• Letras
    “A IGREJA DO DIABO”: Ironia dos personagens machadianos GÉSSICA ALINE SOARES RESUMO O presente trabalho tem por objetivo analisar o conto “A Igreja do Diabo” de Machado de Assis, do livro Histórias sem Data (1884). A proposta se com se consiste em demonstrar a ironia típica em Machado imposta...
    4120 Palavras 17 Páginas
  • O fantástico e a crítica social em eça de queirós e machado de assis
    INTEGRADAS SANTA CRUZ – INOVE O FANTÁSTICO E A CRÍTICA SOCIAL EM EÇA DE QUEIRÓS E MACHADO DE ASSIS CURITIBA 2013 2 ANA CLARA DE LENA COSTA ANDRADE O FANTÁSTICO E A CRÍTICA SOCIAL EM EÇA DE QUEIRÓS E MACHADO DE ASSIS Trabalho acadêmico apresentado como requisito à obtenção de nota parcial das...
    3525 Palavras 15 Páginas
  • Machado de Assis
    Machado de Assis. Dados biográficos: Joaquim Maria Machado de Assis é considerado um dos mais importantes escritores da literatura brasileira. Nasceu no Rio de Janeiro em 21/6/1839, filho de uma família muito pobre. Mulato e vítima de preconceito, perdeu na infância sua mãe e foi criado pela madrasta...
    834 Palavras 4 Páginas
  • Analise Do Conto A igreja do Diabo
    Análise Literária - Conto: A Igreja do Diabo De Machado de Assis. Dentre todos os estilos de época, o Realismo foi aquele com maior influência na obra de Machado de Assis. O conto ‘A Igreja do Diabo’ é mais um dos que foram marcados com as características realistas. Através de uma narração...
    1150 Palavras 5 Páginas
  • As capas de algodão têm agora franjas de seda: a eterna contradição humana sob o olhar de machado de assis
    AS CAPAS DE ALGODÃO TÊM AGORA FRANJAS DE SEDA: A ETERNA CONTRADIÇÃO HUMANA SOB O OLHAR DE MACHADO DE ASSIS Ataíce Borges Doarte¹ RESUMO O conto “A Igreja do Diabo”, de Machado de Assis, foi publicado no livro “Histórias sem Data” (1884) e pode ser caracterizado por uma espécie de conto fabuloso, por...
    5496 Palavras 22 Páginas
  • Análise do conto a igreja do diabo
    Análise da obra A obra machadiana é permeada de surpresas e fatos curiosos; não só em suas histórias, como nos fatos que a constituem. Com personagens densos e "humanamente verdadeiros", Machado de Assis cria uma narrativa de tensão por ser tão perturbadora, deixando no leitor aquela sensação de asfixia...
    3545 Palavras 15 Páginas
  • dom, casmurro
    Dom Casmurro (2): Análise de obra de Machado de Assis se você ler essa obra de Machado de Assis com atenção, verá que Bentinho(apelidado de "casmurro", de velho, viúvo e calado) decide contar sua história desde a infância para compreender algo mais do que o suposto adultério de sua mulher: ele quer...
    603 Palavras 3 Páginas
  • quimmica mols
    DESTINÇÕES ENTRE:ROMANCE,NOVELA,CONTO E CRÔNICA.....................................................................................04 CAPITULO 2 MACHADO DE ASSIS.............................................05 CAPITULO 3 OBRAS LIDAS..........................................................06 CAPITULO 4...
    1719 Palavras 7 Páginas
  • literatura como sistema
    Texto analítico-interpretativo de aspectos anticlericais no romance O Homem de Aluísio Azevedo e A Igreja do Diabo de Machado de Assis Ao fazer a analise do romance O Homem, de Aluísio Azevedo, foi possível constatar o posicionamento pejorativo com relação à religião. No romance, Magdá procura a...
    659 Palavras 3 Páginas
  • Analise Literária A Igreja do Diabo
    Análise Literária A igreja do Diabo Tipo de Narrativa: Conto Aspectos que caracterizam um texto como Conto: • Narrador: 3° Pessoa • Extensão: O Conto é curto e conciso. • Linhas Dramáticas: A trama é única e não há possibilidades da dispersão no desenvolvimento da estória. ...
