A Teoria Sintética Variedade Genética E Seleção Natural artigos e trabalhos de pesquisa

  • Seleção Natural

    Pelegrino Seleção Natural e Neodarwinismo. Ensino médio 3°B Biologia Monte Mor, 15 de Setembro de 2014. Introdução A teoria de Charles Darwin possui seus conceitos validos até os dias atuais, sua principal contribuição foi estabelecer o conceito da seleção natural e estabelecer que todas as espécies incluindo o homem tivesse um ancestral comum. O neodarwinismo ou teoria Sintética é a teoria que fala sobre os conceitos de mutação, variedade genética entre outros. Nosso...

    1038  Palavras | 5  Páginas

  • Teoria do Lamarckismo

    Lamarckismo Lamarckismo é uma teoria desenvolvida pelo biólogo francês Jean-Baptiste Lamarck no começo do século XIX. Esta teoria tem como objetivo principal explicar a evolução das espécies. Lamarck publicou sua teoria no ano de 1809, no livro “Filosofia Zoológica”, sendo que ela foi de grande importância para as Ciências Biológicas, pois serviu de base para o trabalho de Charles Darwin. Os dois postulados do Lamarckismo:  Através destes dois postulados, Lamarck pretendia explicar a evolução...

    1736  Palavras | 7  Páginas

  • Evolução das Espécies e Seleção Natural

     Evolução das Espécies e Seleção Natural O princípio da evolução postula que as espécies que habitaram e habitam o nosso planeta não foram criadas independentemente, mas descendem umas das outras, ou seja, estão ligadas por laços evolutivos. Esta transformação, denominada evolução das espécies, foi apresentada e explicada satisfatoriamente por Charles Darwin, no seu tratado A origem das espécies, em 1859. A base da evolução biológica é a existência da variedade, ou seja, as diferenças individuais...

    1716  Palavras | 7  Páginas

  • Teorias Evolutivas 1

    INTRODUÇÃO Neste trabalho vamos falar sobre as Teorias Evolutivas começando por Charles Robert Darwin um naturalista britânico que tentou convencer a comunidade científica de que a evolução das espécies acontece por seleção  natural. Jean Baptiste Lamarck, naturalista francês, o primeiro cientista a propor uma teoria sistemática da evolução. Segundo Lamarck, uma grande alteração no meio ambiente provocaria, em uma espécie, uma necessidade de se modificar. Essa necessidade levaria à formação de...

    2810  Palavras | 12  Páginas

  • Teoria da evolução

    EVOLUÇÃO – TEORIAS E EVIDÊNCIAS Prof. Dayana Abdalla  Até meados do século XIX defendia-se que as espécies eram imutáveis, princípio chamado Fixismo. O Fixismo foi contestado por Jean-Baptiste Lamarck, Charles Darwin e Alfred Russel Wallace. Só a partir do inicio do séc. XX a evolução passou a ser mais aceita e hoje é considerada o eixo central da Biologia.   O que é a evolução?  Evolução é o processo através no qual ocorrem as mudanças ou transformações nos seres vivos ao...

    1580  Palavras | 7  Páginas

  • Teorias da Origem Humana

    TEORIAS DA ORIGEM DO HOMEM Fonte: http://www.molwick.com/pt/evolucao/595-teorias-origem-do-homem.html a) Criacionismo e outros conceitos teológicos da evolução O Criacionismo ou Teoria Criacionista juntamente com as restantes teorias com conceitos teológicos da evolução, pela sua própria natureza, a través da teologia estudam e definem de uma ou outra forma a vida, a origem do homem, o seu destino e, em definitivo, a sua evolução. A intenção não é a explicação de outras correntes filosóficas...

    2179  Palavras | 9  Páginas

  • Teorias Evolutivas

    ......................04 2. AS TEORIAS EVOLUTIVAS............................................................................05 2.1 A Teoria De Lamarck....................................................................................05 2.2 A Teoria Sintética Da Evolução.....................................................................06 2.3 A Teoria De Darwin.......................................................................................08 2.4 A Teoria Do Mutacismo......................

