O uso do crack no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1637 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO: Este trabalho tem como objetivo discorrer sobre a problemática: o uso do crack no Brasil, ressaltando que este não é um problema apenas das grandes metrópoles, mas que está presente no cotidiano brasileiro em cidades de pequeno, médio e grande porte. Ou seja, em todas as regiões do Brasil.






























INTRODUÇÃO
O uso do crack está cadavez mais presente na vida dos brasileiros, sendo responsáveis por diversos problemas, tanto de saúde como de violência. Devido ao consumo dessas substâncias, os jovens podem experimentar alterações fisiológicas, psicológicas e comportamentais significativas, como a mudança no ritmo cardíaco, estados de excitação, ansiedade, pânico, comportamentos compulsivos e diminuição do raciocínio.
Vivemos hojeuma epidemia do uso de crack, em que quase todas as cidades brasileiras estão enfrentando problemas com a circulação ou consumo de crack e outras drogas. O baixo custo desta droga é um fator que contribui para sua proliferação.
O problema do crack passou a ser considerada uma questão social, um problema de saúde pública e segurança pública, envolvendo hoje todo o país, inclusive todas asesferas do Poder Público. São inúmeros os desdobramentos da questão do crack e, por isso, se faz necessário conhecer esse problema para pensar ações numa perspectiva de resolução e mudança social.
Partindo desse pressuposto interessa-nos discorrer sobre alguns pontos relevante em torno dessa problemática, a saber: como que a sociedade compreende esse problema; como que o assistente social podecontribuir para equalização desse fenômeno social, partindo de uma leitura critica da realidade social e; qual é o papel da família no processo de estruturação emocional do dependente químico e historicamente como que se deu essa relação urbanização X população.
















Historicamente o desenvolvimento urbano foi marcado por uma urbanização das cidades de modo segregador devido,dentre outros fatores, a necessidade de atrair investimentos. Deu-se início o embelezamento dos centros urbanos, com uma intensa política de ocupação de terras, instalação de vias de circulação, dentre outras melhorias, e em prol disso, a população de baixa renda ia sendo empurrada para locais mais afastados da cidade constituindo as periferias.
Dessa forma, as pessoas que se dirigiam aos centrosurbanos com a esperança de melhorar de vida eram relegadas a se instalarem nas proximidades das fábricas ou de centros comerciais – isto quando conseguiam emprego – ou então ocupavam a área leste da cidade, caracterizada por áreas de mananciais e preservação ambiental, que nesse período não despertava o interesse dos especuladores e empresários da construção civil.
A sociedade brasileira em pesoembriagou-se, desde os tempos da abolição e da república velha, com as idealizações sobre o progresso e modernização. A salvação estar nas cidades, onde o futuro já havia chegado.
A industrialização deveria representar oportunidades de emprego e geração de renda para a população imigrante do campo que buscavam fugir dos problemas crônicos do espaço agrário brasileiro, dominado pela concentraçãofundiária e espoliação do trabalhador rural. Nesse sentido, a cidade industrial se tornava uma grande miragem, ou seja, um grande sonho de mudança para a população pobre que vinha do campo. Por outro lado o que assistimos foi a uma forte exclusão social que tem sua expressão mais concreta na segregação sócio espacial das metrópoles, configurando pontos de bolsões de pobreza e miséria disseminadasno espaço urbano, como os "guetos", favelas, periferias e áreas de baixadas das grandes cidades.
Neste contexto abrimos espaço para a marginalização de grande parte da sociedade entregues a todo sorte de exclusão social. Podemos dizer que esse processo de urbanização desestruturada deu origem às expressões da questão social a qual podemos destacar o uso de drogas, mas especificamente o uso de...
tracking img