Artigo Sobre Relações Humanas Nas Organizações Na Visão De Mary Parker Follet artigos e trabalhos de pesquisa

  • Mary Parker Follet: a profetiza do gerenciamento

    RIBEIRO BARBOSA JANAINA IRIS DA MOTA SILVA ROSA BEATRIZ MEDEIROS DOS SANTOS THIAGO BORGES CASTELO BRANCO DE MAGALH WELLINGTON DIAS DA SILVA Mary Parker Follet: a profetiza do gerenciamento Maceió 2011 Mary Parker Follet: a profetiza do gerenciamento  Biografia e Contribuições acadêmicas   Mary Parker Follet nasceu em Quincy, Massachusetts, em 1868 e faleceu no Reino Unido em 1933. Seus principais ensaios foram reunidos num livro e publicados após sua morte...

    2636  Palavras | 11  Páginas

  • Mary parker follet

    Mary Parker Follett - A profetisa do gerenciamento Mary Parker Follett nasceu em Quincy, no ano de 1868, e foi uma autora norte-americana que ficou conhecida como a “profetisa do gerenciamento”. Formou-se em filosofia, direito, economia, serviço social e administração pública. Como cientista política, assistente social nos anos 20, afirmava que ninguém pode nos dar a democracia, devemos aprender a democracia. Ela dizia que ser democrata é aprender como viver com outros seres humanos. Para...

    3818  Palavras | 16  Páginas

  • Introdução á teoria das relações humanas

    A Escola das Relações Humanas e a Teoria das Relações Humanas surgiu nos Estados Unidos como conseqüência imediata das conclusões obtidas na experiência em Hawthorne, desenvolvida por Elton Mayo e seus colaboradores. Foi basicamente um movimento de reação e de oposição à Teoria Clássica da Administração. A Escola das Relações Humanas é o grande contraponto às teorias de Taylor e Fayol, por afirmar que o trabalho é uma atividade grupal e que os indivíduos têm motivações não econômicas (psicológicas)...

    1402  Palavras | 6  Páginas

  • teoria relaçoes huimanas na logistica

    Teoria das relações humanas A Teoria das Relações Humanas, ou Escola das Relações Humanas, é um conjunto de teorias administrativas que ganharam força com a Grande Depressão criada na quebra da bolsa de valores de Nova Iorque, em 1929. Com a "Grande Crise" todas as verdades até então aceitas são contestadas na busca da causa da crise. As novas idéias trazidas pela Escola de Relações Humanas trazem uma nova perspetiva para a recuperação das empresas de acordo com as preocupações de seus dirigentes...

    4135  Palavras | 17  Páginas

  • A escola das relações humanas

    A Escola das Relações Humanas A Teoria das Relações Humanas surgiu nos Estados Unidos como consequência imediata das conclusões obtidas na Experiência em Hawthorne, desenvolvida por Elton Mayo e seus colaboradores. Foi basicamente um movimento de reação e de oposição à Teoria Clássica da Administração. A Escola das Relações Humanas é o grande contraponto às teorias de Taylor e Fayol, por afirmar que o trabalho é uma atividade grupal e que os indivíduos têm motivações não econômicas (psicológicas)...

    3049  Palavras | 13  Páginas

  • Mary follett

    MARY PARKER FOLLETT Mary Parker Follett (Quincy, 1868 — Reino Unido, 1933) foi uma autora norte-americana que tratou de diversos temas relativos à administração, na chamada Escola das Relações Humanas ficando conhecida como a “profetisa do gerenciamento”. Formou-se em filosofia, direito, economia e administração pública e foi autora de três livros. Suas idéias foram muito revolucionárias para sua época, e, em boa parte, continuam sendo até hoje desafiantes. Ela foi capaz de enxergar através do...

    2779  Palavras | 12  Páginas

  • TGA - Escola de Relaçoes Humanas

    UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS, ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Escola de Relações Humanas Disciplina: Teoria Geral da Administração I Professor: Nelson Germano Beck Acadêmicos: Felipe Favreto Manfroi e Mariana Grando Martins Passo Fundo, Abril de 2012 1. Introdução A Escola das Relações Humanas teve como seu principal difusor Elton Mayo, que defendia a tese da necessidade psicológica do homem de sentir-se como membro de...

