2 Qual A Diferença Entre Monarquia Absolutista E Parlamentarista artigos e trabalhos de pesquisa

  • Conceito de Monarquia, parlamentarismo e unitario.

    Monarquia é a mais antiga forma de governo ainda em vigor. Nela, o chefe de Estado se mantém no cargo até à sua morte ou à sua abdicação, sendo normalmente um regime hereditário. O chefe de Estado dessa forma de governação recebe o nome de monarca (normalmente com o título de Rei ou Rainha) e pode também muitas vezes ser o chefe do governo. A ele, o ofício real de governo, é sobretudo o de reger e coordenar a administração da nação, em vista do bem comum em harmonia social1 . O monarca quase nunca...

    3430  Palavras | 14  Páginas

  • monarquia

    Monarquia Saiba o que é monarquia, sistema de governo, rei, características, monarquias constitucionais. Luis XV: rei da França no século XVIII. Definição Monarquia é um sistema de governo em que o monarca (rei) governa um país como chefe de Estado. A transmissão de poder ocorre de forma hereditária (de pai para filho), portanto não há eleições para a escolha de um monarca. este governa de forma vitalícia, ou seja, até morrer ou abdicar. História do Regime Monárquico A monarquia foi...

    2247  Palavras | 9  Páginas

  • Monarquia

    SUMÁRIO: 1- INTRODUÇÃO; 2- ASPECTO HISTÓRICO: SURGIMENTO DO SISTEMA PARLAMENTAR E SUA EXPANSÃO; 3- CARACTERISTICAS GERIAS DO SISTEMA PARLAMENTAR; 4- PARLAMENTARISMO NO BRASIL: ASPECTOS HISTÓRICOS; 4.1- A MONARQUIA CONSTITUCIONAL DO IMPÉRIO E SUAS CARACTERISTICAS; 4.2- SISTEMA PARLAMENTAR DE 1961 A 1963; 5- CONCLUSÃO; 6- REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS. 1- INTRODUÇÃO A presente pesquisa pressupõe em dizer sobre o sistema parlamentarista. Verificaremos, através de um panorama histórico como...

    2301  Palavras | 10  Páginas

  • Monarquia Inglesa

    Escola Estadual Vespasiano Martins Trabalho de História Amambai- MS 27/03/2014 Escola Estadual Vespasiano Martins Monarquia Inglesa Alunos: Leticia Antunes e Welliton Matheus. Nº: 32 e . Ano letivo: 2º ano “A” Orientador(a): Cristina Baena Amambai- MS 27/03/2014 Sumário Introdução................................................................................................................4 Desenvolvimento............

    2985  Palavras | 12  Páginas

  • Monarquia

    Introdução-------------------------------------pg. Monarquia ----------------------------------- pg. Monarquia Absolutista --------------------pg. Monarquia Constitucional----------------pg. Monarquia Parlamentar-------------------pg. Conclusão-------------------------------------pg. Bibliografia-----------------------------------pg. Introdução Existem três tipos de monarquia, a monarquia absolutista onde quem tem o poder absoluto é o rei, a monarquia constitucional onde o rei governa mas a constituição impõe as leis, e a monarquia parlamentarista...

    1344  Palavras | 6  Páginas

  • Republica x Monarquia

    da república ideal na sua obra Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio (1512-17). Estes escritos, bem como os de seus contemporâneos, como Leonardo Bruni, constituem a base da ideologia que, em ciência política, se designa por republicanismo.2 3 Η Πολιτεία - De Republica de Platão, edição bilingue de 1713. O conceito de república não é isento de ambiguidades, confundindo-se às vezes com democracia, às vezes com liberalismo, às vezes tomado simplesmente no seu sentido etimológico de "bem...

    14647  Palavras | 59  Páginas

  • MONARQUIA

     MONARQUIA 1. INTRODUÇÃO Monarquia é uma das mais antigas formas de governo em que o monarca (rei, imperador, príncipe, etc.) governa um país como chefe de Estado. A transmissão de poder ocorre de modo hereditária (de pai para filho) e vitalícia ou até a sua abdicação, sem ter qualquer consulta ao povo, ou seja, não há eleições para a escolha de um monarca. O local onde o monarca vive e trabalha é chamada corte, e os cidadãos de uma monarquia são referidos como súditos. O regime monárquico desenvolveu-se...

