O q representa gramsci para o brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1374 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO SOCIEDADE E VALOR
O objetivo da economia politica é o estudo das leis sociais que regulam a produção e a distribuição dos meios materiais q permitem a satisfação das necessidades dos homens, historicamente determinadas. Na base da atividade econômica esta o trabalho – é ele que torna possível a produção de qualquer bem, criando os valores que constituem a riqueza social. O trabalho émuito mais que um tema ou elemento teórico da Economia Política, trata-se de uma categoria que, além de indispensável para a compreensão da atividade econômica, faz referencia ao próprio modo de ser dos homens e da sociedade. pág.29
A sociedade através dos seus membros (homens e mulheres) transforma matérias naturais em produtos que atendem ás suas necessidades, as atividades que atendem anecessidades de sobrevivência são generalizadas entre espécies animais, por exemplo, no ciclo de vida de alguns pássaros , roedores e de certas colônias de insetos, estas atividades processam-se no interior de circuitos estritamente naturais: realizam-se no marco de uma herança determinada geneticamente, numa relação imediata entre o animal e o seu meio ambiente e satisfazem, sob formas em geralfixas, necessidades biologicamente estabelecidas. Pag.30
O trabalho exige instrumentos que no seu desenvolvimento vão cada vez mais interpor entre aqueles que o executam e a matéria, o trabalho não se realiza cumprindo determinações genéticas, ele exige habilidade e conhecimento que se adquirem por repetição e experimentação transmitindo-se por meio de aprendizado, o trabalho não atende a um elencolimitado e praticamente invariável de necessidades, as formas desse atendimento variam muito, e implicam no desenvolvimento de novas necessidades. O trabalho é um processo entre o homem e a natureza, um processo, processo em que o homem, por sua própria ação, media, regula e controla seu metabolismo com a natureza. No fim do processo de trabalho obtém-se um resultado que já no inicio desteexistiu na imaginação do trabalhador e portanto, idealmente. Pag.31
À diferença das atividades naturais, o trabalho se especifica por umarelação mediada entre o seu sujeito (aqueles que o executam, homens em sociedade) e o seu objeto (as formas da natureza , orgânica e inorgânica). Seja um machado de pedra lascada ou uma perfuradora de poços de petróleo. A criação dos instrumentos de trabalho, mesmomesmo nos níveis mais elementares da história, coloca para o sujeito do trabalho o problema dos meios e dos fins e com ele o problema das escolhas. O importante e destacar que sua atividade parte de uma finalidade que é antecipada idealmente, ´sublinhar que sua atividade tem como ponto de partida uma intencionalidade prévia, teleologicamente direcionada, ou seja: conduzida a partir do fim propostopelo sujeito. Pag. 32
O sujeito deve fazer escolhas entre alternativas concretais, as escolhas não se devem a pulsões naturais , mas a avaliações que envolvem elementos (útil, inútil, bom.. )pertinentes a obtenção dos resultados do trabalho. As objetividades em que se realiza o trabalho (seus produtos) tendo por matéria a natureza, enquanto efetividades, não se identificam com o sujeito. Aquestão dos meios e dos fins do trabalho põe duas ordens de exigências interligadas, sem a solução das quais o trabalho é inviável: o conhecimento sobre a natureza e a coordenação múltipla necessária ao sujeito. O trabalho requer e propicia a constituição de um tipo de linguagem (a linguagem articulada) que além de aprendida, é condição para o aprendizado. Através da linguagem articulada, o sujeitodo trabalho expressa as suas representações sobre o mundo que o cerca. Pág. 33
O trabalho é sempre atividade coletiva: seu sujeito nunca é um sujeito isolado, mas sempre se insere num conjunto ( maior ou menor, mais ou menos estruturado) de outros sujeitos, consequentemente o caráter coletivo do trabalho não se deve a um gregarismo que tenha raízes naturais, mas, antes, expressa um tipo...
tracking img