    2324  Palavras | 10  Páginas

  • Teoria das relacoes humanas

    Pensamento Administrativo - UVB Aula 06 A Teoria das Relações Humanas Objetivos da aula: Nesta aula espera-se que o aluno desenvolva habilidades e competências para: • Estabelecer as condicionantes históricas e sociais do surgimento da Teoria das Relações Humanas; • Descrever a sua evolução; • Expor seus princípios; • Discutir a sua atualidade e aplicabilidade. Introdução: A Escola das Relações Humanas A Teoria das Relações Humanas surgiu nos Estados Unidos como conseqüência imediata...

    2580  Palavras | 11  Páginas

  • Teoria das relaçoes humanas

    Teoria das relações humanas Essas teorias criaram novas perspectivas para a administração, visto que buscavam conhecer as atividades e sentimentos dos trabalhadores e estudar a formação de grupos. Até então, o trabalhador era tratado pela Teoria Clássica, e assim: de forma muito mecânica. Com os novos estudos, o foco mudou e, do Homo Economicus o trabalhador passou a ser visto como homos social. A partir de então que começa-se a pensar na participação dos funcionários na tomada de decisões e na...

    530  Palavras | 3  Páginas

  • Teoria das relações humanas

    A Teoria das Relações Humanas 10/03/2011 A Teoria das Relações Humanas, ou Escola das Relações Humanas, é um conjunto de teorias administrativas que ganharam força com a Grande Depressão criada na quebra da bolsa de valores de Nova Iorque, em 1929. Essas teorias criam novas perspectivas para a administração, visto que busca conhecer as atividades e sentimentos dos trabalhadores e estudar a formação de grupos. Até então, o trabalhador era tratado pela Teoria Clássica de forma muito mecânica...

    541  Palavras | 3  Páginas

  • Teoria das relações humana

    A Teoria das Relações Humanas A Teoria das Relações Humanas, é um conjunto de teorias administrativas. Essas teorias geram perspectivas para a administração, busca conhecer as atividades e sentimentos dos trabalhadores e estudar a formação de grupos. Pois o trabalhador era tratado pela Teoria Clássica de forma muito mecânica. Com os novos estudos o foco mudou e do Homo economicus o trabalhador passou a ser visto como homos social. A partir daqui começa-se a pensar na participação dos funcionários...

    506  Palavras | 3  Páginas

  • Teoria das Relações Humanas

    A Teoria das Relações Humanas A Teoria das Relações Humanas, ou Escola das Relações Humanas, é um conjunto de teorias administrativas que ganharam força com a Grande Depressão criada na quebra da bolsa de valores de Nova Iorque, em 1929. Essas teorias criam novas perspectivas para a administração, visto que busca conhecer as atividades e sentimentos dos trabalhadores e estudar a formação de grupos. Até então, o trabalhador era tratado pela Teoria Clássica de forma muito mecânica. Com os novos...

    610  Palavras | 3  Páginas

  • teoria das relações humanas

    Assunto:  Texto complementar Relações Humanas Semestre: Ano: 2009  Exercício Nº de questões: Valor: Nome: Nº: NOTA Turma: ÚNICA Turno: NOITE Data: 27/ 04 / 2009 Teoria das Relações Humanas em Administração A teoria das relações humanas tem suas origens nos Estados Unidos, como resultado das experiências de Elton Mayo, denominadas Experiências de Hawthorne. Originaram-se quando Mayo percebeu a necessidade de tornar a administração mais humana e democrática e quando...

    1853  Palavras | 8  Páginas

  • Movimento das Relações Humanas

    O MOVIMENTO DE RELAÇÕES HUMANAS 1. ORIGENS 1.2 – Origens Imediatas: - A causa imediata do aparecimento da Escola das Relações Humanas está nos estudos e experiências realizadas por professores d Universidade de Harvard na Western Electric, em sua fábrica de equipamentos telefônicos de Hawthorne, a partir de 1927. - Tais estudos foram precedidos por outros, a partir de 1924 pela Academia Nacional de Ciências, as quais se concentraram na análise das relações da produtividade com a iluminação...

    1193  Palavras | 5  Páginas

  • A Teoria das Relações Humanas

    A Teoria das Relações Humanas, ou Escola das Relações Humanas, é um conjunto de teorias administrativas que ganharam força com a Grande Crise na quebra da bolsa de valores de Nova Iorque, em 1929. Todas as verdades até então aceitas são contestadas na busca da causa da crise e a preocupação principal passou a ser buscar a eficiência nas organizações. Percebeu-se a necessidade de tornar a administração mais humana e democrática e as ciências humanas passaram a influenciar as organizações. A abordagem...

