O uso do crak: um produto social restrito às metrópoles

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1524 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
historia

diego gusmão marcelli



o uso do crak: um produto social restrito às metrópoles

Wenceslau Braz-PR
2012
diego gusmão marcelli

o uso do crak: um produto social restrito às metrópoles

Trabalho apresentado ao Curso de História da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas:Psicologia Geral, Antropologia, Formação Social, Política e Econômica do Brasil, FHTM do Serviço Social I – 1º Semestre.

Wenceslau Braz-PR
201
2
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO 3

DESENVOLVIMENTO 4

CONSIDERAÇÕES FINAIS 7

REFERÊNCIAS 8

* INTRODUÇÃO
Este trabalho sobre o uso do Crack na sociedade tem o objetivo de compreender este meio tão obscuro e esclarecer que o crack está presenteem todas as regiões do Brasil, tanto nos grandes quantos nos pequenos municípios, e que o mesmo representa um grave problema social que precisa ser enfrentado não apenas pelo poder público, mas por toda a sociedade. O crack é uma forma impura de cocaína e não um subproduto, ou seja, é uma droga geralmente fumada, feita a partir da mistura de pasta de cocaína com bicarbonato de sódio, a fumaçaproduzida pela queima da pedra de crack chega ao sistema nervoso central em dez segundos, devido ao fato de a área de absorção pulmonar ser grande e seu efeito dura de 3 a 10 minutos, com efeito de euforia mais forte do que o da cocaína, após o que produz muita depressão, o que leva o usuário a usar novamente para compensar o mal-estar, provocando intensa dependência. Não raro o usuário temalucinações e paranoia (ilusões de perseguição). Essa sensação persiste por cinco a 10 minutos. Para comparar: ao ser cheirado, a cocaína em pó leva de 10 a 15 minutos para começar a fazer efeito, a fumaça atinge rapidamente o pulmão, entra na corrente sanguínea e chega ao cérebro. O baixo custo da pedra – em torno de R$ 5 – revela-se ilusório. Empurrado para o precipício da fissura, o dependente precisafumar 20, 30 vezes por dia. Desfaz-se de todos os bens, furta de familiares e amigos e, por fim, começa a cometer crimes.

* DESENVOLVIMENTO
Esta epidemia social se alastra e contamina tanto um simples trabalhador do dia a dia, como um importante executivo; não escolhe classes, pode ser pobres coitados nos centros urbanos, de mendigos nas grandes, médias e pequenas cidades, em todas as regiõesdo Brasil. Se não bastasse tão diversificado perfil de usuários, a constatação de que jovens de classe média e alta também integram a lista das últimas vítimas desta epidemia que se tornou mania entre uma grande maioria dos adolescentes brasileiros. Segundo algumas pesquisas, é um contingente tão variado dos que usam tal droga, que fica difícil identificar e traçar realmente um perfil de comoprevenir e tratar os que são acometidos por essa doença sem rosto, sem identidade, que veio para ficar e deixar sua marca no futuro de todo o país.
Segundo o texto de Rosa Maria Martins sobre Uso de Drogas Psicotrópicas no Brasil, constatou que o álcool é a substância lícita mais utilizada nas 108 maiores cidades do país. O tabaco aparece com prevalência de 44,0% para o uso na vida e 10,1% paradependência, em seguida vem outra droga ilícita de maior consumo e de maior acessibilidade é a maconha (8,8%), seguida pelos solventes com (6,1%), benzodiazepínicos (5,6%), cocaína (2,9%) e crack (1,5%), assim publicados no Relatório Mundial sobre Drogas de 2007, da Organização das Nações Unidas (ONU), no Brasil.
No Brasil, estudos sobre comorbilidades psiquiátricas em dependentes de álcool,cocaína e crack e do uso concomitante dessa droga são escassos. Ao iniciar o tratamento dessa população pode haver dificuldade na diferenciação entre transtornos previamente existentes e transtornos secundários à dependência químicos devido aos sintomas depressivos, ansiosos e manias prevalentes no período de abstinência da droga (Alves & cols., 2004)
Esta novidade que está ficando em todos os...
tracking img