As Diversas Ordens Sociais Normativas artigos e trabalhos de pesquisa

  • Projecto do final do ano - tema: as ordens sociais normativas.!direito!

    Instituto Superior “Gregório Semedo” Escola Superior de Ciência Jurídicas Empresarial do Namibe =Namibe= TEMA: As Ordens Sociais Normativas. Autor: Salomão B. Miguel Domingos Turma: 18 N 1º Ano de Licenciatura em Direito A Docente ____________________________ ...

    3631  Palavras | 15  Páginas

  • Ordem moral

    Introdução O presente trabalho visa abordar o tema ordem moral. Ela visa o aperfeiçoamento do comportamento do homem, com vista a realização do bem. Ela em grande parte é intra-individual, dirige-se ao aperfeiçoamento do indivíduo, não da organização social. Todavia, qualquer que seja a posição que se adopte quanto a fonte da norma moral, esta a acaba por se repercutir sobre a ordem social. Surge uma moral positiva que representa o conjunto de regras morais, ou aceites como tal que vigoram...

    1124  Palavras | 5  Páginas

  • A força normativa da constituição - konrad hesse

    A Força Normativa da Constituição - Konrad Hesse Contesta o entendimento de Lassalle, Hesse busca demonstrar que o desfecho do conflito entre os fatores reais de Poder e a Constituição não necessariamente implica na derrota desta. Existem hipóteses realizáveis que permitem assegurar sua força normativa. Apenas caso estas hipóteses não sejam satisfeitas é que as questões jurídicas podem se converter em questões de poder. Mesmo reconhecendo o significado dos fatores históricos, políticos e sociais...

    1621  Palavras | 7  Páginas

  • Trabalho De Direito Ordens Sociais

    INTRODUÇÃO________________________________________________07 Ordem Social___________________________________________________08 Ordem Moral___________________________________________________09 Ordens Normativas______________________________________________11 Nova ordem Social Normativa _______________________________________________14 CONCLUSÃO_________________________________________________20 BILIOGRAFIA________________________________________________21 INTRODUÇÃO As Ordens Sociais Normativas são aquelas que coordenam...

    3306  Palavras | 14  Páginas

  • Resumo do livro a força normativa da constituição

    motivo elas se anulam . E propõe uma ligação entre as duas, e que nenhuma sobreponha a outra e sim se interligam . Ou seja a vontade da constituição,sem desprezar os fatores políticos e sociais para eficácia da constituição que ele chama de força normativa da constituição . E para que essa que essa força normativa da constituição seja eficaz , ele coloca três condições que ele chama de fundamentais para se alcançá-la . No que diz respeito ao item 1, Hesse afirma que o significado da ordenação...

    1924  Palavras | 8  Páginas

  • fichamento a fotituiçãorça normativa da cons

    Fichamento: HESSE, Konrad – A Força Normativa da Constituição. Tradução de Gilmar Ferreira Mendes. Porto Alegre: safE, 1991.     I- I-                  Hesse se contrapõe às concepções de Lassalle, e busca demonstrar que o desfecho do conflito entre os fatores reais de Poder e a Constituição não necessariamente implica na derrota desta. Existem pressupostos realizáveis que permitem assegurar sua força normativa. Apenas caso estes pressupostos não sejam satisfeitos é que as questões jurídicas...

    2016  Palavras | 9  Páginas

  • Problema de ordem social

    O Homem, a Sociedade e o Direito I. A Problemática da Ordem Social ← A natureza social do Homem O Homem é um ser eminentemente social e político que habita um determinado ambiente. É um ser social porque não consegue viver e desenvolver-se plenamente se não estiver em intima e constante colaboração com os outros Homens. E é um ser político porque cada Homem tem a sua política, ou seja, um conjunto de objectivos que pretende atingir. A plena realização do Homem só é possível graças...

    3793  Palavras | 16  Páginas

  • a força normativa

    permitem assegurar sua força normativa. Apenas caso estes pressupostos não sejam satisfeitos é que as questões jurídicas podem se converter em questões de poder (5). II- Apesar de reconhecer o significado dos fatores históricos, políticos e sociais para a força normativa da Constituição, Hesse enfatiza o aspecto da vontade de Constituição. A Constituição transforma-se em força ativa se existir a disposição de orientar a própria conduta segundo a ordem nela estabelecida, se fizerem-se...

    1971  Palavras | 8  Páginas

  • Resumo da obra a força normativa da constituição

    Resumo da Obra “A Força Normativa da Constituição”, de Konrad Hesse RESUMO DA OBRA “A FORÇA NORMATIVA DA CONSTITUIÇÃO”, DE KONRAD HESSE De acordo com Ferdinand Lassalle, questões constitucionais não são questões jurídicas, mas sim questões políticas. A Constituição de um país expressa as relações de poder nele dominantes, quais sejam, o poder militar (Forças Armadas), o poder social (latifundiários), o poder econômico (grandes indústrias e capital), o poder intelectual (consciência e cultura gerais)...