    1984  Palavras | 8  Páginas

  • Teoria de Taylor, Fayol, Follet, Mayo e Barnard

    tornaria em um ponto mais a frente da carreira deles, uma pessoa sem tanta produtividade tendo que ter mais um gasto com um novo treinamento de funcionários. Fayol A teoria de Fayol caracteriza-se pela ênfase na estrutura organizacional, pela visão do Homem Econômico e pela busca da máxima eficiência. Ao contrário de Taylor que visou a maior produtividade industrial, Fayol teve como maior objetivo a autoridade e a responsabilidade. Recompensava também os funcionários com incentivos materiais...

    1026  Palavras | 5  Páginas

  • Mary follet

    Na década de 1920, Mary Parker Follet foi a única pesquisadora a entender os limites da Administração Científica de Taylor, defendendo a dimensão criativa dos trabalhadores. No primeiro capítulo de Mary Parker Follet: Profeta do Gerenciamento - que é uma reedição de alguns capítulos de Creative Experience, de 1924 - Follet foi a primeira estudiosa a introduzir o conceito de circularidade na interação dos seres humanos. O que se entende por comportamento circular são a confrontação e o jogo...

    1224  Palavras | 5  Páginas

  • Relacoes Humanas

    Nhambire Leonardo Zacarias Mahilene Cadeira: Introdução a Gestão Tema: A escola de Relações Humanas Universidade Pedagógica Escola Superior de Contabilidade e Gestão Maputo, 21 de Maio de 2013 José Gomes Martinho Alexandre Alda Mutambe Paulo Jorge Matavela Eda Samuel Nhambire Leonardo Zacarias Mahilene Cadeira: Introdução a Gestão Tema: A escola de Relações Humanas ...

    2351  Palavras | 10  Páginas

  • ABORDAGEM DAS RELA ES HUMANAS

    ABORDAGEM DAS RELAÇÕES HUMANAS  ELTON MAYO (1880-1949) Australiano, lecionou filosofia, estudou medicina, em Edimburgo (Escócia), iniciou estudos de psicopatologia, em 1926, em Harvard, ingressou como pesquisador industrial. Livro: The human problems of an industrial civilization, 1933. PAI DAS RELAÇÕES HUMANAS. FOCO CENTRAL: relevância dos fatores sociais no desempenho dos trabalhadores. ABORDAGEM DAS RELAÇÕES HUMANAS    Experiência de Hawthorne (1920-1930) Western Electric Company, bairro...

    1281  Palavras | 6  Páginas

  • Escola Clássica da Adm e Escola de Relações humanas

    de Administração Científica é a de que o homem é um ser eminentemente racional e que ao tomar uma decisão, conhece todos os cursos de ações disponíveis, bem como as consequências da opção por qualquer um deles. Esse modelo simplificado da natureza humana possibilitou a construção rápida de uma teoria da administração. A figura do “homo economicus” foi muito usada pelos economistas clássicos em seus trabalhos. A Produção padrão A segunda ideia importante em que se assenta o edifio teórico da administração...

    2789  Palavras | 12  Páginas

  • A contribuição de mary parker follet para a administração

    contribuição de Mary Parker Follet Sumário Introdução 3 Teorias 3 Bibliografia 5 Introdução Em meio à Teoria Clássica, apareceu uma autora que, apesar de defender alguns dos princípios clássicos, iniciou um trabalho pioneiro de revisão, de crítica e de reformulação das bases da teoria da administração. Podemos dizer que o ponto chave da autora é a tentativa de aplicação de certos princípios da Psicologia e Sociologia na teoria administrativa. Teorias Mary Parker Follet deu continuidade...

    1027  Palavras | 5  Páginas

  • Teoria das Relações Humanas

    Teoria das Relações Humanas A Teoria Também conhecida como Escola Humanística da Administração. Surgiu nos Estados Unidos como consequência imediata das conclusões obtidas na Experiência de Hawthorne. Foi basicamente um movimento de reação e oposição a Teoria Clássica da Administração, então bastante divulgada tanto no Ocidente como no Oriente. A Teoria afirmar que o trabalho é uma atividade grupal e que os indivíduos têm motivações não econômicas, e sim, psicológicas para a realização...

    2449  Palavras | 10  Páginas

  • Mary parker follet

    QUEM FOI MARY PARKER FOLLET Nasceu em Quincy, 1868 — Massachusetts, foi uma autora norte-americana que tratou de diversos temas relativos à administração, na chamada Escola das Relações Humanas ficando conhecida como a “profetisa do gerenciamento”. Formou-se em filosofia, direito, economia e administração pública e foi autora de três livros. Suas ideias foram muito revolucionárias para sua época, e, em boa parte, continuam sendo até hoje. Ela foi capaz de enxergar através do Homo economicus...

