Rio+10

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3104 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Rio+10
Rio+10 ou Cúpula Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável foi um fórum de discussão das Nações Unidas realizado entre os dias 26 de agosto e 4 de setembro de 2002, em Johanesburgo, África do Sul. Teve como objetivo principal discutir soluções já propostas na Agenda 21 primordial (Rio 92), para que pudesse ser aplicada de forma coerente não só pelo governo, mas também pelos cidadãos,realizando uma agenda 21 local, e implementando o que fora discutido em 1992.
Foi um encontro de alto nível, reunindo líderes mundiais, cidadãos engajados, agências das Nações Unidas, instituições financeiras multilaterais e outros importantes atores, para avaliar a mudança global desde a histórica Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento de 1992 (também conhecida como aCúpula da Terra, ou Rio-92). A Rio-92, realizada entre 3 e 14 de junho daquele ano, no Rio de Janeiro, reuniu legisladores, diplomatas, cientistas, a mídia, e representantes de organizações não governamentais de 179 países, num esforço maciço para reconciliar as interações entre o desenvolvimento humano e o meio ambiente. O evento foi realizado por ocasião do 20º aniversário da Conferência deEstocolmo sobre o Meio Ambiente Humano (1972), a primeira conferência mundial que tratou da natureza, tanto global quanto transfronteiriça, da degradação e poluição ambientais.
A agenda do Rio enfocou a procura de meios de cooperação entre as nações para lidar com problemas ambientais globais como poluição, mudança climática, destruição da camada de ozônio, uso e gestão dos recursos marinhos e deágua doce, desmatamento, desertificação e degradação dosolo, resíduos perigosos, e a perda da diversidade biológica. A conferência culminou na elaboração da Agenda 21, um programa pioneiro de ação internacional sobre questões ambientais e desenvolvimentistas, voltado à cooperação internacional e ao desenvolvimento de políticas para o século XXI. Suas recomendações incluíram novas formas de educação,preservação de recursos naturais e participação no planejamento de uma economia sustentável.
História
A Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente foi realizada em Estocolmo, Suécia, em junho de 1972, e marcou o surgimento do direito ambiental internacional. A Declaração sobre Ambiente Humano , também conhecida como Declaração de Estocolmo, estabelece princípios para várias questõesambientais internacionais, incluindo os direitos humanos, gestão de recursos naturais, prevenção da poluição e da relação entre ambiente e desenvolvimento. A conferência também levou à criação doPrograma das Nações Unidas para o Meio Ambiente.
O Relatório Brundtland criado por Gro Harlem Brundtland, a pioneira do desenvolvimento sustentável, deu impulso à primeira Cúpula da Terra, em 1992, que tambémfoi dirigida por Maurice Strong, que foi um proeminente membro da Comissão de Brundtland, bem como da Agenda 21.
As discussões iniciais sobre uma possível nova cimeira informal em 2002 começaram em fevereiro de 1998, dirigidas por Derek Osborn, que co-presidiu as reuniões preparatórias para o Rio+5 e o Fórum dos Interessados por um Futuro Sustentável. Um conjunto de 10 governos começaram atrabalhar informalmente para começar a montar a agenda da possível cimeira. Os trabalhos realizados entre 1998 e 1999 garantiu que a Comissão das Nações Unidas, em 2000, desse aval para a realização da cúpula.
O dossiê da energia
A energia foi outra questão delicada discutida nesta edição. Os países do Norte, incluindo os Estados Unidos, são acusados regularmente de serem culpados pelo excesso noconsumo de energia, e os NPI lutam para suprir sua demanda. As reservas decombustíveis fósseis estarão em risco de esgotamento nas próximas décadas, e o petróleo será proibido aos países do Sul.
Apesar deste contexto de tensões económicas internacionais, as energias renováveis e seus usos seguem estando fora do alcance de muitos países emergentes.
A produção agrícola
A produtividade agrícola...
tracking img