    1842  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha força normativa da constituição

    A Força Normativa da Constituição O autor inicia o livro com uma contestação de Ferdinand Lassalle, em uma conferência sobre a essência da Constituição ,que proferiu que questões constitucionais não são questões jurídicas, mas sim questões políticas. A Constituição de um país expressa as relações de poder nele dominantes. Esses fatores reais de poder formam a Constituição real de um país. O documento chamado Constituição , nos dizeres de Lassalle, não passa de um pedaço de papel, eis que sua...

    1796  Palavras | 8  Páginas

  • A força normativa da constituição

    dos autores analisados, ao tempo em que se utilizou a obra de autores que comentam os estudos de Hesse, tudo com o objetivo de melhor fixar a correlação entre os pensamentos do autor citado. 2. KONRAD HESSE E “A FORÇA NORMATIVA DA CONSTITUIÇÃO.” A obra “A força Normativa da Constituição” de Konrad Hesse situa-se no contexto de análise do problema da “crise da constituição”. A obra inicia resumindo a obra de Lassale, indicando que sua concepção continua presente, mas afirma que considerada...

    1387  Palavras | 6  Páginas

  • Resumos: O que é uma Constituição? Lassale e A Força Normativa da Constituição. Hesse

    povo em casos de grande resignação. Os banqueiros financiam o monarca e seu exército. A consciência coletiva e cultura geral, ou seja os valores comuns a toda a sociedade se não são respeitados fazem uma imensa pressão advindo de todas as camadas sociais contra quem ousa a desconsiderá-lo. Já o poder da pequena burguesia e da classe operária é muito maior que os demais, porém é desorganizado e só se levanta em casos mais extremos. Não é fácil pulsá-lo, porém quando se levanta demonstra sua formidável...

    1716  Palavras | 7  Páginas

  • Fichamento a força normativa da constituição

    FICHAMENTO Nome: Série: Obra: Hesse, Konrad. A força normativa da Constituição. Porto Alegre: Sérgio Fabris. O livro a força normativa da constituição, escrito por Konrad Hesse, é considerado como um dos textos mais importantes para o direito constitucional moderno, ou seja, é utilizado como base de ensinamento e de confirmação (teoria). No livro constrói-se um dialogo entre Hesse e Ferdinand Lassale. Uma demonstração por parte de Konrad Hesse no que se refere ao embate entre...

    1096  Palavras | 5  Páginas

  • A força normativa da constituição

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE DIREITO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO Helena Augusta FICHAMENTO DO LIVRO “A FORÇA NORMATIVA DA CONSTITUIÇÃO” NATAL/ RN 2013 HELENA AUGUSTA DE QUEIROZ ALMEIDA FICHAMENTO DO LIVRO “A FORÇA NORMATIVA DA CONSTITUIÇÃO” Trabalho apresentado à disciplina de Direito Constitucional I, ministrada pelo professor Dr. Fabiano Mendonça, do Departamento de Direito Público, da Universidade Federal...

    1525  Palavras | 7  Páginas

  • Fichamento - a força normativa da constituição

    A Força Normativa da Constituição - Konrad Hesse (Resenha) A FORÇA NORMATIVA DA CONSTITUIÇÃO Na Obra A Força Normativa da Constituição (Tradução de Gilmar Ferreira Mendes, Porto Alegre, Editora Sérgio Antônio Fabris, 1991), o Autor Konrad Hesse (1919-2005), constitucionalista alemão, coloca-se em oposição às teses desenvolvidas por Ferdinand Lassale. Empenha-se em demonstrar que não há de se verificar uma derrota da Constituição quando colocamos a mesma em oposição aos fatores reais de poder demonstrados...

    2109  Palavras | 9  Páginas

  • Fichamento - a força normativa da constituição, konrad hesse

    A força Normativa da Constituição Capítulo I Em 16 de abril de 1862, Ferdinand Lassalle proferiu, numa associação liberal - progressista de Berlim, sua conferência sobre a essência da Constituição. Tese fundamental, “questões Constitucionais não são questões jurídicas, mas sim questões políticas”. As relações fáticas constituem a força ativa determinante das leis e das instituições da sociedade, esses fatores reais do poder formam a Constituição real do país. A Constituição jurídica...

    1180  Palavras | 5  Páginas

  • A força normativa da Constituição

    TEXTO: HESSE, Konrad. A força normativa da Constituição. Porto Alegre: Fabris, 1991. A obra representa uma defesa da normatividade da Constituição e configura uma ataque as idéias que negam poder normativo aos textos constitucionais, principalmente as de Lassale, o qual afirmava ser a Constituição uma simples folha de papel e serem as questões constitucionais apenas questões políticas. A primeira parte do texto centra-se na análise das ponderações de Lassale (as questões constitucionais...

