• Leis 10639 e 11.645
    para garantir que a sociedade entenda o papel do negro e do índio na formação do povo brasileiro. Essas leis garantem que sejam incluídas nos currículos das escolas de ensino fundamental e médio disciplinas que apresentem as histórias e a culturas dos povos afro-descendentes e indígenas. ...
    2031 Palavras 9 Páginas
  • Graduação
    Cultura e formação histórica do Brasil: Casa Grande e Senzala Introdução “A cultura não existe em seres humanos genéricos, em situações abstratas, mas em homens e mulheres concretos, pertencentes a este ou àquele povo, a esta ou àquela classe, em determinado território, num regime político A ou B...
    2253 Palavras 10 Páginas
  • luyukyg
    sobre a abordagem freyreana, no Casa Grande e Senzala, em relação às culturas africana e indígena. O texto tenta mostrar como Gilberto Freyre atribui importância hierarquicamente diferente às culturas na formação da sociedade brasileira. Apesar de Gilberto Freyre inaugurar, no Brasil, um debate fora das...
    3941 Palavras 16 Páginas
  • A representação do Indio no Livro didático de História
    HISTÓRIA presente trabalho busca refletir a respeito das abordagens sobre as questões indígenas encontradas nos livros didáticos. A população indígena brasileira é bastante diversificada. São aproximadamente 700 mil indígenas, distribuídos em cerca de 220 etnias, que se comunicam em 180 línguas e dialetos...
    3878 Palavras 16 Páginas
  • Resenha sobre o vídeo comemorativo dos 50 anos da aba - associação brasileira de antropologia
    O vídeo fala sobre a criação da Associação Brasileira de Antropologia no Museu Nacional, Rio de Janeiro. Na época de sua criação, a ABA promoveu a primeira Reunião Brasileira de Antropologia (RBA-50 anos), algo que era considerado muito difícil, seja por conta da dificuldade nos meios de comunicação...
    677 Palavras 3 Páginas
  • ISAFISJAFAS
    A temática indígena na escola Aracy LOPES DA SILVA e Luís Donisete Benzi GRUPIONI (orgs.), A ternática indígena na escola: novos subsídios para professores de 1º e 2º graus. Brasília, MEC/Mari/Unesco, 1995. 575 páginas. Jair de Souza Ramos Ao longo da história brasileira, foram muitas as...
    1126 Palavras 5 Páginas
  • Cultura e formação histórica do Brasil: Casa Grande e Senzala
    Introdução “A cultura não existe em seres humanos genéricos, em situações abstratas, mas em homens e mulheres concretos, pertencentes a este ou àquele povo, a esta ou àquela classe, em determinado território, num regime político A ou B, dentro desta ou daquela realidade econômica.” Fonte: Livro Cultura Brasileira...
    2241 Palavras 9 Páginas
  • Renha do livro: A Temática indígena na escola (capítulos 19 e 20)
    Resenha do livro: A Temática Indígena na Escola – Novos subsídios para professores de 1º e 2º graus O capítulo dezenove do livro organizado por Aracy Lopes e Luís Grupioni “A temática indígena na escola”, inicia justamente falando sobre o modo que essa temática indígena é abordada nas salas de aulas...
    1820 Palavras 8 Páginas
  • Plano anual de cultura do rn
    GRANDE DO NORTE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CULTURA E DESPORTO ESCOLA MUNICIPAL DOM JOSÉ DELGADO ENSINO FUNDAMENTAL- 1º AO 9º ANO DISTRITO DE MANOEL DOMINGOS PLANO ANUAL DE CULTURA DO RIO GRANDE DO NORTE ...
    1699 Palavras 7 Páginas
  • As Relações Étnicas Raciais
    As relações étnicas raciais. Cultura indígena, afro brasileiro e a educação em direitos humanos na gestão. Introdução No Brasil, a sociedade é constituída por diferentes grupos étnicos raciais, sendo considerada em termos culturais uma das mais ricas do mundo. Porém ainda existem muitas etnias...
