A Dupla Articulação Da Linguagem artigos e trabalhos de pesquisa

  • resenha dupla articulação

    Mario Eduardo. Dupla articulação. In: MARTELOTTA, Mario Eduardo (org.). Manual de Linguística. São Paulo: Editora Contexto, 2008. Resenhado por Suélem Fogaça, 2º ano B Universidade Estadual de Ponta Grossa O terceiro capítulo, denominado Dupla articulação, do livro Manual de Linguística de Mário Eduardo Martelotta, se inicia com a seguinte afirmação: “Desde o século XIX, os linguistas aceitam como verdade que a linguagem humana é articulada” uma vez que se diferencia da linguagem dos animais e...

    641  Palavras | 3  Páginas

  • A dupla articulação da linguagem - Matelotta

    Dupla articulação Mário Eduardo Martelotta Desde o século xix, os lingüistas aceitam como verdade que a linguagem humana é articulada. De fato, a articulação é uma das características essenciais da linguagem humana, sendo apontada como um dos principais aspectos que a diferenciam da comunicação dos animais. A noção de articulação Para compreendermos bem a noção de articulação, devemos lembrar que os termos "articulação" e "articulado" derivam do diminutivo articulus do latim artus (que ...

    1916  Palavras | 8  Páginas

  • Dupa articulação

    Dupla articulação e linguagem Acadêmicas: Ana Paula de Pinho Lima Daniela Evangelista de Sousa Hortencia Costa Ilusca Sousa Mayara De Castro Silva Monise da Silva Mendonça Nagila Machado dos Santos Nayara Denise Nayra Denise dos Santos Silva Tânia Cibele Teresina, PI 2013 Dupla articulação e linguagem Palavras chaves: Linguagem, articulação, fonologia, sintaxe, morfema. Resumo: Deu origem a ideia de dupla articulação da linguagem:...

    2183  Palavras | 9  Páginas

  • Exercícios: Funções da linguagem e Dupla articulação.

    31 - 41 EXERCÍCIOS - FUNÇÕES DA LINGUAGEM 1) Apresente uma definição para o termo “contexto” e comente sua importância, segundo a teoria das funções da linguagem, para a compreensão de uma mensagem. Contexto é uma referencia ao próprio conteúdo tratado na mensagem, às informações que fazem alusão à realidade biossocial que circunda nossa vida e que estão em evidência na mensagem transmitida. Sopesando a proposta de Jakobson acerca de quais funções a linguagem assim Martelotta (2009, pg. 32) apresenta...

    1509  Palavras | 7  Páginas

  • Linguagens geradoras

    LINGUAGENS GERADORAS Seleção e articulação de conteúdos em educação infantil 3. A proposta de seleção e articulação de conteúdos por meio de linguagens geradoras Falando de situações de aprendizagem (e não de atividade) * Diante das diferenças, que se “diz” haver entre; a relação das atividades, os princípios do currículo por atividades e a reafirmação da educação infantil como espaço e tempo de aprendizagem para e entre crianças e adultos, intermediários pelo mundo. * Portanto as praticas...

    1722  Palavras | 7  Páginas

  • Linguagens geradoras

     FICHAMENTO TÍTULO: Linguagens Geradoras – seleção e articulação de conteúdos na Educação Infantil AUTOR: Gabriel de Andrade Junqueira Filho ANO: 2011 EDITORA: Mediação “O que as crianças querem saber? [...] saberes que indicam desejos e necessidades das crianças, aqueles que as crianças ‘querem porque precisam’ saber mais do que quaisquer outros, em diferentes momentos do processo de produção de sua vida em família e na escola de educação infantil.” (pg. 11) “[...] só a partir do momento...

    1660  Palavras | 7  Páginas

  • Linguagem escrita e alfabetização

    portuguesa e assim uniformizar uma língua que tem ortografias diferentes. 2) Aponte 4 características da Linguagem verbal e explique-as: Ela permite a articulação de um número infinito de enunciados. Faz uso infinito de meios finitos. Seus signos: Articulações sonora ou morfossintáticas são discretos decomponíveis e recombináveis ao infinito. A linguagem verbal é dotada de dupla articulação e recursividade. Admite a significação figurada: Deslizam entre múltiplas possibilidades significativas...

    890  Palavras | 4  Páginas

  • Psicologia Da Linguagem 1

    sobre a linguagem. Assim, a sua história permitirá ver melhor em que é que consiste a sua especificidade. Os Hindus, os Gregos e depois os Árabes lançaram as bases da análise fonética. A análise da palavra por parte dos primeiros, a classificação dos elementos da proposição por parte dos segundos eram nessa altura análises estruturais notáveis. Antes deles, a própria invenção da escrita testemunha o caminho do Homem no sentido da análise cada vez mais aprofundada das estruturas da linguagem. Isto porque...