    915  Palavras | 4  Páginas

  • A problemática da ordem social

    "Introdução à Sociologia Clássica: Durkheim e Weber Portantiero, JC Sociologia como campo de conhecimento, surge a meio do século XIX. Sociais e políticos começam a ser pensado como um processo coletivo que antecede a sociedade humana, a criação e organização. A origem da Sociologia: O estímulo para o surgimento da sociologia é a Revolução Industrial (a crise social e política que gera a transformação económica). Aparece proletariado fábrica. Vai ter duas posições:. Um deles é o socialismo (Marx)...

    858  Palavras | 4  Páginas

  • Ci Ncias Sociais E Jur Dicas

    1.1 A Problemática da Ordem Social: A natureza social do Homem: Só através da interacção com outros homens, daconjugação dos seus esforços, baseada na solidariedade e na divisão do trabalho, o Homem atingirá a sua plena realização, contudo, a convivência em sociedade só é possível se existir um elenco mínimo de princípios ou regras que pautem a conduta humana. O Homem sempre viveu em comunidade: clã, tribo, família, cidade (polis), sociedade e estado são, entre outras, formas organizativas em que...

    1481  Palavras | 6  Páginas

  • A força normativa da constituição de konrad hesse

    A Força normativa da Constituição de Konrad Hesse Resenha sobre a obra Sobre o autor e a obra Konrad Hesse nasceu em Könisberg (Prusia Oriental, onde também Kant nasceu) em 29 de janeiro de 1919. É Professor de Direito Público e Eclesiástico (emérito) da Universidade de Freiburg (Alemanha). Depois da II Guerra Mundial, retomou seus estudos de Direito na Universidade de Breslau o terminou na Universidade de Göttingen en 1950, onde foi destacado discípulo de Rudolf Smend e aluno de Gerhard Leibholz;...

    2117  Palavras | 9  Páginas

  • Força normativa da memória constitucional

    A FORÇA NORMATIVA DA MEMÓRIA CONSTITUCIONAL: UMA ANÁLISE DA TRIVIALIZAÇÃO DAS REFORMAS NA CONSTITUIÇÃO DE 1988 A PARTIR DA OBRA "REVOLUÇÃO DOS BICHOS" DE GEORGE ORWELL THE NORMATIVE FORCE CONSTITUTIONAL MEMORY: AN ANALYSIS OF TRIVIALIZATION OF CHANGES IN BRAZILIAN CONSTITUTION FROM THE PERSPECTIVE OF GEORGE ORWELL´S ANIMALS FARM Ernane Salles da Costa Junior RESUMO Esse artigo procura investigar o papel que a memória constitucional desempenha na fundamentação dos limites do poder de reforma na...

    6018  Palavras | 25  Páginas

  • A força normativa da constituição

    Força Normativa da Constituição KONRAD HESSE Em 16 de abril de 1862, Ferdinand Lassalle proferiu, numa associação liberal-progressista de Berlim, sua conferência sobre a essência da Constituição (Uber das Verfassungswesen)1. Segundo sua tese fundamental, questões constitucionais não são questões jurídicas, mas sim questões políticas. É que a Constituição de um país expressa as relações de poder nele dominantes: o poder militar, representado pelas Forças Armadas, o poder social, representado...

    5908  Palavras | 24  Páginas

  • A força normativa da constituição

    DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR: JOSÉ EDUARDO MATTA ALUNO: PAULO JOSÉ MARINHO TAVARES MATRÍCULA: 20092602070 A FORÇA NORMATIVA DA CONSTITUIÇÃO Konrad Hesse aborda, em seu livro, diversas questões pertinentes ao Direito Constitucional. Muitas delas em discordância com teses anteriores, como a de Lassalle, com respeito aos fatores de constituição real e os de constituição normativa. Recomenda Hesse que esses dois fatores têm estreita ligação e condicionam-se reciprocamente com ênfase numa ou noutra...

    526  Palavras | 3  Páginas

  • Força normativa da constituição - hesse, konrad

    terminou na Universidade de Gottingen em 1950, onde foi destacado discípulo de Rudolf Smend e aluno de Gerhard Leibholz. Hesse aborda, em seu livro, diversas questões pertinentes ao Direito Constitucional. Muitas delas em discordância com teses anteriores, como a de Lassalle, com respeito aos fatores de constituição real e os de constituição normativa. Recomenda Hesse que esses dois fatores têm estreita ligação e condicionam-se mutuamente com ênfase numa ou noutra direção e leva quase inevitavelmente...