    1837  Palavras | 8  Páginas

  • Teorias de evolução das espécies

    RESUMO TEXTO 2 – TEORIAS DA EVOLUCÃO Anaximandro: Ele propôs que a Terra existiu primeiro no estado fluido e que, à medida que ia endurecendo, eram formados seres humanos semelhantes a peixes. Somente mais tarde eles se desenvolviam a ponto de poderem viver em terra. Ele não especulou sobre a origem de outros animais, mas acreditava na geração espontânea. Xenófanes: foi o primeiro a reconhecer que os fósseis eram restos de animais de um passado remoto. Empédocles: é considerado...

    1591  Palavras | 7  Páginas

  • Teorias Evolucionistas

    UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE TEORIAS EVOLUCIONISTAS Alice Palácio da S. de Melo Aracaju, 2013 TEORIAS EVOLUCIONISTAS As espécies se modificaram ao longo de sua história por meio de transformações lentas e progressivas, num processo de permanente adaptação às circunstâncias do meio externo. As formas dos vegetais e animais de hoje são originadas de formas anteriores, muitas delas já extintas. A palavra “evoluir” significa literalmente “desenrolar”...

    1098  Palavras | 5  Páginas

  • Teorias da evolução

    Teorias da Evolução Introdução As espécies mudam com o decorrer do tempo. Hoje existem aproximadamente dois milhões de espécies de organismos vivos sobre a Terra, incluindo bactérias, fungos, plantas e animais. Todas elas procedem de um antepassado comum, conforme uma grande quantidade de provas biológicas reunidas por estudos científicos. Porém, não é a mesma variedade de organismos vista há milhões de anos, quando havia espécies muito diferentes das atuais e outras que desapareceram. A...

    1853  Palavras | 8  Páginas

  • teorias da evolução

    Introdução A Teoria da Evolução revolucionou o pensar da Biologia enquanto Ciência que estuda os seres vivos – sua origem, sua morfologia, fisiologia e ecologia. Charles Darwin, um naturalista por excelência, foi o pai de tal revolução, afirmando que os seres vivos teriam evoluído de um ancestral comum, herdando pequenas modificações, que se perpetuariam ou não, por seleção natural. O mecanismo da coevolução, a natureza do desequilíbrio de ligação ou a história da diversidade das espécies pode...

    4365  Palavras | 18  Páginas

  • Lamarquismo, darwinismo e teoria sintética da evolução

    LAMARQUISMO O lamarquismo foi uma teoria proposta no século XIX pelo biólogo francês Jean Baptiste Lamarck para explicar a evolução das espécies. Lamarck acreditava que mudanças no ambiente causavam mudanças nas necessidades dos organismos que vivem nesse ambiente, o que causava mudanças no seu comportamento. O Lamarquismo baseia-se em duas leis, descritas por Lamarck no livro Philosophie zoologique: * "Primeira Lei": Uso e Desuso – órgãos utilizados constantemente tendem a se desenvolver...

    1191  Palavras | 5  Páginas

  • Teoria evolucionista

    TEORIA EVOLUCIONISTA Várias teorias evolutivas surgiram, destacando-se , entre elas, as teorias de Lamarck e de Darwin. Atualmente, foi formulada a Teoria sintética da evolução, também denominada Neodarwinismo, que incorpora os conceitos modernos da genética ás idéias essenciais de Darwin sobre seleção natural. A TEORIA DE LAMARCK Jean-Baptiste Lamarck ( 1744-1829 ), naturalista francês, foi o primeiro cientista a propor uma teoria sistemática da evolução. Sua teoria foi publicada em 1809...

    4808  Palavras | 20  Páginas

  • Teoria moderna da evolução

    Teoria Moderna da Evolução Nas décadas de 1930 e 1940, os conhecimentos acerca da Genética foram unidos às ideias evolucionistas de Darwin numa síntese que teve como resultado uma teoria mais abrangente e mais embasada e, por isso, mais aceita para explicar as leis que regem o processo evolutivo de seres vivos. Essa teoria ficou conhecida como teoria moderna da evolução, ou teoria sintética ou, ainda, Neodarwinismo. Basicamente, essa teoria faz referência a duas principais conclusões: 1) a evolução...

    703  Palavras | 3  Páginas

  • seleção natural

    Seleção Natural A ação da seleção natural consiste em selecionar indivíduos mais adaptados a determinada condição ecológica, eliminando aqueles desvantajosos para essa mesma condição. A expressão mais adaptado refere-se à maior probabilidade de determinado indivíduo sobreviver e deixar descendentes em determinado ambiente. A seleção natural atua permanentemente sobre todas as populações. Mesmo em ambientes estáveis e constantes, a seleção natural age de modo estabilizador, está presente, eliminando...