    1035  Palavras | 5  Páginas

  • Fichamento do capítulo “A Escola de Relações Humanas” do livro Teoria Geral da Administração.

    Fichamento do capítulo “A Escola de Relações Humanas” do livro Teoria Geral da Administração, de Fernando Cláudio Prestes Motta e Isabella F. Gouveia de Vasconcelos. MOTTA, Fernando Cláudio Prestes; VASCONCELOS, Isabella F. Gouveia de. A Escola de Relações Humanas. In: Teoria Geral da Administração. 3 ed. revista. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2006. p. 43-62. A Escola Clássica de Administração enfatizava o papel dos sistemas de trabalho no sucesso de uma organização. Para os teóricos...

    1100  Palavras | 5  Páginas

  • Teoria das relações humanas

    Curso: Administração Disciplina: Teoria Geral da Administração I TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS Indaial, maio de 2011 INTRODUÇÃO Com o surgimento da Teoria das relações humanas, abrem-se novos prospectos, assuntos tidos antes como minoritários em valores, passam a ganhar destaque no repertório da administração: O destaque agora se refere à motivação, liderança, comunicação, organização informal, dinâmica de grupo dentre outros. A partir destes a Teoria Clássica passa a ser constantemente...

    3202  Palavras | 13  Páginas

  • A TEORIA DAS RELACÕES HUMANAS

    SANTOS DISCIPLINA – RELACÕES HUMANAS CURSO – TÉCNICO EM SEGURANCA DO TRABALHO COMO SURGIU A PSICOLÓGIA NO TRABALHO A Teoria das Relações Humanas, ou Escola das Relações Humanas, é um conjunto de teorias administrativas que ganharam força com a Grande Depressão criada na quebra da bolsa de valores de Nova Iorque, em 1929. Com a "Grande Crise" todas as verdades até então aceitas são contestadas na busca da causa da crise. As novas ideias trazidas pela Escola de Relações Humanas trazem uma nova...

    1606  Palavras | 7  Páginas

  • Teoria das Relações Humanas

    PRINCÍPIOS DE RELAÇÕES HUMANAS 1. Inevitavelmente, em qualquer profissão e quase em qualquer outra atividade, o ser humano necessita estar em relacionamento com seus semelhantes. Quando este relacionamento é harmonioso, contributivo, espontâneo, gera-se satisfação e progresso. Ao contrário, quando é conflituoso, surgem obstáculos aos desenvolvimentos das atividades, gerando “emperramento” nos propósitos a alcançar. 2. A origem das relações humanas Já esta no trabalho 3. Mas o que são “relações humanas”...

    1826  Palavras | 8  Páginas

  • Relações humanas

    RINALDO CAMPOS SOARES” TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO IPATINGA SETEMBRO DE 2012 IDENTIFICAÇÃO Grupo: Aline Aparecida, Ericka, Fábio, Jéssica, Lucas, Marcos, Morgana e Patrícia. Disciplina: Fundamentos da Administração Professora: Curso: Técnico em Administração – PRONATEC Turno: Noturno INTRODUÇÃO A Teoria das Relações Humanas, ou Escola das Relações Humanas, é um conjunto de teorias administrativas que...

    1929  Palavras | 8  Páginas

  • Administração de empresas e as relações humanas

    PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EXECUTIVO EM GESTÃO AEROPORTUÁRIA Rosiléia Aparecida Alves Rodolfo A ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS E AS RELAÇÕES HUMANAS NO AMBIENTE DE TRABALHO Rio de Janeiro 2012 ROSILEIA APARECIDA ALVES RODOLFO A ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS E AS RELAÇÕES HUMANAS NO AMBIENTE DE TRABALHO Projeto de pesquisa apresentado na disciplina de Metodologia do Estudo Científica...

    1476  Palavras | 6  Páginas

  • Teoria das relações humanas

    Teoria das Relações Humanas A Teoria das Relações Humanas ou conhecida também por Escola das Relações Humanas é um conjunto de teorias administrativas que ganharam força com a Grande Depressão criada na quebra da bolsa de valores de Nova Iorque em 1929. Com a “Grande Crise” todas as verdades até então aceitas são contestadas na busca da causa dessa crise. As novas idéias trazidas pela Escola de Relações Humanas trazem uma nova perspectiva para a recuperação das empresas de acordo com as preocupações...