    560  Palavras | 3  Páginas

  • Resenha A Força Normativa da Constituição

    Resenha: A Força Normativa da Constituição HESSE, Konrad. A força normativa da constituição. São Paulo: Safre – Fabris, 2001. Konrad Hesse nasceu em Könisberg (Prusia Oriental, onde também Kant nasceu) em 29 de janeiro de 1919. É Professor de Direito Público e Eclesiástico (emérito) da Universidade de Freiburg (Alemanha). Depois da II Guerra Mundial, retomou seus estudos de Direito na Universidade de Breslau o terminou na Universidade de Göttingen en 1950, onde foi destacado discípulo de...

    693  Palavras | 3  Páginas

  • Dificuldades e algumas variações na definição de direito e esferas normativas: breve análise e possível aplicação prática.

    Dificuldades e algumas variações na definição de Direito e esferas normativas: breve análise e possível aplicação prática. Primeiramente, para a definição de Direito, convém ressaltar que tal termo possui diversos significados. Portanto, não há possibilidade de analisá-lo de forma homogênea e definitiva. Para isso, utilizamos a visão ampla de Miguel Reale, que disserta sobre o Direito em suas diversas acepções ao longo da história da humanidade. A Ciência do Direito era chamada por...

    1026  Palavras | 5  Páginas

  • A força normativa da constituição

    ‹ › A FORÇA NORMATIVA DA CONSTITUIÇÃO - KONRAD HESSE A FORÇA NORMATIVA DA CONSTITUIÇÃO - KONRAD HESSE Document Transcript * 1. 1 * 2. A Força Normativa da Constituição(Die normative Kraft der Verfassung)(Konrad Hesse) Em 16 de abril de 1862, Ferdinand Lassalle proferiu, numa associação liberal-progressista deBerlim, sua conferência sobre a essência da Constituição (Über das Verfassungswesen)1. Segundo suatese fundamental, questões constitucionais não são questões jurídicas, mas sim...

    6869  Palavras | 28  Páginas

  • A VULNERABILIDADE SOCIAL COMO ELEMENTO DE VALORIZAÇÃO DA CULPABILIDADE: PROPOSTA DE DESCONSIDERAÇÃO DO ESTADO COMO AGENTE PASSIVO SECUNDÁRIO DO DELITO PRATICADO POR VULNERÁVEL SOCIAL.

    RAMON FERNANDES ALVES A VULNERABILIDADE SOCIAL COMO ELEMENTO DE VALORIZAÇÃO DA  CULPABILIDADE: PROPOSTA DE DESCONSIDERAÇÃO DO ESTADO COMO  AGENTE PASSIVO SECUNDÁRIO DO DELITO PRATICADO POR VULNERÁVEL  SOCIAL. JACOBINA 2 2014 UNIVERSIDADE ANHAGUERA – UNIDERP AGENTE PASSIVO SECUNDÁRIO DO DELITO PRATICADO POR VULNERÁVEL  SOCIAL. Trabalho  de  conclusão ...

    6301  Palavras | 26  Páginas

  • ANTROPOLOGIA JURÍDICA NO BRASIL: HISTÓRIA DO DIREITO, MOVIMENTOS SOCIAIS E DIREITO.

    LEGAL ANTHROPOLOGY IN BRAZIL: HISTORY OF LAW, SOCIAL MOVEMENTS AND LAW Gustavo Silveira Siqueira RESUMO O objetivo desse trabalho foi demonstrar como e por que o direito brasileiro, durante séculos de existência, beneficiou determinadas classes sociais em detrimento de movimentos sociais populares. Através de uma pesquisa interdisciplinar, tentou-se uma compreensão da complexa sociedade brasileira e da sua relação com o direito, em especial, como esse trata classes e movimentos que não participam...

    5973  Palavras | 24  Páginas

  • ANTROPOLOGIA JURÍDICA NO BRASIL: HISTÓRIA DO DIREITO, MOVIMENTOS SOCIAIS E DIREITO.

    LEGAL ANTHROPOLOGY IN BRAZIL: HISTORY OF LAW, SOCIAL MOVEMENTS AND LAW Gustavo Silveira Siqueira RESUMO O objetivo desse trabalho foi demonstrar como e por que o direito brasileiro, durante séculos de existência, beneficiou determinadas classes sociais em detrimento de movimentos sociais populares. Através de uma pesquisa interdisciplinar, tentou-se uma compreensão da complexa sociedade brasileira e da sua relação com o direito, em especial, como esse trata classes e movimentos que não participam...

    5973  Palavras | 24  Páginas

  • A heterogeneidade da ordem jurídica internacional atual e a globalização

    Trabalho: De Direito Internacional Público I Tema: A Heterogeneidade da Ordem Jurídica Internacional atual e a Globalização. Aluna: Isaura Silva De Santana Diniz Sousa O tema que vamos dissertar um pouco é a heterogeneidade da Ordem da Jurídica Internacional atual e a globalização, verifica-se que esse assunto traz em seu bojo um universo de conflitos e discussões normativas. No entanto, resta claro que é algo inerente a diversidade da sociedade internacional,...