    1360 Palavras 6 Páginas
  • Análise
    Análise As obras analisadas constituem-se como obra de narração ficcional, onde encontram-se estruturas próprias para a sua formulação. Em “O gato preto” de Edgar Allan Poe o narrador situa-se como personagem principal na trama diferentemente do que ocorre em “Amor” de Clarice Lispector e “A igreja...
    396 Palavras 2 Páginas
  • estudante
    começa o conto “A Igreja do Diabo”. O autor conta que a história narrada parte de um manuscrito beneditino. A história d’A Igreja do Diabo é ficcional, a ordem de São Bento é um órgão da igreja católica. O manuscrito beneditino conta a história de quando o diabo resolveu montar uma igreja. Os elementos...
    497 Palavras 2 Páginas
  • O Realismo Psicologia de Machado de Assis
    O Realismo Psicológico de Machado de Assis: O realismo psicológico de Machado de Assis concentra-se nos pensamentos das personagens, os quais são reveladores de seus interesses, sentimentos e conflitos. O Realismo Psicológico de Machado de Assis despreza tanta objetividade. O escritor concentra...
    359 Palavras 2 Páginas
  • Resenha critica
    MELHORES CONTOS DE MACHADO DE ASSIS Assis, Machado de, 1939-1908. Melhores Contos: Machado de Assis/ Edla Van Steen [Direção]; Domício Proença [Seleção]. – 16. Ed. – São Paulo: Global, 2010. (Coleção Melhores Contos) A partir da leitura feita sobre “Os Melhores Contos de Machado de Assis”, organizado...
    490 Palavras 2 Páginas
  • critica do conto Oenfermeiro
    resumo de machado de assis RESUMO INTERPRETATIVO DE CONTOS DE MACHADO DE ASSIS 1. Introdução O propósito desse resumo interpretativo é abordar os traços típicos da obra machadiana. A questão da análise do comportamento humano, o olhar crítico do autor, associado às várias facetas sociais - são elementos...
    1019 Palavras 5 Páginas
  • Realismo Psicológico de Machado de Assis
    Realismo psicológico de Machado de Assis Principais características de Machado de Assis: - Enredo não linear. - Microcapítulos digressivos. - Metalinguagem. - Estilo anti-retórico. - Análise psicológica/psicanalítica das personagens. - Humor sutil e permanente. - Ironia fina e corrosiva. -...
    276 Palavras 2 Páginas
  • Machado de Assis
     FRANCISCO JOSÉ DE ASSIS Desde a baia, desde os cajueiros, dos mangues, junto a baia, ate o alto do morro tudo pertencia a chácara do Livramento. A casa-grande, com a senzala ao pé, era muito antiga, tinha mais de 200 anos, e pertencia imponente sobre o morro nu. Por volta de 1805 o Livramento...
    10652 Palavras 43 Páginas
  • realismo e o psicologico de machado de assis
    Realismo psicológico de Machado de Assis Principais características de Machado de Assis: - Enredo não linear. - Microcapítulos digressivos. - Metalinguagem. - Estilo anti-retórico. - Análise psicológica/psicanalítica das personagens. - Humor sutil e permanente. - Ironia fina e corrosiva. ...
    276 Palavras 2 Páginas
  • Machado de assis
    CONTEXTO HISTORICO DO ROMANTISMO AO REALISMO A obra de Machado de Assis pode ser dividida em duas fases. A primeira compreende as obras da juventude, com forte influência do Romantismo, como os romances Ressurreição (1872), A Mão e A Luva (1874), Helena (1876) e Iaiá Garcia (1878). O seu estilo apresenta...
    692 Palavras 3 Páginas
  • Engenheiro
    uma aventura inesperada, “uma fortuna rara, uma coisa que ele nunca esperara achar, nem merecia mesmo, porque se conhecia e não passava de um pobre-diabo”. Andando à noite pela cidade, encontrara uma “dama vestida com simplicidade, vistosa de corpo”: “ao passar rentezinha com ele, fitou-lhe muito os olhos...
    3937 Palavras 16 Páginas