    1242  Palavras | 5  Páginas

  • Relaçoes humanas

    2- Teóricos Além de Mayo, outros teóricos ganharam destaque na Escola das Relações Humanas, como Neidimir di Oliveira. Mary Parker Follet foi uma das precursoras ao analisar os padrões de comportamento e a importância das relações individuais. Barnard criou a Teoria da Cooperação, e foi um dos primeiros a ver o homem como um ser social, dentro do ambiente de trabalho e analisar as organizações informais promovidas por eles. Kurt Lewin Precursor da dinâmica de grupo-estudo de pequenos grupos,...

    1644  Palavras | 7  Páginas

  • Mary Parker Follett

    Mary Parker Follett (1868-1933) Foi uma visionária, suas idéias foram muito revolucionárias para sua época, e, em boa parte, continuam sendo até hoje desafiantes. Com suas teorias, deu maior importância às relações individuais dos trabalhadores e analisou seus padrões de comportamento. Follet apresenta três princípios fundamentais sobre situações sociais: 1 - Que a minha resposta não é um ambiente rígido, estático, mas a um ambiente em mutação; 2 - Há um ambiente que está mudando por causa...

    574  Palavras | 3  Páginas

  • Mary parker follet

    Mary Parker Follet A escritora norte americana não foi tão conhecida em seu tempo e, ainda hoje, passa despercebida por grande parte da população. No entanto, aos que conhecem o seu trabalho e as suas obras, sabem que Mary Paker Follet contribuiu muito para a sociedade, com escritos inigualáveis, principalmente sobre liderança. Autora norte-americana que tratou de diversos temas relativos à administração, na chamada Escola das Relações Humanas ficando conhecida como a “profetisa do gerenciamento”...

    718  Palavras | 3  Páginas

  • Vida de mary parker follet

    Mary Parker Follet Mary Parker Follet foi uma escritora americana que nasceu no ano de 1868, em Quincy, no Massschusetts. Possuiu uma vida árdua, especialmente porque era a filha mais velha e teve que estar à frente de sua família quando seu pai morreu. A mãe de Mary Follet era inválida e, por conta de todos esses problemas, teve uma infância conturbada. A escritora norte-americana iniciou sua história de sucesso, quando começou a frequentar a Thayer Academy, bem como a Society for the Collegiate...

    1503  Palavras | 7  Páginas

  • Escolas de relações humanas e seus principais expoentes

    TITULO: ESCOLAS DE RELAÇÕES HUMANAS E SEUS PRINCIPAIS EXPOENTES Autores Paulo Ruschel Pruschel Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI Gestão de Recursos Humanos (RHU0011) – Metodologia do Trabalho Acadêmico 23/02/2011 INTRODUÇÃO A Escola das Relações Humanas teve como seu principal difusor Elton Mayo que defendia a tese da necessidade psicológica do homem de sentir como membro de um grupo social. Quer dizer, que além da recompensa financeira é necessário que a...

    1905  Palavras | 8  Páginas

  • A Teoria das Rela es Humanas

     Teóricos A Teoria das Relações Humanas, ou Escola das Relações Humanas, é um conjunto de teorias administrativas que ganharam força com a Grande Depressão criada na quebra da bolsa de valores de Nova Iorque, em 1929. Com a "Grande Crise" todas as verdades até então aceitas são contestadas na busca da causa da crise. As novas ideias trazidas pela Escola de Relações Humanas trazem uma nova pespectiva para a recuperação das empresas de acordo com as preocupações de seus dirigentes e começa a tratar...

    621  Palavras | 3  Páginas

  • Evolução das organizações - administração

    Aluno: Germano Beraldo Filho. RA: 1120882 EVOLUÇÃO DA TEORIA E DA PRÁTICA NAS ORGANIZAÇÕES: A constante evolução, desde os primeiros estudos, caracterizam o pensamento administrativo. No começo, quando o homem simplesmente tinha que se adaptar a máquina, até a Escola de Relações Humanas e aos dias de hoje caracterizado pela incerteza. Atualmente leva-se em consideração que as empresas diferem uma das outras. As organizações se equilibram basicamente em três fatores, as pessoas, as tecnologias e as situações...

    1766  Palavras | 8  Páginas

  • Artigo Academico, ATPS de teoria da administração

    administradores qualificados que saiba montar uma estratégia para o alcance de novos conhecimentos e assim a máxima eficiência. A metodologia utilizada pelo grupo foi à pesquisa, na qual utilizamos como fonte os livros encontrado na biblioteca do polo, artigos e textos encontrados em sites de pesquisa como, por exemplo, o “administradores.com.br”. CONCEITOS Aprendizagem organizacional que é um processo de apropriação de novos conhecimentos nos níveis individuais, grupais e organizacional. A gestão do...