    1845  Palavras | 8  Páginas

  • monarquia limitada

    Monarquia Limitada Sociologia Dedicamos esse trabalho, primeiramente à nossas famílias, e aos nossos professores, pelo apoio e dedicação. Monarquia é o nome dado ao regime político comandado por um monarca (rei, imperador, príncipe, etc.) que exerce de modo hereditário e vitalício, sem qualquer consulta ao povo. O local onde o monarca vive e trabalha é chamada corte, e os cidadãos de uma monarquia são referidos como súditos. Tal sistema de governo predominou em todas as sociedades humanas...

    1124  Palavras | 5  Páginas

  • Monarquia - Revolução

    ELIANA SUEUDA LUCIANA ERIKA 2014 Formas de Governo  Monarquia Monarquia   Monarquia é um sistema político que tem um monarca como líder do Estado. O significado de monarquia é também o rei e a família real de um determinado país. Neste caso, a monarquia é o mesmo que a realeza. A monarquia hereditária é o sistema mais comum de escolha de um monarca. Historia do Regime Monárquico   A monarquia foi muito comum nos países da Europa durante a Idade Média e Moderna...

    1858  Palavras | 8  Páginas

  • Monarquia

    Introdução ________________________________________________________ 2 Desenvolvimento 1.0 - Monarquia Absoluta _________________________________________3-4 2.0 - Monarquia Limitada __________________________________________ 4 2.1 - Monarquia de Estamentos _______________________________________ 4 2.2 - Monarquia Constitucional ________________________________________4-5 2.2 - Monarquia Parlamentar ___________________________________________5-6 3.0 República _...

    3164  Palavras | 13  Páginas

  • 2

    afirmava que a vida solitária é exceção, que pode ser enquadrada numa de três hipóteses: 1. excellentia naturae, quando se tratar de indivíduo notavelmente virtuoso, que vive em comunhão com a própria divindade, como ocorria com os santos eremitas; 2. corruptio naturae, referente aos casos de anomalia mental; 3. mala fortuna, quando só por acidente, como no caso de naufrágio ou de alguém que se perdesse numa floresta, o indivíduo passa a viver em isolamento. TEORIAS DA ORIGEM DA SOCIEDADE Modernamente...

    8155  Palavras | 33  Páginas

  • Linhagens doestado absolutista

    Entre suas produções de maior destaque estão: Linhagens do Estado Absolutista; Passagens da Antiguidade ao Feudalismo; A crise da crise do Marxismo. O livro Linhagens do Estado Absolutista de Perry Anderson inicia sua abordagem criando um modelo teórico sobre a formação dos estados absolutistas na Europa Ocidental. O autor inicia a sua abordagem partindo de uma discussão teórica sobre o modelo do surgimento dos estados absolutistas formulado por Marx e Engels. A partir desta análise o autor vai...

    1184  Palavras | 5  Páginas

  • Relatório de O Estado Monárquico - Emmanuel Le Roy Ladurie "A Monarquia Clássica"

     UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA HISTÓRIA MODERNA I Relatório: O Estado Monárquico – França, 1460-1610 A Monarquia Clássica ALUNA: KAROLINE N. MIRANDA O autor EMMANUEL LE ROY LADURIE nasceu em 1929 na Normandia. Foi aluno de Fernand Braudel e, como ele, membro líder da escola dos Annales. Nos anos 70, integrou a corrente designada “Nova História” e torna-se o pioneiro de uma...

    4003  Palavras | 17  Páginas

  • Perry Anderson O Estado Absolutista No Ocidente

    o Estado absolutista no Ocidente \ A longa crise da economia e da sociedadj' ~uropéias durante os séculos XIV e XV marcou as dificuldades e os limites do modo de produção feudal no último período da Idade Média.! Qual foi o resultado político final das convulsões continentais dessa época? No curso do século XVI, o Estado absolutista emergiu no Ocidente. As monarquias centralizadas da' França, Inglaterra e Espanha representavam uma ruptura decisiva com a soberania piramidal e parcelada das formações...

    11375  Palavras | 46  Páginas

  • Linhagens do Estado Absolutista

    LINHAGENS DO ESTADO ABSOLUTISTA 1 2 PERRY ANDERSON LINHAGENS DO ESTADO ABSOLUTISTA Tradução: João Roberto Martins Filho editora brasiliense 3 Copyright © by Perry Anderson, 1974 Título original em inglês: Lineages of the Absolutist State. Copyright © da tradução brasileira: Editora Brasiliense S.A. Nenhuma parte desta publicação pode ser gravada, armazenada em sistemas eletr6nicos, fotocopiada reproduzida por meios mecânicos ou outro quaisquer sem autorização prévia...