    7236  Palavras | 29  Páginas

  • Semiologia-linguagem juridica

    nguísticas que escapam à descrição linguística.  Depois de Saussure a teoria do signo enriqueceu-se com AndréMartinet com o princípio da dupla articulação da linguagem: os signoslinguísticos possuem unidades significativas, os monemas, queconstituem a primeira articulação, e unidades que participam naforma, os fonemas, que constituem a segunda articulação.  Na mesma altura, o americano C. Peirce proclamava uma teoria geraldos signos a que chamou semiótica. O projeto semiótico de Peircecons...

    1288  Palavras | 6  Páginas

  • Desenvolvimento da linguagem humana

    ABORDAGEM HISTÓRICA DOS ESTUDOS LINGUÍSTICOS Neste capítulo trabalharemos aspectos históricos básicos, que marca‐ ram as linhas de estudo na aquisição da linguagem. Os séculos XVII e XIX, bem como os princípios estabelecidos no primeiro, serão melhor detalhados. 1.1 Os séculos XVII e XIX O homem sempre foi um curioso em relação aos estudos linguísticos. A curiosidade de saber como e por que os objetos têm certos nomes, como é a estrutura da frase e quais são os sons de uma língua...

    3682  Palavras | 15  Páginas

  • Alteraçoes da linguagem

    Alterações da Linguagem A linguagem é um processo mental de manifestação do pensamento e de natureza essencialmente consciente, significativa e orientada para o contacto interpessoal. Apesar do processo da linguagem ser essencialmente consciente, entretanto entende-se que o fluxo e a articulação desta provêm de camadas mais profundas e não conscientes, tais como do subconsciente e inconsciente, segundo o esquema de Willian James. No estudo da linguagem, deve-se distinguir a expressão verbal e...

    6835  Palavras | 28  Páginas

  • Teeteto platão conhecimento e linguagem

    conhecimento e linguagem. Alagoas 2014 Platão, conhecimento e linguagem Trabalho acadêmico apresentado como requisito parcial de aprovação na disciplina Produção do conhecimento: Ciência e não ciência - Turma F - Noturno da Universidade Federal de Alagoas UFAL. Orientador: Prof. Dr. Israel Alexandria Costa Alagoas 2014 RESUMO A natureza do conhecimento Platônico traz a tona explicitamente o confronto entre a verdade e o relativismo através das linguagens, para falar...

    1660  Palavras | 7  Páginas

  • Cultura, pensamento e linguagem

    Processos Gerenciais (vespertino e noturno) Semestre: 1º Disciplina: Comunicação e Expressão Profª Eoná Cultura, pensamento e linguagem Quando se investiga como o senso comum pensa a relação entre pensamento e linguagem, a primeira resposta é que a linguagem reproduz o pensamento, as emoções, as sensações humanas. E essa relação efetivamente existe: é através da linguagem, que se veiculam, ao outro e a si mesmo, emoções, sensações, objetivos, metas, enfim, reflexões acerca da realidade, tanto externa...

    1664  Palavras | 7  Páginas

  • intervencao linguagem e escrita

    conhecimento humano, que é o que por ora nos interessa, o mito poético que sempre embalou o homem, a fantasia dos deuses, descortinaram as portas do saber, originando a busca da informação, do saber humano, do seu prazer. Com o desenvolvimento da linguagem, a força das mensagens humanas aperfeiçoou-se a tal ponto ser imprescindível à sua própria existência. A busca do conhecimento tornou-se imperativa para novas conquistas e para o estabelecimento do homem como ser social, como centro de convergência...

    2752  Palavras | 12  Páginas

  • Perturbações da linguagem

    Análise Crítica ao artigo: A Consciência Fonológica e as Dificuldades Específicas da Leitura Octávio Moura (Psicólogo, Mestre em Psicologia, Docente Universitário, Prática em Clínica Privada) A linguagem envolve vários sistemas/ processos dos quais se destaca o sistema fonológico, especialmente o processamento fonológico, quando falamos na aquisição da leitura e escrita. Este sistema é especialmente determinante quando há dificuldades nesta aquisição, ou seja, estudos mostraram que crianças...