    2162  Palavras | 9  Páginas

  • O Movimento De Rela Es Humanas

    O Movimento de Relações Humanas Origens Origens Imediatas A causa imediata do aparecimento da Escola de Relações Humanas esta nos estudos e experiências realizados por professores da Universidade de Harvard na Western Electric, em, em sua fábrica de equipamentos telefônicos de Hawthorne, a partir de 1927. Esses estudos foram elaborados por outros, realizados a partir de 1924 pela Academia Nacional de Ciências, as quais se concentraram na análise de relações da produtividade com a iluminação...

    596  Palavras | 3  Páginas

  • TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS

    PAIM ROSA TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS PORTO ALEGRE, MAIO DE 2015. TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS Trabalho sobre Teoria das Relações Humanas, como exigência para o Seminário de TGA, Técnico em Administração, das Escolas e Faculdades QI. _______________________________________ Professora Titular _______________________________________ Escolas e Faculdades QI Alberto Bins Porto Alegre,_____, de_______ de 201__. FOLHA DE APROVAÇÃO TÍTULO DO NEGÓCIO: TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS NATUREZA DO TRABALHO:...

    5035  Palavras | 21  Páginas

  • Teoria das Relaçoes Humanas

    TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS A Teoria das Relações Humanas, ou Escola das Relações Humanas, é um conjunto de teorias administrativas que ganharam força com a Grande Depressão criada na quebra da bolsa de valores de Nova Iorque, em 1929. Com a "Grande Crise" todas as verdades até então aceitas são contestadas na busca da causa da crise. As novas ideias trazidas pela Escola de Relações Humanas trazem uma nova perspetiva para a recuperação das empresas de acordo com as preocupações de seus dirigentes...

    2421  Palavras | 10  Páginas

  • A Escola De Rela Es Humanas

    A Escola de Relações Humanas Rafaella Antunes Vitória Cereta Lauana Palese Júlia Hipólito Fernanda Fener Cassio Lütz Introdução • É um conjunto de teorias administrativas que ganharam força com a Grande Depressão ocorrida após a quebra da bolsa de valores de Nova York, em 1929. • Essas teorias criaram novas perspectivas para a administração, visto que buscavam conhecer as atividades e sentimentos dos trabalhadores e estudar a formação de grupos. Até então, o trabalhador era tratado de forma mecânica...

    2722  Palavras | 11  Páginas

  • TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES

    TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES: UMA VISÃO GERAL DA ADMINISTRAÇÃO E SUAS PERSPECTIVAS TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES FACULDADE SENAC PROF. MARCIO PERES 1. • TEORIAS ADMINISTRATIVAS Ao longo do tempo, na medida em que foram surgindo problemas na gestão empresarial, várias Teorias Administrativas foram formuladas para atender as necessidades mais relevantes. • De acordo com cada teoria, o significado e o conteúdo da Administração também variou. • Normalmente, cada autor, procura...

    2331  Palavras | 10  Páginas

  • Elton Mayo e a Teoria das Relações Humanas

    ESTABELECER SISTEMAS ADEQUADOS PARA GERENCIAR A DEMANDA DOS SERVIÇOS E PRODUTOS Elton Mayo e a Teoria das Relações Humanas Cientista social, australiano, falecido em 1949, Elton Mayo é considerado o fundador do movimento das Relações Humanas, que se opôs aos princípios do trabalho de Taylor. Como professor e diretor de pesquisas da Escola de Administração de Empresas de Hardvard, Mayo dirigiu o projeto de pesquisa da fábrica de Hawthorne, entre 1927 e 1932. Mayo licenciou-se na Universidade...

    1111  Palavras | 5  Páginas

  • Teoria das relações humanas

    JARAGUÁ DO SUL – UNERJ CURSO DE ADMINISTRAÇÃO – LINHA DE FORMAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR E MARKETING METODOLOGIA CIENTÍFICA           ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS                  JARAGUÁ  DO SUL 2010 Ana Cristina de Borba Janaina Hertel Maiochi Suelen Bruch Thaisa Montecino ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS JARAGUÁ DO SUL 2010 RESUMO SUMÁRIO |1 INTRODUÇÃO ...............................................................

