• Taunay
    Antônio Candido, em seu clássico Formação da Literatura Brasileira, de uma das obras líricas mais consagradas de nossas letras, Marília de Dirceu, de Tomás Antônio Gonzaga. Sendo o escritor agente do processo de formação da literatura nacional, Antônio Candido considera que as escolhas estéticas são...
    4983 Palavras 20 Páginas
  • Resenha crítica
    O texto Literatura como sistema, do autor Antonio Candido, debruça-se sobre como a literatura se configura na sociedade e promove uma discussão sobre a divisão entre manifestações literárias e literatura propriamente dita. Candido em momento algum pretende por em discussão a origem da formação...
    1552 Palavras 7 Páginas
  • Formação da literatura brasileira
    ► Resenha dos textos Literatura como sistema (Antônio Cândido) e Formação da literatura brasileira (Afrânio Coutinho). Tomando como referência os autores Antônio Cândido e Afrânio Coutinho, traçarei um perfil das duas principais teorias a respeito da formação da literatura...
    636 Palavras 3 Páginas
  • Resenha crítica:
    CANDIDO,Antonio. “A literatura e a formação do homem”. In Ciência e Cultura. São Paulo, v 24,n9 ,p 803-809, setembro de 1972. ________ “O direito à literatura”, In___ Vários escritos. 3a. ed ,rev. e ampl São Paulo: Duas Cidades, 1995.p 235-63 Resenha Crítica...
    407 Palavras 2 Páginas
  • A literatura e a formação do homem
    FICHAMENTO: CÂNDIDO, Antônio. “A literatura e a formação do homem”. In: Ciência e Cultura . Vol.24 nº 9. Set. 1972. DISCENTE: LUCIANA DE SOUZA MARTINS, 4°ANO, LETRAS/UNESP - Obra vista dentro da visão estruturalista. - Está dividida em dois momentos: 1- momento analítico/científico, (a obra...
    675 Palavras 3 Páginas
  • linguagem e significados
    . Antonio Candido, em A literatura e a formação do homem (CANDIDO, 1972) identifica três funções exercidas pela literatura, as quais, em seu conjunto, denomina de função humanizadora da literatura. A primeira das funções por ele identificadas é chamada de função psicológica, em virtude de sua...
    2755 Palavras 12 Páginas
  • Literatura
    homem e, depois, volta-se para sua formação, enquanto fruidor dessa arte. Antonio Candido, em A literatura e a formação do homem (CANDIDO, 1972) identifica três funções exercidas pela literatura, as quais, em seu conjunto, denomina de função humanizadora da literatura. A primeira das funções por...
    2505 Palavras 11 Páginas
  • antonio
    O Professor Antonio Candido, em Formação, transpõe os debates e as questões sobre a origem e autonomia literárias para a análise do processo formativo da literatura brasileira, pois “A nossa literatura é ramo da portuguesa; pode-se considerá-la independente desde Gregório de Matos ou só após...
    2143 Palavras 9 Páginas
  • Resenha crítica de a literatura e a formação do homem e o direito à literatura de antonio candido
    A Literatura e a Formação do Homem, 1972 do autor Antônio Candido publicado na revista Ciência e Cultura fala sobre a humanização do homem por meio da literatura. Já no texto O Direito à Literatura o autor fala sobre o direito que o homem tem à literatura. Antônio Candido é escritor, ensaísta e...
    363 Palavras 2 Páginas
  • Antonio Candido
    reafirmação da importância da literatura como instrumento de educação e formação do homem. Antonio Cândido diz que a literatura não corrompe nem edifica, mas humaniza em sentido profundo porque faz viver. E afirma: “A literatura pode formar; mas não segundo a pedagogia oficial. [...], ela age com...
    727 Palavras 3 Páginas
  • Resenha - O direito à Literatura
    INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Coordenadoria do Curso de Letras – Português Vitória-ES, 19 de agosto de 2013 RESENHA “Vários escritos: O direito à literatura” (São Paulo / Rio de Janeiro, 2004, 169-191), do sociólogo, literato e professor universitário Antônio Cândido de...
    888 Palavras 4 Páginas
  • Contribu~ção da literatura como desenvolvimento Humano
    desenvolvimento como “homem”. 2. DIREITOS HUMANOS Pode parecer estranho que um verbete intitulado "literatura" conste como parte dos direitos humanos. Não é o que diz Antônio Cândido, ao afirmar que a literatura deveria constar nos direitos humanos, pois é um bem...
    1148 Palavras 5 Páginas
  • A literatura e a formação do homem - Resumo
    CANDIDO, Antonio, 1918 – “A literatura e a formação do homem” “A literatura e a formação do homem” é um texto que aborda a literatura e sua função humanizadora. Cândido inicia trazendo o conceito de função e estrutura, no caso, da literatura. Segundo Cândido, a função de uma obra literária...
    500 Palavras 2 Páginas
  • Em que a leitura de um texto literário contribui para o desenvolvimento humano?
    outras formas de experiência humana. * Contribui para evitar certos equívocos responsáveis pela escolarização negativa da literatura. A leitura, possivelmente, promoverá a integralização dos conhecimentos, junto à educação básica, a formação humana. 3 Referências: CANDIDO, Antonio. O...
    377 Palavras 2 Páginas
  • literatura
    . Referências ASSIS, Machado de. Instinto de nacionalidade. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1999. CAMPOS, Haroldo de. Metalinguagem e outras metas. São Paulo: Perspectiva, 2004. CANDIDO, Antonio. Formação da literatura brasileira: momentos decisivos...
    808 Palavras 4 Páginas
  • Verbos
    Literatura Brasileira Para Antonio cândido a literatura veio através dos tempos mostrando que não vive sem a história e por sua vez a historia também é contada por obras literárias as vezes fazendo criticas protesto ou contando em forma de romance o que se passava e se passa em determinadas épocas...
    3916 Palavras 16 Páginas
  • RESUMO - Literatura Como Sistema in CANDIDO, Antonio. Formação da Literatura Brasileira
    RESUMO CANDIDO, Antonio. Literatura Como Sistema in CANDIDO, Antonio. Formação da Literatura Brasileira 1º volume. Editora Itatiaia Limitada. Rio de Janeiro – Belo Horizonte. 1993. O autor propõe estudar a formação da literatura brasileira como um processo que abarcou tendências...
    478 Palavras 2 Páginas
  • Resenha do texto,a literatura e a formação do homem
    RESENHA: CANDIDO, Antonio, 1918- A literatura e a formação do homem In: Textos de intervenção; seleção apresentações e notas de Vinicius Dantas. São Paulo: Duas cidades Ed.34, 2002. 392 p. ( Coleção Espírito Crítico)   O texto “A literatura e a formação do homem”, do autor Antonio Candido...
    1450 Palavras 6 Páginas
  • literatura e ensino
    elementos não bastam. A literariedade vem também de elementos externos ao texto, como nome do autor, mercado editorial, grupo cultural, critérios críticos em vigor. (Abreu, 2006, p.41) LITERATURA E DIREITOS HUMANOS Sobre direitos humanos, Antonio Candido (1995) registra que, de um modo geral, a...
    1072 Palavras 5 Páginas
  • Formação literatura : tradição empenhada e sistema literário
    Universidade Federal do Rio Grande do Sul Panorama Cultural da Literatura Brasileira Professor: Homero Aluna : Luciana Oliveira Formação da Literatura Brasileira: Tradição empenhada e sistema literário. Segundo Antônio Cândido houve literatura no Brasil desde...
    578 Palavras 3 Páginas