S aulas de artes, os desenhos e a expressividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1156 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORAFaculdade de Educação3° PeríodoDisciplina: Fundamentos Teóricos e Metodológicos em Artes IProfessora: OlgaAluna:

As aulas de artes, os desenhos e a expressividade que esses representam
A criança é um sujeito sócio, histórico e cultural, essa afirmação encontra-se presente em grande parte do discurso pedagógico atual. Embora muitas vezes não se tenhaclareza sobre o que isso representa. Em nossa sociedade é comum uma idealização do ser criança circulante entre as esferas acadêmica e legislativa e também na mídia, bem diferente do que ocorre, na realidade, em outros contextos, incluindo o ambiente escolar.
Primeiramente ao atestar que uma criança é um sujeito, estamos dizendo que
“ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, decriar, de inventar, que se manifestam, desde cedo, nos seus movimentos, nas suas expressões, no seu olhar, nas suas vocalizações, na sua fala.” (DIAS & FARIA, 2007, p. 44)
Desse modo estamos atribuindo àquele sujeito sócio, histórico e cultural explanado anteriormente, um caráter singular, ou seja, partimos do pressuposto de que esse ser é construído e se constrói dentro da sua cultura,pertencente ao seu meio social, inserido em seu tempo histórico. Diante de tal concepção de criança, as instituições de Educação Infantil, geralmente estruturam suas atividades para a primeira infância e consequentemente para as aulas de artes.
Ao dar significado para o que é ser criança, estamos automaticamente abordando aquilo que deve ser um construto basilar em um currículo que contemple asmúltiplas capacidades dos alunos, entre elas e talvez o mais presente no dia a dia escolar atual, encontra-se o repertório dedicado a arte e ao desenho.
De acordo com as experiências pessoais adquiridas no estágio em Educação Infantil e com as leituras indicadas é possível observar como as aulas de artes contemplam em suma colagem, pintura, dobradura, escultura e em grande maioria o desenho, de modomecânico e regrado. Em geral, mudam-se os suportes – as folhas brancas, podem ser rosas, azuis, verdes; pode-se trabalhar com giz, lápis de cor ou canetinha; pode ser cola colorida, tinta ou purpurina – que o desenho terá sempre em sua constituição a negligencia aos desejos autônomos das crianças. Essas práticas alienadas tem se tornado cada vez mais comum no ensino de artes e elas trazemimplicações sérias para a formação do aluno em desenvolvimento. Como nos expõe Cunha,
“As abordagens atuais no ensino arte na Educação Infantil não estão possibilitando outros olhares sobre uma área do conhecimento que trabalha basicamente com a transformação, a incerteza de modelos, a investigação matérica bem como das linguagens não verbais e a abertura ao inusitado. A situação em que se encontra o ensinode arte na Educação Infantil e também em outros níveis de ensino não está contribuindo para que as crianças possam elaborar sua linguagem expressiva, entendida aqui como uma forma de ler e representar suas relações singulares com o mundo.” (2008, p. 122)


Dessa forma, torna-se óbvio concluir que toda descrição feita anteriormente em torno da concepção de infância, que provavelmenteencontra-se presente nas propostas pedagógicas das escolas, incluindo aquela onde se concretiza o estágio, se mantém fora das salas de aula, descontextualizadas das possibilidades que a criança possui de se expressar com a linguagem visual, através de seus desenhos.
A partir de todas as considerações de como tem se firmado as aulas de artes na Educação Infantil, devemos nos questionar: como devem serestruturadas essas aulas, de modo a garantir a capacidade criativa, individual e autônoma de cada criança?
As aulas de artes devem ser capazes de demonstrar aos alunos que eles podem expressar suas ideias, seus desejos, seus sentimentos, através de suas construções; devem proporcionar experiências com variados suportes, técnicas e materiais, de modo que o aluno se desenvolva, cognitivo, motor...
tracking img