    21757  Palavras | 88  Páginas

  • 1º e 2 º REINADOS DO BRASIL - ARTIGO

    grande mulher”. Palavras-Chaves: Independência - Primeiro Reinado - Segundo Reinado –Regências - Família Real- Legislação Nacional – Feminino – Imperatriz do Brasil INTRODUÇÃO Neste artigo abordaremos o importante papel da Monarquia no Brasil, seus erros e acertos. O que representou a vinda da família real Portuguesa , que embora naquele momento não tinha em mente a ideia de tornar esta nação livre, mas com sua vinda fortuita, lança as sementes do ideal de liberdade,...

    4540  Palavras | 19  Páginas

  • O caminho das monarquias europeias

    O CAMINHO DAS MONARQUIAS EUROPEIAS O que é Monarquia? Monarquia vem do grego "mono" (um, único) "arquia" ( governo, organização), ou seja , governo de um só, unitarista, o poder é concentrado nas mãos de apenas um soberano. Pode ser: absoluta , constitucional, eletiva e hereditária. A formação das monarquias O processo de formação de monarquias com poder centralizado na Europa iniciou-se no século XI e consolidou-se entre os séculos XIV e XVI. Ao final de alguns séculos, esse processo daria...

    606  Palavras | 3  Páginas

  • historia europa 2

    equivalente contraditório na naturezaformalmente absoluta da soberania imperial, exercida pela outra, pelo menos apartir do Dominato. Foram os princípios teóricos deste imperium político queexerceram uma profunda influência e atração sobre as novas monarquias daRenascença. Se o ressurgimento das noções de propriedade quiritária aomesmo tempo traduzia e fomentava a expansão geral da troca de mercadoriasnas economias de transição da época, o revivescimento das prerrogativasautoritárias do Dominato expressavam...

    7647  Palavras | 31  Páginas

  • Monarquias nacionais espanha portugal

    A formação das monarquias ibéricas: Portugal e Espanha. Portugal e Espanha possuem uma origem comum e vários pontos de sua história se encontram e estão entrelaçados. Primeiro Portugal e depois a Espanha foram precursores na formação das monarquias absolutistas na Europa, os dois primeiros Estados Nacionais europeus. É a partir do nascimento da nacionalidade portuguesa e espanhola que, por exemplo, os descobrimentos e a expansão ultramarina se tornaram possíveis, mudando a face do mundo conhecido...

    2868  Palavras | 12  Páginas

  • Resumo Capitulo 2 Lenio Luiz Streck Jose Luis Bolzan de Morais

     2. O ESTADO NA TEORIA POLÍTICA MODERNA 2.1 Considerações gerais - Diversas teorias explicam (Justificam) a origem do estado, isso é importante ser colocado em pauta pois não são apenas as teorias contratualistas que explicam isso, existe por exemplo a elaborada por August Comte, as teorias psicanalistas e a elaborada por Gumplowicks. - O objeto de estudo realizado, entretanto será restrito à base contratualista lato sensu, entendida, à evidência, como teoria positiva do Estado, e à teoria Marxista...

    2992  Palavras | 12  Páginas

  • República parlamentarista e república presidencialista

    Universitário CESMAC Maceió, 2011 CAMILA MALTA BEZERRA Trabalho solicitado pela Professora Ana Kilza da disciplina de Teoria do Estado Democrático sobre a diferença entre República Presidencialista e República Parlamentar. 1º período B. Trabalho solicitado pela Professora Ana Kilza da disciplina de Teoria do Estado Democrático sobre a diferença entre República Presidencialista e República Parlamentar. 1º período B. TEORIA DO ESTADO DEMOCRÁTICO Centro Universitário CESMAC Maceió, 2011 REPÚBLICA...

    1131  Palavras | 5  Páginas

  • economia politica

    governo junto ao legislativo (parlamentarismo), caso do sistema de governo do Reino Unido. 1 Formas de Governo: Monarquia e República Monarquia é uma forma de governo caracterizado concentração do poder em um único indivíduo, geralmente atribuído hereditariamente e definido como soberano. Na sua origem, a Monarquia se baseava num instrumento militar, em que o rei era o chefe militar de seu povo. Depois, com a fixação e definição territorial de povos como visigodos...

    1347  Palavras | 6  Páginas

  • As diferenças entre a revolução francesa e a americana

    As principais diferenças entre as Revoluções Francesa e Americana A Revolução Americana de 1776 teve suas raízes na assinatura do Tratado de Paris, que, em 1763, finalizou a Guerra dos Sete Anos. A Revolução Americana foi, na sua origem, um movimento de resistência e de revolta contra o domínio britânico, mais concretamente contra a forma como esse mesmo domínio foi exercido nas colônias norte-americanas no período que se seguiu à Guerra dos Sete Anos. Declaração...

