRASILIENSE DE DIREITO PÚBLICO CURSO DE DIREITO – FORMAÇÃO SOCIAL DO BRASIL FICHAMENTO DO LIVRO AS ETAPAS DO PENSAMENTO SOCIOLÓGICO Raymond Aron, As etapas do pensamento sociológico: Émile Durkheim/Raymond Aron Páginas 458 a 576 Introdução “As paixões humanas só se detêm diante de um poder moral que respeitam.” Esta frase de Durkheim, De la division du travail social, pode explicar seu livro Da Divisão do Trabalho Social de modo que nós faz refletir, os impulsos, as vontades...

    3576  Palavras | 15  Páginas

  • Metodo sociológico

    As Regras do Método Sociológico – Émile Durkheim Capítulo 3 - Regras Relativas à Distinção entre Normal e Patológico Segundo Durkheim os fatos são divididos em duas ordens: Patológicos (deveriam ser diferentes do que são) e Normais (são como deveriam ser). E um dos papeis da ciências humanas, em especial, é observar esses fatos e explicá-los, sem julgá-lo (o julgamento é dever do inconsciente, dos sentimentos, dos instintos, etc.). Para fugir do misticismo, de só se encontrar os fins pelo...

    750  Palavras | 3  Páginas

  • As Regras do Método Sociológico – Émile Durkheim

    As Regras do Método Sociológico – Émile Durkheim Capítulo 3 - Regras Relativas à Distinção entre Normal e Patológico Segundo Durkheim os fatos são divididos em duas ordens: Patológicos (deveriam ser diferentes do que são) e Normais (são como deveriam ser). E um dos papeis da ciências humanas, em especial, é observar esses fatos e explicá-los, sem julgá-lo (o julgamento é dever do inconsciente, dos sentimentos, dos instintos, etc.). Para fugir do misticismo, de só se encontrar os fins pelo...

    838  Palavras | 4  Páginas

  • Karla Marx: sociologo

    Artigo Científico As contribuições de Karl Marx e Max Weber sobre a autonomia/nãoautonomia da ciência e tecnologia The contributions of Karl Marx and Max Weber about of autonomy/non-autonomy of the science and technology Janara Sousa e Elen Geraldes Universidade de Brasília (UnB), Brasília, Distrito Federal, Brasil; Universidade Católica de Brasília, Brasília, Distrito Federal, Brasil; Universitat de Barcelona, Barcelona, Espanha Resumo Como Marx e Weber abordam a questão da ciência e da tecnologia...

    7618  Palavras | 31  Páginas

  • As regras do método sociológico - durkheim

    Aron, Raymond. As Etapas do Pensamento Sociológico, 5.ed. 2000 Resenha do capitulo de Émile Durkheim referente a obra “As regras do método sociológico” Nesta obra Durkheim explica a teoria de como se deve estudar um fenômeno social para se chegar a uma compreensão objetiva e racional. Existe uma semelhança do método utilizado nas obras de Durkheim, onde, esse método é dividido em três fases, sendo elas, uma definição do fenômeno, a refutação das interpretações anteriores e por fim uma explicação...

    870  Palavras | 4  Páginas

  • comparação de Marx X Durkheim

    objeto de estudo: durkheim: fato social/ Marx: relações sociais Começaremos nossa análise a partir do objeto de estudo de cada autor, verificando, desde já, existir entre eles diferenças sensíveis e ntagônicas. Enquanto Durkheim atem-se ao estudo do “fato social”, com a sociedade determinando as ações do indivíduo, Marx procura entender os movimentos da sociedade tendo como objeto as “relações sociais” e a “luta de classes” transformando os fenômenos sociais e para Durkheim a luta entre as classes...

    2087  Palavras | 9  Páginas

  • Vamos pensar em três conceitos que tudo indica, sobrevivem até hoje: Anomia (Durkheim) , Racionalização (Weber) e Alienação (Marx)

    1.1.2 - A imaginação sociológica________________________________________ 15 1.2 - O desenvolvimento do pensamento sociológico______________________________ 18 1.3 - Augusto Comte (1798-1857)_____________________________________________ 21 1.4 - Émile Durkheim (1858-1917)_____________________________________________ 26 TEMA 2: PENSAMENTO SOCIOLÓGICO 2.1 - Karl Marx (1818-1883)__________________________________________________ 45 2.2. Max Weber (1864-1920)_________________________________________________ ...

    14265  Palavras | 58  Páginas

  • Raymond aron

    Raymond Aron (1905 – 1983) Biografia Raymond Aron nasceu na França em 1905, filho de um jurista judeu, iniciou sua carreira dando aula na Universidade de Toulouse, até que houve o surgimento e então o ápice da Segunda Guerra Mundial, quando fora indicado à carreira militar pelas forças aéreas francesas. Porém, com a queda do país diante a batalha, Aron se instalou em Londres voltou-se ao jornalismo, se tornando responsável pela edição de um jornal nacional francês. De volta a seu país de origem...

    753  Palavras | 4  Páginas

  • Karl Marx

    Karl Marx e sua Ideologias | Amigo Nerd 1 de 5 Curtir http://amigonerd.net/outras/colegial/karl-marx-e-sua-ideologias 4.542 pessoas curtiram isso. Seja o primeiro entre seus amigos. +143 Karl Marx e sua Ideologias Autor: Stephane Pedroso Leão Instituição: Escola Estadual Professora Sebastiana Braga Tema: Sociologia Compartilhe este trabalho 0 Karl Max e suas Ideologias Karl Friedrich Marx (1818-1883) De família israelita, foi economista, filósofo e revolucionário...

