• o direito no brasil colonial
    nossa identidade nacional. No que dizrespeito, especificamente, ao direito, também foram eles mais objetos, coisas, doque sujeitos de direito. Para a análise do direito no Brasil colonial e sua construção até os diasatuais, devemos atentar para o contexto histórico quanto ao processo de formaçãocultural...
    11639 Palavras 47 Páginas
  • Pedro alvares cabral
    Conteúdo • A Carta de Pero Vaz de Caminha • A Carta de Mestre João Faras • A Relação do Piloto Anônimo • Créditos 3 São três os documentos relacionados com o descobrimento do Brasil escritos por integrantes da armada de Pedro Álvares Cabral: a Carta de Pero Vaz de Caminha, a Carta de Mestre...
    11573 Palavras 47 Páginas
  • Livro
    ODSAZ\vçjoplçoananuenauinuenaiwnuwnanainjanuanbIUHANauahuiHAUhuiHAUIhauHA- UIahauHAhaohUA1 - Pero Vaz De Caminha Primeiramente o livro nos introduz a vida de Pero Vaz De Caminha, diz que ele nasceu em 1450 e morreu em combate em um dia de dezembro de 1500,era filho de um fidalgo e escreveu uma carta ao rei de Portugal na qual contou os equívocos...
    689 Palavras 3 Páginas
  • Periodização da Literatura Brasileira
    missionários europeus colheram sobre a natureza e o homem brasileiro. Destacam-se nesse período a carta de Pero Vaz de Caminha a el-rei de Portugal (sobre o descobrimento do Brasil), o diário de navegação de Pero Lopes e Sousa (escrivão do primeiro grupo colonizador – o de Martim Afonso de Sousa) e os textos...
    3352 Palavras 14 Páginas
  • Terra papagalli
    uma carta, a carta que Cosme Fernandes escreve para enviar à Conde de Ourique, com os detalhes da viagem contados em um diário de navegação. Quanto à linguagem do livro, caracteriza-se por ser deliciosamente irônica, bem humorada e de fácil entendimento, além disso, a obra é carregada de crítica quanto...
    1719 Palavras 7 Páginas
  • Síntese comédia de costumes
    Costumes: Conceito: A comédia de costumes caracteriza-se pela criação de tipos e situações de época, com uma sutil sátira social. Proporciona uma análise dos comportamentos humanos e dos costumes num determinado contexto social, tratando freqüentemente de amores ilícitos, da violação de certas normas...
    730 Palavras 3 Páginas
  • çoji
    Aula 01 A Literatura no Período Colonial Brasileiro Pero Magalhães Gândavo Província de Santa Cruz. – História da Viagem ao Brasil – Jean de Léry Entre os Tupinambás – Hans Staden Estudar literatura é, basicamente, ampliar nossas habilidades de leitura do texto literário. No...
    2264 Palavras 10 Páginas
  • Quinhentismo no Brasil
    voltava para assuntos de natureza material (ouro, prata, ferro, madeira) feita através de cartas dos viajantes ou dos cronistas e a literatura dos jesuítas, que tentavam inserir a catequese. A carta de Pero Vaz de Caminha traz a referida dicotomia claramente expressa, pois valoriza as conquistas e aventuras...
    966 Palavras 4 Páginas
  • Pero Vaz Caminha
    Biografia[editar | editar código-fonte]Era filho de Vasco Fernandes de Caminha, cavaleiro do duque de Bragança. Seus ancestrais seriam os antigos povoadores de Neiva à época do reinado de D. Fernando (1367-1383). Letrado, Pero Vaz foi cavaleiro das casas de D. Afonso V (1438-1481), de D. João II (1481-1495)...
    534 Palavras 3 Páginas
  • Estilos Literários
    estribilho). Esses recursos, típicos dos textos orais, facilitam a memorização e execução das cantigas. Cantiga de escárnio: são composições em que se critica alguém através da zombaria do sarcasmo. Trazem sátiras indiretas por encobrir a agressividade através do equívoco e da ambiguidade. Cantigas de...