    2631  Palavras | 11  Páginas

  • Monarquia constitucional

    MONARQUIA CONSTITUCIONAL ORIGEM DO TERMO MONARQUIA CONSTITUCIONAL A monarquia é, na sua concepção, o governo de um só. Assim, segundo a concepção na monarquia, o Chefe de Estado acumularia o exercício de todas as funções estatais. “Monarquia vem do grego e significa: Monos = um, Arché = governo, Ou seja, monarquia significa o governo de um.” A monarquia é o sistema em que uma pessoa só manda. Ou era, antes de muitas se tornarem constitucionais. A monarquia...

    3712  Palavras | 15  Páginas

  • Superior

    2014 Sumário 1. Introdução 03 2. Definição Clássica de Estado, Formas de Governo 04 3. Formas de Governo, Sistemas de Governo 05 4. Sistemas de Governo 06 5. Apresentação do G8 06 6. Apresentação do G8 07 7. Apresentação do G8 08 8. Principais Objetivos do G8 09 9. Países Monarquias e Repúblicas 10 10. Países Monarquias e Repúblicas 11 11. Países Monarquias e Repúblicas 12 12. Considerações Finais ...

    3242  Palavras | 13  Páginas

  • CPTE

    Ciências Politicas e Teoria do Estado Soberania – Território Regimes de governo: Monarquia Republica Sistemas de governo: Presidencialismo Parlamentarismo Formas de governo: Unitário Federalismo 1 – Soberania Território O direito passou a legitimar o que o povo queria, por isso deu-se o nome de soberania popular. O direito internacional interfere nas decisões dos Estados Nacionais, território de monopólio isso da força para o Estado, ele não dividia o monopólio. Havia uma pluralidade...

    2567  Palavras | 11  Páginas

  • Diferença entre parlamentarismo e presidencialismo

    Qual é a diferença do Parlamentarismo e o Presidencialismo? O presidencialismo O presidencialismo é um sistema de governo no qual o presidente da república é chefe de governo e chefe de Estado. Como chefe de Estado, é ele quem escolhe os chefes dos grandes departamentos ou ministérios. Juridicamente, o presidencialismo se caracteriza pela separação de poderes Legislativo, Judiciário e Executivo. As origens partidárias do presidente e do parlamento são desvinculadas.as eleições parlamentares...

    656  Palavras | 3  Páginas

  • Revolução Inglesa

    Introdução A Revolução foi a primeira ‘crise’ do absolutismo. O domínio do rei foi severamente restringido, deu a maior parte de suas credenciais ao Parlamento e principiou a valência do regime parlamentarista que conserva-se até os dias de hoje. O processo começou com a Revolução Puritana de 1640 e finalizou com a Revolução Gloriosa de 1688. As duas fazem parte de um mesmo processo revolucionário, por isso o nome de Revolução Inglesa e não Revoluções Inglesas. O que foi a Revolução Inglesa...

    1726  Palavras | 7  Páginas

  • artigo

    CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO HISTÓRIA RENATA A REVOLUÇÃO INGLESA: ASCENSÃO DA BURGUESIA INGLESA ARACAJU/SE 2013 A REVOLUÇÃO INGLESA: ASCENSÃO DA BURGUESIA INGLESA Renata*1 SUMÁRIO: 1. Introdução. 2. Processos Revolucionários. 2.1. A Revolução Puritana. 2.2. A Revolução Gloriosa. 3. Reflexos da Revolução Inglesa. 4. Conclusão. Palavras-chave: revolução; absolutismo; burguesia; religião; poder. 1. INTRODUÇÃO As mudanças fundamentais ocorridas...

    4263  Palavras | 18  Páginas

  • Trabalho

    regime de governo em que o poder de tomar importantes decisões políticas está com os cidadãos (povo), direta ou indiretamente, por meio de representantes eleitos — forma mais usual. Uma democracia pode existir num sistema presidencialista ou parlamentarista, republicano ou monárquico. Democracias podem ser divididas em diferentes tipos, baseado em um número de distinções. A distinção mais importante acontece entre democracia direta (algumas vezes chamada "democracia pura"), onde o povo expressa...