    2550  Palavras | 11  Páginas

  • Genetica

    dirigidos pela seleção natural defendida por Darwin. A Teoria Sintética da Evolução complementa a Teoria de Darwin, uma vez que explica a origem a variabilidade genética que ocorre nas células germinativas do seres vivos. O planeta Terra abriga uma diversidade biológica que ocupa diferentes hábitats. As teorias evolucionistas tentam explicar os mecanismos que propiciaram essa variedade de seres vivos. Um exemplo clássico, explicado pelas diferentes teorias, é o da chamada...

    1233  Palavras | 5  Páginas

  • Panmixia e deriva genética

    Deriva Genética Objetivos: Definir os conceitos de panmixia e deriva genética; Mencionar descobertas científicas relacionadas com o tema (identificando o contributo no desenvolvimento da teoria da evolução biológica); Relacionar a deriva genética e a panmixia com a evolução das espécies à lua da teoria sintética da evolução. Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças, era nisto que se baseava Darwin para explicar a sua teoria da evolução...

    1385  Palavras | 6  Páginas

  • Teorias da Evolução

    Biologia Fascículo 07 Juvenal Carlos Schalch Índice A Origem da Vida............................................................................................................................1 Teorias de Evolução Biológica .......................................................................................................2 Exercícios ........................................................................................................................................3 Gabarito ....

    2425  Palavras | 10  Páginas

  • Teoria das Espécies

    Professor Jair Toledo Xavier Evolução da vida Nome: Nilton Kazuyuki Ueda Série: 3° ano E Numero: 22. São Paulo, 2013. Sumario 1. Introdução à Evolução Evolução (também conhecida como evolução biológica, genética ou orgânica), no ramo da biologia, é a mudança das características hereditárias de uma população de uma geração para outra. Este processo faz com que as populações de organismos mudem e se diversifiquem ao longo do tempo. Do ponto de vista genético...

    3020  Palavras | 13  Páginas

  • Teoria da evolução

    Teoria da Evolução (Wallace) Se houve um cientista que nunca recebeu sua fatia justa da glória, esse foi Alfred Russel Wallace. Em 1855 Wallace publicou um artigo, "On the Law Which has Regulated the Introduction of Species" (Sobre a Lei que regulou a introdução das espécies) — 1855, no qual ele junta e enumera observações gerais sobre a distribuição geográfica e geológica das espécies (biogeografia) e conclui que "Cada espécie surgiu coincidindo tanto em espaço quanto em tempo com uma espécie...

    2279  Palavras | 10  Páginas

  • Teoria da Evolução

    características menos favoráveis encontram dificuldade para competir, reproduzir e sobreviver. Assim, a tendência de extinção dos menos capazes fica explícita. A essa eliminação diferencial dos indivíduos de uma espécie, Darwin denominou seleção natural. A seleção natural, atuando continuamente sobre uma espécie, pode modificá-la gradualmente, a ponto de originar uma nova espécie. Darwin permaneceu a bordo de um navio chamado Beagle por cinco anos, viajando o mundo todo. Fez experiências e observações...

    905  Palavras | 4  Páginas

  • Teorias evolutivas

    Lamarckismo Mais conhecido como Lamarck foi um dos pioneiros a propor uma teoria da evolução. Enquanto a grande maioria dos cientistas era fixista, Lamarck defendia a teoria de que as espécies mudam com o tempo. Segundo Lamarck, o mecanismo evolutivo estava baseado em duas leis fundamentais: a Lei do uso e desuso dos órgãos e a lei da herança dos caracteres adquiridos. Lei do Uso e Desuso dos órgãos: supõe que o uso frequente de certas partes do organismo leva a hipertrofia e o desuso continuo...

    1472  Palavras | 6  Páginas

  • Genetica

    Revisão para Prova Final Parte I: 1ª Lei de Mendel 1) Em urtigas o caráter denteado das folhas domina o caráter liso. Numa experiência de polinização cruzada, foi obtido o seguinte resultado: 89 denteadas e 29 lisas. A provável fórmula genética dos cruzantes é: a) Dd x dd b) DD x dd c) Dd x Dd d) DD x Dd e) DD x DD 2) Se um rato cinzento heterozigótico for cruzado com uma fêmea do mesmo genótipo e com ela tiver dezesseis descendentes, a proporção mais provável para os genótipos...