    6478  Palavras | 26  Páginas

  • Auguste comte, karl marx, david émile

    Introdução Neste trabalho serão apresentados três sociólogos (Auguste Comte, Karl Marx, David Emile) seus pensamentos sobre a sociedade a vida e a biografia dos mesmos. Karl Marx | Nome completo | Karl Heinrich Marx | Nascimento | 5 de Maio de 1818 Tréveris, Renânia-Palatinado Alemanha | Morte | 14 de março de 1883 (64 anos) Londres, Inglaterra Reino Unido | Nacionalidade | Alemão | Ocupação | escritor, economista, sociólogo, historiador e filósofo | Magnum opus | O Capital...

    8717  Palavras | 35  Páginas

  • Aron raymond “ação social como objeto da sociologia/ etapas do pensamento sociológico” (pág: 461 á 485)

    UFES UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPIRITO SANTO FICHAMENTO DO TEXTO: Aron Raymond “Ação social como objeto da Sociologia/ Etapas do pensamento sociológico” (Pág: 461 á 485) CONTEÚDO FICHADO E COMENTÁRIOS As quatro categorias das obras de Max Weber: “1º) Os estudos de metodologia, critica e filosofia, que tratam essencialmente do espirito, objeto e métodos das ciências humanas, historia e sociologia.” (pag. 463) “2º) As obras propriamente históricas,... uma história econômica...

    987  Palavras | 4  Páginas

  • Marx

    Marx: a política, o poder e o Estado capitalista (Do livro “Filósofos na sala de aula”, v. 2, Berlerndis & Vertecchia Editores, São Paulo, 2007, org. Vinicius de Figueiredo, p. 110-154) Adriano Codato "A atual sociedade não e um cristal sólido, mas um organismo capaz de mudar e que está em constante processo de mudança." Karl Marx, do Prefácio à primeira edição de O capital (1867) É sintomático: o mês de dezembro de 1989 não tem o poder de encantamento que tem outra data importante...

    11204  Palavras | 45  Páginas

  • Resumo as etapas do pensamento sociológico

    Filosofia DISCPLINA: Introdução à Sociologia ALUNA: Amanda Luiza da Silva Marques Resenha de alguns capítulos do livro “As Etapas do Pensamento Sociológico” Nas partes em destaque da obra de Raymond Aron, ele analisa o pensamento do sociólogo Émile Durkheim com bases em três de seus principais livros: Da Divisão do Trabalho Social, O Suicídio e As regras do método sociológico. Da Divisão do Trabalho Social De la Divison du travai social foi publicado em 1893 e é considerado o primeiro grande...

    1900  Palavras | 8  Páginas

  • Pierre bourdieu - resumo

    inicia sua pesquisa acerca da sociedade cabila. Em 1960 torna-se assistente de Raymond Aron, na Faculdade de Letras de Paris e principia seus estudos acerca do celibato na região deBéarn. Ainda em 1960 integra-se ao Centro de Sociologia Européia, do qual torna-se secretário geral em 1962. Desenvolve ao longo das décadas de 1960 a 1980 farta obra, contribuindo significativamente para a formação do pensamento sociológico doséculo XX. Na década de 1970 estende sua atividade docente a importantes instituições...

    1348  Palavras | 6  Páginas

  • sociedade industrial raymond aron

    Paz e Guerra: Uma teoria das relações internacional Tweet Resenha de "Paz e Guerra: Uma teoria das relações internacionais, de Raymond Aron"   por: Marina Magalhães B. L. da Silva     Raymond Aron nasceu em Paris no ano de 1905, concluiu seu doutoramento em 1930 em filosofia na École Normale Supérieure e foi professor de filosofia na Alemanha durante a República de Weimar. Em 1939, com início da Segunda Guerra Mundial, deixou o ensino de filosofia na Universidade de Toulouse e ingressou...

    1482  Palavras | 6  Páginas

  • sociologia

    do capitalismo, da sociologia como ciência e da antropologia geral e cultural. Reflexões iniciais sobre a sociedade; 2. Oferecer ao educando o acesso a conceitos fundamentais das teorias sociológicas clássicas - Émile Durkheim, Max Weber e Karl Marx; 3. Apresentar brevemente a sociologia no Brasil, principalmente através da sua história e pensadores como Florestan Fernandes, Celso Furtado e Fernando Henrique Cardoso; 4. Estimular a reflexão crítica sobre temas pertinentes à sociedade contemporânea...

    1421  Palavras | 6  Páginas

  • OS QUATRO PRINCIPAIS PENSADORES DA SOCIOLOGIA

    FUNDAMENTOS DE SOCIOLOGIA AUGUSTE COMTE KARL MARX ÉMILE DURKHEIM MAX WEBER LUIZ FERNANDO ARRIETA PRESTES SANTANA DO LIVRAMENTO/RS 16/09/2013 1 INTRODUÇÃO O presente resumo visa transmitir de um modo sintático e direto as contribuições dos principais pensadores da sociologia Auguste Comte, Émile Durkheim, Max Weber, Karl Marx. Desta forma, teremos uma breve noção do pensamento dos principais nomes da sociologia moderna, além de observar que seu pensamento influencia ainda hoje o desenvolvimento...

    1677  Palavras | 7  Páginas

  • Etapas do pensamento sociologico

    Fichamento ARON, Raymond, [1967] 1999, “Émile Durkheim”. IN: ______________ As Etapas do Pensamento Sociológico. São Paulo: Martins Fontes (: 287-197; 324 -334) “Da Divisão do trabalho social” (:287 - 289) Explica o primeiro livro de Durkheim, que tende explicar a relação entre indivíduos e a coletividade. “Como pode uma coleção de indivíduos constituir uma sociedade? Como se chega a esta condição da existência social que é o consenso?” Ele distingue duas formas de solidariedade: a mecânica...

    2205  Palavras | 9  Páginas

tracking img