    746  Palavras | 3  Páginas

  • Trabalho de teoria politica

    o senhor absoluto do território nacional e estabelece todo um aparato administrativo, incluindo o monopólio da força e dos meios de coerção física destinado à organização e manutenção do território, em linhas gerais, temos a formação do Estado absolutista, onde a figura do rei personifica o Estado. Com a Revolução Francesa e o pensamento liberal, passou a associar o conceito de nação com ideais de liberdade e igualdade, tornando-se Estado-nação, nele a soberania do rei é transferida para...

    6617  Palavras | 27  Páginas

  • Felipe Koharo

    estabelecimento da monarquia parlamentar. Nesse sentido, os historiadores tendem a considerá-la como um fenômeno único: a Revolução Inglesa. Vale lembrar que ela é o primeiro movimento revolucionário contra o absolutismo, antecedendo em quase um século a Revolução Francesa, da mesma maneira que semeou, na América do Norte, as ideias e as condições políticas que levariam à Revolução Americana e à Independência dos Estados Unidos em 1776. Desse modo, criou-se a monarquia parlamentarista inglesa que vigora...

    2951  Palavras | 12  Páginas

  • Formas de governos

    Políticas: Formas de Governo, Sistemas de Governo e formas de Estado, do Núcleo Universitário Betim da PUC-MINAS, do Curso de Graduação em Direito. Professora: Marina Freitas Betim 2013 1. Conceituem as seguintes expressões A) Monarquia: É uma forma de governo que já foi adotada, há muitos séculos por quase todos os estados do mundo, e com passar dos séculos ela foi enfraquecida e abandonada. O cargo supremo de um Estado é vitalício e se designa, geralmente, através de uma ordem...

    3980  Palavras | 16  Páginas

  • Parlamentarismo

    . 3 2 – Conceito, vantagens e formas .................................................... 3 3 – Características ........................................................................... 5 4 – Tipos de Parlamentarismo ........................................................ 6 5 – Exemplo de composição atual do parlamentarismo em dois países: Inglaterra e Alemanha .................................................................... 6 6 – Exemplos de países parlamentaristas da atualidade...

    2905  Palavras | 12  Páginas

  • Forma de Governo

    impuros são aqueles em que, ao invés do bem comum, prevalece o interesse pessoal” 1. As três formas puras eram a monarquia (governo de um só), a aristocracia (governo dos melhores, isto é, dos mais virtuosos, da elite intelectual) e a democracia (governo de todos, ou, literalmente, governo do povo). Cada uma dessas formas puras poderia degringolar para uma forma impura: a monarquia poderia desfigurar-se em tirania (ditadura de um só); a aristocracia poderia degenerar-se em oligarquia (o governo...

    4703  Palavras | 19  Páginas

  • Fichamento - Estado Nação e território

    Estados territoriais. Esses estados originaram-se na Europa do Renascimento, quando o poder político foi unificado pelas monarquias e ganhou uma base geográfica definida, passível de ser delimitada por fronteiras lineares. O Estado territorial correspondeu à monarquia absolutista. A revolução Francesa de 1789 assinalou um momento chave da transformação do Estado territorial absolutista em Estado nacional. Ouve uma assembleia constituinte que revogou os privilégios da nobreza e do clero e no dia 26 de...

    1349  Palavras | 6  Páginas

  • Tipos de governo

    diversas maneiras, porém duas se destacam: a União pessoal – na figura de um soberano e a União confederada ou confederação - mantém soberania no plano interno e externo. MONARQUIA (ABSOLUTISTA, PARLAMENTARISTA E CONSTITUCIONAL) É um sistema político que reconhece um monarca (através de eleição ou hereditariamente) como chefe do Estado, porém seus poderes são limitados pela constituição(série de leis fundamentais) do seu País. Nessa...

    1030  Palavras | 5  Páginas

  • Formas de governo

    maneira pela qual os órgãos do Estado irão se relacionar. A república representa uma forma de governo ligado à democracia, em que o governo é exercido pelo povo. Pode-se dizer que a república surge em razão das constantes lutas sociais contra a monarquia, durante grande parte da história. Na república o poder dos governantes é limitado, e este possuiria responsabilidade, perante a população, característica marcante da república, uma vez que o poder sempre será exercido em nome do povo. O governante...

    3995  Palavras | 16  Páginas

  • Sistemas de Governo

    ..........................05 1.4. PARLAMENTARISMO NO BRASIL: ASPECTOS HISTÓRICOS...........................07 1.5. A MONARQUIA CONSTITUCIONAL DO IMPÉRIO..........................................08 1.6. SISTEMA PARLAMENTAR DE 1961 A 1963...................................................10 1.7. CF/88 ALIMENTOU O IDEÁRIO PARLAMENTARISTA....................................10 2. PRESIDENCIALISMO E PARLAMENTARISMO................................................12 2.1. PRESIDENCIALISMO, PARLAMENTARISMO...