    15346  Palavras | 62  Páginas

  • Selecção natural ou manipulação genética

    Selecção natural ou manipulação genética Índice * História da engenharia genética * A era da manipulação genética * A introdução do Adn nas células * Exemplos de produtos oriundos das técnicas de engenharia genética * Controvérsias quanto à nomenclatura * Aplicações * Engenharia genética e as pesquisas * Polémicas * Os medicamentos genéticos e a ética * Afirmações pró e contra as técnicas de engenharia genética na Agricultura * Efeitos políticos...

    5550  Palavras | 23  Páginas

  • Seleção natural por darwin e lamarck

    O processo de seleção natural originário das teses evolutivas de Charles Darwin  é a meu ver a teoria mais viável na justificação da capacidade que determinados seres vivos possuem de sobreviverem ao longo do tempo, em detrimento de outros, e da sua aptidão para se converterem em múltiplas variedades de espécies. Todo este mecanismo está comprovado por meio de evidências fósseis. A partir da ideia de adaptação de populações a seus ambientes, fica fácil entender as propostas de Charles Darwin. Imaginando-se...

    1882  Palavras | 8  Páginas

  • Evolução Genetica

    Mas, como a evolução ocorre? De que natureza é o mecanismo que permite a modificação de espécies, o surgimento de outras e até a extinção de algumas delas? Tais perguntas inquietaram vários naturalistas. Empenhando-se em respondê-las propuseram teorias evolucionistas ou transformistas. Negando a imutabilidade das espécies, afrontado ideias fixistas, naturalistas do século 19 utilizaram conhecimentos disponíveis em sua época para explicar o evolucionismo. Das hipóteses então levantadas duas merecem...

    5747  Palavras | 23  Páginas

  • A Teoria De Charles Darwin

    A teoria de Darwin Charles Darwin (1809-1882), naturalista inglês, desenvolveu uma teoria evolutiva que é a base da moderna teoria sintética: a teoria da seleção natural. Segundo Darwin, os organismos mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobrevivência do que os menos adaptados, deixando um número maior de descendentes. Os organismos mais bem adaptados são, portanto, selecionados para aquele ambiente. Os princípios básicos das ideias de Darwin podem ser resumidos no seguinte modo: ...

    847  Palavras | 4  Páginas

  • Teoria de Dawin

    A Teoria de Darwin Charles Darwin (1809-1882), naturalista inglês, desenvolveu uma teoria evolutiva que é a base da moderna teoria sintética: a teoria da seleção natural. Segundo Darwin, os organismos mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobrevivência do que os menos adaptados, deixando um número maior de descendentes. Os organismos mais bem adaptados são, portanto, selecionados para aquele ambiente. Os princípios básicos das idéias de Darwin podem ser resumidos no seguinte...

    708  Palavras | 3  Páginas

  • Teorias

    existência de catástrofes naturais destruía determinados seres vivos, outras espécies existentes iriam povoar esses locais desabitados 2 - TEORIA DE LAMARCK O francês Jean-Baptiste Pierre Antoine de Monet (1744-1829), também conhecido como Chevalier de Lamarck, foi o primeiro cientista a desenvolver uma teoria da evolução considerada completa. O naturalista, que ainda estudou medicina, física e meteorologia, publicou a teoria a que denominamos hoje...

    1210  Palavras | 5  Páginas

  • Teorias Evolutivas

     Teorias Evolutivas Nome: José Paulo Rodrigues Pereira - 3ª Turma de Licenciatura em Ciências Biológicas. Teorias Evolucionistas O primeiro Darwin a estudar a evolução não foi Charles, mas sim Erasmus, seu avô. Ele achava que as espécies se adaptavam ao meio, por uma espécie de esforço consciente. A teoria dos caracteres adquiridos. Mas foi seu contemporâneo Jean-Baptiste Lamarck que ficou mais famoso defendendo uma teoria semelhante, a do “Uso e Desuso”. Segundo ele...