    791  Palavras | 4  Páginas

  • Gramática normativa: uma questão ideológica

    GRAMÁTICA NORMATIVA: UMA QUESTÃO IDEOLÓGICA [1]Cleuda dos Anjos Alves Elce Emanuela A. R Indira dos Santos Oliveira Vera Lúcia da Silva RESUMO: O presente artigo busca explicitar as ideologias sobre a linguagem que foram impostas pela gramática normativa. Este manual didático compreende os fatos da língua padrão como uma espécie de lei e tenta controlar o uso da linguagem na sociedade. Assim, reproduz um discurso marcado historicamente por uma ideologia excludente e repressora, ditando o...

    5051  Palavras | 21  Páginas

  • RESUMO CAP.NORMAS E DESVIO SOCIAL (Cap. 6) DESVIO SOCIAL (Cap. 7) ORDEM E CONTROLE SOCIAL (Cap. 8) DIREITO E MUDANÇA SOCIAL (Cap. 9)

    ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO- UNISULMA CURSO DE DIREITO ALDENIR BARBOSA LIMA NORMAS E DESVIO SOCIAL (Cap. 6) DESVIO SOCIAL (Cap. 7) ORDEM E CONTROLE SOCIAL (Cap. 8) DIREITO E MUDANÇA SOCIAL (Cap. 9) Imperatriz 2014 ALDENIR BARBOSA LIMA NORMAS E DESVIO SOCIAL (Cap. 6) DESVIO SOCIAL (Cap. 7) ORDEM E CONTROLE SOCIAL (Cap. 8) DIREITO E MUDANÇA SOCIAL (Cap. 9) Resumo apresentado à disciplina de Sociologia Jurídica, como requisito parcial de nota do 2º bimestre...

    7925  Palavras | 32  Páginas

  • Linguagem Normativa, Interpretação e Ciência do Direito

    1 FICHAMENTO 1 – GRUPO DE ESTUDOS Fichamento. Objeto do estudo: Textos de diversos doutrinadores, sobre a Linguagem Normativa, Interpretação e Ciência do Direito. Texto 1: BOBBIO, Norberto. El Objeto de la Jurisprudencia y la Jurisprudencia como Análisis del Lenguaje A primeira providência é definir qual é a matéria em que o advogado age. Tal objeto, atividade do jurista, é um conjunto de regras de comportamento. Os estudos que têm como objeto as regras de comportamento, de forma geral...

    4417  Palavras | 18  Páginas

  • Normas e desvio social

    NORMAS E DESVIO SOCIAL RESUMO Este artigo analisa as Normas e o Desvio Social, buscando compreender como ocorre a sua inserção e como condicionam o indivíduo durante toda sua vida, seu aprendizado começa no ambiente familiar com as concessões e limites dos pais, que o levam a interiorizar suas primeiras normas sociais. Este aprendizado prolonga-se até seu último dia de vida, pois o ser humano é naturalmente social, necessita da aprovação do meio em que vive. Quando o indivíduo se desvia do que...

    4483  Palavras | 18  Páginas

  • A MULTA NORMATIVA, SUA LIMITAÇÃO AO VALOR DA OBRIGAÇÃO PRINCIPAL E APLICAÇÕES NO DIREITO COLETIVO DO TRABALHO HODIERNO

    DE SANTANA JÉSSICA DE JESUS LIMA MANOEL BILUCA ANDRADE NETO NAGILLA LARISSA GOMES SANTIAGO A MULTA NORMATIVA, SUA LIMITAÇÃO AO VALOR DA OBRIGAÇÃO PRINCIPAL E APLICAÇÕES NO DIREITO COLETIVO DO TRABALHO HODIERNO Feira de Santana 2013 JÉSSICA DE JESUS LIMA MANOEL BILUCA ANDRADE NETO NAGILLA LARISSA GOMES SANTIAGO A MULTA NORMATIVA, SUA LIMITAÇÃO AO VALOR DA OBRIGAÇÃO PRINCIPAL E APLICAÇÕES NO DIREITO COLETIVO DO TRABALHO HODIERNO ...

    5323  Palavras | 22  Páginas

  • Pluralidade das ordens jurídicas: uma nova Perspectiva na relação entre o direito internacional e o direito constitucional

    TEXTO 1: Pluralidade das ordens jurídicas: uma nova Perspectiva na relação entre o direito internacional e o direito constitucional O fenômeno da internacionalização da vida, de modo geral, não é recente, mas sua expansão nas últimas décadas, quantitativa e qualitativa, repercutiu nas mais diversas ordens, sendo que na ordem jurídica se dá de maneira latente, causando uma pluralidade de ordens jurídicas. Assim, o direito Internacional que antes se reservava a matérias específicas e restritas passa...