    2243 Palavras 9 Páginas
  • A IMAGEM DO ÍNDIO A PARTIR LIVROS DIDÁTICOS: UMA EXPERIÊNCIA NA ESCOLA FLORÊNCIA FERREIRA NETA EM VARJOTA.
    artigo tem por objetivo despertar a conscientização sobre a importância do índio no processo histórico do nosso país e propiciar aos alunos o reconhecimento da importância da cultura indígena, como trabalhar de forma adequada a historia indígena e superar as discriminações contra os índios, bem como reconhecer...
    5017 Palavras 21 Páginas
  • eu mesmo
    RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NA ESCOLA: PENSANDO AS CULTURAS AFRO-BRASILEIRAS E INDÍGENAS Patrícia Cristina de Aragão Araújo (UEPB/NEABÍ)1 Robério Davi Borges Cunha (UEPB/PIBIC/CNPQ)2 Resumo: O presente artigo reflete sobre as culturas afro-indígenas no contexto da escola a partir da perspectiva...
    2883 Palavras 12 Páginas
  • a formação do brasil
    significar desigualdade, pois na história do Brasil, certos grupos exploraram e discriminaram outros. Não é uma tarefa fácil se integrar à outra cultura, conhecer outra língua e aprender hábitos novos. Em geral, as pessoas deslocam-se entre países ou estados à procura de trabalho e de melhores condições...
    3916 Palavras 16 Páginas
  • Para sempre africa
    sofrimentos desse povo, pouco se falando sobre sua cultura, sua história. Os negros aparecem nos livros didáticos sempre relacionados à escravidão, sofrimento, submissão, miséria. Pobres coitados sem história! Discriminados, maltratados, com uma cultura que se baseia na capoeira, candomblé, atabaques...
    2213 Palavras 9 Páginas
  • Desenvolvimento da educação
    diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. | O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1o  O art. 26-A da Lei...
    1364 Palavras 6 Páginas
  • DIVERSIDADE DE GÊNERO
    Umbará - Curitiba – Paraná Fone: (41) 3348-2115 PLANO DE AÇÃO "Nossa pretensão é de uma sociedade não racial... Estamos lutando por uma sociedade em que o povo deixará de pensar em termos de cor... Não é uma questão de raça; é uma questão de ideias" ( NELSON MANDELA) ...
    3664 Palavras 15 Páginas
  • Cultura afro-brasileira nas escolas
    Escola de Ensino Fundamental Raimundo Gomes Distrito de Cachoeirinha, S/N CNPJ: 12.344.850/0001-96 Projeto: História e Cultura Afro-Brasileira nas Escolas Vera Lúcia Gomes de França Caririaçu-CE 2012 Enquanto a cor da pele for mais importante ...
    898 Palavras 4 Páginas
  • Reflexões sobre o processo de extinção da língua materna da etnia indígena “arara” e o envolvimento da academia como possivél agente de prevenção da reincidência desse fenômeno.
    REFLEXÕES SOBRE O PROCESSO DE EXTINÇÃO DA LÍNGUA MATERNA DA ETNIA INDÍGENA “ARARA” E O ENVOLVIMENTO DA ACADEMIA COMO POSSIVÉL AGENTE DE PREVENÇÃO DA REINCIDÊNCIA DESSE FENÔMENO. GASPAR, Demerval Pires; aluno do 8º semestre do Curso de Letras da UNEMAT...
    4028 Palavras 17 Páginas
  • A representação do índio no livro didático de História
    didático de História TITULO: Indígenas, o direto ao passado, que dá direito ao presente INTRODUÇÃO 1.Justificativa: O presente projeto tem por objetivo levantar a discussão sobre como o livro didático encara um direito reivindicado pelas sociedades indígenas: o direto ao passado, que dá direito...
    3729 Palavras 15 Páginas
  • Administraçao
    RESUMO O assunto abordado neste tema tem como finalidade demonstrar a diversificação de culturas no Brasil e suas origens, uma sociodiversidade diferenciada, talvez a mais miscigenada do planeta: brancos, negros, índios e imigrantes, diversidade que tem a tendência de um aumento a cada século...
    2649 Palavras 11 Páginas