    959  Palavras | 4  Páginas

  • Teoria sintética da evolução

     Teoria Sintética da Evolução Na teoria sintética da evolução, vemos a evolução como uma mudança no patrimônio genético de uma população. Se esse patrimônio mudar, a evolução está acontecendo. Então essas mudanças são investigadas a partir das mudanças das frequências dos genes ao longo de gerações. Ela é igual ao Darwinismo clássico, mas com o acréscimo de dois elementos: a genética e a ecologia das populações. Termos utilizados pela genética clássica: Genética clássica: mecanismos...

    1262  Palavras | 6  Páginas

  • teorias de darwin

    Charles Darwin (1809-1882), naturalista inglês, desenvolveu uma teoria evolutiva que é a base da moderna teoria sintética: a teoria da seleção natural. Segundo Darwin, os organismos mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobrevivência do que os menos adaptados, deixando um número maior de descendentes. Os organismos mais bem adaptados são, portanto, selecionados para aquele ambiente. Os princípios básicos das idéias de Darwin podem ser resumidos no seguinte modo: • Os indivíduos...

    3708  Palavras | 15  Páginas

  • Teoria evolucionista

    Teorias Evolucionistas “A crença de que as espécies eram produtos imutáveis era quase inevitável enquanto se considerou ser de curta duração a história do mundo [...] A principal causa de nossa relutância a admitir que uma espécie originou espécies claras e distintas é que sempre somos lentos para admitir grandes mudanças as quais não vemos as etapas”. (Charles Darwin, A origem das espécies) O primeiro Darwin a estudar a evolução não foi Charles, mas sim Erasmus, seu avô. Ele achava que as...

    1056  Palavras | 5  Páginas

  • Teoria da Evolução

    onde poderemos ver as diferentes teorias de evolução de estudiosos e seus fundamentos científicos na fundação de cada uma delas. Lamarck A teoria de Lamarck  baseou-se em dois princípios básicos: o conceito de que é uma característica intrínseca dos seres vivos evoluírem para um nível de complexidade e perfeição cada vez maiores, motivo pelo qual Lamarck acreditava que os seres haviam evoluído de microorganismos simples originados de matéria não viva (teoria da geração espontânea, bastante popular...

    1340  Palavras | 6  Páginas

  • Teorias de Darwin X Lamarck

    BIOLOGIA Teorias Lamarck X Darwin Lamarck 1 – A tendência de todos os seres vivos de buscar um melhoramento constante rumo à perfeição; 2 – Essa tendência não atuaria sozinha, sendo auxiliada pela conjunção da lei de uso e desuso com a transmissão de caracteres adquiridos, provocando desvios na linha evolutiva. As ideias de Lamarck (1809) e as ideias de Darwin (1859) são interligadas, visto que o próprio naturalista britânico admitia que as ideias do francês serviram de base para a sua Teoria da Evolução...

    953  Palavras | 4  Páginas

  • Teorias Evolutivas

    Biologia Teorias Evolutivas Belém 2015 Introdução Várias teorias evolutivas surgiram, destacando-se, entre elas, as teorias de Lamarck (Lamarckismo) e de Darwin (Darwinismo). Atualmente, foi formulada a Teoria Sintética da Evolução, também denominada Neodarwinismo, que incorpora os conceitos modernos da genética às ideias essenciais de Darwin sobre seleção natural. Desenvolvimento Lamarckismo Lamarck, naturalista francês, foi o primeiro a propor uma teoria sintética da...

    1281  Palavras | 6  Páginas

  • teoria

    Teoria proposta por Lamarck em 1809, afirma que a evolução dos seres vivos ocorre segundo duas leis, enunciadas a seguir: • Lei do uso e desuso: quanto mais usadas as regiões ou órgão do corpo, mas se desenvolvem; as partes não usadas vão se enfraquecendo e diminuindo, chegando a desaparecer. • Lei da herança dos caracteres adquiridos:as modificações provocadas pelo uso ou desuso são transmitidas aos descendentes. Essa teoria defende a idéia de que fatores ambientais novos provocam o surgimento...