    2300  Palavras | 10  Páginas

  • linguagem e persuasao

    das palavras:eloqüência,a gramática e a retórica. Segundo Oswald Ducrot e Tzvertem Rodorove: “O aparecimento da retórica como disciplina especifica é o primeiro testemunho na tradição ocidental,duma reflexão sobre a linguagem.começa a estuda a linguagem não como “língua” mas enquanto discurso”. (Pg:8) Ou seja, ele quis dizer que a retórica,mostra o modo de formar discursos para convencer as pessoas sobre determinada verdade. A retórica é a arte de falar bem,com o passar dos tempos ela transformou-se...

    2408  Palavras | 10  Páginas

  • Linguagem pra surdos

    constatado que 100% afirmam ensinar gramática e confessam acreditar que seu trabalho nessa perspectiva “não serve para nada”. De acordo com a autora, com essa realidade, “despreza-se quase totalmente a atividade de reflexão e operação sobre a linguagem”. O resultado disso são “trabalhos em compartimentos totalmente apartados: de um lado, redação e leitura com interpretação (...) e, de outro, gramática” (2002, p. 238). Nesse trabalho, Neves também constatou a preferência dos professores por dois...

    5451  Palavras | 22  Páginas

  • Cianotipia em grande formato: Processo alternativo de reprodução de imagens em câmara clara. Uma abordagem das dimensões da linguagem, cor e espaço.

    Cianotipia em grande formato: Processo alternativo de reprodução de imagens em câmara clara. Uma abordagem das dimensões da linguagem, cor e espaço. João Campos Haroldo Gallo Resumo: A tecnologia alternativa de reprodução de imagens através do sistema de impressão negativo-positivo conhecida como Cianotipia possibilita, pela própria característica química dos sais de ferro fotossensíveis da emulsão, ou seja, sensibilidade à luz ultravioleta, a impressão à luz do Sol (rica em UV) por foto-contato...

    4281  Palavras | 18  Páginas

  • ensino da linguagem oral na educacao infantil o lugar dos generos textuais formais 1

    TÍTULO: Ensino da linguagem oral na educação infantil: o lugar dos gêneros textuais formais AUTORIA: Glaís Sales Cordeiro (doutora, Universidade de Genebra, Glais.Cordeiro@unige.ch) RESUMO Esta contribuição visa realizar uma discussão sobre o lugar dos gêneros textuais formais no ensino da linguagem oral no ciclo da educação infantil, onde a noção de gênero é ainda pouco presente na prática do educador e do professor. Será apresentada a análise de produções do gênero oral “receita de cozinha”...

    8263  Palavras | 34  Páginas

  • Resenha de o instinto da linguagem, de steven pinker

    PEDRO IGOR BRAGA LOPES PINKER, Steven O Instinto da Linguagem – Como a Mente Cria a Linguagem Resenhado por Pedro Igor Braga Lopes (Universidade Federal Fluminense) PREFÁCIO De uma forma geral, O Instinto da Linguagem explanará e tornará claras muitas questões sobre a linguagem – como esta funciona, sua forma de aquisição a partir da infância, seus graus de mudança, a computação feita a partir da mente e a evolução da linguagem propriamente dita. Por meio de exemplos cotidianos e até...

    4283  Palavras | 18  Páginas

  • A linguagem e a matemática: na construção do saber na educação infantil

    representar aspectos do ambiente físico e social. A questão que tentaremos responder neste trabalho é como compreender, explicar e utilizar o pensamento, nas práticas educativas de crianças e jovens, desde a educação infantil? Que dizer do pensamento da linguagem e da matemática na construção do saber na educação infantil? A construção do pensamento matemático, apesar de ser também um processo contínuo, tem algumas características próprias. Quantas vezes já dissemos que não gostamos de matemática e que...

    4183  Palavras | 17  Páginas

  • Educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental: uma articulação necessária e possível

    Fundamental: Articulação necessária e possível IJUÍ 2012 UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL – UNIJUI - CAMPUS IJUÍ CURSO DE PEDAGOGIA CRISTIANE SCHEVINSKI HECK Educação Infantil e Anos Iniciais  do Ensino Fundamental: Articulação necessária...

    15982  Palavras | 64  Páginas

  • Cultura, linguagem e trabalho: comunicação e discurso nas organizações

    Cultura, linguagem e trabalho: comunicação e discurso nas organizações Ernani Cesar de Freitas* Resumo Este artigo remete-nos à reflexão sobre o que seria uma comunicação eficaz, considerando a inter-relação linguagem e trabalho como dispositivos de cultura no contexto organizacional de instituições. A teoria semiolinguística (CHARAUDEAU, 1983, 1992, 2001, 2008), um dos referenciais teóricos utilizados para análise do funcionamento da comunicação e das competências de linguagem, permite...