    1925  Palavras | 8  Páginas

  • A força normativa da constituição

    uma série de fatores como: valorização da aplicação de princípios constitucionais; preferência da argumentação formal; repercussão dos valores constitucional sobre os outros ramos; reaproximação da moral e do direito; e judicialização das relações sociais e da política. A constituição, real e verdadeira como diz o autor Ferdinand Lassale, é algo que todos os países possuem ou sempre possuíram em toda a sua história. Neste contexto, o conceito, os sentidos as classificações e formas serão apresentas...

    5889  Palavras | 24  Páginas

  • a inexigibilidade de conduta diversa como causa supralegal de excludente da culpabilidade

    A INEXIGIBILIDADE DE CONDUTA DIVERSA COMO CAUSA  SUPRALEGAL DE EXCLUDENTE DA CULPABILIDADE  Danilo César Basílio de Souza Graduado em Direito pelo UNIFOR­MG Altair Resende de Alvarenga Docente do curso de Direito do UNIFOR­MG  RESUMO  Crime, de acordo com o conceito analítico tripartido, é um fato típico, ilícito e culpável. O fato é  típico quando uma conduta provoca um resultado e é previsto em lei como delito. Já a ilicitude é a  contrariedade do fato ao ordenamento jurídico. A culpabilidade...

    8724  Palavras | 35  Páginas

  • Estratificação social

    Estratificação Social Fabíola Marotta Okiyama – 2004402142 Sendo referente de um velho e novo tema, estratificação social constituiria, segundo alguns, um conceito abrangente que incluiria quer a teoria de classes marxista, quer outras teorias não marxistas, nomeadamente a estrutural-funcionalista. Uma tal conceção ampla assume que os sistemas de estratificação têm sido uma constante em todas as sociedades, desde as caçadoras e as recoletoras, passando pelas sociedades de castas, despóticas...

    814  Palavras | 4  Páginas

  • Ciências sociais

    modo de ser de uma comunidade, na medida em que carrega as matérias constitutivas de um modo de ser do Estado e da Sociedade. Constitucionalismo – Pode ser entendido como movimento que trás consigo objetivos, que, sem dúvida, irão fundar uma nova ordem, sem precedentes na história da constituição das sociedades. Seus dói grandes objetivos ( constitucionalismo ) são A limitação do poder com necessária organização e estruturação do Estado e a Consecução de direitos e garantias fundamentais ( está na...

    2499  Palavras | 10  Páginas

  • As diversas ordens socias normativas

    Explore Manual de Introdução ao Direito (2011) Bartolomeu L. Varela 15 antagónicos) passar a ser regida, não exclusivamente por normas sociais 3 ,mas por um conjunto de regras gerais e obrigatórias, criadas e impostas,se necessário, coercivamente, por um grupo especial de indivíduosdedicados a esse fim 4 .Direito Primitivo: o Costume e as primeiras fontes escritasRemota e primitivamente, o Direito manifestou-se através do Costume. Osusos e tradições das épocas mais recuadas da civilização...

    3639  Palavras | 15  Páginas

  • Ética normativa

    emotivismo destaca-se a função da emoção na escolha ética. 3. Conceitue ética normativa. Ética normativa determina como deve ser o comportamento humano, reúne os valores morais dos grupos sociais. Kant ensina que o ato só é moralmente valioso se atende os preceitos de uma norma. Não apenas obedecer às normas gerais, mas sim observar aquelas pessoais de cada ser humano, ocorrendo a autodeterminação normativa. 4. Qual a influência de autores como Spinoza, Nietzsche, Wittgenstein, Heidegger...

    1006  Palavras | 5  Páginas

  • Política normativa

    política normativa contemporânea∗ Thiago Nascimento da Silva† 1 A nova configuração da teoria política normativa Responder sobre o que é a teoria política normativa dentro do processo de constituição do campo da disciplina de ciência política contemporânea não é uma tarefa trivial. Não só porque se trata de um efeito de campo inventar sua tradição mesmo quando o que se tem é uma miscelânea de idéias a respeito do assunto, mas porque os elementos presentes nas discussões normativas, aqueles...

    13679  Palavras | 55  Páginas

  • O Controle Social e o Direito

    O Controle Social e o Direito O homem é um ser social e político, vivendo em grupos, em sociedades, é natural que no seio destes grupos haja conflitos, desentendimentos e interesses divergentes. No entanto, o homem sente necessidade de segurança e busca a harmonia social. Para que a sociedade subsista é necessário que os conflitos sejam resolvidos e para tanto, o homem dispôs de vários meios com o intuito de controlar as ações humanas e trazer um equilíbrio à sociedade. São os instrumentos de...