    1782  Palavras | 8  Páginas

  • teoria da evolução

    Teoria proposta por Lamarck em 1809, afirma que a evolução dos seres vivos ocorre segundo duas leis, enunciadas a seguir: • Lei do uso e desuso: quanto mais usadas as regiões ou órgão do corpo, mas se desenvolvem; as partes não usadas vão se enfraquecendo e diminuindo, chegando a desaparecer. • Lei da herança dos caracteres adquiridos:as modificações provocadas pelo uso ou desuso são transmitidas aos descendentes. Essa teoria defende a idéia de que fatores ambientais novos provocam o surgimento...

    1782  Palavras | 8  Páginas

  • Teoria da Evoluçao

    A Teoria sintética da evolução A Teoria sintética da evolução ou Neodarwinismo foi formulada por vários pesquisadores durante anos de estudos, tomando como essência as noções de Darwin sobre a seleção natural e incorporando noções atuais de genética. A mais importante contribuição individual da Genética, extraída dos trabalhos de Mendel, substituiu o conceito antigo de herança através da mistura de sangue pelo conceito de herança através de partículas: os genes. A teoria sintética considera...

    577  Palavras | 3  Páginas

  • Teorias Evolutivas

    Virginio Nº 06 3º B Nome: Jênifer Vargas Nº 16 Nome: Lucilânia da Silva Gomes Nº 23 Nome: Jonathan da Silva Nº 34 Teorias Evolucionistas Alfred Russel Wallace O naturalista Alfred Russel Wallace tornou-se célebre pela formulação de uma teoria da origem das espécies pela seleção natural, em estudos realizados independentemente de Charles Darwin. Alfred Russel Wallace nasceu em 8 de janeiro de 1823, em Usk, Monmouthshire, Inglaterra. De seu interesse...

    2804  Palavras | 12  Páginas

  • teorias evolucionistas

     Teorias Evolucionistas Fernanda Luciana Sorgato N º 10 Serie : 3º ano D A Teoria de Darwin Charles Robert Darwin (1809 - 1882), em 1831, foi convidado a participar...

    1617  Palavras | 7  Páginas

  • Conceitos sobre genética

    apresentados de forma resumida. Seleção natural A ação da seleção natural consiste em selecionar indivíduos mais adaptados a determinada condição ecológica, eliminando aqueles desvantajosos para essa mesma condição. Ou seja, à maior probabilidade de determinado indivíduo sobreviver e deixar descendentes em determinado ambiente. A seleção natural atua permanentemente sobre todas as populações. Mesmo em ambientes estáveis e constantes, a seleção natural age de modo estabilizador, está presente...

    909  Palavras | 4  Páginas

  • GENETICA

    A ORIGEM DA VIDA EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES Msc. Leidiane Amorim Soares A origem da vida A teoria do Big Bang (ou Grande Explosão) explica a origem do universo. o universo foi formado a partir da explosão de um grão primordial muito denso e quente e que permanece em constante expansão desde que tal evento ocorreu. O que é a evolução? Evolução é o processo através no qual ocorrem as mudanças ou transformações nos seres vivos ao longo do tempo, dando origem a espécies novas. Evidências...

    578  Palavras | 3  Páginas

  • Teoria da evolução vivida

    natureza. A Ciência também nos deu sua resposta para a grande pergunta sobre a origem da vida, e esta veio sob a forma da TEORIA DA EVOLUÇÃO TEORIAS DE LAMARCK Antes que a teoria da evolução de Charles Darwin fosse aceita como correta pelo meio científico (e isso só aconteceu uns cem anos depois de sua morte) vários outros pesquisadores (alguns nem tanto…) criaram teorias para tentar explicar a evolução dos seres vivos. Um deles foi Jean – Baptiste Pierre Antoine de Monet (1744-1829). Também...

    1696  Palavras | 7  Páginas

  • Teoria da evolução

    reconhecida como cientista - é que ele foi impulsionado a publicar suas ideias. Seguindo o conselho de amigos, a teoria foi revelada com a autoria dos dois, em 1858. O diferencial de Darwin era o conjunto de evidências e argumentos a favor da evolução que possuía. Este fato, somado à sua posição de destaque no meio científico e à publicação do livro “A origem das espécies por meio da seleção natural, ou a preservação das raças favorecidas na luta pela vida”, é o que faz com que, na maioria das vezes, apenas...