    11534  Palavras | 47  Páginas

  • A CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO E DA LINGUAGEM

    A CONSTRUÇÃO DO PENSAMENTO E DA LINGUAGEM VYGOTSKY, L. S. São Paulo, Martins Fontes, 2001 O livro “A construção do pensamento e da linguagem” é a versão integral traduzida diretamente do russo do livro que no Brasil ficou conhecimento por “Pensamento e Linguagem” (publicada pela Martins Fontes em 1991), tradução que havia sido feita de um resumo da obra original publicado em inglês. No decorrer da obra, o autor parte da colocação do problema e analisa os métodos de investigação empregados na...

    9381  Palavras | 38  Páginas

  • Liberalismo E Humanismo As Linguagens Da Consciencia Civica Na Ing Do Sec XVII

    Liberalismo e humanismo as linguagens da consciência cívica na Inglaterra do século XVII* Liberalism and humanism the languages of the civic conscience in 17th century England** JAVIER AMADEO Professor do Departamento de Ciências Sociais Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) – Campus Guarulhos Estrada do Caminho Velho, 333. Bairro dos Pimentas CEP 07252-312 – Guarulhos – SP javier.amadeo@unifesp.br RESUMO O surgimento da consciência cívica na Inglaterra do século XVII esteve vinculado à...

    13161  Palavras | 53  Páginas

  • Comunicação e linguagem

    de 2009 www.feevale.br/revistaconhecimentoonline LINGUAGEM E TRABALHO: COMUNICAÇÃO E DISCURSO NAS ORGANIZAÇÕES LANGUAGE AND WORK: COMMUNICATION AND DISCOURSE IN THE ORGANIZATIONS ___________________________________________________________________________ Ernani Cesar de Freitas1 RESUMO O fio condutor deste artigo conduz-nos à reflexão sobre o que seria uma comunicação eficaz no contexto organizacional, considerando a inter-relação linguagem e trabalho. A teoria Semiolinguística, um dos referenciais...

    6328  Palavras | 26  Páginas

  • Diferença de linguagem, lingua e fala

    diferença entre linguagem, língua e fala? O termo linguagem deve ser entendido como a faculdade mental que distingue os humanos de outras espécies animais e possibilita nossos modos específicos de pensamento, conhecimento e interação com os semelhantes. É a capacidade específica à espécie humana de se comunicar por meio de um sistema de signos (ou língua). A língua é, então, entendida como forma de realização da linguagem; como sistema lingüístico necessário ao exercício da linguagem na interlocução...

    6128  Palavras | 25  Páginas

  • A Sociedade como Construção Formadora - uma articulação do pensamento de Berger e Luckmann à Teoria Social Crítica

    A Sociedade como Construção Formadora uma articulação do pensamento de Berger e Luckmann à Teoria Social Crítica Introdução O presente trabalho decorre sobre a perspectiva de Peter L. Berger e Thomas Luckmann em seu livro “A Construção Social da Realidade” e suas articulações com os textos Indivíduo e Grupo, de Theodor Adorno e Max Horkheimer. Peter L. Berger nasceu em Viena no ano de 1929. Foi para os Estados Unidos quando tinha 17 anos de idade e foi lá que se graduou em sociologia na New...

    7959  Palavras | 32  Páginas

  • Apostila linguagem

     UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA – UNIR MESTRADO EM LETRAS PLURALIDADE CULTURAL E LINGUAGEM PROFESSORA: Nair Ferreira Gurgel do Amaral Porto Velho/RO 2014 MESTRADO EM LETRAS MESTRADO ACADÊMICO EM LETRAS PLANO DE CURSO 1. PROPONENTE: Professora: Drª Nair Ferreira Gurgel do Amaral. 2. DISCIPLINA: Pluralidade Cultural e Linguagem 3. CARGA HORÁRIA: 60 horas 4. PERÍODO DE REALIZAÇAO: Agosto a Dezembro de 2014. 5. EMENTA: 1. Pluralidade Cultural: implicações éticas e políticas...

    19985  Palavras | 80  Páginas

  • Noção do Inconsciente Estruturado como Linguagem: uma leitura de Freud a Lacan

    1 FACULDADE PITÁGORAS CURSO DE PSICOLOGIA ANA PAULA DA SILVA MOREIRA CHRISTIANNE MARIE NAHUZ DE MIRANDA NOÇÃO DA RELAÇÃO ENTRE INCONSCIENTE E LINGUAGEM: uma leitura de Freud a Lacan São Luís 2014 2 ANA PAULA DA SILVA MOREIRA CHRISTIANNE MARIE NAHUZ DE MIRANDA NOÇÃO DA RELAÇÃO ENTRE INCONSCIENTE E LINGUAGEM: uma leitura de Freud a Lacan Monografia apresentada à Coordenação do Curso de Psicologia da Faculdade Pitágoras/FAMA em São Luís do Maranhão para obtenção do título...