    677  Palavras | 3  Páginas

  • Gramática e preconceito avaliar a língua ou a classe social do indivíduo-falante?

    ERIKA DE SOUZA BUENO EDYANE MARIA DE SOUZA GONÇALVES GRAMÁTICA E PRECONCEITO AVALIAR A LÍNGUA OU A CLASSE SOCIAL DO INDIVÍDUO-FALANTE? SÃO JOSÉ DOS CAMPOS 2009 UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO CURSO DE LETRAS EAD – LICENCIATURA PORTUGUÊS / ESPANHOL Erika de Souza Bueno Edyane Maria de Souza Gonçalves Gramática e Preconceito AVALIAR A LÍNGUA OU A CLASSE SOCIAL DO INDIVÍDUO-FALANTE? Trabalho de conclusão de curso apresentado ao curso de Letras, modalidade EAD, Licenciatura...

    11034  Palavras | 45  Páginas

  • politica normativa

    POLITICA NORMATIVA, este trabalho apresenta ideias, teorias e citações que abordam este assunto. Apresentamos os desenvolvimentos das normas politicas desde os tempos Homéricos, quando as sociedades deixaram de ser economicamente rural e passou a ser urbana. Devido a esse processo os lugares onde essas aglomerações se implantaram necessitou de um reajuste para garantir uma unidade entre o povo e os seus representantes. Até nos dias atuais podemos confirmar a prevalência da politica normativa nas organizações...

    1190  Palavras | 5  Páginas

  • Histórico da previdência social no brasil, direitos presidenciais atuais

    HISTÓRICO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO BRASIL, DIREITOS PRESIDENCIAIS ATUAIS INTRODUÇÃO Este trabalho tem a pretensão de apresentar o conhecimento acerca da Política de Seguridade Social, em especial da Previdência Social no Brasil a partir da Constituição Federal do Brasil de 1988, da Lei Orgânica da Previdência Social e demais normativas. Contextualizando a implantação dos fundamentos e a concepção da Política Previdenciária, a concepção do Serviço Social na Previdência e suas bases Ético-legais...

    2118  Palavras | 9  Páginas

  • Responsabilidade social corporativa e indicadores de sustentabilidade

    Responsabilidade Social Corporativa e Indicadores de Sustentabilidade Resumo A responsabilidade social é algo que está sendo visto mais detalhadamente pelas empresas, que estão visando pela qualidade do meio ambiente que está a sua volta. As atitudes sociais, demonstram uma verdadeira mudança que vem acrescentando algo a mais para a sociedade. Este artigo abrange sobre como as empresas e a sociedade tem se posicionado a respeito da responsabilidade social e dos indicadores...

    1951  Palavras | 8  Páginas

  • Ciencias sociais

    Aula 1 Ciências Sociais e Sociologia 1. Conceituação Ao conceituar Ciências Sociais, a primeira preocupação é estabelecer noções básicas sobre ciência e distinguir as ciências denominadas Sociais ou Humanas das demais ciências. Entendemos por ciência uma sistematização de conhecimento, um conjunto de proposições logicamente correlacionadas sobre ao comportamento de certos fenômenos que se deseja estudar. “A ciência é todo um conjunto de atitudes e de atividades racionais dirigidas ao...

    1920  Palavras | 8  Páginas

  • Sociais

    Bibliográficas ........................................................ 12 Anexo ........................................................................................ 13 INTRODUÇÃO A busca pelo conhecimento dá-se por diversas vias e uma delas é pelo acesso aos bens culturais. Por meio da arte, o sujeito amplia sua capacidade de reflexão e percepção, assim como sua sensibilidade. Vigotski (1999, p. 35) afirma que “o que não estamos em condição de compreender diretamente...

    2764  Palavras | 12  Páginas

  • Função social da empresa

    FUNÇÃO SOCIAL DA EMPRESA SUMÁRIO: 1.Conceito de Empresa; 2. Breve Histórico; 3. Relevância da Empresa para a Sociedade Moderna; 4. Conceito de Função Social da Empresa; 5. Diferença Entre Função Social e Responsabilidade Social da Empresa; 6. Conclusão; 7. Referência Bibliográfica. O presente trabalho não tem como objetivo esgotar o tema da função social da empresa, mas apenas tratar sobre alguns aspectos relevantes à compreensão do conceito e aplicação prática. 1. Conceito de empresa ...

    2112  Palavras | 9  Páginas

  • As Atividades Normativas do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará e do Comitê Internacional da Cruz Vermelha

    As Atividades Normativas do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará e do Comitê Internacional da Cruz Vermelha Ricardo Rodrigues Catanho de Sena1 The Regulatory activities of the Fire Brigade of Ceará and the International Committee of the Red Cross RESUMO O presente trabalho objetiva versar sobre o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE), instituição vinculada a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) cujo histórico e sua gama de atribuições de fulcro constitucional...