    1170  Palavras | 5  Páginas

  • Teoria da evolução

    Teoria de Evolução Ao longo dos anos a ciência quis desvendar e ainda procura entender o processo de evolução. Varias teorias evolutivas surgiram. As mais famosas entre elas e a teoria evolutiva de Lamarck e Darwin. Lamarck foi um cientista francês. O primeiro a criar uma tese sobre a teoria sistemática da evolução. Sua teoria foi publicada em 1809, em um livro chamado Filosofia Zoológica. Sua teoria era baseada em duas leis: Lei do uso e desuso: Essa lei dizia o seguinte: O uso de determinadas...

    860  Palavras | 4  Páginas

  • A Teoria Sintética da evolução

    A TEORIA SINTÉTICA DA EVOLUÇÃO 1. Introdução     A teoria sintética da evolução apóia-se na análise dos seguintes fatores evolutivos: mutação , recombinação, seleção natural, migração e oscilação genética. 2. Mutação gênica     As mutações gênicas  originam-se de  alterações na seqüência  de bases nitrogenadas  de um determinado gene, durante  a duplicação da molécula de DNA. Essa  alteração pode ser devida aperda, adição ou substituição nucleotídeos , originando  um gene  capaz de codificar...

    1906  Palavras | 8  Páginas

  • a teoria sintética da evolução

    A teoria sintética da evolução A Teoria sintética da evolução ou Neodarwinismo foi formulada por vários pesquisadores durante anos de estudos, tomando como essência as noções de Darwin sobre a seleção natural e incorporando noções atuais de genética. A mais importante contribuição individual da Genética, extraída dos trabalhos de Mendel, substituiu o conceito antigo de herança através da mistura de sangue pelo conceito de herança através de partículas: os genes. A teoria sintética considera, conforme...

    1408  Palavras | 6  Páginas

  • Darwin e sua teoria

    de nos fazer viver histórias fantásticas. Então, por que não fazer nossos alunos compreenderem o que realmente ocorreu por trás da publicação da teoria da evolução proposta por Darwin através de um grande filme? Muito se fala a respeito da teoria da evolução, mas pouco se comenta acerca dos conflitos vividos por Darwin antes da publicação de sua teoria. Esperamos que, conhecendo mais sobre a vida desse grande pesquisador, os alunos sintam-se mais estimulados a conhecer suas ideias. O filme proposto...

    713  Palavras | 3  Páginas

  • teorias evolucionistas

    Índice Introdução 1.1 - Perspectiva histórica do conceito de evolução: 1.1.1 - Seculo XIX - um seculo de mudança 1.2 - Teorias Evolucionistas 1.3 - Algoritmos genéticos 1.4 – Evolucionistas Conclusão Bibliografia Introdução As teorias evolucionistas é uma visão da natureza imutável e regida por princípios fixos que transita-se ao longo do tempo para um modelo que considera a natureza variável. A partir...

    3177  Palavras | 13  Páginas

  • Teoria Moderna da Evolução

    Conclusão 07 Tal teoria leva em consideração três principais fatores evolutivos, que são a seleção natural, a mutação gênica e a recombinação gênica. As mutações gênicas consistem em alterações no material genético, que pode ser na estrutura da molécula de DNA ou no número ou estrutura dos cromossomos. Já a recombinação ocorre durante a reprodução sexuada e pode ser definida como uma mistura de genes, proveniente da fecundação, do crossing over (também chamado de sobrecruzamento, trata-se de um...

    578  Palavras | 3  Páginas

  • Teorias da evolução

    A teoria de Lamarck Jean Baptiste Lamarck (1744-1829) propós que uma grande mudança no meio ambiente povocaria a necessidade das espécies mudarem . Seu exemplo mais vivo em nossas memórias seria das Girafas. Como no ambiente onde viviam as Girafas ( que tinham pescoço bem curto) , as árvores teriam somente as folhas no alto, o pescoço das girafas cresceram para que elas alcançassem as folhas mais altas. Era como se o animal tivesse a necessidade de mudar o seu órgão. O ambiente teria o poder de...

    956  Palavras | 4  Páginas

  • A Evolução dos seres vivos teorias de darwin e lamarck

    Baptiste de Lamarck desenvolveu uma teoria da evolução. Ele estabeleceu que as influências do meio ambiente são responsáveis por mudanças nos organismos e estas são herdadas por seus descendentes. De acordo com Lamarck, o pescoço da girafa cresceu pois esse animal costumava esticá-lo constantemente para alcançar o alimento. Em conseqüência disso, seus filhos nasceram com o pescoço mais comprido. Foi em 1858 que Charles Darwin apresentou a teoria da seleção natural das espécies. Pela primeira vez na...

