• literatura
    Literatura Infanto-Juvenil e sua função. Após realização da pesquisa de campo. proposta nesta etapa, e a execução de leituras dos capítulos 1,2 e 3 do livro texto, observei que a Literatura Infanto-Juvenil desempenha os mais diversos “papeis” sociais, que vão do lingüísticos ao psicológico, do interacional...
    2180 Palavras 9 Páginas
  • Biografia de Marina Colasanti
    Marina Colasanti (1938) nasceu em Asmara, Etiópia, morou 11 anos na Itália e desde então vive no Brasil. Publicou vários livros de contos, crônicas, poemas e histórias infantis. Recebeu o Prêmio Jabuti com Eu sei, mas não devia e também por Rota de Colisão. Dentre outros escreveu E por falar em amor...
    423 Palavras 2 Páginas
  • Contos e Poemas
     Trabalho de Português Contos e Poemas A Moça Tecelã Acordava ainda no escuro, como se ouvisse o sol chegando atrás das beiradas da noite. E logo sentava-se ao tear. Linha clara, para começar o dia. Delicado traço cor da luz, que ela ia passando entre os fios estendidos, enquanto lá...
    1598 Palavras 7 Páginas
  • casos religiosos
    Item R$ 0,00 Cesta de compras Busca avançada Todo o site em 10x Sem Juros - Clique e confira o regulamento Home » Livro » Descrição » MOÇA TECELA, A MOÇA TECELA, A Formato: Livro Autor: COLASANTI, MARINA Ilustrador: VARGAS, DEMOSTENES Ilustrador: IRMAS DUMONT Idioma: PORTUGUES Coleção: MARINA...
    1130 Palavras 5 Páginas
  • Marina Colasanti
    ela publicou mais de 30 livros, entre histórias voltadas para o público infantil e os enredos direcionados aos adultos. Marina escreveu poesias, lançando seu primeiro volume poético, Cada Bicho seu Capricho, em 1992. Dois anos depois ela ganhou o Prêmio Jabuti de Poesia pelo livro Rota de Colisão, de 1993...
    723 Palavras 3 Páginas
  • Educação
    Infantil » Coleções » Marina Colasanti faixa etária a partir de 10 anos Doze Reis e a Moça no Labirinto do Vento Autora / Ilustradora: Marina Colasanti O livro Doze Reis e a Moça no Labirinto do Vento reúne treze contos que, embora escritos em uma época marcada pela velocidade e pelo mundo virtual...
    2004 Palavras 9 Páginas
  • Resenha - A Moça Tecelã
    Resenha – A Moça Tecelã Autora: Marina Colasanti Título: A Moça Tecelã Livro: Doze Reis e a Moça no Labirinto do Vento Editora: Global Editora, Rio de Janeiro Ano: 2000 Marina Colasanti (1937) nasceu em Asmara, Etiópia, e morou 11 anos na Itália e desde então vive no Brasil. Publicou...
    555 Palavras 3 Páginas
  • Marina colassante
    cronista, colunista, ilustradora, sub-editora, secretária de texto. Foi também editora do Caderno Infantil do mesmo jornal. Participou do Suplemento do Livro com numerosas resenhas. No mesmo período editou o Segundo Tempo, do Jornal dos Sports. Assinou seções nas revistas: Senhor, Fatos & Fotos, Ele e...
    1421 Palavras 6 Páginas
  • Marina colasanti
    como entrevistadora e apresentadora na TV Rio, Tupi e TVE. Em 1968 lançou seu primeiro livro, Eu sozinha; desde então, publicou mais de 30 obras, entre literatura infantil e adulta. Em 1992 saiu seu primeiro livro de poesia, Cada Bicho seu Capricho. Em 1994 ganhou o Prêmio Jabuti de Poesia por Rota de...
    374 Palavras 2 Páginas
  • mitos gregos
    . . . . . . . . . . . . . .28 – O nascimento e a primeira façanha do herói . . . . . . . . . . . .28 – Os doze trabalhos de Hércules – I . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .32 – Os doze trabalhos de Hércules – II . . . . . . . . . . . . . . . . . . .36 A guerra de Tróia . . . . . . . . . . . ...