    16146  Palavras | 65  Páginas

  • O erro no processo de aquisição de linguagem

    1. O ERRO NO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE LINGUAGEM. Propõe-se aqui investigar o papel da revisão de erros e da reescrita de um texto no processo de ensino-aprendizagem de Língua Estrangeira (LE) a partir de pressupostos da abordagem sociocultural. Os erros, objetos desta análise, que interessarão a este estudo são os que se resultam das estratégias adotadas pelo falante em busca da produção linguística, ou seja, o erro será analisado como um processo natural e positivo do processo de aprendizagem...

    5838  Palavras | 24  Páginas

  • Aquisição e desenvolvimento da linguagem

    UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL - ULBRA GERENCIAMENTO DO AMBIENTE ESCOLAR: SUPERVISÃO E ORIENTAÇÃO AQUISIÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM JUDITHE SANTANA PALAZZO CANOAS 2007 i JUDITHE SANTANA PALAZZO GERENCIAMENTO DO AMBIENTE ESCOLAR: SUPERVISÃO E ORIENTAÇÃO TURMA: 001803 AQUISIÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA LINGUAGEM Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado à Universidade Luterana do Brasil como requisito parcial para obtenção do título de Especialista em Gerenciamento...

    11902  Palavras | 48  Páginas

  • Cultura linguagem e aprendizagem

    Cultura Escrita, Linguagem e Aprendizagem Por: Vanessa Rangel Se, no início da década de 80, os estudos acerca da psicogênese da língua escrita trouxeram aos educadores o entendimento de que a alfabetização, longe de ser a apropriação de um código, envolve um complexo processo de elaboração de hipóteses sobre a representação lingüística; os anos que se seguiram, com a emergência dos estudos sobre o letramento [i] , foram igualmente férteis na compreensão da dimensão sócio-cultural da língua escrita...

    4359  Palavras | 18  Páginas

  • Estudos Linguísticos II aula 1

    os princípios básicos do estruturalismo, língua e fala, sincronia e diacronia, sintagma e paradigma e dupla articulação da linguagem; • utilizar, ao longo da disciplina, as reflexões feitas a partir das ideias saussurianas já estudadas na disciplina “Estudos Linguísticos I”. Seções de estudo Seção 1 - Língua e Fala Seção 2 - Sincronia e Diacronia Seção 3 - Dupla Articulação da Linguagem Então, vamos em frente?! Nesta primeira aula, faremos uma retrospectiva sobre a Linguística para que...

    3007  Palavras | 13  Páginas

  • Linguagem corporal

    A Linguagem Corporal1 Decio Tenenbaum2 Fala-se que o corpo deve ser um todo único e indivisível, criticamse alguns por dividirem-no em órgãos, outros são criticados por fazerem nele um dualismo corpo/mente, enquanto outros falam que nele existe um paradoxo corpo/mente. Quando me convidaram para falar sobre esse tema, imediatamente comecei a me lembrar do meu curso médico e, pela primeira vez, realizei que o primeiro contato do estudante de Medicina com o corpo humano se dá através do corpo morto...

    4425  Palavras | 18  Páginas

  • Linguistica

    Professora: Jasmine Malta Dupla Articulação segundo Martinet Teresina, outubro de 2013 Palavras chaves: linguagem; linguística; ciência. A autora Eni Pulcinelli Orlandi em seu livro ”O que é linquistica” afirma que o ser humano necessita de conhecimentos para poder se estabelecer no mundo em que vive. É por isso que ela procura explicações para tudo que existe, um exemplo importante é a procura de explicações para a linguagem que a acompanha onde quer que ela esteja...

    611  Palavras | 3  Páginas

  • Resumo do Livro Signo - Isaac Epstein

    gestos, química, ...); Linguagem verbal e a dupla articulação: -Primeira: Significado em uma seqüência de unidades (chamadas nomenas); Monemas = palavras raízes = signos; Signos: são divididos em Significado e Significante. -Segunda articulação: são os fonemas, sem significados, não são signos; O número de fonemas de uma língua são poucas dezenas; o número de monemas é variável pois evoluem com o tempo; -Signo: “algo que está por outra coisa”. A dupla articulação é comum a todas as línguas...