    3451  Palavras | 14  Páginas

  • Teoria da Evolução

    Teoria da Evolução  A teoria da evolução, evolucionismo, Charles Darwin, evolução dos seres vivos, adaptação ao meio ambiente, evolução dos animais. No decorrer deste último século os cientistas descobriram várias pistas que os levaram a algumas comprovações sobre a teoria da evolução.  Quando falamos em evolução biológica, geralmente o primeiro nome que nos vem à mente é o de Charles Darwin. Entretanto, não podemos atribuir todos os méritos a ele, já que Alfred Wallace também havia percebido...

    601  Palavras | 3  Páginas

  • Teoria da evolução

    Thamiris Torres Rodrigues Série: 3º D Teoria da Evolução. E.E. Professor Renato Braga São Paulo – 2012 Índice. * Página 03 – Introdução * Página 04 – Teoria da Evolução * Página 05 – Darwinismo e Neodarwinismo * Página 06 – Lamarckismo * Página 07/08 – Resenha critica do filme “Criação” * Página 09 – Conclusão * Página 10 - Bibliografia Introdução. Evolução (também conhecida como evolução biológica, genética ou orgânica), no ramo da biologia, é...

    2157  Palavras | 9  Páginas

  • Teorias Evolucionistas

    de um órgão causaria ao indivíduo necessidade de se adaptar ao meio ambiente. Lei da transmissão hereditária das características adquiridas – as alterações sofridas pelo indivíduo durante sua vida seriam transmitidas por hereditariedade. A teoria do uso e desuso aplicada à nutrição das girafas e o tamanho dos pescoços: o uso e o desuso transmitidos hereditariamente. Hoje se sabe que essa transmissão não ocorre, o que invalida a hipótese lamarckista. Pois, por exemplo, com o uso da musculatura...

    1269  Palavras | 6  Páginas

  • Ordem Cronológica da Teoria de Oparin

    Oparin O biólogo inglês Haldane e o bioquímico russo Oparin, em meados da década de 20, aprofundaram-se, de forma independente, na teoria proposta anteriormente pelo biólogo inglês Huxley, denominada teoria da evolução química (ou molecular). As publicações, coincidentemente de mesmo nome (A Origem da Vida), foram apresentadas em 1929 e 1924, respectivamente.Segundo essa teoria, metano, amoníaco, hidrogênio e vapor de água eram os gases que predominavam na Terra primitiva. Compostos por elementos básicos...

    1084  Palavras | 5  Páginas

  • Genética

    proteína idêntica na espécie humana e chimpanzé) TEORIAS EVOLUTIVAS    Para Jean Baptiste Lamarck(1744-1829): Primeira teoria- cada espécie de ser vivo surge de uma forma primitiva (a partir de matéria não viva e por geração espontânea) Influência do ambiente para estimular o desenvolvimento ou atrofia de determinadas partes do corpo ( lei do uso e desuso) e a transmissão destas características adquiridas aos descendentes TEORIAS EVOLUTIVAS  Exemplo das aves pernaltas ...

    770  Palavras | 4  Páginas

  • Teorias evolutivas

    Rocha Victor Hugo Araujo Leite Teorias Evolucionistas CAMPINA GRANDE – PB 2013 “Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana.” -Carl Jung Resumo Oque veremos aqui, é oque constantemente vem sendo motivos de duvidas, questionamentos, grandes desenvolvimentos, e até mesmo grandes debates e intrigas; As teorias da evolução relatam onde se deu a...

    2682  Palavras | 11  Páginas

  • SELEÇÃO NATURAL E ARTIFICIAL

    Seleção natural Teoria criada por Charles Darwin. Sua teoria dizia que os seres vivos que existem hoje são descendentes de de outros que viveram em um passado muito distante e que teriam evoluído para se adaptar às modificações do ambiente. Essa teoria serve de base para os estudos da ciência atual e entra em conflito com os pensamentos da igreja. É quando o ambiente favorece...

    1461  Palavras | 6  Páginas

tracking img