O uso do crack:um poblema sicial restrito ás metropolis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1104 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]








































































SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 3

O USO DO CRACK: UM PROBLEMA SOCIAL RESTRITO ÀS METROPOLES 4


O USO DO CRACK: UM PROBLEMA SOCIAL RESTRITO ÀS METROPOLES .. 5CONCLUSÃO..............................................................................................................

REFERENCIAS............................................................................................................7














rESUMO


O USO DE DROGAS E PRINCIPALMENTE DO CRACK VEM CADA DIA MAIS SE ALASTRANDO E TOMANDO CADA VEZ MAIS UMA DIMENSÃO MAIOR. UM GRANDE PROBLEMA DE ORDEM SOCIAL E QUE POR SUA VEZ TRÁS VÁRIASCONSEQÜÊNCIAS PARA A HUMANIDADE. A SOCIEDADE EM SI SOFRE BASTANTE COM ISTO, POIS AMEDRONTADOS COM ESTA SITUAÇÃO SE FECHAM PARA O MUNDO E PARA AS PESSOAS AO SEU REDOR, ALÉM DE IGNORAR O PROBLEMA EXISTENTE. AS FAMÍLIAS DESTAS PESSOAS USUÁRIAS DO CRACK, ACABAM SE TORNANDO FRIAS E PERTURBADAS E ÁS VEZES CAEM NA DEPRESSÃO E NÃO TENDO A QUEM RECORRER.


Palavras chave: Crack, humanidade, problema
INTRODUÇÃOO uso de drogas é um fenômeno bastante antigo na vida dos humanos e representa um grave problema de saúde pública e social. O Crack não é bem diferente porque trás conseqüências pessoais e sociais no futuro dos jovens e de toda sociedade em geral. Os primeiros relatos sobre o consumo do mesmo no Brasil surgiram em 1989, entre crianças que viviam nas ruas do Centro de São Paulo. Vinte anosdepois do começo da epidemia em São Paulo, o Crack se expandiu para os Estados da Federação e a droga que agora ganhava dimensão de mercado se consolidou em todas as cidades.
.


DESENVOLVIMENTO



A população brasileira hoje vive bastante assustada e com receios, pois é cada vez maior os índices epidemiológicos sobre o consumo do Crack e outras drogas entre os jovens eadolescentes. O Crack é uma substância psicoativa euforizante, estimulante, preparada à base da mistura da pasta de cocaína com bicarbonato de sódio. Para obtenção das pedras de Crack também são misturadas à cocaína várias substâncias tóxicas como gasolina, querosene e até fluído de bateria. A pedra do Crack não é solúvel em água e por isto não pode ser injetada na veia.
A chegada daadolescência é um momento sublime na vida do indivíduo. Nessa etapa os jovens não aceitam orientações, pois estão almejando a possibilidade de ser um adulto e então obter poder e controle sobre si mesmo. Torna-se um momento de contraste em que naturalmente acabam se distanciando de suas famílias e acabam que aderindo a “certos grupos” que na visão deles são legais e não caretas. São nestes grupos que osjovens experimentam a primeira vez a droga e nunca mais deixam o vício e acabam gostando e fazendo do uso do Crack algo comum e prazeroso.
Entre os fatores que desencadeiam o uso do Crack são: A curiosidade, as emoções, os sentimentos associados a intenso sofrimento psíquico, como a conhecida “Depressão”, estado de culpa, ansiedade exagerada e baixa auto-estima. Enganam-se quem pensa que esteproblema de cunho social, só é encontrado nas metrópoles. Hoje em dia vimos e ouvimos a todo o momento nas redes de comunicação aberta, notícias acerca do uso de drogas sejam elas em pequenos vilarejos aos grandes centros, com muito ou com pouco dinheiro, pessoas que usam e abusam deste tipo de droga.
A sociedade em si compreende este problema, como não sendo algo coletivo e simestritamente individual e que o problema só será resolvido através das prisões e represálias policias de usuários e traficantes. Isto é completamente equivocado, pois sabe-se que a maioria destes indivíduos muitas vezes não tem família, a maioria é de baixa renda, possuem baixa escolaridade ou quase nenhuma e que necessitam de atenção, assistência e que precisam ser assistidos pela sociedade e...
tracking img