    33549 Palavras 135 Páginas
  • mitos gregos
    . . . . . . . . . . . . . .28 – O nascimento e a primeira façanha do herói . . . . . . . . . . . .28 – Os doze trabalhos de Hércules – I . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .32 – Os doze trabalhos de Hércules – II . . . . . . . . . . . . . . . . . . .36 A guerra de Tróia . . . . . . . . . . . ...
    33549 Palavras 135 Páginas
  • Fichamento da obra trabalhos e os dias de hesiodo
    . . . . . . . . . . . . . .28 – O nascimento e a primeira façanha do herói . . . . . . . . . . . .28 – Os doze trabalhos de Hércules – I . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .32 – Os doze trabalhos de Hércules – II . . . . . . . . . . . . . . . . . . .36 A guerra de Tróia . . . . . . . . . . . ...
    33298 Palavras 134 Páginas
  • mitos gregos
    . . . . . . . . . . . . . .28 – O nascimento e a primeira façanha do herói . . . . . . . . . . . .28 – Os doze trabalhos de Hércules – I . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .32 – Os doze trabalhos de Hércules – II . . . . . . . . . . . . . . . . . . .36 A guerra de Tróia . . . . . . . . . . . ...
    33549 Palavras 135 Páginas
  • Análise do livro ana z, aonde vai você?
    apenas um conto, que eu conto, reconto e transformo em outro conto 3.2- O tempo correu seus anos 3.3- Caso com aquele que souber me encontrar 3.4-.... a moça contava para as flores aquilo que lhe ia na alma 3.5- Palavras Aladas 39 39 42 49 53 63 11 1 3.6- Onde os oceanos se encontram 3.7- O rosto...
    43229 Palavras 173 Páginas
  • Interpretãção textual
    homem poderoso e pelos jagunços chefiados pelo capataz Terêncio. Ninguém tinha certeza de quando aquele desconhecido surgiu. Ele veio com o vento seco da caatinga. Vestia as sobras de uma túnica marrom amarrada pela cintura com corda de couro, cabelos brancos e desgrenhados. Em suas mãos um cajado...
    1765 Palavras 8 Páginas
  • Projeto contos de fadas
    diversos estilos de contos de fadas. 3 METODOLOGIA • Aula expositiva; • Teatro com fantoches; • Cantinho da leitura. 4 RECURSOS DIDÁTICOS • Livros de diferentes estilos de contos de fadas; • Papel madeira; • CD; • Tesoura, fita adesiva, EVA e folhas de ofício. 5 AVALIAÇÃO A avaliação...
    717 Palavras 3 Páginas
  • Narrador
    desaparecendo, sumindo as pernas. Rápido, o nada subiu-lhe pelo corpo, tomou o peito aprumado, o emplumado chapéu. (COLASANTI, Marina. Doze reis e a moça no labirinto do vento) Narrador: Narrador Extradiegético, o narrador não tem papel algum durante a narração e é apenas pressuposto. TEXTO 4 Chinelos...
    1588 Palavras 7 Páginas
  • Uma questão de gênero: representações da condição feminina nos contos tradicionais e contemporâneos
    dormia no ponto mais alto da casa, num sótão, numa miserável enxerga (...)”. Desse modo, estas representações subservientes do papel feminino como o da moça que sempre obedece sem questionar, que cuida da casa, que necessita de dons para ser uma pessoa especial passam a figurar no subconsciente infantil...
    2971 Palavras 12 Páginas
  • Novas perguntas sobre o antigo país do nilo
    Seres híbridos até onde a vista alcança — Um modelo da ficção científica — Pseudotouros em túmulos falsos — O enigma do bebê babuíno. Capítulo 2 O labirinto desaparecido.......................... 63 De Saulo a Paulo — Quem foi Heródoto? — Maior que a pirâmide? — Maravilha após maravilha — Uma questão de...
    68732 Palavras 275 Páginas
  • O beijo da mulher aranha / A moça tecelã
    ficção, como quando Molina conta seus filmes a Valentin, numa narrativa embutida, exemplo clássico de “filme dentro do filme”. b) A moça tecelã Na obra “A moça tecelã”, Marina Colasanti utiliza-se da fábula para nos apresentar uma mulher independente que vive uma vida simples e feliz. Essa personagem...
    721 Palavras 3 Páginas