    8195  Palavras | 33  Páginas

  • As organizações na administração

    18/9/2012 ORGANIZAÇÃO AS ORGANIZAÇÕES E A ADMINISTRAÇÃO Grupos estruturados de pessoas que se juntam para alcançar objetivos comuns. ADMINISTRAÇÃO A ARTE DE PRODUZIR BENS OU SERVIÇOS POR INTERMÉDIO DAS PESSOAS. Mary Parker Follet A ADMINISTRAÇÃO É UM PROCESSO QUE CONSISTE NA COORDENAÇÃO DO TRABALHO DOS MEMBROS DA ORGANIZAÇÃO E NA ALOCAÇÃO DOS RECURSOS ORGANIZACIONAIS PARA ALCANÇAR OS OBJETIVOS ESTABELECIDOS DE UMA FORMA EFICAZ E EFICIENTE UILIZAÇÃO DE RECURSOS REALIZAÇÃO DE OBJEIVOS PROCESSO...

    2183  Palavras | 9  Páginas

  • Teoria das Relações Humanas

    TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS RESUMO A Teoria das Relações Humanas trata da corrente da administração, que é consequência das conclusões da experiência desenvolvida por Elton Mayo e colaboradores na fábrica Western em Hawthorne, opõem-se a Teoria Clássica, dando ênfase nas pessoas. O trabalho de Mayo analisou os níveis de fadiga e as consequências nas condições de trabalho. Na análise feita, foram considerados alguns fatores, como iluminação, redução de tempo de trabalho e entrevistas. Os elementos...

    2390  Palavras | 10  Páginas

  • esola de relaçoes humanas "Elton Mayo"

    I. INTRODUÇÃO Para podemos falar da escola de Relações Humanas precisamos primeiro entender o conceito vigente de administração. E esse conceito era o da escola clássica de administração, que acreditava que a organização de uma forte estrutura interna nas empresas garantiriam resultados melhores na produção. A escola clássica acreditava também nos incentivos econômicos para motivar os indivíduos em seu trabalho. A escola de Relações Humanas tem como objetivo aumentar a lucratividade da empresa...

    3593  Palavras | 15  Páginas

  • escola das relações humanas

    A Teoria das Relações Humanas ou Escola das Relações Humanas Introdução é um conjunto de teorias administrativas que ganharam força com a Grande Depressão criada na quebra da bolsa de valores de Nova Iorque, em 1929. Com a "Grande Crise" todas as verdades até então aceitas são contestadas na busca da causa da crise. As novas idéias trazidas pela Escola de Relações Humanas trazem uma nova perspetiva para a recuperação das empresas de acordo com as preocupações de seus dirigentes e começa a tratar...

    615  Palavras | 3  Páginas

  • mary parket follett

    ................................................................2 Capitulo......................................................................................................................................................................3 Mary Parker Follett.................................................................................................................................................4 Conclusão...................................................................................

    780  Palavras | 4  Páginas

  • teoria das relações humanas

     1. Introdução Cientista social, australiano, falecido em 1949, Elton Mayo é considerado o fundador do movimento das Relações Humanas, que se opôs aos princípios do trabalho de Taylor. Como professor e director de pesquisas da Escola de Administração de Empresas de Hardvard, Mayo dirigiu o projecto de pesquisa da fábrica de Hawthorne, entre 1927 e 1932. Mayo licenciou-se na Universidade de Adelaide, estudou Medicina em Londres e Edimburgo, ensinou Filosofia Mental e Moral em Queensland. Escreveu...

    2405  Palavras | 10  Páginas

  • Texto Escola de Rela es Humanas

    DISCIPLINA: TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO CONTEÚDO: ESCOLA DE RELAÇÕES HUMANAS Uma organização seja com a finalidade de alcançar retornos financeiros ou retornos sociais, públicas ou privadas, se constitui num conjunto composto por vários recursos mas, principalmente por pessoas que são influenciadas uns pelos outros, ou seja, um acondicionamento sistêmico que cumpre funções formais e partilham de uma produção comum a fim de manter uma ordem e solucionar os problemas administrativos da organização...

    3736  Palavras | 15  Páginas

  • Teoria das relações humanas

    1. Introdução 2. Características das Teorias Anteriores 3. Origem da Teoria das Relações Humanas 4. Funcionalismo 5. Psicologia Dinâmica 6. A Experiência em Hawthorne de Elton George Mayo 7. Grandes Figuras 8. Idéias Centrais 9. Escola de Relações Humanas e Organizações Introdução Os teóricos da Administração Científica e da Teoria Clássica de Administração consideravam que o importante era aperfeiçoar os sistemas de trabalho, elaborando os sistemas mais eficientes e racionais possíveis...