    5448  Palavras | 22  Páginas

  • Aula-tema 2: teoria geral do estado

    as formas e regimes de Governos descritos abaixo, sinalize APENAS a FORMA que não corresponde à Estrutura política brasileira. Resposta Correta: A Monarquia é o governo de um só indivíduo. A Chefia do governo está confiada a essa pessoa mesmo que ela sofra a influência de algum grupo. Existem três características básicas que definem uma Monarquia: I) Vitaliciedade, ou seja, o Monarca impera por tempo indeterminado (sem prazo); II) Hereditariedade, ou seja, a sucessão de um Monarca se dá dentro...

    983  Palavras | 4  Páginas

  • Ava aula tema 2 direito e legislação

    as formas e regimes de Governos descritos abaixo, sinalize APENAS a FORMA que não corresponde à Estrutura política brasileira. Resposta Correta: A Monarquia é o governo de um só indivíduo. A Chefia do governo está confiada a essa pessoa mesmo que ela sofra a influência de algum grupo. Existem três características básicas que definem uma Monarquia: I) Vitaliciedade, ou seja, o Monarca impera por tempo indeterminado (sem prazo); II) Hereditariedade, ou seja, a sucessão de um Monarca se dá dentro...

    704  Palavras | 3  Páginas

  • Estado Democr Tico De Direito

    Sumário 1 INTRODUÇÃO 2 2 ESTADO 2 2.1 ESTADO NATURAL 2 2.1.1 TEORIA DA ORIGEM FAMILIAR 2 2.1.2 TEORIA PATRIARCAL 2 2.1.3 TEORIA MATRIARCAL 3 2.1.4 TEORIA DA ORIGEM PATRIMONIAL 3 2.1.5 TEORIA DA FORÇA 4 2.2 ESTADO CONTRATUAL 5 3 ELEMENTOS ESSENCIAIS PARA O SURGIMENTO DO ESTADO 6 3.1 TERRITÓRIO 6 3.2 SOBERANIA 6 3.3 POVO 7 4 FORMAS DE ESTADO E GOVERNO 7 4.1 FORMAS DE ESTADO 7 4.1.1 ESTADO UNITÁRIO (PODER CENTRAL) 8 4.1.2 ESTADO COMPOSTO 8 4.2 FORMAS DE GOVERNO 10 4.2.1 MONARQUIA 10 4.2.2 REPÚBLICA 10...

    5236  Palavras | 21  Páginas

  • Resumo ciencia politica

    comece a entrar em vigor. 2º O que é plebiscito? Faz-se uma consulta prévia sobre determinado assunto de uma lei que ainda não foi ratificada e nem criada pelo legislativo e que para entrar em vigor, necessita da confirmação popular. Esta é a diferença para o referendo, que já foi criada e aprovada, mas que por força de lei, necessita da consulta popular. 3º O que é Iniciativa popular? A iniciativa popular permite a manifestação direta do povo na elaboração das leis.Ex: Para que uma lei possa...

    5614  Palavras | 23  Páginas

  • QUESTOES 2

    Revisão da tentativa 2 Parte superior do formulário Parte inferior do formulário Iniciado em sexta, 28 fevereiro 2014, 21:50 Completado em sexta, 28 fevereiro 2014, 21:57 Tempo empregado 7 minutos 49 segundos Notas 6/6 Nota 1.5 de um máximo de 1.5(100%) Question1 Notas: 1 Considerando as formas e regimes de Governos descritos abaixo, sinalize APENAS a FORMA que não corresponde à Estrutura política brasileira. Escolher uma resposta. a. A República surge como oposição à Monarquia. O chefe de Estado...

    1738  Palavras | 7  Páginas

  • Direito e Legislação - Aula 2

    Aula 2 - Direito e Legislação Considerando as formas e regimes de Governos descritos abaixo, sinalize APENAS a FORMA que não corresponde à Estrutura política brasileira. Escolher uma resposta. Resposta Correta: A Monarquia é o governo de um só indivíduo. A Chefia do governo está confiada a essa pessoa mesmo que ela sofra a influência de algum grupo. Comentário resposta correta:Em verdade a Monarquia é uma FORMA de há muito tempo não existente em nossa história. Hoje vivemos a República. Correto ...

