O uso do crack: um problema social restrito ás metrópoles?

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1392 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O USO DO CRACK:UM PROBLEMA SOCIAL RESTRITO ÁS METRÓPOLES?


SUMÁRIO
1 RESUMO 3

2 INDRODUÇAO 4

3 DESENVOLVIMNETO 5

4 CONCLUSÃO 7

5 REFERÊNCIAS 8


RESUMO
Crack é uma droga, geralmente fumada, feita a partir da mistura de pasta de cocaína com bicarbonato de sódio. É uma forma impura de cocaína e não um subproduto. O nome deriva do verbo "to crack", que, em inglês,significa quebrar, devido aos pequenos estalidos produzidos pelos cristais (as pedras) ao serem queimados, como se quebrassem.
A fumaça produzida pela queima da pedra de crack chega ao sistema nervoso central em dez segundos, devido ao fato de a área de absorção pulmonar ser grande e seu efeito dura de 3 a 10 minutos, com efeito de euforia mais forte do que o da cocaína, após o queproduz muita depressão, o que leva o usuário a usar novamente para compensar o mal-estar, provocando intensa dependência. Não raro o usuário tem alucinações e paranoia.
Em relação ao seu preço, é uma droga mais barata que a cocaína. [2]
O uso de cocaína por via intravenosa foi quase extinto no Brasil, pois foi substituído pelo crack, que provoca efeito semelhante, sendotão potente quanto a cocaína injetada. A forma de uso do crack também favoreceu sua disseminação, já que não necessita de seringa basta um cachimbo, na maioria das vezes improvisado, como, por exemplo, uma lata de alumínio furada.
A maioria das pessoas que usa crack no Brasil é das camadas mais carentes da população, pois é uma droga muito barata. Existe enorme preocupação dos serviços de saúde ede responsáveis pelas políticas sobre drogas com essas pessoas, porque às suas vulnerabilidades sociais se somam agora os problemas trazidos pelo uso dessa droga. A preocupação é ainda maior com crianças e adolescentes, já que grande parte dos usuários de crack se encontra nessa faixa etária, vulnerável socialmente.
INTRODUÇÃO
O crack, também conhecido como ‘pedra’ é um subprodutodo processamento da cocaína. A cocaína, durante seu processo de elaboração tem de ser lavada com éter ou acetona ou até mesmo querosene e desta ‘lavagem’ resulta a cocaína, que vai ser secada para a venda e os resíduos que ficam no tanque de lavagem. Este resíduo é o crack.
Geralmente após a segunda vez que o usuário consome o crack ele se torna dependente da droga que tem alto poderviciante
O crack causa um desejo incontrolável após ser consumida a primeira dose da droga pelo usuário.
O crack é fumado em cachimbos, latinhas de alumínio, e copos descartáveis com tampa de alumínio misturado com cinza de tabaco ou misturado com tabaco ou maconha.
O crack é uma das drogas mais mortais que surgiram nas últimas décadas

DESENVOLVIMENTOO crack surgiu nos Estados Unidos na década de 1980 em bairros pobres de Nova Iorque, Los Angeles e Miami. O baixo preço da droga e a possibilidade de fabricação caseira atraíram consumidores que não podiam comprar cocaína refinada, mais cara e, por isso, de difícil acesso.
No Brasil, a droga chegou no início da década de 1990 e se disseminou inicialmente em São Paulo.
Ocrack é uma droga obtida a partir da planta de coca. Podemos o definir como um subproduto da cocaína. Entre seus efeitos, podemos citar a sensação de euforia, empolgação e aumento da autoestima do indivíduo.
A história do crack está diretamente relacionada com a da cocaína, droga que surgiu nos anos 60 e que, na época, era grandemente consumida por grupos de amigos. No entanto, a cocaína era umadroga cara, apelidada de “a droga dos ricos”. Este foi o principal motivo para a criação de uma “cocaína” mais acessível. A partir da década de 70, começaram a misturar a cocaína com outros produtos e conforme outros métodos. Foi assim que surgiu o crack, obtido por meio do aquecimento de uma mistura de cocaína, água e bicarbonato de sódio. Na década de 80, o crack se tornou grandemente popular,...
tracking img