    4917  Palavras | 20  Páginas

  • A CVM e a estrutura normativa do Sistema Financeiro Nacional

    A CVM e a estrutura normativa do Sistema Financeiro Nacional Devido a complexidade e agilidade do mercado financeiro seria impossível que todos os atos normativos aguardacem o regular trâmite do processo legislativo. Desse modo, a lei 4.595/45 cria o Conselho Monetário Nacional e o BACEN, estabelecendo o poder normativo ao Conselho Monetário Nacional, exercido através de resoluções, devendo tais resoluções ser respeitadas pelos integrantes (CVM e BACEN). O BACEN, como se depreende de tal diploma...

    3589  Palavras | 15  Páginas

  • Aplicação dos princípios constitucionais da ordem econômica no atual constitucionalismo brasileiro

    REVISTA ELETRÔNICA CONSTITUIÇÃO E GARANTIA DE DIREITOS ANO I, VOL. 2 APLICAÇÃO DOS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DA ORDEM ECONÔMICA NO ATUAL CONSTITUCIONALISMO BRASILEIRO Diogo Pignataro de Oliveira1 Oswalter de Andrade Sena Segundo2 RESUMO O presente artigo acadêmico se propõe a analisar os princípios constitucionais da ordem econômica sob o enfoque do constitucionalismo contemporâneo, com todas as nuances e peculiaridades trazidas na atualidade junto ao Direito Constitucional. Portanto...

    4771  Palavras | 20  Páginas

  • A problemática da ordem social

    1 – A PROBLEMÁTICA DA ORDEM SOCIAL 1. – A natureza social do Homem Já dizia Aristóteles – “o Homem é um animal social”. De facto, a razão da sociabilidade do Homem corresponde a uma necessidade profunda, a um instinto primário. Apenas organizando-se em comunidade e sociedade poderá o Homem atingir os objectivos a que se propõe, garantindo, ao mesmo tempo, a sua própria sobrevivência. Já diziam os romanos: ubi homo, ibi societas – onde há Homem, há sociedade. No entanto, infere-se que a vivência...

    7843  Palavras | 32  Páginas

  • Ensino de Língua Portuguesa no Nordeste: Identidade Cultural do Aluno x Regras Normativas

    e Cultura de Caruaru Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru Ensino de Língua Portuguesa no Nordeste: Identidade Cultural do Aluno x Regras Normativas Vanaldo de Lima Brito Caruaru – PE Jan/2010 1 Vanaldo de Lima Brito Ensino de Língua Portuguesa no Nordeste: Identidade Cultural do Aluno x Regras Normativas Monografia apresentada ao Curso de Pós-graduação, como requisito à obtenção do título de especialização em Ensino de Língua Portuguesa...

    12116  Palavras | 49  Páginas

  • A função social do ordenamento jurídico

    UNIVERSIDADE FEDERAL CENTRO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS E JURÍDICAS DEPARTAMENTO DE DIREITO PRIVADO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE DIREITO FUNÇÃO SOCIAL DO ORDENAMENTO JURÍDICO FUNÇÃO SOCIAL DO ORDENAMENTO JURÍDICO BOA VISTA – RR JULHO/2011 “O dom da fala foi concedido aos...

    3122  Palavras | 13  Páginas

  • Psicologia social

    [pic] Seminário de Psicologia Social A Estrutura Manicomial e a Promoção da Saúde Mental Danielle Cremonesi – RGM: 16759-2 Patrícia Lima – RGM: 17308-8 Maria Elza – RGM: 17462-9 Renata Fernanda – RGM: 18053-0 Claudinéia Cunha – RGM: 18363-6 Curso: Psicologia 4º Semestre – Campus Anália Franco São Paulo, Novembro de 2010 [pic] Seminário de Psicologia Social A estrutura manicomial e a promoção da saúde mental Seminário entregue e apresentado à Universidade Cruzeiro...

    9400  Palavras | 38  Páginas

  • INSTRU O NORMATIVA N 02

    INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02, DE 30 DE ABRIL DE 2008. Dispõe sobre regras e diretrizes para a contratação de serviços, continuados ou não. Versão compilada da Instrução Normativa nº 2, de 30 de abril de 2008 alterada pela Instrução Normativa nº 3, de 16 de outubro de 2009, Instrução Normativa nº 4 de 11 de novembro de 2009, Instrução Normativa nº 5 de 18 de dezembro de 2009, Instrução Normativa nº 6 de 23 de dezembro de 2013, Instrução Normativa nº 3, de 24 de junho de 2014 e Instrução Normativa nº 4 de...

    28599  Palavras | 115  Páginas

tracking img