    955  Palavras | 4  Páginas

  • Ava Direito e Legislação Aula Tema 2

    Resposta AVA – Direito e Legislação - Aula Tema 2 1 Notas: 1 Considerando as formas e regimes de Governos descritos abaixo, sinalize APENAS a FORMA que não corresponde à Estrutura política brasileira. Escolher uma resposta. a. A República surge como oposição à Monarquia. O chefe de Estado não é vitalício, é eleito pelo povo e, portanto, o seu poder emana deste e deve ser usado em prol deste; o cargo não é hereditário e ele tem responsabilidade pelos seus atos, podendo ser processado...

    1804  Palavras | 8  Páginas

  • DP direito e legislação aula 2

    FORMA que não corresponde à Estrutura política brasileira. Resposta Correta: A Monarquia é o governo de um só indivíduo. A Chefia do governo está confiada a essa pessoa mesmo que ela sofra a influência de algum grupo. 2 Os elementos essenciais do Estado são: Resposta Correta: População, território, governo e soberania 3 (Provão/MEC, 1997) O regime presidencialista diferencia-se do regime parlamentarista porque no presidencialismo o Presidente da República é: Resposta Correta: Chefe...

    605  Palavras | 3  Páginas

  • direito e legislação aula tema 2

    a. No sistema Parlamentarista, a função do chefe é meramente política; seu papel é de coordenador e árbitro. O Poder Executivo está a cargo do gabinete ou conselho de ministros, e o ministério ou gabinete, tem suas tarefas dependentes do apoio da maioria parlamentar. Por essas razões, os ministros são escolhidos entre os componentes do parlamento, surgindo daí uma perfeita colaboração entre o poder Executivo e o Legislativo, ou seja, entre Governo e Parlamento b. A Monarquia é o governo de um...

    1804  Palavras | 8  Páginas

  • Aula-tema 2: teoria geral do estado

    formas e regimes de Governos descritos abaixo, sinalize APENAS a FORMA que não corresponde à Estrutura política brasileira. Resposta Correta: a. A Monarquia é o governo de um só indivíduo. A Chefia do governo está confiada a essa pessoa mesmo que ela sofra a influência de algum grupo. Existem três características básicas que definem uma Monarquia: I) Vitaliciedade, ou seja, o Monarca impera por tempo indeterminado (sem prazo); II) Hereditariedade, ou seja, a sucessão de um Monarca se dá dentro...

    617  Palavras | 3  Páginas

  • direito publico e privado.

    Esboço do trabalho de Instituições de Direito Público e Privado Tema: Parlamentarismo e Presidencialismo 1. Parlamentarismo 1.1 Definição 1.2 Histórico 1.3 Características 1.3.1 Monarquia 1.3.2 República 1.4 Mecanismos de Governo 2. Presidencialismo 2.1 Definição 2.2 Histórico 2.3 Características 2.4 Mecanismos de Governo 3.4 Intersecção entre os dois temas 3.4 Conclusão 3.5 bibliografia. Parlamentarismo O Regime de governo denominado Parlamentarismo não...

    3759  Palavras | 16  Páginas

  • Formas de governo

    Rússia da ideologia imperial de Bizâncio. Além de adoptar o título de czar, equivalente russo do César latino, adotou também a denominação e substância da autocracia. Politicamente, a autocracia é um termo que denota um tipo particular de governo absolutista, tendo um sentido restrito e outro mais amplo. O restrito e mais exato reporta-se ao grau máximo de absolutismo na personalização do poder. O sentido amplo é de um governo absoluto com poder ilimitado sobre os súbditos, que apresenta uma grande...

    1858  Palavras | 8  Páginas

  • Induplás

    Desenvolvimento A primeira revoluçaõ(1787-1789)A revolta da aristrocacia Nos anos que antecedem 1789,a frança mergulhou em uma grave crise politica em razaõ da crise financeira da monarquia e sua incapacidade de se reformar. A cada tentaiva de reforma dos ministros da monarquia,a aristrocacia,se erguia em defesa dos seus previlégios.O historiador françes Albert Soboul chama essa revolta essa revolta da aristrocacia, contra as tentativas de modernizar o estado,de ``prefácio``...

    2247  Palavras | 9  Páginas

  • Publicidade

    ..............03 1.2 - Formas de Governo: Monarquia e República...................................................................04 1.2.1 - Monarquia......................................................................................................................04 1.2.2 - República.......................................................................................................................05 1.3 - Sistemas de Governo: Parlamentarista e Presidencialista............................