    3318 Palavras 14 Páginas
  • Aprender a morrer
    chegada, ocorreu o primeiro contato entre os indígenas brasileiros que habitavam a região e os portugueses. De acordo com os relatos da Carta de Pero Vaz de Caminha foi um encontro pacífico e de estranhamento, em função da grande diferença cultural entre estes dois povos. Primeiros contatos com os indígenas  ...
    2819 Palavras 12 Páginas
  • Análise a carta de Pero Vaz de caminha
     Carta a El Rey de Portugal D. Manoel – Parte II ATIVIDADE EM GRUPO: Com base na sistematização feita da Carta El Rey de Portugal D. Manoel, escrita pelo escrivão da esquadra de Cabral, Pero Vaz de Caminha, responda as questões listadas abaixo, utilizando-se de referências/citações retiradas do...
    1167 Palavras 5 Páginas
  • Leitura Informativa
    dos viajantes, é um fragmento do Quinhentismo Brasileiro, período literário-artístico que ocorreu entre os anos de 1500 a 1601, composta por textos (cartas, relatórios, documentos, mapas) que buscavam informar as condições gerais do Brasil (a terra conquistada), as possíveis riquezas materiais (ouro, prata...
    943 Palavras 4 Páginas
  • Considerações sobre a história do esporte e lazer no brasil.
    Jair Jordão Ramos. Ambos Constroem sua argumentação acerca das origens da História do Esporte, ou dos Desportos, no Brasil fundamentados na carta de Pero Vaz de Caminha. Inezil Penna Marinho identifica as origens da História da educação física e dos esportes tratando do indígena brasileiro e dos primeiros...
    552 Palavras 3 Páginas
  • Pero Vaz Caminha
    Biografia[editar | editar código-fonte]Era filho de Vasco Fernandes de Caminha, cavaleiro do duque de Bragança. Seus ancestrais seriam os antigos povoadores de Neiva à época do reinado de D. Fernando (1367-1383). Letrado, Pero Vaz foi cavaleiro das casas de D. Afonso V (1438-1481), de D. João II (1481-1495)...
    534 Palavras 3 Páginas
  • carta de caminha
    Fonte 1 A Carta de Pêro Vaz de Caminha, é o documento no qual Pero Vaz de Caminha registrou as suas impressões sobre a terra que posteriormente viria a ser chamada de Brasil. É o primeiro documento...
    264 Palavras 2 Páginas
  • Historia
    ultimamente deu até para duvidar que o mundo é redondo, atribuindo-lhe, ao contrário, o formato de uma "teta de mulher", conforme escreveu em arrebatada carta enviada à piedosíssima rainha Isabel de Castela. Os navios funcionam como organizações militares, com hierarquia e tarefas bem definidas,...
    13089 Palavras 53 Páginas
  • Literatura informativa
    sentimento nativista, que explodiria completamente no Romantismo, durante o século XIX. O principal representante desta escola literária foi Pero Vaz de Caminha, com sua Carta a El-Rei Dom Manuel sobre o descobrimento do Brasil. Houve outros escritores do estilo, porém com temáticas quase idênticas entre si...
    1018 Palavras 5 Páginas
  • As origens da literatura brasileira
    brasileira, a partir de uma multiplicidade de coincidências formais e temáticas. A outra vertente (aquela que salienta a estética como pressuposto para a análise literária brasileira) ressalta as divergências que desde o primeiro instante se acumularam no comportamento (como nativo e colonizado) do homem americano...
    8028 Palavras 33 Páginas
  • Literatura brasileira
    materiais (ouro, prata, ferro, madeira, etc.), enquanto a literatura dos jesuítas se preocupava com o trabalho de catequese. Com exceção da carta de Pero Vaz de Caminha, considerada o primeiro docu-mento da literatura no Brasil, as principais crônicas da literatura informativa datam da segunda metade do...
    8223 Palavras 33 Páginas