O uso do hífen

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1017 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

TUCURUÍ – 2011

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO RUI BARBOSA

DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA

PROFESSORA:

ALUNA: MARIA APARECIDA DA COSTA FERREIRA

TURMA: 1º EJA 2 TURNO: NOITE

ASSUNTO: O EMPREGO DO HÍFEN NA NOVA ORTOGRAFIA

TUCURUÍ – 2011

O EMPREGO

DO HÍFEN NA NOVA ORTOGRAFIA

TUCURUÍ – 2011

INTRODUÇÃO

O objetivo deste trabalho é expor, de maneira objetiva,as alterações introduzidas na ortografia da língua portuguesa, referentes ao emprego do hífen, pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990, por Portugal, Brasil, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e, posteriormente, por Timor Leste.

No Brasil, o Acordo foi aprovado pelo Decreto Legislativo n.º 54, de 18 de abril de1995. Esse Acordo é meramente ortográfico; portanto, restringe-se à língua escrita, não afetando nenhum aspecto da língua falada. Ele não elimina todas as diferenças ortográficas observadas. Veremos a seguir, passo a passo, o emprego do hífen com os mais variados prefixos, sufixos e locuções.

O EMPREGO DO HÍFEN

Conforme a nova ortografia: Usa-se hífen

I Com prefixos

1) Nos vocábulosformados com todos os prefixos, quando o segundo elemento começar com h:

Exemplos: anti-higiênico, arqui-hipérbole,  extra-hepático, geo-história, macro-história, mini-hotel, neo-humorismo, sobre-humano, super-homem, ultra-humano, semi-hospitalar, sub-hepático.
 
2) Nos vocábulos em que o prefixo termina por vogal, e o segundo elemento começa com a mesma vogal:

Exemplos: anti-ibérico,arqui-inimigo, auto-observar, contra-ataque, eletro-ótica, infra-assinado, micro-ondas, semi-interno, supra-axilar. 

3) Nos vocábulos com os prefixos circum- e pan-, cujo segundo elemento começar por m, n ou vogal:

Exemplos: circum-navegação, pan-americano, circum-escolar.
 
4) Nos vocábulos com os prefixos hiper-, inter- e super, quando o segundo elemento iniciar por r:

Exemplos:hiper-racional, inter-regional, super-real.
 
5) Nos vocábulos com os prefixos tônicos pós-, pré- e pró- (acentuados graficamente):

Exemplos: pós-graduado, pré-adolescente, pró-americano.
 
6) Nos vocábulos com os prefixos ex-(quando significa estado anterior), sota-, soto- e vice-:

Exemplos: ex-marido, sota-ministro (vice-ministro), soto-piloto, vice-presidente.
 
7) Nos vocábulos com o prefixosub-, quando o segundo elemento começar por b ou r:

Exemplos: sub-base, sub-raça.
 

II Com sufixos
 
8) Nos vocábulos terminados por sufixos de origem tupi-guarani com valor de adjetivo, como açu, guaçu e mirim, quando o primeiro elemento terminar em vogal acentuada ou quando a pronúncia assim o exigir:

Exemplos: capim-açu, amoré-guaçu, anajá-mirim.
 
 
III- Com além, aquém, recém,sem
 
9) Como primeiro elemento do vocábulo:

Exemplos: além-mar, aquém-fronteira, sem-teto.

 
IV – Com bem
 
10) Como primeiro elemento do vocábulo em que o segundo elemento é começado por vogal ou h:

Exemplos: bem-educado, bem-humoradao.

Observações:

1) Quando o segundo elemento não for iniciado por p nem b, pode não haver aglutinação:

Exemplos: bem-vindo; bem-criado,bem-falante, bem-visto.
 
2) Muitos são os casos em que o bem aparece aglutinado com o segundo elemento:

Exemplos: benfeitor, benquerença, benfazejo, etc.
 

V- Com mal
 
 
11) Como primeiro vocábulo, se o segundo elemento começar por vogal ou h:

Exemplos: mal-estar, mal-humorado.

 
VI – Nas palavras compostas
 
12) Que adquirem novo significado, mantendo o acento próprio:Exemplos: primeiro-ministro, decreto-lei, amor-perfeito, guarda-noturno.
 
13)Que designam espécies botânicas e zoológicas:

Exemplos: bem-te-vi, couve-flor, andorinha-do-mar, batata-inglesa, feijão-verde.

VII – Nos compostos  com elementos repetidos ou onomatopaicos:
 
14) Como: tico-tico, tique-taque, pingue-pongue, blá-blá-blá.

 
VII – Para ligar duas ou mais palavras
 
15) Que...
tracking img