    1054  Palavras | 5  Páginas

  • Filosofia da linguagem

    FILOSOFIA DA LINGUAGEM POR PROFº. MSC MOISES MARCIANO PRESTES DA SILVA FILOSOFIA DA LINGUAGEM POR PROFº. MSC MOISES MARCIANO PRESTES DA SILVA Boa Vista –RR Boa Vista-RR 2010 JUL/2012 FILOSOFIA DA LINGUAGEM   Adaptado por Porfº. Msc. Moises M. P. da silva USO LITERÁRIO DA LINGUAGEM  “A mudança no campo ótico do império disciplinar tornou-se inadiável. A cooperação interdisciplinar aos poucos se impôs (...) Trata-se de estabelecer e instigar esferas da coabitação, saberes...

    8794  Palavras | 36  Páginas

  • Figuras De Linguagem

    Autorregulada - 04 9º ano | 4° Bimestre Disciplina Curso Bimestre Ano Língua Portuguesa Ensino Fundamental 4° 9º Habilidades Associadas 1. Diferenciar a descrição objetiva da subjetiva. 2. Identificar as figuras de linguagem. 3. Identificar e diferenciar personagens protagonistas e antagonistas. 4. Usar adequadamente o dicionário. Apresentação A Secretaria de Estado de Educação elaborou o presente material com o intuito de estimular o envolvimento do estudante...

    13796  Palavras | 56  Páginas

  • Música e Ditadura Militar: a linguagem musical em sala de aula

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE DO PARANÁ CAMPUS DE JACAREZINHO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E DA EDUCAÇÃO CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA GIOVANY PEREIRA VALLE MÚSICA E DITADURA MILITAR: A LINGUAGEM MUSICAL EM SALA DE AULA JACAREZINHO 2014 GIOVANYPEREIRA VALLE MÚSICA E DITADURA MILITAR: A LINGUAGEM MUSICAL EM SALA DE AULA Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Universidade Estadual do Norte do Paraná como requisito parcial para a obtenção do título de Licenciatura Plena em...

    35488  Palavras | 142  Páginas

  • linguagens e codigos

    Meta Ltda. Faculdade Meta – FAMETA CURSO: FISIOTERAPIA PROFESSORA: DULCILENE N. K. COSTA DISCIPLINA/CÓDIGO: 2262 PRÉ-REQUISITO CH TEORIA: 60 CH PRÁTICA PERÍODO: 1º APOSTILA DE COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM UNIDADE I - Noções básicas de comunicação e linguagem O QUE É COMUNICAÇÃO? Comunicação etimologicamente provém do verbo latino communicare, que significa pôr em comum. Comunicação é a forma como as pessoas se relacionam entre si, dividindo e trocando experiências,...

    7762  Palavras | 32  Páginas

  • que maravilha

    de Isaac Epstein nos demonstra como a capacidade de comunicação do homem, a linguagem verbal, foi se aprimorando com o passar do tempo. A linguagem é um sistema de signos resultado da racionalidade. Possibilita a comunicação de um grupo de pessoas. Toda linguagem é um sistemas de signos, ao qual somente o homem possui domínio. Todas as linguagens naturais se caracterizam por uma dupla articulação. A primeira articulação é aquela que o significa que se deseja transmitir se analisa em uma sequencia...

    579  Palavras | 3  Páginas

  • guia

    APRESENTAÇÃO Prezado(a) acadêmico(a) Este é o Guia Didático do Aluno da disciplina Linguística II, obrigatória para os alunos do curso de graduação em Letras. Essa disciplina é muito importante, pois aqui começa, de fato, o seu estudo sobre a ciência da linguagem, que é apaixonante. O objetivo deste Guia é orientá-lo no desenvolvimento da disciplina, apresentando o plano de ensino, os instrumentos e os critérios de avaliação referentes às atividades de aprendizagem a distância dos conteúdos da disciplina...

    3245  Palavras | 13  Páginas

  • Estudo Dirigido

    modernidade. 2. a) Para Saussure, a linguagem é heteróclita e multifacetada. O significado dessa afirmação é que a linguagem abrange vários aspectos. Ela é ao mesmo tempo física, fisiológica e psíquica, além de fazer parte de um espaço individual e social. Em suas palavras, a linguagem “não se deixa classificar em nenhuma categoria de fatos humanos, pois não se sabe como inferir sua unidade”. b) Para Saussure, a língua é um sistema de signos. Situa-se dentro da linguagem como a “parte social” desta. Ela...