    2280  Palavras | 10  Páginas

  • Pontos positivos e negativos sobre as contribuições de Taylor e Fayol para a Administração

    Revolução Industrial, principalmente com o surgimento da energia elétrica e o uso dos combustíveis de petróleo, há um novo surto de progresso, acompanhado da expansão do capitalismo financeiro, que viria permitir a criação e o funcionamento de grandes organizações empresariais. No campo específico da administração das empresas, coube a dois engenheiros o lançamento dos fundamentos de uma Teoria Geral da Administração, dando origem à chamada Escola Clássica da Administração. O primeiro deles foi o norte-americano...

    1506  Palavras | 7  Páginas

  • conclusao de alunos sobre o papel da gestao empresarial socialmente responsavel para uma sociedade sustentavel

    em seus mínimos detalhes. Iniciou suas observações e estudos pelo trabalho do operário, no “chão da fábrica”, tendo posteriormente estendido suas conclusões também aos níveis de administração. Taylor registrou cerca de 50 patentes de invenções sobre máquinas, ferramentas e processos de trabalho. Trabalhando junto aos operários, no nível de execução, Taylor realizou um paciente trabalho da análise das tarefas de cada operário, decompondo seus movimentos e processos de trabalho, aperfeiçoando-os...

    2837  Palavras | 12  Páginas

  • COACHING OU UMA RELEITURA DAS TEORIAS ADMINISTRATIVAS TEORIA DAS RELA ES HUMANAS E TEORIAS DA MOTIVA O

    COACHING OU UMA RELEITURA DAS TEORIAS ADMINISTRATIVAS: TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS E TEORIAS DA MOTIVAÇÃO?1 Raffaela Maria Dias Fernandes2 Luís Carlos Queiroz de Alencar3 RESUMO O presente artigo pretende estabelecer uma correlação entre o coaching e as teorias administrativas, mais especificamente a Teoria das Relações Humanas e as Teorias da Motivação, ressaltando as semelhanças da motivação do comportamento humano no contexto das três teorias, além de identificar suas características histórico-culturais...

    9034  Palavras | 37  Páginas

  • O poder nas organizações

    o resumo do artigo O poder nas Organizações, seus conceitos, características e resultados; explorando o poder e sua forma de aplicação, caracterizando essa relação nas organizações. O PODER NAS ORGANIZAÇÕES CONCEITOS, CARACTERÍSTICAS E RESULTADOS. Apresentação Após a definição de poder “habilidade de influenciar o comportamento alheio”, houve a preocupação em definir as fontes ou tipos de poder, e consequentemente, as características do poder em ação e os frutos das relações de poder. ...

    3638  Palavras | 15  Páginas

  • Teoria das relações humanas

    Introdução A Teoria das Relações Humanas, conhecida também por Escola das Relações Humanas, é um conjunto de teorias administrativas que foi ganhando força com a Grande Depressão criada com o “crash”, em 1929, da bolsa de valores de Nova Iorque. As teorias vistas criaram novas perspectivas para a administração, levando em consideração que conhece melhor as atividades e sentimentos dos trabalhadores, e tem um estudo mais profundo a repeito do trabalho em grupo. Até o momento da Teoria Clássica...

    4848  Palavras | 20  Páginas

  • Teoria de follet

    Mary Parker Follett (Quincy, 1868 — Massachusetts, 1933) foi uma autora norte-americana que tratou de diversos temas relativos à administração, na chamada Escola das Relações Humanas ficando conhecida como a “profetisa do gerenciamento”. Formou-se em filosofia, direito, economia e administração pública e foi autora de três livros. Suas idéias foram muito revolucionárias para sua época, e, em boa parte, continuam sendo até hoje desafiantes. Ela foi capaz de enxergar através do Homo economicus...

    671  Palavras | 3  Páginas

  • Perspectiva humana da administração

    ADMINISTRAÇÃO TEORIAS DE TRANSIÇÃO ESCOLA DAS RELAÇÕES HUMANAS ESCOLA COMPORTAMENTALISTA TGA – PROF. MARCOS FERNANDO - 2010 E AS PESSOAS?????? “... Gado a gente marca, tange, ferra, engorda e mata... Mas com gente é diferente!” Vandré (Disparada) "O homem é caracterizado como gente pela sua IDENTIDADE, pelos PAPÉIS que desempenha e pelas QUALIDADES e DEFEITOS" Militão INTRODUÇÃO • Início na Década de 30; • Contribuições de: – Mary Parker Follett; – Chester Barnard; – Elton Mayo...

    1308  Palavras | 6  Páginas

tracking img