    5306  Palavras | 22  Páginas

  • formação dos estados absolutistas europeus

    istas europeus.com‎ Find Info, News and More about formação dos estados absolutistas europeus formação dos estados absolutistas europeus Conheça mais sobre formação dos estados absolutistas europeus‎ Encontre a informação que você precisa. É rápido, fácil e gratuito. Resultados da pesquisa Formação Dos EstaDos Absolutistas Europeus - TrabalhosFeitos.com www.trabalhosfeitos.com/.../Formação-Dos-Estados-Absolutistas-Europe...‎ Veja isso Redações e mais 1.200.000 outros como esses. Não perca...

    553  Palavras | 3  Páginas

  • Quais são as caracteristicas comuns entre a Noruega

    a Suíça? Comente qual é o fator   determinante para incluirmos a Islândia no continente europeu? Justifique. A Noruega possui 323.877 km² de área, sua capital é Oslo, sua população é de  4,7 milhões de habitantes, e seu governo é Monarquia Parlamentarista. A Islândia tem área de 103.000 km², sua capital é  Reykjavík, sua população é de 318 mil habitantes e seu governo é República parlamentar e também é membro da OTAN, OCDE e EFTA. A Suíça possui uma área de 41.290 km², sua capital é Berna...

    812  Palavras | 4  Páginas

  • Resumo CPTE 1º semestre

    seus fins; Aparatos ideológicos e repressivos do Estado; Forma pelo qual o poder do Estado pode ser desafiado; Democracia (representativa e direta); 3 poderes e 3 níveis de poderes; Ditaduras (autoritária e totalitária); Formas de governo (monarquia e república) + presidencialismo e parlamentarismo; Platão – contexto sócio-político e sócio-histórico; Sofistas; Filosofias e formação; Oratória e retórica; Oposições entre sofistas e Sócrates – princípios filosóficos e práticos; Dilemas para...

    4225  Palavras | 17  Páginas

  • Direito e legislação - aula-tema 2 - teoria geral do estado

    as formas e regimes de Governos descritos abaixo, sinalize APENAS a FORMA que não corresponde à Estrutura política brasileira. Resposta Correta: A Monarquia é o governo de um só indivíduo. A Chefia do governo está confiada a essa pessoa mesmo que ela sofra a influência de algum grupo. Existem três características básicas que definem uma Monarquia: I) Vitaliciedade, ou seja, o Monarca impera por tempo indeterminado (sem prazo); II) Hereditariedade, ou seja, a sucessão de um Monarca se dá dentro...

    852  Palavras | 4  Páginas

  • ATPS ETAPA 2

    ETAPA 2 A Revolução Americana foi um movimento organizado pelas treze colônias inglesas da América do Norte, a fim de se libertarem da Inglaterra.dando origem aos Estados Unidos da América. Os primeiros colonizadores deixaram a Inglaterra a partir de 1620, perseguidos por questões religiosas e encontraram nessas colônias, uma nova pátria. Traziam consigo, portanto, um desejo de progresso para a nova terra, pois ali teriam uma nova vida. Isso já diferenciava essas colônias do modelo de colonização...

    1251  Palavras | 6  Páginas

  • AS FORMAS DE GOVERNO

    TGE - UNIDADE 7 TEXTO PARA LEITURA: AS FORMAS DE GOVERNO: 7.1. A classificação de Aristóteles: Monarquia, República e Aristocracia; 7.2. Classificação de Maquiavel: República e Monarquia; 7.3. Ditadura e Caudilhismo (material preparado pela Professora Eliana Franco)   CLASSIFICAÇÕES SECUNDÁRIAS   Governo é o conjunto das funções pelas quais, no Estado, é assegurada a ordem jurídica (Queiroz Lima). Este elemento estatal apresenta-se sob várias modalidades, quanto à sua origem, natureza e...

    3812  Palavras | 16  Páginas

  • Historia

    derivados são: Colonização(Brasil, deixando de ser colônia de Portugal); Concessão dos Direitos de Soberania(Inglaterra reconhecendo a soberania da Irlanda do Norte e Canadá)  e Ato de Governo(D.PedroI reconhece independência da banda oriental do Uruguai)   2)      Quais são os motivos que podem levar o Estado à extinção? Resp.:Causas naturais,conquista, expulsão,emigração e renuncia da condição de Estado -Causas naturais: Terremotos, maremotos e outras, podem levar à eliminação de um dos elementos constitutivos...

    2380  Palavras | 10  Páginas

tracking img