    791  Palavras | 4  Páginas

  • linguística

    ................................................................................................06 1.3 Sintagma e Paradigma.............................................................................................................06 1.4 Dupla Articulação....................................................................................................................07 1.5 Estruturalismo...........................................................................................................

    3699  Palavras | 15  Páginas

  • Linguistica textual

    quatro pares dicotômicos, esses pares, embora não tivesse o nome dicotomia, foi publicado no livro “O Curso de Linguística geral”, que teve como escritor ex alunos de Saussure. Pietroforte também apresenta um estudo referente à Martinet e a dupla articulação da linguagem e a Coseriu e a noção de norma. Nesta ordem, Pietroforte inicia seu texto com a fábula “O lobo e o cordeiro” nas línguas portuguesas e francesas, em que nos leva a perceber a semelhança de algumas palavras e conseguinte, que ambas tem...

    693  Palavras | 3  Páginas

  • Fichamento Comentado

    depender de um instrumento chamado de linguagem verbal e o dispositivo de dupla articulação. Esta dupla articulação caracteriza segundo os linguistas todas as línguas naturais, a primeira é aquela que tem uma sequencia de unidades chamadas nonemas que tem uma unidade mínima de significado, já a segunda articulação por sua vez são os fonemas, sem significados, eles não são signos. O signo é algo que esta por outra coisa, se organiza em códigos ou linguagem, o mesmo é transmissor de significados...

    526  Palavras | 3  Páginas

  • relaçoes humanas

    definindo e dando exemplos, a propriedade de dupla articulação da linguagem e por que ela gera economia para as línguas. A dupla articulação da língua é um fator de economia, pois permite que com um número de fonemas sejam construídos um número limitado de morfemas, material com o qual as palavras são formadas.deve atentar também para o fato de que a primeira articulação, a morfológica, está no plano do conteúdo, posto que veicula significado, já a segunda articulação, a fonológica, está no plano da forma...

    564  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalho de linguística

    1)Justifique a afirmativa: A comunicação das abelhas não é uma linguagem, é um código de sinais. A comunicação das abelhas não é linguagem e sim um código de sinais, pois o que é considerado como tal é a linguagem humana que usa como intervenção o aparelho vocal, onde há diálogo. O conteúdo da linguagem humana é ilimitado e deixa ser analisado em fonemas, morfemas, caracterizando uma propriedade de articulação que é fundamental para a linguagem humana, por isso que a comunicação das abelhas é um código...

    1178  Palavras | 5  Páginas

  • O ensino da arte por meio da pintura na linguagem contemporanea

    autovalorização, de afirmação de sua própria identidade como ser criado. Este é o caminho a ser percorrido pela criança de hoje, adulto amanhã. 1.1 TEMA O ensino da arte por meio da pintura na linguagem contemporânea 1.1.1 Delimitação do tema O projeto “O ensino da arte por meio da linguagem contemporânea”, será realizado no segundo semestre do corrente ano, nas instituições de ensino EEBM Sonho Infantil, localizada no bairro Por do Sol, no município de Monte Carlo, com as turmas do Pré...

    7097  Palavras | 29  Páginas

  • desenvolvimentos territorial articulação politicas

    PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE - CPDA DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL: ARTICULAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E ATORES SOCIAIS Pesquisadores: NELSON GIORDANO DELGADO PHILIPPE BONNAL SÉRGIO PEREIRA LEITE Assistente de Pesquisa: Secretaria: KARINA KATO DIVA AZEVEDO DE FARIA Convênio IICA – OPPA/CPDA/UFRRJ Rio de Janeiro Dezembro de 2007 Desenvolvimento Territorial: articulação de políticas públicas e atores sociais IICA-OPPA/CPDA. 2 ÍNDICE Introdução ...

    35385  Palavras | 142  Páginas

  • RESUMO DO LIVRO: Introdução à Linguística

    Linguagem, Língua, Linguística 1. Uma breve história do estudo da linguagem O interesse pela linguagem é muito antigo. Foram razões religiosas que levaram os hindus a estudar sua língua, para que os textos sagrados não sofressem modificações. Os gregos preocuparam-se em definir as relações entre o conceito e a palavra que o designa. Aristóteles desenvolveu estudos noutra direção buscando proceder a uma análise precisa da estrutura linguística, outro que se destacou na época conhecido como Varrão...

    1994  Palavras | 8  Páginas

  • Resenha: Linguística, o que é isso?

    Linguística? Que é isso? Editora Contexto: São Paulo, 2013 Todos nós possuímos noções gerais a respeito da linguagem, por isso todos acreditam entender de Linguística. Assim, esta ciência não é só desconhecida, como ignorada. Mas, geralmente, essas noções não são baseadas em observações e estudos acumulados ao decorrer da história dos estudos linguísticos, criando deste modo, o conceito de linguagem do senso comum. Alguns povos são rotulados como mais dotados para línguas, algumas pessoas acham uma língua...

    1159  Palavras | 5  Páginas

  • A língua como objeto da Linguística

    relações paradigmáticas quanto as relações sintagmáticas estão no domínio da língua e não da fala. Martinet e a dupla articulação da linguagem Martinet compartilha com Saussure a concepção sistemática de língua e de suas propostas temos uma que é a dupla articulação da linguagem, onde é discutida a natureza dos elementos linguísticos. Este teórico afirma que a linguagem é duplamente articulada, ou seja, as unidades lingüísticas podem ser divididas, segmentadas em unidades menores. Para...

    1908  Palavras | 8  Páginas

  • Linguistica aplicada

    multifacetada e heterogênea. Organizado em três grandes blocos (Lingüística e Linguagem, Abordagens Lingüísticas e Aquisição, Processamento e Ensino), Manual de Lingüística aborda as principais correntes lingüísticas da atualidade, além de perpassar outras questões caras à ciência da linguagem, tais como o estatuto científico dos estudos da linguagem, a dupla articulação, relação entre lingüística e ensino, entre outras. Em linguagem didática, os capítulos, escritos por pesquisadores de linhas teóricas diferentes...

    2667  Palavras | 11  Páginas

  • resumão lnguistica geral

    A linguagem é a capacidade do ser humano de se expressar por meio de um conjunto de signos, de qualquer conjunto de signos. Nesse sentido, qual alternativa não se engloba na linguagem? As línguas, os gestos, as cores, os sinais matemáticos, a dança formam a linguagem como tantos outros códigos. O código possui uma estrutura criada e convencionada por nós, usuários. Por meio de um desses códigos, nós podemos tratar de qualquer assunto. Então, assunto não é um código; é o conteúdo da comunicação....

    1329  Palavras | 6  Páginas

  • Articulação sinoviais

    humanos só conseguimos realizar diversos movimentos graças à articulação que encontramos em nosso esqueleto. Podendo articular-se pelas suas faces, pelas suas margens e pelas suas extremidades, onde os ossos longos articulam-se pelas suas extremidades, os ossos curtos articulam-se pelas suas faces e os ossos planos articulam-se pelas margens. Um conjunto de articulações forma o sistema articular. De acordo com o grau da mobilidade da articulação são classificadas três tipos de articulações: as sinoviais...

    998  Palavras | 4  Páginas

  • A LINGUAGEM DO BLOG ESCOLAR EM UM TRABALHO COM MULTILETRAMENTOS: COMPARTILHANDO SENTIDOS

    LETRAS E ARTES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS DA LINGUAGEM ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: LINGUÍSTICA APLICADA ANA PRISCILA GRINER A LINGUAGEM DO BLOG ESCOLAR EM UM TRABALHO COM MULTILETRAMENTOS: COMPARTILHANDO SENTIDOS NATAL-RN 2013 ANA PRISCILA GRINER A LINGUAGEM DO BLOG ESCOLAR EM UM TRABALHO COM MULTILETRAMENTOS: COMPARTILHANDO SENTIDOS Dissertação apresentada ao Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, da Universidade...

    55343  Palavras | 222  Páginas

  • Articulação ensino/trabalho na enfermagem

    A articulação ensino/trabalho vem sendo conformada como estratégia de intervenção no contexto do ensino e da prática de saúde com dupla finalidade, ou seja, de transformar as qualidades de ensino e da atenção em saúde comprometido com a construção de novos referenciais, tanto para o ensino como para o trabalho da enfermagem, parcela do trabalho coletivo em saúde. O que vem sendo observado é que a formação dos dos docentes não é resgatada nos serviços para a articulação com o trabalho e sim uma relação...

    523  Palavras | 3  Páginas

  • Linguística I

    linguístico compatível com o trabalho acadêmico formal. A folha de perguntas deve ser devolvida junto com as respostas. Boa prova! 1) Defina e exemplifique duas das funções da linguagem propostas por Jakobson. (2,0) Jakobson demonstrou com seu esquema que em todo ato comunicativo estão envolvidas funções da linguagem, que embora funcionem de maneira hierárquica, complementam umas às outras, sendo que estão isoladas para fins de análise. Cada uma delas corresponde a um dos elementos envolvidos...

    1450  Palavras | 6  Páginas

tracking img